Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

Ceifeira-aquática “Pato Bravo” regressa à Pateira, concelho de Águeda

Durante Outubro a máquina esteve no município de Montemor-o-Velho

Durante o mês de Outubro a ceifeira-aquática esteve a trabalhar no município de Montemor-o-Velho colaborando na preparação das condições para o mundial de canoagem que decorrerá durante o próximo ano, sendo que regressará à Pateira esta semana.

Reconhecendo o trabalho realizado na Pateira pela autarquia de Águeda, em particular no que diz respeito à remoção das massas de jacintos-de-água da superfície do espelho de água pela ceifeira-aquática, foram vários os municípios que contactaram Águeda no sentido da Câmara Municipal ceder o equipamento para a limpeza de cursos de água.

Neste sentido, no início de Outubro, a máquina foi cedida ao município de Montemor-o-Velho para a limpeza de um extenso troço de rio, fundamental para a prática de canoagem, e cuja intervenção se afigurava urgente dada a organização, por esta edilidade, durante o próximo ano, dos mundiais da modalidade. Após laborar durante um mês, está agora em fase de conclusão a limpeza dos cerca de 4 Km de braço de rio intervencionados, regressando a máquina à Pateira durante esta semana.

O município aguedense acredita que estão reunidas as condições para que a “Pato Bravo” possa laborar de forma a optimizar a remoção das massas de infestantes, rentabilizando assim a remoção, e continuando o reconhecido bom trabalho que tem desempenhado até à data com a remoção do jacinto-de-água da lagoa.

Desde o secretário de Estado do Ambiente, à directora e director-adjunto do Departamento de Zonas Húmidas do ICNB, ao vice-presidente da CCDR-C, a diversos técnicos de investigação científica, professores universitários, entre tantos outros já visitaram a Pateira para ver a actuação da máquina, reconhecendo os progressos obtidos.

A Pateira, bem como a metodologia utilizada pela autarquia de Águeda para remover os jacintos-de-água, foi já referenciada a nível Europeu, em particular no Conselho da Europa. No âmbito dos trabalhos a este nível, e como já foi noticiado, uma técnica da Câmara de Águeda foi a única representante portuguesa no grupo de peritos que desenvolveram a análise do risco de infestação por jacinto-de-água. Este documento servirá de base para a elaboração de uma Directiva Comunitária nesta temática.

De referir ainda que a reconhecida Blackwell Publishing, do Reino Unido, publicou em 2009 um artigo científico para a EPPO, sobre o mérito do trabalho realizado pela autarquia de Águeda na Pateira de Fermentelos, trabalho este que vai agora ser retomado.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:10

link do post | comentar | favorito
Sábado, 24 de Outubro de 2009

Correios de Anadia vão à escola para dinamizar e incentivar a escrita nas crianças

Projecto “CTT na Escola” foi colocado em prática na EB1 de Anadia

A Estação de Correios de Anadia promoveu uma acção pioneira, única no país, que decorreu na Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico de Anadia. O projecto “CTT na Escola” teve como principal objectivo dinamizar e incentivar a escrita nas crianças.

O aparato era mais que muito na manhã do dia 15, na EB1 de Anadia. “A acção correspondeu ao envio de cartas pela Estação de Correios da Escola, através de um Centro de Distribuição Postal. As crianças foram convidadas a desempenhar as funções dos funcionários dos CTT, havendo também carteiros que procederam à distribuição das cartas”, explicou Alberto Rocha, chefe da Estação de Correios de Anadia.

A EB1 de Anadia foi assim transformada numa “Cidade Escolar”, estando envolvidas cerca de 220 crianças, do pólo escolar de Anadia, todas do 1º Ciclo do Ensino Básico. A escola, ao funcionar como uma cidade, levou os seus habitantes - alunos, professores e também os encarregados de educação - a trocarem correspondências entre si.

 

Um carimbo único

Para a acção “CTT na Escola” foi criado um carimbo comemorativo, único a nível mundial, especialmente produzido para o efeito, com as seguintes inscrições: “Correio Escolar/Escola do 1º CEB/CTT Anadia 2009-10-15”.

Todas as crianças viram as suas cartas serem carimbadas com esse carimbo, no balcão de atendimento, onde com um sorriso a Maria Miguel, de sete anos e o David Afonso, nove anos, estavam no interior desse balcão móvel a carimbar todas as cartas dos colegas, pais e docentes, que aguardavam em fila, alguns deles impacientes, pelo carimbo que marcaria a efeméride, na carta de cada um, previamente escrita.

 

Actividades paralelas

O dia 15 foi o principal dia da acção, marcando o seu arranque. Mas até dia 20 foram desenvolvidas outras actividades, através do “Espaço Criação” - onde foi possível as crianças fazerem desenhos alusivos aos temas, um deles a República - e o “Espaço Inovação”, onde foram feitas projecções de filmes relativos aos Correios.

Em virtude das comemorações do centenário da Implantação da República Portuguesa, que acontecem em 2010, este foi um dos temas escolhidos para a acção.

Desta forma, as ruas da “Cidade Escolar” tinham os nomes das figuras da República. A própria Estação móvel dos CTT dava pelo nome de Ana de Castro Osório, escritora, feminista e activista republicana.

De acordo com Alberto Rocha, o projecto nasceu na Estação de Correios de Anadia, sendo único a nível nacional. “Todo o circuito operativo dos CTT foi trazido para a escola, sendo uma maneira diferente de estarmos junto das crianças e dinamizarmos a escrita”, explicou o chefe.

O selo usado nas cartas das crianças foi realizado no ano passado por uma escola da Figueira da Foz, sendo um trabalho seleccionado e que agora circula por todo o mundo.

A vice-presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Belém, enalteceu a acção dos CTT de Anadia, que considerou “muito importante, sobretudo numa altura em que se esquecem os Correios, que permitem comunicar de uma forma diferente”.

Para a vereadora há outros meios para comunicar, “mas este (CTT) é sempre importante e deve-se incentivar. Espero que com acções como esta se continue a motivar esta forma de comunicação”.

Também Graça Matos, em representação do Agrupamento de Escolas de Anadia, elogiou a actividade, agradecendo a Alberto Rocha, que desde que ocupa a chefia da Estação de Correios de Anadia “têm sido muitas as suas iniciativas na área da educação, assim como as parcerias com as escolas”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:01

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

Autarquia aguedense e DREC assinam acordo para dar novas instalações à EB2/3 Fernando Caldeira

Obra vai ser adjudicada em Outubro e em Dezembro arrancam demolições

No passado dia 9 de Setembro foi celebrado, entre a Câmara Municipal de Águeda e a Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), o acordo de colaboração para a requalificação da EB 2/3 Fernando Caldeira, que tem por objectivo requalificar e substituir as actuais instalações daquela Escola Básica de Águeda.

A cerimónia contou com a presença da directora regional de Educação do Centro, Engrácia Castro; do presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais; da vereadora da Educação, Elsa Corga e do presidente do Agrupamento de Escolas de Águeda, Carlos Coelho.

Engrácia Castro demonstrou satisfação “em saber que estão a ser proporcionadas condições absolutamente incomparáveis à escola actual”, relembrando que “este edifício já teve o seu tempo. No seu momento respondeu a um desafio, na sua época foi uma escola ideal, contudo os anos passam e é preciso acompanhar as inovações”.

A nova escola será contemplada com espaços dinâmicos e agradáveis “não só para os alunos, pois são os que mais nos preocupam, mas também para os professores, para os pais, assim como para acolher toda a comunidade”, adiantou Engrácia Castro. Para a directora regional de Educação do Centro, “um espaço destes vai proporcionar melhores condições físicas, que serão fundamentais para a aprendizagem e o bem-estar dos nossos alunos”. Para finalizar, referiu ainda que “estão reunidas as condições para que a nova escola possa trazer uma lufada de ar fresco à comunidade educativa da Escola Fernando Caldeira”.

 

Fernando Caldeira pretende ser escola modelo

Já o presidente da Câmara Municipal lembrou que “foram várias as batalhas que tivemos de vencer para chegar até aqui, mas vamos conseguir que a Fernando Caldeira seja uma escola modelo”. Gil Nadais realçou o facto de este projecto ter “sido elaborado pelos arquitectos da Câmara, em diálogo com a escola e com a DREC”, acrescentado que “só assim foi possível ir melhorando até se criar um bom local de ensino e de aprendizagem”.

A Educação sempre foi uma aposta deste Executivo camarário, porque “estamos numa sociedade cada vez mais competitiva, onde os pais vão competir para colocar os filhos nas melhores escolas, as que lhes dão melhores condições e as que têm os melhores professores”, referiu Gil Nadais. Para o presidente da Câmara, “é este o caminho que queremos fazer”.

O autarca aguedense adiantou ainda que “no próximo mês de Outubro a obra será adjudicada e em Dezembro arrancam as demolições”, acrescentado que “esperamos ter dentro de dois anos uma escola modelo, que responda ao que pretendemos para o concelho, que é estar na primeira linha e estarmos entre os melhores”.

“Para isso também contamos com todos vocês, porque só em conjunto teremos uma escola modelo”, referiu Gil Nadais, dirigindo-se aos professores e ao pessoal não-docente presente na cerimónia.

O presidente do Agrupamento de Escolas de Águeda, Carlos Coelho, não escondeu a alegria, pois “há muitos anos que tínhamos a necessidade de ver este espaço renovado”. Carlos Coelho vê esta intervenção como a oportunidade “de ter uma escola preparada para o século XXI”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:09

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Jardins-de-Infância da Mealhada ligados à Internet

Novidade avançada na cerimónia de boas-vindas aos docentes

Os 14 jardins-de-infância do concelho da Mealhada vão ter acesso à Internet já este ano lectivo.

A novidade foi avançada pela vice-presidente da Câmara, Filomena Pinheiro, responsável pela área da Educação, durante a já habitual recepção à Comunidade Educativa que a autarquia promove no início de cada ano lectivo.

A sessão de boas-vindas, que culminou com um almoço de convívio no Parque dos Moinhos de Lograssol, juntou cerca de 400 agentes educativos, entre professores, técnicos e outro pessoal não docente, colocados nas escolas dos vários graus de ensino.

O projecto Obesidade Zero, destinado a prevenir e combater a obesidade infantil e juvenil, embora tenha sido lançado no final do ano passado, é no presente ano lectivo que está agora a arrancar que vai ganhar mais visibilidade.

De momento estão a decorrer as consultas de nutricionismo e no último fim-de-semana (12/13 Setembro) decorreram dois workshops sobre culinária, nas instalações da Escola Profissional da Mealhada, destinados aos mais novos, cujo principal objectivo foi ensinar-lhes o valor nutricional dos alimentos.

 

Centro Educativo da Pampilhosa vai entrar em funcionamento

Este ano lectivo será, também, o da entrada em funcionamento do primeiro centro educativo previsto na Carta Educativa - o Centro Educativo da Pampilhosa, cujas obras estão em curso - e o ano do arranque das obras de mais dois: o Centro Educativo do Luso e o da Mealhada.

Equipamentos que “são necessários, mas que são apenas uma parcela, a par com as pessoas, com as acções, com os afectos e com os sentimentos, no processo educativo”, afirmou Filomena Pinheiro, acentuando que a Educação é uma tarefa de todos (de toda a comunidade) e que a Câmara da Mealhada, por sua vez, “coloca as escolas no centro de todas as dinâmicas de desenvolvimento”.

Foram palavras partilhadas pelo presidente da Câmara, que sublinhou, ainda, o facto de a Mealhada ter sido a primeira Câmara da zona Centro a contratualizar com o Ministério da Educação novas competências na área da Educação.

“Que ninguém se iluda - advertiu Carlos Cabral -, porque ninguém terá um município de excelência se não tiver uma escola de qualidade”.

Por fim, o presidente da Câmara deixou um apelo aos professores e restantes agentes educativos, para que “não vejam a Câmara nas escolas como um corpo estranho”.

E pediu-lhes, também, para que façam chegar ao conhecimento da Câmara as situações dos alunos cujas famílias estejam a passar por dificuldades, neste momento de crise.

“Ninguém está em melhores condições que as escolas para detectar problemas e situações que as famílias têm e, às vezes, fazem passar envergonhadamente escondidos”, afirmou o autarca, reforçando a ideia de que o apoio às famílias, no actual momento de crise, “é uma preocupação extrema da Câmara Municipal da Mealhada”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:08

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Autarquia deu as boas-vindas aos professores do concelho de Águeda

Cerimónia assinala regresso às aulas

A Câmara Municipal de Águeda promoveu, no dia 7 de Setembro, no Cine-Teatro São Pedro, a cerimónia de recepção aos educadores e aos professores do 1º, 2º e 3º ciclo que vão leccionar no concelho neste ano lectivo.

Organizada pela autarquia, a cerimónia teve como objectivo assinalar simbolicamente o regresso às aulas. As boas-vindas foram dadas a cerca de 250 docentes, estando presente o presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, a vereadora da Educação, Elsa Corga, e os representantes dos quatro Agrupamentos de Escolas do concelho de Águeda.

Elsa Corga começou por dar as boas-vindas “aos professores que estão a leccionar no concelho pela primeira vez”, dizendo aos restantes que “é com todo o gosto que vos recebemos por mais um ano”. Para a vereadora, “a Câmara Municipal tem-se pautado pela colaboração com os agrupamentos de escolas”, acrescentado que “é o que queremos continuar a fazer”.

Por sua vez, o presidente da Câmara referiu que “a educação é uma das grandes apostas deste Executivo”. Na sua intervenção encorajou os docentes dizendo que “ser professor é acreditar num futuro melhor e ser, ao mesmo tempo, irreverente”, pedindo ainda para estes fazerem “os alunos felizes. Mas sejam exigentes com eles, porque no futuro vão lembrar-se de vocês”. Para finalizar, o autarca referiu que “podemos todos fazer mais e melhor para ajudar os nossos jovens”.

A opinião dos representantes dos Agrupamentos de Escolas de Águeda foi unânime ao referirem que a autarquia tem desempenhado um bom trabalho e que em conjunto têm desenvolvido óptimas parcerias.

A cerimónia de recepção serviu também para anunciar as actividades que vão ser realizadas durante o ano lectivo de 2009/2010, como as Jornadas Europeias do Património, a Astronomia nas Escolas, o Desfile de Carnaval, a Semana do Teatro, Águeda - Cidade da Segurança, entre muitas outras, planeadas para este novo ano lectivo.

 

“AparqA!” apresenta actividades aos professores

Na ocasião, foi feita uma pequena apresentação do projecto “AparqA!, Centro Criativo da Alta Vila”, assim como das actividades propostas para o Outono e o Inverno.

O “AparqA!” é um dos projectos da Câmara Municipal de Águeda para a dinamização do Parque Municipal da Alta Vila. Depois de dois anos lectivos com mais de 10 mil participações, o “AparqA!” tem revolucionado o modo de se ver e de entendermos a recreação do tempo, como um meio de valorização pessoal e social de cada um, de aprendermos as coisas de modo diferente, como num jogo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | favorito
Sábado, 1 de Agosto de 2009

Câmara substitui telhas com amianto na Escola EB 2/3 da Mealhada

Empreitada acaba de ser adjudicada

A Câmara Municipal da Mealhada vai proceder à substituição da cobertura do pavilhão da  Escola EB 2/3 da Mealhada, em telhas de fibrocimento, em cuja composição entra o amianto, uma substância que, como se sabe, é cancerígena.

A empreitada acaba de ser adjudicada, com carácter de urgência, à firma Martins e Irmão, Lda, com sede em Antes (Mealhada), por  54.757,50 euros (+ IVA) e tem um prazo de execução de 15 dias.

A empreitada prevê a substituição da cobertura original (feita de telhas de fibrocimento) por painéis tipo “sandwish”, com 40 milímetros de espessura e isolamento à base de espuma de poliuretano.

Para o presidente da Câmara, neste tipo de situações, em que pode estar em causa a saúde das pessoas, neste caso dos alunos, professores e funcionários da EB 2/3, o melhor é prevenir.

Segundo Carlos Cabral, a preocupação, logo que a escola passou para a responsabilidade da Câmara, foi resolver o problema.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:21

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Luís Santos toma posse como director da ESA

Mandato é de quatro anos e vai de 2009 a 2013

Luís Santos é o director da Escola Secundária com terceiro ciclo de Anadia (ESA) durante um mandato de quatro anos (2009/2013). A tomada de posse aconteceu no dia 6, no anfiteatro da escola, que não tinha cadeiras suficientes para todos os que quiseram assistir à cerimónia.

Aníbal Marques, presidente do Conselho Geral Transitório, ainda antes de Luís Santos tomar posse, referiu que este mandato “não se antevê de facilidades”, mas disse acreditar nas capacidades do director, a quem desejou o maior êxito.

Com emoção, Luís Santos explicou ter-se candidatado “por ter a firme convicção de que assim poderei continuar a lutar por estatutos mais justos e por uma estabilidade maior para todos”. Também por acreditar que “já havia presidentes dos Conselhos Executivos que agiam como directores e porque tenho a firme convicção de que continuarei a pugnar pelos mesmos princípios de liberdade, equidade e profissionalismo que caracterizam os 13 anos em que fui presidente do Conselho Executivo desta casa”.

Luís Santos agradeceu a Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, pelo apoio “que sei que vai continuar a dar aos nossos projectos e sobretudo pelo empenhamento na solução para a construção da nova escola”.

Cumpridos todos os formalismos e assinado o termo de posse, Luís Santos nomeou, para o exercício de funções a partir daquele dia (6 de Julho) o seu subdirector - Dino Rasga - e os dois adjuntos do director - Paulo Mamede e Nubélia Faria.

“Conto com o trabalho desta equipa, como já o fez na altura do Conselho Executivo”, disse o director.

Litério Marques, sobre o director agora empossado, disse que “quem conhece o passado de Luís Santos não esperava outro desfecho que não o da sua continuidade. Trata-se de um homem que tudo tem feito pela ESA. Esta escola é o seu dia-a-dia, numa luta constante pela melhoria de condições”. 

Recorde-se que a eleição para o director da ESA, que decorreu ainda em Maio, além do nome de Luís Santos contou com outro candidato: Fernando Catarino, professor na Escola Secundária de Cantanhede.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:22

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Continuidade das AEC, através da Câmara Municipal de Anadia, pode estar em risco

Litério Marques considera “escandalosa” forma de contratação dos docentes destas actividades

A continuidade das Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC), com a Câmara de Anadia como entidade promotora, pode estar em causa no próximo ano lectivo. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, considera “escandalosa” e “vergonhosa” a forma, legalmente possível às autarquias, de contratação dos docentes das AEC, obrigando as autarquias locais a recorrerem a empresas de outsourcing.

“A contratação destes professores tornou-se um caos, porque as Câmaras Municipais não podem contratar pessoas de forma individual”, afirmou o autarca.

Litério Marques disse aos jornalistas que no passado dia 2, quinta-feira, reuniu na Câmara de Anadia com a Equipa de Apoio às Escolas de Aveiro, com os dois Agrupamentos de Escolas do município e com a Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), de Coimbra.

O encontro serviu para o autarca dar a conhecer o seu descontentamento face aos constrangimentos legais verificados na contratação de docentes das AEC.

 

Um “escândalo”

“É um escândalo. A Câmara de Anadia está disponível para continuar com as AEC, mas só se for possível à autarquia contratar os docentes da forma como é disponibilizada às empresas municipais ou a às empresas de recursos humanos”, referiu Litério Marques. “Não seremos intermediários entre o Ministério da Educação (ME) e uma qualquer empresa. Queremos ser responsáveis a 100% com aquilo que assumimos e nos comprometemos”, rematou.

O autarca disse que durante a reunião mostrou o problema a quem esteve presente, tendo a “solidariedade, compreensão e confiança dos agrupamentos, que dizem não prescindir da autarquia neste processo”.

 

Docentes ganham menos

Litério Marques disse que o orçamento para as AEC no concelho de Anadia é de 310 mil euros, sendo, sensivelmente, 80% dos professores das AEC residentes no concelho de Anadia. Julga, ainda, o autarca, que “com a contratação a ser feita através da empresa de recursos humanos, além dos professores ganharem, certamente, menos do que actualmente, auferem na autarquia os critérios de contratação, acompanhamento e substituições de professores e, ainda, a supervisão da actividade docente será, sobretudo, da empresa contratante.

 

“Um paradoxo”

O edil anadiense interroga-se como “o ME pode delegar competências nas autarquias, se dificulta os processos de contratação? É um paradoxo!”.

O autarca lamentou não terem estado presentes na reunião do dia 2 pessoas com “poder decisório”, aguardando agora que “levem o recado a quem de direito. Acredito que o bom senso vai imperar”. Mas se este “impasse não for resolvido”, Litério Marques garante que “a Câmara Municipal de Anadia irá responsabilizar o ME por esta situação”.

Peremptório, o autarca reafirmou: “A autarquia anadiense nunca fará papel de intermediária. Mas deseja ser uma parceira efectiva e responsável”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:58

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 28 de Junho de 2009

Águeda homenageia Escola Central de Sargentos e Instituto Superior Militar

Rotunda da Paz recebe monumento alusivo às duas instituições militares de ensino

Realizou-se ontem, dia 27, na Rotunda da Paz (também conhecida como Rotunda do Canhão), a cerimónia de descerramento de um monumento alusivo às instituições militares de ensino que passaram pela cidade de Águeda: Escola Central de Sargentos (ECS) e Instituto Superior Militar (ISM).

A cerimónia, presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, contou com a presença de entidades civis e militares. O Estado Maior do Exército fez-se representar pelo Coronel de Infantaria Lúcio Barreiros dos Santos, Comandante da Escola de Sargentos do Exército, e o Comando Geral da GNR pelo Tenente-Coronel de Infantaria Jorge Graça, Comandante do Grupo Territorial de Aveiro da GNR.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, localizada nas antigas instalações das duas academias, esteve representada por Ilda Camarneiro.

Para Gil Nadais esta homenagem é justa, pois segundo o autarca “as duas instituições tiveram um papel muito relevante em Águeda”, acrescentado que “ajudaram a revitalizar e a desenvolver a vila, depois cidade”. O edil aguedense não deixou de assinalar que o monumento descerrado “vai perpetuar a memória das instituições, assim como todas as pessoas que por elas passaram, com este monumento, que ficará para o futuro e será visto pelas gerações futuras”.

O memorial há muito que era aguardado e desejado, como referiu o Coronel Duarte Prata, em representação da comissão que organiza o encontro anual de antigos professores, alunos e funcionários da ECS/ISM: “Há muito tempo que desejávamos ter um marco que representasse a nossa presença e passagem, aqui na cidade de Águeda. A Câmara aceitou o nosso repto e colocou este marco num sítio nobre da cidade”. E acrescentou que “para todos nós é muito gratificante”. “Hoje nós e Águeda ficámos mais ricos”, referiu, emocionado, perante muitos dos antigos alunos e outros militares que frequentaram aquelas instituições.

Já o representante do Chefe do Estado-Maior do Exército encarou a iniciativa da autarquia como sendo “de muita satisfação para a Instituição Militar e igualmente para Águeda”, tendo oferecido a autarquia um brasão com as armas do Comando de Instrução e Doutrina do Exército Português, de que depende a Escola de Sargentos do Exército, actualmente aquartelada nas Caldas da Rainha.

 

Monumento no centro da cidade de Águeda   

O monumento está localizado no centro da cidade de Águeda (na Rotunda da Paz, também conhecida como Rotunda do Canhão), e nasceu como forma de reconhecer o valor e o impacto que a Escola Central de Sargentos (entre 1926 e 1977) e o Instituto Superior Militar (entre 1977 e 1995) tiveram no crescimento e afirmação da cidade de Águeda.

Findada a cerimónia na Rotunda da Paz realizou-se uma missa na Igreja Matriz de Águeda, sendo sucedida pelo almoço de confraternização de antigos alunos e militares que frequentaram aquelas instituições.

A Câmara Municipal de Águeda decidiu, com a Comissão Organizadora da confraternização anual de antigos alunos, docentes e funcionários do ISM/ECS, dignificar e perpetuar a passagem destas duas instituições militares pela história recente da cidade e concelho. O monumento deixa para a posteridade a memória daquelas duas instituições.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:22

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Luís Ventura é o novo presidente da Direcção do Lions Clube da Bairrada

Transmissão das funções directivas feita no seio de amigos do clube

Durante um jantar/convívio de grande amizade e confraternização, o Lions Clube da Bairrada (LCB) fez a despedida do Ano Lionístico 2008/2009, sob a presidência de António Valeroso, juntando amigos não associados do clube que durante o ano ajudaram com a sua presença nas acções e eventos que se levaram a efeito. Foi apenas um acto simbólico, pois o agradecimento mantém-se constante no coração dos Lions.

Este convívio reuniu também professores e familiares de alunos dos cinco estabelecimentos de ensino dos concelhos de Anadia e Oliveira do Bairro que, com os seus trabalhos sob o tema “A Paz começa comigo” representaram as suas escolas no concurso internacional “Cartaz da Paz”, que a Associação Internacional de Lions Clubes leva a efeito anualmente, sendo entregues, em momento especial, diplomas de realização aos alunos e certificados de apreciação às respectivas escolas.

                                       

Transmissão das funções directivas para 2009/2010

Seguiu-se depois o momento da transmissão das funções directivas para o ano 2009/2010, ficando um registo da nova equipa, assim constituída: presidente: Luís Ventura; vice-presidente: Delminda Leitão; secretária: Maria Emília Cristiano; secretário/adjunto: Francisco Casimiro; tesoureira: Maria Rosa Silvestre; director social: António Duarte Valeroso; directora/animadora: Maria Judite Fonseca.

O novo presidente referiu voltar ao seu lema enquanto governador do Distrito Centro/Norte em 2005/2006, para prometer um ano de “Dedicação, Ética e Serviço”, programando fazer tudo para que seja dada a maior atenção aos rastreios de saúde, mantendo a atribuição de bolsas de estudo a alunos carenciados e visitas a lares de 3ª idade. A continuidade de actividades de âmbito internacional, como os concursos “Cartaz da Paz” e “Fotografias do Meio Ambiente”, ou nacional como “Eu Sou Vigilante da Floresta”, entre outras, terão de ser incluídas neste projecto, mesmo que tenham de ser introduzidas algumas variantes, para se adequarem à realidade concelhia.

Esta noite de convívio não ficaria completa sem que, antes, se fizesse ouvir o “grande” artista anadiense Miguel Moura, finalista de um programa da TVI, e tivesse também uma gentil e imprevista participação o seu avô Nuno Moura, o que deixou a assistência verdadeiramente rendida e entusiasmada.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:06

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Palhaços recicláveis embe...

“Escolíadas 2010” – 21ª E...

Curia Tecnoparque recebe ...

1ª Mega Caminhada da Meal...

Militantes pedem para Pau...

CADES leva 15 crianças ao...

Inaugurada a exposição “...

CADES organiza Workshop d...

Surto de gastroenterite a...

Parque da Cidade da Mealh...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds