Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Câmara Municipal de Oliveira do Bairro

Associações recebem chaves de novas instalações

No passado dia 15 de Janeiro, na sala de reuniões da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, teve lugar a cerimónia de entrega das chaves e assinatura de protocolo para a cedência de escolas já desactivadas e instalações das estações dos caminhos-de-ferro de Oiã e Oliveira do Bairro. Estas foram entregues a associações que ainda não tinham sede própria ou que se debatiam com problemas de espaço nas sedes anteriores (cedidas temporariamente a algumas).

No início da cerimónia, o presidente da Câmara Municipal, Mário João Oliveira, referiu que desde que este Executivo tomou posse levou a cabo diligências junto da Refer para a cedência de instalações. Assim, este foi o momento que reuniu todas as condições para protocolar com as associações esses espaços.

O presidente salientou, também, que apesar de o Executivo estar a levar a cabo a construção de oito novos pólos escolares, as actuais escolas primárias foram alvo de beneficiação profunda a fim de terem qualidade para o ensino (no presente) e serem sede de associações no futuro.

Assim, e de forma a proporcionar melhores condições organizacionais às associações do concelho, foram entregues os seguintes espaços: o edifício da estação de Oiã ao Clube Natura TT; o armazém ao lado da estação de Oiã ao Centro Recreativo e Cultural Nova Vaga; o pré-fabricado da escola de Oiã ao Grupo Coral de Oiã, tendo o protocolo sido estabelecido com o Centro Social de Oiã; o edifício da escola da Pedreira à Associação Cultural e Recreativa da Pedreira (ACUREP); uma sala da escola de Malhapão à Juventude de Malhapão, tendo o protocolo sido assinado com a Associação dos Amigos de Malhapão (ADAMA); o pré-fabricado da escola de Malhapão à ADAMA; o edifício da estação de Oliveira do Bairro ao Acorde Verde, ANOB e Núcleo da Liga dos Combatentes de Oliveira do Bairro; uma sala no Mercado Municipal à Associação Equestre da Bairrada e a escola primária da Serena ao Clube Ornitófilo da Beira Litoral, que tem sede no concelho de Oliveira do Bairro.

Após a assinatura dos protocolos e da entrega das chaves, o presidente da Câmara Municipal renovou o agradecimento pela presença e pelo trabalho em prol da comunidade.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:01

link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Janeiro de 2009

“Natal é… Amigo do Ambiente!”

Iniciativa realiza-se pelo terceiro ano consecutivo em Oliveira do Bairro

O “Natal é… Amigo do Ambiente!” é uma iniciativa da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, implementada pelo terceiro ano consecutivo. Este é um “concurso” que convida as escolas e jardins-de-infância do concelho a enfeitar o município com motivos alusivos ao Natal, e foi avaliado no dia 18 de Dezembro. A ideia é que as crianças aprendam, desde cedo, a reaproveitar os materiais ou objectos já existentes, dando-lhes outra utilização. Assim, este desafio passa pela criatividade para conceber objectos decorativos.

Nesta iniciativa participaram 726 crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico das escolas de Oliveira do Bairro, Cercal, Bustos, Quinta Nova, Vila Verde, Mamarrosa, Passadouro, Troviscal, Albergue, Oiã, Silveiro e Perrães; e 222 crianças dos jardins-de-infância de Oliveira do Bairro, Cercal, Vila Verde, Bustos, Mamarrosa, Troviscal, Oiã, Perrães e Malhapão. Esta iniciativa foi feita em colaboração com os professores, auxiliares educativos e as associações de pais.

A beleza é indiscutível. A originalidade surpreendeu, pelo que foi difícil a decisão das escolas vencedoras, que este ano superaram as expectativas nas suas decorações.

A escolha dos vencedores revelou-se uma árdua tarefa para o júri, que resolveu premiar a escola do Cercal com o primeiro prémio, a escola de Oiã e a escola da Quinta Nova com o segundo prémio, em ex-equo, e as escolas de Perrães e Albergue com o terceiro lugar, também em ex-equo.

A escola da Mamarrosa recebeu uma merecedora menção honrosa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Bairrada aposta em novas plantações de kiwi

Kiwicoop realiza acções de divulgação hoje e amanhã

A kiwicultura na Bairrada é, hoje, pode dizer-se, uma actividade de êxito que veio moralizar o sector agrícola desta região tão desmoralizado e descrente. É nesse sentido que a Kiwicoop vai realizar, durante o mês de Setembro, duas acções de divulgação. Uma será hoje, dia 19, pelas 19 horas, na sede da Kiwicoop, em Malhapão, Oliveira do Bairro. A outra vai decorrer amanhã, dia 20, às 21 horas, no Salão da Filarmónica Pampilhosense, na Pampilhosa, Mealhada.

Quando já ninguém acredita que a agricultura ainda é uma actividade com interesse, eis que, a AGENDA 21 (parceria entre a Universidade de Aveiro e a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, que visa identificar os sectores de actividade com interesse no desenvolvimento estratégico do concelho) identificou a kiwicultura como um dos sub-sectores com interesse estratégico no desenvolvimento do concelho de Oliveira do Bairro.

De facto, a kiwicultura tem sido importante na valorização do espaço rural, contribuiu para aumentar o rendimento das famílias, como actividade rentável que é, foi uma boa alternativa a outras culturas e fez acreditar muita gente que ainda vale a pena trabalhar a terra, deu confiança e deu segurança.

 

Novas plantações

Segundo os dados estatísticos mais recentes, o consumo mundial de kiwi tem vindo a aumentar substancialmente, prevendo-se que até ao ano de 2013 o consumo cresça cerca de 50%.

Este crescimento deve-se, sobretudo, às novas tendências na alimentação, em que se aconselha o consumo diário de três a cinco porções de fruta.

O kiwi, considerado um dos dez melhores alimentos do mundo, pela sua riqueza nutricional e benefícios para a saúde, começa a ganhar novos apreciadores. Daí pensar-se que o mercado está longe de ficar saturado, havendo condições para se apostar em novas plantações.

Aproveitar as excelentes condições naturais que Portugal e, em especial, a região da Bairrada têm para a produção do kiwi e beneficiar das ajudas disponibilizadas nesta fileira para a plantação de novos pomares, levou a Kiwicoop a promover um projecto de fileira que deverá ficar concluído antes do final do ano.

Recorde-se que no ano de 2001 a Kiwicoop levou a cabo um projecto que previa a plantação de 100 hectares de novos pomares de kiwi, objectivo que foi ultrapassado com a plantação de 130 hectares pertencentes a mais de 100 novos produtores.

Assim, convidam-se todos os interessados a participar nestas acções de divulgação, para melhor poderem decidir sobre uma eventual candidatura à plantação de novos pomares.

 

Dados de uma plantação (1 hectare)

- Custos de instalação: entre 15 e 25 mil euros;

- Produção em ano cruzeiro: entre 15 e 30 toneladas;

- Custos anuais de manutenção: entre 2.500 e 4.000 euros;

- Principais actividades no pomar: poda de Inverno, poda verde, rega, fertilização, controlo de infestantes e colheita;

- Tratamentos fitossanitários: não necessita de qualquer aplicação.

 

Novas plantações

- Área mínima para novos produtores: 1 hectare (para novos produtores);

- Área mínima para kiwicultores já instalados: sem limite de área;

- Apoios ao investimento: entre 30% e 50% dos investimentos efectuados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:02

link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Agosto de 2008

Juventude de Malhapão (Oliveira do Bairro)

Onda laranja pelas ruas

No passado dia 27 de Julho, o 3º Passeio de Cicloturismo de Malhapão conseguiu lançar uma onda laranja, de cerca de 200 pessoas, para pedalar e encher de cor as ruas por onde passaram.

Depois da volta pelas freguesias de Oiã, Palhaça, Bustos e Troviscal - todas do concelho de Oliveira do Bairro -, os valentes ciclistas juntaram-se a mais de 100 pessoas que se encontravam à espera no Parque das Cales para o almoço convívio e para uma tarde onde imperou a boa disposição entre todos os presentes.

A todas as pessoas que estiveram no local e contribuíram para que se continuasse a manter este evento em grande, o nosso obrigado pela ajuda e presença.

Sem todas as pessoas que se inscreveram e sem as que estão sempre prontas a ajudar, o evento jamais ultrapassaria as 300 pessoas inscritas, bem com todas as condições para que as pessoas se sintam bem e alinhem sempre nesta actividade.

A todos fica um grande muito obrigado dos elementos da Juventude de Malhapão.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:30

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Câmara Municipal de Olive...

“Natal é… Amigo do Ambien...

Bairrada aposta em novas ...

Juventude de Malhapão (Ol...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds