Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

“A Última Famel” estreia em Lisboa

Depois da apresentação no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, segue-se o Cinema São Jorge

Depois de uma concorrida premiére no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, a 6 de Setembro de 2009, é chegada a apresentação à Imprensa nacional do filme “A Última Famel”, o que vai ter lugar no próximo dia 25 de Fevereiro, às 20.30 horas, no Cinema São Jorge, em Lisboa.

O filme “A Última Famel”, realizado por Jorge Monte Real e com o aguedense Pedro Anjo como protagonista (também acumulou responsabilidades na produção), vai ser apresentado no Cinema São Jorge, em Lisboa, esta quinta-feira.

Filmado no concelho de Águeda durante o Verão de 2009, o filme foi exibido pela primeira vez no Cine-Teatro São Pedro em Setembro de 2009, tendo essa apresentação contado com a presença de caras conhecidas e muitas figuras públicas do mundo social português, entre eles o actor Zé Carlos Pereira, Jorge Monte Real (realizador, produtor e actor no filme), Fátima Preto, Patrícia Brito e Cunha, Patrícia Claro, Guilherme Guerra, Lana, Sara Aleixo, Dani, Pedro Pimentel, Ricardo Filipe Mendes, Raquel Loureiro, Pedro Anjo, Bernardo Macambira, Ana Costa Alves, entre outros, que protagonizaram o filme “A Última Famel”.

O filme teve como cenário diferentes freguesias e pontos de atracção do concelho de Águeda, pelo que para além de recuperar para o grande ecrã uma relíquia da indústria aguedense - a quase esquecida Famel -, o próprio filme torna-se um excelente cartão de visita para o concelho. Além da cidade de Águeda e do lugar de Bolfiar, também foram feitas filmagens no Préstimo (junto ao rio Alfusqueiro e em Á-dos-Ferreiros), em Recardães, Castanheira do Vouga e Óis da Ribeira.

A Câmara Municipal de Águeda apoiou a realização do filme “A Última Famel”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:43

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Cine-Teatro de Anadia recebe estreia da digressão nacional de “A Boba”

Espectáculo realiza-se no âmbito das comemorações do primeiro aniversário do equipamento cultural

No âmbito das comemorações do seu primeiro aniversário, o Cine-Teatro de Anadia vai receber a estreia da digressão nacional do espectáculo “A Boba”, com a actriz Maria Vieira, no próximo dia 6 de Fevereiro (sábado), pelas 21.30 horas.

“A Boba” é um espectáculo com encenação de Carlos Avilez, realização plástica de Fernando Alvarez e canções originais de Luís Pedro Fonseca. Com um texto de Maria Estela Guedes, Maria Vieira interpreta “A Boba”, uma peça que destrói o mito medieval de Pedro e Inês.

Dividida em três actos, satiriza-se sobre a natureza do amor e a forma diferente como homens e mulheres amam e vivem esse sentimento. Para contar e mostrar o mito da história de Pedro e Inês recorre-se a diversos autores, desde Agustina Bessa Luís até Camões ou Bocage. Fala-se dos ciúmes de D. Afonso IV pelo filho; do medo que Pedro tinha do pai violento; da pedofilia e homossexualidade de D. Afonso IV; das mentiras e infidelidades de Pedro e da sua cobardia, que o levou a fugir de Coimbra para não presenciar a morte da sua amada Inês.

Os bilhetes já estão à venda e podem ser adquiridos às sextas-feiras e sábados, das 20 às 22 horas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:55

link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Dezembro de 2009

Maioria social-democrata aprova Orçamento e Opções do Plano em Anadia

Assembleia Municipal aprova Orçamento com mais de 31 milhões de euros

A sessão ordinária da Assembleia Municipal de Anadia, que se realizou no dia 21, aprovou por maioria o Orçamento e as Opções do Plano da Câmara Municipal de Anadia, para o ano 2010. Foram 26 os votos a favor, houve uma abstenção de José Maria Ribeiro, presidente da Junta de Freguesia de Mogofores, PS e nove votos contra dos deputados do PS, CDS-PP e CDU.

O Orçamento e as Opções do Plano dos Serviços Municipalizados de Anadia, para o ano de 2010, foram igualmente aprovados por maioria, com 26 votos a favor, nove abstenções e apenas um voto contra, do deputado João Tiago Castelo Branco, do CDS-PP.

Esta foi a primeira sessão depois das eleições autárquicas, representando a estreia de Luís Santos como presidente da Assembleia Municipal de Anadia, assim como de alguns deputados, que pela primeira vez ocuparam as cadeiras do Salão Nobre com aquela função.

Foi uma Assembleia Municipal que durou mais de seis horas, ficando marcada por determinados momentos de acesa discussão entre os dois novos deputados do CDS-PP e o presidente da Câmara Municipal, Litério Marques.

E foram os populares que iniciaram as intervenções, no período de antes da Ordem do Dia, ao entregar na Mesa alguns requerimentos, onde é questionado o autarca sobre as intervenções em áreas de Reserva Ecológica Nacional, sobre os resultados das análises à água do concelho, sobre o destino que vai ser dado ao Parque Municipal de Campismo da Curia e ainda sobre o estado e evolução do Plano Director Municipal (PDM) do concelho.

Do PS, Tiago Coelho pediu esclarecimentos a Litério Marques sobre em que ponto se encontram os processos do Conselho Municipal da Juventude, ao que o autarca respondeu que os trabalhos decorrem para que a elaboração se efectue de acordo com a lei.

No entanto, o deputado socialista lembrou que em 18 de Setembro do corrente ano o regime transitório “já terminou”.

João Morais, também no período de antes da Ordem do Dia, voltou a trazer à Assembleia Municipal o tema Saúde, pedindo ao presidente da Câmara um ponto da situação sobre a Consulta Aberta e a sua manutenção. Mas Litério lembrou que esse tipo de problemas ainda não são da tutela da Câmara Municipal, que aguarda “esclarecimentos sobre a nova forma de atendimento”.

 

Orçamento que dá felicidade

Quando chegou a altura de apresentar, discutir e votar a proposta de Orçamento e das Opções do Plano da Câmara Municipal de Anadia, para o ano 2010, Litério Marques disse que aquele orçamento, “em tempo de crise, apresenta números que nos dão alguma felicidade”, sendo semelhantes ao ano anterior.

O edil lembrou que sectores como o saneamento, vias, desporto e cultura serão os mais discutidos e onde grande parte da fatia será investida.

Cardoso Leal, líder de bancada do PS, diz que após analisar o documento, deram nota de quatro apostas principais - Regeneração do centro urbano, pólo escolar de Arcos e um reforço de verbas no saneamento e Zonas Industriais, manifestando apreço por “a Câmara Municipal dar-nos razão”. Os socialistas criticam, no entanto, a demolição do antigo Mercado Municipal na sequência da regeneração urbana do centro da cidade.

Sidónio Simões, do CDS-PP, elencou vários “problemas” em diversas áreas, sendo uma lista tão extensa que o levou a esgotar o tempo que dispunha a sua bancada. Litério Marques, na hora da resposta, pediu para não serem misturados “alhos com bugalhos” porque “o que ali estava em causa era a aprovação do orçamento e não o PDM”.

A percentagem de participação no IRS, referente ao ano 2009, continua nos 5%. E a Derrama continua com o valor de 1,5%.

O CDS-PP tinha apresentado uma proposta que dizia respeito aos conflitos na junção e localização da Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclo e Secundária, de Anadia. No entanto, como a Mesa entendeu que o ponto não estava devidamente documentado e que deveria ter sido entregue previamente um documento para dar a conhecer o assunto a todos os deputados, o assunto passou para a próxima Assembleia Municipal.

Foi Luís Santos que sugeriu votar que o ponto fosse retirado da Ordem do Dia, para voltar devidamente documentado. A votação só contou com os dois votos contra do CDS-PP.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:24

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Novembro de 2009

“O Peso das Razões” no Teatro Aveirense

Espectáculo realiza-se no dia 27 pelas 21.30 horas

Sexta-feira, dia 27 de Novembro, pelas 21.30 horas, vai ter lugar o espectáculo “O Peso das Razões”, de Nuno Júdice, que se vai realizar no Teatro Aveirense, em Aveiro.

Integrado nas “Comemorações do Bicentenário do Nascimento de José Estêvão”, que estão a ser promovidas pelo município de Aveiro e pela Assembleia da República, os Artistas Unidos apresentam no Teatro Aveirense o espectáculo “O Peso das Razões”, de Nuno Júdice, esta sexta-feira. A entrada é livre, contudo está sujeita à limitação da sala principal.

“O Peso das Razões” conhecerá a sua estreia na quarta-feira, dia 25, na Biblioteca da Assembleia da República, em Lisboa.

O espectáculo tem um elenco constituído por Alexandra Viveiros, Diogo Correia, Elmano Sancho, Elsa Galvão, John Romão, Joaquim Pedro, João Delgado, João Meireles, João Miguel Rodrigues, Miguel Telmo, Miguel Aguiar, Nuno Leão, Pedro Luzindro, Pedro Carmo, Pedro Lamas, Pedro Cardoso, Pedro Mendes, Sílvia Filipe, Tiago Mateus, Tiago Matias, Vânia Rodrigues e com os músicos Miguel Tapadas, Rini Luyks e Rui Rebelo.

A cenografia e os figurinos são de Rita Lopes Alves e o desenho de luz de Pedro Domingos. A direcção musical está a cargo de Rui Rebelo e a encenação é de Jorge Silva Melo. A assistência de encenação e produção é de João Meireles.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:07

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

“Sextas Culturais Águeda 2009”

Galegos Luar na Lubre remam da Corunha para Águeda no dia 8 de Maio

O Cine-Teatro São Pedro prepara-se para receber, no dia 8 de Maio, às 22 horas, a voz portuguesa de Sara Vidal, no grupo galego Luar na Lubre, naquele que será o penúltimo espectáculo das “Sextas Culturais Águeda 2009”.

Da cidade portuária da Corunha para o mundo: música celta galega!

A voz do grupo é da cantora portuguesa Sara Vidal, cujas ligações familiares a Águeda darão especial emoção ao concerto dos Luar na Lubre nas “Sextas Culturais”.

Luar na Lubre é um dos mais importantes grupos folk galegos, com uma carreira internacional recheada de êxitos, discos e reconhecimentos. O grupo difunde por todo o planeta a música da nossa irmã Galiza, estreitando laços culturais entre países e culturas, numa relação também muito especial com a música e os músicos portugueses.

A formação do grupo remonta a 1986. Desde a sua estreia o grupo habitou-se aos prémios e às críticas positivas. Luar na Lubre já conta com alguns discos de ouro, que correspondem também a um sucesso comercial assinalável.

Este é mais um espectáculo a não perder. Os bilhetes para os concertos das “Sextas Culturais 2009” podem ser comprados em diversos postos de venda em Águeda, Aveiro e Porto. Os bilhetes para o concerto de Luar na Lubre têm o custo de 8 euros no dia do concerto, mas podem ser adquiridos por 4 euros se pré-comprados até à véspera.

Depois do êxito da edição de 2008, as “Sextas Culturais Águeda 2009” confirmam a aposta da Câmara Municipal de Águeda na promoção de espectáculos que afirmem o concelho como destino cultural de qualidade.

 

Bilhetes e preços

- 8 euros (no próprio dia/apenas na bilheteira do Cine-Teatro São Pedro)

- 4 euros (pré-venda)

 

Pontos de venda:

Águeda - Galeria Municipal, Fórum da Juventude, Biblioteca Municipal, Piscinas Municipais, Posto de Turismo, Espaço d’Orfeu, Cine-Teatro São Pedro;

Aveiro - Oficina de Música de Aveiro, Loja de Música Wah Wah no Mercado Negro, Loja de Discos Disco Preto no Centro Comercial Oita;

Porto - Contagiarte.

 

http://www.luarnalubre.com

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:36

link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Março de 2009

O Baluarte apresenta “O Pai Tirano”

Estreia hoje no Cine-Teatro de Anadia

Ainda no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro, hoje, dia 28 de Março, pelas 21.30 horas, o Grupo de Teatro Baluarte vai estrear a peça “O Pai Tirano”, baseada no filme de António Lopes Ribeiro, apresentado pela primeira vez em 1941.

A entrada é gratuita e os bilhetes podem ser levantados no Cine-Teatro Municipal de Anadia, a partir das 14 horas de sábado, dia 28 de Março.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:13

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Março de 2009

De 1 a 30 de Abril

Vão decorrer as candidaturas à marca “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

As candidaturas à marca “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” vão decorrer do dia 1 até 30 de Abril. Além dos 27 agentes económicos que o ano passado, em ano de estreia, conseguiram reunir os requisitos para utilização da cobiçada marca durante dois anos, todos os outros operadores locais poderão candidatar-se ao projecto. Os interessados deverão recolher mais informações na Câmara Municipal da Mealhada.

Todos os agentes económicos do sector que estejam interessados na utilização da marca gastronómica de excelência do concelho da Mealhada podem candidatar-se ao projecto de 1 a 30 de Abril. Para tal, basta apresentarem as suas candidaturas na Câmara Municipal da Mealhada e, caso a avaliação do júri do concurso seja positiva, poderão passar a usufruir da marca “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, que funciona como uma garantia de qualidade dos produtos que oferecem e que é já facilmente identificada por todos os consumidores.

A avaliação dos candidatos será efectuada depois, durante os meses de Maio e Junho, tal como no ano passado, pelo júri do concurso, um júri idóneo composto pelas seguintes entidades: Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra (presidente do júri), Centro de Formação Profissional para o Sector Alimentar, Escola Profissional Vasconcellos Lebre, Associação de Municípios Portugueses do Vinho, Associação de Escanções de Portugal, Comissão Vitivinícola da Bairrada e HRCentro – Associação de Industriais de Hotelaria e Restauração do Centro.

O júri irá verificar quais os agentes económicos candidatos que cumprem os requisitos que a legislação e o mercado exigem, e vai decidir, mediante esses critérios, quais é que poderão usufruir desta marca que é identificada pelo consumidor como uma garantia de prestígio.

Os candidatos aceites receberão, posteriormente, na Gala das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, que vai decorrer em Julho, a bandeira e o selo de distinção da marca que pretende lançar o município da Mealhada como centro de excelência gastronómica.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:27

link do post | comentar | favorito
Sábado, 21 de Março de 2009

Renny Moniz e Hernâni Moreira partem dia 24 rumo à capital do Egipto

Bairradinos levam bandeira de Anadia ao Cairo em 15 dias de aventura

Renny Moniz e Hernâni Moreira, dois bairradinos naturais do concelho de Anadia, vão partir no dia 24 à conquista do Cairo, capital do Egipto, ao volante do “Primefix 76”, um automóvel da marca Mazda com mais de 30 anos de idade.

A façanha vai consistir em atravessar países como a Argélia, Tunísia e Líbia, até cortar a meta na maior cidade do mundo árabe e da África - o Cairo - e depois regressar, completando 12 mil quilómetros em apenas 15 dias.

Para Renny Moniz a aventura já não será de todo estranha. Até porque em 2008 o “velhinho bólide” já atravessou as terras de África até Dakar, a capital do Senegal.

“Desta vez tudo surgiu de uma brincadeira. Em primeiro falou-se em ir até Trípoli, capital da Líbia. Mas depois um amigo sugeriu o Cairo, numa conversa de café”, conta Renny Moniz, que acabou por lançar o desafio a Hernâni Moreira, que vai sair pela primeira vez para fora da Europa.

A dupla, que se vai estrear pelos destinos que vai agora trilhar, não sabe ao certo o que vai encontrar pelo longo caminho. Mas de uma coisa ambos têm a certeza: “O nosso objectivo é levar a bandeira de Anadia e o espumante da Bairrada até às Pirâmides de Gizé. As garrafas que levamos connosco só serão abertas lá”, garantiu Renny Moniz, mentor da aventura.

 

Um longo e árduo percurso

É já na próxima terça-feira, dia 24, pelas 9 horas, que a dupla de aventureiros parte simbolicamente da frente da Câmara Municipal de Anadia, rumo a Lisboa, onde será feita a partida oficial, junto do Monumento aos Descobrimentos.

O trajecto continua por Badajoz, já na vizinha Espanha, até Alicante, onde o “Primefix 76” e os dois bairradinos vão apanhar o “ferry-boat” (barco) até à Argélia, o que deverá acontecer ainda no dia 26.

Segue-se a Tunísia, território que vão pisar, se tudo correr bem, no dia 27 de Março. Depois entram na Líbia e no Cairo.

Ambos admitem que o maior medo será haver algum azar com o carro, que a verificar-se terá de ser solucionado por eles próprios. A retenção nas fronteiras pode ser outro problema, “mesmo estando já os vistos todos tratados”, asseguram.

Dos 12 mil quilómetros percorridos, as paragens serão única e exclusivamente destinadas para realizar manutenções na viatura e para descansar. Os dois bairradinos pretendem completar mil quilómetros por dia.

 

Orçamento de 5 mil euros 

O caminho que vai ser percorrido por Renny Moniz e Hernâni Moreira tem um orçamento previsto que ultrapassa os 5 mil euros. A maior fatia, ao contrário do que se possa pensar, não vai para o combustível (gasolina). “Vai para a travessia do barco e para os vistos, onde vamos gastar 1.800 euros”, garantiu Renny Moniz, que explica que na Líbia a gasolina é vendida a oito cêntimos.

Este ano a viagem vai contar com o apoio da Câmara Municipal de Anadia - além de outros patrocínios de várias empresas da região e dos próprios aventureiros - que acolheu o projecto, “mostrando uma abertura muito importante. A autarquia mostrou vontade de participar, o que muito nos agradou”, afiançou Hernâni Moreira.

Refira-se que o “Primefix 76” vai estar em exposição durante o dia 23 (segunda-feira), véspera da partida, junto ao edifício da Câmara Municipal de Anadia, para que a população possa ver e conhecer a viatura que vai até ao Cairo.

 

Uma bagagem bem pensada

Comida, à base de enlatados, água, mapas e GPS, assim como uma bússola, máquina fotográfica, tenda e sacos de dormir são alguns dos objectos que não vão poder faltar na bagagem de Renny Moniz e Hernâni Moreira.

Renny Moniz, 38 anos, é natural da freguesia de Arcos, Anadia. É gerente do “Baldas - Centro de Cópias”, na Malaposta. Questionado sobre o que o move em mais uma aventura, responde de forma peremptória e entre risos: “Carimbar países”.

Já Hernâni Moreira, 50 anos, é natural da freguesia de Vilarinho do Bairro. Militar, cumpriu toda a sua carreira nos pára-quedistas. Move-o a vontade de se “redescobrir”. Lembra ter sofrido um acidente grave há dois anos, servindo esta aventura para “saber como estou e quais os meus actuais limites”, confidencia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:17

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

Reunião de Câmara de Oliveira do Bairro

Sessão realiza-se na freguesia de Bustos

A última reunião de Câmara de Oliveira do Bairro, realizada no dia 12 de Março, teve lugar na freguesia de Bustos, no âmbito da descentralização das reuniões de Câmara, que tem sido levada a efeito por este Executivo.

Num dos primeiros pontos foi apresentada uma proposta de alienação por meio de hasta pública de três lotes, na zona industrial de Oiã, a qual foi aprovada por unanimidade.

A hasta pública será realizada na Sala de Reuniões da Câmara Municipal, no dia 16 de Abril de 2009, pelas 14.30 horas.

O valor de base de licitação e dos lanços são os seguintes: Lote S2, com uma área de 3640 m2, tem uma base de licitação de 136.500 euros e um lanço mínimo de 2500 euros. O lote S3, de 3411 m2 de área, tem uma base de licitação de 128.000 euros e um lanço mínimo de 2500 euros. O lote S4, com área de 3374 m2, tem uma base de licitação de 127.000 euros e um lanço mínimo também de 2500 euros. A arrematação será coordenada por uma comissão, composta por técnicos da Câmara Municipal.

Foi também aprovada por unanimidade a distribuição de apoios aos clubes com camadas jovens. Este investimento tem por base um apoio à formação e educação para o futuro que todos querem que seja, de facto, melhor. Assim, a Câmara Municipal pretende continuar a apoiar de forma significativa os clubes do concelho que têm camadas jovens nas várias modalidades desportivas. Desta forma, é reconhecido o importante papel desempenhado pelos clubes e associações que apoiam, dinamizam e desenvolvem a prática do desporto, nas várias vertentes.

Para este fim, a autarquia inscreveu uma verba de 90.000 euros, de forma a apoiar estes clubes, onde neste momento se encontram mais de 1200 jovens a praticar desporto.

 

Concurso de fotografia “Viver Oliveira do Bairro”

Nesta reunião também foi aprovado por unanimidade um concurso de fotografia para os alunos do 3º ciclo e do ensino secundário do concelho, baseado no tema “Viver Oliveira do Bairro”. Como o prémio a atribuir é uma participação em um dos cursos de Verão da Universidade do Porto ou da Universidade de Aveiro durante uma semana, a iniciativa justifica-se, uma vez que poderá despertar motivação e interesse em alunos do concelho, para a prossecução dos seus estudos, numa perspectiva de investigação e partilha de experiências académicas, através do contacto com uma realidade de aprendizagem diferente da do seu contexto escolar habitual.

Assim, foi proposta a II Edição do Concurso de Fotografia, na qual podem participar alunos do concelho inscritos em escolas de 3º ciclo e secundário do concelho. Esta é também uma oportunidade da autarquia ficar com imagens de Oliveira do Bairro vistas pelos olhos da juventude - mais irreverente e curiosa.

No âmbito da cultura, foi aprovado um patrocínio de 5000 euros para a estreia nacional da peça de teatro “Rapariga(S)!”, que aconteceu durante o fim-de-semana passado no Centro Cultural Prof. Élio Martins, no Silveiro. Além de trazer dinâmica ao município, este espectáculo promoveu a cultura de uma forma inovadora, com a descentralização da estreia nacional de uma peça. Uma aposta da produtora, da associação e da Câmara Municipal, demonstrando que um pequeno concelho é capaz de acolher grandes iniciativas.

 

Realização da 23ª Fiacoba

Coube na ordem de trabalhos desta reunião o regulamento e o valor global estimado para a realização da 23ª Fiacoba - Feira Industrial, Agrícola e Comercial da Bairrada e da II Feira do Cavalo da Bairrada, integrada na Fiacoba.

A Fiacoba, certame que tem mais de duas décadas de história, será realizada de 10 a 19 de Julho, no Espaço Inovação.

A Câmara Municipal vai apostar fortemente na animação cultural da Fiacoba e da Feira do Cavalo, com um elenco conceituado e diversificado de artistas e com muitas actividades ligadas à área hípica, de forma a que a vertente cultural seja um importante meio de afluência de visitantes. Além disso, pretende-se dar importância à componente agrícola, com enfoque no kiwi e na vaca leiteira.

Assim, foi aprovada a previsão de despesas relativas à realização da Fiacoba, num valor total de 300 mil euros.

Foi prestada informação quanto à empreitada de construção da escola do 1º ciclo do ensino básico e educação pré-escolar de Bustos, sendo que, neste momento decorre a fase de concurso, estando o processo de adjudicação em análise.

Já nos pontos de aditamento foi aprovado por unanimidade um protocolo elaborado pelo Gabinete de Apoio Jurídico, para a cooperação no âmbito do GAJO (Gabinete de Apoio ao Jovem).

O município de Oliveira do Bairro tem vindo a desenvolver esforços continuados no sentido de promover, junto dos jovens do concelho, competências pessoais e sociais, bem como competências globais para a saúde, para que o concelho e os seus munícipes cresçam dotados com mais e melhores ferramentas, capazes de fazerem frente às adversidades, designadamente aquelas que se prendem com a toxicodependência ou com a prática sexual desprotegida.

Este gabinete resulta da parceria entre o município de Oliveira do Bairro, o Centro de Saúde, a Santa Casa da Misericórdia e a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:34

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Março de 2009

Estreia nacional este fim-de-semana em Oliveira do Bairro

“Rapariga(S)!” no Centro Cultural Prof. Élio Martins

O Centro Cultural Prof. Élio Martins, no Silveiro, lugar da freguesia de Oiã, Oliveira do Bairro, acolherá, nos dias 14 e 15 de Março, a estreia nacional da peça de teatro “Rapariga(S)!”.

Na conferência de Imprensa sobre a estreia desta peça, estiveram presentes: Paulo Martins, presidente da associação, Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro e Almeno Gonçalves, encenador da peça, defendendo todos a aposta na descentralização das estreias nacionais dos grandes centros.

Apesar de ser um risco assumido, Mário João Oliveira acredita na aposta deste tipo de iniciativas e nos espectáculos de qualidade reconhecida em termos nacionais, como um avivar da cultura no concelho de Oliveira do Bairro.

Como a Casa da Cultura de Oliveira do Bairro apenas estará pronta daqui a dois anos, o Centro Cultural Prof. Élio Martins tem sido o palco escolhido pelo concelho para este tipo de iniciativas, por ser o espaço com mais condições para receber espectáculos, sendo esta a primeira estreia nacional da associação e do concelho.

Em “Rapariga(S)!” o elenco forma-se com a actuação de André Nunes, Ana Brandão, Jéssica Athayde, Marta Melro e Núria Madruga.

Uma peça do autor Neil Labute, esta é uma comédia que reflecte sobre os infindáveis receios da plena entrega de um sedutor/predador e jovem escritor face à eminência do casamento.

Em vésperas de casamento ele parte numa viagem, procurando quatro das suas anteriores namoradas, em busca da absolvição em conflitos passados e ao mesmo tempo da recolha interesseira de tema para as suas histórias. Esta viagem acaba por ser simultaneamente um mergulho nas suas emoções e afectividades onde acaba por ter de encarar as consequências do seu “terrorismo emocional”.

A acção decorre em quatro quartos de hotel muito semelhantes, em cidades diferentes. Nos quatro diálogos as emoções, mas também as questões de género assumem um destaque fundamental, levando-nos de uma forma simultaneamente humorística e séria a pensar sobre os limites e a complexidade dos afectos.

A não perder no dia 14 de Março, sábado, às 21.30 horas e no domingo, dia 15 de Março, às 16 horas.

Na sexta-feira, dia 13, venha ver passar as actrizes e actores nacionais que vêm de propósito para a ante-estreia. Nomes como André Nunes, Ana Brandão, Jéssica Athayde, Marta Melro e Núria Madruga vão desfilar como convidados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:50

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

“A Última Famel” estreia ...

Cine-Teatro de Anadia rec...

Maioria social-democrata ...

“O Peso das Razões” no Te...

“Sextas Culturais Águeda ...

O Baluarte apresenta “O P...

De 1 a 30 de Abril

Renny Moniz e Hernâni Mor...

Reunião de Câmara de Oliv...

Estreia nacional este fim...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds