Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

Confraria dos Enófilos da Bairrada entroniza mais 21 novos membros

XXXI Grande Capítulo investe Pais do Amaral como Confrade Honorário

O empresário Miguel Pais do Amaral foi entronizado, no dia 28 de Novembro, Confrade Honorário da Confraria dos Enófilos da Bairrada (CEB), naquele que foi o seu XXXI Grande Capítulo, que mais uma vez se realizou no Palace Hotel do Bussaco.

Este ano, em virtude dos 30 anos da Região Demarcada da Bairrada, o programa começou durante a tarde, em Anadia, com a realização de uma Palestra sobre o tema “Vitivinicultura Competitiva”.

Fernando Castro, presidente da Direcção da CEB, lembrou que cada “Grande Capítulo é o momento com o mais altíssimo significado”, porque é quando a “CEB acolhe os novos membros. É um momento de alegria, de uma família que se multiplica para defender o preciso néctar que é o vinho da Bairrada”.

Ao chegar ao final de mais um ano, e em jeito de balanço, Fernando Castro começou por destacar duas efemérides: o 30º aniversário da fundação da CEB e o 30º aniversário da Demarcação da Região da Bairrada.

Defender, promover e valorizar os vinhos da região da Bairrada foram objectivos que Fernando Castro lembrou, estando na origem da constituição da CEB e sublinhando que são os vinhos que representam o “sector de actividade na região mais antigo, o mais emblemático, o mais empregador, o que regista maior volume de investimento, um dos mais amigos do ambiente e com elevado efeito reprodutor noutros sectores, nomedamente no turístico”.

Por tudo isso, o presidente da CEB lembrou ser altura das pessoas “começarem a lutar pela defesa de interesses. É tempo de acabar com divisionismos”, porque “quanto mais dividimos, mais frágeis somos. Só entrelaçados os elos podem desempenhar a sua força”.

 

Presidente da CEB faz apelo à união

Fernando Castro disse que aquele era um momento de “união e reunião”, para “recuperar o alento para novas jornadas”. Lembrou que ao longo dos 30 anos da Região Demarcada da Bairrada “muitos têm mantido alta a sua bandeira”. A região “evoluiu e renovou-se com este esforço. Só assim a Bairrada poderá continuar a prometer”, terminou, com um “Viva a Bairrada!” e ao seu vinho e um “Ámen”.

Francisco Batel falou pelos novos confrades, referindo que o XXXI Capítulo constitui para os novos membros da CEB “uma honra e uma responsabilidade, com uma dimensão cultural, económica, ética e social”.

Em nome dos velhos confrades falou Dias Cardoso: “A CEB não se limita a este encontro anual. Há toda uma dinâmica fortemente implantada no tecido económico e social da região e um tesouro histórico para desbravar. A Bairrada é das mais belas e ricas terras portuguesas”.

Pais do Amaral disse ter aceite o convite da CEB por dois motivos: “Desde que me lembro de ser apreciador de vinho sou-o da Bairrada e também por uma razão histórica, porque a minha família tem raízes em Anadia”. O novo confrade entende que o vinho “é actualmente em Portugal um dos mais dinâmicos motores da nossa actividade agrícola”.

Além da investidura de Pais do Amaral, como Confrade Honorário, o XXXI Grande Capítulo dos Enófilos da Bairrada entronizou cinco Confrades de Mérito e 15 Confrades Efectivos, num total de 21 novos membros.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:55

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Novembro de 2009

Escolas do concelho da Mealhada apresentaram uma centena de trabalhos em Banda Desenhada

Concurso “A água também se lava”

As escolas do concelho da Mealhada candidataram 92 trabalhos em BD (Banda Desenhada) ao concurso “A água também se lava”, que está a ser promovido pela empresa Águas do Mondego, no âmbito das comemorações do Dia Nacional da Água.

No início de Outubro, cerca de 800 alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico estiveram no Cine-Teatro Municipal Messias, para participar numa jornada de sensibilização ambiental.

As crianças assistiram a uma peça de teatro - “A Água também se lava” -, que aborda o ciclo urbano da água, e participaram noutras actividades subordinadas ao mesmo tema.

Depois de terem visto a peça, desenvolvida pelo Veto Teatro Oficina de Santarém, as crianças foram convidadas a conceber uma banda desenhada, a propósito do que aprenderam sobre o ciclo da água.

Na Mealhada, as escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico apresentaram a concurso 92 trabalhos, entre individuais e de grupo.

O vencedor do concurso, a nível concelhio, terá como prémio a possibilidade de levar a sua turma ao Museu da Água, em Coimbra, com transporte gratuito.

 

publicado por quiosquedasletras às 09:29

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Autarquia deu as boas-vindas aos professores do concelho de Águeda

Cerimónia assinala regresso às aulas

A Câmara Municipal de Águeda promoveu, no dia 7 de Setembro, no Cine-Teatro São Pedro, a cerimónia de recepção aos educadores e aos professores do 1º, 2º e 3º ciclo que vão leccionar no concelho neste ano lectivo.

Organizada pela autarquia, a cerimónia teve como objectivo assinalar simbolicamente o regresso às aulas. As boas-vindas foram dadas a cerca de 250 docentes, estando presente o presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, a vereadora da Educação, Elsa Corga, e os representantes dos quatro Agrupamentos de Escolas do concelho de Águeda.

Elsa Corga começou por dar as boas-vindas “aos professores que estão a leccionar no concelho pela primeira vez”, dizendo aos restantes que “é com todo o gosto que vos recebemos por mais um ano”. Para a vereadora, “a Câmara Municipal tem-se pautado pela colaboração com os agrupamentos de escolas”, acrescentado que “é o que queremos continuar a fazer”.

Por sua vez, o presidente da Câmara referiu que “a educação é uma das grandes apostas deste Executivo”. Na sua intervenção encorajou os docentes dizendo que “ser professor é acreditar num futuro melhor e ser, ao mesmo tempo, irreverente”, pedindo ainda para estes fazerem “os alunos felizes. Mas sejam exigentes com eles, porque no futuro vão lembrar-se de vocês”. Para finalizar, o autarca referiu que “podemos todos fazer mais e melhor para ajudar os nossos jovens”.

A opinião dos representantes dos Agrupamentos de Escolas de Águeda foi unânime ao referirem que a autarquia tem desempenhado um bom trabalho e que em conjunto têm desenvolvido óptimas parcerias.

A cerimónia de recepção serviu também para anunciar as actividades que vão ser realizadas durante o ano lectivo de 2009/2010, como as Jornadas Europeias do Património, a Astronomia nas Escolas, o Desfile de Carnaval, a Semana do Teatro, Águeda - Cidade da Segurança, entre muitas outras, planeadas para este novo ano lectivo.

 

“AparqA!” apresenta actividades aos professores

Na ocasião, foi feita uma pequena apresentação do projecto “AparqA!, Centro Criativo da Alta Vila”, assim como das actividades propostas para o Outono e o Inverno.

O “AparqA!” é um dos projectos da Câmara Municipal de Águeda para a dinamização do Parque Municipal da Alta Vila. Depois de dois anos lectivos com mais de 10 mil participações, o “AparqA!” tem revolucionado o modo de se ver e de entendermos a recreação do tempo, como um meio de valorização pessoal e social de cada um, de aprendermos as coisas de modo diferente, como num jogo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Excelência e Inovação no centro das II Jornadas de Modernização Administrativa

Hoje e amanhã em Águeda

A Câmara Municipal de Águeda vai realizar, hoje e amanhã, as II Jornadas de Modernização Administrativa, este ano com a temática Excelência e Inovação.

Após o êxito alcançado na edição de 2008, com mais de 400 participantes, a autarquia volta a apostar na iniciativa, que surge como uma oportunidade para a Câmara Municipal de Águeda e outras entidades darem a conhecer aos participantes e, em particular, à Administração Pública presente, os novos procedimentos que têm vindo a desenvolver e a implementar, inovando, facilitando e modernizando a sua acção junto de todos os cidadãos.

Estes dois dias permitirão também a troca de experiências entre os presentes e certamente ajudarão a traçar novos rumos para a melhoria das respostas aos utentes dos serviços públicos.

 

Segunda edição das Jornadas apresenta novidades

O presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, em conferência de Imprensa apresentou as novidades destas segundas Jornadas. Este ano as Jornadas destinam-se também ao público em geral e vão contar com participações internacionais. Serão ainda sorteados um PDA e uma placa de acesso à Internet. A organização decidiu alargar mais a tipologia da formação dada com as Jornadas a não “mostrar apenas o que se faz em Águeda, mas também em outras autarquias nacionais”, referiu o edil aguedense.

A explicação detalhada da iniciativa ficou a cargo de Pedro Alves, técnico da autarquia e um dos organizadores da iniciativa, que focou o facto “de as Jornadas, este ano, estarem abertas ao público em geral” referindo ser “importante que os aguedenses, e não só, vejam o nosso trabalho e o que fazemos”. À semelhança do ano anterior, “vamos contar com o testemunho experiente de quem trabalha no município”, mas “vamos também trazer até cá alguns gurus nacionais e internacionais, nomeadamente no painel dedicado ao Opensource”, explicou.

 

Detalhes das Jornadas

O arranque das Jornadas, hoje, vai contar com a participação da secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques. Já a sessão de encerramento, amanhã, terá a participação do Ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, presenças que constituem indicadores do interesse e projecção que estas Jornadas voltam a merecer, nomeadamente junto da Administração Central.

As Jornadas de Modernização Administrativa funcionarão em três espaços. No que se refere às sessões teóricas, estas decorrerão no Cine-Teatro São Pedro, onde serão apresentados os principais temas das Jornadas.

Hoje serão abordados: Os novos desafios da transparência: contratação pública electrónica e da contabilidade analítica; Ambientes Opensource; Inovar no comunicar: uma exigência mais do que um desafio. Amanhã, dia 8 de Julho, vão ser reflectidos os seguintes temas: Desmaterialização: Tendências de evolução; Soluções informáticas integradas; Inovar e modernizar: mais que um desafio um caminho a percorrer.

Para Gil Nadais, o objectivo das II Jornadas “é ultrapassar o número de participantes do ano passado, caso contrário manter a mesma fasquia, tanto no número de participantes, como no sucesso alcançado”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:23

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Março de 2009

Curia (Anadia) volta a receber Universidade da Europa

Manuela Ferreira Leite encerra 3ª edição

Hoje, dia 20 de Março, amanhã e domingo vai realizar-se a 3ª edição da Universidade da Europa, no Grande Hotel da Curia, situado na estância termal da Curia, freguesia de Tamengos, Anadia.

A Universidade da Europa, promovida conjuntamente pelo PSD, pela JSD, pelo Instituto Sá Carneiro e pelo PPE é um evento que conta com a presença de 60 jovens, de elevado potencial, e um naipe de formadores e oradores de grande qualidade, que durante três dias vivem uma jornada de estudos intensivos sobre assuntos relacionados com a Europa e com o Mundo.

Para mais informações: http://www.psdeuropa.org/univeuropa/. 

 

Programa da 3ª edição

20 de Março (Sexta-feira):

19 horas – Recepção aos participantes
20 horas – Jantar/Abertura com filme sobre a Europa

                Deputado Europeu Carlos Coelho

                Pedro Rodrigues (Presidente da JSD)

22 horas – “Crise Financeira – O que a União Europeia (UE) pode fazer?”

                 Professor Doutor Vitor Gaspar (Director do Bureau of European Policy Advisers)

 

21 de Março (Sábado):

10 horas – “Quem paga a UE?”

                 Eurodeputado José Silva Peneda

12.30 horas – Almoço/Debate - “A UE pode/deve ter uma PESC?”

                     Deputado Europeu Ignacio Salafranca (Coordenador do PPE na Comissão dos Assuntos Europeus)

15 horas – “Ambiente e Energia: há uma liderança Europeia?”

                 Engenheiro Jorge Moreira da Silva (ex-Deputado Europeu)

18 horas – “Como funciona a UE?”

                 Deputado Europeu Carlos Coelho

                 Deputado Europeu Duarte Freitas

20.30 horas – Jantar/Debate - “A UE está de Boa Saúde?”

                     Teresa Sousa (Presidente da Associação Portuguesa de Jornalistas Europeus)

 

22 de Março (Domingo):

10 horas – “Como combater a abstenção nas eleições Europeias”

                 Deputado Europeu Carlos Coelho

                 Duarte Marques (Vice-Presidente da JSD)

12.30 horas – Almoço/Debate - “Balanço de Mandato – 5 Anos ao Serviço de Portugal”

                     Deputado Europeu João de Deus Pinheiro (Vice-Presidente do
PPE-DE)

15.30 horas – Encerramento

                     Manuela Ferreira Leite (Presidente do PSD)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:22

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

Bronca da semana

Demolição da Cerâmica viola PDM de Anadia

A Fábrica de Cerâmica de Anadia está a ser demolida “aos poucos, para que as pessoas se habituem à ideia”. Quem o diz é Nuno Rosmaninho, professor da cadeira de Cultura e Património na Universidade de Aveiro, que chamou a “atenção para o edifício há mais de um ano, quando começou a ser destruído”. A demolição, levada a cabo pela autarquia anadiense, viola, assim, o Plano Director Municipal (PDM) de Anadia em vigor, que categoriza o espaço de “interesse arqueológico industrial”.

Recuando até ao mês de Fevereiro do ano passado, Nuno Rosmaninho recorda que já nessa altura estava em curso a extracção do madeiramento da Fábrica de Cerâmica de Anadia.

No entanto, já em 2006 era conhecida a instalação de um supermercado da rede Intermarché, nos terrenos onde agora definham restos da velha cerâmica. De acordo com Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, o Intermarché vai avançar. Na altura que apresentou aos jornalistas algumas obras que integram um projecto de requalificação da cidade de Anadia, há duas semanas, voltou a referir que a instalação do supermercado, naquele local, estaria “para breve”.

“Procurei chamar a atenção para a demolição da cerâmica há um ano, durante as Jornadas Europeias do Património, numa palestra proferida no Museu do Vinho Bairrada. E não me senti só, uma vez que recebi ecos favoráveis de muitas pessoas”, garantiu Nuno Rosmaninho.

O munícipe de Anadia e professor da Universidade de Aveiro frisa que, actualmente, é muito comum a adaptação de antigas instalações fabris a apartamentos. Trata-se de um desafio, encarado por arquitectos e promotores imobiliários, que tem produzido excelentes resultados.

 

Preservar a volumetria

Nuno Rosmaninho lembra que o imóvel consta do Diário da República de 9 de Agosto de 1994, como património de “interesse arqueológico industrial”. Nessa medida, a sua destruição parece constituir, como é natural, uma violação do PDM, facto que reclama competentes explicações por parte da edilidade. Não se trata de preservar apenas os fornos e a chaminé, mas também a presença urbana do edifício.

O professor universitário exemplifica com a Fábrica Campos, em Aveiro, transformada em Centro Cultural e de Congressos. E lembra: “O progresso, tão falado pelos nossos autarcas, nunca se pode fazer contra o património, porque nesse caso não é progresso, mas retrocesso. Há irresponsabilidade dos poderes municipais, que não impõem as normas do PDM; incompetência dos promotores imobiliários, que não sabem valorizar economicamente o património; e uma dormência doentia da opinião pública, que parece rendida à ditadura em democracia”. 

O docente acredita que no futuro o património será cada vez mais um bem precioso, até porque “muitas destruições são inúteis e resultam da mera ignorância”, atira, falando de seguida da Quinta dos Cabrais, que considera “uma perda irremediável, porque ninguém pode entender Tamengos sem ela. Há um descuido muito grande no concelho de Anadia pelo património”.

 

Um “processo costumeiro”

Domingos Graciosa, administrador da Casa da Graciosa, Sociedade Imobiliária, diz ter assistido a alguns dos camiões da Câmara a carregar escombros da cerâmica, que foram descarregados no aterro da zona do Alto das Domingas, em Anadia.

“Parece a repetição de um processo costumeiro, que se iniciou com a demolição da Quinta dos Cabrais. A alteração do Plano de Pormenor da Curia é outro exemplo”, afirma Domingos Graciosa. E acrescenta: “Em Anadia acontece o que se lê numa placa de uma Prefeitura do Estado do Ceará, Piaui, que diz que ‘Se és amigo, entra amigo. Se não és, cumpra-se a lei’. Também em Anadia a lei é só para quem não é amigo do presidente da Câmara”.

O empresário admite nada ter contra a instalação do Intermarché em Anadia. “Não tem é de ser sobre um monumento protegido pelo PDM. Podia ter-se mantido a fachada e fazer o supermercado no interior. É surrealista”, defende.

 

Violação do PDM de Anadia

A demolição da Fábrica de Cerâmica de Anadia está a violar o PDM de Anadia em vigor, por tratar-se de um “espaço cultural”, de “interesse arqueológico industrial”, conforme o Anexo n.º 2 do documento. No Artigo 33.º, Capítulo VIII, pode ler-se no “Estatuto de uso e ocupação de solo” que “nestes espaços deve ser privilegiada a protecção, conservação e a recuperação dos valores culturais, arqueológicos, arquitectónicos e urbanísticos”.

Também o Artigo 30.º do mesmo capítulo do PDM de Anadia em vigor diz que “o património cultural construído e arqueológico é constituído pelos monumentos, conjuntos ou sítios e objectos que, pelas suas características, se assumem como valores com reconhecido interesse histórico, arqueológico, artístico, científico ou social”.

O Quiosque das Letras tentou ouvir Litério Marques, mas o autarca não quis falar. (Foto: Davide Silva)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:19

link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Dezembro de 2007

Galiza em Aveiro

Rota da Luz dinamiza “II Xornadas de Intercambio Cultural Luso Galaicas”

A Região de Turismo Rota da Luz dinamiza as “II Xornadas de Intercambio Cultural Luso Galaicas”, amanhã, segunda-feira, pelas 12 horas, no auditório do seu edifício sede, em Aveiro.

As segundas jornadas de intercâmbio cultural procuram difundir o conhecimento global da região de Aveiro na Região Autónoma da Galiza, e simultaneamente, promover a Galiza enquanto região de proximidade.

O estabelecimento de parcerias entre a região de Aveiro e o Norte de Espanha assume particular relevância atendendo às inúmeras afinidades existentes, assim como às diversas possibilidades de desenvolvimento cultural, turístico e económico.

Neste sentido, as jornadas contam com a participação de diversos empresários do sector turístico da região de Aveiro e da Galiza. Estão já agendados diferentes encontros de trabalho que procuram dinamizar os fluxos turísticos de modo bilateral, com efeitos a curto e médio prazo. 

Além de estimular o universo empresarial, este encontro estabelece uma parceria entre duas entidades regionais de promoção turística: a Região de Turismo Rota da Luz e o Centro de Iniciativas Turísticas de Val Miñor, em Nigrán - Vigo. Neste contexto serão criadas parcerias de promoção conjunta, usufruindo das diversas sinergias, contactos e forças de influência em cada território regional. A promoção turística da região de Aveiro na Galiza ganha uma dimensão mais coordenada, profissional e efectiva.

 

Programa das segundas jornadas

Do programa salientam-se dois momentos, contando o primeiro com as apresentações técnicas de Darío Álvarez Rodríguez, presidente do Centro de Iniciativas Turísticas de Val Miñor e de Pedro Ribeiro da Silva, presidente da Região de Turismo Rota da Luz; e o segundo do almoço de confraternização, num espaço localizado junto à Ria, no Canal de São Roque, na cidade de Aveiro. Além das diversas iguarias apresentadas aos convivas, será percorrido, na deslocação até ao local, um caminho muito especial - um “caminho de água” utilizando o Barco Moliceiro.

Efectivamente, o Barco Moliceiro é um dos mais interessantes meios de deslocação existentes na cidade, que ao percorrer os diversos canais urbanos da Ria traduz a especificidade aquática de Aveiro – uma extraordinária cidade de água.

As “II Xornadas de Intercambio Cultural Luso Galaicas” serão acompanhadas por meios de comunicação social nacionais e espanhóis. O encontro em Aveiro surge na continuidade do encontro realizado no passado dia 29 de Novembro na Galiza e que permitiu promover a região de Aveiro de modo eficaz.

publicado por quiosquedasletras às 10:08

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Jornada de Porta Aberta para o Sector Vitivinícola

Acções organizadas por ACIB são únicas no distrito de Aveiro

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) vai organizar, no âmbito da Campanha Europeia de Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho, uma Jornada de Porta Aberta dedicada ao Sector Vitivinícola, no próximo dia 12 de Outubro, sexta-feira, nas Caves Arcos do Rei, em Anadia, pelas 14 horas.

A iniciativa visa sensibilizar os técnicos e colaboradores das caves, adegas cooperativas e produtores/engarrafadores da região para a temática da saúde e segurança no trabalho em geral, e da prevenção das lesões músculo-esqueléticas em particular.

Na abertura desta Jornada de Porta Aberta vai ser possível contar com a presença do representante das Caves Arcos do Rei, Rui Ribeiro, que apresentará a empresa e com a coordenadora Ponto Focal da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho, Manuela Calado, que vai explicar a Campanha Europeia de Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho.

A sessão continuará com mais três oradores, nomeadamente Filomena Teixeira, da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), que irá abordar o tema dos riscos profissionais no sector da agricultura e no sector dos vinhos; Manuel Freitas, especialista em Engenharia Humana, que falará sobre a prevenção das lesões músculo-esqueléticas, no que respeita à movimentação manual de cargas e com Ângela Escada, especialista em Saúde do Trabalho, que se debruçará sobre as lesões músculo-esqueléticas e as suas consequências. A sessão é moderada por Odete Marques, da EuroPGS.

As inscrições são gratuitas e só se tornam efectivas mediante a inscrição junto da ACIB, através do telefone 234 730 320 ou via e-mail: acib@acib.pt .

Esta acção é a segunda das quatro sessões de sensibilização a realizar entre Setembro e Novembro do corrente ano, em parceria com a empresa EuroPGS e com o apoio da ACT, sendo de realçar que estas acções são as únicas realizadas no distrito de Aveiro, inseridas na Campanha Europeia de Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho.

publicado por quiosquedasletras às 18:37

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

Museu do Vinho Bairrada em festa durante três dias

Jornadas Europeias do Património celebradas com actividades

O Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, esteve em festa durante os dias 28, 29 e 30 de Setembro. Um conjunto de várias actividades foram realizadas no âmbito das Comemorações das Jornadas Europeias do Património, que representaram, de acordo com Pedro Dias, director do espaço, “uma forma de aproximar o Museu do Vinho Bairrada à comunidade em geral”.

As Jornadas Europeias do Património são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, com o objectivo da sensibilização dos povos europeus para a importância da salvaguarda do património. Neste sentido, cada país elabora anualmente um programa de actividades a nível nacional, a realizar em Setembro. O tema escolhido para este ano foi: “Património em Diálogo”.

Para o dia 28, a actividade proposta pelo  Museu do Vinho Bairrada, aberta a  toda a comunidade e de uma forma gratuita, foi o “1º Curso de Iniciação à Prova de Vinhos”. José Miguel Almeida, coordenador de câmara de provadores da Comissão Vitivinícola da Bairrada, foi quem deu a formação.

Para o dia 29, sábado, ficaram reservadas três actividades. A primeira foi dedicada às crianças. Tratou-se de uma oficina de “Escultura Experimental para crianças dos sete aos 12 anos”. Foi o escultor Abílio Febra, autor da exposição “Da Pedra ao Vinho”, patente nas galerias do Museu, que dinamizou a oficina.

Pelas 19 horas de sábado teve também lugar a I edição do Concurso “Melhor Sobremesa com Uva”, que juntou muitos curiosos no Museu do Vinho (para saber mais, ler post do dia 2 de Outubro).

A última actividade proposta para sábado correspondeu ao jantar “À mesa com... Luís Vaz de Camões”. O evento foi organizado pelo Instituto do Gosto e dos Aromas (IGA), situado em Aveiro, e contou com a participação e apoios da Câmara Municipal de Anadia, Museu do Vinho Bairrada, Fundação Jacinto Magalhães, Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra e Comissão Vitivinícola da Bairrada.

A noite reservou algumas surpresas aos presentes. Tomoko Suga, japonesa, e Ana Maria Amado cantaram Fado. Tratou-se de uma noite onde o Amor foi tema dominante, sendo feita a leitura dos Lusíadas em várias línguas. A música renascentista também marcou presença nesta noite camoniana.

A actividade do dia 30 disse respeito ao 4º aniversário do Rotary Clube Curia-Bairrada, proporcionando palestras, arte e Fados de Coimbra. As conferências estiveram subordinadas ao património da Bairrada. (Foto: Ana J. Ribeiro)

publicado por quiosquedasletras às 16:43

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Confraria dos Enófilos da...

Escolas do concelho da Me...

Autarquia deu as boas-vin...

Excelência e Inovação no ...

Curia (Anadia) volta a re...

Bronca da semana

Galiza em Aveiro

Jornada de Porta Aberta p...

Museu do Vinho Bairrada e...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds