Segunda-feira, 13 de Julho de 2009

FIACOBA e Feira do Cavalo inauguradas em Oliveira do Bairro

Certame dura até dia 19, próximo domingo

A 23ª edição da Feira Industrial, Agrícola e Comercial da Bairrada (FIACOBA) e a II Feira do Cavalo da Bairrada, dois eventos realizados em simultâneo no Espaço Inovação, na Zona Industrial de Vila Verde, e organizados pela Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, foram inaugurados na passada sexta-feira (dia 10), pelo presidente da Assembleia Municipal, António Dias Cardoso, e pelo presidente da Câmara, Mário João Oliveira.

António Dias Cardoso, na sessão solene, fez questão de lembrar o falecido Alípio Sol, primeiro presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro após o 25 de Abril de 1974, que foi quem deu início à realização da FIACOBA.

Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, por seu turno, também relembrou Alípio Sol e esclareceu as apostas da autarquia para os dois certames que ocupam o Espaço Inovação até ao próximo domingo, dia 19 de Julho.

O autarca falou da nova imagem da FIACOBA, com a criação de um novo logótipo, que, segundo a sua opinião, “é uma imagem de marca para durar por muitos anos”.

O presidente da Câmara Municipal teceu ainda rasgados elogios ao trabalho desenvolvido pelos técnicos camarários, coordenados pelo vice-presidente Joaquim Santos (FIACOBA), pelo vereador António Mota (Feira do Cavalo da Bairrada) e Laura Pires (vereadora responsável pela imagem), que, segundo afirmou “conseguiram colocar de pé dois grandes eventos em simultâneo”.

Mário João Oliveira falou ainda na junção da FIACOBA com a II Feira do Cavalo da Bairrada, que considerou uma “mais-valia, porque permite juntar dois dos grandes eventos do município num só, rentabilizando o espaço e os recursos humanos”, realizando aquele que é considerado o maior evento do concelho até hoje.

 

Grande adesão nos primeiros dias

O primeiro fim-de-semana da 23ª FIACOBA e a II Feira do Cavalo da Bairrada foi de grande adesão por parte dos bairradinos e não só. Como exemplo, durante o dia de sábado, a organização estima que terão passado pelo Espaço Inovação cerca de cinco mil pessoas, alargando-se o número no dia seguinte: “Pensamos que a adesão do público está dentro das nossas expectativas e esperamos bater todos os recordes”, afirmou o vice-presidente Joaquim Santos, coordenador de toda a equipa organizadora dos eventos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:28

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Continuidade das AEC, através da Câmara Municipal de Anadia, pode estar em risco

Litério Marques considera “escandalosa” forma de contratação dos docentes destas actividades

A continuidade das Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC), com a Câmara de Anadia como entidade promotora, pode estar em causa no próximo ano lectivo. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, considera “escandalosa” e “vergonhosa” a forma, legalmente possível às autarquias, de contratação dos docentes das AEC, obrigando as autarquias locais a recorrerem a empresas de outsourcing.

“A contratação destes professores tornou-se um caos, porque as Câmaras Municipais não podem contratar pessoas de forma individual”, afirmou o autarca.

Litério Marques disse aos jornalistas que no passado dia 2, quinta-feira, reuniu na Câmara de Anadia com a Equipa de Apoio às Escolas de Aveiro, com os dois Agrupamentos de Escolas do município e com a Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), de Coimbra.

O encontro serviu para o autarca dar a conhecer o seu descontentamento face aos constrangimentos legais verificados na contratação de docentes das AEC.

 

Um “escândalo”

“É um escândalo. A Câmara de Anadia está disponível para continuar com as AEC, mas só se for possível à autarquia contratar os docentes da forma como é disponibilizada às empresas municipais ou a às empresas de recursos humanos”, referiu Litério Marques. “Não seremos intermediários entre o Ministério da Educação (ME) e uma qualquer empresa. Queremos ser responsáveis a 100% com aquilo que assumimos e nos comprometemos”, rematou.

O autarca disse que durante a reunião mostrou o problema a quem esteve presente, tendo a “solidariedade, compreensão e confiança dos agrupamentos, que dizem não prescindir da autarquia neste processo”.

 

Docentes ganham menos

Litério Marques disse que o orçamento para as AEC no concelho de Anadia é de 310 mil euros, sendo, sensivelmente, 80% dos professores das AEC residentes no concelho de Anadia. Julga, ainda, o autarca, que “com a contratação a ser feita através da empresa de recursos humanos, além dos professores ganharem, certamente, menos do que actualmente, auferem na autarquia os critérios de contratação, acompanhamento e substituições de professores e, ainda, a supervisão da actividade docente será, sobretudo, da empresa contratante.

 

“Um paradoxo”

O edil anadiense interroga-se como “o ME pode delegar competências nas autarquias, se dificulta os processos de contratação? É um paradoxo!”.

O autarca lamentou não terem estado presentes na reunião do dia 2 pessoas com “poder decisório”, aguardando agora que “levem o recado a quem de direito. Acredito que o bom senso vai imperar”. Mas se este “impasse não for resolvido”, Litério Marques garante que “a Câmara Municipal de Anadia irá responsabilizar o ME por esta situação”.

Peremptório, o autarca reafirmou: “A autarquia anadiense nunca fará papel de intermediária. Mas deseja ser uma parceira efectiva e responsável”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:58

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 5 de Julho de 2009

Aprovada comparticipação financeira do projecto Rota da Bairrada em Oliveira do Bairro

Executivo camarário oliveirense reúne em Oiã

A última reunião de Câmara de Oliveira do Bairro realizou-se no dia 30 de Junho, na Junta de Freguesia de Oiã, no enquadramento da descentralização das reuniões do Executivo e aproveitando a comemoração do 20º aniversário da elevação de Oiã a vila. Nesta reunião foi aprovada, por unanimidade, a comparticipação financeira do projecto de dinamização da Rota da Bairrada.

O valor máximo que a Rota da Bairrada irá submeter é de 400 mil euros e a comparticipação a fundo perdido pode estar entre os 50 e os 70%. O valor para cada um dos oito municípios pertencentes à Bairrada será de 12.500 euros/ano no máximo e 7500 euros/ano no mínimo durante 24 meses (totalizando uma comparticipação necessária de 30%).

Foram ainda aprovados vários apoios para diversas instituições. Um desses apoios foi para a Associação dos Amigos de Perrães (AMPER), para a aquisição de um autocarro. O valor aprovado para apoiar a AMPER foi de 17.500 euros.

Esta associação tem tido, ao longo dos seus 29 anos, uma acção de relevo ao serviço da solidariedade social, disponibilizando nas suas instalações um conjunto variado de serviços.

Uma vez que há Juntas de Freguesia do concelho que desenvolvem algumas actividades anuais que dinamizam a cultura, valorizam as tradições e as artes locais, promovendo o convívio entre munícipes e são, também, motivo de visita de populações vizinhas, a Câmara Municipal aprovou, para o ano de 2009, apoiar as solicitações para a realização da “Feira de Artesanato do Troviscal”, a realização da “Quinzena Cultural da Palhaça” e as “Comemorações do 20º Aniversário da Elevação de Oiã a Vila”.

Foi também aprovado o apoio para a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia do Troviscal, destinado a obras na Capela da Feiteira.

Por último, foi aprovado um apoio, no valor de 4000 euros, para a Associação de Pais da Escola Secundária de Oliveira do Bairro, com vista à comparticipação financeira para aquisição de uma viatura de nove lugares destinada ao transporte dos alunos da escola para diversas actividades.

Com esta aquisição, a escola proporciona a um público mais alargado a oportunidade de adquirir uma melhor qualificação escolar e profissional, tendo mais facilidade para se deslocarem para as empresas da região, onde efectuam formação/estágio.

 

Construção da Feira da Palhaça                       

Já nos pontos de aditamento, foi aprovada a minuta de contrato para a construção da Feira da Palhaça (primeira fase), a celebrar entre o município de Oliveira do Bairro e a firma construtora.

Foram ainda aprovadas aquisições de três prédios rústicos para áreas desportivas, de lazer, associativas e outras.

Um no valor de 5000 euros, com uma área real de 1700 m2; outro no valor de 3250 euros, com 1800 m2 de área real e, finalmente, outro prédio de 18.350 euros, com uma área real de 4.187 m2, para infra-estruturas e equipamentos desportivos em Águas Boas. Há muito tempo que a autarquia tentava adquirir estes prédios. Agora, o Grupo Desportivo de Águas Boas ficará dotado de condições óptimas para a prática desportiva.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:30

link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Julho de 2009

Festa do Leitão à Bairrada regressa em Setembro pela 16ª vez

Águeda recebe certame entre os dias 9 e 13 de Setembro

A 16ª edição da Festa do Leitão à Bairrada e 12ª Feira de Artesanato e Gastronomia de Águeda, organizadas pela Associação Comercial de Águeda (ACOAG), em parceria com a Câmara Municipal de Águeda, vão realizar-se entre os dias 9 e 13 de Setembro, no Largo 1º de Maio, em Águeda.

O evento, este ano, vai trazer algumas novidades, nomeadamente ao nível da imagem a apresentar no próprio recinto e também no cartaz cultural. Além da aposta em grupos locais para animar o público, a 16ª Festa do Leitão à Bairrada de Águeda será a mais internacional de sempre, no que respeita aos grupos presentes. No entanto, ainda estão a decorrer as negociações com artistas e grupos.

A ACOAG e a Câmara Municipal de Águeda têm vindo a desenvolver contactos conjuntos para a elaboração de um certame que terá como grande objectivo ultrapassar a fasquia dos 50 mil visitantes, algo que teria acontecido na edição de 2008, caso a chuva não tivesse aparecido no dia 5 de Setembro.

O presidente da ACOAG, José Castilho, com o apoio da sua Direcção, tem vindo a trabalhar na angariação de patrocinadores para a edição de 2009 do certame, mas garante que a tarefa não tem sido fácil: “Claro que existe crise e, por isso, as empresas estão um pouco mais comedidas nos investimentos publicitários”, disse.

A 16ª Festa do Leitão à Bairrada de Águeda vai continuar a ter dez restaurantes, que já reuniram com a organização, enquanto a Feira de Artesanato e Gastronomia vai realizar-se no pavilhão do GICA, sendo certa também a presença dos stands que, habitualmente, ocupam os espaços exteriores da feira.

A zona dos concertos vai ficar no mesmo local do ano passado, no espaço onde, aos sábados, decorre a Feira Retalhista.

 

Aposta na campanha de divulgação

A organização do evento está a preparar uma das maiores campanhas de divulgação, apostando numa imagem renovada e em sectores comunicacionais de excelência, com o objectivo de atingir o maior número de visitantes.

Desde a página na Internet (www.festadoleitao.com), passando pela apresentação, junto das empresas, de uma revista promocional do evento e pela emissão de flyers (mais de 300 mil) a distribuir pelo distrito de Aveiro e por Porto e Gaia, a ACOAG já está no terreno a preparar, com todo o cuidado, a 16ª edição do evento que catapulta Águeda para os principais meios de comunicação social do país. Neste momento, a organização da Festa do Leitão está a negociar a emissão de - em Águeda, por altura do certame -, um programa televisivo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:01

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

FIACOBA regressa a Oliveira do Bairro para a 23ª edição

Mostra de potencialidades do concelho de 10 a 19 de Julho no Espaço Inovação

A 23ª edição da Feira Industrial, Agrícola e Comercial da Bairrada (FIACOBA) e a 2ª Feira do Cavalo da Bairrada, dois eventos realizados em simultâneo no Espaço Inovação, na Zona Industrial de Vila Verde, têm início no próximo dia 10 de Julho, com um programa repleto de novidades e com uma aposta, na área cultural, em artistas nacionais, como sinal do reconhecimento da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, pela qualidade musical made in Portugal.

A adicionar à festa está também uma aposta regional na forte divulgação dos grupos tradicionais, como se comprova com a actuação dos vários grupos de cantares e pelo festival de folclore.

“Com uma nova imagem associada ao certame, pretendemos mostrar os produtos de excelência que temos no concelho de Oliveira do Bairro, nomeadamente indústria, comércio e serviços, bem como o vinho, o kiwi e a produção de leite, aproveitando para mostrar e dinamizar o artesanato regional”, refere o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, garantindo que a autarquia também pretende “promover o hipismo da região da Bairrada, que se está a afirmar como região de eleição para a prática desta modalidade”.

Inovação para este ano vai ser o concurso de vacas leiteiras da raça Holstein. Até porque “num concelho com dezenas de pessoas ligadas ao sector primário, com empresas de pequena e média dimensão, é justo apostar nesta mostra”, diz Mário João Oliveira.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, “a gastronomia também será um bom motivo para visitar a FIACOBA e a Feira do Cavalo da Bairrada. Ao longo dos 10 dias e nove noites da feira são muitos os eventos que se realizarão no Espaço Inovação, em Vila Verde”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:28

link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Junho de 2009

ACIB promove reunião com industriais de Anadia

Ouvir e identificar os problemas da indústria local é o principal objectivo

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) vai realizar, dia 23 de Junho, terça-feira, na delegação de Anadia, pelas 21 horas, uma reunião com os industriais deste concelho, cujo mote será: “Crise – Qual o papel que a ACIB poderá ter no apoio aos empresários da indústria de Anadia”.

Esta reunião tem como principal objectivo ouvir e identificar os problemas da indústria local, que atravessa uma crise profunda, de forma a orientar os serviços da associação no sentido de melhor responder às necessidades dos industriais.

O associativismo empresarial não é mais do que uma parceria, uma união de empresas, com fins comuns, em torno de uma entidade, que lhes permita aceder a um conjunto de serviços de apoio à sua actividade em áreas de carácter transversal e que as represente/defenda em assuntos sectoriais e/ou colectivos.

Esta cooperação/união é particularmente importante no que respeita às micro e pequenas empresas, principalmente em momentos de crise como o actual, por isso, a ACIB lança um apelo à participação do maior número possível de industriais nesta reunião.

Esta é a segunda reunião que a Direcção da ACIB, após a tomada de posse, irá fazer com os empresários de Anadia, tendo realizado a primeira no passado dia 2 de Junho, com os comerciantes locais, cujos resultados já estão a ser analisados.

 

publicado por quiosquedasletras às 07:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Autarquia promoveu “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” em feira ibérica sobre gastronomia

“Foro Coopera 2009” realizou-se em Zamora (Espanha)

A Câmara Municipal da Mealhada esteve presente na feira gastronómica hispano-lusa “Foro Coopera 2009”, que se realizou de 2 a 5 de Junho, em Zamora, Espanha. A presença da autarquia teve como objectivo promover a sua marca gastronómica “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” além-fronteiras, bem como reforçar as suas ligações com os parceiros espanhóis.

A água do Luso, o pão, o vinho e o leitão da Mealhada viajaram até ao país vizinho para se apresentarem à Europa na feira de gastronomia “Foro Coopera 2009”. Um certame subordinado ao tema “O Turismo como eixo de desenvolvimento entre fronteiras”, que teve como objectivo primordial o envolvimento de todos os agentes, desde administrações, a empresas, profissionais do sector e cidadãos de Leão e Castela e do norte e centro de Portugal na aventura da cooperação entre fronteiras.

A Câmara Municipal da Mealhada promoveu, assim, quatro produtos gastronómicos de excelência do concelho, que são também dos mais procurados em território nacional. A marca “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” esteve presente num stand da feira ibérica, para que todos pudessem apreciar a qualidade destes produtos tradicionais, e a Câmara Municipal participou ainda na Mesa 4 do Coopera Debate, subordinada ao tema “Los productos de calidad de Castilla y León y Portugal como recurso turístico” (“Os produtos de qualidade de Castela e Leão e Portugal como recurso turístico”).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:45

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Junho de 2009

Feira da Vinha e do Vinho inaugura hoje

Certame começa hoje e termina dia 21

A Câmara Municipal de Anadia vai proceder hoje à inauguração de mais uma edição da Feira da Vinha e do Vinho, pelas 17 horas, no Vale Santo (junto ao Centro Cultural de Anadia).

A autarquia, com a organização deste certame, pretende mostrar os costumes das gentes do seu município, divulgar os seus produtos, a gastronomia, as tradições do seu povo. A vinha e o vinho são elementos que desde sempre estiveram associados ao concelho de Anadia e às suas gentes, base importante de uma economia caracterizada fortemente pelo sector rural, e que fizeram deste concelho a “Capital do Espumante”.

Pioneira na produção de espumantes - pois foi em Anadia que, pela primeira vez em Portugal, se produziu esse famoso néctar -, esta região consegue conciliar de forma exemplar os seus produtos vinícolas com uma rica gastronomia, onde o Leitão à Bairrada, embora seja o prato de maior importância, não se encontra sozinho numa imensa lista de sabores regionais.

Assim, de acordo com a temática da feira, e em espaço especialmente concebido para receber as empresas vitivinícolas, estarão presentes diversos produtores e/ou engarrafadores, bem como outras instituições relacionadas com o sector.

 

Um programa com artistas portugueses

Além de uma mostra de gastronomia, de vinhos e das potencialidades das várias freguesias e associações do concelho de Anadia, a Feira da Vinha e do Vinho é também um espaço de cultura e de festa, com animação permanente proporcionada pelos muitos artistas, que por ali passam, este ano com a presença dos Da Weasel, Roberto Leal, Os Solitários, Paco Bandeira, Quim Barreiros, TV5, Just Girls, Festa “Always Kadoc” e diversas associações culturais do concelho. Após os concertos, o espaço será animado com o “Momento Quest”.

Enfim, uma semana cheia de alegria, música, cor, divertimentos, concursos, gastronomia e cultura, onde o Espumante e o Leitão serão com certeza os reis.

O certame encerrará a 21 de Junho, com a actuação das Marchas dos Santos Populares.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:40

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Junho de 2009

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

Vinho Quinta do Valdoeiro considerado o melhor do mundo

O vinho Quinta do Valdoeiro Syrah 2007, um produto da marca gastronómica “Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, recebeu a única Medalha de Ouro portuguesa no concurso internacional “Syrah du Monde 2009”, que se realizou nos dias 28 e 29 de Maio em Ampuis, França. Uma distinção brilhante, que comprova que os vinhos da Mealhada, neste caso concreto os vinhos das Caves Messias, são reconhecidos internacionalmente como sendo dos melhores vinhos do mundo.

“Quero dar os meus parabéns às Caves Messias por mais este produto de distinta qualidade. Um produto que não só engrandece o projecto municipal ‘Água, Pão, Vinho e Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada’, mas que prestigia extremamente o nosso concelho e a nossa região, provando que na Mealhada se fazem vinhos de elevada qualidade, que se encontram entre os melhores a nível mundial”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral, mostrando a sua satisfação pela Medalha de Ouro atribuída ao Quinta do Valdoeiro no referido concurso internacional.

O vinho Quinta do Valdoeiro Syrah 2007 recebeu, então, a única Medalha de Ouro portuguesa no concurso internacional “Syrah du Monde 2009”. Um vinho da região demarcada da Bairrada, mais propriamente do concelho da Mealhada, onde as Caves Messias têm uma das suas várias propriedades que, como a própria empresa indica no seu site, tem sido ao longo dos anos propensa a criar vinhos de excepcional qualidade. “Este Syrah foi apenas mais um, outros virão”, pode ler-se no site das Caves Messias.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:43

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

Vinhas da Bairrada não vão a concurso

Falta de produtores inscritos leva à interrupção

Este ano não vai realizar-se o concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada”. A Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) - entidade que lidera a iniciativa, em parceria com a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC) - não reuniu um número suficiente de inscrições, aproveitando este interregno para fazer o balanço dos primeiros cinco anos de concurso. A sexta edição será relançada, com novos moldes.

João Casaleiro, presidente da Direcção da CVB, disse aos jornalistas que este ano será para “nos concentrarmos no balanço das cinco edições anteriores, fazermos a sua avaliação e tirarmos conclusões, para relançar o concurso, em moldes um pouco diferentes, com uma dimensão voltada para a questão do ambiente e da viticultura sustentável”.

Casaleiro informou que em Outubro será realizada uma sessão de explicação dos novos contornos do concurso.

José Santos, director de serviços da DRAPC, referiu tratar-se de um momento em que “sentimos a necessidade de pensar nos resultados e reformular o próprio concurso em si”. O objectivo será o mesmo: “Chamar os viticultores no sentido de terem maior preocupação com as suas uvas, para obterem um melhor produto”, sublinhou o dirigente.

É intenção da organização envolver empresas que neste ciclo são intervenientes. E conseguir maior número de produtores a concorrer, para envolver mais gente na iniciativa”, defendeu José Santos.

 

Desinteresse dos participantes

César Almeida, presidente do júri nas últimas edições, tendo acompanhado as cinco, diz ter começado a ver, nos primeiros anos, tudo a correr bem. Mas nos “últimos houve desinteresse dos participantes. Não queremos acabar com o concurso. Mas sim interromper para aproveitar para reflectir sobre o que estava menos bem”. César Almeida pretende propor que os antigos concorrentes e outras pessoas “dêem a sua contribuição para a melhoria da iniciativa”.

A “escassa participação” é para César Almeida o motivo número um para esta interrupção. “Gostaríamos que nos dissessem o que deve ser alterado para aproximar o concurso dos produtores, porque tivemos uma redução de 20 para meia dúzia”.

Nos outros anos, César Almeida diz que o número rondava os 20 participantes. “Mas eu já notava grande preocupação da CVB a telefonar aos produtores para virem. Houve desinteresse”, frisou, lembrando que muitos dos concorrentes eram os mesmos.

De qualquer forma, César Almeida diz ser notória a melhoria significativa no tratamento das vinhas.

José Santos atira as culpas para a globalização e para o aparecimento de países emergentes produtores de vinho, que não eram, como a Nova Zelândia ou o Chile, o que “faz com que o vinho chegue cá mais barato”.

Quem vem ao concurso “perde a vontade de voltar, porque cria-se uma rotina. Temos de criar estímulos. Queremos mostrar aos viticultores que há uma valorização profissional e técnica”, rematou o dirigente.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:28

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Voluntários ajudam a limp...

Reunião aberta para a ini...

Câmara de Anadia entrega ...

Gabinete de Apoio ao Emig...

Urbanos ganha prémio de m...

Confraria dos Enófilos da...

Vinhas da Bairrada voltam...

Escolas do concelho da Me...

Brilho e solidariedade ma...

Incubadora da WRC complet...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub