Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Câmara Municipal de Águeda recebeu votos de Boas Festas de crianças do concelho

Tradição das Janeiras foi cumprida no Salão Nobre da autarquia

Nesta quadra festiva foram muitas as crianças que se deslocaram à Câmara Municipal para desejar um Bom Natal e um Bom Ano, tanto ao presidente da Câmara, como a todo o Executivo autárquico.

Durante a época natalícia várias crianças, de diferentes idades e escolas do concelho, vieram desejar as Boas Festas ao Executivo camarário, sendo que algumas delas ofereceram simbólicos presentes criados por elas.

Já no Dia de Reis, 6 de Janeiro, um grupo de crianças reuniu-se para cantar as Janeiras e desejar Bom Ano ao Executivo camarário. Imbuídos do espírito de Natal e com a alegria própria da época, o presidente da autarquia, Gil Nadais, o vice-presidente, Jorge Almeida, a vereadora Elsa Corga e o vereador João Clemente receberam estas crianças e ouviram-nas afinadas a cantar as Janeiras.

O presidente da Câmara dirigiu algumas palavras aos mais pequenos, aproveitando ainda o momento para desejar a todos um “Bom Ano”. Foi com alegria que o Executivo de Gil Nadais recebeu as Boas Festas deste grupo.

As Janeiras são a tradição que encerra a época natalícia. A recepção de grupos neste dia, ao longo de vários anos, gratifica a autarquia aguedense, pois é uma forma de preservar, e de incutir aos mais pequenos, as tradições da cultura popular portuguesa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:22

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009

Hoje é Dia de Natal!

Boas Festas a todos!

O Quiosque das Letras deseja um Feliz Natal, com um “Sapatinho” recheado de prendinhas - e onde esteja a saúde, a paz, o amor e a felicidade -, a todos os seus visitantes, amigos, colegas e em especial a toda a equipa do SAPO Local.

 

publicado por quiosquedasletras às 09:29

link do post | comentar | favorito
Sábado, 7 de Novembro de 2009

Oficina de Presentes de Natal com inscrições abertas

Até dia 13 de Novembro na Casa Municipal da Juventude de Aveiro

Estão abertas as inscrições para a Oficina de Presentes de Natal até ao dia 13 de Novembro, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro.

As inscrições, no valor de 25 euros, podem ser efectuadas de segunda a sexta-feira, das 9.30 às 18 horas. A Oficina de Presentes de Natal vai decorrer às sextas-feiras, de 20 de Novembro a 18 de Dezembro, das 20 às 23 horas, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro. O número máximo de participantes é de 16 pessoas.

A cargo de Rosângela Larraz, a formação tem por finalidade transformar “lixo” em arte, utilizando materiais recicláveis e adicionando outros materiais complementares, como sejam pintura, decoupage, aplicações e colagens.

Neste contexto, o município de Aveiro pretende ajudar nas prendas de Natal, organizando para o efeito uma oficina de Presentes de Natal, onde os participantes vão poder dar asas à imaginação, transformando velhos trapos e papéis em presentes de Natal.

No ano transacto participaram 23 formandas que aprenderam a fazer originais e reciclados presentes de Natal. Das suas mãos saíram castiçais, caixas, candeeiros, molduras, quadros, um sem fim de objectos que surpreenderam e animaram os encontros familiares e de amizade que aconteceram durante o mês mais “prendado” do ano.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:12

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Lions Clube de Mealhada

“Campanha de Natal” abrangeu meia centena de crianças

O Lions Clube de Mealhada (LCM) não pára. Depois do lançamento desse seu grande projecto educativo que é o “Apadrinhe uma Criança”, através do qual apoia duas dezenas de crianças nas suas despesas escolares, acaba de levar a cabo a sua “Campanha de Natal” 2008.

Com a entrega, no dia 6 de Janeiro, de brinquedos a 21 crianças do Centro Comunitário do Canedo (Pampilhosa), o LCM pôs um ponto final na sua campanha de Natal deste ano.

Esta foi a quarta campanha de Natal levada a cabo pelo clube mealhadense, que abrangeu ao todo cerca de meia centena de crianças do concelho. Recorde-se que a iniciativa arrancou em 2005, com a distribuição de 201 presentes a 56 crianças. Já em 2006, o clube conseguiu reunir 262 artigos que distribuiu por 122 crianças e, em 2007, o clube conseguiu angariar 424 prendas que distribuiu por 90 crianças.

Levar um presente de Natal às crianças menos favorecidas do concelho é o objectivo desta campanha, que envolve crianças das várias freguesias, que o clube tem vindo a identificar ao longo dos últimos anos, algumas delas já sinalizadas por outros organismos oficiais e estruturas sociais.

A ideia é angariar artigos – brinquedos, material escolar e vestuário – e entregá-los porta a porta às crianças. Foi isso que mais uma vez o clube fez este ano.

“O nosso desejo seria levar um presente a todas as crianças. Como não é possível ficamos satisfeitos por, num ano difícil como foi 2008, termos feito 50 crianças mais felizes com a entrega de um brinquedo”, frisou Isabel Moreira, presidente do LCM.

“O facto do clube ter canalizado a sua atenção e esforços para pôr em marcha esse grande projecto do ‘Apadrinhe uma Criança’, que se traduziu num grande sucesso, deixou-nos menos tempo para bater a mais portas à procura de apoios. Ainda assim o balanço da campanha é positivo”, afirmou ainda a presidente do clube, fazendo um primeiro balanço da “Campanha de Natal” deste ano, acrescentando que só foi possível realizar a iniciativa “graças à generosidade de pessoas e empresas que todos os anos nos têm vindo a apoiar, nomeadamente Eduardo Duarte, da Blachere Portugal; Maria Fernanda Fernandes, da Loja dos 300 da Mealhada, Maria Edite Machado, da Somaq – Equipamento de Escritórios e Batatas Fritas SIA”.

Recorde-se que qualquer pessoa pode contribuir para esta ou outras campanhas, bastando para isso entrar em contacto com o clube (sede Junta de Freguesia da Mealhada) ou com qualquer um dos seus membros, ou ainda através do envio de um e-mail: lionsclubemealhada@gmail.com.

 

“Campanha de Natal” do LCM em números

2007

90 crianças envolvidas: 47 raparigas e 43 rapazes.

Distribuição por faixas etárias:

     - dos 0 aos 5 anos: 29 crianças;

     - dos 6 aos 10 anos: 41 crianças;

     - dos 11 aos 16 anos: 20 crianças.

Total de artigos oferecidos: 424 artigos, dos quais:

     - 207 brinquedos;

     - 34 artigos de material escolar;

     - 183 peças de vestuário e calçado.

2006

122 crianças envolvidas: 55 raparigas e 67 rapazes.

Distribuição por faixas etárias:

     - dos 0 aos 5 anos: 31 crianças;

     - dos 6 aos 10 anos: 46 crianças;

     - dos 11 aos 18 anos: 45 crianças.

Total de artigos oferecidos: 262 artigos, dos quais:

     - 176 brinquedos;

     - 59 artigos de material escolar;

     - 27 peças de vestuário e calçado.

2005

56 crianças envolvidas: 25 raparigas e 31 rapazes.

Distribuição por faixas etárias:

     - dos 0 aos 5 anos: 20 crianças;

     - dos 6 aos 10 anos: 36 crianças;

     - dos 11 aos 18 anos: nenhuma criança.

Total de artigos oferecidos: 201 artigos, dos quais:

     - 133 brinquedos;

     - 51 artigos de material escolar;

     - 17 peças de vestuário e calçado.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:31

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Bailado “O Quebra-Nozes”

Câmara de Águeda leva crianças a Lisboa para contactar com a arte do espectáculo

No passado dia 10 de Dezembro, crianças e jovens utentes dos serviços do Fórum Municipal da Juventude de Águeda visitaram o Teatro Nacional de São Carlos, para assistir ao espectáculo de ballet “O Quebra-Nozes”, do compositor russo Pyotr Tchaikovsky.

A Câmara Municipal, através do Fórum Municipal da Juventude, organizou uma viagem ao Teatro Nacional São Carlos, em Lisboa, proporcionando aos participantes das aulas de dança, nomeadamente dança clássica e dança hip-hop, um contacto directo com o mundo do espectáculo. Esta viagem teve, também, uma vertente cultural, educativa e motivadora para as artes, inclusive para a arte do espectáculo.

 

“O Quebra-Nozes” de Pyotr Tchaikovsky

“O Quebra-Nozes” é hoje uma tradição natalícia quase mundial. Juntamente com “A Bela Adormecida” e “O Lago dos Cisnes” é o ballet mais célebre de Tchaikovsky. Este bailado teve a sua primeira estreia em Dezembro de 1892, no lendário Teatro Imperial Mariinskii de São Petersburgo, com coreografia original de Lev Ivanov e libreto de Marius Petipa. Quase cem anos depois, em Dezembro de 1984, chegou a Lisboa à CNB, no Teatro Nacional São Carlos.

A história deste clássico bailado de Natal é apresentada em dois actos, cinco cenas, um prólogo e epílogo. “O Quebra-Nozes” foi concebido com libreto de Marius Petipa e música de Tchaikovsky, baseado numa história infantil de Alexandre Dumas, que por sua vez se baseou num conto de Ernst Hoffman.

A narrativa, passada na cidade alemã de Nuremburga, no período natalício, tem como protagonista inicial a jovem Clara, que nas vésperas de Natal espera ansiosa, com o irmão, pelos presentes de Natal. Entre as prendas há um quebra-nozes de aparência humana. Fascinada com o novo brinquedo, a menina adormece abraçada a ele. A meio da noite, Clara acorda: os brinquedos ganham vida e ela é perseguida por um exército de ratos. Desencadeia-se uma batalha entre os ratos e os soldados, liderados pelo quebra-nozes.

“O Quebra-Nozes” é, assim, um dos ballets mais representados do mundo, especialmente nesta época.

A autarquia aguedense proporcionou a estes jovens uma oportunidade única e claramente inesquecível de viverem momentos de rara beleza.

De referir que tiveram o privilégio de assistir a um magnífico bailado na única sala de ópera nacional, no Teatro São Carlos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:39

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Hoje celebra-se o Natal no mundo inteiro

Um Feliz Natal!

O Quiosque das Letras deseja um Feliz Natal, com um sapatinho recheado de prendinhas, a todos os seus visitantes, amigos, colegas e em especial a toda a equipa do SAPO Local.

Fica aqui uma sugestão de visita: http://noticias.sapo.pt/especial/natal_reis/.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:02

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Bodas de Diamante da AHBVA

Bombeiros Voluntários de Anadia pedem quartel novo no 75º aniversário

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia (AHBVA) festejou as suas Bodas de Diamante no dia 20. A sessão solene ficou marcada pelas homenagens prestadas a João Dias Coimbra, comandante do Quadro de Honra, tanto por parte da associação como por parte da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

Durante os discursos de Mário Teixeira, presidente da Direcção da AHBVA, e de Eduardo Matos, comandante dos Bombeiros Voluntários de Anadia (BVA), foi feito o apelo ao secretário de Estado da Protecção Civil, José Miguel Medeiros, presente durante a cerimónia, para que o Governo leve a efeito a construção do novo quartel, há muito reivindicado. Mas o governante apenas avançou que os quartéis têm de ser “redimensionados para as reais necessidades”.

E também por estar a viver-se a quadra natalícia, Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, deixou uma “prendinha no sapatinho” dos BVA, correspondente à atribuição de um subsídio, no valor de 50 mil euros, aprovado por unanimidade de todo o Executivo municipal. De acordo com Mário Teixeira, este valor destina-se à aquisição de uma ambulância de socorro, “que faz falta aos BVA”.

Emanuel Maia, vice-presidente da Assembleia-Geral da AHBVA, que deu início à sessão, lembrou as dificuldades que existem ao ser-se bombeiro, dirigente de uma associação humanitária, porque “muitas vezes os bombeiros não têm o carinho nem respeito das populações”. Desta forma apelou à população para que continue a acarinhar o corpo activo dos bombeiros de Anadia, “que na grande maioria das vezes não tem o carinho merecido”.

“Passados 75 anos, o corpo de bombeiros de Anadia adaptou-se, modernizou-se, actualizou-se”, referiu Eduardo Matos, falando sobre os cursos de formação realizados, certificados pela Escola Nacional de Bombeiros. Lembrou também a necessidade “urgente” de ser constituída uma Equipa de Intervenção Permanente, sublinhando ainda a importância do “aumento de efectivos”.

 

Apelo a um novo quartel

O comandante dos BVA criticou os custos elevados exigidos para a aquisição do equipamento de socorro, comparado com o que se observa nos outros países da União Europeia e finalizou a intervenção com um pedido ao secretário de Estado da Protecção Civil: o da construção de um novo quartel.

Seguiu-se a atribuição de Medalhas de Assiduidade e Bom Comportamento aos bombeiros do corpo activo de Anadia.

Mário Teixeira pediu igualmente a José Miguel Medeiros ajuda para levar a cabo a construção do novo quartel, visto que o actual está “completamente esgotado” e o espaço operacional “não tem condições, nem para alojamento dos elementos do corpo de bombeiros, nem para que seja feita a necessária formação de quadros”, explicou. Um quartel que, segundo disse, “deveria ser, nesta altura, inaugurado, não fossem circunstâncias várias que ocorreram, como o problema da legislação”.

 

As homenagens

Alfredo Rodrigues Lapa foi homenageado e recebeu uma lembrança, por ao longo de mais de 40 anos ter servido os BVA como motorista. Albino Ribeiro da Silva, por ter levado a cabo uma campanha de angariação de fundos, em alturas de dificuldades financeiras dos BVA, foi-lhe atribuída a Medalha de Reconhecimento.

Mário Teixeira deixou para o final João Dias Coimbra, comandante do Quadro de Honra, atribuindo-lhe, em nome da Direcção da AHBVA, a Medalha de Grau Ouro da associação, manifestando o reconhecimento pelo apoio e acompanhamento “que desde a primeira hora dispensou à Direcção e o saber que transmitiu aos seus subordinados”.

O presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Aveiro, António Castro Valente, felicitou os BVA, referindo que “nós em Aveiro somos diferentes porque queremos ser um só para servir a todos”.

Também o presidente da LBP, Duarte Caldeira, saudou os 75 anos da AHBVA e a população, dirigindo-se de seguida a um homem que tem a “arte de comandar”, Dias Coimbra, atribuindo-lhe o Crachá de Ouro da LBP, “em reconhecimento do seu trabalho e forma de ser como cidadão” e convidando José Medeiros para o colocar. Dias Coimbra, muito emocionado, pediu a palavra e agradeceu “a partida que me pregaram e que não contava”.

Litério Marques, após enaltecer o trabalho desempenhado pelos BVA, lembrou que tem disponibilizado terrenos e meios técnicos para a execução do projecto que aguarda a aprovação do QREN, para a construção do novo quartel.

Por fim, José Miguel Medeiros, após ser entregue aos BVA a Medalha de Mérito de Protecção e Socorro, Grau Prata, disse que “se calhar não vale a pena fazer quartéis como há 50 anos. Temos de analisar a situação e com isso podem contar connosco”.

 

António Marcelino benze duas novas ambulâncias

Ainda antes de ter início a sessão solene das comemorações do 75º aniversário da AHBVA, teve lugar a celebração eucarística de Acção de Graças, onde D. António Marcelino, Bispo Emérito de Aveiro, benzeu, no final, duas ambulâncias de transporte múltiplo, que custaram cerca de 80 mil euros, na totalidade. De referir que este valor foi suportado, na íntegra, pela associação. Mário Teixeira adiantou que o subsídio atribuído pela autarquia será para adquirir uma terceira ambulância, mas esta será de socorro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

“Socialite” festeja 46º aniversário em Sangalhos

José Castelo Branco comemora anos na Bairrada

O “socialite” José Castelo Branco escolheu a Bairrada para festejar o seu 46º aniversário. E foi na Estalagem de Sangalhos que teve lugar o almoço comemorativo, no dia 8.

“Estive em Anadia no passado dia 22 de Novembro, para integrar o júri da ‘Miss Bairrada Oriflame 2008’, e já conhecia a Soledade, organizadora, que me convidou para vir cá festejar o aniversário”, explicou aos jornalistas durante o almoço, admitindo ter ficado fascinado com a forma carinhosa como foi recebido.

Tratou-se de um convite que classificou como “fascinante”, que o trouxe de novo à Bairrada, uma “terra fantástica”, onde reina o “leitão maravilhoso e a cabidela, que provei hoje (dia 8) pela primeira vez”.

José Castelo Branco não esquece também o “bom vinho e espumante da Bairrada, assim como o calor humano com que fui aqui acolhido. Quando fazemos anos sentimo-nos sempre mais fragilizados. E assim sendo, não podia declinar o convite que me foi feito”.

 

Livro concluído em Fevereiro

José Castelo Branco disse que o seu livro de memórias vai estar terminado já no próximo mês de Fevereiro: “Com 46 anos de vida posso dar-me ao luxo de ter um livro de memórias”. Para já, o irreverente Castelo Branco vai vendendo o seu CD de estreia, que também não faltou em Sangalhos, havendo mesmo uma sessão de autógrafos para os fãs.

O “socialite” afirmou aos jornalistas que chegou a Sangalhos na noite de domingo, dia 7, sendo sua intenção sair da festa de aniversário rumo a Fátima, para assistir à missa das 18 horas, na Basílica, porque aquele é um dos locais onde vai “buscar energia”.

Uma coisa é certa: Castelo Branco parece ter-se apaixonado pela Bairrada, porque garantiu voltar, por também gostar de estar com pessoas que “falam a mesma linguagem que eu. Ora estou na corte, ora estou no mercado. Não podemos estar no meio, mas sim nos extremos”, afiançou.

Muitos e grandes espectáculos são uma das promessas de José Castelo Branco para o ano de 2009.

Questionado sobre a “prenda especial” que gostaria de receber neste aniversário, o mistério pairou no ar: “Gostava que os portugueses soubessem a verdade e que não julgassem sem saber, porque a verdade vem sempre ao de cima”. O “conde” acrescentou: “Eu sou a minha verdade. Apesar de todos os ataques que me fazem, é seguir em frente”.

O filho Guilherme e a mulher Betty Grafstein também não faltaram, numa tarde que teve muita animação. Castelo Branco terminava o dia a jantar com a mãe, de 90 anos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:30

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

1ª Mostra de Sabores e Saberes de Sempre – AMPV Bairrada

Mealhada recebeu mostra de vinhos da Bairrada

A antiga destilaria do Instituto da Vinha e do Vinho da Mealhada abriu as portas, de 28 de Novembro a 1 de Dezembro, à primeira Mostra de Sabores e Saberes de Sempre – AMPV Bairrada. Um evento que dedicou quatro dias à promoção e comercialização dos vinhos desta região vitivinícola e que contou com a presença dos produtores de vinho da região, Câmaras Municipais, entidades ligadas ao sector e centenas de visitantes.

A primeira Mostra de Sabores e Saberes de Sempre, organizada pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), teve como palco o concelho da Mealhada. O evento, que procurou, sobretudo, promover e comercializar os vinhos da região vitivinícola da Bairrada, passando uma mensagem de incentivo à oferta de vinhos pelo Natal, contou com a visita de mais de 500 pessoas, que não só foram conhecer o espaço e os vinhos, como também foram prová-los e apreciá-los.

“São importantes para a AMPV todas as iniciativas que sirvam para a promoção e comercialização de vinhos e esta é, obviamente, uma delas. A Câmara Municipal da Mealhada aceitou o nosso repto e decidimos fazer aqui este evento, nestas instalações do Instituto da Vinha e do Vinho, agora utilizadas pela Câmara”, começou por afirmar José Arruda, Secretário-Geral da AMPV, na abertura oficial da mostra. “O vinho é uma grande opção de compra para uma prenda de Natal”, acrescentou ainda o responsável.

A mostra contou, ainda, com a presença dos produtores de vinho da Bairrada, das Câmaras Municipais e de outras entidades afectas ao sector. Durante quatros dias, foi possível provar os vinhos brancos, os tintos e os espumantes da Bairrada, aprender em provas orientadas por especialistas, apreciar as “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, assistir a espectáculos musicais e participar nas mais diversas actividades de aventura promovidas pela Wine Experiences e Capitão Dureza.

“Este é um evento a registar. Temos excelentes produtores e vinho de grande qualidade no nosso concelho. Com este evento, queremos que se saiba que o vinho produzido aqui, pelos produtores que vimos no nosso dia-a-dia, é um vinho de grande qualidade”, referiu, por sua vez, o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral, acrescentando: “O nosso vinho não é caro, é um produto da nossa terra e uma boa prenda para se dar aos amigos”.

Carlos Cabral fez ainda alusão ao espaço do evento, que a autarquia recuperou há nove ou dez anos, mas que só agora foi utilizado. “É com redobrada satisfação que vejo estas instalações a serem utilizadas, depois de terem sido recuperadas há anos para iniciativas ligadas ao vinho e de estarem tanto tempo de portas fechadas”, sublinhou Carlos Cabral, acrescentando ainda que o espaço vai estar à disposição também dos produtores de vinho que queiram realizar iniciativas sobre esta temática. “Este é o primeiro evento de muitos que vão acontecer aqui neste espaço”, concluiu o autarca.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:46

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

Cine-Teatro Messias recebe festa de Natal do Agrupamento de Escolas da Mealhada

Cerca de 600 crianças passam tarde natalícia

O Cine-Teatro Messias recebeu a festa de Natal do Agrupamento de Escolas da Mealhada. Uma festa dos professores para os alunos, que contou com músicas de Natal cantadas pelos professores das Actividades de Enriquecimento Curricular e com duas peças de teatro: “A vendedora de estrelas” e “Pai Natal distraído”, criadas, encenadas e interpretadas pelos professores titulares, educadoras e auxiliares das escolas do Agrupamento da Mealhada.

“É uma iniciativa que procura, sobretudo, trabalhar o tema Natal. Uma festa que engloba canções de Natal, conhecidas das crianças, que são cantadas pelos professores das Actividades de Enriquecimento Curricular, duas peças de teatro ensaiadas pelo nosso grupo sobre a temática e, por fim, a distribuição de prendas por escola”, explica a professora Augusta Fernandes, da escola EB1 da Mealhada, uma das docentes que organizou a iniciativa.

A festa começou com o coro dos professores das Actividades de Enriquecimento Curricular. “Vai nevar, vai nevar”, “Glória” ou “A todos um Bom Natal” foram alguns dos temas musicais entoados pelos docentes e acompanhados em voz alta pelas crianças.

 

Duas peças de teatro para sensibilizar crianças

De seguida, deu-se início à peça “A vendedora de estrelas”, cuja história “gira à volta de uma menina órfã, que está sozinha na noite de Natal, encontra o limpa-chaminés, o cauteleiro e a vendedora de estrelas e acabam por comemorar juntos o Natal em casa da vendedora de estrelas”, conta a professora Augusta Fernandes. Uma peça que, segundo a professora Graça Ferreira, da EB1 da Mealhada, igualmente organizadora da festa, “pretende mostrar que nem todas as pessoas têm o mesmo Natal e que, enquanto alguns fazem grandes festas, outros contentam-se com o pouco que têm”.

A segunda peça de teatro, “Pai Natal distraído”, teve a sua vez depois de mais duas ou três canções natalícias. “Trata-se, essencialmente, de uma história de animais e do Pai Natal, cuja mensagem incide sobre o facto do Natal não ser igual para todos”, explica a professora Graça Ferreira, defendendo a importância das crianças perceberem, logo desde muito cedo, que nem todos os meninos têm a possibilidade de ter um Natal cheio de prendas e que, por isso mesmo, devemos dar valor ao que temos e partilhar com os que têm menos, para que possam ter um Natal mais feliz.

Os mais de 600 alunos dos diversos jardins-de-infância e escolas do 1º ciclo do EB do Agrupamento da Mealhada dividiram-se para a festa de Natal. A manhã foi para os alunos das escolas da Vacariça, Lameira de São Pedro, Ventosa do Bairro, Póvoa do Garção, Luso, Silvã, Vimieira e Casal Comba, enquanto a tarde, exactamente com o mesmo programa, foi para os alunos das escolas de Antes e da Mealhada. A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada.

publicado por quiosquedasletras às 10:33

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Câmara Municipal de Águed...

Hoje é Dia de Natal!

Oficina de Presentes de N...

Lions Clube de Mealhada

Bailado “O Quebra-Nozes”

Hoje celebra-se o Natal n...

Bodas de Diamante da AHBV...

“Socialite” festeja 46º a...

1ª Mostra de Sabores e Sa...

Cine-Teatro Messias receb...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds