Terça-feira, 17 de Novembro de 2009

Espectáculo evocativo de José Luís Iglésias

Cine-Teatro de Anadia presta tributo no dia 27

O Cine-Teatro Municipal de Anadia vai receber um espectáculo evocativo do 85º Aniversário de José Luís Iglésias, na sexta-feira, dia 27 de Novembro, pelas 21.30 horas.

Este espectáculo, organizado pelo “Grupo de Amigos de José Luís Iglésias” será apresentado por diversas associações culturais do município que, directa ou indirectamente, surgiram pela mão desta personalidade marcante da cultura anadiense.

Desta forma, participam neste evento a Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Mogofores (ADABEM); a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Anadia, em Avelãs de Caminho; o Grupo de Amigos de José Luís Iglésias; o Grupo Lar São Martinho, Ouca; Laços de Coimbra; Mónica Dias; Musicanto; Nuno Moura; O Baluarte; Os Rouxinóis; Otília Silva; Grupo de Teatro Raízes Verde Pinho (do Centro Social, Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima) e Sons de Avelãs (Avelãs de Caminho).

De referir que José Luís Iglésias criou o Grupo de Reis denominado “Trupe dos Rouxinóis de Anadia”, do qual era ensaiador.

Este grupo cantou os Reis, pela primeira vez, em Janeiro de 1950. Daqui nasceu o Grupo Artístico e Cultural “Os Rouxinóis” de Anadia, no final do ano de 1949, do qual também foi encenador.

 

José Iglésias coloca Anadia no panorama cultural do país

Na segunda metade do século XX, José Luís Iglésias colocou Anadia no panorama cultural do país. Foram anos de consecutivos sucessos por ele encenados.

Cenógrafo, actor, dançarino, desenhador, pintor e excelente músico, José Luís Lhano Iglésias foi um grande impulsionador da cultura em Anadia.

Os bilhetes (2,5 euros) podem ser adquiridos nos seguintes horários: sextas-feiras, das 18 às 22 horas e sábados, das 18 às 22 horas. No dia de espectáculo a bilheteira abrirá às 14 horas.

As reservas podem ser efectuadas na Câmara Municipal de Anadia até três dias antes do espectáculo e os bilhetes levantados, impreterivelmente, até pelo menos duas horas antes do mesmo.

A receita da bilheteira deste espectáculo reverterá para o Fundo Social criado pela Câmara Municipal de Anadia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:37

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

“IV Encontros de São Gonçalinho” realizam-se no dia 14 no edifício da Antiga Capitania

Tema principal vai ser “São Gonçalinho na Arte de Aveiro”

Vão realizar-se os “IV Encontros de São Gonçalinho”, no próximo dia 14 de Novembro, das 14.30 às 16.30 horas, no edifício da Antiga Capitania.

O município de Aveiro e a Mordomia de São Gonçalinho promovem a quarta edição dos “Encontros de São Gonçalinho”, no dia 14 de Novembro, às 14.30 horas, no edifício da Antiga Capitania, cujo tema principal será “São Gonçalinho na Arte de Aveiro”, continuando a descoberta da festa de São Gonçalinho.

A acção destina-se a todos os aveirenses e devotos de São Gonçalinho. A participação é gratuita e não necessita de inscrição prévia.

A abertura do encontro será efectuada por representantes da Câmara Municipal de Aveiro e da Mordomia de São Gonçalinho, pels 14.30 horas. De seguida, Nuno Gonçalo da Paula apresentará “O Culto de São Gonçalo em Aveiro”. José António Cristo fará uma intervenção com o tema “São Gonçalinho na Arte de Aveiro”. Gaspar Albino, Helder Bandarra e Jeremias Bandarra exporão, em conjunto, “São Gonçalinho, vivências na pintura”. Os ceramistas Zé Augusto e Alberta vão falar sobre “São Gonçalinho, vivências na cerâmica”.

Pelas 16.30 horas, far-se-á o encerramento com a actuação do Grupo de Cantares da Ria de Aveiro.

No domingo mais próximo do dia 10 de Janeiro, realiza-se a Festa de São Gonçalinho, sendo as festividades marcadas pelo pagamento das promessas ao Santo, agradecendo o seu poder de cura em doenças ósseas e a sua capacidade de resolver problemas conjugais e amorosos, atirando-se quilos de cavacas doces da cúpula da capela para o público.

As gentes do bairro da Beira-Mar, particularmente devotas a São Gonçalinho, como o carinhoso diminutivo indica, velam pelas tradições associadas às festividades e que vão bastante além do pagamento das promessas.

Outros rituais da festa, de crescente relevo municipal, realizam-se dentro da própria capela: a entrega do ramo e a Dança dos Mancos, expressando uma convivência entre o milagre e o Sagrado, com o interdito e o Profano.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:57

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

Casa da Cultura de Oliveira do Bairro causa mossa durante reunião do Executivo

Leontina Novo defende que equipamento não deveria ser instalado no velho quartel dos Bombeiros Voluntários

A futura Casa da Cultura de Oliveira do Bairro fez alguma mossa durante a reunião do Executivo camarário de ontem, dia 24 de Setembro. Leontina Novo, vereadora da Oposição (CDS-PP), absteve-se na votação do projecto de arquitectura daquele equipamento, por não concordar com a sua localização.

A Casa da Cultura vai nascer da requalificação do velho quartel dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, no centro da cidade. O vereador Joaquim Santos lembrou da aprovação do anteprojecto, em 31 de Julho de 2008, explicando que agora seria vez de aprovar o projecto de arquitectura.

Já Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal, sublinhou ser grande objectivo do Executivo dotar a cidade com uma infra-estrutura que permita ter “um salão, um anfiteatro, um auditório polivalente, com cerca de 500 lugares, que possa responder com qualidade ao mais variado tipo de espectáculos, sejam teatro, concertos ou outros”. O autarca lembrou que também o “velho quartel será assim requalificado”.

O presidente da Câmara fez saber que o projecto “está desde a primeira hora” incluído num pacote do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), sendo que a contratualização tem o valor de 2 milhões e 200 mil euros.

Joaquim Santos explicou que o que seria submetido ao QREN era o projecto de arquitectura. Para tal foi necessário “afinar o número de lugares e valências agregadas”.

 

Casa da Cultura vai ter 480 lugares

O número definitivo de lugares da nova Casa da Cultura de Oliveira do Bairro é de 480, estando a infra-estrutura destinada para valências como teatro, dança, cinema, conferências. “Entre o anteprojecto e este fizeram-se as afinações necessárias. Vamos aprovar o projecto de forma definitiva, para o levar à candidatura do QREN e avançar para os projectos de especialidade”, referiu Joaquim Santos.

Leontina Novo disse que, não sendo contra ter uma Casa da Cultura no concelho, não concordava com a sua localização. “Entendo que seria uma oportunidade para recuperar a antiga Cerâmica Rocha. Com 2 milhões e 200 mil euros do QREN, a recuperação da cerâmica podia ser enquadrada no projecto. É uma oportunidade que se perdeu para requalificar aquele património”, frisou a vereadora.

“Podíamos ter conjugado os dois esforços, recuperando a antiga cerâmica e instalando lá a Casa da Cultura”, rematou Leontina Novo. O projecto de arquitectura foi aprovado por maioria, com a abstenção da vereadora popular.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:57

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

Espumante Bairrada volta a ser Rei

Aveiro recebe segunda edição da Gala do Espumante Bairrada

A cidade de Aveiro homenageou o espumante Bairrada em duas iniciativas de promoção: os Momentos Bairrada e a Gala do Espumante.

Os Momentos Bairrada decorreram no espaço acolhedor do edifício da antiga Capitania de Aveiro, num ambiente descontraído, onde a nova Bairrada deu a conhecer o que de melhor a região tem para oferecer.

Os associados do sector vitivinícola deram a provar os seus espumantes, numa mostra que evidenciou o melhor da Bairrada. De salientar algumas novidades de espumantes como Aliança Particular, da Aliança Vinho de Portugal; o Elpídio 70, das Caves do Solar de São Domingos; o Formal, de Luís Pato; Quinta do Poço do Lobo, das Caves São João; Bical Chardonnay, das Caves Primavera; Borga, da Adega Campolargo; o Branco e Rosé da Quinta da Mata Fidalga; Branco Bruto Natural da Quinta de Baixo; Quinta do Ortigão Reserva Branco e Encontro Branco Bruto.

Presentes estiveram ainda os associados da hotelaria, que deram a conhecer aos convidados destes Momentos as unidades de alojamento e actividades da região (Hotéis Alexandre Almeida, Hotel Cabecinho, Hotel Paraíso e Hotel Moliceiro).

 

Segunda Gala do Espumante

A Gala do Espumante Bairrada teve início com um “welcome drink” no mesmo edifício da Antiga Capitania, tendo sido o Moliceiro o transporte usado para levar os convidados até ao Centro Cultural e de Congressos de Aveiro. Os convidados foram recebidos ao som do violino.

Dedicada exclusivamente aos espumantes associados da Rota da Bairrada, a Gala contou com diversos momentos ao longo da noite, nomeadamente um cocktail ao som de violoncelo e de um momento de dança promovido pela Companhia de Dança de Aveiro. Um jantar de Gala com a apresentação das novidades de espumantes e uma ementa cujo mote foi também o espumante terão sido os momentos altos da noite, bem como o reconhecimento dos novos associados e um espectáculo musical a cargo da fadista Joana Costa, com o “Recado”.

Trataram-se de duas iniciativas da Asoociação Rota da Bairrada, que juntaram o espumante e as pessoas, na Bairrada do futuro. (Galeria de fotos: Leiam a Imagem)

 

publicado por quiosquedasletras às 07:12

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

“Municípios sem Fronteiras” joga-se já amanhã

Iniciativa realiza-se no âmbito das Festas da Cidade de Oliveira do Bairro

O “Municípios sem Fronteiras” realiza-se já amanhã, dia 27, até dia 29 de Agosto, sábado (com a final intermunicipal a 30 de Agosto), durante as Festas do Município, e envolve toda a população a torcer pela sua freguesia no Espaço Inovação, na Zona Industrial de Vila Verde.

As festas celebram a elevação de Oliveira do Bairro a cidade. Trata-se de um fim-de-semana onde espectáculo e desporto comungam na perfeição, com as freguesias a marcarem presença na disputa das várias etapas dos jogos, lutando arduamente pelo primeiro lugar.

O Espaço Inovação vai encher-se, ao longo de três serões que juntarão milhares de pessoas das seis freguesias que compõem o concelho, num salutar convívio de animação e desporto.

Os jogos reúnem perto de 150 jovens, em duas equipas de cada freguesia, e contemplam provas desportivas e recreativas que envolvem demonstrações de talentos, habilidade e força, velocidade e equilíbrio. Cada equipa é convidada a trazer animação para o espectáculo da prova, de uma variedade que pode ir da música, à dança, passando por ilusionismo, imitadores, declamadores, dançarinos, entre outros.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:08

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

Milagre de Urgueira já no próximo domingo

Festival-Romaria repete-se na freguesia de Macieira de Alcôba, Águeda

O Festival-Romaria “Milagre d’Urgueira” repete-se no próximo dia 23 de Agosto, domingo, na pequena aldeia da Urgueira, em Macieira de Alcôba, Águeda.

Cumprindo um ritual secular, um homem vai entrar no forno comunitário da aldeia da Urgueira, para aí depositar a chamada “broa do milagre”, com 100 quilos de peso. Este “milagre” é recriado todos os anos pela Associação Etnográfica “Os Serranos”, que há mais de uma década organizam o Festival-Romaria “Milagre d’Urgueira”.

A reconstituição desta romaria tradicional, transformando-a num festival de folclore com aspectos tão peculiares como os que lhe deram origem secular, tem sido um desafio para a Associação Etnográfica “Os Serranos”. A reconstrução do forno e a repetição dos seus rituais constitui apenas um dos múltiplos aspectos que atraem interesse e atenção, pelos milhares de visitantes que todos os anos rumam a este local.

O espaço da romaria, onde será feita a reconstituição, ocorre entre a ermida à Srª da Guia e o forno comunitário, separados por cerca de 150 metros, onde se distribuem as três eiras para as apresentações de folclore.

São seis os grupos de folclore que passarão por cada uma das eiras (15 minutos em cada), sabendo que não existe palco ou aparelhagens sonoras, mas uma multidão de pessoas entusiásticas e ávidas por também participar numa ou noutra dança que sejam convidadas.

Este festival é peculiar, pois é motivo para milhares de romeiros se deslocarem ao pequeno lugar da Urgueira, que conta com apenas 12 habitantes.

 

Festival-Romaria “Milagre d’Urgueira”

Este festival consiste na reconstituição tradicional da romaria a Nª Srª da Guia e realiza-se na Urgueira, na freguesia de Macieira de Alcôba, concelho de Águeda, num local situado a cerca de 750 metros de altitude, na serra do Caramulo, a cerca de 25 quilómetros de Águeda, onde se preserva uma grande intensidade de vida comunitária.

O objectivo e o enquadramento peculiar desta reconstituição de romaria, transformada em festival de folclore nativo, vivenciado como nas suas origens, levam a uma experiência muito interessante para as memórias pessoais dos elementos que nele participam, além de proporcionar a projecção do pequeno lugar da Urgueira, criando motivações adicionais para o pequeno “milagre” da sua preservação e da continuidade do movimento de recuperação das velhas casas tradicionais.

 

O forno e o milagre

O forno vai voltar a ficar quente, queimando lenha serrana durante três dias e duas noites. Chega assim a domingo em condições de responder à equipa de padeiros e padeiras chefiadas por António Costa, que nos outros dias produz a mais afamada broa de milho que se fabrica na serra, em Paranho de Arca, e alimenta uma vasta região de vários concelhos.

Coze quatro ou cinco fornadas, traduzidas em várias centenas de broas e o pão especial do “milagre”, com cerca de 100 quilos, metido e tirado pelo homem que, pelas duas vezes, entra e dá a volta ao forno com a flor apertada na boca.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:27

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Junho de 2009

“Escolíadas 2009” – 20ª Edição

Gala de Entrega de Prémios encerra “Escolíadas 2009”

O Centro Cultural de Ílhavo (CCI) recebeu na noite de sexta-feira, dia 5 de Junho, a Gala de Entrega de Prémios das “Escolíadas 2009”, encerrando a 20ª edição do concurso que colocou à prova 17 estabelecimentos de ensino secundário da região centro do país. Cerca de 500 pessoas assistiram às provas mais pontuadas durante as seis sessões de apuramento, assim como à revelação dos melhores intérpretes das “Escolíadas 2009” e à atribuição de prémios a todos os participantes do concurso.

A noite ficou marcada pelas emoções partilhadas entre as escolas concorrentes e pelo firme desejo de continuidade das “Escolíadas”, “para ser dada oportunidade aos jovens para mostrarem os seus talentos”, como disse Mariana Sá, aluna da Escola Secundária Dom Dinis de Coimbra, que ganhou o “Prémio Juventude 2009”. Sendo uma das responsáveis pela petição que a breve trecho será entregue na Assembleia da República – para que haja mais apoios por parte das entidades para as “Escolíadas” prosseguirem –, Mariana Sá mostrou-se determinada a continuar a fazer o que estiver ao seu alcance para não deixar a iniciativa morrer.

 

Provas mais pontuadas foram revistas

A prova de Teatro da Escola Secundária de Oliveira do Bairro (ESOB) foi a primeira a subir ao palco do CCI. Com o tema “O Amor – Pares Românticos”, a ESOB trouxe uma prova onde foi retratado o amor de D. Pedro I e D. Inês de Castro, um amor que apesar de trágico foi representado pela escola através de uma vertente cómica.

A gala foi conduzida por Fernando Alvim e por Cláudio Pires, da “ESCOLÍADAS – Associação Recreativo-Cultural”, que foram chamando ao palco as escolas que participaram no concurso, para receber as medalhas e troféus correspondentes. A escola da casa – Secundária Dr. João Carlos Celestino Gomes, de Ílhavo – foi a primeira a vir ao palco receber os prémios das mãos de Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Ílhavo.

“É com grande gosto que a Câmara Municipal recebe a gala das ‘Escolíadas’. Este é um espaço jovem, com um ano e três meses de vida, e que tal como todos estes jovens que estão aqui hoje quer crescer e trabalhar”, disse o autarca.

Seguiu-se a prova de Música da Escola Secundária Homem Cristo de Aveiro, que trouxe a “Canção de Embalar”, de Zeca Afonso, pela voz de Raquel Garcia. E depois foi a vez da Secundária de Montemor-o-Velho trazer a prova de Dança, em torno do tema que escolheram: “Jogos Olímpicos”. Além do Teatro da ESOB, o público presente em Ílhavo pôde também rever a prova de Teatro da Secundária da Mealhada.

A Secundária Dr. Mário Sacramento de Aveiro trouxe ao palco do CCI a prova de Dança intitulada “Gestos Nossos”. A prova de Música e Dança foi apresentada pela Escola Secundária Dr. Jaime Magalhães Lima de Esgueira e pela Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos (EPAV). O Colégio de Albergaria-a-Velha, grande vencedor das “Escolíadas 2009”, foi o último a actuar no CCI, com a prova de Música.

O “Prémio Melhor Pintura” foi para a Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais, de Mortágua e para a Secundária Dom Dinis de Coimbra. O “Prémio Melhor Claque” foi atribuído à EPAV e também ao Colégio de Albergaria-a-Velha.

Recorde-se que na classificação da 20ª edição das “Escolíadas 2009” o Colégio de Albergaria-a-Velha ficou em primeiro lugar, com 287 pontos, em segundo lugar a EPAV, com 267 e a terceira posição foi para a Secundária Dom Dinis de Coimbra, com 266 pontos.

 

Os melhores intérpretes

Durante a Gala de Entrega de Prémios das “Escolíadas 2009” foram anunciados os melhores intérpretes nas quatro categorias definidas pela “ESCOLÍADAS – Associação Recreativo-Cultural”: Teatro, Dança, Música e Voz. Cláudio Pires deu nota de que a votação teve de ser cancelada por o número real de visitantes ser bastante inferior ao número de votações.

O prémio “Melhor Intérprete de Teatro” foi para Miguel Pereira, da Escola Secundária da Mealhada; O prémio “Melhor Intérprete de Dança” foi para Gabriela Cruz, da ESOB; O prémio “Melhor Intérprete de Música” foi entregue a Edgar Silva, do Colégio de Albergaria-a-Velha e o prémio “Melhor Voz” foi atribuído a Raquel Garcia, da Escola Secundária Homem Cristo de Aveiro.

 

Daniel Conde Matos é o vencedor do PEP

Também foi revelado na gala o vencedor do Prémio Escolíadas de Poesia (PEP)/Jornal da Bairrada. Com o pseudónimo “Poeticamente”, Daniel Conde Matos, da Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais, de Mortágua, foi o vencedor deste prémio. Mas não estando presente na gala para o receber – um computador portátil –, Fernando Alvim entendeu que seria justo Daniel Matos saber que era o vencedor do PEP. Assim, o apresentador tratou de o informar, por telemóvel, sendo este um dos momentos que marcou esta noite de gala que teve lugar no CCI.

De referir que todos os participantes no PEP receberam quatro livros, oferecidos por um dos patrocinadores das “Escolíadas”, o Jornal de Notícias, que deu 1227 livros à “ESCOLÍADAS – Associação Recreativo-Cultural”. Estes livros estão a ser distribuídos por todos os estabelecimentos de ensino secundário que participaram na 20ª edição do concurso.

Helena Libório, directora regional adjunta da Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), felicitou todos os participantes e a organização das “Escolíadas”, “que proporcionou este maravilhoso espectáculo”. Cláudio Pires aproveitou a oportunidade para agradecer o apoio da DREC, que forneceu todas as refeições durante o evento.

Após ser entregue o último troféu, ao vencedor das “Escolíadas 2009” – o Colégio de Albergaria – José Gabriel, professor neste estabelecimento de ensino, lembrou que “as ‘Escolíadas’ são muito mais do que uma aula, porque muitas coisas estão envolvidas. São transmitidos valores, os alunos fora das aulas vão-se revelando e há outra oportunidade para os conhecermos, porque eles têm talento”. O apelo final foi para a continuidade da iniciativa e para as entidades responsáveis apoiarem o evento.

Fernando Alvim classificou a gala com uma palavra: “Foi ‘Escolestástica’. Uma mistura de ‘Escolíadas’ com fantástica”. E Cláudio Pires, emocionado, disse: “Devo muito o que sou hoje a todos vocês”. A “foto de família”, com todos os participantes desta edição no palco, encerrou a noite com chave de ouro.

 

publicado por quiosquedasletras às 07:12

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009

Feira Quinhentista inaugura amanhã

Parque do Vieiro, em Oiã, recebe o certame

A Feira Medieval passou a Feira Quinhentista e será realizada nos dias 9, 10 e 11 de Junho, no Parque do Vieiro, na vila e freguesia de Oiã.

A inauguração da Feira Quinhentista será no dia 9, amanhã, às 19 horas.

É uma feira memorável, uma verdadeira aula de história ao vivo, uma vez que o objectivo do evento é recriar épocas históricas específicas, mostrando a vivência das populações à luz da época a recriar.

Dança do ventre, trovadores, torneios de armas, falcoaria, encantadores de serpentes, jograis, malabarismo, danças e folguedos, entre outros, fazem parte do programa que a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro preparou para os visitantes.

Este ano, a autarquia escolheu a época Quinhentista. Altura de Descobrimentos, de entrada de produtos de grande riqueza no nosso país, mostrará as vivências e a cultura de um povo numa altura em que Portugal estava no seu auge perante o mundo.

A Câmara Municipal está a preparar um evento com muitas surpresas, e que certamente atrairá muitos visitantes ao concelho de Oliveira do Bairro, nomeadamente à vila de Oiã.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:33

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

XI Feira de Artesanato e Gastronomia começa amanhã na Mealhada

A 11ª edição do certame promete muito artesanato, comes e bebes e animação

A abertura oficial da XI Feira de Artesanato e Gastronomia do Município da Mealhada vai decorrer amanhã, dia 6 de Junho, pelas 16 horas. Tem, assim, início mais uma edição do certame que conta com mais de 40 artesãos e a realização de trabalhos ao vivo, a melhor gastronomia regional, as “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” e muita, muita animação. Uma feira a visitar, seja pela arte e pelo engenho, seja pelos comes e bebes.

O espaço é apetecível e a feira tem muito para ver. Cestaria e a cerâmica, estanhos e tanoaria, bordados e renda, roupa, calçado ou bijutaria e peças de arte, muito artesanato, algum feito ali no local, pode ser visto no certame. No ar, está o cheiro da chanfana, dos negalhos e do bacalhau, do arroz doce, do leite-creme e do pão-de-ló, e claro está, das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, água, pão, vinho e leitão, que dão o aroma à festa e não deixam indiferente nenhum visitante da Feira de Artesanato e Gastronomia do concelho.

O certame conta ainda com muita animação no recinto, com espectáculos de rua, grupos folclóricos, fanfarras, filarmónicas, tunas académicas, grupos de jazz, karaoke e muita dança e com o sempre apetecido espaço das “tasquinhas” que, como é habitual, vai ser explorado por associações do concelho que vão representar cada uma das oito freguesias. Uma das grandes ambições das freguesias é mesmo vencer o tradicional concurso das tasquinhas, uma competição que determina qual a melhor do ano através de um questionário entregue a todos os artesãos participantes na feira e aos responsáveis por cada tasquinha, sendo que esses não podem, obviamente, votar na sua.

 

Programa                                                                          

Sábado, 6 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Abertura oficial da XI Feira de Artesanato e Gastronomia; 

17 horas – Grupo de Pauliteiros de Palaçoulo;

18 horas – Grupo de Cantares Tradicionais de São Miguel de Acha;

21 horas – Rancho Folclórico “As Tricanas” da Vila de Luso;

21.30 horas – Grupo de Pauliteiros de Palaçoulo;

22.30 horas – Escola de Samba “Juventude de Paquetá”.

Domingo, 7 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Os Pequenos Artistas da Expressão Musical;

17 horas – Escola de Samba “Sócios da Mangueira”;

18 horas – Grupo de Cantares de Condeixa;

19 horas – Míscaros;

21 horas – Desconcertuna;

21.30 horas – Pé na Terra.

Segunda-feira, 8 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Forrobodixie;

21.30 horas – Sabura CV.

Terça-feira, 9 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Strella do Dia;

22 horas – Drama & Dance.

Quarta-feira, 10 de Junho

9.30 horas - Prova de Atletismo “3 Milhas de Mealhada”;

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Os Pequenos Artistas da Expressão Musical;

17.30 horas – Rancho Folclórico e Etnográfico São João de Casal Comba;

18 horas – Tuna “As Mondeguinas”;

21 horas – Dixie Gringos – Jazz Band;

21.30 horas – Espectáculo surpresa de animação de rua;

22 horas – Tócandar.

Quinta-feira, 11 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Tok’Avacalhar;

17 horas – Batuk’Art;

18 horas – Tok’Avacalhar;

18.30 horas – Modas e Adufes – Grupo Etnográfico de Proença-a-Velha;

21 horas – Rancho Folclórico e Grupo Etnográfico da Pampilhosa;

21.30 horas – Espectáculo de fogo;

22 horas – Farra Fanfarra.

Sexta-feira, 12 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

21 horas – Filarmónica Lyra Barcoucense;

22 horas – Picä Tumilho.

Sábado, 13 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16 horas – Amigos da Rambóia;

18 horas – Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz;

19 horas – Amigos da Rambóia;

21 horas – Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira;

22 horas – Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz;

22.30 horas – Grupo de fados “Raízes de Coimbra”.

Domingo, 14 de Junho

Animação de rua com artes circenses em todo o espaço da feira

16.30 horas – Dance Fusion;

17 horas – Juventude Unida da Antes;

18 horas – Rancho Infantil e Juvenil de Ventosa do Bairro;

18.30 horas – Filarmónica Pampilhosense;

21 horas – Grupo Regional da Pampilhosa do Botão;

21.30 horas – RuBru Karaoke;

21.45 horas – Atribuição de Prémios do “1º Torneio de Ténis Feira de Artesanato e Gastronomia”;

22 horas – Atribuição de Prémios do “Concurso das Tasquinhas”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:10

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

“Escolíadas 2009” – 20ª Edição

Gala de Entrega de Prémios realiza-se dia 5 no Centro Cultural de Ílhavo

A Gala de Entrega de Prémios das “Escolíadas 2009” realiza-se no dia 5 de Junho, sexta-feira, no Centro Cultural de Ílhavo, junto ao edifício da Câmara Municipal. O evento vai fazer regressar ao palco as provas mais pontuadas durante as seis sessões de apuramento da 20ª edição do concurso. A par disto serão entregues prémios a todos os participantes das “Escolíadas 2009” e ainda vão ser premiados os melhores intérpretes do concurso.

Teatro, Música, Dança e Música e Dança são as provas que vão ser revistas na noite do dia 5. De acordo com Cláudio Pires, da “ESCOLÍADAS – Associação Recreativo-Cultural”, “levar o número máximo de escolas ao palco, para voltar a dar aos alunos e professores a oportunidade de o pisar é o grande objectivo da gala. Esta é também uma forma de proporcionar a todos os participantes das ‘Escolíadas’ outras condições, numa sala de espectáculos diferente”.

Para garantir que vai à gala o maior número de escolas, se uma tiver duas provas das mais pontuadas, só leva a mais pontuada de todas. Assim, quem assistir a este espectáculo, com acesso livre, vai voltar a ver, no Teatro, as provas da Escola Secundária da Mealhada e da Secundária de Oliveira do Bairro. Na Música voltam ao palco as provas do Colégio de Albergaria-a-Velha e da Secundária Homem Cristo (Aveiro).

A prova de Dança traz ao palco do Centro Cultural de Ílhavo a Escola de Montemor-o-Velho e a Secundária Dr. Mário Sacramento, de Aveiro. A prova de Música e Dança também vai levar duas provas até Ílhavo: da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos (EPAV) e da Secundária Dr. Jaime Magalhães Lima de Esgueira.

No que diz respeito à atribuição de prémios aos melhores intérpretes, nas diversas provas, a “ESCOLÍADAS – Associação Recreativo-Cultural” divide a “responsabilidade” da decisão. Assim, a escolha do júri conta 35%; da organização outros 35% e do público 30%. O público, através do site oficial - www.escoliadas.com - pode votar até ao dia que antecede a Gala de Entrega de Prémios, ou seja, até 4 de Junho, quinta-feira.

A “ESCOLÍADAS – Associação Recreativo-Cultural” está a distribuir mais de 1200 livros - por todos os estabelecimentos de ensino secundário que participaram nas “Escolíadas 2009” -, num valor superior a 7 mil euros, oferecidos por um dos patrocinadores do concurso, o Jornal de Notícias.

 

Vencedor do PEP é conhecido na gala

O Prémio Escolíadas de Poesia (PEP)/Jornal da Bairrada, uma das novidades da 20ª edição das “Escolíadas”, contou com a participação de 10 escolas, sendo que nem todas participaram nesta edição das “Escolíadas”, que lançaram o desafio do PEP aos alunos de todas as escolas que já participaram no concurso.

Os resultados vão ser comunicados durante a Gala de Entrega de Prémios, dia 5 de Junho, animada pelo irreverente Fernando Alvim.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:07

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Carlos Queiroz eleito Per...

Sérgio Godinho e Francisc...

CADES leva 15 crianças ao...

Espírito de Natal chegou ...

CADES organiza Workshop d...

Reabertura da discoteca “...

Águeda rendeu-se ao espec...

Fernando Neves expõe foto...

Magusto marcou “Tardes Se...

“Flamenco & Sevilhanas” e...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds