Domingo, 17 de Janeiro de 2010

CADES promove registo de dadores de medula óssea no sábado, dia 30

Escola Secundária da Mealhada recebe iniciativa do Núcleo de Saúde

O Núcleo de Saúde da Associação CADES - Cooperação Artística, Desportiva, Educativa e Social vai realizar no próximo sábado, dia 30 de Janeiro, na Escola Secundária da Mealhada, uma sessão de recolha de registo de dadores de medula óssea, que vai decorrer entre as 9 e as 13 horas da parte da manhã e das 14 às 17 horas à tarde.

Uma brigada do Centro de Histocompatibilidade do Centro (CHC) - composta por um médico, um técnico de análises clínicas e uma assistente social - vai estar presente durante todo o dia na Mealhada, na Escola Secundária, para recolher amostras de sangue de voluntários que se queiram inscrever no “Registo Português de Dadores de Medula Óssea” e para esclarecer sobre todos os procedimentos.

São algumas as condições de participação: é necessário que cada voluntário tenha entre 18 e 45 anos; que apresente um peso mínimo de 50 quilogramas; tem necessariamente de ser saudável e nunca ter recebido uma transfusão de sangue.

Os participantes nesta campanha para o registo de dadores de medula óssea não devem ir em jejum e têm de fazer-se acompanhar do respectivo Bilhete de Identidade ou do Cartão de Cidadão.

Recolher o maior número de pessoas para se registarem como potenciais dadores de medula óssea e sensibilizar a população para as leucemias, assim como cativar a atenção das pessoas para estes simples, mas tão importantes actos de solidariedade são os objectivos desta actividade do Núcleo de Saúde da CADES. Desmistificar as técnicas de recolha de células da medula óssea é outro dos objectivos.

Joana Fernandes e Carole de Oliveira, coordenadoras do Núcleo de Saúde da CADES, lançam o apelo para a participação da comunidade em “tão nobre causa”. “Não custa nada e podemos salvar uma vida, um dia, ou quem sabe podemos ser nós a precisar ou alguém por quem faríamos tudo para arranjar compatibilidade. E não dói nada”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:36

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Vinhas da Bairrada voltam a concurso pela sexta vez

Iniciativa foi relançada e traz novidades para 2010

A sexta edição do concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada” foi lançada em dia de São Martinho, 11 de Novembro, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, e introduz novidades para estimular a participação de um maior número de viticultores.

A iniciativa parte da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB), em parceria com a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC) e tem por objectivo estimular e divulgar o que de melhor se faz na Bairrada em relação à cultura da vinha, na procura de fomentar uma máteria-prima de excelência.

Sendo objectivamente reconhecida a importância deste concurso e o seu contributo para a implementação de boas práticas a nível da viticultura bairradina, “pretende-se agora relançá-lo com novos moldes, em que será dado grande relevo à componente prática e formativa, com acções a desenvolver durante o decorrer do ano agrícola e focadas no vitivinicultor”, explicou João Casaleiro, presidente da Direcção da CVB.

Para a realização deste objectivo, as entidades promotoras do concurso contam com a colaboração activa de empresas que trabalhem para a vitivinicultura, assim como da Caixa de Crédito Agrícola de Anadia, estando já calendarizadas algumas acções, tanto em sala como de campo, a realizar no decorrer do ano vitícola.

 

Acções já agendadas

No dia 13 de Janeiro de 2010, das 9 às 12 horas, na Estação Vitivinícola da Bairrada, em Anadia, será feita uma comunicação pelos Viveiros Pierre Boyer e feita uma demonstração pela J.L.S.P., Lda. de máquina de pré-poda, corta-mato e trituradora.

No dia 24 de Março de 2010, pelas 9 horas, será feita uma apresentação a cargo da Sapec, no auditório do Museu do Vinho Bairrada e às 10.30 horas uma demonstração de máquinas agrícolas.

O concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada 2010” pretende, também, como mostra de práticas e resultados, promover o intercâmbio e confronto de ideias, conseguindo que as parcelas candidatas sejam autênticos mostruários de boas práticas agrícolas e promover, muito especialmente, a preservação do património paisagístico, valor que poderá contribuir, de forma decisiva, para o desenvolvimento harmonioso e sustentado da região.

Presente no relançamento da iniciativa esteve Fernando Castro, da Confraria dos Enófilos da Bairrada, que fez o apelo para um espírito de maior unidade no sector, alertando para o facto de ser necessário que os produtores “apostem cada vez mais em dar qualidade ao seu vinho, que só é possível com boas vinhas”. O confrade lançou assim o desafio ao sector vitivinícola da Bairrada, para ser mais participativo neste tipo de acções.

Jorge Sampaio, vereador da Câmara Municipal de Anadia e vice-presidente da Associação Rota da Bairrada, lembrou aos presentes estar-se perante uma “nova Bairrada e uma nova mentalidade”, notória nas preocupações que os produtores têm revelado “com o melhoramento das suas vinhas, que resultam também em melhores paisagens, com benefícios para o desenvolvimento da componente turística na região da Bairrada”.

O autarca sublinhou a necessidade de “não se poder parar”, para dar seguimento ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, para que assim “os frutos apareçam”.

Recorde-se que o VI Concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada” decorrerá ao longo da campanha vitícola de 2010/2011, mediante inscrição, que deve acontecer na CVB, até ao dia 31 de Março de 2010.

A decisão final do júri será em Outubro do próximo ano e a entrega de prémios em Novembro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:52

link do post | comentar | favorito
Domingo, 8 de Novembro de 2009

Campanha de Solidariedade inicia dia 11 de Novembro

“Dar por um Sorriso” em Aveiro

A Campanha de Solidariedade “Dar por um Sorriso” vai realizar-se em Aveiro de 11 de Novembro a 4 de Dezembro.

A iniciativa consiste na obtenção de roupa, brinquedos e material escolar que as pessoas queiram oferecer a algumas instituições do concelho, cuja recolha dos bens será feita durante cerca de um mês, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro.

As dádivas podem ser efectuadas de segunda a sexta-feira, das 9.30 às 18 horas.

Organizada pela autarquia em parceria com instituições concelhias, a campanha pretende contribuir para um Natal melhor de algumas famílias carenciadas de Aveiro, com a entrega das ofertas recolhidas.

Recorde-se que, na edição do ano passado, foram abrangidas, por esta campanha municipal, 971 crianças, jovens e adultos do concelho, tendo sido entregues, no total, 3860 artigos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

Chegaram os Prémios Sapo 2009

Inscrições para a 9ª edição já estão abertas

As inscrições para a 9ª edição dos Prémios Sapo já estão abertas. Este ano sob a temática da Grande Feira da Criatividade, os Prémios Sapo trazem grandes novidades: novas categorias, novos prémios e pela primeira vez, a participação de Angola e Cabo Verde no concurso.

A crescente diversidade de formatos e meios associados a campanhas publicitárias de produtos e ou serviços, trouxe muitas novidades à edição de 2009 dos Prémios Sapo. As inscrições já estão abertas e terminam a 6 de Novembro. Esta iniciativa constitui uma excelente oportunidade para as agências apresentarem ao mercado e aos profissionais do sector os melhores trabalhos divulgados no meio digital.

Os prémios Sapo 2009 têm como principal objectivo premiar a criatividade e a adaptação das campanhas publicitárias aos novos paradigmas tecnológicos. Será premiada a criatividade e a diversidade de meios utilizados pelas agências, o Marketing Relacional e o Social Media.

As inscrições para a 9ª edição terminam a 6 de Novembro e podem ser feitas por agência ou cliente/anunciante. Serão considerados válidos os trabalhos e as campanhas divulgados entre 1 de Setembro de 2008 e 31 de Agosto de 2009.

 

Participação de Angola e Cabo Verde

Tal como aconteceu em anos anteriores, nesta edição vão haver grandes novidades. Vão ser premiados não só os trabalhos realizados em Portugal, mas também em Angola e Cabo Verde, tornando os Prémios Sapo numa referência lusófona. Vão também haver dois novos prémios:

 - Prémio de Melhor Campanha Social Media – atribuído pela primeira vez, este prémio vem premiar uma nova tendência no meio, em que se distingue pela utilização das plataformas de redes sociais para comunicar junto do consumidor no sentido de gerar mais tráfego, captação e profile do consumidor, bem como desenvolver uma relação mais próxima com as marcas.

- Prémio de Melhor Programa de Marketing Relacional – estão incluídas neste grupo as campanhas cujo principal canal é a Internet e que parte da   comunicação é feita com recurso aos meios digitais.

 

Inscrições online

As inscrições são efectuadas somente online através do site oficial dos prémios em http://premios.sapo.pt. Os trabalhos devem ser submetidos apenas em formato digital no momento da inscrição.

Os prémios atribuídos este ano são:

- Prémios Sectoriais – são atribuídos prémios de ouro, prata e bronze nas dez categorias sectoriais;

- Prémios Especiais – Melhor Blog, Melhor Campanha Multiplataforma, Melhor Campanha Social Media;

- Prémio Mobile – Mobile Direct (Comunicação por sms ou mms), Mobile Advertise  (Comunicação por banner);

- Prémio IPTV – IPTV Interactivo, Spots IPTV;

- Prémio Melhor Programa de Marketing Relacional;

- Prémio Agência de Meios;

- Prémios de Reconhecimento (atribuídos pelos elementos de Júri) – Agência do Ano, Anunciante do Ano, Agência de Meios do Ano;

- Grandes Prémios – Grande Prémio Utilizadores Sapo, Grande Prémio Sapo Angola, Grande Prémio Sapo Cabo Verde e Grande Prémio Sapo do Júri.

Em 2008, os Prémios Sapo de Publicidade registaram um crescimento de 42% em termos de inscrições, e o número de campanhas publicitárias a concurso também aumentou, tendo sido apresentados 319 trabalhos, um crescimento de 14%.

Os Prémios serão entregues no dia 26 de Novembro (quinta-feira), em local a indicar.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:29

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Outubro de 2009

Urgências de Anadia regressam à última Assembleia Municipal

Após período da Ordem do Dia, deputados foram convidados a fazer balanço do mandato

O encerramento das Urgências do Hospital José Luciano de Castro de Anadia foram o tema dominante na sessão ordinária da Assembleia Municipal de Anadia do dia 30 de Setembro, a última do actual mandato, que serviu também para fazer um balanço destes quatro anos, assim como das alterações que foram processadas.

Foi João Morais, deputado da CDU, que tocou na ferida, lembrando que ao chegar ao final do mandato e de um ano de “aspirações de melhorias, chegamos à conclusão que há um compromisso que não foi cumprido”. O deputado foi mais longe, questionando Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, sobre a possibilidade do protocolo das Urgências ter sido negociado em “parceria”, reflectindo-se na construção do “Velódromo Nacional de Sangalhos ou no nó de ligação à A1”, que entretanto ainda não se concretizou.

Litério Marques começou por dizer que “a época é fértil para a imaginação e questionou João Morais sobre o porquê da população ter desmobilizado e parado com as acções de rua”. Lembrou que a ministra da Saúde, Ana Jorge, nunca reuniu condições para assinar o protocolo e que por isso mesmo nunca o assinou.

“A Consulta Aberta não passou de um engano, porque não tem a ver com o Hospital, mas sim com o Centro de Saúde de Anadia. E essa consulta vai fechar quando forem criadas as Unidades de Saúde Familiar”, advertiu o autarca.

Cardoso Leal, líder de bancada do PS, não gostou de algumas das palavras usadas por Litério Marques e lembrou que o Hospital “afinal até tem ganho consultas de especialidade e a Consulta Aberta tem funcionado em termos do agrado geral da população”, dizendo ao autarca que “alarmar nesta altura não fica bem”.

Prontamente, Litério disse não esperar outra coisa do deputado socialista, “por estarmos em período de campanha eleitoral. Quero também dizer que as consultas de especialidade não são para os anadienses. Só é cego quem não quer ver. Fomos penalizadios pelo PS nas Urgências. Interessa manter a Consulta Aberta no Hospital apenas para dizer que está aberto”.

 

Balanço do mandato

Depois do período de Ordem do Dia, cada líder de bancada foi convidado a fazer o balanço/avaliação do fim da legislatura.

António Cavadas, deputado independente, disse que este foi um “mandato francamente positivo”. Felicitou José Manuel Ribeiro, presidente da Assembleia Municipal de Anadia, “pela maneira subtil como dirigiu os trabalhos da mesa”.

João Morais reconheceu ter sido duro com algumas forças políticas, mas foi o “meu sentido de consciência”. O deputado da CDU enalteceu o trabalho de José Ribeiro, pela forma “corajosa como conduziu os trabalhos”. Também Cardoso Leal, que teve aqui a sua primeira experiência de política autárquica, admitiu ter servido para “muito aprender”, dizendo que José Ribeiro foi “exemplar” na condução dos trabalhos.

Do PSD foi José Veloso que falou, dando os parabéns a José Ribeiro pela forma “magistral como liderou as sessões”. Litério Marques disse que a democracia em Anadia funcionou, deixando um agradecimento a todos.

Por último, José Ribeiro disse sentir a “satisfação de dever cumprido e com a consciência tranquila”, referindo algumas alterações que ocorreram neste mandato: novo regimento; criação da Conferência dos Representantes dos Grupos Municipais, que reuniu mais de 30 vezes; delegações da Assembleia Municipal que se deslocaram às escolas para os Colóquios do 25 de Abril; alteração da distribuição dos tempos e organização de intervenções; clarificação das várias formas do uso da palavra; alteração da hora das sessões, que teve como objectivo possibilitar aos cidadãos uma participação mais activa; em relação às actas, prescindiu-se da sua leitura no início das sessões, informatização e transcrição de intervenções.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:48

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Mais de 600 pessoas apoiam projecto de Litério Marques para o município de Anadia

Campanha do PSD termina dia 9 com caravana que arranca do Estádio Municipal de Anadia às 18 horas

Mais de 600 pessoas estiveram no último sábado em Anadia no jantar-comício do PSD, para apoiar Litério Marques, recandidato à Câmara Municipal. Presente esteve também Aguiar Branco, vice-presidente do partido, afirmando que “todos os autarcas deveriam vir estagiar a Anadia, dada a capacidade de trabalho, de gestão, a visão de futuro e, principalmente, a proximidade de Litério Marques em relação aos seus munícipes. É um exemplo a seguir por todos os autarcas”.

Num jantar onde esteve quase o dobro das pessoas que estiveram na mesma iniciativa na campanha de 2005, foi o mandatário concelhio, Manuel Pinho, quem iniciou as intervenções da noite, destacando a capacidade de trabalho do cabeça de lista à Câmara Municipal e a visão de futuro “que sempre teve para o município”.

Seguiu-se o candidato à Assembleia Municipal (AM) de Anadia, Luís Santos, que disse para todos ficarem “tranquilos”, porque “a AM que vai nascer dos vossos votos vai garantir ao Executivo honestidade, trabalho e dedicação, para que daqui a quatro anos Anadia esteja ainda mais grandiosa”.

O presidente da Comissão Política Distrital de Aveiro do PSD, António Topa, também presente no jantar, disse ser um “produto da escola autárquica”, dirigindo as primeiras palavras aos candidatos às Assembleias de Freguesia, enaltecendo o trabalho e empenho de todos, porque são eles “os homens que sacrificam a vida pessoal, que estão sempre em contacto directo com a população, é gente que de forma voluntária trabalha para o bem da sua terra”.

António Topa lembrou ainda que “há mais de 4200 presidentes de Junta que trabalham de graça para o país, que muito lhes deve”. O presidente da Distrital disse acreditar apenas nas AM desde que “não sejam fóruns para lavar roupa suja”, desejando a estes candidatos que “façam um grande trabalho”.

As últimas palavras foram para Litério: “Um presidente de Câmara tem de ter determinadas qualidades e ele tem todas. É um exemplo no distrito de Aveiro de como deve ser um autarca, que faz questão de estar sempre perto das pessoas e cuja única preocupação é a resolução dos problemas do seu município”. Topa destacou ainda a capacidade de gestão do candidato à Câmara, salientando o facto da Câmara de Anadia ser das poucas que paga a tempo e horas as suas contas.

Litério Marques, visivelmente satisfeito, referiu que no jantar estavam presentes pessoas do PSD, independentes e até alguns que têm outros partidos como sua orientação política, “mas que fizeram questão de estar, demonstrando que o importante, para eles, é o nosso município, o importante é Anadia”.

O candidato à Câmara deu a conhecer o seu programa e frisou que dar “sempre mais qualidade de vida aos cidadãos do concelho” é o seu objectivo primeiro.

No final, Aguiar Branco lembrou a importância de ganhar as autárquicas do dia 11, “porque o poder local está inscrito no ADN do PSD”, e desejou ao partido que consiga em 2009 a “dobradinha”, com a vitória, já alcançada, nas Europeias e agora nas próximas autárquicas.

O jantar ficou marcado pela ausência das Comissões Políticas de Secção de Anadia do PSD e da JSD.

 

Próximas acções de campanha

Durante esta semana serão várias as acções que vão decorrer nas 15 freguesias, numa campanha que terminará no dia 9, com mais uma caravana que percorrerá de novo o concelho e que terá início às 18 horas no Estádio Municipal, em Anadia, e que terminará, no mesmo local, por volta das 21.30 horas, onde se seguirá um convívio até às 24 horas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009

CDS-PP Anadia encerra campanha no antigo Mercado Municipal de Anadia

Evento tem lugar dia 9, sexta-feira, pelas 21 horas

O CDS-PP Anadia escolheu o antigo Mercado Municipal para o encerramento da sua campanha eleitoral às autárquicas 2009. O evento será no dia 9 de Outubro, sexta-feira, pelas 21 horas, com a presença da vice-presidente da Assembleia da República, deputada Teresa Caeiro.

Num gesto emblemático, o Partido Popular quer evitar a demolição do antigo Mercado Municipal de Anadia, um símbolo marcante do comércio tradicional, projectado pelo arquitecto Luís Benavente e inaugurado no ano de 1966 para comemorar os 40 anos da Revolução Nacional.

O CDS-PP Anadia aproveita para convidar os munícipes a estarem presentes neste evento, na tentativa de preservar um dos últimos ícones patrimoniais, culturais e afectivos do concelho.

Também no mesmo dia, 9 de Outubro, pelas 18 horas, o CDS-PP Anadia sairá em caravana pelo concelho de Anadia. O local da concentração será no Vale Santo, no estacionamento junto ao local onde se realiza a Feira da Vinha e do Vinho. (Foto: Leiam a Imagem)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

PSD Anadia apresenta projecto voltado para os cidadãos do concelho

Litério Marques, candidato à Câmara, diz que infra-estruturas estão criadas sendo agora necessário “dinamizar mais”

O PSD Anadia apresentou ontem, dia 28, as linhas orientadoras do Programa Eleitoral do partido para a Câmara Municipal de Anadia, para os próximos quatro anos. Educação, acessibilidades, saneamento, desenvolvimento económico e turístico e juventude foram áreas abordadas durante a sessão, que decorreu na sede de candidatura, em Anadia.

Litério Marques, candidato à Câmara Municipal - que se fez acompanhar na mesa de honra pelo candidato à Assembleia Municipal de Anadia, Luís Santos e pelo director de campanha, Jorge Sampaio -, disse que o seu projecto é essencialmente “voltado para as pessoas, para os cidadãos do meu concelho, que ao longo destes anos têm confiado neste presidente e que acreditam, porque as obras estão feitas e não deixam margem para dúvidas”.

De acordo com o actual presidente da autarquia, que se recandidata ao quarto mandato consecutivo, muitos dos “grandes projectos e das grandes infra-estruturas desportivas e culturais estão construídas, pelo que agora queremos dinamizar mais”. Envolver mais as associações concelhias, na expectativa de haver mais participação dos cidadãos do município é outro dos objectivos.

No que à educação diz respeito, Litério Marques enumerou a construção do Centro Escolar de Arcos e os projectos e obras de construção de outros como Avelãs de Cima/Avelãs de Caminho, Paredes do Bairro e Sangalhos, para o pré-escolar e 1º ciclo. A requalificação do Parque Escolar, com a construção de uma nova escola em dois blocos que acolherá o 2º e 3º ciclos e o Secundário é outra das bandeiras do PSD Anadia.

 

Nó de ligação à A1 continua na mira de Litério Marques

Ao nível das acessibilidades, Litério Marques pretende continuar a reivindicar o nó de ligação da Auto-estrada do Norte (A1) ao concelho, assim como a requalificação da EN 334 - Boialvo à Poutena e da EM 619. “No âmbito das acessibilidades, o investimento aprovado no Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) representa cerca de 3,5 milhões de euros”, adiantou o candidato.

Sobre o saneamento, Litério Marques disse estar em construção o emissário do Pereiro a Avelãs de Caminho (à ETAR de Sangalhos), que vai permitir ligar quase na sua totalidade o saneamento da freguesia de Avelãs de Cima.

Os grandes investimentos nesta área passam pela construção da ampliação da ETAR de Sangalhos, cujo projecto está já praticamente concluído e que permitirá tratar todo o saneamento do concelho, calculado para 35 mil habitantes, com o custo aproximado de 3,5 milhões de euros.

“Neste momento estão aprovados os loteamentos das Zonas Industriais de Vilarinho do Bairro, Paraimo e Amoreira da Gândara”, revelou Litério Marques, ao referir-se ao desenvolvimento económico e turístico, outra das metas que integra o programa eleitoral. Para as Zonas Habitacionais é relevante a negociação para aquisição do loteamento, sito na freguesia de Ancas, o que virá possibilitar à autarquia colocar à disposição lotes a preços controlados.

Para os jovens do concelho, o candidato disse já estar aprovado “um grande projecto no que respeita à utilização das Novas Tecnologias”.

A sede de candidatura do PSD Anadia, localizada no Edifício São João, na Avenida das Laranjeiras, no centro da cidade, vai estar a partir de amanhã, dia 30 de Setembro, diariamente aberta, em horário nocturno, durante os dias da semana, prolongando-se pela tarde no domingo e feriado (5 de Outubro). O objectivo passa por dar a conhecer às pessoas, de forma mais directa, o projecto do PSD para as autárquicas 2009 naquele espaço.

 

Jantar/comício dia 3 de Outubro

No próximo sábado, dia 3 de Outubro, vai realizar-se um jantar/comício do projecto PSD Anadia às autárquicas, na Vila Tropical, em Anadia. Vão marcar presença todos os candidatos do PSD às eleições do dia 11, em Anadia, assim como o presidende da Comissão Política Distrital de Aveiro, António Topa e Alexandre Relvas, presidente do Instituto Francisco Sá Carneiro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:24

link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Setembro de 2009

CDU de Oliveira do Bairro apresenta programa eleitoral

Artur Ramísio, candidato à Câmara, diz que um dos objectivos passa por reforçar votação no partido

A CDU de Oliveira do Bairro deu ontem a conhecer os compromissos do programa eleitoral para as autárquias do concelho. Artur Ramísio, candidato à Câmara Municipal, fazendo o balanço do actual Executivo social-democrata disse ressaltar “a evidência de que as rotinas e as políticas condicionadas pelas disputas entre o PSD e o CDS têm relegado para segundo plano a resolução dos verdadeiros problemas do concelho”.

O candidato referia-se ao atraso na construção da Alameda da Cidade, ao abandono da antiga cerâmica Rocha, à desvalorização do Museu de Etnomúsica, à indignidade do Mercado da cidade, ao esquecimento dos Barreiros de Bustos e do novo Centro de Saúde, à falta de medidas preventivas de acidentes nos cruzamentos perigosos de Perrães e do Silveiro, à demora da requalificação de zonas nobres das localidades, entre muitos outros. Sendo estes os problemas que a CDU pretende atacar.

“Esta é a altura de analisar os problemas e de reflectir sobre os constrangimentos que dificultaram a sua resolução. Neste sentido, a CDU tem a convicção de que a sua participação nos órgãos autárquicos é fundamental para que haja mudanças significativas de sentido positivo”, porque no concelho de Oliveira do Bairro, tal como no resto do país, “a CDU já provou que com a sua participação o trabalho das autarquias melhora”, sublinhou Artur Ramísio.

A CDU de Oliveira do Bairro, que quer retomar a sua participação aos órgãos autárquicos concelhios, entende que a “sua presença faz a diferença”.

“Ainda temos dificuldades no concelho”, disse Artur Ramísio, lembrando que a CDU só vai concorrer à Câmara e Assembleia Municipal e às Juntas de Bustos, Troviscal, Oliveira do Bairro e Oiã, sendo que para a Mamarrosa e Palhaça a CDU de Oliveira do Bairro não conseguiu candidatos.

“São nossos objectivos reforçar a votação na CDU e eleger candidatos aos órgãos a que concorremos. Já tivemos representantes na Assembleia Municipal. É de toda a importância que a CDU volte a estar representada neste quórum”, rematou.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:52

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Paixão diz que Anadia “parou no tempo” e promete “mais e melhor”

CDU Anadia apresenta cabeças de lista às autárquicas 2009

A CDU Anadia apresentou os cabeças de lista às eleições autárquicas de 11 de Outubro em Sangalhos, no dia 11. O candidato à presidência da Câmara Municipal, José Paixão, deu a conhecer os primeiros traços do programa eleitoral, “que ainda não está fechado”, disse que o concelho de “Anadia parou no tempo” e que com “empenho e vontade é possível fazer mais e melhor”.

Paixão, que também se candidata à Junta de Freguesia de Mogofores, explicou que o facto do seu nome ter sido indicado para a Câmara Municipal “resulta em grande parte por ter sido a cara do movimento ‘Unidos pela Saúde’, que contestou o fecho das Urgências. É um grande desafio que tenho pela frente e é para ganhar a Câmara. Neste momento o resultado está 0-0”.

O cabeça de lista da CDU à autarquia anadiense diz ter certeza de uma coisa: “Tem havido um ciclo de mudança neste concelho. Se muitas situações forem alteradas, já fico satisfeito. A CDU tem uma orientação e valores essenciais, somos uma força criativa e não queremos rótulos”.

José Paixão falou da necessidade de ter “coragem” para ser candidato pela CDU e louvou o facto de este ano terem conseguido mais uma freguesia: Avelãs de Cima. Desta forma, a CDU Anadia apresenta nestas autárquicas candidatos a cinco Juntas de Freguesia do concelho.

 

Programa eleitoral ainda em aberto

Ao referir-se a Anadia como sendo um concelho com “amarras”, o cabeça de lista à Câmara deu o exemplo de Sangalhos, que era um “cartão de visita” e tudo perdeu. Dar mais qualidade de vida às pessoas é uma das bandeiras da CDU Anadia. “Não é a construir Zonas Industriais que se resolvem os problemas do concelho”, disse, sugerindo a criação de brigadas rápidas, que circulem pelas ruas do concelho, para tapar os incómodos buracos que sempre aparecem.

A criação de mais Parques Infantis, “porque só uma ou outra freguesia têm” é outro dos desafios da CDU Anadia, assim como trazer mais ecopontos para o concelho. Paixão propõe ainda a criação de “um ecocentro, um espaço coberto onde qualquer cidadão possa ir depositar os seus lixos”. Terminar com a construção de pólos escolares, para evitar o encerramento das EB1, é outra das proposta da CDU Anadia.

Paixão felicitou ainda Joaquim Mota, anfitrião do jantar, candidato à Junta de Sangalhos, por ter reunido uma equipa “muito boa, forte e empenhada, pessoas que gostam da sua terra”.

E Mota estava visivelmente satisfeito por ter conseguido juntar “mais de 50 pessoas em Sangalhos. Pela primeira vez tivemos dificuldade em encaixar as pessoas, porque tivemos muita gente a fazer parte da lista”.

O candidato à Junta sangalhense contou com a presença “de um amigo de Sangalhos”, Manuel Campos, presidente da Junta de Espinhel (Águeda) no jantar e frisou que “este ano é difícil. Só com muito trabalho. Mas temos a possibilidade de dar a Sangalhos outro rumo. Porque se não for este ano, nunca mais conseguimos”, rematou, lembrando que por fazer parte do actual Executivo conhece os problemas “muito bem”.

 

Cabeças de lista a cinco Juntas

A CDU Anadia conta com os seguintes cabeças de lista às Juntas de Freguesia: Maria de Fátima Flores (Arcos); Sandra Catarina Almeida Rodrigues (Avelãs de Caminho); António Carlos de Oliveira Costa (Avelãs de Cima); José Francisco Paixão Correia (Mogofores) e Joaquim Alfredo Pereira da Mota (Sangalhos). (Foto: Quiosque das Letras. Pós-produção: Leiam a Imagem)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:29

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

CADES promove registo de ...

Vinhas da Bairrada voltam...

Campanha de Solidariedade...

Chegaram os Prémios Sapo ...

Urgências de Anadia regre...

Mais de 600 pessoas apoia...

CDS-PP Anadia encerra cam...

PSD Anadia apresenta proj...

CDU de Oliveira do Bairro...

Paixão diz que Anadia “pa...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds