Domingo, 13 de Dezembro de 2009

Câmara Municipal de Águeda formaliza protocolos para fornecimento de refeições

Autarquia atribui assim comparticipação de cerca de 115 mil euros

No passado dia 10 de Dezembro, a Câmara Municipal de Águeda assinou 16 protocolos, com diversos parceiros, para o fornecimento de refeições nos estabelecimentos de ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.

O momento da assinatura do protocolo contou com a presença do presidente da Câmara, Gil Nadais, da vereadora da Educação, Elsa Corga e dos vários representantes das entidades envolvidas.

O autarca aguedense aproveitou o momento para agradecer a todos os presentes e às entidades que representam: “Agradeço a todos, porque estamos todos com a mesma missão: dar o melhor às nossas crianças”. Para Gil Nadais esta colaboração “é muito importante”, porque “estamos sempre a tentar ir mais longe e sempre a tentar fazer o melhor. Tudo isto só é possível com a vossa ajuda”.

Por sua vez, Elsa Corga referiu que “em várias áreas damos privilégio às parcerias e está é uma delas”. A vereadora da Educação voltou a reforçar os agradecimentos a estas entidades, referindo que “só com a vossa colaboração podemos prestar o melhor serviço às nossas crianças”.

Os parceiros nas refeições escolares são os seguintes: ABARCA, Agrupamento de Escolas de Águeda, Agrupamento de Escolas de Fermentelos, ARCOR, Associação de Serém, CASAS, Centro Social de Belazaima, Centro Social Paroquial da Borralha, Centro Social Paroquial de Recardães, Instituto Duarte Lemos, freguesia de Agadão, freguesia do Préstimo, freguesia de Valongo do Vouga, Ninho Académico, Os Pioneiros e o Patronato Nossa Senhora das Dores.

Com os presentes protocolos, a autarquia atribui a comparticipação de aproximadamente 115 mil euros para as refeições escolares.

A assinatura destes protocolos volta a reforçar o empenho da Câmara Municipal em querer as melhores soluções para a educação das crianças do concelho de Águeda.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:48

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

EB2/3 de Valongo do Vouga hasteou bandeira verde Eco-Escolas

Inscrições para Programa Eco-Escolas no ano lectivo 2009/2010 abertas até ao dia 31 de Outubro

A EB2/3 de Valongo do Vouga, concelho de Águeda, hasteou, no passado dia 14 de Outubro, a bandeira verde Eco-Escolas, atribuída pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE/Fee), como reconhecimento da existência de um empenhado trabalho na área da educação ambiental/educação para a sustentabilidade.

Na cerimónia, a Câmara Municipal de Águeda, parceira no projecto Eco-Escolas, esteve representada pelo vice-presidente, Jorge Almeida, e pela vereadora da Educação, Elsa Corga.

Com o objectivo da renovação da inscrição desta escola no Programa Eco-Escolas 2009/2010, o vice-presidente da autarquia procedeu à entrega da Declaração de Parceria onde se reconhece a importância do desenvolvimento do programa no concelho e se compromete a colaborar com a escola na implementação do mesmo.

Recorde-se que foram cinco as escolas do concelho de Águeda que receberam, no passado dia 29 de Setembro, no Europarque, em Santa Maria da Feira, os galardões Eco-Escolas 2008/2009, da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE/Fee): Escola EB2/3 de Valongo do Vouga, Escola Secundária de Adolfo Portela, EB1 de Arrancada do Vouga, EB1 de Mourisca do Vouga e EB1 de Macinhata do Vouga.

O Programa Eco-Escolas pretende encorajar acções, reconhecer e premiar o trabalho desenvolvido pela escola na melhoria do seu desempenho ambiental, gestão do espaço escolar e sensibilização da comunidade. Pretende ainda estimular o hábito de participação e a adopção de comportamentos sustentáveis no quotidiano, ao nível pessoal, familiar e comunitário.

A Câmara Municipal de Águeda já convidou todas as escolas do concelho a aderirem e participarem no Programa Eco-Escolas, no ano lectivo 2009/2010, tendo em conta o impacto deste programa na mudança de comportamentos da comunidade. As inscrições estão a decorrer até dia 31 de Outubro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:11

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

Colecção particular de António Simões Estima

Inaugurada exposição de caricaturas da autoria de Rafael Bordalo Pinheiro

Foi inaugurada no dia 7 de Fevereiro a exposição de uma colecção particular de caricaturas da autoria de Rafael Bordalo Pinheiro, na Galeria Municipal.

A mostra, composta por 66 caricaturas, vai estar patente até ao dia 27 de Fevereiro. A exposição aborda a faceta satírica deste artista do século XIX, e inclui desenhos jocosos de personagens da monarquia, políticos, escritores, poetas, actores, e outras figuras célebres que marcaram a época da vida de Rafael Bordalo Pinheiro, que viveu entre 1846 e 1905.

A colecção agora patente na Galeria Municipal é propriedade do coleccionador de caricaturas António Simões Estima, natural de Valongo do Vouga, tendo o seu interesse pela caricatura saída da mão de Bordalo Pinheiro surgido enquanto residiu em Lisboa.

 

Sobre Rafael Bordalo Pinheiro

Este mestre do século XIX nasceu a 21 de Março de 1846, em Lisboa, vindo a ser pintor, escultor, ceramista, jornalista e criador do genial “Zé Povinho”.

Apaixonado pela vida boémia de Lisboa, Rafael Bordalo Pinheiro matriculou-se, por várias vezes, na Academia Superior de Belas Artes, no Curso Superior de Letras e na Escola de Arte Dramática, para logo de seguida desistir. No entanto, estreou-se como actor no Teatro Garrett e no Teatro Thalia, no Costa do Castelo.

Bordalo Pinheiro começou a fazer caricatura por brincadeira e foi a partir do êxito alcançado pel’”O Dente da Baronesa” (1870), tratando-se de uma folha de propaganda a uma comédia em três actos de Teixeira de Vasconcelos, que se estreou para o humorismo gráfico. Aí “comecei a sentir um formigueiro nas mãos e vai pus-me a fazer caricaturas”, pois o propósito das “caricaturas é estragar o estuque de cada um com protesto do senhorio”.

O “Zé Povinho” conseguiu projectar a imagem do povo português de uma forma singela, mas, ao mesmo tempo, genial, atribuindo um rosto ao país, uma vez que o mesmo “Zé Povinho” é ainda hoje utilizado por diversos caricaturistas para revelar de uma forma humorística os podres da sociedade.

Como ceramista, chefiando o sector artístico da Fábrica da Faiança das Caldas da Rainha, em 1884, dedicou-se à produção de peças de estilo barroco e decorativas. Deste modo, a par das esculturas que modelou para as capelas do Buçaco, representando 52 figuras da Via Sacra, Bordalo apostou novamente na figura em cerâmica do “Zé Povinho” (em inúmeras atitudes), na “Maria Paciência”, na ama das Caldas, no Polícia, no Padre tomando rapé e no sacristão de incensório nas mãos, entre muitas.

Como guardiães da sua memória existem actualmente o Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa e a Casa Museu do Mestre, nas Caldas da Rainha.

 

Horário de visitas à exposição

Dias úteis, das 9.30 às 18 horas, na Galeria Municipal de Águeda.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:08

link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Novembro de 2008

Carreira de tiro de Valongo do Vouga

Construção continua a bom ritmo

A construção da nova carreira de tiro, localizada no lugar do Godinho, freguesia de Valongo do Vouga, continua a evoluir sem paragens.

A construção desta infra-estrutura, com uma área que ultrapassa os 2.500 m2, resulta de um protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Águeda e o Ministério da Administração Interna, para fazer face à escassez de meios existentes na formação de tiro das forças de segurança.

De referir que as obras de construção da carreira de tiro decorrem dentro da calendarização prevista e sem percalços.

Esta carreira de tiro está vocacionada para tiro de pistola e treino de pistola-metralhadora. É composta por oito postos de tiro com um comprimento total a rondar os 50 metros. Na sua edificação estão a ser usados materiais que cumprem as actuais regras de segurança, ao mesmo tempo que estão previstas, na sua construção, medidas de protecção ambiental, nomeadamente impermeabilizações, para evitar a passagem do chumbo das balas para o solo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:15

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Três freguesias são alvo de obras

Autarquia pavimenta estradas no concelho de Águeda

A Câmara Municipal de Águeda procedeu a obras nas estradas das freguesias de Macinhata do Vouga, Valongo do Vouga e Préstimo, concelho de Águeda.

 

Macinhata do Vouga

A Câmara Municipal de Águeda procedeu à repavimentação de diversos arruamentos na freguesia de Macinhata do Vouga.  

Estes arruamentos, que apresentavam pisos muito degradados, representavam sérias dificuldades e algum perigo para a população. Tratam-se de ruas ainda sem infra-estruturas de saneamento, pelo que as obras agora executadas visaram unicamente a reabilitação desses pavimentos.

Deste modo, foram feitos melhoramentos na Rua do Emigrante (rua que vai da Fundição para o lugar de Jafafe), na Rua da Liberdade, na Rua do Valinho e na Rua entre Quintas.

Foi ainda feita a pavimentação do estacionamento e zona envolvente no Parque de Jogos 1º de Maio, na freguesia de Macinhata do Vouga.

Segundo o vice-presidente da Câmara Municipal de Águeda, Jorge Almeida, este procedimento reflecte a preocupação da autarquia em dotar o concelho de melhores e mais seguras vias de comunicação, promovendo a segurança rodoviária a todos os utilizadores destas vias públicas.

 

Valongo do Vouga

A Câmara Municipal de Águeda procedeu à repavimentação de diversas vias rodoviárias na freguesia de Valongo do Vouga.

Foram realizadas obras de repavimentação e alcatroamento, em diversas estradas, nesta freguesia, que devido ao mau estado de conservação em que se encontravam colocavam em perigo a segurança dos utentes.

Deste modo, foram realizadas obras de melhoramentos nos lugares de Fermentões, Brunhido, Santa Rita e ainda na rotunda de Carvalhal da Portela, que se encontrava com o piso bastante degradado, o qual foi regularizado e colocado novo pavimento.

Foram, também, colocadas camadas de alcatrão de desgaste em duas curvas, nos lugares do Paço e Brunhido, que apresentavam piso escorregadio devido à má qualidade dos materiais aplicados.

Segundo o vereador Jorge Almeida, estas obras agora efectuadas, além de permitirem uma melhor qualidade de vida aos utentes que as utilizam, repõem a segurança rodoviária, reduzindo o risco de despistes e acidentes nos utilizadores.

 

Préstimo

A Câmara Municipal de Águeda procedeu à repavimentação de diversas vias rodoviárias na freguesia do Préstimo.

Atenta ao perigo e ao mau estado em que se encontravam algumas ruas na freguesia do Préstimo, a autarquia procedeu ao alcatroamento do pavimento de diversas vias de circulação, nessa freguesia.

Deste modo, foram melhorados arruamentos em Á-dos-Ferreiros e na rotunda e rua principal do Ventoso.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:49

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Câmara Municipal de Águed...

EB2/3 de Valongo do Vouga...

Colecção particular de An...

Carreira de tiro de Valon...

Três freguesias são alvo ...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds