Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Rota da Lampreia e da Vitela em jantar no Museu do Vinho Bairrada em Anadia

Inscrições para iniciativa eno-gastronómica terminam amanhã

Realiza-se no dia 2 de Março, próxima terça-feira, pelas 20.30 horas, no Museu do Vinho Bairrada, na cidade de Anadia, mais um jantar temático, onde a gastronomia de outras regiões e os vinhos de excelência da Região Demarcada da Bairrada voltam a cruzar-se, num jantar que vai contar com a animação de fados.

Este é o primeiro jantar promovido pela Câmara Municipal de Sever do Vouga, com a colaboração dos municípios de Vouzela e de Anadia, sendo o principal objectivo divulgar o Festival da Lampreia e da Vitela, que se realiza na vila severense de 5 a 14 de Março.

Para além da lampreia, servida à bordalesa ou com o tradicional arroz, os “comensais” presentes podem optar, caso não apreciem este peixe, pelo prato de vitela assada à moda de Sever, com o famoso arroz de forno.

Para sobremesa a autarquia de Sever do Vouga vai servir mirtilo, em doce e gelado, enquanto a autarquia de Vouzela irá apresentar a sua doçaria, com especial destaque para os estaladiços e cremosos pastéis de Vouzela, uma iguaria de grande qualidade, que encerra o “festim” desta viagem gastronómica.

 

Inscrições para o jantar

Todos os interessados em participar no jantar eno-gastronómico podem inscrever-se directamente no Museu do Vinho Bairrada, até ao próximo dia 26 de Fevereiro, amanhã, ou pelo telefone 231 519 785.

O valor da inscrição para esta noite de iguarias é de 25 euros, sendo que a sala terá o limite de 50 lugares.

 

Festa da Lampreia e da Vitela

A edição de 2010 da já tradicional Festa da Lampreia e da Vitela vai realizar-se entre os dias 5 e 14 de Março, como já foi referido.

Trata-se de uma iniciativa com mais de uma década e que tem como principais objectivos promover a variada e apreciada gastronomia local e proporcionar a degustação, especialmente, de dois dos produtos mais conhecidos, a lampreia e a vitela, que dão o nome ao evento, que conta com a organização da Câmara Municipal de Sever do Vouga.

A lampreia é uma iguaria de carácter sazonal, servida de Janeiro a Abril. A vitela é degustada de forma tradicional, assada em forno a lenha. Pela superior qualidade e requintado paladar de ambos os pratos, é difícil optar por um deles.

Serão vários os restaurantes locais que mais uma vez vão aderir à Rota da Lampreia e da Vitela.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:57

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

AgitÁgueda 2010

Abertas as pré-inscrições para as associações e bares no recinto

Dando continuidade ao êxito de anos anteriores, 2010 será também marcado pelo projecto AgitÁgueda, acontecimento que de 3 a 25 de Julho vai levar milhares de pessoas às margens do rio Águeda.

Deste modo, a Câmara Municipal de Águeda convida as associações do concelho e os proprietários de bares que estiverem interessados em participar nesta actividade a preencherem até ao dia 15 de Fevereiro (segunda-feira), o formulário de candidatura respectivo que se encontra disponível no Gabinete de Atendimento ao Munícipe (GAM) e em www.cm-agueda.pt (enviar por correio-electrónico para agitagueda@cm-agueda.pt).

 

publicado por quiosquedasletras às 08:38

link do post | comentar | favorito
Domingo, 23 de Agosto de 2009

Câmara Municipal de Águeda abre arruamento em Macieira de Alcôba

Melhores acessos até à freguesia serrana e restaurante “A Escola”

A Câmara Municipal de Águeda adquiriu o terreno confinante com a antiga Escola Primária de Macieira de Alcôba, prolongando assim a Rua da Escola até ao arruamento a sul. Foram assim criadas melhores acessibilidades ao já conceituado restaurante, que tanto veio dinamizar Macieira de Alcôba.

Agora, quem chega ao restaurante “A Escola”, em Macieira de Alcôba, já não encontra uma rua sem saída. Isto porque, na semana passada, máquinas da Câmara Municipal de Águeda procederam à abertura daquele arruamento. Segundo Jorge Almeida, vice-presidente da autarquia, “este é mais um passo da aposta municipal, nomeadamente para melhorar o turismo e as condições de vida naquela freguesia serrana”.

De realçar a boa colaboração do ex-proprietário do terreno, Américo Arede, que, com a venda, contribuiu para uma maior acessibilidade da freguesia a todos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:36

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” fazem sucesso nos Açores

Água, pão, vinho e leitão presentes na cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira

A água, o pão, o vinho e o leitão, as “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, estão presentes nos Açores, no âmbito das Festas da Praia da Vitória 2009, para mais uma acção de promoção/divulgação. Tem sido uma presença cheia de êxito.

De acordo com o vereador António Jorge Franco, que se deslocou à cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira, na companhia da vice-presidente da Câmara, Filomena Pinheiro, para fazer a apresentação das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, a receptividade tem sido óptima.

O primeiro dia da 10ª Feira da Gastronomia do Atlântico foi dedicado às “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, dando uma grande projecção ao projecto e aos produtos.

“A apresentação do projecto foi seguida com muita atenção, tendo sido apontada, inclusive pelas autoridades locais, como exemplo - e um modelo a seguir - em matéria de certificação de qualidade da gastronomia da região”. E segundo o vereador, o restaurante “O Típico”, com a responsabilidade de representar as “4 Maravilhas” no certame açoriano, não tem tido mãos a medir.

As Festas da Praia 2009 começaram no dia 31 de Julho e terminam a 9 de Agosto, domingo, na cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira, Região Autónoma dos Açores.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:11

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

“Museu do Milho” é uma aposta no património local

Criação de museu vivo será em Macieira de Alcôba, Águeda

A Câmara Municipal de Águeda está a apoiar e a incentivar a população de Macieira de Alcôba num projecto apresentado por estes, com o intuito de se iniciar um “caminho” para a criação de um museu vivo – “Museu do Milho”. Para este projecto se poder tornar realidade, um dos passos fundamentais será a recuperação e requalificação dos moinhos ali existentes, o que levará à criação de um Parque Molinológico.

Deste modo, há cerca de um mês realizou-se uma visita aos moinhos da Ribeira de Macieira. No seguimento desta primeira iniciativa, vão ser realizadas duas acções já amanhã, dia 18 de Julho. A primeira é a realização de uma visita ao Parque Molinológico de Souto Bom, em Tondela, recentemente recuperado e que poderá ser uma fonte de inspiração para o projecto de Macieira de Alcôba.

A todos os macieirenses interessados em acompanhar esta visita, a partida está prevista para as 9.30 horas, em Macieira de Alcôba, e a chegada para as 12.30 horas, sendo que a deslocação conta com o apoio da autarquia. A segunda iniciativa consiste na realização de uma palestra, no restaurante “A Escola”, às 14.30 horas, estando a participação aberta a todos os interessados e público em geral.

Estas duas acções vão contar com a presença do convidado e palestrante Armando Carvalho Ferreira, autor, entre outras obras, do livro “Moinhos do Distrito de Aveiro”, que irá desenvolver o tema: “Importância da recuperação do património Molinológico para o desenvolvimento local e para a preservação da nossa memória colectiva”.

Desta feita, a Câmara Municipal pretende continuar a sua aposta na valorização do património local, mantendo viva a herança cultural que enriquece o concelho.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:43

link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Julho de 2009

Festa do Leitão à Bairrada regressa em Setembro pela 16ª vez

Águeda recebe certame entre os dias 9 e 13 de Setembro

A 16ª edição da Festa do Leitão à Bairrada e 12ª Feira de Artesanato e Gastronomia de Águeda, organizadas pela Associação Comercial de Águeda (ACOAG), em parceria com a Câmara Municipal de Águeda, vão realizar-se entre os dias 9 e 13 de Setembro, no Largo 1º de Maio, em Águeda.

O evento, este ano, vai trazer algumas novidades, nomeadamente ao nível da imagem a apresentar no próprio recinto e também no cartaz cultural. Além da aposta em grupos locais para animar o público, a 16ª Festa do Leitão à Bairrada de Águeda será a mais internacional de sempre, no que respeita aos grupos presentes. No entanto, ainda estão a decorrer as negociações com artistas e grupos.

A ACOAG e a Câmara Municipal de Águeda têm vindo a desenvolver contactos conjuntos para a elaboração de um certame que terá como grande objectivo ultrapassar a fasquia dos 50 mil visitantes, algo que teria acontecido na edição de 2008, caso a chuva não tivesse aparecido no dia 5 de Setembro.

O presidente da ACOAG, José Castilho, com o apoio da sua Direcção, tem vindo a trabalhar na angariação de patrocinadores para a edição de 2009 do certame, mas garante que a tarefa não tem sido fácil: “Claro que existe crise e, por isso, as empresas estão um pouco mais comedidas nos investimentos publicitários”, disse.

A 16ª Festa do Leitão à Bairrada de Águeda vai continuar a ter dez restaurantes, que já reuniram com a organização, enquanto a Feira de Artesanato e Gastronomia vai realizar-se no pavilhão do GICA, sendo certa também a presença dos stands que, habitualmente, ocupam os espaços exteriores da feira.

A zona dos concertos vai ficar no mesmo local do ano passado, no espaço onde, aos sábados, decorre a Feira Retalhista.

 

Aposta na campanha de divulgação

A organização do evento está a preparar uma das maiores campanhas de divulgação, apostando numa imagem renovada e em sectores comunicacionais de excelência, com o objectivo de atingir o maior número de visitantes.

Desde a página na Internet (www.festadoleitao.com), passando pela apresentação, junto das empresas, de uma revista promocional do evento e pela emissão de flyers (mais de 300 mil) a distribuir pelo distrito de Aveiro e por Porto e Gaia, a ACOAG já está no terreno a preparar, com todo o cuidado, a 16ª edição do evento que catapulta Águeda para os principais meios de comunicação social do país. Neste momento, a organização da Festa do Leitão está a negociar a emissão de - em Águeda, por altura do certame -, um programa televisivo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:01

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

“Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

Produtores do concelho apresentaram os seus vinhos no Cine-Teatro Messias

A Câmara Municipal da Mealhada e os produtores de vinho do concelho que integram o projecto “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” realizaram no dia 27 de Abril, no Cine-Teatro Municipal Messias, uma sessão de apresentação dos vinhos destes oito produtores do concelho. Uma iniciativa que teve como objectivo dar a conhecer, sobretudo aos empresários da restauração, os vinhos – brancos, tintos e espumantes – que são produzidos no município da Mealhada e têm o selo de garantia “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

As portas do Cine-Teatro Municipal Messias abriram para a sessão de apresentação de vinhos dos produtores do concelho. Uma iniciativa que teve por fim informar todos os interessados, em especial os empresários da restauração, dos vinhos produzidos no concelho. “É importante que os empresários da restauração aqui do concelho e os demais interessados conheçam os vinhos produzidos cá, os vinhos da marca ‘Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada’ e por isso, considerámos que devíamos promovê-los”, adiantou o vereador António Jorge Franco.

No evento estiveram presentes os oito produtores de vinho do concelho da Mealhada, sendo eles a Adega Cooperativa da Mealhada, António A. Coelho Selas, Seabra & Seabra, Manuel Ferreira da Silva, Quinta do Carvalhinho, Quinta do Azinhal, Jorge Manuel Ferreira Rama e Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias.

A apresentação de cada casa foi feita em “powerpoint”, com dados específicos de cada empresa e dos principais vinhos que cada uma produz. “O objectivo desta iniciativa foi o de dar a conhecer os produtos que são aqui da terra”, resumiu o vereador. No final da apresentação, deu-se início à tão esperada prova.

Espumante, vinhos tintos e brancos, cada um no seu copo específico e segundo instruções precisas, foram apreciados pelas dezenas de pessoas presentes, ao mesmo tempo que era possível saborear as outras três maravilhas da mesa da Mealhada, sendo o leitão de todas a mais procurada.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:02

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Março de 2009

Ambiente

Em Águeda também se apagam as luzes por uma hora

Cerca de 550 cidades, em 75 países por todo o mundo, aderiram à iniciativa “Hora do Planeta 2009”, comprometendo-se a apagar as suas luzes durante 60 minutos no dia 28 de Março, próximo sábado, a partir das 20.30 horas. Águeda é um dos municípios aderentes.

O objectivo da “Hora do Planeta” é o de reconciliar e unir povos em torno de uma causa comum. Em todo o mundo as pessoas vão unir-se a uma mensagem global através de um simples gesto: desligar o interruptor contra as mudanças climáticas.

Serão apagadas as luzes de ícones a Oriente - como o Merlion, em Singapura; a Symphony of Lights, em Hong Kong e a New World Tower, em Xangai - e a Ocidente - Torre Eiffel, em Paris; Cristo Redentor, no Rio de Janeiro; a Ópera, em Sidney; a CN Tower, em Toronto e MGM Grand Casino, em Las Vegas.

Em Águeda serão apagadas as luzes exteriores do edifício da Câmara Municipal, bem como das Piscinas Municipais, do Fórum Municipal da Juventude e do Mercado Municipal. O restaurante Papa Tudo, situado em Alagoa, Águeda, considerado o maior restaurante do país, também se associa a esta iniciativa, visto que nesse dia o jantar é servido à luz de velas.

Todos os cidadãos de Águeda podem participar na “Hora do Planeta 2009”. Basta apagar as luzes no dia 28 de Março, entre as 20.30 e as 21.30 horas.

A organização a nível mundial é do Fundo Mundial para a Vida Selvagem/World Wildlife Fund (WWF) e espera atingir os mil milhões de pessoas que desliguem as suas luzes a favor de medidas mitigadoras das alterações climáticas, no dia 28 de Março.

 

A “Hora do Planeta”

A “Hora do Planeta” tem como objectivo encorajar empresas, comunidades e indivíduos a desligar as luzes por uma hora no dia 28 de Março de 2009, às 20.30 horas, visando reduzir as emissões de gases de efeito de estufa.

A “Hora do Planeta” começou em 2007, por iniciativa da WWF-Austrália, que envolveu apenas a cidade de Sidney, onde 2 milhões de pessoas desligaram as suas luzes. A expectativa inicial era de reduzir 5% do consumo de energia eléctrica da cidade durante os 60 minutos do evento. O resultado, porém, foi o dobro do esperado: 10,2% de redução no consumo.

Em 2008, mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo participaram na “Hora do Planeta”. Em 2009, a “Hora do Planeta” espera envolver os mil milhões de pessoas em mil cidades.

Mais informações em http://www.cm-agueda.pt.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:32

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Março de 2009

De 1 a 30 de Abril

Vão decorrer as candidaturas à marca “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

As candidaturas à marca “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” vão decorrer do dia 1 até 30 de Abril. Além dos 27 agentes económicos que o ano passado, em ano de estreia, conseguiram reunir os requisitos para utilização da cobiçada marca durante dois anos, todos os outros operadores locais poderão candidatar-se ao projecto. Os interessados deverão recolher mais informações na Câmara Municipal da Mealhada.

Todos os agentes económicos do sector que estejam interessados na utilização da marca gastronómica de excelência do concelho da Mealhada podem candidatar-se ao projecto de 1 a 30 de Abril. Para tal, basta apresentarem as suas candidaturas na Câmara Municipal da Mealhada e, caso a avaliação do júri do concurso seja positiva, poderão passar a usufruir da marca “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, que funciona como uma garantia de qualidade dos produtos que oferecem e que é já facilmente identificada por todos os consumidores.

A avaliação dos candidatos será efectuada depois, durante os meses de Maio e Junho, tal como no ano passado, pelo júri do concurso, um júri idóneo composto pelas seguintes entidades: Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra (presidente do júri), Centro de Formação Profissional para o Sector Alimentar, Escola Profissional Vasconcellos Lebre, Associação de Municípios Portugueses do Vinho, Associação de Escanções de Portugal, Comissão Vitivinícola da Bairrada e HRCentro – Associação de Industriais de Hotelaria e Restauração do Centro.

O júri irá verificar quais os agentes económicos candidatos que cumprem os requisitos que a legislação e o mercado exigem, e vai decidir, mediante esses critérios, quais é que poderão usufruir desta marca que é identificada pelo consumidor como uma garantia de prestígio.

Os candidatos aceites receberão, posteriormente, na Gala das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, que vai decorrer em Julho, a bandeira e o selo de distinção da marca que pretende lançar o município da Mealhada como centro de excelência gastronómica.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:27

link do post | comentar | favorito
Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Campanha “Recolha de Rolhas de Cortiça”

Águeda amiga do ambiente

A Câmara Municipal de Águeda associou-se à Associação Bairrada Solidária na campanha “Recolha de Rolhas de Cortiça”, que conta com a Quercus e com a Corticeira Amorim como parceiros.

Esta campanha faz parte do “Green Cork”, um Programa de Reciclagem de Rolhas de Cortiça desenvolvido pela Quercus, em parceria com a Corticeira Amorim, a Modelo/Continente e a Biological. Com esta iniciativa, procura-se promover a reciclagem da cortiça e a sensibilização dos adultos e crianças para a separação selectiva deste material.

Este esforço de reciclagem vai permitir o financiamento de parte do Programa “Criar Bosques, Conservar a Biodiversidade”, que utilizará exclusivamente árvores que constituem a nossa floresta autóctone, entre as quais o Sobreiro, Quercus suber.

À semelhança da Campanha das Tampinhas, a Câmara Municipal de Águeda pretende participar activamente nos esforços realizados no âmbito da protecção ambiental, com a disponibilização de um espaço para guardar as rolhas de cortiça.

A autarquia apela à cooperação nesta iniciativa por parte de todos os estabelecimentos de restauração do concelho que utilizam rolhas de cortiça nos seus produtos.

A recolha do referido material será efectuada pela Câmara Municipal e, para que tal seja feito, será necessário contactar o engenheiro da autarquia responsável pelo projecto, Miguel Tavares, através do endereço de correio-electrónico miguel.tavares@cm-agueda.pt ou pelo 234 610 070 (extensão 411).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:40

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Rota da Lampreia e da Vit...

AgitÁgueda 2010

Câmara Municipal de Águed...

“4 Maravilhas da Mesa da ...

“Museu do Milho” é uma ap...

Festa do Leitão à Bairrad...

“Água, Pão, Vinho e Leitã...

Ambiente

De 1 a 30 de Abril

Campanha “Recolha de Rolh...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds