Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Seminário Internacional “A Cidade a Pé” - Programa Europeu “Active Access” - dia 18 de Março em Aveiro

Inscrições disponíveis no site da autarquia

Vai realizar-se, no dia 18 de Março, o Seminário Internacional “A Cidade a Pé”, no Centro Cultural e de Congresso de Aveiro, entre as 9 e as 18 horas.

O seminário surge no âmbito da aprovação do Projecto Europeu de Mobilidade “Active Access”, integrado no programa europeu Intelligent Energy Europe, do qual o Município de Aveiro é um dos 17 parceiros europeus que integram a rede de cidades promotoras de medidas de mobilidade.

As inscrições estão disponíveis através do site da Câmara Municipal de Aveiro, em www.cm-aveiro.pt.

Este evento pretende divulgar e discutir o objectivo principal do Projecto Europeu “Active Access”, que reside na promoção de políticas que aumentem a circulação ciclável e, sobretudo, pedonal nas pequenas deslocações dos cidadãos, ganhando consciência das hipóteses de compras, serviços e lazer na sua vizinhança. Estarão presentes representantes e especialistas dos diversos parceiros europeus.

O projecto europeu ambiciona conseguir uma redução substancial do consumo de energia e emissões, bem como melhoria na saúde das populações, prosperidade do comércio tradicional e ainda o aumento do sentido de pertença a um lugar, reforçando os laços de vizinhança e implementando a urbanidade.

O projecto “Active Access” tem como parceiros europeus, além de Aveiro, uma rede constituída pela Universidade de Napier (líder do consórcio) e pelas cidades de Koprivnica na Croácia, L’Aquila em Itália, Szeged na Hungria, a Austrian Mobility Research, o município de Tartu na Estónia, a Agência de Energia de Harguita, o Club de Ciclistas da Hungria, o Centro Nacional de Saúde da Eslovénia, o Instituto Alemão de Assuntos Urbanos, a Agência de Energia Prioriterre de Annecy em França, a Agência de Energia de Ribera em Espanha, Cities 4 Mobility, Universidade de Chipre, Walk 21 e The Association for Urban Transition.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

“Escolíadas 2010” – 21ª Edição

Evento vai sair da Mealhada pela primeira vez

As “Escolíadas 2010” estão próximas do arranque, que acontece no dia 16 de Abril, no concelho de Ílhavo. São 21 as escolas que aceitaram participar nesta edição que será um novo desafio para todos os envolvidos. A 21ª edição das “Escolíadas” vai decorrer em vários espaços, havendo a partir deste ano sempre um ou dois pólos.

Cada pólo terá sessões e finais, seguindo-se uma finalíssima e a rematar a “Gala de Entrega de Prémios das Escolíadas”, que todos os anos serve para reapresentar os melhores momentos das sessões e promover um convívio entre todos.

 

Primeira sessão no dia 16 de Abril em Ílhavo

Dia 16 de Abril será a primeira sessão das “Escolíadas”, e é logo nesse dia que algo de inédito vai acontecer: o evento não terá início na Mealhada, mas sim no Centro Cultural de Ílhavo, que receberá o Pólo 1 das “Escolíadas”. Ali vão apresentar a sua arte nove escolas dos concelhos de Aveiro, Ílhavo e Vagos. A final deste pólo será na mesma sala, no dia 30 de Abril.

Em 7 de Maio arranca o segundo pólo das “Escolíadas 2010”, que receberá 12 escolas de oito concelhos. O local para este pólo ainda está por definir, mas deverá ser em Coimbra ou na Mealhada.

Por definir está também o espaço que receberá a finalíssima das “Escolíadas 2010”, que vai receber as duas melhores escolas de cada pólo. A “Gala de Entrega de Prémios das Escolíadas 2010” será, à semelhança do que aconteceu na edição anterior, no “Centro Cultural de Ílhavo”.

 

Mais de dois mil alunos e professores envolvidos 

No total serão mais de dois mil alunos e professores envolvidos nas provas do evento, que já tem a confirmação do apoio da Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), do Instituto Português da Juventude (IPJ), das Câmaras Municipais de Ílhavo e de Coimbra. Serão 11 noites repletas de Arte e Juventude, numa edição marcada pela descentralização das “Escolíadas”.

 

Calendário “Escolíadas 2010”

 

PÓLO 1 (Centro Cultural de Ílhavo)

1ª Sessão – Sexta-feira, dia 16 de Abril

- Escola Secundária Homem Cristo – Aveiro

- Escola Secundária José Estêvão – Aveiro

- Escola Secundária Dr. Mário Sacramento – Aveiro

 

2ª Sessão – Sábado, dia 17 de Abril

- Escola Secundária Dr. Jaime Magalhães Lima – Esgueira

- Escola Secundária Dr. João Carlos Celestino Gomes – Ílhavo

- Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos

 

3ª Sessão – Sexta-feira, dia 23 de Abril

- Escola Profissional de Aveiro – Aveiro

- Escola Secundária com 3º ciclo da Gafanha da Nazaré

- Escola Secundária de Vagos

 

Final – Sexta-feira, dia 30 de Abril

 

2º PÓLO – Coimbra ou Mealhada (ainda por definir)

1ª Sessão – Sexta-feira, dia 7 de Maio

- Escola Secundária de Montemor-o-Velho

- Escola Secundária Drª. Maria Cândida de Mira

- Escola Secundária de Carregal do Sal

 

2ª Sessão – Sábado, dia 8 de Maio

- Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais – Mortágua

- Colégio de Albergaria-a-Velha

 

3ª Sessão – Sexta-feira, dia 14 de Maio

- ADA – Associação Diogo Azambuja – Montemor-o-Velho

- Escola Secundária Dom Dinis – Coimbra

- Escola Secundária de Albergaria-a-Velha

 

4ª Sessão – Sábado, dia 15 de Maio

- Escola Secundária de Mealhada

- Escola Secundária de Oliveira do Bairro

- Escola Secundária Avelar Brotero – Coimbra

 

Final – Sexta-feira, dia 21 de Maio

 

Finalíssima – Sexta-feira, dia 28 de Maio

 

“Gala de Entrega de Prémios das Escolíadas” – Sexta-feira, dia 4 de Junho, no Centro Cultural de Ílhavo, em Ílhavo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Inaugurada a exposição “O Poder da Paz” em Águeda

Na Biblioteca Municipal Manuel Alegre até 31 de Janeiro

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, em Águeda, tem patente ao público, desde o dia 6 até 31 de Janeiro uma exposição intitulada “O Poder da Paz”.

A vereadora da Cultura, Elsa Corga, esteve presente na inauguração da mostra, realizada a 6 de Janeiro, momento que contou com um representante do Instituto Duarte Lemos (IDL) e outro do Lions Clube de Águeda, assim como vários professores e alunos responsáveis pelo projecto.

Na ocasião, Elsa Corga referiu que “’O Poder da Paz’ é um bom tema para iniciarmos o ano, sendo este um desejo comum a todos: Paz!”. A vereadora aproveitou também para “agradecer a escolha da Biblioteca Municipal Manuel Alegre para apresentar este belo trabalho”, acrescentando ainda que “este local está sempre aberto a todos, principalmente às escolas e a este tipo de trabalhos”. O momento foi ainda abrilhantado pela actuação do Grupo Coral do IDL.

Os trabalhos expostos são da autoria de alunos do IDL, sendo a mostra uma organização conjunta entre a escola e o Lions Clube de Águeda.

A exposição pode ser visitada até 31 de Janeiro, de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas (sem interrupção de almoço) e aos sábados, das 10 às 12.30 horas, na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:51

link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Dezembro de 2009

Câmara Municipal de Águeda formaliza protocolos para fornecimento de refeições

Autarquia atribui assim comparticipação de cerca de 115 mil euros

No passado dia 10 de Dezembro, a Câmara Municipal de Águeda assinou 16 protocolos, com diversos parceiros, para o fornecimento de refeições nos estabelecimentos de ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.

O momento da assinatura do protocolo contou com a presença do presidente da Câmara, Gil Nadais, da vereadora da Educação, Elsa Corga e dos vários representantes das entidades envolvidas.

O autarca aguedense aproveitou o momento para agradecer a todos os presentes e às entidades que representam: “Agradeço a todos, porque estamos todos com a mesma missão: dar o melhor às nossas crianças”. Para Gil Nadais esta colaboração “é muito importante”, porque “estamos sempre a tentar ir mais longe e sempre a tentar fazer o melhor. Tudo isto só é possível com a vossa ajuda”.

Por sua vez, Elsa Corga referiu que “em várias áreas damos privilégio às parcerias e está é uma delas”. A vereadora da Educação voltou a reforçar os agradecimentos a estas entidades, referindo que “só com a vossa colaboração podemos prestar o melhor serviço às nossas crianças”.

Os parceiros nas refeições escolares são os seguintes: ABARCA, Agrupamento de Escolas de Águeda, Agrupamento de Escolas de Fermentelos, ARCOR, Associação de Serém, CASAS, Centro Social de Belazaima, Centro Social Paroquial da Borralha, Centro Social Paroquial de Recardães, Instituto Duarte Lemos, freguesia de Agadão, freguesia do Préstimo, freguesia de Valongo do Vouga, Ninho Académico, Os Pioneiros e o Patronato Nossa Senhora das Dores.

Com os presentes protocolos, a autarquia atribui a comparticipação de aproximadamente 115 mil euros para as refeições escolares.

A assinatura destes protocolos volta a reforçar o empenho da Câmara Municipal em querer as melhores soluções para a educação das crianças do concelho de Águeda.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:48

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

Água da rede pública de Anadia própria para consumo humano

Análises atestam “boa qualidade da água”, diz Litério Marques

A água da rede pública de abastecimento de água de Anadia encontra-se própria para consumo humano. A informação pode ler-se no comunicado à Imprensa enviado pela Câmara Municipal de Anadia, em conjunto com a Delegação de Saúde de Anadia, na última quinta-feira, dia 3 de Dezembro. Desta forma ficam dissipadas todas as dúvidas sobre a causa/origem do surto de gastroenterite que recentemente afectou a população do concelho.

O comunicado explica que na sequência do surto virusal ocorrido em meados do mês de Novembro e que originou um primeiro comunicado à população, emitido no dia 19 desse mês, a Câmara Municipal e a Delegação de Saúde de Anadia decidiram reforçar as análises que são efectuadas à rede pública de abastecimento de água.

 

Primeiros resultados da água já cumpriam valores

“Das análises extras que foram realizadas pelo laboratório acreditado e que efectua as análises com a periodicidade recomendada e os parâmetros que a Lei determina, concluiu-se que todos os resultados cumprem os valores paramétricos segundo o DL 306/2007”, conforme se lê no comunicado com data de 3 de Dezembro.

Posto isto, outras colheitas foram também realizadas e analisadas pelo Instituto Nacional de Sáude Dr. Ricardo Jorge, através do Departamento de Saúde Ambiental, e os relatórios de ensaio enviados de análise química e micro bacteriológica à água de consumo humano “apresentam resultados que cumprem igualmente os valores paramétricos do DL 306/2007”, lê-se no mesmo comunicado.

Recorde-se que mais de uma centena de crianças de vários estabelecimentos de ensino do concelho de Anadia, assim como adultos, foram atingidos, entre os dias 19 e 20 de Novembro, por um surto de gastroenterite, que levou a uma afluência fora do normal da Consulta Aberta do Centro de Saúde de Anadia. Os sintomas de vómitos e diarreias foram comuns, chegando a desconfiar-se que a água da rede pública poderia estar na origem deste problema.

No entanto, todas as dúvidas ficam agora desfeitas. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, recusou desde o início qualquer ligação entre a água da rede pública e o surto, alegando já que as últimas análises realizadas a 17 de Novembro atestavam a “boa qualidade da água”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:26

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Conservatório Artes e Comunicação Filarmónica União Oliveira do Bairro inaugurado

Equipamento abre as portas 12 anos depois das obras terem começado

Mário João Oliveira, presidente da Câmara de Oliveira do Bairro e o Comendador Almeida Roque inauguraram, dia 27 de Novembro, o Conservatório Artes e Comunicação Filarmónica União Oliveira do Bairro (FUOB). Uma obra que contempla a sede social e a Escola de Música, que teve o seu início no ano de 1997 e fica agora concluída, representando um custo total no valor de 850 mil euros.

Após a visita às modernas instalações, foi a vez da sessão solene, com os discursos. Miguel Ramiro, presidente da Direcção da FUOB, disse que a inauguração simboliza o início de mais um ciclo. E não se esqueceu de agradecer a Joaquim Santos, que disponibilizou um espaço à FUOB entre 2000 e 2009, sem pagar renda: “Ceder 300 metros quadrados de espaço gratuitamente é obra! E com solicitações para aluguer”, frisou o dirigente, que ofereceu uma lembrança ao também vereador.

A FUOB, instituição que remonta ao ano de 1867, foi reconhecida como Instituição de Utilidade Pública Administrativa em Janeiro de 1980.

Miguel Ramiro, que assumiu os destinos da FUOB em 1992, deparou-se com uma “situação muito difícil”. Nesse ano inscreve-se no Registo Nacional de Associações Juvenis (RNAJ) e na Federação das Associações Juvenis do Distrito de Aveiro (FAJDA). E em 1994 na Federação Nacional de Associações Juvenis (FNAJ).

“Havia a necessidade de arranjar outro espaço que pudesse oferecer melhores condições. Com esse espírito expus as minhas ideias ao arquitecto Walter Rossa para a criação de um equipamento que servisse a instituição e oferecesse à população do concelho e região condições lúdicas e de lazer, até então inexistentes na zona centro do país”, explicou Ramiro.

A obra avançou em 1997. E após vários contratempos, os números são os seguintes, em termos de apoios: PIDDAC - 339.258,00 euros; Instituto Português da Juventude (IPJ) - 102.500,00 euros; Câmara Municipal de Oliveira do Bairro - 151.347,00 euros e Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro - 25 mil euros, o que perfaz o total de 618.105,00 euros.

Miguel Ramiro lembra que o custo total da obra é de 850 mil euros, tendo a FUOB pago 150 mil de IVA. “Foi um percurso com grandes dificuldades mas acima de tudo reconheço que este equipamento é mais que uma simples sede de uma instituição”.

Miguel Nascimento, director regional do Centro do IPJ, lembrou que o IPJ esteve sempre “ao lado da vossa instituição e do vosso esforço, desta grande sede. É um edifício extraordinário, que pode encher-se de vida”.

Já Almeida Roque disse sentir-se um devedor e que o credor era Miguel Ramiro: “Dei um subsídio muito pequeno. Até me sinto envergonhado perante uma obra destas”, finalizando que está disponível para continuar a apoiar. Mário João Oliveira enalteceu a “persistência e dedicação ao longo de quase 18 anos, culminando com este momento” e mostrou disponibilidade da parte da autarquia para continuar a ajudar a FUOB.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:48

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Sexagenária esfaqueada até à morte em noite de assaltos

Aldeia da Madureira, em Amoreira da Gândara, Anadia, chocada com homicídio de Maria Alice Jesus

Maria Alice Jesus, com 63 anos e viúva há dois, foi brutalmente assassinada na madrugada do passado sábado (de 20 para 21 de Novembro), com várias facadas na cara e no pescoço e uma pancada na cabeça, no interior do seu mini-mercado, situado no lugar de Madureira, freguesia de Amoreira da Gândara, concelho de Anadia.

O clima que se vive na aldeia, desde sábado de manhã, é de medo e consternação. Foram os próprios vizinhos que descobriram o cadáver, cerca das 7 horas da manhã.

“Estranhámos a Maria Alice não ter aberto as portas da mercearia e os sacos do pão ainda estarem pendurados cá fora. Foi quando três vizinhos se juntaram para entrar dentro de casa, com a a juda de um escadote, pela varanda que dava para o quarto dela”, conta Lucília Ferreira Moreira, vizinha, que veio à porta da Tasquinha do Gala à procura da data e hora do funeral, ontem, dia 24.

Contudo, nas portas e vidros daquela que era a única mercearia e café da Madureira, e dos quais Maria Alice era proprietária, ainda não estava nenhuma informação relativa ao funeral.

Lucília Moreira continuava incrédula. Diz que ninguém se apercebeu de nada na noite do crime. “Nem os vizinho da frente”. Só quando entraram na casa da vítima e depois de a percorrer, foram encontrar a sexagenária numa arrecadação junto à mercearia, tombada e de bruços, já sem vida, conforme explicou a vizinha.

 

“Uma boa mulher”

Lucília Moreira contou ao Quiosque das Letras que na noite do crime, cerca das 20.30 horas, esteve com a proprietária da Tasquinha do Gala na mercearia, “porque recebi uma carta em casa para uma pessoa que eu desconhecia e fui ter com ela para ver se sabia de quem se tratava. Disse-me que tinha muito que fazer e que ali ficaria pelo serão, porque estava com a máquina de etiquetar a colocar preços nos produtos”.

A vizinhança admite que os autores do homicídio devem ter surpreendido Maria Alice na merceria, tendo trancado a porta quando saíram e lamenta a perda de “uma boa mulher”, admitindo que “vai fazer falta na aldeia a Ti Maria Alice”.

 

Dez facadas

As perícias realizadas ao cadáver revelam ter sido esfaqueada por dez vezes, sendo que a mulher foi ainda agredida na cabeça, ao que parece com uma pedra. O cenário onde foi encontrada, com as paredes ensanguentadas, deu a entender às autoridades que a idosa ofereceu resistência e lutou, com todas as forças, contra quem a matou.

O cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Aveiro, onde a causa da morte terá sido apurada na autópsia.

Os assaltantes roubaram dinheiro e tabaco. Suspeita-se que os mesmos indivíduos sejam os responsáveis pelo assalto à Igreja Matriz de Amoreira da Gândara - de onde foram furtadas três cruzes em prata, avaliadas em cerca de 40 mil euros, usadas nas procissões da aldeia - e um talho, de onde levaram dinheiro e chouriças, na mesma madrugada. 

 

Assaltantes a monte

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro, a quem está entregue o caso, continua a investigar vestígios dos autores do crime, que continuam a monte. De acordo com fonte policial, esta investigação “é prioritária”.

A presença de elementos da PJ na aldeia da Madureira tem mantido a população mais tranquila. Mas o ambiente não deixa de ser de tensão e medo. Lucília Moreira revelou que as filhas e genros “têm ficado a dormir cá em casa. Nós não queremos deixar a nossa casa, para ir viver com eles. Mas temos algum receio”.

O funeral de Maria Alice Jesus Gala deve acontecer hoje, dia 25.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

Surto de gastroenterite afecta centenas em Anadia

Origem do problema pode estar na água da rede pública

Mais de uma centena de crianças de vários estabelecimentos de ensino do concelho de Anadia, assim como adultos, foram atingidos, entre quinta e sexta-feira, por um surto de gastroenterite, que levou a uma afluência fora do normal da Consulta Aberta (CA) do Centro de Saúde de Anadia. Os sintomas de vómitos e diarreias foram comuns, chegando a desconfiar-se que a água da rede pública poderia estar na origem deste problema.

E a dúvida ainda não está dissipada, pelo menos até chegarem os resultados conclusivos das análises à água que foram pedidos ao Instituto Ricardo Jorge (IRJ), pela Câmara Municipal, devendo chegar entre hoje, quarta-feira ou amanhã. Para já, a CA retomou a normalidade.

 

Colégio de Mogofores dá alarme

O alarme foi dado pelo Colégio Salesiano de São João Bosco, em Mogofores, na manhã de quinta-feira, dia 19, quando os docentes chegaram e se aperceberam da ausência de um número significativo de alunos.

Dário Tavares, director do Colégio de Mogofores, diz ter ficado a saber, por via da delegada de saúde, que o problema podia estar relacionado com a água da rede pública. “Também constatámos que não era um problema exclusivo da nossa escola, mas sim de muitas outras”, adiantou o responsável.

O sucedido motivou a Câmara Municipal de Anadia, em parceria com a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), através do Centro de Saúde de Anadia, a emitir um comunicado ainda na quinta-feira, dia considerado mais crítico em termos de ocorrências registadas na CA. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, lembrou que ambas as entidades estariam a “envidar todos os esforços no sentido de controlar o surto e identificar a sua causa”. No comunicado podia ler-se que o surto, pelas características, era “típico de uma gastroenterite aguda de origem viral característica deste período do ano”.

Litério Marques recusou desde o início qualquer ligação entre a água da rede pública e o surto, alegando que as últimas análises, que tinham sido realizadas no dia 17, atestavam a “boa qualidade da água”.

No entanto, a autarquia decidiu reforçar as medidas de desinfecção da água e solicitou ao IRJ a realização de novas análises para avaliar a qualidade da água para consumo público.

 

Retomada a normalidade

Dário Tavares, contactado ontem, dia 23, pelo Quiosque das Letras, diz que no Colégio de Mogofores “continuamos sem dar água às crianças”, apesar de agora ter “tudo voltado à normalidade. Mas continuamos com dúvidas sobre a água e se podemos bebê-la ou não”.

Litério Marques também fala em “normalização da situação”, dizendo estar convencido de que está tudo bem com a água e aguardando os resultados do IRJ. Também a ARSC afirmou que a CA retomou a sua normalidade nos últimos dias.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:52

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Litério Marques distinguido com o Prémio “Mérito Desportivo”

Autarca anadiense foi a personalidade indicada pela Federação Portuguesa de Ciclismo

Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, foi distinguido com o Prémio “Mérito Desportivo” - Personalidade do Ano, pela Confederação do Desporto de Portugal, no passado dia 29 de Outubro, na 14ª Gala do Desporto, que decorreu no Casino do Estoril.

Subordinado ao lema “Acreditar na Formação”, as Federações das diferentes modalidades indicaram as personalidades/entidades que reuniam curricula merecedores da distinção deste prémio, pelo trabalho realizado em prol do desenvolvimento desportivo.

Assim, Litério Marques foi a personalidade indicada pela Federação Portuguesa de Ciclismo, como individualidade que mais contribuiu para o desenvolvimento e promoção desta modalidade, nomeadamente no papel que desempenhou perante as entidades envolvidas na concretização da construção do primeiro e único Centro de Alto Rendimento, do país, que servirá esta modalidade - Velódromo Nacional.

Recorde-se que o Centro de Alto Rendimento (CAR) de Anadia - Velódromo Nacional de Sangalhos foi inaugurado a 11 de Setembro último, pelo então ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira.

O equipamento é a única pista coberta de ciclismo no país - com 250 metros - e vai acolher outras modalidades como a esgrima, ginástica, judo, trampolins e desportos acrobáticos. O centro de estágio dispõe de 16 quartos duplos para 32 atletas, treinadores, técnicos desportivos e dirigentes e equipamento de preparação e recuperação de atletas.

Trata-se de um investimento que chega aos 12,2 milhões de euros, financiado pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) em 70%, tendo tido o apoio do Instituto do Desporto de Portugal. A Câmara de Anadia investiu 2,8 milhões de euros.

Durante o seu discurso na inauguração do Velódromo Nacional, Litério Marques falou da “realização de um sonho”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:56

link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Outubro de 2009

PDM de Águeda na recta final

Versão final entregue esta semana na CCDRC para aprovação

A Câmara Municipal de Águeda entregou, no dia 6 de Outubro, na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), a versão final do Plano Director Municipal (PDM), contendo as alterações impostas pela legislação entrada em vigor em Maio do corrente ano, as quais foram responsáveis pelo atraso na aprovação deste instrumento que, sem tais alterações legislativas, estaria já em vigor.

A versão final obteve, em reunião realizada a 17 de Junho de 2009, parecer favorável das entidades não representadas na Comissão Técnica de Acompanhamento (CTA), nomeadamente a Administração Regional de Saúde do Centro, IP; a Direcção Regional de Educação do Centro; a Direcção Geral de Energia e Geologia; o Instituto Nacional de Aviação Civil; o INP – ANACOM; o Instituto do Desporto de Portugal; o Instituto de Infra-Estruturas Rodoviárias; a Autoridade Nacional de Protecção Civil e a Administração da Região Hidrográfica do Centro, estando agora apenas dependente do parecer final da CTA para se proceder aos subsequentes passos que permitirão a sua entrada em vigor.

Assim, prevê-se que antes do final do ano seja possível ter já em implementação no território o novo PDM, o qual trará efeitos benéficos para o concelho de Águeda, porque corrigirá os erros cometidos em termos de ordenamento no PDM elaborado em 1995 e traçará toda uma nova visão estratégica de intervenção territorial para o município, o que é fundamental para o desenvolvimento sustentado do mesmo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:12

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Seminário Internacional “...

“Escolíadas 2010” – 21ª E...

Inaugurada a exposição “...

Câmara Municipal de Águed...

Água da rede pública de A...

Conservatório Artes e Com...

Sexagenária esfaqueada at...

Surto de gastroenterite a...

Litério Marques distingui...

PDM de Águeda na recta fi...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds