Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Vinhas da Bairrada voltam a concurso pela sexta vez

Iniciativa foi relançada e traz novidades para 2010

A sexta edição do concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada” foi lançada em dia de São Martinho, 11 de Novembro, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, e introduz novidades para estimular a participação de um maior número de viticultores.

A iniciativa parte da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB), em parceria com a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC) e tem por objectivo estimular e divulgar o que de melhor se faz na Bairrada em relação à cultura da vinha, na procura de fomentar uma máteria-prima de excelência.

Sendo objectivamente reconhecida a importância deste concurso e o seu contributo para a implementação de boas práticas a nível da viticultura bairradina, “pretende-se agora relançá-lo com novos moldes, em que será dado grande relevo à componente prática e formativa, com acções a desenvolver durante o decorrer do ano agrícola e focadas no vitivinicultor”, explicou João Casaleiro, presidente da Direcção da CVB.

Para a realização deste objectivo, as entidades promotoras do concurso contam com a colaboração activa de empresas que trabalhem para a vitivinicultura, assim como da Caixa de Crédito Agrícola de Anadia, estando já calendarizadas algumas acções, tanto em sala como de campo, a realizar no decorrer do ano vitícola.

 

Acções já agendadas

No dia 13 de Janeiro de 2010, das 9 às 12 horas, na Estação Vitivinícola da Bairrada, em Anadia, será feita uma comunicação pelos Viveiros Pierre Boyer e feita uma demonstração pela J.L.S.P., Lda. de máquina de pré-poda, corta-mato e trituradora.

No dia 24 de Março de 2010, pelas 9 horas, será feita uma apresentação a cargo da Sapec, no auditório do Museu do Vinho Bairrada e às 10.30 horas uma demonstração de máquinas agrícolas.

O concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada 2010” pretende, também, como mostra de práticas e resultados, promover o intercâmbio e confronto de ideias, conseguindo que as parcelas candidatas sejam autênticos mostruários de boas práticas agrícolas e promover, muito especialmente, a preservação do património paisagístico, valor que poderá contribuir, de forma decisiva, para o desenvolvimento harmonioso e sustentado da região.

Presente no relançamento da iniciativa esteve Fernando Castro, da Confraria dos Enófilos da Bairrada, que fez o apelo para um espírito de maior unidade no sector, alertando para o facto de ser necessário que os produtores “apostem cada vez mais em dar qualidade ao seu vinho, que só é possível com boas vinhas”. O confrade lançou assim o desafio ao sector vitivinícola da Bairrada, para ser mais participativo neste tipo de acções.

Jorge Sampaio, vereador da Câmara Municipal de Anadia e vice-presidente da Associação Rota da Bairrada, lembrou aos presentes estar-se perante uma “nova Bairrada e uma nova mentalidade”, notória nas preocupações que os produtores têm revelado “com o melhoramento das suas vinhas, que resultam também em melhores paisagens, com benefícios para o desenvolvimento da componente turística na região da Bairrada”.

O autarca sublinhou a necessidade de “não se poder parar”, para dar seguimento ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, para que assim “os frutos apareçam”.

Recorde-se que o VI Concurso “As Melhores Vinhas da Bairrada” decorrerá ao longo da campanha vitícola de 2010/2011, mediante inscrição, que deve acontecer na CVB, até ao dia 31 de Março de 2010.

A decisão final do júri será em Outubro do próximo ano e a entrega de prémios em Novembro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:52

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

Livro sobre a Igreja de Oiã (Oliveira do Bairro) será apresentado dia 28 de Outubro

“Igreja de Oiã no altar da memória” é a mais recente obra de Armor Pires Mota

“Igreja de Oiã no altar da memória”, a mais recente obra de Armor Pires Mota, vai ser apresentada dia 28 de Outubro, quarta-feira, dia de São Simão, Padroeiro da freguesia de Oiã, concelho de Oliveira do Bairro, por D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro. A apresentação terá lugar no Centro Paroquial de Oiã, pelas 21 horas.

Trata-se de um completo e rigoroso registo documental sobre a Igreja Matriz, Igreja-Mãe da freguesia de Oiã. O esforço de recolha documental foi ao ponto de o autor ter conseguido reconstituir a listagem dos párocos de Oiã durante três séculos, acompanhada de pequenas biografias.

De acordo com o Padre Mário Ferreira, Pároco de Oiã, “esta é uma obra para nos lembrar o importantíssimo papel que a Igreja, nas terras de Oiã, tem desempenhado na salvaguarda do seu património que, no fundo, também o é de todos nós”.

A obra literária é apenas mais uma contribuição a juntar a uma vastíssima bibliografia que faz de Armor Pires Mota o autor desta terra (e da Bairrada) mais produtivo das últimas décadas e dos seus escritos matéria incontornável para quem queira saber algo da história, da cultura ou do património oianense e concelhio.

“Igreja de Oiã no altar da memória” foi oferecido na sua totalidade à Fábrica da Igreja Paroquial de Oiã pelo autor e a receita das vendas reverterá a favor do Museu Paroquial.

 

O programa

Pelas 20 horas terá lugar a celebração da Eucaristia, presidida por D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro.

Uma hora depois, às 21 horas, vai realizar-se a apresentação do livro “Igreja de Oiã no altar da memória”, no Centro Paroquial de Oiã, pelo Bispo D. António Francisco dos Santos (quem prefaciou a obra).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:48

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009

CDS-PP Anadia encerra campanha no antigo Mercado Municipal de Anadia

Evento tem lugar dia 9, sexta-feira, pelas 21 horas

O CDS-PP Anadia escolheu o antigo Mercado Municipal para o encerramento da sua campanha eleitoral às autárquicas 2009. O evento será no dia 9 de Outubro, sexta-feira, pelas 21 horas, com a presença da vice-presidente da Assembleia da República, deputada Teresa Caeiro.

Num gesto emblemático, o Partido Popular quer evitar a demolição do antigo Mercado Municipal de Anadia, um símbolo marcante do comércio tradicional, projectado pelo arquitecto Luís Benavente e inaugurado no ano de 1966 para comemorar os 40 anos da Revolução Nacional.

O CDS-PP Anadia aproveita para convidar os munícipes a estarem presentes neste evento, na tentativa de preservar um dos últimos ícones patrimoniais, culturais e afectivos do concelho.

Também no mesmo dia, 9 de Outubro, pelas 18 horas, o CDS-PP Anadia sairá em caravana pelo concelho de Anadia. O local da concentração será no Vale Santo, no estacionamento junto ao local onde se realiza a Feira da Vinha e do Vinho. (Foto: Leiam a Imagem)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:44

link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Setembro de 2009

Junta de Freguesia de Sangalhos, concelho de Anadia, apresenta site

Evento realiza-se no âmbito do 24º aniversário da elevação a vila

Aproveitando o 24º aniversário da elevação de Sangalhos a vila, a Junta de Freguesia de Sangalhos fez a apresentação pública do site - www.freguesiadesangalhos.eu -, ontem, dia 26 de Setembro, no seu auditório.

Convidados todos os membros da Assembleia de Freguesia e representantes das várias instituições, associações, clubes e outras colectividades, foi possível ouvir uma breve explicação do conteúdo actual do site da freguesia de Sangalhos, por Luís Guerra.

Esteve ainda presente um casal de emigrantes naturais de Sangalhos e radicados há muitos anos nos Estados Unidos da América.

Na primeira página está uma breve introdução, com uma mensagem do presidente da Junta de Freguesia, Sérgio Aidos, que refere que “embora já há anos fazendo parte dos nossos projectos a criação de um ‘sítio’ na Internet, só agora se reuniram as condições para tal”.

De acordo com o autarca, a história, a cultura e o património, os costumes, a agricultura, o comércio, a indústria e o turismo passam agora a “estar agregados num espaço, para o domínio público”.

De seguida foi servido um lanche, onde entre outras iguarias se apreciou o ex-líbris da Bairrada - o seu leitão assado - e o refrescante espumante e vinho maduro, tão apreciados na região.

Fica desta forma aberta mais uma porta de comunicação, não só à freguesia de Sangalhos, mas também ao mundo inteiro. “Ficamos a aguardar que rapidamente o site seja objecto de muita curiosidade e participação, para que um maior conhecimento seja uma realidade e faça parte do nosso saber”, terminou Sérgio Aidos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:19

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

Casa da Cultura de Oliveira do Bairro causa mossa durante reunião do Executivo

Leontina Novo defende que equipamento não deveria ser instalado no velho quartel dos Bombeiros Voluntários

A futura Casa da Cultura de Oliveira do Bairro fez alguma mossa durante a reunião do Executivo camarário de ontem, dia 24 de Setembro. Leontina Novo, vereadora da Oposição (CDS-PP), absteve-se na votação do projecto de arquitectura daquele equipamento, por não concordar com a sua localização.

A Casa da Cultura vai nascer da requalificação do velho quartel dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, no centro da cidade. O vereador Joaquim Santos lembrou da aprovação do anteprojecto, em 31 de Julho de 2008, explicando que agora seria vez de aprovar o projecto de arquitectura.

Já Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal, sublinhou ser grande objectivo do Executivo dotar a cidade com uma infra-estrutura que permita ter “um salão, um anfiteatro, um auditório polivalente, com cerca de 500 lugares, que possa responder com qualidade ao mais variado tipo de espectáculos, sejam teatro, concertos ou outros”. O autarca lembrou que também o “velho quartel será assim requalificado”.

O presidente da Câmara fez saber que o projecto “está desde a primeira hora” incluído num pacote do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), sendo que a contratualização tem o valor de 2 milhões e 200 mil euros.

Joaquim Santos explicou que o que seria submetido ao QREN era o projecto de arquitectura. Para tal foi necessário “afinar o número de lugares e valências agregadas”.

 

Casa da Cultura vai ter 480 lugares

O número definitivo de lugares da nova Casa da Cultura de Oliveira do Bairro é de 480, estando a infra-estrutura destinada para valências como teatro, dança, cinema, conferências. “Entre o anteprojecto e este fizeram-se as afinações necessárias. Vamos aprovar o projecto de forma definitiva, para o levar à candidatura do QREN e avançar para os projectos de especialidade”, referiu Joaquim Santos.

Leontina Novo disse que, não sendo contra ter uma Casa da Cultura no concelho, não concordava com a sua localização. “Entendo que seria uma oportunidade para recuperar a antiga Cerâmica Rocha. Com 2 milhões e 200 mil euros do QREN, a recuperação da cerâmica podia ser enquadrada no projecto. É uma oportunidade que se perdeu para requalificar aquele património”, frisou a vereadora.

“Podíamos ter conjugado os dois esforços, recuperando a antiga cerâmica e instalando lá a Casa da Cultura”, rematou Leontina Novo. O projecto de arquitectura foi aprovado por maioria, com a abstenção da vereadora popular.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:57

link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Setembro de 2009

Recolocação dos “Santos dos Arcos” em Aveiro

Câmara Municipal conclui intervenção de conservação e restauro

A Câmara Municipal de Aveiro procedeu à recolocação dos “Santos dos Arcos”, na zona dos Arcos, em Aveiro, no pretérito mês de Julho.

Foram recolocados na zona dos Arcos os Santos que daí tinham sido retirados pela autarquia. A sua remoção foi originada pela necessidade de serem submetidos a tratamentos de conservação e restauro, aproveitando-se esta ocasião para se proceder à iluminação dos seus nichos de origem.

A intervenção de conservação e restauro teve como principal objectivo a preservação do suporte e a dupla vertente estética e histórica, tendo em vista a sua transmissão em termos futuros.

A particular vulnerabilidade do material de que São Pedro é constituído - o gesso - e o seu já muito avançado estado de deterioração, só permitiram que se estabilizassem os processos de dano através de consolidações sucessivas não sendo possíveis as reconstituições volumétricas da obra.

Relativamente ao Santo António, cujo suporte é cerâmico, e que se encontrava em melhor estado de conservação, realizaram-se os trabalhos de limpeza necessários para a remoção das sujidades acumuladas, o preenchimento de lacunas e a sua reintegração cromática.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:19

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Lino Pintado quer valorizar as pessoas em detrimento do cimento armado

Candidato à Câmara Municipal de Anadia pelo PS apresentou projecto político para o concelho

O PS Anadia apresentou os cabeças de lista às eleições autárquicas de 11 de Outubro na Curia, no dia 5. Lino Pintado, candidato à presidência da Câmara Municipal, além de apresentar um projecto “de verdadeira modernidade” para o concelho disse estar orgulhoso dos seus candidatos, por se tratarem de “gente com carácter, que nos garante competência e uma campanha limpa e com dignidade”.

Quem não faltou à apresentação foi Maria de Bélem Roseira, cabeça de lista do PS pelo círculo de Aveiro à Assembleia da República, que lembrou a aprovação da legislação que limita os mandatos aos autarcas. “Quando nos mantemos muito tempo nos primeiros lugares, começa a faltar a criatividade e energia, porque há instalação de poder que leva à inacção”, defendeu. “É essencial para a Câmara de Anadia poder contar com Lino Pintado”, rematou.

Cardoso Leal, cabeça de lista à Assembleia Municipal, lembrou que o PS Anadia tem sido sempre oposição mas agora “ambicionamos realizar o nosso programa”, porque “Anadia precisa de novos protagonistas”.

O candidato lembrou que as carências de há quatro anos continuam a ser as mesmas em Anadia, referindo-se à falta de saneamento e à “muito fraca” utilização dos parques industriais. Foram “quatro anos perdidos para Anadia”, atirou.

Cardoso Leal disse ainda que caso vença, “queremos ter um comportamento mais democrático na Assembleia Municipal do que aquele que encontrámos”.

 

Candidatos foram “convidados e não aliciados”

Já Lino Pintado fez questão de sublinhar que os candidatos às Juntas foram “convidados e não aliciados”. Em jeito de balanço, lembrou que os 30 anos de governação PSD não serviram “para nada: o saneamento não cobre 40% do concelho; os três parques industriais não servem para nada; a dinâmica sociocultural não existe”. Assim, o candidato concluiu que tanto tempo também não serviu para aprender como se faz e que o problema é “falta de competência”.

Sobre o projecto de modernidade apresentado, Lino Pintado falou de reorganização administrativa, “que está obsoleta”, sendo sua pretensão certificar os serviços.

“Queremos também transformar Anadia em cidade educativa. A adesão a esta rede é uma linha de força do nosso projecto”, explicou Lino Pintado.

Tornar Anadia uma “comunidade digital” é outro dos objectivos do PS Anadia: “O recurso às novas tecnologias é um imperativo, para todos os serviços do concelho”, disse. “Anadia, um espaço de qualidade” é outra das bandeiras dos socialistas - com a criação de espaços verdes e harmoniosos -, assim como “Anadia um património, uma identidade”, lembrando o candidato “o processo indigno de apagar a memória do concelho”.

 

Cabeças de lista às Juntas

O PS Anadia conta com os seguintes cabeças de lista às Juntas de Freguesia: José Lagoa (Aguim); Lídia Pato (Amoreira da Gândara); Alcides Barreto (Ancas); Ana Júlia Póvoa (Arcos); Adriana Conde (Avelãs de Caminho); Simão Pedro (Avelãs de Cima); José Maria Ribeiro (Mogofores); José Santos (Moita); Carlos Justiça (Óis do Bairro); Artur Gorjão (Paredes do Bairro); Hipólito Santos (Sangalhos); Celso Almeida (São Lourenço do Bairro); Arsénio Almeida (Tamengos); Bertino Fernandes (Vila Nova de Monsarros) e João Libório (Vilarinho do Bairro). (Foto: Quiosque das Letras. Pós-produção: Autoria de Leiam a Imagem).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:24

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Autarquia deu as boas-vindas aos professores do concelho de Águeda

Cerimónia assinala regresso às aulas

A Câmara Municipal de Águeda promoveu, no dia 7 de Setembro, no Cine-Teatro São Pedro, a cerimónia de recepção aos educadores e aos professores do 1º, 2º e 3º ciclo que vão leccionar no concelho neste ano lectivo.

Organizada pela autarquia, a cerimónia teve como objectivo assinalar simbolicamente o regresso às aulas. As boas-vindas foram dadas a cerca de 250 docentes, estando presente o presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, a vereadora da Educação, Elsa Corga, e os representantes dos quatro Agrupamentos de Escolas do concelho de Águeda.

Elsa Corga começou por dar as boas-vindas “aos professores que estão a leccionar no concelho pela primeira vez”, dizendo aos restantes que “é com todo o gosto que vos recebemos por mais um ano”. Para a vereadora, “a Câmara Municipal tem-se pautado pela colaboração com os agrupamentos de escolas”, acrescentado que “é o que queremos continuar a fazer”.

Por sua vez, o presidente da Câmara referiu que “a educação é uma das grandes apostas deste Executivo”. Na sua intervenção encorajou os docentes dizendo que “ser professor é acreditar num futuro melhor e ser, ao mesmo tempo, irreverente”, pedindo ainda para estes fazerem “os alunos felizes. Mas sejam exigentes com eles, porque no futuro vão lembrar-se de vocês”. Para finalizar, o autarca referiu que “podemos todos fazer mais e melhor para ajudar os nossos jovens”.

A opinião dos representantes dos Agrupamentos de Escolas de Águeda foi unânime ao referirem que a autarquia tem desempenhado um bom trabalho e que em conjunto têm desenvolvido óptimas parcerias.

A cerimónia de recepção serviu também para anunciar as actividades que vão ser realizadas durante o ano lectivo de 2009/2010, como as Jornadas Europeias do Património, a Astronomia nas Escolas, o Desfile de Carnaval, a Semana do Teatro, Águeda - Cidade da Segurança, entre muitas outras, planeadas para este novo ano lectivo.

 

“AparqA!” apresenta actividades aos professores

Na ocasião, foi feita uma pequena apresentação do projecto “AparqA!, Centro Criativo da Alta Vila”, assim como das actividades propostas para o Outono e o Inverno.

O “AparqA!” é um dos projectos da Câmara Municipal de Águeda para a dinamização do Parque Municipal da Alta Vila. Depois de dois anos lectivos com mais de 10 mil participações, o “AparqA!” tem revolucionado o modo de se ver e de entendermos a recreação do tempo, como um meio de valorização pessoal e social de cada um, de aprendermos as coisas de modo diferente, como num jogo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

Património e história em Lamas do Vouga, Águeda

Restauro da Ponte Medieval do Marnel praticamente concluído

As obras de restauro da Ponte Velha do Marnel ou Ponte Medieval, na freguesia de Lamas do Vouga, em Águeda, estão praticamente concluídas.

Durante longas décadas, a degradação desta ponte emblemática do concelho vinha a acentuar-se, onde ano após ano e dia após dia se assistia à queda de pedras ou mesmo de pedaços de muro. Para evitar a queda total deste marco histórico, a Câmara Municipal de Águeda decidiu colocar “mãos à obra” e proceder ao restauro deste precioso monumento.

Segundo Jorge Almeida, vice-presidente da autarquia, “há património que não podemos perder. Esta ponte é um monumento importante e emblemático do concelho, que a Câmara não podia deixar de recuperar”.

De momento, faltam apenas pequenos trabalhos de recuperação, nomeadamente a regularização dos arruamentos, a limpeza e o melhoramento do espaço envolvente. Para breve será a colocação da iluminação por parte da EDP, que vai projectar a beleza daquele quadro de enorme valor histórico, arquitectónico e paisagístico a todos os utentes que diariamente circulam na Estrada Nacional 1 (EN1)/Itinerário Complementar (IC2).

Para já foram recuperados os muros e reabilitada toda a estrutura da ponte, de forma a que aquele ex-líbris, a exemplo de muitos outros, não passe à história, mas continue a fazer parte dela.

A Ponte Medieval sobre o Rio Marnel constitui um forte motivo de atracção para quem deseja descobrir parte da história do concelho de Águeda, designadamente os aspectos arqueológicos das raízes culturais da região. Águeda é particularmente rica em vestígios arqueológicos, nomeadamente na zona do Vouga e do Marnel, importante local de passagem cujas origens remontam à época romana.

A Ponte Medieval, com a  Estação Arqueológica de Cabeço do Vouga - sítio da Mina (Imóvel de Interesse Público) -, fazem desta freguesia uma das mais visitadas por todos os turistas que acorrem ao concelho.

Considerado monumento de Interesse Municipal, a autarquia apostou na recuperação de restauro desta ponte de 120 metros - classificada como Imóvel de Interesse Público em 1956 -, para evitar a sua progressiva deterioração.

A Ponte Velha do Marnel integra o vasto património arquitectónico existente no concelho de Águeda.

 

Nota histórica

A fundação da Ponte Velha do Marnel ou Ponte Medieval, situada na freguesia de Lamas do Vouga, crê-se que remonte ao período romano, século II, acreditando-se que seria neste local que a via romana, no troço de Emínio (Coimbra) a Cale (Gaia/Porto), fazia a travessia.

Mais tarde foi substituída por uma Ponte Medieval que, por sua vez, foi reconstruída durante o reinado de D. João III (1552). Terá assim, eventualmente, existido uma Ponte Romana que foi substituída por uma Medieval durante o século XIV, da qual, após as obras de restauro do século XVI, reemerge com o aspecto que hoje lhe vemos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:41

link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Agosto de 2009

“Verão Total” realiza-se hoje na Curia

Programa televisivo da RTP no município de Anadia

O município de Anadia vai receber, hoje, dia 16 de Agosto, a partir das 10 horas, no Parque da Curia, o programa da RTP “Verão Total”.

Este programa, apresentado por Jorge Gabriel, tem andado a percorrer todo o país sendo transmitido em directo a partir de uma cidade, região ou localidade portuguesa, num total de 48 programas transmitidos pela RTP1 e RTP Internacional.

São três horas de emissão onde será explorado o que de melhor existe no município de Anadia, desde a história ao património, passando pela economia da região, as festividades locais, a gastronomia, o artesanato, o desporto, as gentes e as figuras da terra.

A cultura, a música, as curiosidades e a oferta turística serão outros temas a abordar no programa “Verão Total”.

“Verão Total”, na Curia, contará com reportagens, entrevistas, música e muita animação, até às 13 horas.

Neste sentido, a Câmara Municipal de Anadia convida desde já toda a população a assistir, em directo, a este programa.

 

publicado por quiosquedasletras às 07:45

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

“Recortes de História” in...

Projecto “Art Nouveau & E...

Curia Tecnoparque recebe ...

Amanhã é o lançamento da ...

Vandalismo no Parque da C...

Furto de pedra ornamental...

Bronca da semana

Câmara de Aveiro classifi...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds