Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Mata Nacional do Buçaco entre os 77 pré-finalistas das 7 Maravilhas Naturais de Portugal

Desfecho do concurso vai ser conhecido dia 7 de Setembro, nos Açores

A Mata Nacional do Buçaco está entre os 77 lugares pré-finalistas do concurso 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

A candidatura da Mata do Buçaco, apresentada, oportunamente, pela nova entidade gestora desta mata nacional, situada no concelho da Mealhada, a Fundação Mata do Buçaco, com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada e do Governo Civil de Aveiro, passou mais uma fase de selecção.

A Câmara da Mealhada e a Fundação Mata do Buçaco registam, com regozijo, o facto de a Mata Nacional do Buçaco se encontrar entre os 77 pré-finalistas, considerando essa escolha, por parte de um painel de especialistas, o reconhecimento do enorme valor paisagístico, arquitectónico e cultural que encerra e do acerto da aposta que o Município da Mealhada tem vindo a fazer, ao longo dos anos, quanto à preservação, requalificação e valorização da Mata Nacional do Buçaco.

O concurso 7 Maravilhas Naturais de Portugal é uma iniciativa da New 7 Wonders Portugal e precede, no nosso país, o concurso internacional destinado a eleger as 7 Maravilhas da Natureza, que terá lugar em 2011.

O concurso conhecerá o seu desfecho a 7 de Setembro deste ano, durante uma cerimónia a realizar nos Açores.

A Mata Nacional do Buçaco (Mealhada) concorre na categoria Florestas e Matas, integrada na região Norte, e, concluída esta fase do processo de selecção, é o único sítio/lugar do distrito de Aveiro que tem possibilidades de passar à fase final.

Os 21 locais finalistas (três por categoria) vão, agora, ser escolhidos por um grupo de especialistas, e serão anunciados a 7 de Março.

É a partir dessa data que decorrerá a votação pública, até 7 de Setembro, dia em que serão divulgadas as 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

 

Mais informações

A lista dos 77 finalistas:

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1489131

Mata Nacional do Buçaco:

http://www.asterisco.com.pt/bucaco/historia/index.html (sobre a Mata Nacional do Buçaco)

Concurso 7 Maravilhas Naturais de Portugal:

http://www.7maravilhas.sapo.pt/#/pt/pre-finalistas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Miguel Frasquilho veio à Curia falar do Orçamento do Estado para 2010

Deputado é o segundo convidado do PSD de Anadia para ciclo de conferências

Miguel Frasquilho, vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD, disse na sexta-feira, dia 5 de Fevereiro, na Curia, concelho de Anadia, que o país está a caminhar para o precipício. O parlamentar referiu que o PSD teve em conta “o interesse do Estado ao viabilizar, pela abstenção, o Orçamento”, mas que o que o PS fez “foi atirar Portugal para uma situação muito complicada”.

O deputado à Assembleia da República falava no âmbito da conferência “Orçamento do Estado para 2010 – O corolário de cinco anos perdidos”, promovida pela Comissão Política de Secção (CPS) de Anadia do PSD.

José Manuel Ribeiro, presidente da CPS de Anadia do PSD, lembrou que esta seria a terceira conferência de Miguel Frasquilho sobre o Orçamento do Estado para 2010, que tinha passado já pelo Porto e Covilhã, cidades às quais se seguiu Anadia, que integrou “este roteiro de acção política”.

Considerado por José Manuel Ribeiro “um dos melhores economistas do país na vida política activa e um valor crescente no PSD”, Miguel Frasquilho regozijou-se por falar para “uma casa cheia”. E começou logo por referir que “o país atravessa um momento particularmente difícil, já há cerca de 10 anos, com o definhamento da nossa economia. Nos últimos cinco anos, o PSD advertiu para os erros da política económica que estava a ser seguida”, acusando o primeiro-ministro José Sócrates de ser “o causador do pior défice de sempre do país”.

“No ano de 2004, último de governação PSD/CDS, a dívida pública era de 58,7% e em 2010 vai ser na ordem dos 85,4%. Estamos pior ao nível do rendimento por habitante (nível de vida); do crescimento da economia; do défice externo; do investimento público; da carga fiscal; da taxa de desempego” e de outros tantos indicadores. Miguel Frasquilho considerou que estes dados são “o retrato de uma governação falhada”, dizendo não saber “como quem governou nos últimos anos vai conseguir dar a volta”.

Sendo 2009 um ano de crise profunda, com crescimento negativo a nível mundial, Portugal “vai arrancar da crise internacional de forma mais desfavorável. O desemprego poderá estar na casa dos dois dígitos, entre 10 e 11%, números nunca antes atingidos no nosso país”, advertiu.

Frasquilho lembrou as projecções do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a economia portuguesa, que “é sempre a descer. Somos o vigésimo pior país, de 27, em termos de nível de vida na União Europeia (UE) e o sexto com maior défice em 2009 e com a quinta maior dívida pública”. Face a esta “situação tão complicada”, se ainda passasse “para fora que o nosso orçamento não seria aprovado, as taxas de juro disparariam”.

Desta forma, o deputado disse que com as indicações dadas pelo Ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, o PSD “teria de viabilizar o Orçamento do Estado, pela abstenção. O Governo praticou uma política totalmente desajustada, com erros gravíssimos cometidos ao longo destes cinco anos”.

Frasquilho referiu que não falava da política fiscal do Orçamento do Estado, “porque ela não existe”. Mas lembrou que Portugal tem um esforço fiscal 20% acima da média da UE: “Pagamos impostos a mais. Espanha paga 17% a menos, o que faz com que tenha margem para aumentá-los e o nosso país já não”. O deputado disse que “este orçamento ainda não corta na despesa pública” e defendeu, a título de exemplo, o corte “nos estudos de consultoria”.

A sessão terminou com um participado debate, onde a plateia, aberta aos militantes do PSD mas também à sociedade civil, colocou diversas questões a Miguel Frasquilho, que não deixou ninguém sem resposta.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:04

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

Gabinete de Apoio ao Emigrante vai ser criado na Mealhada

António Braga presidiu à cerimónia de assinatura do acordo de cooperação

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, António Braga, presidiu à cerimónia de assinatura do acordo de cooperação para a criação do Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE) da Mealhada. Uma nova valência social que é dirigida aos emigrantes e ex-emigrantes do concelho e destina-se a informá-los sobre os seus direitos e apoiá-los na obtenção dos mesmos.

Prestar um serviço personalizado de fácil acesso à informação, nomeadamente sobre os direitos dos emigrantes, contribuir para a resolução dos problemas apresentados por todos os emigrantes e fomentar a interligação entre o Município da Mealhada e as comunidades de emigrantes do concelho são os principais objectivos da criação do GAE da Mealhada.

Um serviço gratuito que é destinado a todos os emigrantes e ex-emigrantes do concelho, residentes ou não em Portugal, quer sejam pré-reformados, reformados, inválidos, viúvos ou filhos órfãos e ainda a todos os seus descendentes que se encontrem em situação de candidatura ao Ensino Superior, com projectos empresariais ou outros casos especiais, que sejam avaliados individualmente.

O GAE trata de assuntos, entre outros, como acidentes de trabalho, pensões de velhice, viuvez e doença, prestações familiares, de invalidez, de maternidade e de sobrevivência, subsídios de desemprego e por morte, vistos de entrada e saída em Portugal, declarações para trocas de carta de condução, para passaportes, para ingresso no Ensino Superior, para efeitos bancários, informações sobre a legalização de viaturas e apoio e orientação de emigrantes que pretendam criar empresas na região.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:11

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Miguel Frasquilho em Anadia para debater Orçamento do Estado

Palace Hotel da Curia recebe mais uma conferência promovida pelo PSD local

Miguel Frasquilho é o próximo convidado da Comissão Política de Secção do PSD de Anadia (PSD/Anadia), para uma conferência subordinada ao tema do Orçamento do Estado para 2010.

O evento realizar-se-á no próximo dia 5 de Fevereiro, sexta-feira, pelas 21 horas, no Palace Hotel da Curia, na Curia, freguesia de Tamengos.

Miguel Frasquilho é Licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa e Mestre em Teoria Económica pela Universidade Nova de Lisboa.

Presentemente é quadro superior do Banco Espírito Santo (BES), onde ocupa as funções de Director-Coordenador do Departamento de Research.

Deputado à Assembleia da República é, actualmente, vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD, com a tutela das áreas orçamental e finanças.

 

Iniciativa “oportuna”

De acordo com José Manuel Ribeiro, presidente da Comissão Política de Secção do PSD de Anadia, “esta iniciativa, além de ser de grande importância é especialmente oportuna”.

A conferência ocorrerá poucos dias após a entrega do Orçamento do Estado para 2010, pelo Governo na Assembleia da República, e antes do debate na generalidade no Parlamento. “Falamos de um orçamento envolto em especiais circunstâncias, em virtude da existência de um Governo de maioria relativa, que se viu obrigado a negociações com vários partidos da oposição”, sublinhou José Manuel Ribeiro.

A iniciativa destina-se aos militantes do PSD, mas está aberta a todos os cidadãos em geral.

 

Ciclo de conferências

Miguel Frasquilho é assim o senhor que se segue a Paulo Rangel, o primeiro convidado da Concelhia do PSD de Anadia para o ciclo de conferências que está a ser levado a cabo por esta estrutura.

Recorde-se que o eurodeputado esteve em Anadia para dar uma conferência com o tema “Educação, Professores e Alunos”, que encheu a sala do Palace Hotel da Curia onde decorreu a iniciativa, com militantes do PSD, simpatizantes e elementos da sociedade civil em geral, que ouviram atentamente os 50 minutos de intervenção.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:57

link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Janeiro de 2010

Militantes pedem para Paulo Rangel ser candidato à liderança PSD

Eurodeputado dá conferência sobre Educação na Curia (Anadia)

Paulo Rangel, eurodeputado, esteve em Anadia para dar uma conferência com o tema “Educação, Professores e Alunos”. A sessão, que decorreu no Palace Hotel da Curia - dirigida aos militantes do PSD, mas também aberta a toda a comunidade -, viria a revelar-se numa noite de muitos elogios ao vencedor das eleições europeias, que ouviu o apelo de vários militantes, que encheram por completo a sala, para assumir as rédeas do partido e assim terminar com esta fase conturbada.

Foi o próprio José Manuel Ribeiro, presidente da Comissão Política de Secção de Anadia do PSD, que de forma emotiva considerou Paulo Rangel uma “pessoa bastante inteligente e genuína, sendo esta uma qualidade que em política não é normal e um dos políticos portugueses mais respeitados da actualidade”.

Também o eurodeputado falou da relação de amizade com José Manuel Ribeiro, seu vice-presidente na bancada do PSD na Assembleia da República, na anterior legislatura.

Rangel interveio durante cerca de 50 minutos, começando por dizer que além de se viver uma crise financeira ela também é política, sendo necessário fazer “rupturas”, não só com a política socialista, mas também “com a que em tempos o PSD fez, porque também precisa de rupturas”, afirmou - tal como o fizera a 17 de Dezembro no Instituto Sá Carneiro -, justificando desta forma a escolha do tema para o debate.

 

Um modelo conservador

“O PS conduziu a Educação a um estádio verdadeiramente lastimável. Foi-nos vendida a ideia de que o sistema de avaliação de professores era o principal problema e não”, disse Rangel, afirmando ser “crucial uma revolução conservadora na Educação em Portugal”, para colocar o país “no mapa”.

Para o eurodeputado, o grande problema reside no “facilitismo do ensino e na falta de rigor e exigência” numa área decisiva para o futuro do país. “Quando temos uma escola facilitista estamos a reproduzir e a ampliar as diferenças sociais”, defendeu.

Rangel também entende que é preciso reforçar a autoridade dos professores, “agentes do conhecimento”, porque “a escola está demasiado centrada nos alunos”.

 

Rangel evita falar dos pedidos

Seguiu-se o debate, onde o eurodeputado evitou falar dos pedidos feitos pelos militantes presentes para que seja candidato à liderança do PSD. Aos jornalistas contornou a questão, dizendo que “todos sabem que já falei sobre essa matéria. Agora estou apostado, isso sim, em contribuir para o debate de ideias do PSD”.

Hernâni Pereira foi o primeiro militante a questionar o deputado ao Parlamento Europeu sobre o futuro do PSD e a sua liderança, provocando-o ao dizer que as coisas a continuarem como estão, “o Dr. Paulo Rangel ou muda de profissão, ou muda de partido ou pega no PSD”. Mas como resposta apenas ouviu do eurodeputado que “em nome do rigor aqui vim apenas para falar de Educação”.

Também Lígia Seabra, militante, lembrou que foi naquele local que Sá Carneiro lançou as linhas mestras do PSD, apelando a Rangel para “refundar o partido, que tanto precisa de um líder carismático. O Dr. Paulo Rangel é um sinal de esperança, se comeu as papas Maizena, comeu-as muito bem. Está na altura de ser líder do nosso partido. Não fique com a ideia que é cedo porque quando chegar à altura já pode ser tarde demais”. Mas à semelhança de outros, também ficou sem resposta.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:47

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

Mata Nacional do Buçaco candidata ao título 7 Maravilhas Naturais de Portugal

Candidatura conta com apoio da Câmara Municipal da Mealhada e Governo Civil de Aveiro

A Mata Nacional do Buçaco está entre os lugares nomeados para o concurso 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

A candidatura da Mata do Buçaco, apresentada, oportunamente, pela nova entidade gestora desta mata nacional, situada no concelho da Mealhada, a Fundação Mata do Buçaco, passou a primeira fase de selecção (a lista de nomeações é apresentada, hoje, em Lisboa), e tem o apoio da Câmara Municipal da Mealhada e do Governo Civil de Aveiro, que se associaram à candidatura, como parceiros.

O concurso 7 Maravilhas Naturais de Portugal é uma iniciativa da New 7 Wonders Portugal e antecede, no nosso país, o concurso internacional destinado a eleger as 7 Maravilhas da Natureza, em 2011.

O concurso, que conhecerá o seu desfecho em Setembro deste ano - durante uma cerimónia a realizar nos Açores -, contempla sete categorias: Zonas Marinhas, Zonas Aquáticas Não Marinhas, Grutas e Cavernas, Praias e Falésias, Florestas e Matas, Grandes Relevos e Áreas Protegidas.

Na categoria Florestas e Matas, a Mata Nacional do Buçaco (Mealhada) concorre com o Pinhal do Rei/Mata Nacional de Leiria (Marinha Grande) e os Montados de Sobro e Azinho (Avis, Portalegre), entre outras.

As candidaturas admitidas vão ser, agora, analisadas por um painel de 77 especialistas que elegerá 77 candidatos (11 por categoria) - cuja revelação está marcada para 7 de Fevereiro.

Mais tarde, a 7 de Março, serão anunciados os 21 locais finalistas (três por categoria), que serão, então, submetidos a votação pública até 7 de Setembro, mês da divulgação das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:12

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Câmara de Aveiro classifica quatro edifícios como Imóveis de Interesse Municipal

Secundária José Estêvão e Mário Sacramento, Governo Civil de Aveiro e edifício dos CTT

Foi aprovada, em reunião de Câmara do Executivo de Aveiro, a classificcação de quatro edifícios públicos como Imóveis de Interesse Municipal.

O município de Aveiro procedeu à classificação de quatro edifícios públicos como Imóveis de Interesse Municipal, como sejam, o antigo Liceu Nacional de Aveiro - Escola Secundária José Estêvão, a antiga Escola Comercial e Industrial de Aveiro - Escola Secundária Mário Sacramento, o antigo edifício de Obras Públicas - Governo Civil de Aveiro e o edifício dos CTT, situado na Praça Marquês de Pombal.

Estes quatro edifícios constituem um marco da história contemporânea de Aveiro, reflectindo tanto as políticas urbanísticas do século XX (no caso dos estabelecimentos de ensino), quanto à relevância das instituições públicas na orgânica e vivência da cidade, para além de constituírem, à excepção do edifício do Governo Civil, exemplares da arquitectura modernista/Estado Novo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:06

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Vinhas da Bairrada voltam a concurso pela sexta vez

Iniciativa foi relançada e traz novidades para 2010

A sexta edição do concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada” foi lançada em dia de São Martinho, 11 de Novembro, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, e introduz novidades para estimular a participação de um maior número de viticultores.

A iniciativa parte da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB), em parceria com a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC) e tem por objectivo estimular e divulgar o que de melhor se faz na Bairrada em relação à cultura da vinha, na procura de fomentar uma máteria-prima de excelência.

Sendo objectivamente reconhecida a importância deste concurso e o seu contributo para a implementação de boas práticas a nível da viticultura bairradina, “pretende-se agora relançá-lo com novos moldes, em que será dado grande relevo à componente prática e formativa, com acções a desenvolver durante o decorrer do ano agrícola e focadas no vitivinicultor”, explicou João Casaleiro, presidente da Direcção da CVB.

Para a realização deste objectivo, as entidades promotoras do concurso contam com a colaboração activa de empresas que trabalhem para a vitivinicultura, assim como da Caixa de Crédito Agrícola de Anadia, estando já calendarizadas algumas acções, tanto em sala como de campo, a realizar no decorrer do ano vitícola.

 

Acções já agendadas

No dia 13 de Janeiro de 2010, das 9 às 12 horas, na Estação Vitivinícola da Bairrada, em Anadia, será feita uma comunicação pelos Viveiros Pierre Boyer e feita uma demonstração pela J.L.S.P., Lda. de máquina de pré-poda, corta-mato e trituradora.

No dia 24 de Março de 2010, pelas 9 horas, será feita uma apresentação a cargo da Sapec, no auditório do Museu do Vinho Bairrada e às 10.30 horas uma demonstração de máquinas agrícolas.

O concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada 2010” pretende, também, como mostra de práticas e resultados, promover o intercâmbio e confronto de ideias, conseguindo que as parcelas candidatas sejam autênticos mostruários de boas práticas agrícolas e promover, muito especialmente, a preservação do património paisagístico, valor que poderá contribuir, de forma decisiva, para o desenvolvimento harmonioso e sustentado da região.

Presente no relançamento da iniciativa esteve Fernando Castro, da Confraria dos Enófilos da Bairrada, que fez o apelo para um espírito de maior unidade no sector, alertando para o facto de ser necessário que os produtores “apostem cada vez mais em dar qualidade ao seu vinho, que só é possível com boas vinhas”. O confrade lançou assim o desafio ao sector vitivinícola da Bairrada, para ser mais participativo neste tipo de acções.

Jorge Sampaio, vereador da Câmara Municipal de Anadia e vice-presidente da Associação Rota da Bairrada, lembrou aos presentes estar-se perante uma “nova Bairrada e uma nova mentalidade”, notória nas preocupações que os produtores têm revelado “com o melhoramento das suas vinhas, que resultam também em melhores paisagens, com benefícios para o desenvolvimento da componente turística na região da Bairrada”.

O autarca sublinhou a necessidade de “não se poder parar”, para dar seguimento ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, para que assim “os frutos apareçam”.

Recorde-se que o VI Concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada” decorrerá ao longo da campanha vitícola de 2010/2011, mediante inscrição, que deve acontecer na CVB, até ao dia 31 de Março de 2010.

A decisão final do júri será em Outubro do próximo ano e a entrega de prémios em Novembro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:52

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

Ceifeira-aquática “Pato Bravo” regressa à Pateira, concelho de Águeda

Durante Outubro a máquina esteve no município de Montemor-o-Velho

Durante o mês de Outubro a ceifeira-aquática esteve a trabalhar no município de Montemor-o-Velho colaborando na preparação das condições para o mundial de canoagem que decorrerá durante o próximo ano, sendo que regressará à Pateira esta semana.

Reconhecendo o trabalho realizado na Pateira pela autarquia de Águeda, em particular no que diz respeito à remoção das massas de jacintos-de-água da superfície do espelho de água pela ceifeira-aquática, foram vários os municípios que contactaram Águeda no sentido da Câmara Municipal ceder o equipamento para a limpeza de cursos de água.

Neste sentido, no início de Outubro, a máquina foi cedida ao município de Montemor-o-Velho para a limpeza de um extenso troço de rio, fundamental para a prática de canoagem, e cuja intervenção se afigurava urgente dada a organização, por esta edilidade, durante o próximo ano, dos mundiais da modalidade. Após laborar durante um mês, está agora em fase de conclusão a limpeza dos cerca de 4 Km de braço de rio intervencionados, regressando a máquina à Pateira durante esta semana.

O município aguedense acredita que estão reunidas as condições para que a “Pato Bravo” possa laborar de forma a optimizar a remoção das massas de infestantes, rentabilizando assim a remoção, e continuando o reconhecido bom trabalho que tem desempenhado até à data com a remoção do jacinto-de-água da lagoa.

Desde o secretário de Estado do Ambiente, à directora e director-adjunto do Departamento de Zonas Húmidas do ICNB, ao vice-presidente da CCDR-C, a diversos técnicos de investigação científica, professores universitários, entre tantos outros já visitaram a Pateira para ver a actuação da máquina, reconhecendo os progressos obtidos.

A Pateira, bem como a metodologia utilizada pela autarquia de Águeda para remover os jacintos-de-água, foi já referenciada a nível Europeu, em particular no Conselho da Europa. No âmbito dos trabalhos a este nível, e como já foi noticiado, uma técnica da Câmara de Águeda foi a única representante portuguesa no grupo de peritos que desenvolveram a análise do risco de infestação por jacinto-de-água. Este documento servirá de base para a elaboração de uma Directiva Comunitária nesta temática.

De referir ainda que a reconhecida Blackwell Publishing, do Reino Unido, publicou em 2009 um artigo científico para a EPPO, sobre o mérito do trabalho realizado pela autarquia de Águeda na Pateira de Fermentelos, trabalho este que vai agora ser retomado.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:10

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Incubadora da WRC completa hoje três anos

Já são oito as empresas instaladas no Curia Tecnoparque, em Tamengos (Anadia)

Em Outubro de 2006, precisamente hoje, dia 13, Castro Guerra, secretário de Estado adjunto da Indústria e da Inovação; João Vasco Ribeiro, então presidente do Conselho de Administração da WRC e Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, inauguravam a Incubadora de Empresas da WRC - Web para a Região Centro, Agência de Desenvolvimento Regional, SA, situada no Curia Tecnoparque, na Quinta dos Cabrais, na Curia, freguesia de Tamengos, concelho de Anadia.

Volvidos três anos desde a abertura do espaço, Pedro Maranha, adminsitrador da WRC, afirma que “tem sido cumprida a sua função de potenciador de desenvolvimento económico local e regional”.

Desde 2006, a Incubadora tem conseguido também cumprir com a sua filosofia da “porta aberta”, promovendo em conjunto com as empresas incubadas reuniões quadrimestrais para avaliação de dificuldades e discussão de novas ideias. “Da mesma forma tem conseguido colocar a rede de contactos e accionistas da WRC ao serviço destas empresas, sempre na perspectiva de geração de oportunidades de mercado”, garantiu o administrador.

 

Rede de Incubadoras

A criação de uma Rede de Incubadoras de Empresas na Região Centro, um dos projectos pioneiros da WRC, é já uma realidade, “congregando todas as incubadoras em actividade na zona centro. Mantém-se ainda o objectivo de criar a INCUBE - Associação Nacional de Incubadoras de Empresas, que merecerá discussão no II ENI - Encontro Nacional de Incubadoras de Empresas, agendado para o próximo mês de Novembro, no Curia Tecnoparque”, revelou Pedro Maranha.

 

Oito empresas incubadas

Actualmente são oito as empresas que se encontram sedeadas na Incubadora de Empresas do Curia Tecnoparque. Os primeiros quatro projectos empresariais estão ali instalados desde 2007 - Sigyn - Consultoria de Marketing e Implementação de Sistemas de Informação Lda;  Lanik Portuguesa - Fabrico e Comércio de Estruturas de Madeira e Projectos de Engenharia, Lda; AAS - Sociedade Portuguesa de Inovação Ambiental, Lda e Enodestinos - Produção e Organização de Eventos - sendo os restantes mais recentes.

Esta configuração leva à quase lotação da incubadora, se se exceptuar o terceiro piso, onde se mantém a vontade de encontrar uma empresa ou entidade de referência que ali se queira instalar. “Todavia, esta ambição de atrair um projecto âncora, não invalida que sejam ainda instaladas novas pequenas empresas no Curia Tecnoparque”, conforme explicou Pedro Maranha.

Além das já mencionadasdas quatro empresas estão ainda incubadas na WRC a CBL - Qualidade, Ambiente e Segurança, Unipessoal, Lda; SAFESPACE - Soluções de Segurança e Domótica Lda; IDEIASOFT - Engenharia de Sistemas, Lda e Click Mental - Sistemas de Informação, Lda.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:07

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Mata Nacional do Buçaco e...

Miguel Frasquilho veio à ...

Gabinete de Apoio ao Emig...

Miguel Frasquilho em Anad...

Militantes pedem para Pau...

Mata Nacional do Buçaco c...

Câmara de Aveiro classifi...

Vinhas da Bairrada voltam...

Ceifeira-aquática “Pato B...

Incubadora da WRC complet...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds