Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

Santa Casa da Misericórdia de Águeda

MASES traz 276 mil euros para investir em melhorias ao nível da Segurança e Qualidade

Foi assinado, no dia 13, o contrato de financiamento da Medida de Apoio à Segurança de Equipamentos Sociais (MASES), entre a Santa Casa da Misericórdia de Águeda (SCMA) e a Segurança Social de Aveiro.

De acordo com Celestino de Almeida, director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro, o programa terminou em 14 de Agosto, estando agora a decorrer a fase de assinatura de contratos. Dos 25 milhões de euros disponíveis, coube ao distrito de Aveiro o valor de 1 milhão 711 mil euros.

A SCMA apresentou duas candidaturas a esta medida: uma para a unidade de Barrô (84.559,04 euros) e outra para a unidade de Águeda (652.117,98 euros), no valor total de 736.677,02 euros, do qual foi considerado elegível o valor de 682.809,02 euros.

Estas duas candidaturas foram contempladas com um financiamento total de 276.856,00 euros, correspondentes a 40.588,34 euros para a unidade que está em Barrô e 236.267,70 euros para a unidade de Águeda. 

“A SCMA apresentou uma das maiores candidaturas, sendo das instituições com a maior comparticipação. E o concelho de Águeda é aquele que mais se faz representar, com 13 candidaturas”, dizia Celestino de Almeida durante a sessão.

De acordo com Amorim Figueiredo, provedor da SCMA, o esforço financeiro da instituição a que preside para a operacionalização total das duas candidaturas corresponde a 518.379,08 euros.

“Numa sociedade solidária todos são intervenientes para o bem comum. A Segurança Social deve tratar do bem-estar e a Misericórdia deve ajudar”, referiu Amorim Figueiredo. “Este pedido de comparticipação já vem do tempo da anterior mesa. Não recebo este valor com esforço. Mas estas dádivas são louváveis. A SCMA só por si tem de trabalhar conforme a matéria-prima que lhe chega”, continuou o provedor.

Amorim Figueiredo admitiu que a verba que agora chega “até é pequena”. Mas “vamos ver se serve de fermento para fazermos uma fornada boa de bem-estar e bem-fazer”.

Este investimento vai traduzir-se numa melhoria significativa ao nível da Segurança e da Qualidade, nas mais diversas áreas da SCMA.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:10

link do post | comentar | favorito
Sábado, 14 de Fevereiro de 2009

Grupo “ÓQTRUP” hoje em Anadia

Espectáculo “RIT” no novo Cine-Teatro Municipal

O Cine-Teatro de Anadia vai receber o espectáculo “RIT - Rádio Interferência & Televisão”, com Luís Portugal, do grupo “ÓQTRUP”, hoje, dia 14 de Fevereiro, pelas 22 horas.

Depois do êxito da emissão de rádio imaginária, em que a fusão de duas artes nobres - a música e o teatro (comédia) - foi o garante de uns intensos 90 minutos, em que os “ÓQTRUP” personificaram de forma interveniente as personalidades e os acontecimentos de maior mediatismo, bem como, para gáudio dos “ouvintes”, fizeram cumprir a lei da rádio 4/2001, de 23/2: não 40, nem 60… mas 100% de música portuguesa, sem direito a livro de reclamações.

A “Alta Autoridade para a Comunicação Social” concede aos “ÓQTRUP”, sem direito a recurso por parte dos mesmos, a exploração do novo canal de televisão, de serviço público: RIT (Rádio Interferência & Televisão).

Trata-se de um espectáculo com a duração de aproximadamente uma hora, que conjuga, da forma mais original, a música e a comédia.

A entrada para este espectáculo é gratuita.

E é desta forma que inicia a programação cultural do Cine-Teatro Municipal de Anadia, uma semana após a inauguração.

 

Próximos espectáculos

Para já, a Câmara Municipal de Anadia tem já em agenda mais três espectáculos, que vão assim preencher todo o mês de Fevereiro.

O próximo é já no dia 20 de Fevereiro (sexta-feira), a partir das 22 horas. A noite vai ser dedicada à dança. Vão subir ao palco elementos do Projecto CADI, da Santa Casa da Misericórdia de Anadia; do Centro Social, Cultural e Recreativo de Poutena (Vilarinho do Bairro) e ainda do Clube de Ancas, que virá fazer uma demonstração da modalidade Dance Fusion.

No dia 21 de Fevereiro, pelas 22 horas, o grupo Raízes Verde Pinho, do Centro Social, Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima vai trazer teatro de revista ao palco do Cine-Teatro Municipal de Anadia. Também vão actuar “Cantigas da Fonte”, música popular.

Dia 28 de Fevereiro, às 22 horas, actuam os “Popularis”, conhecido grupo de música de expressão celta e medieval, e também de música popular portuguesa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:18

link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

Espaço terá capacidade para 28 camas

Oliveira do Bairro vai ter Unidade de Cuidados Continuados

O concelho de Oliveira do Bairro dispõe de um elevado índice de envelhecimento e dependência populacional. Nesse sentido, é prioritária a criação de uma Unidade de Cuidados Continuados de longa duração, tendo sido definido em Plano de Desenvolvimento Social que a entidade promotora seria a Santa Casa da Misericórdia de Oliveira do Bairro.

Esta orientação foi integrada no Plano de Desenvolvimento Social, no capítulo de convergência com o Plano Nacional de Acção para a Inclusão (PNAI), sendo uma prioridade definida pelos parceiros do Conselho Local de Acção Social (CLAS) a adesão de uma constituição local à Rede de Cuidados Continuados Integrados.

A candidatura deste projecto foi aprovada a 9 de Janeiro deste ano, e a assinatura do protocolo com a Administração Regional de Saúde (ARS) foi efectuada no dia 15 de Janeiro. Num prazo de 24 meses, esta Unidade de Cuidados Continuados estará a funcional em pleno.

No distrito de Aveiro apenas foram aprovadas mais três candidaturas semelhantes.

A implementação desta Unidade, com capacidade para 28 camas, vai ser o tipo de resposta adequada às necessidades que o concelho tem vindo a sentir, na área de geriatria, contribuindo desta forma para os objectivos locais, regionais e nacionais, uma vez que se apresenta como uma prioridade supra concelhia.

 

publicado por quiosquedasletras às 07:36

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

Reunião de Câmara de Oliveira do Bairro

Concurso para exploração do estacionamento público subterrâneo em Oiã aprovado por unanimidade

A reunião de Câmara do dia 22 de Dezembro foi a última deste ano. Nesta reunião do Executivo, um dos pontos aprovados por unanimidade incidiu na abertura do concurso destinado à concessão de exploração do estacionamento público subterrâneo, no Largo do Cruzeiro em Oiã.

A Câmara Municipal construiu o parque de estacionamento subterrâneo, tendo sido a obra concluída em 2004. Este Executivo mandou elaborar projectos de especialidades com vista à execução da segunda fase – dotar a infra-estrutura de condições que permitam a sua entrada em funcionamento. Neste momento, já estão executados vários projectos como: eléctrico, detecção de monóxido de carbono, segurança contra incêndio, intrusão e cctv, som, ventilação e defumagem, electromecânico para elevador, ited, assim como os mapas de medição de cada um destes projectos. Trata-se de um investimento de 200 mil euros e impõe a concretização de todas estas especialidades.

Como esta zona de Oiã assume grande relevância na satisfação das necessidades da população, foi aprovada a abertura do procedimento para a concessão de exploração deste espaço, sendo da responsabilidade do concessionário todos os custos inerentes à adaptabilidade do espaço, em consonância com a legislação em vigor e nos termos das minutas do programa de procedimentos e caderno de encargos.

Nesta reunião de Câmara foi, também, dada informação referente ao Banco Local de Voluntariado de Oliveira do Bairro.

De acordo com o relatório, em 2007 (primeiro ano do Banco Local), estiveram inscritos 33 voluntários, sendo que oito estiveram integrados em seis instituições - Centro Social São Pedro da Palhaça, Biblioteca Municipal, Associação Fermentelense, SOLSIL, Santa Casa da Misericórdia e Centro de Saúde - e 25 disponíveis.

Em 2008, estiveram 15 voluntários em cinco instituições promotoras - Centro Social São Pedro da Palhaça, Biblioteca Municipal, Associação Fermentelense, SOLSIL e Santa Casa da Misericórdia - (mais dois no Centro de Saúde) e inscreveram-se mais 13 pessoas no Banco Local de Voluntariado, perfazendo um total de 45 pessoas.

Este projecto está a crescer e a amadurecer gradualmente. Contudo, é essencial que as instituições acolhedoras estejam disponíveis e motivadas para receber e acompanhar estes voluntários.

Outro ponto discutido na ordem de trabalhos diz respeito à atribuição das bolsas de estudo e outros apoios aos alunos frequentadores do ensino superior, para o ano lectivo 2008/2009.

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, de acordo com o seu regulamento para atribuição de bolsas de estudo e outros apoios ao ensino superior, atribui anualmente um máximo de cinco bolsas de estudo aos alunos de grau de licenciatura, três para o grau de mestrado, e prevê outros apoios a estudantes do grau de doutoramento, desde que os candidatos cumpram os requisitos previstos.

O total do encargo anual com a atribuição das Bolsas de Estudo para este ano lectivo é de 27.334 euros, sendo que o valor mensal máximo a atribuir a cada bolsa é de 426 euros. Este ponto foi também aprovado por unanimidade.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:53

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

Instituição presta respostas sociais a 460 utentes

Misericórdia de Anadia festeja 100 anos de história

A Santa Casa da Misericórdia de Anadia (SCMA) festejou o primeiro centenário no dia 8 de Dezembro. Foi repetido durante a sessão solene, que decorreu no Cine-Teatro Municipal de Anadia, ainda por inaugurar, que a instituição tem em muito contribuído para aumentar a qualidade de vida das populações, prestando neste momento respostas sociais a 460 utentes na totalidade.

O presidente da Mesa da Assembleia Geral da SCMA, Lopo de Freitas, foi quem iniciou a cerimónia, falando da instituição e saudando todos os presentes. Seguiu-se Carlos Matos, provedor da SCMA, que começou por cumprimentar os dois ex-provedores - Belchior Barata Tovar (1979-1981) e Marílio Rodrigues (1982-1994) -, que por razões familiares não estiveram presentes.

“Um século é um marco importante”, referiu Carlos Matos, que enumerou as mais importantes datas da instituição, recordando um pouco da história da SCMA, desde a sua fundação, passando pela doação do Hospital José Luciano de Castro e pela sua remodelação, até à acção da Misericórdia, na década de 80/90, que passou a ser dirigida aos equipamentos sociais.

“A partir de 1995, quando tomámos posse, dissemos que os nossos esforços eram para manter em alta o funcionamento da instituição. Tentamos que os utentes se sintam em casa”, disse Carlos Matos, referindo que está em curso a ampliação e remodelação do Lar José Luciano de Castro, uma obra por administração directa. O provedor frisou que Osvaldo Martins, administrador do Grupo Pavigrés, é “um grande benfeitor, porque está a equipar a cozinha e copa do Complexo Social Seabra de Castro”.

Além das valências da SCMA e dos 460 utentes, Carlos Matos fez ainda referência ao projecto CADI, no âmbito do Programa Escolhas. As parcerias com Centros Novas Oportunidades, para certificar competências no 9º e 12º anos a cerca de 100 formandos também fazem parte do trabalho desenvolvido.

O provedor da SCMA explicou que só para custos com pessoal vai uma fatia de 60% do orçamento, apelando à ajuda da Segurança Social e da autarquia, através de subsídios, “porque com as obras sociais temos aliviado a Câmara de obrigações que lhe competem”, disse Carlos Matos, que prefere que a transferência de competências, das áreas sociais para as autarquias, não se concretize: “As Câmaras ainda não estão vocacionadas para o social”.

O provedor lembrou que integrado nas comemorações do centenário da SCMA está também a publicação de um livro, escrito por Carlos Alegre e a edição de quatro selos, alusivos à família Luciano de Castro.

O adjunto do Governador Civil de Aveiro, Fernando Mendonça, afirmou que este aniversário coloca a SCMA no rol das instituições mais antigas do distrito de Aveiro, lembrando que o Estado muito lhes deve, devido ao papel de relevância que assumem ao nível da intervenção social.

 

Cooperação com autarquias

Manuel Lemos, presidente do Secretariado Nacional da União das Misericórdias Portuguesas, reconheceu que se a SCMA é necessária, “é importante reconhecer o dinamismo do provedor, que tem melhorado muito a instituição no decorrer do seu mandato. É necessário responder às necessidades, mas de forma eficaz e com qualidade”.

O dirigente sublinhou que a história das Misericórdias é de cooperação com as autarquias. “A Câmara de Anadia tem intervenção sobre a comunidade do concelho, tal como a SCMA”, explicou, admitindo só haver problemas com a transferência de competências se não houver bom-senso, porque o objecto da sua actividade são as mesmas pessoas”.

Já Celestino de Almeida, director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro, saudou e felicitou a instituição, dizendo que as respostas sociais “são a retaguarda da vida activa da sociedade”.

O director garantiu a Carlos Matos ajuda, “no que for possível”, e afirmou que o concelho de Anadia tem das “melhores taxas de cobertura no distrito de Aveiro e se calhar até de todo o país”.

Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, disse que não se iria preocupar com a transferência de competências, porque a “situação actual não recomenda isso”. O autarca lembrou também a entrega de um galardão à SCMA (no dia seguinte ao centenário, dia 9), como forma de reconhecimento.

A cerimónia do centenário terminou com a apresentação do livro sobre os 100 anos da instituição, feita por Nuno Rosmaninho.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:46

link do post | comentar | favorito

BLVA conta já com 52 voluntários

Dia do Voluntário é celebrado em Anadia

O município de Anadia festejou no passado dia 5 o “Dia Internacional do Voluntário”. Dos 52 voluntários existentes no concelho, que integram o Banco Local de Voluntariado de Anadia (BLVA), estiveram presentes alguns deles, no Museu do Vinho Bairrada, para dar os seus testemunhos, num dia que foi dedicado a essas pessoas.

Também Litério Marques, presidente da Câmara Municipal e do Conselho Local de Acção Social de Anadia, referiu tratar-se de um dia “extraordinariamente feliz para todos”, dedicado aos que “ajudam em benefício daqueles que precisam”. Mas o autarca sublinhou que esta ajuda “não é material” e que não é qualquer um que a dá. “É preciso nascer para o ser e para cultivar a ideia de voluntariado”.

O edil anadiense disse ter conhecimento da falta de voluntários, sendo necessário, em Anadia, “engrossar esse grupo”. Garantiu aos presentes que podiam contar com a autarquia, “que tem grandes capacidades para vos ajudar, porque espero que haja muito mais gente a poder ajudar os outros”, rematou Litério Marques, enaltecendo o trabalho desenvolvido pelos voluntários de Anadia e felicitando o grupo.

Por seu turno, Carlos Matos, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Anadia, deixou também o testemunho, começando por referir que em boa hora foi criado o BLVA. Explicou que o voluntariado não pode ser apenas visto como a ajuda a crianças e idosos, tendo também de voltar-se para outras direcções.

“Estou há mais de 40 anos como voluntário. Mas há 60, 70 anos, os vizinhos já se ajudavam mutuamente. O voluntariado tem de seguir por aí, como já foi em tempos”, defendeu.

Também o provedor da Misericórdia de Sangalhos, José Costeira, felicitou a criação do BLVA, lembrando que cada vez há mais necessidade de pessoas para ajudar nas instituições. “Já tínhamos voluntários antes do banco ser criado. É muito importante podermos contar com estas pessoas”, terminou.

Carlos Martins, presidente da Direcção do Centro Social, Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima, partilhou a sua satisfação por se aperceber que o voluntariado em Anadia “está a aumentar de forma significativa”. Apelou a que os voluntários não tenham receio de “dispender as suas energias em tão nobre causa. O consolo de uma palavra amiga basta a estas pessoas”.

O dirigente disse que ser voluntário é “ser capaz de dar aos outros e ultrapassar a nossa própria dimensão. Também o sou desde 1980”.

Foi Vera Neto, directora técnica do Centro Social, Cultural e Recreativo de Poutena, em representação do presidente, Fernando Marques Pereira, que encerrou a sessão de abertura do “Dia Internacional do Voluntário”. Afirmou que a sua instituição sente-se “mais rica, assim como o concelho, por ter um grupo de voluntários”.    

 

BLVA conta com 52 voluntários

O BLVA foi criado há cerca de um ano, no âmbito do Plano de Acção da Rede Social de Anadia e está integrado na estrutura nacional Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado. Tem um número total de 52 voluntários que têm dias específicos de atendimento: primeiras terças-feiras do mês (em 2009, 6 de Janeiro; 3 de Fevereiro e 3 de Março). O horário é das 16 às 18 horas, no Centro Cultural de Anadia. Para já há 10 entidades receptoras de voluntários no concelho.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:20

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

Campanha “Todos juntos, o Social e o Comercial”

ACIB e Rede Social de Anadia entregam roupa recolhida ao Centro de Acolhimento de Sangalhos

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) entregou, com a Rede Social de Anadia, no passado dia 20, a roupa recolhida na campanha “Todos juntos, o Social e o Comercial”, levada a cabo pelas duas entidades, ao Centro de Acolhimento Temporário da Santa Casa da Misericórdia de Sangalhos.

Esta campanha esteve aliada ao Desfile de Moda do Concelho de Anadia, que se realizou no passado dia 18 de Outubro, na segunda edição da Feira Social de Anadia, e tinha como objectivo recolher roupa ofertada pelos representantes do comércio tradicional da cidade, com a finalidade de apoiar as crianças do Centro de Acolhimento Temporário da Santa Casa da Misericórdia de Sangalhos, a funcionar desde Setembro de 2008.

Aderiram à campanha a loja Sala Sete, de Pedro Silva; Lojas Lamara, de Lina Almeida e Sapataria Algazarra, de Paula Fernandes.

O resultado foi entregue pela ACIB, representada pelas técnicas Joana Costa e Patrícia Rodrigues, e pela responsável da Rede Social de Anadia, Dora Gomes, ao provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sangalhos, José Costeira, e à directora técnica do Centro de Acolhimento Temporário, Ana Raquel Abrantes.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sangalhos agradeceu o empenho de todos os envolvidos na campanha, especialmente à ACIB e à Rede Social de Anadia, por se “aliarem a este projecto que está a iniciar agora, mas que já acolhe cerca de 15 crianças”.

José Costeira realçou o papel da ACIB na iniciativa, que mostrou que a associação não se envolve só no desenvolvimento económico da região, mas que tem também preocupações sociais.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:00

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Setembro de 2008

“Feira dos Produtos da Terra” dia 18 de Setembro

Tardes seniores levam animação até junto do Rio Águeda 

Venda de produtos agrícolas, doçaria tradicional, pão cozido em forno a lenha, animais de capoeira e peças de artesanato variado. Enfim, tudo isto e muito mais na próxima actividade das Tardes Seniores - “Feira dos Produtos da Terra” -, que se realizará a 18 de Setembro, quinta-feira, entre as 10.30 e as 18 horas, junto ao Posto de Turismo de Águeda.

A actividade Tardes Seniores é uma iniciativa da Câmara Municipal de Águeda, através do pelouro da Cultura, e pretende ser um espaço de sensibilização e dinamização da população sénior do concelho de Águeda, num projecto de animação sócio-cultural.

Este ano, e ao realizar a “Feira dos Produtos da Terra” próximo do Rio Águeda, junto ao Posto de Turismo, a Câmara Municipal, com a colaboração e participação das Instituições de Solidariedade Social do concelho, pretende reviver a simplicidade de outros tempos, outros costumes, outros modos de vida. Nesses tempos os barcos desciam o rio, carregados de mercadorias e o mercado dava vida às margens ribeirinhas a partir do Cais das Laranjeiras.

Durante a feira serão vendidos diversos produtos hortícolas, doçaria tradicional, compotas, mel, pão cozido em forno a lenha, animais de capoeira (galinhas, patos e coelhos…) e peças de artesanato variado, enfim, tudo o que se possa esperar ao nível de produtos da terra, de qualidade, produzidos pelos idosos, amigos e colaboradores das instituições de solidariedade social.

Para abrilhantar esta “Feira dos Produtos da Terra” haverá muita animação, onde participarão os poetas populares aguedenses Celestino Pinho e António Chula, a poetisa e actriz aguedense Joana de Oliveira, o Grupo Coral dos Pioneiros, o Grupo de Cantares da Santa Casa da Misericórdia e o Grupo “Vou Ali e Volto Já” de Macinhata do Vouga. No final realizar-se-á uma Desfolhada, em memória das colheitas e dos tempos passados.

Esta é também uma excelente oportunidade para todos participarem e, quiçá, adquirirem aqueles produtos e iguarias que nos trazem a memória de outros tempos.

Espera-se que seja uma festa popular transbordante de tradição, memórias, alegria e afectos, onde os idosos são os verdadeiros protagonistas.

 

Programa:

10.30 – Abertura da “Feira dos Produtos da Terra”

15.00 – Animação, com a participação de:

» Poetas populares aguedenses Celestino Pinho e António Chula;

» Poetisa e actriz aguedense Joana de Oliveira;

» Grupo Coral de “Os Pioneiros”;

» Grupo de Cantares da Santa Casa da Misericórdia;

» Grupo “Vou Ali e Volto Já” de Macinhata do Vouga

Desfolhada conjunta no encerramento

18.00 – Encerramento.

 

“Não é desgraça ser velho,

Quando velhos sabemos ser,

Pois um velho é sempre o espelho

Dos anos do seu viver”.

(Celestino Pinho)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:09

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Bombeiros Voluntários de Anadia organizam actividade

Bairrada Vinhateiro BvTT 2008 – Vindimas TT

No âmbito das comemorações do 75º Aniversário dos Bombeiros Voluntários de Anadia, no próximo dia 14 de Setembro, esta associação convida a população a visitar o coração da Bairrada Vitivinícola em plena época de vindimas.

Podem participar de bicicleta BTT num percurso de 60 ou 30 quilómetros (km), ou ainda, numa corrida de atletismo com 17 km ou caminhada pedestre de 8 km, percorrendo as mais belas paisagens da Bairrada com passagem pelas vinhas e adegas mais emblemáticas do concelho de Anadia, onde os produtores darão as boas-vindas à sua paisagem.

 

Inscrições abertas

Com início e fim na Praça do Município de Anadia, o preço da inscrição para a prova de BTT é de 15 euros, caso o ciclista traga uma pessoa para a caminhada pedestre tem um preço especial de 6 euros. Para a inscrição na corrida de atletismo ou caminhada pedestre o valor é de 8 euros.

O valor da inscrição inclui seguro, banho quente, brindes a todos os participantes e almoço nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Anadia.

Aos participantes é proposto um outro desafio: trazer de casa uma peça de roupa ou um brinquedo usados, que serão recolhidos pelos bombeiros e entregues à Santa Casa da Misericórdia de Anadia para serem distribuídos a crianças e famílias carenciadas.

Para mais informações consultar o website da associação em www.ahbva.com, onde pode ser feita a inscrição, o pagamento, bem como consultar o regulamento, a lista de participantes e o mapa com o percurso de BTT.

Passe um dia em convívio com os bombeiros! No final do almoço é proposto um último desafio: plantar no Monte Crasto diversos sobreiros e azinheiras, para rejuvenescer este magnífico local do centro de Anadia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:20

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Instituições de Águeda e Anadia juntam-se para celebrar

Centro Social de Avelãs de Cima festeja “Dia dos Avós”

No dia 25 de Julho, no Centro Social, Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima, comemorou-se o “Dia dos Avós”, com as instituições de Aguada de Cima, Fermentelos, Belazaima (Águeda), Misericórdia de Anadia, Aguim e Avelãs de Caminho.

Quiseram também participar neste dia as crianças da nossa instituição, proporcionando assim, com a sua presença, um gesto de carinho para com os nossos idosos.

A tarde foi animada com a participação da Escola de Música da Secção Cultural da LAAC - Aguada de Cima - “Aqua Tuna”. Esta escola é composta por elementos jovens que demonstram grande talento e dedicação, notando-se nas suas actuações grande qualidade artística.

O repertório teve como principal temática músicas tradicionais, onde se destacaram alguns instrumentos musicais tradicionais, como o cavaquinho, acordeão e outros.

Foi realmente um momento agradável que estes jovens proporcionaram aos idosos, pois fê-los relembrar tempos da sua mocidade, em que se divertiam ao som destas lindas canções.

O evento terminou com a entrega de um miminho, por parte das crianças, a todos os participantes.

Para que a realização deste evento fosse possível, o Centro Social, Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima teve o contributo do professor Rogério Fernandes e do técnico de Som e Luz Rui Oliveira, da d’Orfeu.

Muito agradecemos, assim, a disponibilidade de todos, para que esta festa do “Dia dos Avós” se pudesse realizar, com o êxito e animação alcançados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:29

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Recortes de jornais desde...

“Recortes de História” in...

Espírito de Natal chegou ...

Santa Casa da Misericórdi...

ACIB entrega roupa ao CAD...

Protocolo assinado para a...

Concurso de Vestidos de C...

Autárquicas 2009 na Mealh...

Terceira idade em festa n...

Misericórdia de Oliveira ...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub