Sábado, 23 de Janeiro de 2010

Workshop de Máscaras Venezianas em Águeda

Biblioteca Municipal Manuel Alegre recebe actividade

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre vai realizar, dias 30 de Janeiro e 6 de Fevereiro, das 15 às 18 horas, um workshop de Máscaras Venezianas.

Com a aproximação do Carnaval, a Biblioteca Municipal vai dar a oportunidade de criar um bonito acessório para adornar a fantasia carnavalesca. O workshop, dividido em duas sessões, pretende despertar os participantes para o prazer de explorar os seus potenciais criativos, dando, simultaneamente, largas à imaginação.  

A actividade dará a oportunidade de expressar a criatividade na decoração de máscaras típicas do Carnaval de Veneza, sendo que cada participante pode levar os trabalhos criados. O workshop de Máscaras Venezianas destina-se a jovens, com idade igual ou superior a 15 anos e a todos os adultos interessados.

A inscrição tem um custo de 10 euros e deve ser feita até hoje, dia 23 de Janeiro.

Para mais informações sobre a iniciativa e efectuar inscrição basta dirigir-se à Biblioteca Municipal Manuel Alegre, telefonar para o 234 624 688, contactar através do endereço biblioteca@cm-agueda.pt, ou consultar o sítio-electrónico http://biblioteca.cm-agueda.pt.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Inaugurada a exposição “O Poder da Paz” em Águeda

Na Biblioteca Municipal Manuel Alegre até 31 de Janeiro

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, em Águeda, tem patente ao público, desde o dia 6 até 31 de Janeiro uma exposição intitulada “O Poder da Paz”.

A vereadora da Cultura, Elsa Corga, esteve presente na inauguração da mostra, realizada a 6 de Janeiro, momento que contou com um representante do Instituto Duarte Lemos (IDL) e outro do Lions Clube de Águeda, assim como vários professores e alunos responsáveis pelo projecto.

Na ocasião, Elsa Corga referiu que “’O Poder da Paz’ é um bom tema para iniciarmos o ano, sendo este um desejo comum a todos: Paz!”. A vereadora aproveitou também para “agradecer a escolha da Biblioteca Municipal Manuel Alegre para apresentar este belo trabalho”, acrescentando ainda que “este local está sempre aberto a todos, principalmente às escolas e a este tipo de trabalhos”. O momento foi ainda abrilhantado pela actuação do Grupo Coral do IDL.

Os trabalhos expostos são da autoria de alunos do IDL, sendo a mostra uma organização conjunta entre a escola e o Lions Clube de Águeda.

A exposição pode ser visitada até 31 de Janeiro, de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas (sem interrupção de almoço) e aos sábados, das 10 às 12.30 horas, na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:51

link do post | comentar | favorito
Domingo, 29 de Novembro de 2009

Biblioteca Municipal de Águeda com Exposição Científica

Mostra é dedicada ao Dia Mundial da Ciência

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, em Águeda, tem patente ao público, desde 24 de Novembro e até 12 de Dezembro, uma Exposição Científica dedicada ao Dia Mundial da Ciência.

Microscópios, fósseis, corpo humano em tamanho real para desmontar e ver onde fica cada órgão, corações de plástico para perceber como funcionam, tubos de ensaio, e, claro, livros de ciência. São estes materiais e muitos mais que podem ser encontrados na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.

O espólio científico presente na exposição foi cedido pelas escolas Secundária Marques de Castilho e Secundária Adolfo Portela, no âmbito da Rede de Bibliotecas Escolares.

A Câmara Municipal de Águeda agradece às duas escolas, pelo empréstimo desta enriquecedora colecção e pela partilha com todos os munícipes.

A exposição pode ser visitada até 12 de Dezembro, de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas (sem interrupção de almoço) e aos sábados, das 10 às 12.30 horas, na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:09

link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Outubro de 2009

Biblioteca Municipal de Águeda recebe “Biblioteca Jurídica Dr. Fernando de Oliveira”

Espólio é constituído por cerca de 3800 tomos

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre possui, desde o passado dia 19 de Setembro, o espólio bibliográfico e arquivístico do advogado aguedense Fernando de Oliveira.

A doação foi formalizada através da assinatura do protocolo entre os herdeiros de Fernando de Oliveira - Luís Moura de Oliveira e Maria Margarida Moura de Oliveira Themudo Barata - e o presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais. A ocasião contou também com a presença da vereadora da Cultura, Elsa Corga.

Os dois herdeiros do advogado doaram o seu espólio bibliográfico e arquivístico à Câmara Municipal de Águeda, para a formação de uma biblioteca jurídica.

Segundo Luís Moura de Oliveira, o fundo documental desta biblioteca jurídica “é o espelho de uma actividade profissional de mais de 50 anos”, sendo que “este espólio acompanha o desenvolvimento das ciências ligadas à advocacia, que ele fazia questão em manter actualizada”.

O espólio é constituído por cerca de 3800 tomos, acrescidos de ficheiros temáticos de advocacia e dossiers, número que inclui livros e revistas, apontamentos, dossiers e notas de interesse jurídico, escritas e/ou organizadas por Fernando de Oliveira. No total são cerca de 85 metros lineares de estante. O espólio não contém processos de clientes relacionados com a actividade de advogado do falecido.

A Câmara Municipal designou um espaço de acesso público no Piso 2 (Secção dos Adultos) da Biblioteca Municipal Manuel Alegre como “Biblioteca Jurídica Dr. Fernando de Oliveira”, onde estarão incorporadas e ficarão disponíveis todas as obras, segundo os bons critérios e práticas da actividade de biblioteconomia, ao público jurídico.

Para a Câmara Municipal de Águeda é uma honra receber um fundo especializado em Ciências Jurídicas e, desta forma, contribuir com a criação de espaços capazes de informar e dar formação aos munícipes.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:28

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Setembro de 2009

“Astronomia na Biblioteca” assinala Ano Internacional da Astronomia em Águeda

Biblioteca Municipal Manuel Alegre realiza iniciativa dia 25 de Setembro

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, em Águeda, vai assinalar, no dia 25 de Setembro, sexta-feira, o Ano Internacional da Astronomia com uma iniciativa intitulada “Astronomia na Biblioteca”, a qual inclui uma palestra e uma sessão de observação através de um telescópio.

A palestra realiza-se no auditório da Biblioteca Municipal Manuel Alegre, pelas 21.30 horas, seguindo-se a observação ao telescópio no Largo 1º de Maio, onde se poderá ver a Lua e outros astros, assim como aprender com as explicações do astrónomo.

A iniciativa, dinamizada pelo astrónomo José Matos, da Universidade de Aveiro, é gratuita e aberta ao público em geral.

O Ano Internacional da Astronomia 2009 é um ano de celebração da astronomia, onde se comemoram os quatro séculos desde as primeiras observações astronómicas feitas com um telescópio por Galileu Galilei e da publicação de “Astronomia Nova”, livro escrito por Johannes Kepler, no século XVII.

A Câmara Municipal de Águeda associa-se a estas comemorações para dar aos aguedenses a oportunidade de adquirirem um conhecimento mais profundo da astronomia e perceberem qual o seu papel no enriquecimento da pessoa.

Uma agradável proposta que atrai sempre a curiosidade e o interesse de todos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:30

link do post | comentar | favorito
Domingo, 30 de Agosto de 2009

Biblioteca Municipal Manuel Alegre abre ao público no dia 1 de Setembro

Edifício está instalado junto ao Fórum Municipal da Juventude em Águeda

A nova Biblioteca Municipal de Águeda, que recebeu o nome de Biblioteca Municipal Manuel Alegre, abre portas no dia 1 de Setembro, terça-feira, num moderno edifício instalado junto ao Fórum Municipal da Juventude (que funcionará interligado com a Biblioteca).

Dividida em quatro andares amplos, com uma área bruta de construção de 2496 metros quadrados, mobiliário moderno e funcional, recantos acolhedores, uma vasta área dedicada à infância e juventude, aos adultos e aos utilizadores em geral, em harmonia com as novas tecnologias de informação, estas são algumas das características que transformam a nova Biblioteca Municipal num espaço jovem e diferente das bibliotecas tradicionais.

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre pretende ser um lugar ideal para o encontro e a descoberta, onde será oferecida matéria de sonho, encantamento e investigação, excelência e modernidade, numa dinâmica de oferta global de serviços de valor informativo, educativo, cultural e social acrescentado, enquadrando-se numa política já existente no concelho, nomeadamente no âmbito da dinâmica autárquica.

 

Ninguém foi esquecido no novo edifício

Assim, o novo edifício dispõe de uma área pensada para os mais novos com a secção infantil, a sala do conto, o espaço infantil, mas também para os jovens com as zonas de leitura juvenil ou a secção audiovisual. A nova biblioteca oferece ainda uma secção destinada aos adultos com a secção multimédia, a secção vídeo-aúdio, a secção de periódicos, as zonas de leitura e a área de auto-formação de adultos. Na Biblioteca Manuel Alegre podem igualmente encontrar-se os espaços internet, a sessão multimédia, a sala de trabalhos de grupo, o posto de consulta bibliográfica, a sala polivalente, entre muitas outras zonas funcionais destinadas a todos os utilizadores.

As tecnologias de informação assumem-se neste projecto como um estímulo e como instrumentos essenciais ao serviço da missão e objectivos da Biblioteca Municipal de Águeda.

O projecto teve como principal objectivo assegurar a máxima sustentabilidade dos serviços da Biblioteca Municipal Manuel Alegre, com a instalação de infra-estruturas de rede e sistemas informáticos, assim como a construção de uma rede de bibliotecas no concelho, previstas nos projectos camarários. Na sua elaboração, a autarquia procurou garantir uma total integração no projecto informático global existente na Câmara Municipal, quer ao nível lógico, quer ao nível físico.

Enquanto espaço público, a Biblioteca pretende oferecer serviços que respondam às reais necessidades dos cidadãos que a procuram, desde o direito básico à informação e ao conhecimento, passando pela alfabetização informacional e tecnológica à educação ao longo da vida, constituindo-se, simultaneamente, como um espaço de debate e inquietação cultural, dando uma particular ênfase à sua função de espaço propício à inclusão de todos os cidadãos, à sua plena integração social, bem como privilegiar a sua relação institucional com os demais parceiros sociais.

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, cujo projecto é da autoria do arquitecto Alcino Soutinho, abre ao público dia 1 de Setembro, com o horário das 10 às 19 horas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:55

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Concerto de tributo ao escritor Manuel Alegre

“Alma – Cantata Profana” promete encher Cine-Teatro São Pedro em Águeda

Manuel Alegre é um filho de Águeda, que imortalizou a terra que o viu nascer no livro “Alma”. Tendo esta obra como pano de fundo, a Câmara Municipal e a Banda Marcial de Fermentelos vão realizar um concerto de tributo intitulado “Alma - Cantata Profana”, da autoria de Luís Cardoso e inspirado na obra “Alma”, de Manuel Alegre, relato íntimo da Águeda da sua infância.

O espectáculo está agendado para os dias 22 e 23 de Novembro, no Cine-Teatro São Pedro. No primeiro dia, que vai contar com a presença do escritor, a autarquia procede, às 21 horas, à entrega do Prémio Manuel Alegre, seguindo-se o concerto. De recordar que o Prémio Manuel Alegre surgiu com o objectivo de homenagear a obra deste escritor aguedense, para além de promover a escrita em língua portuguesa e o aparecimento de novos autores.

No segundo dia, o espectáculo “Alma - Cantata Profana” volta a subir ao palco, pelas 16 horas, com a promessa de voltar a encantar e a prender a atenção de todos.

O concerto conta com a participação da Banda Marcial de Fermentelos, sob a direcção do maestro Carlos Marques. A “mezzo-soprano” Margarida Reis, também natural do concelho de Águeda, vai encher a sala com a sua voz.

De destacar que esta é uma produção que conta com a participação em palco, ao lado da Banda Marcial de Fermentelos e de Margarida Reis, de todos os grupos corais do concelho de Águeda: Associação Coral Polifónico “Cantate Jubilo”; Coro Misto da Cruz Vermelha Portuguesa de Águeda; Coro Misto do Orfeão de Águeda; Grupo Coral “O Espranjar” da Associação Cultural e Recreativa Banda Nova de Fermentelos; Orfeão de Barrô; Orfeão da ARCEL; Orfeão da Associação Cultural de Recardães e o Orfeão do Paraíso Social. São 450 pessoas em palco.

A expectativa criada pelo espectáculo já se faz sentir, até porque nunca se tinham juntado em palco todos os grupos corais do concelho. A grandeza do espectáculo, se já estava assegurada pelo esmero do trabalho em torno da obra de Manuel Alegre, certamente não deixará goradas as mais elevadas esperanças num concerto de qualidade e a recordar.

A autarquia convida todos os aguedenses, bem como todos os que admiram este autor, a assistirem a este espectáculo de tributo ao maior vulto da literatura portuguesa que Águeda viu nascer.

 

IMPORTANTE: Os espectáculos são gratuitos. Todavia os interessados(as) devem levantar o convite na Biblioteca Municipal, entre as 9 e as 19 horas, sem interrupções.

 

Manuel Alegre

A sua obra representa um património da mais elevada importância para a cultura e que orgulha todos os aguedenses. Esta relevância não se manifesta apenas por Manuel Alegre ser natural do concelho, mas também porque Águeda sempre foi uma inspiração para as obras do autor.

O poeta que se intitula como um homem de paixões. E que, curiosamente, não acredita na literatura, mas sim na poesia. Segundo o autor, a poesia é “como ritmo, como música interior, canto e encanto, exorcismo, uma forma de relação mágica com um mundo”. Manuel Alegre vê a poesia como uma experiência mágica, como algo que está aquém e além da literatura. O homem que reconhece o seu desinteresse, principalmente, pelos bens materiais, mas que se prende às suas armas (canetas, livros, discos), aos espaços, a certas cidades, aos lugares (como ao Largo do Botaréu) ou à casa que o viu nascer, em Águeda.


Acerca do livro “Alma” de Manuel Alegre

As memórias de infância. Os cheiros, as vozes, as emoções de um tempo em que o tempo não tem fim e o significado está presente nas mais pequenas coisas. Todas elas ficam sempre, como marcas na alma, princípios que norteiam a vida. A nostalgia dos lugares mágicos da infância. De “Alma”, vila encantada onde convive tradição e subversão, melancolia e audácia, crendices, ideologia e futebol... Pela voz audaciosa de quem não receia dar-se a conhecer, chegam-nos ecos de um Portugal dividido entre a República e a Monarquia, um país que era, à época, o mundo de uma criança expectante e atenta. De “Alma”, de Águeda partiu toda a sua vida.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:14

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

Uma iniciativa da Câmara Municipal de Águeda

1ª Edição do Prémio Manuel Alegre já conhece resultados

Depois de apreciados os trabalhos a concurso, o júri decidiu, por unanimidade, atribuir o prémio pecuniário de 5 mil euros ao trabalho intitulado “Lábio cortado”, de João Vieira Freire (pseudónimo) e uma Menção Honrosa ao trabalho “Assombrosamente os bichos atravessam as trevas”, de Polínia (pseudónimo).

Depois de abertos os respectivos envelopes, foram conhecidos o nome do premiado e do autor a quem foi atribuída a Menção Honrosa, respectivamente Rui Miguel Leal de Almeida e Maria Dulce Guerreiro.

Recorde-se que estiveram a concurso mais de 130 trabalhos, que concorriam a um prémio pecuniário de 5 mil euros. O prémio, bem como a Menção Honrosa, serão entregues no espectáculo de tributo a Manuel Alegre, a realizar no próximo dia 22 de Novembro, às 21 horas, no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda.

Desde o seu lançamento que o Prémio Manuel Alegre foi um caso notável de aceitação, originando uma enorme adesão e entusiasmo entre os talentos emergentes da escrita em língua portuguesa, mantendo, assim, vivo o espírito que esteve na génese desta iniciativa da autarquia de Águeda: revelar os escritores do futuro e promover a escrita em língua portuguesa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:46

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Abril de 2008

1ª Edição do Prémio Manuel Alegre

Incentivar e promover a escrita são os principais objectivos

A Câmara Municipal de Águeda apresentou, em conferência de imprensa, no dia 2 de Abril, a 1ª Edição do Prémio Manuel Alegre.

A apresentação do Prémio Manuel Alegre pretende incentivar e promover a escrita, criando oportunidades para o aparecimento de novos autores. Este prémio terá a frequência bienal e destina-se a pessoas que não tenham ainda nenhum livro publicado.

Estiveram presentes na conferência de imprensa o presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais e a vereadora dos pelouros da Educação e da Cultura, Elsa Corga. Em colóquio com os jornalistas presentes na sessão, o autarca referiu que este "é um prémio que terá elevada adesão e participação, por parte do público, pois apresenta bons incentivos, como um júri, composto por personalidades de Águeda, de reconhecida qualidade e competência, e um prémio pecuniário de 5000 euros".

A vereadora da Educação e da Cultura referiu que "nesta primeira edição, o Prémio Manuel Alegre privilegiará a poesia, sendo que em outras edições o género literário poderá mudar". Sublinhou a importância da institucionalização deste prémio por parte da autarquia, afirmando que o mesmo "promoverá e incentivará a escrita".

 

Textos inéditos e entregues até 30 de Junho

Os textos terão de ser obrigatoriamente inéditos, de produção individual e entregues até 30 de Junho para a seguinte morada: Prémio Manuel Alegre, Câmara Municipal de Águeda, Praça do Município, 3750-500 Águeda. A divulgação dos resultados será em todo o mês de Setembro de 2008, em data a anunciar.

O júri será constituído pelos seguintes elementos: Gil Nadais – presidente da Câmara Municipal de Águeda; Paulo Sucena – escritor e investigador da obra literária de Manuel Alegre; Graça Rio-Torto – professora na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; Lídia Jorge – escritora; Daniel Marques Ferreira – escritor aguedense com obra publicada e professor; Clara Rocha – professora na Universidade Nova de Lisboa; Nuno Júdice – poeta e ensaísta.

 

Para mais esclarecimentos e/ou informações, deverá contactar a:

Biblioteca Municipal de Águeda

Largo António Homem de Mello

3750-107 Águeda

Telefone: 234 624 688

Correio Electrónico: biblioteca@cm-agueda.pt

publicado por quiosquedasletras às 10:34

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Workshop de Máscaras Vene...

Inaugurada a exposição “...

Biblioteca Municipal de Á...

Biblioteca Municipal de Á...

“Astronomia na Biblioteca...

Biblioteca Municipal Manu...

Concerto de tributo ao es...

Uma iniciativa da Câmara ...

1ª Edição do Prémio Manue...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds