Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

Recortes de jornais desde a década de 40 em exposição até Setembro em Anadia

Museu José Luciano de Castro recebe mais de 50 mil recortes que retratam as gentes da terra

O resultado de mais de 65 anos a recortar notícias de jornais pode agora ser visto e analisado na sala de exposições temporárias do Museu José Luciano de Castro, situado no Palacete Seabra de Castro, em Anadia. “Recortes de História” é a exposição que inaugurou no último sábado, dia 20 e que retrata a dedicação de João Venâncio Marques, autor, às gentes de Anadia.

São mais de 50 mil os recortes compilados por João Marques, todos eles agrupados em dossiês e organizados por temas, sejam eles personalidades ou instituições de Anadia, do concelho e até da Bairrada.

Nuno Rosmaninho, docente do Departamento de Línguas e Cultura da Universidade de Aveiro (UA), responsável pela apresentação da exposição, assinalou o momento como sendo “de grande importância para os estudos locais de Anadia e não só”.

O professor da cadeira de Cultura e Património na UA falaria sobre três circunstâncias: da exposição, do homem e da obra em si. Também Rui Rosmaninho recorreu, em Dezembro de 1990, à ajuda de João Venâncio Marques, que “disponibilizou, com muita simplicidade, a documentação de que já dispunha, em significativa quantidade”.

O docente referiu que os recortes de João Marques são “um acervo que é uma verdadeira enciclopédia de Anadia e da Bairrada”. E referindo-se à revista Aqua Nativa, onde escreve, lembrou que daquilo que se publica “há sempre algo de útil no arquivo de João Marques. Quer documentos, quer fontes”.

 

Um “verdadeiro banquete”

Para Rui Rosmaninho, “Recortes de História” é um “verdadeiro banquete deste século, sobretudo para quem gosta de História Local. É uma revisitação quase faustosa do passado”.

Os recortes estão organizados em pastas sobre o Ensino Primário, o Colégio Nacional, Lions, o Café Anadia, o Teatro. Existe também uma quantidade inúmera de pastas dedicadas a figuras, das mais remotas às mais recentes, como Fausto Sampaio, Mário Pato, Rodrigo Rodrigues dos Santos ou Manuela Alves.

Os recortes de João Marques, para Rui Rosmaninho, têm uma grande importância do ponto de vista científico e pedagógico: “Por restabelecer o contacto com a História Local, é por isso uma exposição que deve interessar a escolas, por ter muitos trabalhos de índole pedagógica”.

O professor da UA disse que o espólio deve ser preservado conforme foi entregue pelo autor, podendo somar-se mais recortes. “Não vi em todas as pastas a dos escritos do senhor João Marques. É um trabalho de grande interesse, que não vi, mas que também deve estar”, sublinhou Nuno Rosmaninho.

 

Espólio vai ser digitalizado

O local onde o espólio foi colocado “é o natural. É um óptimo local, de serviço à comunidade e um lugar de cultura e grande importância”, afirmou Rosmaninho, congratulando-se com o facto de o espólio ser futuramente digitalizado, “o que vai constituir uma alavanca em termos de divulgação, porque a sua capacidade de multiplicação pedagógica e científica aumenta muito”.

Rui Rosmaninho terminou convidando João Marques a “não parar”. E foi a esposa, Angelina Pina, que rapidamente disse que não deixava.

Carlos Matos, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Anadia, lembrou que a exposição “é uma pequeníssima parte do que João Marques tem feito e doou à instituição”, agradecendo publicamente por isso. Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, classificou a mostra como “um trabalho fantástico”.

João Venâncio Marques, emocionado, agradeceu à esposa e referiu-se àquele como “um dos grandes momentos da minha vida”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:04

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

“Recortes de História” inaugura no sábado

João Venâncio Marques doa espólio com milhares de notícias recortadas à Misericórdia de Anadia

No próximo sábado, dia 20 de Fevereiro, vai inaugurar, numa das salas do Museu José Luciano de Castro - Palacete Seabra de Castro, em Anadia, pelas 15 horas, a exposição “Recortes de História”, da autoria de João Venâncio Marques.

O autor, natural da cidade de Anadia, com 77 anos de idade vai expor no referido espaço museológico, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Anadia (SCMA), a sua colecção particular com alguns dos mais significativos “Recortes de História”, retirados de jornais, que colecciona.

Possuidor de um arquivo de documentos jornalísticos, que foi reunindo ao longo dos anos e que reflectem a história e memória colectiva, no fundo o passado de Anadia e de pessoas do concelho, João Venâncio Marques vem agora dar a conhecer à população essas “relíquias” que tanto estima.

“Trata-se de um espólio de alta importância, dedicado a um espaço, que marca uma actividade cultural, a riqueza de um património, que dá a conhecer uma grande parte da minha vida”, explicou o autor.

E foi com apenas 11 anos que João Venâncio Marques iniciou esta actividade de coleccionador de recortes de jornais, sem “destino definido, mas já com a veia de ‘esfrangalhar’ jornais”, admite. E estes recortes dizem todos respeito a “tudo aquilo que fosse alusivo a Anadia e à Bairrada e suas gentes, não colocando de parte outras notícias que achasse de interesse”.

É no seio destes princípios que instituições como a SCMA, a Banda de Música, Bombeiros Voluntários de Anadia, Anadia Futebol Clube, APPACDM entre outras, mas também individualidades como Fausto Sampaio, Rodrigues Lapa, Manuel Alves, o ex-treinador do Benfica Toni, o “Fernandito” (Fernando Pina) do Anadia ou José Iglésias ganham personalidade nos recortes, indo ao encontro dos objectivos do autor.

Um trabalho considerado “digno e enriquecedor”, apreciado e valorizado por muitos alunos, “alguns deles em carteira universitária, mas também por historiadores, sendo alguns de renome e que consideram este um serviço extraordinário e de grande utilidade”, afiançou João Venâncio Marques.

Há mais de 65 anos que o autor desenvolve esta actividade, “permanentemente e de forma inesgotável”, sobre um tema “que não tem fim”. A entrega do espólio, devidamente legalizado, à SCMA é fruto de um anseio pela abertura e colaboração “nunca negada pela instituição”, que se alia à Biblioteca José Luciano de Castro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

Espírito de Natal chegou às Tardes Seniores na freguesia de Recardães, Águeda

Animação e convívio foram constantes em centenas de idosos do concelho

O Auditório do Centro Social e Paroquial de Recardães recebeu, no dia 20 de Dezembro, a alegria do Natal das Tardes Seniores.

O presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, e a vereadora da Cultura, Elsa Corga, marcaram presença nesta tarde e assistiram às várias actuações: Grupo Coral “Os Pioneiros”; Santa Casa da Misericórdia, com uma dança intitulada “Movimento de Natal” e Peça de Teatro “Não acredito no Pai Natal”, representada pelas técnicas de cada instituição presente.

Antes do final do espectáculo, o presidente da Câmara e a vereadora Elsa Corga ofereceram lembranças para os idosos e para as técnicas, assim como deixaram uma mensagem de esperança para o próximo ano e desejaram votos de um Feliz Natal.

“A todos um Bom Natal” foi a música que encerrou o evento. Afinados, todos os presentes cantaram e encheram a sala com o espírito natalício, numa alegria que se reflectia no rosto das centenas de seniores que assistiram a mais uma Tarde Sénior.

O Programa Tardes Seniores é um projecto social e cultural da Câmara Municipal de Águeda que junta uma vez por mês, numa tarde, centenas de idosos. Desta forma, a autarquia promove tardes diferentes e interessantes para a população idosa, dando-lhes a oportunidade de conviver e de se divertirem.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:16

link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Dezembro de 2009

Santa Casa da Misericórdia de Anadia festeja 101º aniversário

Efeméride marcada por homenagem a cinco funcionárias

A Santa Casa da Misericórdia de Anadia (SCMA) comemorou o 101º aniversário. Cerimónia simples, mas com alto valor histórico/social, marcada pela grandeza de 24 ilustres Homens de Anadia, que traçaram o destino da instituição. A data foi marcada pela inauguração de uma exposição e pela homenagem a cinco funcionárias, pelos 20 anos de serviço cumpridos.

Foi celebrada Missa na Capela do Palacete Seabra de Castro, pelo Padre Daniel, do Colégio Salesiano de Mogofores, que na homilia evocou o aniversário da SCMA, enaltecendo os fundadores e deixando uma palavra de “justiça” para a actual Mesa Administrativa.

Seguiu-se a abertura da exposição “Menino Deus”, um conjunto de figuras alusivas ao Menino Jesus, que preencheu o dia de aniversário na sala temática do Museu José Luciano de Castro. Uma mostra que ficará patente durante três meses.

São figuras em madeira, porcelana e cerâmica referentes aos séculos XVII, XVIII e XIX, que vão dar brilho àquele Museu, numa valiosa exposição, sinal demonstrado pelo empenho dos responsáveis, que tentam manter posição de destaque para o bom nome cultural da cidade de Anadia. A SCMA aceitou o desafio, porque desde 1980, aquando da inauguração, mantém aberto ao público um espaço museológico que prima em expor seleccionadas colecções.

O Salão Nobre foi ainda palco da Sessão Solene e da entrega de Placas Comemorativas a cinco funcionárias com mais de 20 anos de serviço. São elas Isabel Pereira, Carla Carvalho, Rosa Simões, Maria Júlia Ribeiro e Maria Teresa Alves.

O provedor Carlos Matos deixou entre os funcionários o espírito de união, compromisso assumido de carácter social em manter as melhores relações e sobretudo uma chamada ao bom senso, para que sejam o arauto em proporcionar qualidade de vida àqueles que ainda dentro dos lares da instituição constituem um leque na sociedade.

Reforçou o desempenho às respostas sociais, todas elas superadas pela expectativa e falou do investimento feito nos dois lares, com a remodelação das instalações. Carlos Matos realçou também a aprovação do Projecto CADI por mais três anos, um projecto que ficou em primeiro lugar na zona Centro.

O almoço foi servido com pompa e circunstância e salutar convívio. Reinou um espírito de boa disposição e expressiva amizade. Diálogos em que todos se envolveram, aliando-se em criar um clima de confiança, superando o grande patamar, que coloca o bom nome da instituição na lista de bem-fazer.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:37

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Agosto de 2009

ACIB entrega roupa ao CADI no âmbito do Anadia Fashion

Comércio tradicional oferece roupa a crianças do concelho de Anadia

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) entregou, no passado dia 28 de Julho, a roupa recolhida no âmbito do Anadia Fashion ao CADI - Centro de Atendimento e Desenvolvimento Integrado, do Programa Escolhas de Anadia.

Esta campanha esteve aliada ao Anadia Fashion, que se realizou no dia 20 de Junho, na Feira da Vinha e do Vinho, e tinha como objectivo recolher roupa ofertada pelos representantes do comércio tradicional da cidade, com a finalidade de apoiar as crianças do CADI, que participaram no desfile.

Aderiram a esta campanha a loja Sala Sete, de Pedro Silva; Anaditex, de Ilda Moreira e a Sapataria Algazarra, de Paula Fernandes.

O resultado da campanha foi entregue pela presidente da ACIB, Emília Abrantes, à responsável técnica do CADI, Sónia Valente, que ofereceu à associação um quadro pintado pelas crianças.

 

CADI participa pelo segundo ano no desfile da ACIB

Emília Abrantes agradeceu a participação do CADI, pelo segundo ano consecutivo, no desfile de moda organizado pela ACIB e ressalvou o trabalho notável desenvolvido por aquela instituição, demonstrando vontade para colaborações futuras ao nível da responsabilidade social.

Sónia Valente agradeceu também o facto de terem sido contactados novamente para participarem no desfile, referindo que estão sempre disponíveis para colaborar em actividades que englobem crianças.

 

CADI funciona desde 2004

O projecto CADI funciona na Santa Casa da Misericórdia de Anadia e existe desde Novembro de 2004. É dirigido a crianças e jovens residentes no concelho de Anadia. Desenvolve também actividades com familiares e comunidade em geral.

Promover a inclusão e o sucesso educativo (educação formal e não formal) e social de crianças e jovens é um dos objectivos do CADI.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:02

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

Protocolo assinado para a regeneração da cidade de Águeda

João Ferrão preside à cerimónia de assinatura

O secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, João Ferrão, deslocou-se a Águeda, no passado dia 8, para presidir à cerimónia de assinatura do protocolo das parcerias para a Regeneração Urbana do Programa “Mais Centro” - Programa Operacional Regional do Centro entre a Câmara Municipal de Águeda e a Comissão Directiva do referido programa.

Os projectos que foram aprovados e que se vão desenvolver são de diferentes vertentes, passando pela cultura, desporto e tecnologia. Segundo Gil Nadais, presidente da Câmara Municipal de Águeda, estas parcerias “podem ser a viragem da baixa e da imagem da cidade”. As obras “vão dar uma qualidade de vida muito superior à baixa e a todos aqueles que lá vivem, sem esquecer os que nos visitam”.

O líder da autarquia disse querer “uma cidade mais amiga das pessoas”. Gil Nadais explicou que este projecto “é integrado, porque concretiza uma visão de cidade para todos”, acrescentando: “Queremos que as pessoas tenham uma qualidade de vida melhor, onde possam trabalhar, aprender, divertir-se e usufruir de um espaço urbano com qualidade”, finalizou.

O presidente da Comissão Directiva do Programa “Mais Centro” explicou sucintamente em que consistiam os projectos, quais os apoios alcançados, entre outras questões de relevo. Alfredo Marques deu os parabéns ao presidente da Câmara Municipal e a todos os parceiros pela iniciativa, afirmando que agora só resta “pôr mãos à obra”.

 

Reconhecido mérito das candidaturas

O secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades saudou o “excelente trabalho feito pela Câmara e pelos parceiros, porque trabalharam em conjunto para apresentar esta candidatura que saiu vencedora”. Salientando o facto de terem estado em causa dezenas de candidaturas, e só seis é que ganharam, se assim foi “foram vencedoras pelo mérito”. João Ferrão sublinhou “o entusiasmo e a alegria pelo facto do presidente da Câmara, quando vai a Lisboa, defender os interesses do município, apresentar ideias, projectos, mostrar o seu dinamismo em função daquilo que são os interesses essenciais deste concelho”.  

O representante do Governo agradeceu referindo que “o melhor que pode acontecer a qualquer Governo é ver surgir, no terreno, os projectos que concretiza”. As parcerias nem sempre foram bem aceites, “chegando a haver vozes cépticas em relação à capacidade de, a nível local, se organizarem parcerias, para se apresentar um programa comum”, salientado que “mais uma vez a prática veio dar-nos razão”. “Águeda é um exemplo interessante, porque mostra em várias áreas, a nível local, regional e internacional, que é possível obter sucesso”.

João Ferrão frisou que, no caso de Águeda, ficou “agradado com os projectos, pois olham para a cidade com uma óptica inter-geracional”, onde reconheceu que “hoje os centros das cidades estão envelhecidos, mas as pessoas idosas têm os mesmos direitos que os jovens. Uma cidade saudável precisa de todos”.

Na sua intervenção, o secretário de Estado reconheceu que “este tipo de intervenções são complexas”, acrescentando que “trabalhar em parceria não é fácil”. No entanto, “temos de estar conscientes que na sociedade actual não podemos deixar de trabalhar em parceria, não podemos deixar de trabalhar em rede”.

 

Programa de Acção de Águeda: A Indústria e a Cidade ao Serviço da Inovação e do Empreendedorismo

O programa proposto pelo município de Águeda tem por objectivo intervir na zona central da cidade, onde se localizam os principais equipamentos e espaços públicos e, consequentemente, onde se regista a maior dinâmica sócio-económica. Trata-se de um área de excelência urbana constituída pelas zonas central e antiga da cidade e ainda pela frente ribeirinha. Este plano de acção envolve a Câmara Municipal e outros actores públicos e privados.

 

Projectos:

- Associação Comercial de Águeda (ACOAG) – Programa de Marketing para o tecido comercial do Centro, com um custo total elegível de €100.000,00, obteve como fundo €70.000,00;

- Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (Universidade de Aveiro) – Projecto Integrado da ESTGA, com custo elegível de €264.000,00, obteve como fundo €184.800,00;

- d’Orfeu - Associação Cultural – Incubadora Cultural de Águeda e MARCA, com um custo total de €1.350.000,00, que obteve como fundo €945.000,00;

- Orfeão de Águeda – Teatro de Bolso, com um custo total de €211.250,00, que obteve como fundo €147,875,00;

- Santa Casa da Misericórdia de Águeda – Espaço Sénior, com um custo total de €960.371,63, com um financiamento de €672,260,14;

- Fábrica da Igreja da Paróquia de Águeda – CEFAS, com custo total de €269.982,00, com financiamento €188.987,40;

- Ginásio Clube de Águeda (GICA) – Espaço Multifunções de Águeda, com um total de €1.750.000,00, com um financiamento de €1.225.000,00.

 

Intervenção da Câmara Municipal

A intervenção da autarquia passa pelos espaços públicos como: a requalificação do Largo 1º de Maio e Bares; Requalificação do Jardim Conde Sucena; Requalificação da Casa do Adro; Requalificação do Espaço Público do Centro da Cidade; Requalificação da Rua Fernando Caldeira, entre outros.

O valor máximo de FEDER afecto à realização dos projectos identificados no programa de acção aprovado foi de 5.505.31,45 euros, que corresponde a 70% do custo total elegível dos projectos. Os próprios promotores ficam responsáveis pela restante despesa necessária à execução integral dos projectos, que corresponde a 2.359.414.90 euros.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:15

link do post | comentar | favorito
Sábado, 30 de Maio de 2009

Concurso de Vestidos de Chita em Anadia

18ª Edição realiza-se no dia 6 de Junho

O Concurso de Vestidos de Chita vai voltar a animar a cidade de Anadia, decorrendo a sua 18º edição no próximo dia 6 de Junho (sábado), a partir das 21.30 horas, no Pavilhão Municipal dos Desportos de Anadia (Complexo Desportivo).

O certame, organizado pela Câmara Municipal de Anadia, conta este ano com a colaboração da Associação de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros e da comissão organizadora que habitualmente se associa a esta iniciativa.

De acordo com o figurino, o concurso contará com dois desfiles: um de crianças com idades compreendidas entre os seis e os 12 anos – categoria A, e outro para jovens de idade igual ou superior a 13 anos – categoria B.

Este ano participam no concurso 23 concorrentes (10 na categoria A e 13 na categoria B).

À semelhança da edição anterior, serão ainda entregues os prémios Fotogenia, da responsabilidade dos Órgãos de Comunicação Social presentes no certame e o prémio Costureira, da responsabilidade do Júri do concurso.

A animação estará a cargo da APPACDM de Avelãs de Caminho; do CADI, da Santa Casa da Misericórdia de Anadia e do Dance Fusion, do Clube de Ancas.

O espaço será ainda complementado com “O Cantinho da Criança”, e com uma mostra dos trabalhos realizados pelos utentes da Associação de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros.

 

publicado por quiosquedasletras às 08:47

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 29 de Março de 2009

Autárquicas 2009 na Mealhada

César Carvalheira apresenta presidente da Comissão de Honra da candidatura

A candidatura de César Carvalheira às eleições autárquicas de 2009 no concelho da Mealhada promoveu no dia 23 a apresentação do presidente da Comissão de Honra desta candidatura – Messias Pedro Soares Batista, presidente do Conselho de Administração das Caves Messias.

O presidente da Comissão de Honra desta candidatura é membro de uma das famílias mais tradicionais do concelho da Mealhada. Pela primeira vez decidiu ser uma personagem activa no apoio a uma candidatura à Câmara Municipal, porque considera que estão reunidas as condições e porque o candidato possui as qualidades necessárias para desempenhar o cargo para o qual pretende ser eleito, com a competência e a capacidade que se lhe reconhece.

Esta apresentação foi apadrinhada por Pedro Passos Coelho, que fez questão de dar o seu contributo e apoio a César Carvalheira, afirmando que, conhecendo o candidato há longos anos, vê nele o dinamismo e a capacidade para ser o candidato de todos os mealhadenses.

A referida apresentação foi precedida de um almoço com a presença de cerca de 25 militantes apoiantes da candidatura. Entre eles destacadas figuras do PSD concelhio, como Emídio Santos, ex-presidente da Câmara Municipal da Mealhada; José Felgueiras, presidente da Junta de Freguesia da Mealhada; João Peres, Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Mealhada e Manuel Jacinto, presidente da Mesa do Plenário de Militantes do PSD Mealhada.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:15

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Terceira idade em festa nos Três Pinheiros

Cerca de 400 idosos celebram o Carnaval na discoteca

O Best Western Quinta dos Três Pinheiros, na Mealhada, acolheu gratuitamente, na tarde do dia 18, algumas iniciativas que tinham como grande objectivo fazer respirar o ar carnavalesco entre diferentes instituições.

O Baile de Carnaval Inter-Institucional foi uma delas, contando com a presença de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Misericórdias do distrito de Aveiro, sendo em maior número as do concelho de Anadia.

Foram cerca de 400 utentes, oriundos das seguintes instituições: APPACDM de Anadia, Associação Social de Avelãs de Caminho, Centro Social de Aguim, Avelãs de Cima, Paredes do Bairro, Poutena, Casa do Povo de Amoreira da Gândara, Clube de Ancas, Centro Social de Mogofores, Vila Nova de Monsarros, Centro Paroquial de Esgueira (Aveiro), Paraíso Social de Aguada de Baixo (Águeda), Santa Casa da Misericórdia da Mealhada, Anadia, Sangalhos, Aveiro e Lar de Antes.

Nesta tarde, onde se viveu uma verdadeira festa de Carnaval, esteve também presente o director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro, Celestino de Almeida, afirmando o gosto que sentia em apoiar a iniciativa, “de louvar, pelos objectivos cumpridos que sustenta”.

Foi solicitada pela organização do evento a presença da “Escola de Samba Juventude de Paquetá”, da Mealhada, para a abertura do baile na discoteca principal dos Três Pinheiros. Segundo Fátima Silva, presidente da escola, foi e é com muito gosto que participam neste tipo de iniciativas.

De acordo com a organização do evento, o motor da iniciativa é o convívio entre as instituições e, nesta tarde foi possível sentir essa união e alegria de relembrar os bons momentos.

Pelo êxito que este tipo de iniciativas tem demonstrado anualmente, esta unidade hoteleira tem continuado a apoiá-las gratuitamente, com muito entusiasmo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:52

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

Misericórdia de Oliveira do Bairro vai ter Creche nova

Obras concluídas em nove meses

A Santa Casa da Misericórdia do Concelho de Oliveira do Bairro lançou a primeira pedra da nova Creche no dia 13, no âmbito do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais II (PARES II). Ao que tudo indica, o edifício vai arrancar já em Março e deve estar concluído até ao final do ano.

O custo total da obra vai ser de 373.679,11 euros, recebendo um financiamento público de 97.216,00 euros, formalizado por Celestino de Almeida, director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro, momentos antes do lançamento da primeira pedra, durante a sessão solene. Procedeu-se ainda à assinatura do contrato de empreitada com a empresa a quem a obra foi adjudicada.

Refira-se que a valência de Creche já funciona na Misericórdia de Oliveira do Bairro, sendo 55 crianças a frequentá-la neste momento. O novo edifício vai apresentar a capacidade para mais 33 crianças.

A sessão solene serviu também para assinar o contrato de comparticipação financeira com o Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro no âmbito da Medida de Apoio à Segurança de Equipamentos Sociais (MASES), a que a Misericórdia de Oliveira do Bairro se candidatou, tendo o projecto sido alvo de comparticipação financeira, no valor de 86.467,00 euros, sendo o custo total das obras no valor de 225.980,00 euros.

Este investimento vai ser utilizado nas obras de beneficiação e aquisição de equipamento para a cozinha e refeitório e para melhorar a segurança das instalações.

“Precisamos de melhorar e requalificar. A nova Creche vai surgir para dar resposta às necessidades do meio”, disse José Carlos Soares, provedor da Misericórdia de Oliveira do Bairro, apelando para que os apoios não cheguem apenas da Segurança Social e da Câmara Municipal: “Temos outras ambições e outras obras. Mas não são só estas duas entidades que devem ajudar”.

José Soares falava então da Unidade de Cuidados Continuados, para construir e da candidatura à nova medida, com vista a requalificar o lar de idosos mais velho, “para poder dar mais condições aos utentes”.

O provedor lembrou o convite feito ao comendador Almeida Roque para estar presente na cerimónia. Mesmo não estando, “deu o fermento”, deixando uma oferta no valor de 5 mil euros.

A Celestino de Almeida coube uma “palavra de elogio ao plano de actividades descrito pelo provedor”, lembrando que Aveiro é o melhor distrito de todo o país no PARES, tendo aprovadas 90 obras, estando a “ultrapassar as 170 obras de respostas sociais no distrito neste mandato”.

Por seu turno, Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal, referiu-se ao “apoiozinho” da Segurança Social, “porque de 80 mil para 200 mil euros vai diferença”, apelando para Celestino de Almeida “reforçar a ajuda” na instituição.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:25

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Recortes de jornais desde...

“Recortes de História” in...

Espírito de Natal chegou ...

Santa Casa da Misericórdi...

ACIB entrega roupa ao CAD...

Protocolo assinado para a...

Concurso de Vestidos de C...

Autárquicas 2009 na Mealh...

Terceira idade em festa n...

Misericórdia de Oliveira ...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds