Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

“Contos & Fraldas” na Biblioteca Municipal de Anadia

Próxima sessão realiza-se dia 31, pelas 16 horas

A Biblioteca Municipal de Anadia continua a promover a actividade “Contos & Fraldas”, sendo a próxima sessão no dia 31 de Outubro, pelas 16 horas.

Tendo consciência de que ler para bebés é o início do percurso do leitor e quantas mais sementes forem plantadas mais frutos serão colhidos, esta actividade dirige-se a crianças com idades compreendidas entre os seis e os 24 meses aproximando, desta forma, a criança do livro e, simultaneamente, unir pais e filhos nos momentos de leitura.

“Contos & Fraldas” surge com o objectivo de promover a familiaridade entre a criança e o livro; estimular o contacto físico com os livros; incutir o gosto pelo livro e pela leitura; apresentar procedimentos de contacto com os livros; promover a aprendizagem através de um processo lúdico e interactivo; desenvolver a linguagem oral; fazer dos momentos de leitura momentos de aprendizagem e sociabilização e desenvolver as capacidades cognitivas, motoras, sensoriais, emocionais e sociais.

 

publicado por quiosquedasletras às 09:04

link do post | comentar | favorito
Domingo, 30 de Agosto de 2009

Biblioteca Municipal Manuel Alegre abre ao público no dia 1 de Setembro

Edifício está instalado junto ao Fórum Municipal da Juventude em Águeda

A nova Biblioteca Municipal de Águeda, que recebeu o nome de Biblioteca Municipal Manuel Alegre, abre portas no dia 1 de Setembro, terça-feira, num moderno edifício instalado junto ao Fórum Municipal da Juventude (que funcionará interligado com a Biblioteca).

Dividida em quatro andares amplos, com uma área bruta de construção de 2496 metros quadrados, mobiliário moderno e funcional, recantos acolhedores, uma vasta área dedicada à infância e juventude, aos adultos e aos utilizadores em geral, em harmonia com as novas tecnologias de informação, estas são algumas das características que transformam a nova Biblioteca Municipal num espaço jovem e diferente das bibliotecas tradicionais.

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre pretende ser um lugar ideal para o encontro e a descoberta, onde será oferecida matéria de sonho, encantamento e investigação, excelência e modernidade, numa dinâmica de oferta global de serviços de valor informativo, educativo, cultural e social acrescentado, enquadrando-se numa política já existente no concelho, nomeadamente no âmbito da dinâmica autárquica.

 

Ninguém foi esquecido no novo edifício

Assim, o novo edifício dispõe de uma área pensada para os mais novos com a secção infantil, a sala do conto, o espaço infantil, mas também para os jovens com as zonas de leitura juvenil ou a secção audiovisual. A nova biblioteca oferece ainda uma secção destinada aos adultos com a secção multimédia, a secção vídeo-aúdio, a secção de periódicos, as zonas de leitura e a área de auto-formação de adultos. Na Biblioteca Manuel Alegre podem igualmente encontrar-se os espaços internet, a sessão multimédia, a sala de trabalhos de grupo, o posto de consulta bibliográfica, a sala polivalente, entre muitas outras zonas funcionais destinadas a todos os utilizadores.

As tecnologias de informação assumem-se neste projecto como um estímulo e como instrumentos essenciais ao serviço da missão e objectivos da Biblioteca Municipal de Águeda.

O projecto teve como principal objectivo assegurar a máxima sustentabilidade dos serviços da Biblioteca Municipal Manuel Alegre, com a instalação de infra-estruturas de rede e sistemas informáticos, assim como a construção de uma rede de bibliotecas no concelho, previstas nos projectos camarários. Na sua elaboração, a autarquia procurou garantir uma total integração no projecto informático global existente na Câmara Municipal, quer ao nível lógico, quer ao nível físico.

Enquanto espaço público, a Biblioteca pretende oferecer serviços que respondam às reais necessidades dos cidadãos que a procuram, desde o direito básico à informação e ao conhecimento, passando pela alfabetização informacional e tecnológica à educação ao longo da vida, constituindo-se, simultaneamente, como um espaço de debate e inquietação cultural, dando uma particular ênfase à sua função de espaço propício à inclusão de todos os cidadãos, à sua plena integração social, bem como privilegiar a sua relação institucional com os demais parceiros sociais.

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, cujo projecto é da autoria do arquitecto Alcino Soutinho, abre ao público dia 1 de Setembro, com o horário das 10 às 19 horas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:55

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Mercado de Objectos Usados, Víveres e Artesanato

MOUVA na Praça da Palhaça no dia 26 de Abril

A ideia chama-se MOUVA - Mercado de Objectos Usados, Víveres e Artesanato - e a primeira edição acontece já no próximo dia 26 de Abril, na Palhaça, Oliveira do Bairro. O evento assenta arraiais na Praça de São Pedro, a sala de visitas da simpática vila da Palhaça, concelho de Oliveira do Bairro. O MOUVA tem data marcada nos últimos domingos de cada mês, de Abril a Setembro, entre as 10 horas da manhã e as 15 horas. Será normal que este horário se estenda, em função da vontade de vendedores e visitantes. O MOUVA é o programa indicado para quem gosta de passear, deixar-se ficar, conversar, ideal para qualquer comprador e/ou amante de cultura, convívio e ar livre.

Em construção, este projecto - idealizado por elementos do blog Palhaça Cívica (http://palhacacivica.blogspot.com), mas a materializar pela população da vila e dos arredores disponível para um desafio - tem como móbil a dinamização regular de um jardim público da Palhaça, assente numa proposta de sustentabilidade económica, cultural e ecológica, sem descurar outros valores como a responsabilidade social e cívica, o convívio saudável e a diversidade.

As inscrições para a participação na venda podem ser efectuadas até 21 de Abril e podem chegar por e-mail ou serem entregues na Junta de Freguesia. O MOUVA teve um acolhimento entusiasmado na população em geral. Até ao momento, cerca de 20 vendedores, da Palhaça e localidades próximas, manifestaram já vontade de participar, sendo que estão assegurados expositores com livros, revistas de BD, peças de loiça, roupa, discos, malas, colares, sapatos, calçado, peças de artesanato, produtos agrícolas frescos, pão de fabrico caseiro, entre outros, para troca ou venda.

Além de comércio, o MOUVA oferece ainda um cardápio cultural, variável de edição para edição. Na primeira, a celebrar Abril e a Primavera, a poesia vai andar à solta na boca de um louco, um violino far-se-á ouvir “quando menos esperar”, uma oficina de Origamis em Flor desabrochará no Coreto, contos infantis baloiçarão os ouvidos dos mais novos, junto dos baloiços e mais não é revelável porque o inesperado pode sempre acontecer numa Praça!

O MOUVA é especialmente destinado a vendedores amadores e não comerciantes. Comerciantes profissionais podem participar desde que vendendo produtos listados no regulamento. E para qualquer comprador e/ou amante de cultura, convívio e ar livre.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:42

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

“Contos & Fraldas” na Bib...

Biblioteca Municipal Manu...

Mercado de Objectos Usado...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds