Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

ACIB e Kiwicoop promoveram “II Festival do Kiwi”

Certame decorreu no Espaço Inovação, em Oliveira do Bairro

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) e a Kiwicoop organizaram, de 11 a 19 de Julho, o “II Festival do Kiwi”, que decorreu no recinto da FIACOBA, no Espaço Inovação - Zona Industrial de Vila Verde, em Oliveira do Bairro.

As duas entidades levaram a cabo várias actividades, tendo em vista a promoção do kiwi, visto a Bairrada ter uma produção significativa deste fruto e a Kiwicoop ser a maior e única cooperativa nacional de kiwi - a qual se dedica, em exclusivo, à produção, recolha, tratamento e comercialização deste fruto.

Das diversas iniciativas destacam-se a demonstração ao vivo de pratos confeccionados com kiwi, a maior tartelette de kiwi - com 138,7 metros - e o concurso de melhor sobremesa com kiwi.

 

Cozinha ao vivo

A demonstração ao vivo de pratos confeccionados com kiwi decorreu de 11 a 17 de Julho, tendo como objectivo promover e integrar a utilização do kiwi nos cozinhados.

A iniciativa contou com a presença de vários chefes conhecidos como Jorge Fernandes, Alain Thiriart, Armindo Alves, Manuel Gonçalves, Richard Stuiver, Carlos Capote e ainda Paulo Queirós e com as formandas do curso EFA de Cozinha, que decorre na ACIB. As formandas estiveram também a ajudar os diversos chefes.

Além dos chefes, a actividade contou com a presença de enólogos que sugeriram os vinhos e espumantes mais adequados para acompanhar cada prato que foi confeccionado.

 

Maior tartelette com kiwi

No dia 18 foi apresentada a maior tartelette com kiwi, que tinha 138,7 metros de comprimento. O objectivo inicial eram 130 metros, acabando por ser superado.

A tartelette foi confeccionada pelas formandas e formadores do curso EFA de Cozinha.

A montagem da tartelette iniciou pelas 16.30 horas, tendo terminado às 19 horas. No final, todos os visitantes da FIACOBA puderam degustar uma fatia.

Esta foi a segunda vez que a ACIB e a Kiwicoop se aliaram na confecção da maior tartelette de kiwi. Em 2005 foram confeccionados 112 metros de tartelette, para os quais foram necessários 150 quilos de kiwi.

 

IV edição do concurso de Melhor Sobremesa com Kiwi

A Pastelaria Aqua Doce, de Aguada de Cima, e o Centro Social e Cultural Nossa Senhora do Ó de Aguim foram os vencedores da IV edição do concurso de Melhor Sobremesa com Kiwi, que aconteceu no dia 19.

A Pastelaria Aqua Doce, com a sobremesa “Envergonhado” foi a primeira classificada da categoria Profissionais (Padarias, Pastelarias, Restaurantes, Escolas de Hotelaria e Profissionais da área) e o Centro Social e Cultural Nossa Senhora do Ó de Aguim venceu na categoria Amadores (Público em Geral e Associações), com a sobremesa “Flagrante Delícia de Kiwi”.

O segundo lugar na categoria Profissionais foi também para a Aqua Doce, com a sobremesa “Circo de Kiwi”, tendo a pastelaria Chocolate Chocolate, da Praia da Barra, ficado em terceiro lugar com “Smoking de Kiwi”.

Na categoria Amadores, o Centro Cultural de Sá ficou em segundo e em terceiro lugares com as sobremesas “Kiwibom” e “Kiwicoco”, respectivamente.

Com esta iniciativa, a ACIB pretendeu promover a utilização dos kiwis na confecção de sobremesas, fomentado assim a gastronomia da região.

Foram nove dias dedicados ao kiwi, sendo mostradas as várias potencialidades e a importância deste fruto na alimentação.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:47

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Bairrada aposta em novas plantações de kiwi

Kiwicoop realiza acções de divulgação hoje e amanhã

A kiwicultura na Bairrada é, hoje, pode dizer-se, uma actividade de êxito que veio moralizar o sector agrícola desta região tão desmoralizado e descrente. É nesse sentido que a Kiwicoop vai realizar, durante o mês de Setembro, duas acções de divulgação. Uma será hoje, dia 19, pelas 19 horas, na sede da Kiwicoop, em Malhapão, Oliveira do Bairro. A outra vai decorrer amanhã, dia 20, às 21 horas, no Salão da Filarmónica Pampilhosense, na Pampilhosa, Mealhada.

Quando já ninguém acredita que a agricultura ainda é uma actividade com interesse, eis que, a AGENDA 21 (parceria entre a Universidade de Aveiro e a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, que visa identificar os sectores de actividade com interesse no desenvolvimento estratégico do concelho) identificou a kiwicultura como um dos sub-sectores com interesse estratégico no desenvolvimento do concelho de Oliveira do Bairro.

De facto, a kiwicultura tem sido importante na valorização do espaço rural, contribuiu para aumentar o rendimento das famílias, como actividade rentável que é, foi uma boa alternativa a outras culturas e fez acreditar muita gente que ainda vale a pena trabalhar a terra, deu confiança e deu segurança.

 

Novas plantações

Segundo os dados estatísticos mais recentes, o consumo mundial de kiwi tem vindo a aumentar substancialmente, prevendo-se que até ao ano de 2013 o consumo cresça cerca de 50%.

Este crescimento deve-se, sobretudo, às novas tendências na alimentação, em que se aconselha o consumo diário de três a cinco porções de fruta.

O kiwi, considerado um dos dez melhores alimentos do mundo, pela sua riqueza nutricional e benefícios para a saúde, começa a ganhar novos apreciadores. Daí pensar-se que o mercado está longe de ficar saturado, havendo condições para se apostar em novas plantações.

Aproveitar as excelentes condições naturais que Portugal e, em especial, a região da Bairrada têm para a produção do kiwi e beneficiar das ajudas disponibilizadas nesta fileira para a plantação de novos pomares, levou a Kiwicoop a promover um projecto de fileira que deverá ficar concluído antes do final do ano.

Recorde-se que no ano de 2001 a Kiwicoop levou a cabo um projecto que previa a plantação de 100 hectares de novos pomares de kiwi, objectivo que foi ultrapassado com a plantação de 130 hectares pertencentes a mais de 100 novos produtores.

Assim, convidam-se todos os interessados a participar nestas acções de divulgação, para melhor poderem decidir sobre uma eventual candidatura à plantação de novos pomares.

 

Dados de uma plantação (1 hectare)

- Custos de instalação: entre 15 e 25 mil euros;

- Produção em ano cruzeiro: entre 15 e 30 toneladas;

- Custos anuais de manutenção: entre 2.500 e 4.000 euros;

- Principais actividades no pomar: poda de Inverno, poda verde, rega, fertilização, controlo de infestantes e colheita;

- Tratamentos fitossanitários: não necessita de qualquer aplicação.

 

Novas plantações

- Área mínima para novos produtores: 1 hectare (para novos produtores);

- Área mínima para kiwicultores já instalados: sem limite de área;

- Apoios ao investimento: entre 30% e 50% dos investimentos efectuados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:02

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

ACIB e Kiwicoop promovera...

Bairrada aposta em novas ...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds