Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Biblioteca Municipal da Mealhada assinala Dia Internacional da Língua Materna

Iniciativa permite período de empréstimo de livros, CD’s e DVD’s mais alargado

A Biblioteca Municipal da Mealhada assinala o Dia Internacional da Língua Materna (21 de Fevereiro) com uma iniciativa que decorrerá durante esta semana e procura promover o que de melhor se vai fazendo em Língua Portuguesa junto dos seus utentes. A biblioteca empresta, por um período mais alargado, um conjunto de livros, CD’s e DVD’s de autores portugueses para o utente poder explorar em sua casa.

A ideia é assinalar o Dia Internacional da Língua Materna e, para o fazer, nada melhor do que promover os autores portugueses. Para isso, a Biblioteca Municipal da Mealhada organizou uma iniciativa: sacos com livros, CD’s e DVD’s de autores portugueses, que os utentes podem levar para casa por um período de tempo mais alargado. Em cada um destes sacos está o que de melhor se vai escrevendo, gravando ou filmando em Língua Portuguesa para que os utentes possam explorar e apreciar durante toda a semana.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:15

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

APPACDM de Anadia vai benzer amanhã autocarro novo

Instituição adquiriu viatura no valor de 145.500 euros

A Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Anadia vai amanhã, dia 6 de Janeiro, quarta-feira, apresentar e benzer o novo autocarro que adquiriu recentemente.

A cerimónia solene terá lugar na sede da instituição, em Avelãs de Caminho, pelas 12 horas e será presidida por D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro.

Trata-se de um autocarro novo, com 50 lugares, que custou à APPACDM de Anadia 145.500 euros, mais IVA.

De acordo com Acácio Lucas, presidente da Direcção da APPACDM de Anadia, “não tínhamos nenhum transporte do género, com capacidade para tanta gente. Tínhamos um autocarro que alugávamos sempre que havia necessidade. Mas quando fizemos contas percebemos que era mais viável comprar um autocarro, nosso, do que estar sempre a alugar, porque iríamos poupar”.

Para já, Acácio Lucas disse que a instituição pagou apenas o valor do IVA, que são cerca de 30 mil euros.

“Fizemos um empréstimo na Caixa Geral de Depósitos, para pagar o resto”, explicou o dirigente, que conta com o apoio da comunidade, da Câmara Municipal de Anadia, da Junta de Freguesia de Avelãs de Caminho, dos pais dos utentes e de todos aqueles que venham a usufruir da viatura.

“Estamos convencidos que vamos ter esse apoio”, sublinhou Acácio Lucas. Recorde-se que no início da última Assembleia Municipal de Anadia, que teve lugar no dia 21 de Dezembro, a APPACDM de Anadia foi ao Salão Nobre dos Paços do Concelho para cantar as Janeiras aos deputados municipais e sensibilizá-los, bem como a todo o Executivo municipal, liderado por Litério Marques, para dar um contributo e assim ajudar a pagar a nova viatura.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:12

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

Património e história em Lamas do Vouga, Águeda

Restauro da Ponte Medieval do Marnel praticamente concluído

As obras de restauro da Ponte Velha do Marnel ou Ponte Medieval, na freguesia de Lamas do Vouga, em Águeda, estão praticamente concluídas.

Durante longas décadas, a degradação desta ponte emblemática do concelho vinha a acentuar-se, onde ano após ano e dia após dia se assistia à queda de pedras ou mesmo de pedaços de muro. Para evitar a queda total deste marco histórico, a Câmara Municipal de Águeda decidiu colocar “mãos à obra” e proceder ao restauro deste precioso monumento.

Segundo Jorge Almeida, vice-presidente da autarquia, “há património que não podemos perder. Esta ponte é um monumento importante e emblemático do concelho, que a Câmara não podia deixar de recuperar”.

De momento, faltam apenas pequenos trabalhos de recuperação, nomeadamente a regularização dos arruamentos, a limpeza e o melhoramento do espaço envolvente. Para breve será a colocação da iluminação por parte da EDP, que vai projectar a beleza daquele quadro de enorme valor histórico, arquitectónico e paisagístico a todos os utentes que diariamente circulam na Estrada Nacional 1 (EN1)/Itinerário Complementar (IC2).

Para já foram recuperados os muros e reabilitada toda a estrutura da ponte, de forma a que aquele ex-líbris, a exemplo de muitos outros, não passe à história, mas continue a fazer parte dela.

A Ponte Medieval sobre o Rio Marnel constitui um forte motivo de atracção para quem deseja descobrir parte da história do concelho de Águeda, designadamente os aspectos arqueológicos das raízes culturais da região. Águeda é particularmente rica em vestígios arqueológicos, nomeadamente na zona do Vouga e do Marnel, importante local de passagem cujas origens remontam à época romana.

A Ponte Medieval, com a  Estação Arqueológica de Cabeço do Vouga - sítio da Mina (Imóvel de Interesse Público) -, fazem desta freguesia uma das mais visitadas por todos os turistas que acorrem ao concelho.

Considerado monumento de Interesse Municipal, a autarquia apostou na recuperação de restauro desta ponte de 120 metros - classificada como Imóvel de Interesse Público em 1956 -, para evitar a sua progressiva deterioração.

A Ponte Velha do Marnel integra o vasto património arquitectónico existente no concelho de Águeda.

 

Nota histórica

A fundação da Ponte Velha do Marnel ou Ponte Medieval, situada na freguesia de Lamas do Vouga, crê-se que remonte ao período romano, século II, acreditando-se que seria neste local que a via romana, no troço de Emínio (Coimbra) a Cale (Gaia/Porto), fazia a travessia.

Mais tarde foi substituída por uma Ponte Medieval que, por sua vez, foi reconstruída durante o reinado de D. João III (1552). Terá assim, eventualmente, existido uma Ponte Romana que foi substituída por uma Medieval durante o século XIV, da qual, após as obras de restauro do século XVI, reemerge com o aspecto que hoje lhe vemos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:41

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Excelência e Inovação no centro das II Jornadas de Modernização Administrativa

Hoje e amanhã em Águeda

A Câmara Municipal de Águeda vai realizar, hoje e amanhã, as II Jornadas de Modernização Administrativa, este ano com a temática Excelência e Inovação.

Após o êxito alcançado na edição de 2008, com mais de 400 participantes, a autarquia volta a apostar na iniciativa, que surge como uma oportunidade para a Câmara Municipal de Águeda e outras entidades darem a conhecer aos participantes e, em particular, à Administração Pública presente, os novos procedimentos que têm vindo a desenvolver e a implementar, inovando, facilitando e modernizando a sua acção junto de todos os cidadãos.

Estes dois dias permitirão também a troca de experiências entre os presentes e certamente ajudarão a traçar novos rumos para a melhoria das respostas aos utentes dos serviços públicos.

 

Segunda edição das Jornadas apresenta novidades

O presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, em conferência de Imprensa apresentou as novidades destas segundas Jornadas. Este ano as Jornadas destinam-se também ao público em geral e vão contar com participações internacionais. Serão ainda sorteados um PDA e uma placa de acesso à Internet. A organização decidiu alargar mais a tipologia da formação dada com as Jornadas a não “mostrar apenas o que se faz em Águeda, mas também em outras autarquias nacionais”, referiu o edil aguedense.

A explicação detalhada da iniciativa ficou a cargo de Pedro Alves, técnico da autarquia e um dos organizadores da iniciativa, que focou o facto “de as Jornadas, este ano, estarem abertas ao público em geral” referindo ser “importante que os aguedenses, e não só, vejam o nosso trabalho e o que fazemos”. À semelhança do ano anterior, “vamos contar com o testemunho experiente de quem trabalha no município”, mas “vamos também trazer até cá alguns gurus nacionais e internacionais, nomeadamente no painel dedicado ao Opensource”, explicou.

 

Detalhes das Jornadas

O arranque das Jornadas, hoje, vai contar com a participação da secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques. Já a sessão de encerramento, amanhã, terá a participação do Ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, presenças que constituem indicadores do interesse e projecção que estas Jornadas voltam a merecer, nomeadamente junto da Administração Central.

As Jornadas de Modernização Administrativa funcionarão em três espaços. No que se refere às sessões teóricas, estas decorrerão no Cine-Teatro São Pedro, onde serão apresentados os principais temas das Jornadas.

Hoje serão abordados: Os novos desafios da transparência: contratação pública electrónica e da contabilidade analítica; Ambientes Opensource; Inovar no comunicar: uma exigência mais do que um desafio. Amanhã, dia 8 de Julho, vão ser reflectidos os seguintes temas: Desmaterialização: Tendências de evolução; Soluções informáticas integradas; Inovar e modernizar: mais que um desafio um caminho a percorrer.

Para Gil Nadais, o objectivo das II Jornadas “é ultrapassar o número de participantes do ano passado, caso contrário manter a mesma fasquia, tanto no número de participantes, como no sucesso alcançado”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:23

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Junho de 2009

Hospital José Luciano de Castro de Anadia com primeiro lugar nacional

Serviço de Internamento e Consulta Externa são os melhores do país

O serviço de Internamento do Hospital José Luciano de Castro de Anadia (HJLCA) ficou em primeiro lugar num estudo nacional intitulado “Avaliação da Qualidade Apercebida e da Satisfação dos Utentes dos Hospitais - EPE e SPA em 2008”, com 93,8% de satisfação dos utentes.

Também na Consulta Externa o HJLCA ocupou o primeiro lugar do estudo, com uma taxa de 89% de satisfação. Para José Afonso, presidente do Conselho de Administração daquela unidade hospitalar, “atingir estes resultados é uma maior responsabilidade. Não é com isto que vamos sobreviver”, disse, lembrando que no HJLCA o “doente está sempre e todos os dias no centro do sistema”.

Importa referir que o estudo foi realizado pela Administração Central do Sistema de Saúde em parceria com o Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação da Universidade Nova de Lisboa.

 

Urgência ocupa quarto lugar

Relativamente ao serviço de Urgência do HJLCA, o lugar ocupado no estudo - que se reporta ao ano de 2008 - é o quarto, com 75,8%. José Afonso explica que apesar do serviço ter encerrado dia 2 de Janeiro de 2008, a amostra refere-se ao dia 1, “que reuniu dados possíveis para integrar o estudo, de acordo com os técnicos por ele responsáveis”.

Esta classificação, para o administrador, deve-se “objectivamente, ao cumprimento dos critérios”.

Sobre o serviço de Internamento, José Afonso admite que o primeiro lugar não o surpreendeu, “porque já fazemos auditorias internas e o questionário dá mais ou menos este valor”. Quanto à Consulta Externa, o responsável admite que “há aspectos onde temos que melhorar substancialmente”. E enumera parâmetros como a imagem, o acolhimento, o tempo de espera e a satisfação e lealdade.

José Afonso referiu que agora “não podemos baixar estes resultados”.

O estudo não está a ser realizado pela primeira vez. Mas é a primeira vez que o HJLCA está a ser avaliado.

 

Melhoria da qualidade

José Afonso sublinhou que o HJLCA pugna pela “cultura de melhoria contínua da qualidade”, um resultado que atribui à acreditação “Kings Fund”, implementada em 2006.

O presidente do Conselho de Administração do HJLCA considera que o conhecimento destes resultados “tem sido bom. Tanto para os utentes como para o pessoal internamente. Porque faz com que se apercebam onde podem ajudar”.

Relativamente às 20 camas da Unidade de Convalescença, que começou a funcionar em Janeiro deste ano, José Afonso revelou que a taxa de ocupação está acima dos 75%, “estando a funcionar bem, visto ter vindo colmatar uma lacuna que existia, porque não tínhamos componente de reabilitação”.

Criar uma Unidade de Cirurgia do Ambulatório é o próximo passo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:09

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 30 de Maio de 2009

Concurso de Vestidos de Chita em Anadia

18ª Edição realiza-se no dia 6 de Junho

O Concurso de Vestidos de Chita vai voltar a animar a cidade de Anadia, decorrendo a sua 18º edição no próximo dia 6 de Junho (sábado), a partir das 21.30 horas, no Pavilhão Municipal dos Desportos de Anadia (Complexo Desportivo).

O certame, organizado pela Câmara Municipal de Anadia, conta este ano com a colaboração da Associação de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros e da comissão organizadora que habitualmente se associa a esta iniciativa.

De acordo com o figurino, o concurso contará com dois desfiles: um de crianças com idades compreendidas entre os seis e os 12 anos – categoria A, e outro para jovens de idade igual ou superior a 13 anos – categoria B.

Este ano participam no concurso 23 concorrentes (10 na categoria A e 13 na categoria B).

À semelhança da edição anterior, serão ainda entregues os prémios Fotogenia, da responsabilidade dos Órgãos de Comunicação Social presentes no certame e o prémio Costureira, da responsabilidade do Júri do concurso.

A animação estará a cargo da APPACDM de Avelãs de Caminho; do CADI, da Santa Casa da Misericórdia de Anadia e do Dance Fusion, do Clube de Ancas.

O espaço será ainda complementado com “O Cantinho da Criança”, e com uma mostra dos trabalhos realizados pelos utentes da Associação de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros.

 

publicado por quiosquedasletras às 08:47

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Moita (Anadia) inaugura Lar de Idosos de “cinco estrelas”

Antigas instalações corriam o risco de fechar por falta de condições

O Centro Social e Paroquial da Moita, localizado na freguesia da Moita, concelho de Anadia inaugurou no domingo, dia 3 de Maio, o novo Lar de Idosos, que tem capacidade para 40 utentes. O custo da obra é de cerca de um milhão de euros, vindo encerrar um “capítulo preocupante”, como assim referiu Celestino de Almeida, director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro.

De acordo com o dirigente, presente na inauguração da obra, quando tomou posse do cargo, no ano de 2005, “a minha preocupação foi ver onde havia os maiores problemas no distrito. Esta casa era um deles, visto que não oferecia condições para funcionar”.

Celestino de Almeida disse ter encontrado ainda, na mesma altura, uma obra em PIDDAC, para o novo lar, agora inaugurado, “que só se tinha realizado em 10% do seu investimento”. Nesta altura confessa que levanta a hipótese de encerrar as instalações do Centro Social e Paroquial da Moita “por falta de condições. Era uma responsabilidade acrescida para mim, que sou da freguesia de Aguada de Cima, no vizinho concelho de Águeda”.

Face a um cenário destes, Celestino de Almeida estabelece a construção do lar como uma prioridade, sendo também a Direcção “apertada”, visto que o Lar de Idosos teria de estar concluído até 31 de Dezembro de 2008. “Quem ocupa cargos como eu tem competências delegadas e compromissos que têm de ser cumpridos. E estou feliz por as minhas competências se terem aqui exercido, tendo a obra sido concluída num tempo recorde de três anos”.

A inauguração do lar contou ainda com a presença do Bispo de Aveiro, D. António Francisco dos Santos, sendo marcada pela ausência do secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques, como anunciado.

 

Um sonho realizado

Ilda Flores, directora técnica da instituição, disse que “o sonho realizou-se”. Evocando o Padre Reis e um grupo de pessoas da freguesia agradeceu o trabalho de todos.

Além dos 40 utentes em lar, faltando ocupar apenas 10 vagas, a instituição vai ter a funcionar no mesmo edifício a valência de Centro de Dia, com capacidade para 20 utentes (existem 10 vagas) e Apoio Domiciliário, para 12 utentes. A obra foi comparticipada ao abrigo do PIDDAC, em cerca de 90% do seu valor, que corresponde a um milhão de euros.

A Câmara de Anadia fez os arranjos exteriores e o acompanhamento técnico, disse o presidente Litério Marques.

 

Creche é o próximo passo

Ilda Flores adiantou que já está a trabalhar, com o Padre Vítor Espadilha, presidente da Direcção da instituição, no “nosso novo projecto: a creche, que será um Palácio de Fadas”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:27

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 11 de Abril de 2009

José Oliveira deixa o apelo: “Seja responsável! Questione o seu estado vacinal”

Anadia é um dos concelhos melhor vacinados do distrito de Aveiro

O concelho de Anadia é o segundo com melhor cobertura vacinal no distrito de Aveiro, com uma percentagem que chega aos 80%, de toda a população. Ainda assim, há freguesias onde este índice se situa acima dos 90%, como são exemplos duas freguesias do concelho: Ancas (93,19%) e Aguim (92,15%).

Para José Oliveira, enfermeiro na Extensão de Saúde de Aguim e responsável concelhio pela vacinação, visto que integra a Coordenação Distrital, estes números devem-se ao “trabalho das equipas de saúde. A vacinação é um trabalho onde os enfermeiros assumem a liderança. No entanto não se pode desprezar o trabalho de nenhum outro funcionário, sendo precioso o incentivo feito pelos médicos aos próprios utentes” e a “colaboração do pessoal administrativo, a quem o programa informático fornece o alerta de falta de vacinação a cada contacto de utente não vacinado”. 

 

O Programa Nacional de Vacinação (PNV)

A vacinação, “só por si, permite evitar mais mortes e doenças do que qualquer tratamento médico”. É desta forma simples e resumida que José Oliveira tenta mostrar a verdadeira importância das vacinas, que representam “a saúde na sua vertente preventiva, visto terem a capacidade de proporcionar a prevenção das doenças infecciosas”.

O Programa Nacional de Vacinação (PNV) é um programa universal, gratuito e acessível a todas as pessoas presentes em Portugal. Apresenta um esquema de vacinação recomendado que constitui uma “receita universal”.

Nos anos seguintes à entrada em vigor do PNV, em 1965, verificou-se uma notável redução da morbilidade e da mortalidade pelas doenças infecciosas alvo de vacinação.

O novo PNV entrou em vigor em Janeiro de 2006, vindo assim substituir o de 2000.

O PNV de 2006 inclui as vacinas contra a tuberculose, a hepatite B, a difteria, o tétano, a tosse convulsa, a poliomielite, a doença invasiva por “Haemophilus influenzae do serotipo b”, o sarampo, a parotidite epidémica (ou papeira), a rubéola e a doença invasiva por “meningococos do tipo C” e a introdução de uma nova vacina contra o papiloma vírus humano.

“Em 2005, e após uma apurada auditoria a todo o Serviço Nacional de Saúde, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou o nosso PNV o melhor do mundo, por ser o melhor implementado e mais abrangente, face às doenças existentes e às vacinas que as evitam e ainda o melhor rastreado”, afirmou José Oliveira, com orgulho.

 

Como funcionam as vacinas?

As vacinas são produtos químicos/biológicos que, “uma vez introduzidos no organismo, induzem, no sistema imunitário, a capacidade de reconhecerem os agentes causadores de doença infecciosa, de os combaterem ou de impedir a sua progressão”, explicou José Oliveira.

De uma forma mais figurativa, “as vacinas funcionam como imagens dos agentes de doença, fornecidos à memória imunitária. Esta, uma vez alertada para a existência desses agentes perniciosos, será capaz de emitir respostas adequadas ao combate e ao impedimento da instalação da doença”, referiu.

O esquema de vacinação recomendado tem como objectivo obter a melhor protecção, na idade mais adequada e o mais precocemente possível. As vacinas iniciam logo ao nascimento, com a administração das vacinas BCG (tuberculose) e hepatite B, estando incluídas vacinas para mais 10 doenças graves.

No que diz respeito a todas estas vacinas, existe uma cobertura até aos 18 anos de idade. Estas 12 vacinas são todas gratuitas. Após os 18 anos, o calendário apenas inclui a vacina anti-tetânica e a vacina contra a hepatite B para grupos de risco.

“Até aos 18 anos, no nosso concelho, com estas vacinas a cobertura é acima dos 95%, o que permite assegurarmo-nos da existência da imunidade de grupo”, adiantou José Oliveira. Ou seja, “o facto de uma larga percentagem da população estar vacinada funciona como protecção da população não vacinada, num fenómeno epidemiológico que toma este nome”.

 

A vacina anti-tetânica

Este facto só não se verifica com a doença tetânica: “Só está protegida toda a população se todos estiverem vacinados. A doença adquire-se através do contacto com fezes, terra, objectos sujos, mordeduras de animais, picadas de insecto, queimaduras e feridas”, explicou o enfermeiro.

“Cada morte que ocorre por doença tetânica é um fracasso da razão, é um fracasso da humanidade. A doença é absolutamente evitável pela vacinação”, afirmou José Oliveira, que defende que a cobertura da vacina deveria ser de 100%. Contudo, actualmente, as taxas de cobertura vacinal, no distrito de Aveiro, rondam os 70%, “facto que muito nos preocupa”, referiu.

As pessoas estão protegidas depois de efectuarem três doses. (Foto: Davide Silva)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:28

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

Transporte Interurbano de Oliveira do Bairro

TOB chega aos 30 mil utilizadores

O TOB, Transporte Interurbano de Oliveira do Bairro, já chegou ao utente 30 mil, entre as três linhas (verde, azul e laranja).

É da Palhaça a utilizadora do TOB que exibe o diploma “utilizadora 30 mil”. Para Marjolaine Brites, este meio de transporte é habitual na sua vida. Usa-o sempre que sai de casa, transformando-se no meio de deslocação mais frequente.

Uma vez que não tem outra forma de se deslocar, o TOB garante-lhe independência. Pode chegar onde quer sem ter que pedir ajuda a terceiros - é assim que vai todos os dias para a escola.

Entre sorrisos tímidos, Marjolaine Brites aconselha todos os munícipes a utilizarem o TOB, pois garante que é barato e útil.

Para uma mobilidade de qualidade e para uma melhoria na qualidade de vida daqueles que têm mais dificuldades de deslocação, o TOB é uma boa aposta, visto ser um serviço de qualidade, a baixo preço, para todos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:52

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Terceira idade em festa nos Três Pinheiros

Cerca de 400 idosos celebram o Carnaval na discoteca

O Best Western Quinta dos Três Pinheiros, na Mealhada, acolheu gratuitamente, na tarde do dia 18, algumas iniciativas que tinham como grande objectivo fazer respirar o ar carnavalesco entre diferentes instituições.

O Baile de Carnaval Inter-Institucional foi uma delas, contando com a presença de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Misericórdias do distrito de Aveiro, sendo em maior número as do concelho de Anadia.

Foram cerca de 400 utentes, oriundos das seguintes instituições: APPACDM de Anadia, Associação Social de Avelãs de Caminho, Centro Social de Aguim, Avelãs de Cima, Paredes do Bairro, Poutena, Casa do Povo de Amoreira da Gândara, Clube de Ancas, Centro Social de Mogofores, Vila Nova de Monsarros, Centro Paroquial de Esgueira (Aveiro), Paraíso Social de Aguada de Baixo (Águeda), Santa Casa da Misericórdia da Mealhada, Anadia, Sangalhos, Aveiro e Lar de Antes.

Nesta tarde, onde se viveu uma verdadeira festa de Carnaval, esteve também presente o director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro, Celestino de Almeida, afirmando o gosto que sentia em apoiar a iniciativa, “de louvar, pelos objectivos cumpridos que sustenta”.

Foi solicitada pela organização do evento a presença da “Escola de Samba Juventude de Paquetá”, da Mealhada, para a abertura do baile na discoteca principal dos Três Pinheiros. Segundo Fátima Silva, presidente da escola, foi e é com muito gosto que participam neste tipo de iniciativas.

De acordo com a organização do evento, o motor da iniciativa é o convívio entre as instituições e, nesta tarde foi possível sentir essa união e alegria de relembrar os bons momentos.

Pelo êxito que este tipo de iniciativas tem demonstrado anualmente, esta unidade hoteleira tem continuado a apoiá-las gratuitamente, com muito entusiasmo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:52

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Biblioteca Municipal da M...

APPACDM de Anadia vai ben...

Património e história em ...

Excelência e Inovação no ...

Hospital José Luciano de ...

Concurso de Vestidos de C...

Moita (Anadia) inaugura L...

José Oliveira deixa o ape...

Transporte Interurbano de...

Terceira idade em festa n...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds