Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Rota da Lampreia e da Vitela em jantar no Museu do Vinho Bairrada em Anadia

Inscrições para iniciativa eno-gastronómica terminam amanhã

Realiza-se no dia 2 de Março, próxima terça-feira, pelas 20.30 horas, no Museu do Vinho Bairrada, na cidade de Anadia, mais um jantar temático, onde a gastronomia de outras regiões e os vinhos de excelência da Região Demarcada da Bairrada voltam a cruzar-se, num jantar que vai contar com a animação de fados.

Este é o primeiro jantar promovido pela Câmara Municipal de Sever do Vouga, com a colaboração dos municípios de Vouzela e de Anadia, sendo o principal objectivo divulgar o Festival da Lampreia e da Vitela, que se realiza na vila severense de 5 a 14 de Março.

Para além da lampreia, servida à bordalesa ou com o tradicional arroz, os “comensais” presentes podem optar, caso não apreciem este peixe, pelo prato de vitela assada à moda de Sever, com o famoso arroz de forno.

Para sobremesa a autarquia de Sever do Vouga vai servir mirtilo, em doce e gelado, enquanto a autarquia de Vouzela irá apresentar a sua doçaria, com especial destaque para os estaladiços e cremosos pastéis de Vouzela, uma iguaria de grande qualidade, que encerra o “festim” desta viagem gastronómica.

 

Inscrições para o jantar

Todos os interessados em participar no jantar eno-gastronómico podem inscrever-se directamente no Museu do Vinho Bairrada, até ao próximo dia 26 de Fevereiro, amanhã, ou pelo telefone 231 519 785.

O valor da inscrição para esta noite de iguarias é de 25 euros, sendo que a sala terá o limite de 50 lugares.

 

Festa da Lampreia e da Vitela

A edição de 2010 da já tradicional Festa da Lampreia e da Vitela vai realizar-se entre os dias 5 e 14 de Março, como já foi referido.

Trata-se de uma iniciativa com mais de uma década e que tem como principais objectivos promover a variada e apreciada gastronomia local e proporcionar a degustação, especialmente, de dois dos produtos mais conhecidos, a lampreia e a vitela, que dão o nome ao evento, que conta com a organização da Câmara Municipal de Sever do Vouga.

A lampreia é uma iguaria de carácter sazonal, servida de Janeiro a Abril. A vitela é degustada de forma tradicional, assada em forno a lenha. Pela superior qualidade e requintado paladar de ambos os pratos, é difícil optar por um deles.

Serão vários os restaurantes locais que mais uma vez vão aderir à Rota da Lampreia e da Vitela.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:57

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

Lotação esgotada nas Oficinas de Educação Ambiental da Mealhada

Miúdos e graúdos aprenderam a confeccionar Doces de Natal

Lotação esgotada, no último sábado, dia 12, em mais uma iniciativa das Oficinas de Educação Ambiental, desta vez dedicadas a ensinar a confeccionar doces tradicionais de Natal (de Portugal e do Brasil) e licores biológicos.

A actividade decorreu no Pavilhão Municipal do Luso e suscitou o interesse de mais de uma dezena e meia de participantes, com idades entre os nove e os 51 anos.

A inicitiva terminou com um lanche - convívio, que contou com a presença do vereador do pelouro do Ambiente, Júlio Penetra, e da vice-presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Filomena Pinheiro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:21

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Cerimónia Capitular da Associação Cultural Confraria dos Ovos Moles de Aveiro

Missão passa por promover, divulgar e defender o doce conventual

Vai realizar-se amanhã, dia 12, pelas 13 horas, no Salão Nobre do Hotel Imperial, a Cerimónia Capitular da Associação Cultural Confraria dos Ovos Moles de Aveiro.

Integrado no programa das Comemorações Aveiro 250 Anos, decorrerá o primeiro Capítulo da Associação Cultural Confraria dos Ovos Moles de Aveiro, numa sessão que contará com as presenças de diversas Confrarias Gastronómicas e Báquicas Nacionais, assim como com a presidência da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas.

No decorrer da cerimónia serão entronizados os 24 Confrades Fundadores, assim como os demais Efectivos e de Honra, quer individuais quer institucionais.

A Confraria dos Ovos Moles de Aveiro tem por missão a promoção, divulgação e defesa cultural e gastronómica do doce conventual “Ovos Moles de Aveiro”, enquanto produto tradicional, de origem e proveniência certificadas. A Confraria, alicerçada na tradição, procura contribuir para que a doce história dos Ovos Moles se perpetue, no futuro, em Aveiro, em Portugal e além fronteiras.

Idealizada numa conversa entre amigos em Dezembro de 2008, a Confraria dos Ovos Moles de Aveiro rapidamente ganhou importantes adeptos, ideias e força, culminando num ano intenso e de múltiplos desafios com vista à promoção dos deliciosos doces conventuais com desenhos marítimos, ex-líbris inesquecível da cidade.

Tais doces, requintado artesanato representativo de Aveiro, viriam a ver o reconhecimento europeu em Abril último, com a Comissão Europeia a incluí-los na lista de produtos alimentares com a denominação de “Indicação Geográfica Protegida”, primeiro doce português a receber tal atribuição.

Receita original concebida inicialmente pelas carmelitas da cidade no século XIX, confeccionados somente com gema de ovo, açúcar e água, o seu segredo tem sido mantido ao longo de várias gerações.

A Confraria dos Ovos Moles de Aveiro assume assim uma missão de grande responsabilidade na promoção deste famoso doce tradicional, aquém e além fronteiras, o que se traduzirá inevitavelmente pela promoção da região de Aveiro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:47

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

Oficinas de Educação Ambiental já arrancaram na Mealhada

Vacariça recebeu a primeira actividade

O programa Oficinas de Educação Ambiental 2009/2010, da Câmara Municipal da Mealhada, arrancou este sábado, 28 de Novembro, na Vacariça, com uma actividade na qual participou uma dezena de crianças das escolas locais, dos cinco aos nove anos de idade.

As Oficinas de Educação Ambiental, este ano na quarta edição, são um programa de educação/formação/sensibilização para as questões ambientais, dirigido a crianças, jovens e adultos
As actividades, promovidas pela Câmara Municipal da Mealhada, no âmbito deste programa, têm lugar ao sábado, uma vez por mês e cada mês numa freguesia diferente

A primeira oficina deste ano, designada “Rolhas e Tampinhas em Movimento”, colocou uma dezena de alunos, com idades entre os cinco e os nove anos, a construir bonecos a partir de rolhas de cortiça recicladas.

De acordo com uma das monitoras, as crianças deram mostras de ter gostado da actividade e, em especial, do resultado final: os bonecos articulados, feitos de rolhas de cortiça usadas.

A próxima actividade do programa Oficinas de Educação Ambiental está marcada para 12 de Dezembro (14.30 - 17 horas), no pavilhão do Luso, e constará da confecção de doces típicos da época natalícia, do nosso país e do Brasil, da preparação de licores a partir de plantas aromáticas e da construção de embalagens personalizadas, a partir de materiais reutilizados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:18

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Marchas Populares saem à rua para colorir Águeda

Baixa da cidade revive tradição com a sexta edição

Amanhã, dia 20 de Junho, as Marchas Populares saem à rua para colorir a Baixa da cidade de Águeda. A Câmara Municipal, com a Associação Sol Nascente, promovem novamente o tradicional desfile de marchas populares.

As Marchas Populares em Águeda têm vindo a captar cada vez mais adeptos e entusiastas, contando já com a sexta edição e juntando largas dezenas de participantes, que vêm defender as cores do seu grupo. O início das festividades está agendado para as 19.30 horas. Já a concentração dos grupos que vão desfilar está marcada para as 21.30 horas.

O colorido do desfile vai trazer som e alegria às ruas da Baixa da cidade, finalizando com uma actuação no Largo 1º de Maio, onde os marchantes vão apresentar os seus trajes e coreografias. Este ano vão estar representadas as freguesias de Óis da Ribeira, de Fermentelos, de Espinhel, da Trofa e a Associação Sol Nascente.

Em época de Santos Populares, não pode faltar a folia, a música e alegria típica desta ocasião e deste mês. Para ajudar nesta festa popular, além do desfile não poderia faltar a famosa sardinha assada e a broa, regadas com vinho tinto. A decoração das ruas, com a colocação de arcos a demarcar a zona de passagem das marchas, assim como a zona das actuações das mesmas, não vai deixar passar em branco esta ocasião.

 

Projecções em simultâneo

Para não perder nenhum momento da noite, em simultâneo vão estar a ser projectadas imagens do decorrer das marchas num ecrã. Este ano apresenta-se com algumas novidades: vai haver o lançamento de lanternas iluminadas ao Rio Águeda com mensagens. Assim, vai ser possível criar um cenário de luzes fantástico reinventando uma tradição dos aguedenses para estas festas, sendo que para este momento será solicitado aos presentes que escrevam mensagens pessoais.

Para a tradição ficar completa não faltarão os jogos populares como a malha, corrida de sacos, ovo na colher, quebra de cântara, entre outros. As barraquinhas vão também marcar presença e decorar o local, com doces típicos como: maçã do amor, algodão doce ou as pipocas.

Durante o fim-de-semana, dias 20 e 21 de Junho, são muitos e bons os motivos para não ficar em casa. As ruas vão ser animadas com música ambiente. A autarquia convida todos a juntarem-se a esta festa popular. O programa apresentado constitui razões mais do que suficientes para se deslocarem até à Baixa da cidade de Águeda e se divertirem.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:53

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

“Feira das Barraquinhas”

Paróquia de Avelãs de Cima, Anadia, recebe VI edição no domingo

É já no próximo fim-de-semana, no dia 3 de Maio, domingo, que a “Feira das Barraquinhas” da Paróquia de Avelãs de Cima, Anadia, se vai realizar, no Adro junto à Igreja Matriz. Esta será, assim, a VI edição do certame.

A colaboração é geral. Todos os produtos que vão ser vendidos nas barraquinhas são ofertas da população. O pão caseiro, a broa, a doçaria, artesanato, animais vivos, Bric-à-Brac, plantas, charcutaria, produtos tradicionais, vinhos e muito mais.

Claro que não faltará a Tasca, que a partir das 12 horas começará a servir refeições, que vão passar desde o Leitão da Bairrada ao churrasco, rojões, feijoada, serrabulho e muitos outros pratos à moda antiga e a preços em conta. Vai ainda funcionar um bar e frango de churrasco para venda.

No recinto haverá animação com o Grupo Folclórico “O Arrais”.

Conforme confidenciou o Padre Victor, que pela segunda vez está na organização deste evento, é sua convicção de que “tudo está a correr de maneira positiva. Conto com o empenho de toda a população, porque a receita que se obtiver vai ser para restaurar o Altar-mor, que se encontra em avançado estado de degradação”.

Para isso terá de ser contratada uma equipa especializada, o que vai envolver uma verba avultada.

Depois do êxito da anterior “Feira das Barraquinhas”, onde se serviram cerca de 600 refeições e com a maior parte dos produtos vendidos, fica aqui um pedido para que todos compareçam e venham almoçar a este certame, na freguesia de Avelãs de Cima, e levar algo que é caseiro e que é desta terra.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:31

link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Abril de 2009

Hoje celebra-se a Páscoa em todo o mundo

Uma Santa e Feliz Páscoa!

O Quiosque das Letras deseja uma Feliz Páscoa, recheada de amêndoas doces e muitos coelhinhos de chocolate, a todos os seus visitantes, amigos, colegas e em especial a toda a equipa do SAPO Local.

Por todo o distrito de Aveiro a tradição do Compasso continua bem viva e vincada, assim como tantas outras que se dividem pelos 19 concelhos que constituem este distrito.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:54

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

“Salão dos Artistas” – Artesanato e Mostra Gastronómica

De hoje até domingo, artesãos de renome enchem Museu do Vinho Bairrada

O “Salão dos Artistas” - Artesanato e Mostra Gastronómica vai trazer vida ao Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, durante os dias 27, 28 e 29 de Março. A mostra vai trazer 26 artesãos a Anadia, todos referências a nível nacional, que além de virem exibir as peças propositadamente feitas para a ocasião vão laborar ao vivo, demonstrando a todos os visitantes as suas técnicas.

A iniciativa, inédita na região, é mais uma organização da Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada (CGLB), que nunca esquece que a vertente cultural e artística subjaz aos valores gastronómicos tradicionais.

António Duque, presidente da Direcção da CGLB, revela que entre Aveiro e Coimbra nunca foi feito nada de semelhante: “Além de ser difícil reunir os nomes que vão estar em Anadia, porque costuma ser complicado chegar ao consenso, ainda não houve uma realização com esta qualidade na região”.

Trata-se de um desafio único no país, por apresentar um tema inédito - “Bairrada, um brinde ao Rei!” -, estando a ele inerente o Leitão da Bairrada e também o espumante.

“Ter o vinho como tema de uma mostra deste tipo já não é novidade. Do leitão não podemos dizer o mesmo. Lançámos o desafio aos 26 artesãos, que serão colocados à prova”, disse António Duque, lembrando que o local para a realização do “Salão dos Artistas” é também diferente, visto que “fazer uma feira de artesanato num museu é único! As peças vão estar em contacto com obras de arte patentes em exposições que estão a decorrer no espaço. O que costuma acontecer é usar pavilhões e stands, todos com medidas iguais e muitas vezes ao ar livre”.

Vão ser ocupados os dois pisos do Museu do Vinho Bairrada, com artesãos aqui e ali. António Duque está com expectativas elevadas e esperançado que tudo corra da melhor maneira. De referir que a entrada é gratuita.

 

A Mostra Gastronómica

“Além do alimento cultural, o visitante poderá degustar pratos tradicionais da região com o aroma e sabor característicos de tempos imemoriais, cujo resultado se deve ao apuro de séculos de aperfeiçoamento e à soma de tantos saberes só de experiência feitos”, disse António Duque, referindo-se à Mostra Gastronómica.

Leitão, Sandes de Leitão, Iscas de Fígado, Cabidela de Leitão, Rojões, Negalhos, Chanfana da Bairrada, Papas de Abóbora, Rabanadas, Bilharacos, Pastéis de Águeda, Fuzis, Sequilhos e Cavacas, Amores da Curia, Barriga de Freira e tantas outras iguarias vão estar no Museu do Vinho Bairrada, a preços acessíveis, conforme garantiu António Duque.

“Todos respeitam o que a tradição tem de melhor: o respeito pelos valores e sabores próprios de cada um. Porque só assim poderão ser degustados e apreciados no seu máximo esplendor”, afirmou António Duque, que lembrou que a acompanhar estarão os vinhos e espumantes Bairrada das Caves do Freixo, da Quinta das Bágeiras e de Sidónio Sousa. A CGLB vai também convidar os visitantes do salão a tomarem um “Café com Arte”, gratuitamente.

 

O programa

A inauguração do “Salão dos Artistas” está marcada para as 18 horas de hoje, dia 27. Das 19 às 21 horas decorre a Mostra Gastronómica. Às 20 horas actua o Grupo de Cantares “Sons de Avelãs”, encerrando o salão pelas 24 horas.

Dia 28, amanhã, a abertura é às 10 horas, com a Mostra Gastronómica a decorrer das 13 às 15 horas e das 19 às 21 horas. Pelas 17 horas, inauguração da exposição “Porkarte”.

No dia 29, domingo, a abertura do salão é de novo às 10 horas. E a Mostra Gastronómica decorre das 13 às 15 horas e das 19 às 20 horas, hora a que será feito o encerramento da iniciativa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:42

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Março de 2009

Uma porca que se chama “Joana” e toma banho diariamente

Casal da Moita (Anadia) acolheu animal com um dia e hoje trata-o como se fizesse parte da família

O Jornal da Bairrada fez um vídeo que já correu o país inteiro e que colocou os olhos dos portugueses sobre a porca “Joana”, que vive na freguesia da Moita, concelho de Anadia.

Mas não é uma porca qualquer que está aqui em causa. “Joana” dorme no sofá da sala, só come comida cozinhada, adora um docinho de vez em quando e toma um banho por dia. Estas são apenas algumas das particularidades desta porca - com 10 meses de idade e 200 quilos de peso - que o casal Ortélia Seco e Alberto Marta, da Moita, acolheu em casa, com apenas um dia de vida. Já lá vai quase um ano.

Pode ler a estória na íntegra aqui.

 

publicado por quiosquedasletras às 07:08

link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada

Leitão da Bairrada vai à Assembleia da República

Perseguindo o intento de promover e divulgar o que a Bairrada tem de melhor, a Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada (CGLB) levou a efeito mais uma acção de divulgação dos produtos e iguarias bairradinos, na Assembleia da República, em Lisboa.

Leitão da Bairrada, Cabidela de Leitão, pão da Mealhada, Amores da Curia, Pastéis de Águeda e Espumante e Vinho da Bairrada foram os produtos que a Confraria levou na bagagem.

A CGLB deu a sua aula de Cultura Gastronómica da Cozinha Tradicional Bairradina a centena e meia de alunos, entre os quais se salienta a presença do presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, do vice-presidente, Guilherme Silva, bem como representantes de todos os grupos parlamentares, não esquecendo a presença do digníssimo deputado bairradino José Manuel Ribeiro.

A receptividade foi esplêndida. O interesse e curiosidade demonstrados, por todos os deputados presentes, nos saberes e sabores tradicionais, assim como na origem dos seus pratos suplantou as expectativas.

 

Ritual do corte do leitão

Imbuída nesse espírito, a Confraria mostrou aos presentes o ritual de corte e separação da cabeça do Leitão com um prato, de forma a confirmar se o mesmo estava bem assado. E, após a anuência do presidente da Assembleia (anfitrião), os leitões foram trinchados, ao vivo, em pequenos pedaços, como manda a tradição, e degustados com batata cozida com a pele e salada de alface simples, não esquecendo o tradicional pão da Mealhada. Tudo isto acompanhado pelo Espumante e Vinho da Bairrada.

Pormenores desconhecidos da maioria dos deputados presentes, que marcaram toda a diferença para a fruição desta iguaria.

Os mesmos deputados tiveram, ainda, a oportunidade de degustar a Cabidela de Leitão, que, embora desconhecida por alguns, colheu apreciadores.

Para terminar foram apresentados os Pastéis de Águeda e Amores da Curia, ao mesmo tempo que era desvendada a história da sua origem.

Formalizado um segundo convite, a Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada promete repetir a acção levada agora a efeito, alargando e diversificando o leque das iguarias bairradinas, realizando, num futuro próximo, na Assembleia da República, a “Semana da Bairrada”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:40

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Rota da Lampreia e da Vit...

Lotação esgotada nas Ofic...

Cerimónia Capitular da As...

Oficinas de Educação Ambi...

Marchas Populares saem à ...

“Feira das Barraquinhas”

Hoje celebra-se a Páscoa ...

“Salão dos Artistas” – Ar...

Uma porca que se chama “J...

Confraria Gastronómica do...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds