Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” é uma marca conhecida dos portugueses

Concurso promovido pela autarquia na BTL coloca o leitão como “maravilha” favorita dos inquiridos

A marca “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” é já bastante conhecida em território nacional. Prova disso é que 79% dos participantes no concurso que a Câmara Municipal da Mealhada realizou durante a sua estadia na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorreu de 13 a 17 Janeiro, conhecia esta marca gastronómica do concelho. O leitão foi a “maravilha” favorita, conseguindo 62% dos votos.

A Câmara Municipal da Mealhada realizou, durante a sua estadia na BTL, um concurso em que sorteou, diariamente, uma garrafa de espumante ou vinho tinto dos produtores do concelho, um jantar para duas pessoas e uma estadia para duas pessoas em dois estabelecimentos hoteleiros da Mealhada.

O concurso contou com 333 participantes, 262 dos quais afirmaram conhecer a marca “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” quando questionados, num pequeno inquérito, sobre este projecto da autarquia.

Do total de participantes, 79% mostrou, então, estar a par do projecto das “4 Maravilhas”, sendo que apenas 9% afirmou desconhecer esta marca gastronómica e 12% não respondeu a esta questão. A segunda e última questão prendeu-se com a “maravilha” favorita dos inquiridos. Dos 262 participantes que responderam, 62% elegeu o leitão como “maravilha” preferida. O vinho ocupou o segundo lugar, com 17% dos votos, seguido do pão (13%) e, finalmente, da água (8%).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:54

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Sexagenária esfaqueada até à morte em noite de assaltos

Aldeia da Madureira, em Amoreira da Gândara, Anadia, chocada com homicídio de Maria Alice Jesus

Maria Alice Jesus, com 63 anos e viúva há dois, foi brutalmente assassinada na madrugada do passado sábado (de 20 para 21 de Novembro), com várias facadas na cara e no pescoço e uma pancada na cabeça, no interior do seu mini-mercado, situado no lugar de Madureira, freguesia de Amoreira da Gândara, concelho de Anadia.

O clima que se vive na aldeia, desde sábado de manhã, é de medo e consternação. Foram os próprios vizinhos que descobriram o cadáver, cerca das 7 horas da manhã.

“Estranhámos a Maria Alice não ter aberto as portas da mercearia e os sacos do pão ainda estarem pendurados cá fora. Foi quando três vizinhos se juntaram para entrar dentro de casa, com a a juda de um escadote, pela varanda que dava para o quarto dela”, conta Lucília Ferreira Moreira, vizinha, que veio à porta da Tasquinha do Gala à procura da data e hora do funeral, ontem, dia 24.

Contudo, nas portas e vidros daquela que era a única mercearia e café da Madureira, e dos quais Maria Alice era proprietária, ainda não estava nenhuma informação relativa ao funeral.

Lucília Moreira continuava incrédula. Diz que ninguém se apercebeu de nada na noite do crime. “Nem os vizinho da frente”. Só quando entraram na casa da vítima e depois de a percorrer, foram encontrar a sexagenária numa arrecadação junto à mercearia, tombada e de bruços, já sem vida, conforme explicou a vizinha.

 

“Uma boa mulher”

Lucília Moreira contou ao Quiosque das Letras que na noite do crime, cerca das 20.30 horas, esteve com a proprietária da Tasquinha do Gala na mercearia, “porque recebi uma carta em casa para uma pessoa que eu desconhecia e fui ter com ela para ver se sabia de quem se tratava. Disse-me que tinha muito que fazer e que ali ficaria pelo serão, porque estava com a máquina de etiquetar a colocar preços nos produtos”.

A vizinhança admite que os autores do homicídio devem ter surpreendido Maria Alice na merceria, tendo trancado a porta quando saíram e lamenta a perda de “uma boa mulher”, admitindo que “vai fazer falta na aldeia a Ti Maria Alice”.

 

Dez facadas

As perícias realizadas ao cadáver revelam ter sido esfaqueada por dez vezes, sendo que a mulher foi ainda agredida na cabeça, ao que parece com uma pedra. O cenário onde foi encontrada, com as paredes ensanguentadas, deu a entender às autoridades que a idosa ofereceu resistência e lutou, com todas as forças, contra quem a matou.

O cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Aveiro, onde a causa da morte terá sido apurada na autópsia.

Os assaltantes roubaram dinheiro e tabaco. Suspeita-se que os mesmos indivíduos sejam os responsáveis pelo assalto à Igreja Matriz de Amoreira da Gândara - de onde foram furtadas três cruzes em prata, avaliadas em cerca de 40 mil euros, usadas nas procissões da aldeia - e um talho, de onde levaram dinheiro e chouriças, na mesma madrugada. 

 

Assaltantes a monte

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro, a quem está entregue o caso, continua a investigar vestígios dos autores do crime, que continuam a monte. De acordo com fonte policial, esta investigação “é prioritária”.

A presença de elementos da PJ na aldeia da Madureira tem mantido a população mais tranquila. Mas o ambiente não deixa de ser de tensão e medo. Lucília Moreira revelou que as filhas e genros “têm ficado a dormir cá em casa. Nós não queremos deixar a nossa casa, para ir viver com eles. Mas temos algum receio”.

O funeral de Maria Alice Jesus Gala deve acontecer hoje, dia 25.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” presentes na Feira de Gastronomia de Santarém

Certame decorre até 8 de Novembro

O projecto “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” está presente na Feira de Gastronomia de Santarém, que decorre naquela cidade, na Casa do Campino, até ao próximo dia 8 de Novembro.

A água, o pão, o vinho e o leitão, produtos de excelência do concelho da Mealhada, estão presentes no certame a dois níveis: na loja de vendas da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e através do restaurante “O Típico”.

Também nas provas, os vinhos da Mealhada têm estado em lugar de destaque: No passado dia 26, Dia do Espumante; hoje, 29 de Outubro, Dia da Região de Turismo Centro Portugal; e, no próximo dia 2 de Novembro, dedicado à Bairrada.

A Feira de Gastronomia de Santarém é um dos certames mais mediáticos a nível nacional, onde estão, por via da regra, presentes todas as regiões do país, cada uma com o melhor da sua gastronomia tradicional.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:45

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

Milagre de Urgueira já no próximo domingo

Festival-Romaria repete-se na freguesia de Macieira de Alcôba, Águeda

O Festival-Romaria “Milagre d’Urgueira” repete-se no próximo dia 23 de Agosto, domingo, na pequena aldeia da Urgueira, em Macieira de Alcôba, Águeda.

Cumprindo um ritual secular, um homem vai entrar no forno comunitário da aldeia da Urgueira, para aí depositar a chamada “broa do milagre”, com 100 quilos de peso. Este “milagre” é recriado todos os anos pela Associação Etnográfica “Os Serranos”, que há mais de uma década organizam o Festival-Romaria “Milagre d’Urgueira”.

A reconstituição desta romaria tradicional, transformando-a num festival de folclore com aspectos tão peculiares como os que lhe deram origem secular, tem sido um desafio para a Associação Etnográfica “Os Serranos”. A reconstrução do forno e a repetição dos seus rituais constitui apenas um dos múltiplos aspectos que atraem interesse e atenção, pelos milhares de visitantes que todos os anos rumam a este local.

O espaço da romaria, onde será feita a reconstituição, ocorre entre a ermida à Srª da Guia e o forno comunitário, separados por cerca de 150 metros, onde se distribuem as três eiras para as apresentações de folclore.

São seis os grupos de folclore que passarão por cada uma das eiras (15 minutos em cada), sabendo que não existe palco ou aparelhagens sonoras, mas uma multidão de pessoas entusiásticas e ávidas por também participar numa ou noutra dança que sejam convidadas.

Este festival é peculiar, pois é motivo para milhares de romeiros se deslocarem ao pequeno lugar da Urgueira, que conta com apenas 12 habitantes.

 

Festival-Romaria “Milagre d’Urgueira”

Este festival consiste na reconstituição tradicional da romaria a Nª Srª da Guia e realiza-se na Urgueira, na freguesia de Macieira de Alcôba, concelho de Águeda, num local situado a cerca de 750 metros de altitude, na serra do Caramulo, a cerca de 25 quilómetros de Águeda, onde se preserva uma grande intensidade de vida comunitária.

O objectivo e o enquadramento peculiar desta reconstituição de romaria, transformada em festival de folclore nativo, vivenciado como nas suas origens, levam a uma experiência muito interessante para as memórias pessoais dos elementos que nele participam, além de proporcionar a projecção do pequeno lugar da Urgueira, criando motivações adicionais para o pequeno “milagre” da sua preservação e da continuidade do movimento de recuperação das velhas casas tradicionais.

 

O forno e o milagre

O forno vai voltar a ficar quente, queimando lenha serrana durante três dias e duas noites. Chega assim a domingo em condições de responder à equipa de padeiros e padeiras chefiadas por António Costa, que nos outros dias produz a mais afamada broa de milho que se fabrica na serra, em Paranho de Arca, e alimenta uma vasta região de vários concelhos.

Coze quatro ou cinco fornadas, traduzidas em várias centenas de broas e o pão especial do “milagre”, com cerca de 100 quilos, metido e tirado pelo homem que, pelas duas vezes, entra e dá a volta ao forno com a flor apertada na boca.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:27

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

Colecção de selos com o pão da Mealhada

Correios de Portugal reconhecem notoriedade do produto

O pão é, como se sabe, uma das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, a par da  água, do vinho e do leitão.

Desta vez, foram os Correios de Portugal a reconhecer a notoriedade deste produto tradicional.

Ao lançar uma série de selos sobre o “Pão Tradicional Português”, os Correios fizeram questão de incluir o pão da Mealhada.

A iniciativa partiu da chefe da Estação de Correios local, Ana Ferreira - que confessa ter-se inspirado nas “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” -, sendo bem acolhida quer pela empresa quer pela Câmara Municipal da Mealhada, que se associou, de imediato, à ideia.

A colecção de selos (dos 0,32 aos 0,80 euros) foi apresentada na Estação de Correios da Mealhada, na presença das forças-vivas locais, e coincidiu com a  inauguração de uma pequena feira/exposição dos quatro produtos (pão, água, vinho e leitão) que integram a marca “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

De acordo com Ana Ferreira, trata-se de uma série limitada. Os primeiros selos destinam-se, como habitualmente, a coleccionadores.

Numa segunda fase, os selos com o pão da Mealhada ficarão disponíveis para o público em geral, de Norte a Sul do país.

 

O pão da Mealhada

Pequeno pão de trigo de aspecto arredondado, pontuado por quatro bicos que fazem lembrar uma flor, o pão da Mealhada é, também, conhecido como “pão da Bairrada” e costuma acompanhar o leitão assado.

Depois de duas horas a levedar, tendem-se as bolinhas e corta-se a parte superior, com uma tesoura, em forma de cruz, para abrir a massa e libertar o gás gerado durante a fermentação.

O miolo fica, assim, mais compacto e com um sabor característico.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:29

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” fazem sucesso nos Açores

Água, pão, vinho e leitão presentes na cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira

A água, o pão, o vinho e o leitão, as “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, estão presentes nos Açores, no âmbito das Festas da Praia da Vitória 2009, para mais uma acção de promoção/divulgação. Tem sido uma presença cheia de êxito.

De acordo com o vereador António Jorge Franco, que se deslocou à cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira, na companhia da vice-presidente da Câmara, Filomena Pinheiro, para fazer a apresentação das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, a receptividade tem sido óptima.

O primeiro dia da 10ª Feira da Gastronomia do Atlântico foi dedicado às “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, dando uma grande projecção ao projecto e aos produtos.

“A apresentação do projecto foi seguida com muita atenção, tendo sido apontada, inclusive pelas autoridades locais, como exemplo - e um modelo a seguir - em matéria de certificação de qualidade da gastronomia da região”. E segundo o vereador, o restaurante “O Típico”, com a responsabilidade de representar as “4 Maravilhas” no certame açoriano, não tem tido mãos a medir.

As Festas da Praia 2009 começaram no dia 31 de Julho e terminam a 9 de Agosto, domingo, na cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira, Região Autónoma dos Açores.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:11

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Autarquia promoveu “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” em feira ibérica sobre gastronomia

“Foro Coopera 2009” realizou-se em Zamora (Espanha)

A Câmara Municipal da Mealhada esteve presente na feira gastronómica hispano-lusa “Foro Coopera 2009”, que se realizou de 2 a 5 de Junho, em Zamora, Espanha. A presença da autarquia teve como objectivo promover a sua marca gastronómica “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” além-fronteiras, bem como reforçar as suas ligações com os parceiros espanhóis.

A água do Luso, o pão, o vinho e o leitão da Mealhada viajaram até ao país vizinho para se apresentarem à Europa na feira de gastronomia “Foro Coopera 2009”. Um certame subordinado ao tema “O Turismo como eixo de desenvolvimento entre fronteiras”, que teve como objectivo primordial o envolvimento de todos os agentes, desde administrações, a empresas, profissionais do sector e cidadãos de Leão e Castela e do norte e centro de Portugal na aventura da cooperação entre fronteiras.

A Câmara Municipal da Mealhada promoveu, assim, quatro produtos gastronómicos de excelência do concelho, que são também dos mais procurados em território nacional. A marca “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” esteve presente num stand da feira ibérica, para que todos pudessem apreciar a qualidade destes produtos tradicionais, e a Câmara Municipal participou ainda na Mesa 4 do Coopera Debate, subordinada ao tema “Los productos de calidad de Castilla y León y Portugal como recurso turístico” (“Os produtos de qualidade de Castela e Leão e Portugal como recurso turístico”).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:45

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Junho de 2009

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

Vinho Quinta do Valdoeiro considerado o melhor do mundo

O vinho Quinta do Valdoeiro Syrah 2007, um produto da marca gastronómica “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, recebeu a única Medalha de Ouro portuguesa no concurso internacional “Syrah du Monde 2009”, que se realizou nos dias 28 e 29 de Maio em Ampuis, França. Uma distinção brilhante, que comprova que os vinhos da Mealhada, neste caso concreto os vinhos das Caves Messias, são reconhecidos internacionalmente como sendo dos melhores vinhos do mundo.

“Quero dar os meus parabéns às Caves Messias por mais este produto de distinta qualidade. Um produto que não só engrandece o projecto municipal ‘Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada’, mas que prestigia extremamente o nosso concelho e a nossa região, provando que na Mealhada se fazem vinhos de elevada qualidade, que se encontram entre os melhores a nível mundial”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral, mostrando a sua satisfação pela Medalha de Ouro atribuída ao Quinta do Valdoeiro no referido concurso internacional.

O vinho Quinta do Valdoeiro Syrah 2007 recebeu, então, a única Medalha de Ouro portuguesa no concurso internacional “Syrah du Monde 2009”. Um vinho da região demarcada da Bairrada, mais propriamente do concelho da Mealhada, onde as Caves Messias têm uma das suas várias propriedades que, como a própria empresa indica no seu site, tem sido ao longo dos anos propensa a criar vinhos de excepcional qualidade. “Este Syrah foi apenas mais um, outros virão”, pode ler-se no site das Caves Messias.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:43

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

XI Feira de Artesanato e Gastronomia começa amanhã na Mealhada

A 11ª edição do certame promete muito artesanato, comes e bebes e animação

A abertura oficial da XI Feira de Artesanato e Gastronomia do Município da Mealhada vai decorrer amanhã, dia 6 de Junho, pelas 16 horas. Tem, assim, início mais uma edição do certame que conta com mais de 40 artesãos e a realização de trabalhos ao vivo, a melhor gastronomia regional, as “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” e muita, muita animação. Uma feira a visitar, seja pela arte e pelo engenho, seja pelos comes e bebes.

O espaço é apetecível e a feira tem muito para ver. Cestaria e a cerâmica, estanhos e tanoaria, bordados e renda, roupa, calçado ou bijutaria e peças de arte, muito artesanato, algum feito ali no local, pode ser visto no certame. No ar, está o cheiro da chanfana, dos negalhos e do bacalhau, do arroz doce, do leite-creme e do pão-de-ló, e claro está, das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, água, pão, vinho e leitão, que dão o aroma à festa e não deixam indiferente nenhum visitante da Feira de Artesanato e Gastronomia do concelho.

O certame conta ainda com muita animação no recinto, com espectáculos de rua, grupos folclóricos, fanfarras, filarmónicas, tunas académicas, grupos de jazz, karaoke e muita dança e com o sempre apetecido espaço das “tasquinhas” que, como é habitual, vai ser explorado por associações do concelho que vão representar cada uma das oito freguesias. Uma das grandes ambições das freguesias é mesmo vencer o tradicional concurso das tasquinhas, uma competição que determina qual a melhor do ano através de um questionário entregue a todos os artesãos participantes na feira e aos responsáveis por cada tasquinha, sendo que esses não podem, obviamente, votar na sua.

 

Programa                                                                          

Sábado, 6 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Abertura oficial da XI Feira de Artesanato e Gastronomia; 

17 horas – Grupo de Pauliteiros de Palaçoulo;

18 horas – Grupo de Cantares Tradicionais de São Miguel de Acha;

21 horas – Rancho Folclórico “As Tricanas” da Vila de Luso;

21.30 horas – Grupo de Pauliteiros de Palaçoulo;

22.30 horas – Escola de Samba “Juventude de Paquetá”.

Domingo, 7 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Os Pequenos Artistas da Expressão Musical;

17 horas – Escola de Samba “Sócios da Mangueira”;

18 horas – Grupo de Cantares de Condeixa;

19 horas – Míscaros;

21 horas – Desconcertuna;

21.30 horas – Pé na Terra.

Segunda-feira, 8 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Forrobodixie;

21.30 horas – Sabura CV.

Terça-feira, 9 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Strella do Dia;

22 horas – Drama & Dance.

Quarta-feira, 10 de Junho

9.30 horas - Prova de Atletismo “3 Milhas de Mealhada”;

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Os Pequenos Artistas da Expressão Musical;

17.30 horas – Rancho Folclórico e Etnográfico São João de Casal Comba;

18 horas – Tuna “As Mondeguinas”;

21 horas – Dixie Gringos – Jazz Band;

21.30 horas – Espectáculo surpresa de animação de rua;

22 horas – Tócandar.

Quinta-feira, 11 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Tok’Avacalhar;

17 horas – Batuk’Art;

18 horas – Tok’Avacalhar;

18.30 horas – Modas e Adufes – Grupo Etnográfico de Proença-a-Velha;

21 horas – Rancho Folclórico e Grupo Etnográfico da Pampilhosa;

21.30 horas – Espectáculo de fogo;

22 horas – Farra Fanfarra.

Sexta-feira, 12 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Filarmónica Lyra Barcoucense;

22 horas – Picä Tumilho.

Sábado, 13 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Amigos da Rambóia;

18 horas – Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz;

19 horas – Amigos da Rambóia;

21 horas – Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira;

22 horas – Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz;

22.30 horas – Grupo de fados “Raízes de Coimbra”.

Domingo, 14 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16.30 horas – Dance Fusion;

17 horas – Juventude Unida da Antes;

18 horas – Rancho Infantil e Juvenil de Ventosa do Bairro;

18.30 horas – Filarmónica Pampilhosense;

21 horas – Grupo Regional da Pampilhosa do Botão;

21.30 horas – RuBru Karaoke;

21.45 horas – Atribuição de Prémios do “1º Torneio de Ténis Feira de Artesanato e Gastronomia”;

22 horas – Atribuição de Prémios do “Concurso das Tasquinhas”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:10

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

“Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

Produtores do concelho apresentaram os seus vinhos no Cine-Teatro Messias

A Câmara Municipal da Mealhada e os produtores de vinho do concelho que integram o projecto “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” realizaram no dia 27 de Abril, no Cine-Teatro Municipal Messias, uma sessão de apresentação dos vinhos destes oito produtores do concelho. Uma iniciativa que teve como objectivo dar a conhecer, sobretudo aos empresários da restauração, os vinhos – brancos, tintos e espumantes – que são produzidos no município da Mealhada e têm o selo de garantia “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

As portas do Cine-Teatro Municipal Messias abriram para a sessão de apresentação de vinhos dos produtores do concelho. Uma iniciativa que teve por fim informar todos os interessados, em especial os empresários da restauração, dos vinhos produzidos no concelho. “É importante que os empresários da restauração aqui do concelho e os demais interessados conheçam os vinhos produzidos cá, os vinhos da marca ‘Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada’ e por isso, considerámos que devíamos promovê-los”, adiantou o vereador António Jorge Franco.

No evento estiveram presentes os oito produtores de vinho do concelho da Mealhada, sendo eles a Adega Cooperativa da Mealhada, António A. Coelho Selas, Seabra & Seabra, Manuel Ferreira da Silva, Quinta do Carvalhinho, Quinta do Azinhal, Jorge Manuel Ferreira Rama e Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias.

A apresentação de cada casa foi feita em “powerpoint”, com dados específicos de cada empresa e dos principais vinhos que cada uma produz. “O objectivo desta iniciativa foi o de dar a conhecer os produtos que são aqui da terra”, resumiu o vereador. No final da apresentação, deu-se início à tão esperada prova.

Espumante, vinhos tintos e brancos, cada um no seu copo específico e segundo instruções precisas, foram apreciados pelas dezenas de pessoas presentes, ao mesmo tempo que era possível saborear as outras três maravilhas da mesa da Mealhada, sendo o leitão de todas a mais procurada.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:02

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

“4 Maravilhas da Mesa da ...

Sexagenária esfaqueada at...

“4 Maravilhas da Mesa da ...

Milagre de Urgueira já no...

Colecção de selos com o p...

“4 Maravilhas da Mesa da ...

Autarquia promoveu “4 Mar...

“4 Maravilhas da Mesa da ...

XI Feira de Artesanato e ...

“Água, Pão, Vinho e Leitã...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds