Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

Água da rede pública de Anadia própria para consumo humano

Análises atestam “boa qualidade da água”, diz Litério Marques

A água da rede pública de abastecimento de água de Anadia encontra-se própria para consumo humano. A informação pode ler-se no comunicado à Imprensa enviado pela Câmara Municipal de Anadia, em conjunto com a Delegação de Saúde de Anadia, na última quinta-feira, dia 3 de Dezembro. Desta forma ficam dissipadas todas as dúvidas sobre a causa/origem do surto de gastroenterite que recentemente afectou a população do concelho.

O comunicado explica que na sequência do surto virusal ocorrido em meados do mês de Novembro e que originou um primeiro comunicado à população, emitido no dia 19 desse mês, a Câmara Municipal e a Delegação de Saúde de Anadia decidiram reforçar as análises que são efectuadas à rede pública de abastecimento de água.

 

Primeiros resultados da água já cumpriam valores

“Das análises extras que foram realizadas pelo laboratório acreditado e que efectua as análises com a periodicidade recomendada e os parâmetros que a Lei determina, concluiu-se que todos os resultados cumprem os valores paramétricos segundo o DL 306/2007”, conforme se lê no comunicado com data de 3 de Dezembro.

Posto isto, outras colheitas foram também realizadas e analisadas pelo Instituto Nacional de Sáude Dr. Ricardo Jorge, através do Departamento de Saúde Ambiental, e os relatórios de ensaio enviados de análise química e micro bacteriológica à água de consumo humano “apresentam resultados que cumprem igualmente os valores paramétricos do DL 306/2007”, lê-se no mesmo comunicado.

Recorde-se que mais de uma centena de crianças de vários estabelecimentos de ensino do concelho de Anadia, assim como adultos, foram atingidos, entre os dias 19 e 20 de Novembro, por um surto de gastroenterite, que levou a uma afluência fora do normal da Consulta Aberta do Centro de Saúde de Anadia. Os sintomas de vómitos e diarreias foram comuns, chegando a desconfiar-se que a água da rede pública poderia estar na origem deste problema.

No entanto, todas as dúvidas ficam agora desfeitas. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, recusou desde o início qualquer ligação entre a água da rede pública e o surto, alegando já que as últimas análises realizadas a 17 de Novembro atestavam a “boa qualidade da água”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Desenvolvimento económico em Águeda

Lighting Living Lab elege Órgãos Sociais e debate iniciativas

No passado dia 9 de Julho decorreu na Câmara Municipal de Águeda a primeira Assembleia Geral do Lighting Living Lab (LLL), associação sem fins lucrativos criada a 4 de Maio de 2009, que reúne a Câmara Municipal de Águeda, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, a Universidade de Aveiro e oito empresas da área da iluminação.

O Lighting Living Lab pretende promover e apoiar a co-criação de novas tecnologias e aplicações no domínio da iluminação, sustentadas na participação activa do utilizador final, enquanto base para alcançar uma maior eficiência energética e impulsionar uma mudança de paradigma, em que a iluminação deixe de ser vista apenas como uma utilidade, para ser considerada como fundamental na definição de ambientes, personalização de espaços e melhoria de conforto.

A primeira Assembleia Geral do LLL elegeu a Direcção, o Conselho Fiscal e a Mesa da Assembleia para o primeiro mandato de três anos. A Direcção tem como presidente Estima de Oliveira, director da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, e como vogais José Sucena, da Climar, SA; José Mota, da Lightenjin; Albano Fernandes, da Artinox, SA e Carlos Alves da Globaltronic, Lda.

O Conselho Fiscal é presidido por Fernando Silva, da Indelague, SA e tem como vogais Rosa Maria, da Exporlux, SA e a vereadora Elsa Corga, da Câmara Municipal de Águeda.

A Mesa da Assembleia tem como presidente Gil Nadais, presidente da Câmara Municipal de Águeda e como vogais Paula Cardoso, da Revigrés, Lda e Carlos Oliveira, da Soltráfego, SA.

A primeira Assembleia Geral debateu ainda questões relativas ao funcionamento do Lighting Living Lab e, na sua sequência, decorreu a primeira reunião da Direcção, onde foram discutidas iniciativas e projectos a apresentar e a desenvolver pela Comissão Instaladora.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:03

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

Escola vai estar a funcionar no ano lectivo de 2011/2012

Nova Secundária de Anadia vai ser construída junto ao Complexo Desportivo

“Vamos ter uma escola nova. Esta semana fechámos nova localização”. Quem o disse foi Luís Santos, presidente do Conselho Executivo da Escola Secundária de Anadia (ESA), durante a visita de Graça Carvalho, candidata no 3º lugar da lista do PSD ao Parlamento Europeu, ao edifício, no dia 29 de Maio.

“Durante o mês de Junho serão feitas todas as diligências entre a Parque Escolar e a ESA, para encontrarmos a planta final do edifício, que vai nascer na zona do Complexo Desportivo de Anadia”, afirmou Luís Santos.

O presidente do Conselho Executivo disse que definida a planta será dada a volumetria “para enquadrarmos os espaços. Entre Julho e Agosto será trabalhada a parte da arquitectura. Em Setembro a obra será lançada a concurso para ser adjudicada em Novembro”, avançou.

 

Obra já vai funcionar no ano lectivo de 2011/2012

Luís Santos sublinhou ainda que no primeiro trimestre de 2010 a obra vai arrancar, para estar “pronta a servir no ano lectivo de 2011/2012”.

“Queriam fazer a obra cá, no lugar da velha escola. Mas a opção da escolha da zona desportiva de Anadia para construir o novo edifício esteve relacionada com a existência de infra-estruturas desportivas de excelência, o que vai fazer com que não seja necessário construir todas as instalações”, explicou Luís Santos, lembrando que a obra faz parte de uma lista com 100 edifícios que vão ser intervencionados, sendo que no caso de Anadia, este será dos poucos edifícios a construir de raiz.

“A Câmara Municipal de Anadia foi, sem dúvida, o grande motor para que esta obra seja uma realidade”, admitiu o presidente do Conselho Executivo da ESA. “Trata-se de uma decisão irreversível e que não volta atrás”, afirmou Luís Santos, satisfeito.

A nova escola secundária vai contemplar 25 a 30 salas, mais cinco áreas laboratoriais de Físico-Química e Biologia. Vão haver áreas para Mecânica, Electricidade, Madeiras e Educação Tecnológica e professores.

 

“Uma escola muito degradada”

No final da visita à ESA, Graça Carvalho, candidata no 3º lugar da lista do PSD ao Parlamento Europeu, considerou estar perante “uma escola muito degradada”, com necessidades de um novo edifício, “como vai acontecer”, congratulando-se com a decisão. Apesar das más condições, a professora admitiu tratar-se de uma escola “muito dinâmica e muito bem sucedida”, fazendo referência às aprovações acima dos 95%, num universo de 750 alunos, dados fornecidos por Luís Santos. “São indicadores escolares dentro da média europeia”, frisou Graça Carvalho.

A candidata lembrou que a Educação, a Ciência e a Inovação são prioridades da lista do PSD ao Parlamento Europeu: “É preciso melhorar os índices dos alunos que acabam o secundário, porque nestes três indicadores Portugal está abaixo da média europeia”, sublinhou.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:20

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Marco no desenvolvimento da investigação em sexologia

Universidade de Aveiro acolhe primeiro laboratório de investigação experimental em sexualidade humana existente em Portugal

A Universidade de Aveiro (UA) criou a primeira Unidade Laboratorial de Investigação em Sexualidade Humana em Portugal. Chama-se SexLab, dedica-se exclusivamente à investigação experimental e psicofisiológica de diferentes aspectos da sexualidade humana, e tem por objectivo último contribuir para o conhecimento sobre os factores que determinam a saúde sexual de modo a promover a sua melhoria.

“A saúde sexual da mulher e do homem: contributos para um modelo de compreensão biopsicossocial” é o estudo que, dentro de dias, vai marcar o arranque deste único laboratório nacional e um dos poucos existentes no mundo, instalado na UA.

Esta pioneira Unidade Laboratorial de Investigação em Sexualidade Humana do país integra a rede internacional SEXLAB e resulta de uma parceria entre o PsyLab da Universidade de Aveiro e o Grupo de Investigação em sexologia do Centro de Investigação do Núcleo de Estudos e Intervenção Cognitivo-Comportamental da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra/Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (CINEICC-FPCEUC/UTAD).

Coordenado por Pedro Nobre, doutorado em Psicologia pela Universidade de Coimbra e professor auxiliar da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, o SexLab conta com a colaboração de uma equipa constituída por cinco outros investigadores com experiência clínica e de investigação científica na área da sexologia.

A Unidade Laboratorial instalada no Campus Universitário de Aveiro dispõe de um conjunto de equipamentos que permitem avaliar diferentes aspectos psicofisiológicos associados à resposta sexual nos homens e nas mulheres, bem como de um conjunto de software que permite produzir estímulos diversificados e fazer a leitura de todas as medidas fisiológicas.

 

Quais os objectivos do SexLab?

Aprofundar conhecimentos e ampliar as possibilidades de intervenção ao nível de problemáticas associadas às disfunções sexuais, comportamentos de risco, compulsividade e agressão sexual, assim como fornecer pistas sobre as melhores estratégias a adoptar com vista à melhoria da saúde e bem-estar sexual são os principais objectivos do SexLab que, para tal, vai conduzir a investigação experimental e psicofisiológica em diferentes aspectos da sexualidade humana.

De acordo com o coordenador da equipa de investigação e investigador responsável desta Unidade Laboratorial, Pedro Nobre, os estudos de natureza experimental e psicofisiológica em sexologia são escassos em Portugal, sendo o SexLab o primeiro em Portugal, e um dos poucos a nível mundial, a conduzir de forma regular estudos desta natureza, constituindo-se, deste modo, como “um marco no desenvolvimento da investigação em sexologia em Portugal”.

Dentro de dias, o SexLab vai avançar com o estudo experimental sobre “A saúde sexual da mulher e do homem: contributos para um modelo de compreensão biopsicossocial”. O objectivo é descobrir o papel que as variáveis psicológicas, relacionais, biológicas e contextuais assumem na protecção/vulnerabilidade da saúde sexual de homens e mulheres; um estudo, cujo êxito muito dependerá da colaboração de voluntários com idades compreendidas entre os 18 e os 50 anos.

Mais informações sobre o SexLab podem ser consultadas em http://sexlab.web.ua.pt ou solicitadas pelo e-mail: sexlab@dce.ua.pt.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:23

link do post | comentar | favorito
Sábado, 8 de Dezembro de 2007

Laboratório de Quí­mica Enológica de Anadia certificado

Equipamento integra grupo dos seis laboratórios enológicos portugueses acreditados

O Laboratório de Química Enológica da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, situado em Anadia, na Estação Vitivinícola da Bairrada, obteve, no decurso do corrente ano, a acreditação segundo a NP EN ISO/IEC 17025, concedida pelo Instituto Português de Acreditação.

Culminou assim, com êxito, o processo iniciado no ano 2000, através do qual se remodelou integralmente o laboratório e se implementou um sistema de gestão da qualidade. A acreditação certificou a conformidade do sistema de gestão da qualidade para com os requisitos do normativo de referência acima indicado, bem como, principalmente, reconheceu a competência técnica do laboratório, ou seja, a qualidade dos resultados produzidos.

O Laboratório de Anadia passou assim a integrar o restrito grupo de Laboratórios Enológicos Portugueses - apenas seis -, que se encontram acreditados.

Assumindo o seu papel de factor de desenvolvimento e consolidação da qualidade dos vinhos da Bairrada, o Laboratório de Química Enológica elege a plena satisfação dos seus clientes como um dos pilares da política de qualidade adoptada, estando em condições de, desde o mês de Novembro, garantir a entrega dos resultados do elenco de análise sumária para pequenos vitivinicultores em prazos substancialmente reduzidos e alargar o serviço de aconselhamento técnico enológico gratuito para mais um dia por semana, passando a estar disponível todas as segundas, quintas e sextas-feiras.

publicado por quiosquedasletras às 10:14

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Água da rede pública de A...

Desenvolvimento económico...

Escola vai estar a funcio...

Marco no desenvolvimento ...

Laboratório de Quí­mica E...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds