Sábado, 19 de Setembro de 2009

Inauguração do Velódromo Nacional de Sangalhos cumpre sonhos antigos do Desporto

Investimento ultrapassa os 12 milhões de euros

O Centro de Alto Rendimento (CAR) de Anadia - Velódromo Nacional de Sangalhos foi inaugurado no dia 11, pelo ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira. O primeiro-ministro José Sócrates acabou por não estar presente na cerimónia. Mas Alves Barbosa, Carlos Lopes e Rosa Mota, velhas glórias do Desporto nacional, fizeram questão de presenciar a inauguração, que também contou com centenas de sangalhenses.

As primeiras pedaladas oficiais na pista coberta para ciclismo, com 250 metros, do Velódromo Nacional tiveram como protagonista o emblemático Alves Barbosa - vencedor da Volta a Portugal por três vezes -, que aos 77 anos de idade deu mostras de ter ainda muita energia para “dar e vender”.

Pedro Silva Pereira, que se fez acompanhar do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias, disse que com esta “nova casa do Desporto cumprem-se de uma só vez vários sonhos antigos do Desporto português”, sendo o primeiro deles “o sonho do ciclismo, que há muito ambicionava ter uma infra-estrutura desta natureza”. O governante lembrou que o ciclismo é uma modalidade com muitas tradições em Portugal e recordou Alves Barbosa mas também o falecido Joaquim Agostinho.

“O ciclismo há alguns anos parece não ter sido correspondido pelas políticas públicas. Mas este investimento vem mudar essa posição e simultaneamente dar à modalidade uma grande oportunidade de futuro, um virar de página”, o que para Pedro Silva vai levar ao aproveitamento da infra-estrutura para se lançar “noutra direcção. Porque de certeza que a Federação Portuguesa de Ciclismo saberá estar à altura deste enorme desafio, para também aqui realizar grandes eventos internacionais”.

 

Outras modalidades

O Velódromo Nacional de Sangalhos, única pista coberta de ciclismo no país, vai acolher outras modalidades: esgrima, ginástica, judo, trampolins e desportos acrobáticos.

“Trata-se de um CAR polivalente, ao serviço de cinco modalidades desportivas distintas, todas elas com tradições em Portugal”, defendeu Pedro Silva Pereira, realçando a importância deste “investimento de grande dimensão, ao serviço do desenvolvimento da economia”, por a sua construção ter dado “emprego e oportunidade de sobrevivência para muitas empresas” que participaram nas obras.

O CAR de Anadia constitui também, para o ministro da Presidência, “uma mais-valia ao serviço do desenvolvimento regional e da ligação estratégica entre Desporto e Turismo”. E por Sangalhos ser “uma terra de grandes tradições no ciclismo, fez todo o sentido ficar aqui”.

Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, estava emocionado e falou da “realização de um sonho”. Contudo, não deixou de recordar algumas das dificuldades sentidas durante todo o processo de construção, que durou cerca de dois anos.

O autarca aproveitou também a ocasião para solicitar a construção e o acesso directo à A32, “que possibilitará aliviar o trânsito caótico na EN1/IC2” e ainda o nó de ligação de Anadia à Auto-estrada do Norte (A1), situações “que continuam por solucionar e que afectam todo o progresso da nossa terra”.

 

Investimento superior a 12 milhões de euros

O Velódromo Nacional de Sangalhos trata-se de um investimento que chega aos 12,2 milhões de euros, financiado pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) em 70%, tendo tido o apoio do Instituto do Desporto de Portugal. A Câmara de Anadia investiu 2,8 milhões de euros.

O equipamento agora inaugurado tem uma pista coberta para ciclismo com 250 metros - onde foram usados meio milhão de pregos - e uma área polivalente de 1100 metros quadrados. O centro de estágio dispõe de 16 quartos duplos para 32 atletas, treinadores, técnicos desportivos e dirigentes e equipamento de preparação e recuperação de atletas (ginásio, balneários, oficina, salas de aula, convívio e de reunião). (Galeria de fotos: Leiam a Imagem)

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Ponte de Canha acaba com estrangulamento do trânsito

Nova infra-estrutura vem anular um dos pontos negros do tráfego no concelho de Anadia

No dia 10, o secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, deslocou-se ao concelho de Anadia para inaugurar a nova Ponte de Canha, no lugar de Canha (freguesia de Arcos), a caminho de Sangalhos. Tratou-se de uma “inauguração há muito desejada”, como lembrou Litério Marques, presidente da Câmara Municipal.

“Esta obra vem anular um dos pontos negros do trânsito no nosso concelho”, sublinhou o autarca. E Paulo Campos foi peremptório: “Prometemos e cumprimos”. O governante veio a Anadia para assinalar a conclusão da obra de construção que liga a Estrada Nacional (EN) 235 à EN1, o que incluiu a substituição da velha e estreita Ponte de Canha.

Paulo Campos explicou que a obra, com 0,7 quilómetros de extensão, teve um custo de 2,3 milhões de euros, vindo “melhorar consideravelmente as condições de circulação no local”. De referir que a introdução de uma rotunda na articulação da EN235 com a EN1 vem “trazer mais segurança, contribuindo para a diminuição da sinistralidade rodoviária”.

 

Litério reivindica nó de ligação à A1 e construção da A32

Durante a cerimónia de inauguração, Litério Marques lembrou o slogan do Governo - “Aproximar Anadia” - e disse “que não se aplicava no caso. Continuamos sem ligação à Auto-estrada do Norte (A1) e a A32, por enquanto, não passa de uma miragem”, considerando esta última uma variante e não uma auto-estrada, como alternativa “à obsoleta EN1/IC2”.

O autarca disse que no caso da ligação à A1, “deste ponto à zona de Ancas/Amoreira da Gândara os custos são pouco significativos” e constituiria “uma resposta ao dito slogan”.

O governante deu conta que o nó de acesso à A1 está dependente de um estudo, “praticamente concluído, do IC12 entre Anadia e Mira. Trata-se de uma matéria que está a ser analisada do ponto de vista ambiental. Resta-nos aguardar”.

Por seu turno, sobre a A32 falou da probabilidade de haver necessidade de repetir o concurso (que já tinha sido lançado), devido às divergências dos valores apresentados pelo empreiteiro. No entanto, se “formos eleitos e continuarmos a ser Governo, uma das primeiras medidas que vamos tomar será o lançamento de novo concurso para conclusão desta auto-estrada”, garantiu, sublinhando ainda a “extrema importância da A32 para a Bairrada e para o distrito, onde se insere um conjunto de empresas com actividade significativa, assim como para Anadia, por não ter ligação às grandes vias rodoviárias”.

Paulo Campos sugeriu a Litério Marques para “convidar deputados europeus ou a presidente do partido da Oposição”, para testemunharem a verdadeira importância da A32.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:12

link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Agosto de 2009

Mais duas empresas na Zona Industrial de Viadores, na Mealhada

“Certivias” e “Rodripal” são as últimas “transferências”

A “Certivias” já tem as instalações praticamente prontas, as da “Rodripal” estão, agora, no início. Estas duas empresas são as últimas “transferências” para a Zona Industrial de Viadores, no município da Mealhada.

A “Certivias”, firma que se dedica ao comércio de maquinaria pesada e obras públicas, procede de Trouxemil (Coimbra).

E a “Rodripal”, especializada no armazenamento, transporte e comercialização de paletes LPR, tem estado instalada, provisoriamente, na Malaposta (Anadia).

A Zona Industrial de Viadores, situada à margem do IC2 (antiga EN1), à saída para Coimbra, é uma das que está dotada por todas as infra-estruturas necessárias, que a Câmara Municipal da Mealhada tem vindo a construir, procurando, assim, tornar o concelho mais competitivo e atrair novas actividades económicas susceptíveis de reforçar o tecido empresarial local e criar postos de trabalho.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:06

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

Festa do Leitão à Bairrada confirma concerto dos “Reamonn”

ACOAG garante mais de 50 expositores para a 12ª Feira de Artesanato e Gastronomia

A 16ª edição da Festa do Leitão à Bairrada e 12ª Feira de Artesanato e Gastronomia de Águeda, organizadas pela Associação Comercial de Águeda (ACOAG), em parceria com a Câmara Municipal de Águeda, acabam de ver confirmado o concerto da banda alemã “Reamonn”, que sobe ao palco do certame no dia 10 de Setembro.

Os “Reamonn” são uma banda alemã de rock formada em 1998 no sul da Alemanha. Ficaram conhecidos pelos temas “Star” e “Strong”.

Em Outubro de 2003 fizeram a primeira parte do concerto de Robbie Williams, no Pavilhão Atlântico. E em 2006 editaram “The Wish”, quinto álbum, sucessor de “Beautiful Sky”. Em 2008, lançaram um novo álbum, “Wish Live”, e deram dois grandes concertos em Lisboa e no Porto.

Entretanto, a ACOAG já garantiu que terá mais de meia centena de expositores instalados dentro do pavilhão do Ginásio Clube de Águeda (GICA), que vão preencher a 12ª Feira de Artesanato e Gastronomia de Águeda, que habitualmente acompanha a realização da Festa do Leitão.

“Sabemos da importância que este evento tem para os expositores, pelo que temos desenvolvido todos os esforços para que nada lhes falte”, garantiu José Castilho, presidente da Direcção da ACOAG.

A organização continua a desenvolver todos os esforços para a dinamização e divulgação dos eventos que estão a ser preparados. Desde a página de Internet (www.festadoleitao.com), passando pela apresentação, junto das empresas, de uma revista promocional do certame e pela emissão de flyers (mais de 300 mil) a distribuir pelo distrito de Aveiro e por Porto e Gaia.

Garantida está também a presença de elementos da organização em programas televisivos para divulgarem o evento, estando por confirmar a transmissão em directo de um programa em Águeda, o que a acontecer daria um âmbito ainda mais nacional e internacional à Festa do Leitão à Bairrada de Águeda.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:42

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

Colecção de selos com o pão da Mealhada

Correios de Portugal reconhecem notoriedade do produto

O pão é, como se sabe, uma das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, a par da  água, do vinho e do leitão.

Desta vez, foram os Correios de Portugal a reconhecer a notoriedade deste produto tradicional.

Ao lançar uma série de selos sobre o “Pão Tradicional Português”, os Correios fizeram questão de incluir o pão da Mealhada.

A iniciativa partiu da chefe da Estação de Correios local, Ana Ferreira - que confessa ter-se inspirado nas “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” -, sendo bem acolhida quer pela empresa quer pela Câmara Municipal da Mealhada, que se associou, de imediato, à ideia.

A colecção de selos (dos 0,32 aos 0,80 euros) foi apresentada na Estação de Correios da Mealhada, na presença das forças-vivas locais, e coincidiu com a  inauguração de uma pequena feira/exposição dos quatro produtos (pão, água, vinho e leitão) que integram a marca “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

De acordo com Ana Ferreira, trata-se de uma série limitada. Os primeiros selos destinam-se, como habitualmente, a coleccionadores.

Numa segunda fase, os selos com o pão da Mealhada ficarão disponíveis para o público em geral, de Norte a Sul do país.

 

O pão da Mealhada

Pequeno pão de trigo de aspecto arredondado, pontuado por quatro bicos que fazem lembrar uma flor, o pão da Mealhada é, também, conhecido como “pão da Bairrada” e costuma acompanhar o leitão assado.

Depois de duas horas a levedar, tendem-se as bolinhas e corta-se a parte superior, com uma tesoura, em forma de cruz, para abrir a massa e libertar o gás gerado durante a fermentação.

O miolo fica, assim, mais compacto e com um sabor característico.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:29

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Câmara da Mealhada dá apoio ao empreendedorismo das mulheres

Candidaturas abertas até ao dia 24 de Agosto

O Gabinete de Inserção Profissional da Câmara Municipal da Mealhada tem abertas, até 24 de Agosto, as candidaturas para a acção “Apoio ao Empreendedorismo, Associativismo e Criação de Redes Empresarias de Actividades Económicas geridas por mulheres” - Tipologia nº 7.6, Eixo nº 7, “Igualdade de Género”, do Programa Operacional Potencial Humano (POPH).

O objectivo da intervenção é promover estratégias de apoio ao empreendedorismo das mulheres, incentivar o associativismo e a criação de redes, favorecendo o auto-emprego e a sua capacidade de participação na vida activa.

São elegíveis acções de formação nos domínios da igualdade de género, da gestão, das relações interpessoais, da liderança e das tecnologias de informação e comunicação, acções de tutorial/consultoria com vista ao desenvolvimento de um plano de negócios e atribuição de um prémio de arranque para as empresas e acções de suporte à criação de redes inter-empresas que facilitem o acesso à informação e divulgação, preferencialmente por via electrónica, sobre formação, mercados, oportunidades de financiamento e negócio, bem como outras matérias relevantes.

Os destinatários destas acções são as mulheres que pretendam criar o próprio posto de trabalho, independentemente da sua situação face ao emprego, e as entidades beneficiárias/promotoras, associações de mulheres empresárias, associações empresarias, comercias e/ou industriais, agências e sociedades de desenvolvimento regional sem fins lucrativos, cooperativas e outras entidades de economia social, desde que desenvolvam projectos relacionados com as respectivas áreas de actividade.

A taxa de financiamento é de 100% para as entidades promotoras.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Águeda integra Águas da Região de Aveiro

Parceria envolve nove municípios

O Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, Nunes Correia, deslocou-se, no dia 29 de Julho, a Aveiro, para presidir à cerimónia de assinatura do Contrato de Parceria Pública entre o Estado e os Municípios da Região de Aveiro para a gestão integrada dos serviços de abastecimento de água para consumo público e de saneamento de águas residuais urbanas.

A parceria envolve nove municípios: Águeda, Albergaria-a-Velha, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga e Vagos. O presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, deslocou-se a Aveiro para voltar a fazer do concelho pioneiro. Desta forma, Águeda é um dos nove municípios que vai fazer parte da futura empresa Águas da Região de Aveiro (ARA), empresa esta que será a primeira a operar na área da água e do saneamento resultante de uma parceria entre Estado e autarquias.

 

Ministro vê acção como pioneira no país

O Ministro do Ambiente, na sua deslocação a Aveiro, fez um discurso de agradecimento aos presidentes de Câmara presentes pelo espírito de inovação que assumiram. “Este é um caso pioneiro no sector”, disse, acrescentado: “Estou certo que outros virão”.

Para o representante do Governo, este “é o melhor passo a dar para o país”, garantindo que “as populações dos nove municípios que aderiram à nova empresa pública ARA vão ter um serviço ao nível do melhor que existe na Europa”.

A empresa arranca com a participação de nove municípios, o que totaliza cerca de 290 mil habitantes. Deverá ser constituída nos próximos dois meses e instalada nos seis meses seguintes.

A Águas de Portugal terá 51% do capital social, enquanto os restantes 49% ficarão nas mãos das Câmaras Municipais. A ARA é assim a primeira empresa a operar na área da água e do saneamento resultante de uma parceria entre Estado e autarquias, sendo que irá vigorar por um período de 50 anos.

A parceria tem por objectivo garantir a qualidade, a continuidade e a eficiência dos serviços públicos de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais, no sentido da protecção da saúde pública, do bem-estar das populações, da protecção do ambiente e da sustentabilidade económico-financeira do sector, contribuindo ainda para o desenvolvimento regional e para o ordenamento do território.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:37

link do post | comentar | favorito
Sábado, 1 de Agosto de 2009

Câmara substitui telhas com amianto na Escola EB 2/3 da Mealhada

Empreitada acaba de ser adjudicada

A Câmara Municipal da Mealhada vai proceder à substituição da cobertura do pavilhão da  Escola EB 2/3 da Mealhada, em telhas de fibrocimento, em cuja composição entra o amianto, uma substância que, como se sabe, é cancerígena.

A empreitada acaba de ser adjudicada, com carácter de urgência, à firma Martins e Irmão, Lda, com sede em Antes (Mealhada), por  54.757,50 euros (+ IVA) e tem um prazo de execução de 15 dias.

A empreitada prevê a substituição da cobertura original (feita de telhas de fibrocimento) por painéis tipo “sandwish”, com 40 milímetros de espessura e isolamento à base de espuma de poliuretano.

Para o presidente da Câmara, neste tipo de situações, em que pode estar em causa a saúde das pessoas, neste caso dos alunos, professores e funcionários da EB 2/3, o melhor é prevenir.

Segundo Carlos Cabral, a preocupação, logo que a escola passou para a responsabilidade da Câmara, foi resolver o problema.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:21

link do post | comentar | favorito
Domingo, 26 de Julho de 2009

Lançamento do novo SAPO Emprego

SAPO reforça principal referência online na oferta e procura de emprego

Reconhecido como uma referência na procura e oferta de emprego através da Internet, o SAPO Emprego apresenta agora uma nova imagem e funcionalidades mais avançadas, quer para quem procura emprego, quer para quem o disponibiliza.

Quem clicar neste momento em http://emprego.sapo.pt encontra um SAPO Emprego com um novo layout, mais clean, user-friendly e intuitivo na navegação. Também ao nível da pesquisa foram introduzidas alterações, visto que agora qualquer informação sobre emprego pode ser procurada através de texto livre. Os candidatos a um novo emprego passam ainda a poder criar e gerir múltiplos CVs, com vista a viabilizar uma resposta rápida e objectiva, à medida das ofertas de emprego existentes. As ofertas e os candidatos, nas áreas “Geral” e “Executivo”, passam nesta nova versão do SAPO Emprego a estar segmentados de acordo com o respectivo perfil. 

Para as empresas, a principal inovação está relacionada com um novo produto, o CPE (Custo Por Entrevista), que permite a inserção de anúncios de forma gratuita, bem como a recepção e análise dos CVs dos candidatos que respondem à oferta de emprego. A empresa apenas terá de investir no caso de pretender aceder ao nome e aos contactos pessoais dos candidatos que desejar entrevistar.

Desde o seu lançamento, em 2000, o SAPO Emprego constitui uma plataforma online extremamente atractiva para quem quer estar por dentro das últimas novidades sobre as áreas de emprego e formação, deseja disponibilizar o seu CV online ou pretende receber orientação profissional para uma melhor gestão da sua carreira.

Ao longo de nove anos de existência, registaram-se no SAPO Emprego mais de 15 mil empresas e, mensalmente, foram publicadas cerca de 500 ofertas de emprego. Actualmente, o SAPO Emprego regista em cada mês mais de 2 milhões de páginas vistas e mais de 350 mil visitantes únicos.

Depois de em Abril deste ano ter reforçado a sua oferta na área do emprego com o lançamento do canal “Procuro Emprego” – um serviço único e pioneiro de aproximação entre a oferta e a procura de trabalho, disponível em http://procuroemprego.sapo.pt, o SAPO consolida agora a sua liderança em Portugal ao reposicionar o SAPO Emprego, através do qual proporciona um encontro mais célere e eficaz entre empregadores e candidatos a emprego na Internet.     

 

Sobre o SAPO

O portal SAPO é líder de audiências em Portugal, com 900 mil utilizadores diários e 500 milhões de pageviews mensais, estando também presente em Cabo Verde, Angola e Moçambique. Agrega horizontalmente uma vasta gama de conteúdos em diversos canais e um conjunto de serviços como: Pesquisa, Vídeos, Blogs, Fotos, Messenger, E-mail, Classificados e Notícias, numa lógica multiplataforma (Internet, telemóvel e televisão).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:10

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Desenvolvimento económico em Águeda

Lighting Living Lab elege Órgãos Sociais e debate iniciativas

No passado dia 9 de Julho decorreu na Câmara Municipal de Águeda a primeira Assembleia Geral do Lighting Living Lab (LLL), associação sem fins lucrativos criada a 4 de Maio de 2009, que reúne a Câmara Municipal de Águeda, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, a Universidade de Aveiro e oito empresas da área da iluminação.

O Lighting Living Lab pretende promover e apoiar a co-criação de novas tecnologias e aplicações no domínio da iluminação, sustentadas na participação activa do utilizador final, enquanto base para alcançar uma maior eficiência energética e impulsionar uma mudança de paradigma, em que a iluminação deixe de ser vista apenas como uma utilidade, para ser considerada como fundamental na definição de ambientes, personalização de espaços e melhoria de conforto.

A primeira Assembleia Geral do LLL elegeu a Direcção, o Conselho Fiscal e a Mesa da Assembleia para o primeiro mandato de três anos. A Direcção tem como presidente Estima de Oliveira, director da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, e como vogais José Sucena, da Climar, SA; José Mota, da Lightenjin; Albano Fernandes, da Artinox, SA e Carlos Alves da Globaltronic, Lda.

O Conselho Fiscal é presidido por Fernando Silva, da Indelague, SA e tem como vogais Rosa Maria, da Exporlux, SA e a vereadora Elsa Corga, da Câmara Municipal de Águeda.

A Mesa da Assembleia tem como presidente Gil Nadais, presidente da Câmara Municipal de Águeda e como vogais Paula Cardoso, da Revigrés, Lda e Carlos Oliveira, da Soltráfego, SA.

A primeira Assembleia Geral debateu ainda questões relativas ao funcionamento do Lighting Living Lab e, na sua sequência, decorreu a primeira reunião da Direcção, onde foram discutidas iniciativas e projectos a apresentar e a desenvolver pela Comissão Instaladora.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:03

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Voluntários ajudam a limp...

Reunião aberta para a ini...

Câmara de Anadia entrega ...

Gabinete de Apoio ao Emig...

Urbanos ganha prémio de m...

Confraria dos Enófilos da...

Vinhas da Bairrada voltam...

Escolas do concelho da Me...

Brilho e solidariedade ma...

Incubadora da WRC complet...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds