Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Curia Tecnoparque recebe lançamento do número 36 da revista Aqua Nativa

Nova edição dedicada à freguesia de Tamengos, Anadia

Uma reflexão e análise históricas sobre um espaço carregado de memórias. Assim poderia definir-se a sessão de lançamento do número 36 da Revista de Cultura e História Local Aqua Nativa, edição dedicada a Tamengos, que juntou no auditório do Curia Tecnoparque, em Tamengos, alunos da Universidade Sénior da Curia (USC) e também muitos habitantes da localidade homenageada.

Nuno Rosmaninho, docente do Departamento de Línguas e Cultura da Universidade de Aveiro, proporcionou uma verdadeira aula de História Local a todos quantos puderam assistir ao lançamento de “Dossiê Tamengos”, cuja leitura permitirá uma “viagem pelo espaço, pelas pessoas e por quotidianos totalmente diferentes” dos que se conhecem hoje e que dizem respeito à realidade daquela freguesia do concelho de Anadia, até há 50 anos atrás.

O autor e investigador explicou que esta é uma temática com grandes “virtudes cívicas”, uma vez que poderá fazer “entender melhor e lutar por um lugar”. E como “o que há ainda para fazer é imenso”, este “Dossiê Tamengos” pode também ajudar a mostrar temas que funcionam como exemplos para quem quer investigar e fazer História Local, até porque “no concelho de Anadia poucas povoações têm estudos sistemáticos feitos”.

O investigador dá o exemplo da preservação do património das igrejas, que ainda não está estudado, e que é urgente “fotografar, medir e pesar”. O autor terminou deixando uma sugestão: a criação de uma “Carta Concelhia do Património”.

Para Alice Godinho, professora de Estruturas Socioculturais da USC, a revista Aqua Nativa - e este número em concreto, dedicado a Tamengos - vêm desempenhar um “importante papel na construção histórica”, revelando-se um “valioso instrumento de trabalho e investigação”.

O dossiê sobre Tamengos reúne um conjunto de realidades já passadas, permitindo também satisfazer a curiosidade dos habitantes de hoje.

Carlos Alegre, director e coordenador da Revista Aqua Nativa, descreveu a publicação como um “espaço de memórias, de histórias de vida”, convidando todos os que gostam de História Local a escrever, “porque realmente têm muito para dizer”.

Esta edição, que completa o 19º aniversário da revista, apresenta um conjunto de artigos e estudos sobre Tamengos ao longo da História, um trabalho de vários autores, que traça um perfil da localidade em cerca de metade da revista.

Está já a ser preparado o número 37 da Aqua Nativa, que incluirá um dossiê de estudos sobre Ancas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:04

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Sexagenária esfaqueada até à morte em noite de assaltos

Aldeia da Madureira, em Amoreira da Gândara, Anadia, chocada com homicídio de Maria Alice Jesus

Maria Alice Jesus, com 63 anos e viúva há dois, foi brutalmente assassinada na madrugada do passado sábado (de 20 para 21 de Novembro), com várias facadas na cara e no pescoço e uma pancada na cabeça, no interior do seu mini-mercado, situado no lugar de Madureira, freguesia de Amoreira da Gândara, concelho de Anadia.

O clima que se vive na aldeia, desde sábado de manhã, é de medo e consternação. Foram os próprios vizinhos que descobriram o cadáver, cerca das 7 horas da manhã.

“Estranhámos a Maria Alice não ter aberto as portas da mercearia e os sacos do pão ainda estarem pendurados cá fora. Foi quando três vizinhos se juntaram para entrar dentro de casa, com a a juda de um escadote, pela varanda que dava para o quarto dela”, conta Lucília Ferreira Moreira, vizinha, que veio à porta da Tasquinha do Gala à procura da data e hora do funeral, ontem, dia 24.

Contudo, nas portas e vidros daquela que era a única mercearia e café da Madureira, e dos quais Maria Alice era proprietária, ainda não estava nenhuma informação relativa ao funeral.

Lucília Moreira continuava incrédula. Diz que ninguém se apercebeu de nada na noite do crime. “Nem os vizinho da frente”. Só quando entraram na casa da vítima e depois de a percorrer, foram encontrar a sexagenária numa arrecadação junto à mercearia, tombada e de bruços, já sem vida, conforme explicou a vizinha.

 

“Uma boa mulher”

Lucília Moreira contou ao Quiosque das Letras que na noite do crime, cerca das 20.30 horas, esteve com a proprietária da Tasquinha do Gala na mercearia, “porque recebi uma carta em casa para uma pessoa que eu desconhecia e fui ter com ela para ver se sabia de quem se tratava. Disse-me que tinha muito que fazer e que ali ficaria pelo serão, porque estava com a máquina de etiquetar a colocar preços nos produtos”.

A vizinhança admite que os autores do homicídio devem ter surpreendido Maria Alice na merceria, tendo trancado a porta quando saíram e lamenta a perda de “uma boa mulher”, admitindo que “vai fazer falta na aldeia a Ti Maria Alice”.

 

Dez facadas

As perícias realizadas ao cadáver revelam ter sido esfaqueada por dez vezes, sendo que a mulher foi ainda agredida na cabeça, ao que parece com uma pedra. O cenário onde foi encontrada, com as paredes ensanguentadas, deu a entender às autoridades que a idosa ofereceu resistência e lutou, com todas as forças, contra quem a matou.

O cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Aveiro, onde a causa da morte terá sido apurada na autópsia.

Os assaltantes roubaram dinheiro e tabaco. Suspeita-se que os mesmos indivíduos sejam os responsáveis pelo assalto à Igreja Matriz de Amoreira da Gândara - de onde foram furtadas três cruzes em prata, avaliadas em cerca de 40 mil euros, usadas nas procissões da aldeia - e um talho, de onde levaram dinheiro e chouriças, na mesma madrugada. 

 

Assaltantes a monte

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro, a quem está entregue o caso, continua a investigar vestígios dos autores do crime, que continuam a monte. De acordo com fonte policial, esta investigação “é prioritária”.

A presença de elementos da PJ na aldeia da Madureira tem mantido a população mais tranquila. Mas o ambiente não deixa de ser de tensão e medo. Lucília Moreira revelou que as filhas e genros “têm ficado a dormir cá em casa. Nós não queremos deixar a nossa casa, para ir viver com eles. Mas temos algum receio”.

O funeral de Maria Alice Jesus Gala deve acontecer hoje, dia 25.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | favorito
Domingo, 15 de Novembro de 2009

“Semana Social 2009” em Aveiro de 20 a 22 de Novembro

Sexta edição das “Semanas Sociais Portuguesas” acolhida na Diocese de Aveiro

Vai realizar-se a “Semana Social 2009” nos dias 20, 21 e 22 de Novembro, no Centro Cultural e de Congressos de Aveiro.

Organizada pela Comissão Episcopal da Pastoral Social e com o apoio da Câmara Municipal de Aveiro, a “Semana Social” é subordinada ao tema “A construção do bem comum: responsabilidade da Pessoa, da Igreja e do Estado”. O evento conta, igualmente, com o apoio da Cáritas Diocesana de Aveiro que assegurará, entre outras funções, o esclarecimento e a recepção de inscrições.

A ficha de inscrição, acompanhada do respectivo pagamento (comprovativo de transferência bancária, cheque ou vale postal emitido à Cáritas Diocesana de Aveiro), deve ser enviada para: Secretariado da “Semana Social 2009”, Cáritas Diocesana de Aveiro, Rua do Carmo, 42, 3800-127 Aveiro.

De referir que o alojamento é da responsabilidade de cada participante, devendo as reservas e pagamentos ser feitos por contacto directo. Para facilitar, está disponível no site da autarquia informação relativa a algumas casas religiosas e unidades hoteleiras de Aveiro, que poderão ser utilizadas pelos participantes.

Os contactos são os seguintes: Secretariado da “Semana Social 2009” (Aveiro) - Telefone 234 377 260, Fax 234 377 266, E-mail semanas.sociais@gmail.com e Secretariado Nacional da Pastoral Social (Lisboa) - Telefone/Fax 218 855 498.

Esta é a sexta edição das “Semanas Sociais Portuguesas”, desta feita acolhida na Diocese de Aveiro. A organização pretende, com a realização do evento, fazer os cristãos activos reflectir e partilhar modos responsáveis, criativos e eficazes de vivência solidária.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

Livro sobre a Igreja de Oiã (Oliveira do Bairro) será apresentado dia 28 de Outubro

“Igreja de Oiã no altar da memória” é a mais recente obra de Armor Pires Mota

“Igreja de Oiã no altar da memória”, a mais recente obra de Armor Pires Mota, vai ser apresentada dia 28 de Outubro, quarta-feira, dia de São Simão, Padroeiro da freguesia de Oiã, concelho de Oliveira do Bairro, por D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro. A apresentação terá lugar no Centro Paroquial de Oiã, pelas 21 horas.

Trata-se de um completo e rigoroso registo documental sobre a Igreja Matriz, Igreja-Mãe da freguesia de Oiã. O esforço de recolha documental foi ao ponto de o autor ter conseguido reconstituir a listagem dos párocos de Oiã durante três séculos, acompanhada de pequenas biografias.

De acordo com o Padre Mário Ferreira, Pároco de Oiã, “esta é uma obra para nos lembrar o importantíssimo papel que a Igreja, nas terras de Oiã, tem desempenhado na salvaguarda do seu património que, no fundo, também o é de todos nós”.

A obra literária é apenas mais uma contribuição a juntar a uma vastíssima bibliografia que faz de Armor Pires Mota o autor desta terra (e da Bairrada) mais produtivo das últimas décadas e dos seus escritos matéria incontornável para quem queira saber algo da história, da cultura ou do património oianense e concelhio.

“Igreja de Oiã no altar da memória” foi oferecido na sua totalidade à Fábrica da Igreja Paroquial de Oiã pelo autor e a receita das vendas reverterá a favor do Museu Paroquial.

 

O programa

Pelas 20 horas terá lugar a celebração da Eucaristia, presidida por D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro.

Uma hora depois, às 21 horas, vai realizar-se a apresentação do livro “Igreja de Oiã no altar da memória”, no Centro Paroquial de Oiã, pelo Bispo D. António Francisco dos Santos (quem prefaciou a obra).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:48

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Universidade Sénior da Curia prepara abertura do ano lectivo

Inscrições de amanhã até quinta-feira, para iniciar as aulas dia 26 de Outubro

A Universidade Sénior da Curia (USC) encontra-se a ultimar os preparativos para a abertura do ano lectivo 2009/2010, marcada para o dia 26 de Outubro. Para este ano, que será também o terceiro de funcionamento do projecto, estão previstas algumas novidades no leque de actividades a oferecer aos alunos. As inscrições decorrem de amanhã até quinta-feira (dias 20, 21 e 22).

Depois do êxito alcançado nos dois primeiros anos de funcionamento, a USC pretende continuar a surpreender antigos alunos e a conquistar novos. Para tal, pretende introduzir algumas novidades, como é o caso da nova disciplina de Museologia, Conservação e Restauro, e em simultâneo manter disciplinas como o Inglês, a Informática, a Música, a Saúde, o Teatro, a Pintura ou a História, que são já apostas ganhas, e que mais uma vez os alunos poderão encontrar na USC.

 

Museologia, Conservação e Restauro

No que respeita ao curso de Museologia, Conservação e Restauro pretende-se que a aprendizagem se desenvolva a partir de situações reais, ou seja, a partir de obras que necessitem de ser intervencionadas. Estas poderão apresentar diferentes problemas de degradação e a sua proveniência também poderá ser diversa, desde particulares, instituições públicas, religiosas ou museus. Obras de talha, estruturas em madeira ou grupos escultóricos existentes em igrejas ou em capelas particulares são alguns dos exemplos de obras de arte que poderão ser intervencionadas durante o curso.

Esta disciplina será orientada pelo professor Miguel Duque, técnico responsável pelo restauro do Espólio da Igreja Paroquiana de Avô e respectiva catalogação, da Capela da Agonia e do Santuário de Nossa Senhora das Preces, em Aldeia das Dez, entre outros trabalhos.

 

USC abre período de matrículas

A USC abre as inscrições para o ano lectivo 2009/2010 amanhã, quarta e quinta-feira. Todos os interessados em fazer parte do projecto devem dirigir-se à WRC - Agência de Desenvolvimento Regional, no Curia Tecnoparque, em Tamengos, Anadia e efectuar a sua matrícula. As aulas têm início a partir do dia 26, segunda-feira.

Querer manter-se activo física e psicologicamente, gostar de conviver e, claro, ter mais de 50 anos são os únicos requisitos para ser aluno da USC.

Além de um conjunto de disciplinas nas mais diversas áreas, a componente extracurricular também não foi esquecida. Neste capítulo, a USC tem programado um conjunto de actividades culturais, visitas de estudo e workshops a decorrer às quartas-feiras, durante todo o ano lectivo.

 

Actividades curriculares 2009/2010

Actualidade e Cultura; Aeróbica; Arquitecturas e território; Cidadania Activa; Desenho; Dicas de Economia; Distrito de Aveiro: Estruturas socioculturais; Espaço Danças; Espanhol; Hidroginástica; História da Europa; Internet; Inglês; Italiano; Literatura para a Infância; Literatura Portuguesa: o ruralismo; Multimédia; Museologia, Conservação e Restauro; Música; Neuro - Cultura Visual; Pintura; Saúde e Bem-Estar e Teatro.

Criada em Outubro de 2007, a USC tem como objectivo principal proporcionar e dinamizar regularmente actividades educacionais, culturais e de convívio dirigidas a maiores de 50 anos. O balanço dos primeiros dois anos de existência do projecto foi positivo, com um total de cerca de 120 alunos inscritos nas actividades, na sua maioria provenientes dos concelhos de Anadia, Mealhada e Oliveira do Bairro.

Todos os interessados em efectuar candidatura ou solicitar quaisquer esclarecimentos sobre a USC deverão dirigir-se à WRC de segunda a sexta-feira, entre as 9.30 e as 17.30 horas ou contactar o 231 519 714.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:34

link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Julho de 2009

Aprovada comparticipação financeira do projecto Rota da Bairrada em Oliveira do Bairro

Executivo camarário oliveirense reúne em Oiã

A última reunião de Câmara de Oliveira do Bairro realizou-se no dia 30 de Junho, na Junta de Freguesia de Oiã, no enquadramento da descentralização das reuniões do Executivo e aproveitando a comemoração do 20º aniversário da elevação de Oiã a vila. Nesta reunião foi aprovada, por unanimidade, a comparticipação financeira do projecto de dinamização da Rota da Bairrada.

O valor máximo que a Rota da Bairrada irá submeter é de 400 mil euros e a comparticipação a fundo perdido pode estar entre os 50 e os 70%. O valor para cada um dos oito municípios pertencentes à Bairrada será de 12.500 euros/ano no máximo e 7500 euros/ano no mínimo durante 24 meses (totalizando uma comparticipação necessária de 30%).

Foram ainda aprovados vários apoios para diversas instituições. Um desses apoios foi para a Associação dos Amigos de Perrães (AMPER), para a aquisição de um autocarro. O valor aprovado para apoiar a AMPER foi de 17.500 euros.

Esta associação tem tido, ao longo dos seus 29 anos, uma acção de relevo ao serviço da solidariedade social, disponibilizando nas suas instalações um conjunto variado de serviços.

Uma vez que há Juntas de Freguesia do concelho que desenvolvem algumas actividades anuais que dinamizam a cultura, valorizam as tradições e as artes locais, promovendo o convívio entre munícipes e são, também, motivo de visita de populações vizinhas, a Câmara Municipal aprovou, para o ano de 2009, apoiar as solicitações para a realização da “Feira de Artesanato do Troviscal”, a realização da “Quinzena Cultural da Palhaça” e as “Comemorações do 20º Aniversário da Elevação de Oiã a Vila”.

Foi também aprovado o apoio para a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia do Troviscal, destinado a obras na Capela da Feiteira.

Por último, foi aprovado um apoio, no valor de 4000 euros, para a Associação de Pais da Escola Secundária de Oliveira do Bairro, com vista à comparticipação financeira para aquisição de uma viatura de nove lugares destinada ao transporte dos alunos da escola para diversas actividades.

Com esta aquisição, a escola proporciona a um público mais alargado a oportunidade de adquirir uma melhor qualificação escolar e profissional, tendo mais facilidade para se deslocarem para as empresas da região, onde efectuam formação/estágio.

 

Construção da Feira da Palhaça                       

Já nos pontos de aditamento, foi aprovada a minuta de contrato para a construção da Feira da Palhaça (primeira fase), a celebrar entre o município de Oliveira do Bairro e a firma construtora.

Foram ainda aprovadas aquisições de três prédios rústicos para áreas desportivas, de lazer, associativas e outras.

Um no valor de 5000 euros, com uma área real de 1700 m2; outro no valor de 3250 euros, com 1800 m2 de área real e, finalmente, outro prédio de 18.350 euros, com uma área real de 4.187 m2, para infra-estruturas e equipamentos desportivos em Águas Boas. Há muito tempo que a autarquia tentava adquirir estes prédios. Agora, o Grupo Desportivo de Águas Boas ficará dotado de condições óptimas para a prática desportiva.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:30

link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Junho de 2009

Águeda homenageia Escola Central de Sargentos e Instituto Superior Militar

Rotunda da Paz recebe monumento alusivo às duas instituições militares de ensino

Realizou-se ontem, dia 27, na Rotunda da Paz (também conhecida como Rotunda do Canhão), a cerimónia de descerramento de um monumento alusivo às instituições militares de ensino que passaram pela cidade de Águeda: Escola Central de Sargentos (ECS) e Instituto Superior Militar (ISM).

A cerimónia, presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, contou com a presença de entidades civis e militares. O Estado Maior do Exército fez-se representar pelo Coronel de Infantaria Lúcio Barreiros dos Santos, Comandante da Escola de Sargentos do Exército, e o Comando Geral da GNR pelo Tenente-Coronel de Infantaria Jorge Graça, Comandante do Grupo Territorial de Aveiro da GNR.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, localizada nas antigas instalações das duas academias, esteve representada por Ilda Camarneiro.

Para Gil Nadais esta homenagem é justa, pois segundo o autarca “as duas instituições tiveram um papel muito relevante em Águeda”, acrescentado que “ajudaram a revitalizar e a desenvolver a vila, depois cidade”. O edil aguedense não deixou de assinalar que o monumento descerrado “vai perpetuar a memória das instituições, assim como todas as pessoas que por elas passaram, com este monumento, que ficará para o futuro e será visto pelas gerações futuras”.

O memorial há muito que era aguardado e desejado, como referiu o Coronel Duarte Prata, em representação da comissão que organiza o encontro anual de antigos professores, alunos e funcionários da ECS/ISM: “Há muito tempo que desejávamos ter um marco que representasse a nossa presença e passagem, aqui na cidade de Águeda. A Câmara aceitou o nosso repto e colocou este marco num sítio nobre da cidade”. E acrescentou que “para todos nós é muito gratificante”. “Hoje nós e Águeda ficámos mais ricos”, referiu, emocionado, perante muitos dos antigos alunos e outros militares que frequentaram aquelas instituições.

Já o representante do Chefe do Estado-Maior do Exército encarou a iniciativa da autarquia como sendo “de muita satisfação para a Instituição Militar e igualmente para Águeda”, tendo oferecido a autarquia um brasão com as armas do Comando de Instrução e Doutrina do Exército Português, de que depende a Escola de Sargentos do Exército, actualmente aquartelada nas Caldas da Rainha.

 

Monumento no centro da cidade de Águeda   

O monumento está localizado no centro da cidade de Águeda (na Rotunda da Paz, também conhecida como Rotunda do Canhão), e nasceu como forma de reconhecer o valor e o impacto que a Escola Central de Sargentos (entre 1926 e 1977) e o Instituto Superior Militar (entre 1977 e 1995) tiveram no crescimento e afirmação da cidade de Águeda.

Findada a cerimónia na Rotunda da Paz realizou-se uma missa na Igreja Matriz de Águeda, sendo sucedida pelo almoço de confraternização de antigos alunos e militares que frequentaram aquelas instituições.

A Câmara Municipal de Águeda decidiu, com a Comissão Organizadora da confraternização anual de antigos alunos, docentes e funcionários do ISM/ECS, dignificar e perpetuar a passagem destas duas instituições militares pela história recente da cidade e concelho. O monumento deixa para a posteridade a memória daquelas duas instituições.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:22

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

“Feira das Barraquinhas”

Paróquia de Avelãs de Cima, Anadia, recebe VI edição no domingo

É já no próximo fim-de-semana, no dia 3 de Maio, domingo, que a “Feira das Barraquinhas” da Paróquia de Avelãs de Cima, Anadia, se vai realizar, no Adro junto à Igreja Matriz. Esta será, assim, a VI edição do certame.

A colaboração é geral. Todos os produtos que vão ser vendidos nas barraquinhas são ofertas da população. O pão caseiro, a broa, a doçaria, artesanato, animais vivos, Bric-à-Brac, plantas, charcutaria, produtos tradicionais, vinhos e muito mais.

Claro que não faltará a Tasca, que a partir das 12 horas começará a servir refeições, que vão passar desde o Leitão da Bairrada ao churrasco, rojões, feijoada, serrabulho e muitos outros pratos à moda antiga e a preços em conta. Vai ainda funcionar um bar e frango de churrasco para venda.

No recinto haverá animação com o Grupo Folclórico “O Arrais”.

Conforme confidenciou o Padre Victor, que pela segunda vez está na organização deste evento, é sua convicção de que “tudo está a correr de maneira positiva. Conto com o empenho de toda a população, porque a receita que se obtiver vai ser para restaurar o Altar-mor, que se encontra em avançado estado de degradação”.

Para isso terá de ser contratada uma equipa especializada, o que vai envolver uma verba avultada.

Depois do êxito da anterior “Feira das Barraquinhas”, onde se serviram cerca de 600 refeições e com a maior parte dos produtos vendidos, fica aqui um pedido para que todos compareçam e venham almoçar a este certame, na freguesia de Avelãs de Cima, e levar algo que é caseiro e que é desta terra.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:31

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

Melhores condições das infra-estruturas

Junta de Freguesia de Tamengos realiza obras

A Junta de Freguesia de Tamengos tem desenvolvido importantes obras no espaço da freguesia.

A título de exemplo refira-se a substituição das tubagens da rede de águas de uso doméstico, que se encontravam obsoletas e não utilizáveis, na Rua das Roseiras (que liga o centro da Mata à vizinha localidade de Horta). Foi ainda feita a melhoria de estruturas, com a colocação de tubagens para a drenagem de águas pluviais, com respectivas sarjetas e colocação de lancis e passeios nos dois lados da via, que sofreu, por este motivo, um acentuado alargamento.

Esta obra, que era necessária há bastante tempo, devido à intensidade de tráfego e à necessidade de protecção dos peões, foi possível devido ao acordo de colaboração existente com a Câmara Municipal de Anadia.

Este mesmo acordo possibilitou, quase em simultâneo, uma obra semelhante na Rua das Camélias, que liga o Espinhal ao centro de Tamengos. A artéria verá, ainda, ser construída uma rotunda junto ao cruzeiro, localizado no entroncamento para Aguim. Será um melhoramento bastante importante, pois este local é um dos que registam maior afluxo de tráfego, visto tratar-se de uma ligação ao IC2 e de acesso à WRC e ao centro da freguesia, com respectivas infra-estruturas (Junta, Posto Médico, Igreja, Universidade Sénior e outras).

Pretende, ainda, a Junta de Freguesia desenvolver outras obras do mesmo cariz, em várias artérias de todas as localidades da freguesia, sempre em colaboração com a Câmara Municipal de Anadia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:35

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

Presépios de Natal em Anadia

Freguesia de Tamengos com ruas embelezadas

Quem habita na freguesia de Tamengos, ou quem aqui se desloque por qualquer motivo, pode apreciar três bonitos presépios. Dois são da responsabilidade da Junta e da Assembleia de Freguesia de Tamengos, nomeadamente os que se encontram junto ao edifício da Junta e ao fundo da Avenida dos Plátanos (a Ladeira do Grande Hotel). No Largo Dr. Luís Navega (mais conhecido por “Rotunda”) está exposto um presépio, sob orientação da Junta de Turismo da Curia.

Aqueles dois exemplares apresentam materiais e imagens pagos pela autarquia de Tamengos, mas sob orientação e coordenação da Assembleia de Freguesia.

Ao contrário do ano passado, em que se optou por colocar presépios integralmente elaborados com materiais reciclados/recicláveis, no presente ano o Executivo da Junta chamou a si a responsabilidade financeira, adquirindo bonitas imagens de marfinite e de barro pintado.

O presépio da “Rotunda” foi elaborado com produtos naturais, alguns materiais reciclados e tecidos.

Entretanto foi colocado um quarto presépio, na Igreja Matriz da Paróquia. Este conjunto votivo, da responsabilidade das Mordomas de São Pedro, foi elaborado aproveitando imagens e materiais dos presépios do ano passado.

Resta lamentar que, nem uma semana depois de expostos, um dos presépios já ter visto ser furtada uma imagem, exactamente a do Menino Jesus.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:06

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Curia Tecnoparque recebe ...

Sexagenária esfaqueada at...

“Semana Social 2009” em A...

Livro sobre a Igreja de O...

Universidade Sénior da Cu...

Aprovada comparticipação ...

Águeda homenageia Escola ...

“Feira das Barraquinhas”

Melhores condições das in...

Presépios de Natal em Ana...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds