Sábado, 9 de Janeiro de 2010

Orquestra de Jazz de Matosinhos abre as “Sextas Culturais Águeda 2010”

Dia 15 de Janeiro, às 21.30 horas, no Cine-Teatro São Pedro

Águeda repete o chamamento ao público cultural da região, com mais uma edição das “Sextas Culturais”. Depois do êxito e salas cheias nos últimos dois anos, a edição de 2010 vai abrir em grande estilo com a Orquestra de Jazz de Matosinhos, a 15 de Janeiro, pelas 21.30 horas, no Cine-Teatro São Pedro.

A big band portuguesa, uma das mais prestigiadas a nível mundial, apresenta um programa especial em Águeda, na abertura das “Sextas Culturais Águeda 2010”.

O jazz também se dança? Aquele que vai abrir as “Sextas Culturais”, sim. A Orquestra de Jazz de Matosinhos mostra, neste concerto, além de um inigualável poderio sonoro, uma notável capacidade de mergulhar na história do jazz e de fazer o público reviver ambientes inesquecíveis, percorrendo o legado musical de Duke Ellington, Count Basie, Glen Miller e Benny Goodman e revivendo muitas décadas depois, os anos pioneiros do swing. No Cine-Teatro São Pedro como no Carneggie Hall, em Nova Iorque.

 

Programa para a edição de 2010

Em 2010, o desfile das “Sextas Culturais” prosseguirá com Júlio Pereira (12 de Fevereiro), Bernardo Sassetti Trio (12 de Março), Aduf (9 de Abril), Carminho (14 de Maio) e Rare Folk (11 de Junho).

Já estão à venda os bilhetes para qualquer uma das datas, em diversos pontos de venda em Águeda e Aveiro, com o custo de 10 euros no dia do respectivo espectáculo (ou 5 euros se comprados antecipadamente).

Depois de nomes como Camané, Gaiteiros de Lisboa, Trilok Gurtu (em 2008), Sérgio Godinho, Rodrigo Leão ou Luar na Lubre (em 2009), Águeda é uma cidade que já não se espanta com um fluxo constante de público cultural.

As “Sextas Culturais”, iniciativa estratégica da Câmara Municipal de Águeda e programação da d’Orfeu Associação Cultural, pretendem estimular a consistência da oferta cultural da cidade e voltam a afirmar Águeda como um destino cultural de toda a região.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:28

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Quinto aniversário de elevação de Anadia a cidade

Comemorações começam hoje e duram até sábado

A Câmara Municipal de Anadia vai comemorar o 5º aniversário da elevação de Anadia a cidade hoje, dia 9 de Dezembro, nos diversos equipamentos culturais e desportivos do município, de acordo com um aliciante programa, que vai durar quatro dias. Todas as actividades vão ser gratuitas.

Hoje, dia 9, inaugura a exposição documental “Anadia em Dia”, patente até 19 de Dezembro, na Biblioteca Municipal. No Museu do Vinho Bairrada vão decorrer ateliês diversos de Expressão Plástica, para crianças e visitas ao espaço. O horário para estas actividades será das 10 às 13 horas e das 14 às 18 horas.

Entre as 9 e as 13 horas e as 14.30 e as 21.30 horas vai haver natação regime livre, no Complexo Desportivo de Anadia. Também há aula de hidroginástica (das 17.45 às 18.30 horas), até 50 alunos e aula de aeróbica (das 18.30 às 19.15 horas), para 15 alunos.

A aula de natação vai acontecer das 19.15 às 20 horas e realiza-se com 15 alunos.

Ainda hoje, quarta-feira, vai ter lugar, no Cine-Teatro Municipal, um Espectáculo de Variedades, promovido pelas associações culturais do município. O início está marcado para as 21.30 horas.

Amanhã, dia 10 de Dezembro, quinta-feira, evento “Jazz com Vinhos”. Trata-se de um concerto de Jazz protagonizado pelo Trio João Neves, às 21.30 horas, no Museu do Vinho Bairrada. Durante o espectáculo, a Rota da Bairrada irá ofertar a todos, uma degustação de Espumantes de excelência. Vão também haver visitas ao espaço.

Na sexta-feira, dia 11 de Dezembro, vão realizar-se visitas ao Museu do Vinho Bairrada durante todo o dia.

E no sábado, dia 12, último dia das festividades no âmbito da elevação de Anadia a cidade, das 11 às 13 horas e das 15.30 às 17.30 horas vai realizar-se um mini curso de iniciação à Prova de Vinhos, no Museu do Vinho, assim como visitas ao espaço. A autarquia convida todos os munícipes a participar.

 

publicado por quiosquedasletras às 09:59

link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Dezembro de 2009

Noite de Jazz no Museu do Vinho Bairrada

Iniciativa realiza-se no âmbito das comemorações do 5º aniversário da elevação de Anadia a cidade

No próximo dia 10 de Dezembro, quinta-feira, pelas 21.30 horas, a Câmara Municipal de Anadia promove, no Museu do Vinho Bairrada, um concerto de Jazz protagonizado pelo Trio João Neves.

O concerto, com entrada gratuita, surge no âmbito das comemorações do 5º aniversário da elevação de Anadia a cidade. Durante o espectáculo, a Rota da Bairrada vai ofertar a todos uma degustação de espumantes de excelência.

Esta é uma das muitas iniciativas totalmente gratuitas que, de 9 a 12 de Dezembro a autarquia de Anadia irá desenvolver neste espaço museológico dedicado ao vinho. Desta diversidade de actividades salienta-se no dia 9, quarta feira, dois ateliês de artes plásticas para crianças, coordenados pelo Mestre Mário Silva e pelo prestigiado escultor Abílio Febra, bem como um ateliê de desenvolvimento sensorial dinamizado pelo engenheiro José Miguel, da Comissão Vitivinícola da Bairrada.

Durante os quatro dias destas comemorações, as visitas ao museu serão de acesso gratuito. Para sábado, dia 12 - entre as 14.30 e as 17.30 horas -, numa parceria com a Estação Vitivinícola da Bairrada, está previsto um mini curso de iniciação à prova de vinhos Bairrada também gratuito. As inscrições para este mini curso estão limitadas a 25 formandos, pelo que se sugere a todos quantos queiram inscrever-se que o façam pela linha telefónica do Museu do Vinho Bairrada (231 519 780).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:18

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Agosto de 2009

Museu Marítimo de Ílhavo completa 72 anos amanhã

Comemoração está integrada no programa MarAgosto/Festas do Município de Ílhavo 2009

Integrado no programa MarAgosto/Festas do Município de Ílhavo 2009, o Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) celebra a sua existência de mais de sete décadas e assinala o aniversário da abertura do seu pólo, o navio-museu Santo André, amanhã, dia 8 de Agosto.

O programa comemorativo da fundação do Museu (8 de Agosto de 1937) organiza-se “sob o signo da pluralização das memórias do nosso património mais emblemático: a pesca do bacalhau”, conforme referiu Álvaro Garrido, director do MMI.

A abertura da III série do projecto expositivo “Nos Porões da Memória”, desta vez com um trabalho de fotografia e texto do canadiano Wayne Ralph, permite partilhar com o público a visão estética e documental de um estrangeiro sobre a presença regular da White Fleet em St. John’s.

A exposição articular-se-á com um outro registo memorial vindo da América do Norte: uma palestra sobre o Gazela Primeiro, um dos poucos veleiros da frota bacalhoeira portuguesa que ainda navega, sob o cuidado da fundação Philadelphia Ship Preservation Guild.

“No sentido de combinarmos conhecimento e lazer e de utilizarmos o nosso edifício de modos sempre diversos, o Museu organizará também duas demonstrações de nautimodelismo, uma actividade em grande expansão no âmbito das novas formas de expressão da cultura náutica”, explicou Álvaro Garrido.

 

Jantar “À Proa do Museu”

A noite do dia 8 de Agosto fechará com um jantar, “À Proa do Museu”, uma refeição servida pela Confraria Gastronómica do Bacalhau, que permitirá provar alguns sabores das dietas de bordo dos antigos lugres bacalhoeiros.

“A música encerra este dia longo e aberto a todos quantos nos queiram visitar e celebrar connosco o aniversário do Museu”, rematou o director do MMI.

 

Um vasto programa

O MMI vai festejar 72 anos de existência amanhã, presenteando todos os visitantes com um programa vasto.

Entre as 10 e as 24 horas o dia será aberto. Das 10 às 11.30 horas e das 16 às 17.30 horas vão haver demonstrações de nautimodelismo no lago do Museu.

Das 14 às 18 horas vão realizar-se ateliers temáticos. Às 18 horas tem lugar a sessão comemorativa, com uma palestra de José Luís Fernandes, membro da fundação Philadelphia Ship Preservation Guild - Gazela Primeiro.

Nesta altura será feita a abertura da exposição de tesouros da colecção do MMI - Bússolas e ainda a abertura da exposição “Nos Porões da Memória III” - fotografia e texto de Wayne Ralph.

Entre as 19.30 e as 22 horas será o Jantar de Bacalhoeiro, servido pela Confraria Gastronómica do Bacalhau, que inclui Pataniscas, Línguas, Chora, Feijoada de Samos e Massada de Bacalhau e custa 10 euros por pessoa.

Às 22 horas tem lugar o espectáculo de música no jardim interior do Museu intitulado “As 3 Marias” (www.myspace.com/3smarias).

 

“As 3 Marias”

“As 3 Marias” são um novo projecto musical, nascido no Porto. Na sua música notam-se influências dos clássicos do tango, misturados com flamenco, bolero, bossa, jazz e outros imaginários musicais.

Sendo o tango uma mistura de vários ritmos, de diferentes tendências, “As 3 Marias” optam pelo tango-canção, onde a letra tem a mesma relevância que a parte instrumental, característica deste estilo musical.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:41

link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Junho de 2009

“Jacinta & Big Band” em Aveiro hoje

Concerto realiza-se no Jardim do Rossio

O concerto “Jacinta & Big Band - 250 anos da cidade de Aveiro” vai realizar-se hoje, dia 20 de Junho, pelas 22 horas, no Jardim do Rossio, em Aveiro, onde se poderão revisitar grandes temas do Jazz Clássico. Tem entrada livre.

No âmbito do programa das “Comemorações Aveiro 250 Anos”, a cantora Jacinta vai ter o prazer de presentear todo o seu público com um espectáculo bem diferente, com uma formação com a qual nunca se apresentou em Portugal. Será um concerto excepcional para a cidade que a viu nascer e crescer.

“Jacinta & Big Band - 250 anos da cidade de Aveiro” é um concerto único, onde aquela que foi considerada a melhor jovem artista de Jazz da Europa interpretará standards de Jazz bem conhecidos do grande público.

Bem ao estilo das grandes Big Bands com as grandes divas do Jazz, a simbiose da voz “negra” de Jacinta com os sopros e o swing de uma Big Band, resultam num grande espectáculo, onde o virtuosismo de cada músico resultará na musicalidade do seu todo.

Após um ano de 2008 bem intenso com a maior tournée de Jazz em Portugal - “Tour Convexo” -, e depois de ter já este ano de 2009 esgotado nove noites no Teatro São Luíz, em Lisboa, com o projecto “Songs of Freedom” com êxitos dos anos 60, 70 e 80, Jacinta fará agora um novo voo e mais uma vez num projecto bem arrojado.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:14

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

XI Feira de Artesanato e Gastronomia começa amanhã na Mealhada

A 11ª edição do certame promete muito artesanato, comes e bebes e animação

A abertura oficial da XI Feira de Artesanato e Gastronomia do Município da Mealhada vai decorrer amanhã, dia 6 de Junho, pelas 16 horas. Tem, assim, início mais uma edição do certame que conta com mais de 40 artesãos e a realização de trabalhos ao vivo, a melhor gastronomia regional, as “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” e muita, muita animação. Uma feira a visitar, seja pela arte e pelo engenho, seja pelos comes e bebes.

O espaço é apetecível e a feira tem muito para ver. Cestaria e a cerâmica, estanhos e tanoaria, bordados e renda, roupa, calçado ou bijutaria e peças de arte, muito artesanato, algum feito ali no local, pode ser visto no certame. No ar, está o cheiro da chanfana, dos negalhos e do bacalhau, do arroz doce, do leite-creme e do pão-de-ló, e claro está, das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, água, pão, vinho e leitão, que dão o aroma à festa e não deixam indiferente nenhum visitante da Feira de Artesanato e Gastronomia do concelho.

O certame conta ainda com muita animação no recinto, com espectáculos de rua, grupos folclóricos, fanfarras, filarmónicas, tunas académicas, grupos de jazz, karaoke e muita dança e com o sempre apetecido espaço das “tasquinhas” que, como é habitual, vai ser explorado por associações do concelho que vão representar cada uma das oito freguesias. Uma das grandes ambições das freguesias é mesmo vencer o tradicional concurso das tasquinhas, uma competição que determina qual a melhor do ano através de um questionário entregue a todos os artesãos participantes na feira e aos responsáveis por cada tasquinha, sendo que esses não podem, obviamente, votar na sua.

 

Programa                                                                          

Sábado, 6 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Abertura oficial da XI Feira de Artesanato e Gastronomia; 

17 horas – Grupo de Pauliteiros de Palaçoulo;

18 horas – Grupo de Cantares Tradicionais de São Miguel de Acha;

21 horas – Rancho Folclórico “As Tricanas” da Vila de Luso;

21.30 horas – Grupo de Pauliteiros de Palaçoulo;

22.30 horas – Escola de Samba “Juventude de Paquetá”.

Domingo, 7 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Os Pequenos Artistas da Expressão Musical;

17 horas – Escola de Samba “Sócios da Mangueira”;

18 horas – Grupo de Cantares de Condeixa;

19 horas – Míscaros;

21 horas – Desconcertuna;

21.30 horas – Pé na Terra.

Segunda-feira, 8 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Forrobodixie;

21.30 horas – Sabura CV.

Terça-feira, 9 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Strella do Dia;

22 horas – Drama & Dance.

Quarta-feira, 10 de Junho

9.30 horas - Prova de Atletismo “3 Milhas de Mealhada”;

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Os Pequenos Artistas da Expressão Musical;

17.30 horas – Rancho Folclórico e Etnográfico São João de Casal Comba;

18 horas – Tuna “As Mondeguinas”;

21 horas – Dixie Gringos – Jazz Band;

21.30 horas – Espectáculo surpresa de animação de rua;

22 horas – Tócandar.

Quinta-feira, 11 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Tok’Avacalhar;

17 horas – Batuk’Art;

18 horas – Tok’Avacalhar;

18.30 horas – Modas e Adufes – Grupo Etnográfico de Proença-a-Velha;

21 horas – Rancho Folclórico e Grupo Etnográfico da Pampilhosa;

21.30 horas – Espectáculo de fogo;

22 horas – Farra Fanfarra.

Sexta-feira, 12 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Filarmónica Lyra Barcoucense;

22 horas – Picä Tumilho.

Sábado, 13 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Amigos da Rambóia;

18 horas – Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz;

19 horas – Amigos da Rambóia;

21 horas – Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira;

22 horas – Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz;

22.30 horas – Grupo de fados “Raízes de Coimbra”.

Domingo, 14 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16.30 horas – Dance Fusion;

17 horas – Juventude Unida da Antes;

18 horas – Rancho Infantil e Juvenil de Ventosa do Bairro;

18.30 horas – Filarmónica Pampilhosense;

21 horas – Grupo Regional da Pampilhosa do Botão;

21.30 horas – RuBru Karaoke;

21.45 horas – Atribuição de Prémios do “1º Torneio de Ténis Feira de Artesanato e Gastronomia”;

22 horas – Atribuição de Prémios do “Concurso das Tasquinhas”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:10

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

“Deolinda” actuam na Mealhada

Dia 30 de Maio no Cine-Teatro Municipal Messias

Os “Deolinda” vão actuar no sábado, dia 30 de Maio, pelas 21.30 horas, no Cine-Teatro Municipal Messias, na Mealhada. Um novo conceito, singular e arrojado, de música popular portuguesa, inspirado pelo fado e pelas raízes tradicionais da canção portuguesa. Os autores de “Fon Fon Fon” prometem deixar ao rubro o público mealhadense e provar porque receberam o prémio “Melhor Revelação do Ano” na 14ª edição dos Globos de Ouro.

Os “Deolinda” apresentam uma nova forma, original e divertida, de cantar o fado, sem a tradicional guitarra portuguesa e sem o habitual ar sisudo, sério e fatalista dos fadistas. Um fado diferente, um fado que não é triste, que não é amargo, um fado que se dança e que irradia felicidade, um fado colorido até pelas roupas da vocalista, Ana Bacalhau, e pelas letras, de humor fino e mordaz, de Pedro da Silva Martins, também guitarrista do grupo.

Uma mistura sonora que vai da música popular portuguesa de Zeca Afonso e Sérgio Godinho, ao fado de Amália Rodrigues e Alfredo Marceneiro, passando pela música grega e pela ranchera mexicana, pelo samba e pela música havaiana, pelo jazz e pelo pop numa união pouco habitual de géneros musicais que, com os “Deolinda”, fazem todo o sentido.   

As reservas para o espectáculo podem ser efectuadas através do telefone 231 209 870 e 231 200 980. Os bilhetes podem ser ainda adquiridos, e levantados, na bilheteira do Cine-Teatro Municipal Messias, das 20 às 22 horas, de quinta-feira a segunda-feira, ou das 15 às 18 horas de domingo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:47

link do post | comentar | favorito
Domingo, 26 de Abril de 2009

No Cine-Teatro Municipal de Anadia dia 2 de Maio, sábado

“Espectáculo Musical – década de 50/60”

O Cine-Teatro Municipal de Anadia vai receber o espectáculo musical, das décadas de 50/60, do século XX, interpretado por Marco António e The Lucky Dukies, no próximo dia 2 de Maio, sábado, pelas 21.30 horas.

Marco António é um cantor com uma voz preparada para a nostalgia musical dos anos 20 aos anos 60 e faz-se acompanhar por conceituados músicos a quem chama The Lucky Dukies.

Esta banda, formada por cinco elementos (voz, piano, contrabaixo, jazz, guitarra e bateria) tem repertório variado levando o espectador ao glamour de outrora, com um ambiente e sonoridade há muito extintos.

Os bilhetes (10 euros) podem ser adquiridos em dias de espectáculos, nos seguintes horários: sextas-feiras (18 – 22 horas); sábados (14 – 22 horas) e domingos (14 – 16 horas). As reservas podem ser efectuadas na Câmara Municipal de Anadia até três dias antes do espectáculo e os bilhetes levantados até duas horas antes do mesmo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:51

link do post | comentar | favorito
Sábado, 18 de Abril de 2009

Cine-Teatro Municipal Messias

Mealhada comemora o 25 de Abril com tributo a Zeca Afonso

O Cine-Teatro Municipal Messias vai ser palco, na noite de sexta-feira dia 24 de Abril, pelas 21.30 horas, de um espectáculo de homenagem ao célebre músico Zeca Afonso, como forma de assinalar os 35 anos da Revolução dos Cravos. “20 Canções para Zeca Afonso” é o nome do projecto musical que reflecte o olhar da geração mais jovem sobre a música e as palavras deste cantor de Abril.

Este é um projecto musical que desafia os demais a uma reflexão sobre a obra poética e musical desta figura ímpar da cultura portuguesa. “20 Canções para Zeca Afonso” surge em 2007, duas décadas depois do desaparecimento do músico, e é um espectáculo que pretende recriar a raiz popular da música de Zeca Afonso num contexto inovador, que concilia as melodias das canções (vozes), os timbres jazzísticos do trio de Jazz (guitarra, baixo e bateria) que acompanham os instrumentos solistas (saxofone e piano) e a ambiência subtil do quarteto de cordas, numa fusão única de universos musicais.

O repertório seleccionado inclui temas muito popularizados e outros menos divulgados entre um público mais generalista. Um espectáculo de 90 minutos, que se revela uma alternativa original e requintada de prestar homenagem a Zeca Afonso, “procurando o equilíbrio entre uma mensagem emocional clara, pelas palavras e temas musicais, e a leveza fraterna e optimista própria da sua música”, divulga a produtora, numa nota sobre o projecto.

Na noite de sexta-feira, dia 24 de Abril, quem marcar presença no Cine-Teatro Municipal Messias poderá ouvir temas tão conhecidos como “Traz outro amigo também”, “A morte saiu à rua” ou “Venham mais cinco”, ou outros como “Tenho barcos”, “Menino do bairro negro”, “Canção de embalar”, “Maria Faia”, “Cantigas de Maio”, “Senhor Arcanjo”, “Coro da Primavera”, “Fui à beira mar”, “Adeus, ó Serra da Lapa”, “Redondo Vocábulo”, “O homem voltou”, “Os índios da meia-praia”, “Não é meu bem”, “Senhora que o velho”, “Verdade é Mentira”, “Eu dizia”, “Benditos” e “À proa”.

As reservas para o espectáculo podem ser efectuadas através do telefone 231 209 870 e 231 200 980. Os bilhetes, que já se encontram à venda, podem ser ainda adquiridos, e levantados, na bilheteira do Cine-Teatro Municipal Messias, das 20 às 22 horas, de quinta-feira a segunda-feira, ou das 15 às 18 horas de domingo.

 

Comemorações prosseguem no dia 25 de Abril

As comemorações dos 35 anos do 25 de Abril de 1974 prosseguem no sábado, dia 25 de Abril, logo pelas 10 horas. Está, então, marcado, para essa hora, o Hastear da Bandeira Nacional nos Paços do Município, a Guarda de Honra pelos Bombeiros de Mealhada e de Pampilhosa, o Hino Nacional executado pela Filarmónica Lyra Barcoucense 10 de Agosto, a Largada de Pombos pelo Grupo Columbófilo da Mealhada e a Deposição de uma coroa de flores junto ao monumento aos mortos em combate do concelho da Mealhada.

A habitual sessão solene da Assembleia Municipal da Mealhada está marcada para as 10.10 horas no Salão Nobre dos Paços do Concelho. O programa de comemorações termina da parte da tarde, no Jardim Municipal da Mealhada, com as actuações do Rancho Folclórico São João de Casal Comba e o Rancho Folclórico e Grupo Etnográfico da Pampilhosa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:37

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

“Sextas Culturais Águeda 2009”

TGB trazem jazz e improvisação ao Cine-Teatro São Pedro esta sexta-feira

As “Sextas Culturais Águeda 2009”, iniciativa da Câmara Municipal de Águeda, continuam em força trazendo a Águeda o concerto de um dos mais singulares, imprevisíveis e fascinantes grupos do jazz nacional: os TGB.

O concerto de 10 de Abril, sexta-feira, deste invulgar trio constituído por Sérgio Carolino (tuba), Mário Delgado (guitarra) e Alexandre Frazão (bateria) integra-se nas “Sextas Culturais Águeda 2009” e terá lugar às 21.45 horas, no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda.

O nome TGB representa as iniciais de tuba, guitarra e bateria, os instrumentos que constituem este trio, formação pouco usual em termos instrumentais, quer pelo tipo de combinação, quer pelo lugar móvel que estes ocupam na pirâmide tímbrica. Tamanha audácia num projecto musical só poderia contar com a excelência de grandes músicos: Sérgio Carolino, além das colaborações com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, é actualmente tuba principal na Orquestra Nacional do Porto; Mário Delgado é um guitarrista de reconhecidos méritos, quer seja no trio de Carlos Barreto ou nas incontáveis colaborações que já teve com meio mundo musical português; por fim, Alexandre Frazão é um dos bateristas centrais da música nacional, com um rol de participações em todas as áreas, do jazz (Bernardo Sassetti) à música tradicional (Júlio Pereira), ou da pop (Rui Veloso).

O som TGB move-se num terreno próximo de formações clássicas inusitadas da história do Jazz e da música improvisada. O repertório viaja pelos próprios projectos paralelos dos três músicos, bem como por diversos outros compositores pragmáticos, cujo relevo melódico/rítmico é tão abrangente que permite as mais audaciosas inversões instrumentais, viajando do rock ao pop. Na verdade, mais do que um grupo jazz, os TGB assumem-se como um trio de improvisadores sujeitos a variadíssimas influências.

Os bilhetes do concerto dos TGB, bem como dos demais concertos das “Sextas Culturais Águeda 2009”, podem ser comprados em diversos postos de venda em Águeda, Aveiro e Porto. Os bilhetes para o concerto dos TGB têm o custo de 10 euros no dia do concerto, mas podem ser adquiridos por 5 euros se pré-comprados até à véspera.

As “Sextas Culturais”, iniciativa da Câmara Municipal de Águeda e programação da d’Orfeu Associação Cultural, continuam a marcar o calendário cultural da região, desta vez com o som inconfundível dos TGB.

 

Masterclasse destinada a músicos

A passagem dos TGB por Águeda fica ainda marcada por uma Masterclasse destinada a músicos, orientada pelos três gurus (Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão) na véspera do concerto, dia 9 de Abril, quinta-feira, entre as 17 e as 21 horas. As inscrições são limitadas (para mais informações contactar dorfeu@dorfeu.com ou 234 603 164). A presença dos TGB, não só em palco mas também no contacto formativo, será uma oportunidade única para os músicos da região.

Na noite de 10 de Abril, palco à sinergia sublime de uma tuba veloz, uma guitarra viajante e uma bateria experiente. Quem já os conhece, já sabe: cada concerto dos TGB é único e irrepetível.

 

Bilhetes e preços

- 10 euros (no próprio dia/apenas na bilheteira do Cine-Teatro São Pedro)

- 5 euros (pré-venda)

 

Pontos de venda:

Águeda - Galeria Municipal, Fórum da Juventude, Biblioteca Municipal, Piscinas Municipais, Espaço d’Orfeu, Posto de Turismo, Cine-Teatro São Pedro;

Aveiro - Oficina de Música de Aveiro, Loja de Música Wah Wah no Mercado Negro, Loja de Discos Disco Preto no Centro Comercial Oita;

Porto - Contagiarte.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:09

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Orquestra de Jazz de Mato...

Quinto aniversário de ele...

Noite de Jazz no Museu do...

Museu Marítimo de Ílhavo ...

“Jacinta & Big Band” em A...

XI Feira de Artesanato e ...

“Deolinda” actuam na Meal...

No Cine-Teatro Municipal ...

Cine-Teatro Municipal Mes...

“Sextas Culturais Águeda ...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds