Sábado, 12 de Abril de 2008

Alexandre Baptista é o vencedor do primeiro prémio da vertente concurso da mostra

Leitão da Bairrada inspira exposição no Museu do Vinho Bairrada

Obras de artistas plásticos como Júlio Pomar, Cruzeiro Seixas, José Rodrigues, Onik Sahakian (discípulo de Salvador Dalí e seu joalheiro) e Mário Silva, entre outros, num total de 60, podem ser agora vistas no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, que vai acolher, até ao dia 21 de Setembro, a exposição/concurso “Sua Majestade - O Rei”, I Exposição Colectiva de Arte Contemporânea da Bairrada, que tem como tema o Leitão da Bairrada.

A primeira colectiva/concurso de pintura, escultura e fotografia contemporânea realizada na Bairrada, que inaugurou no último sábado, dia 5, foi organizada e promovida por três entidades distintas: Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada (CGLB), Nuno Sacramento - Galeria de Arte Contemporânea e Câmara Municipal de Anadia/Museu do Vinho Bairrada.

Para Pedro Dias, director do Museu do Vinho, esta será uma oportunidade rara, em cidades pequenas como Anadia, para apreciar os trabalhos de nomes consagrados das artes plásticas, correspondendo à estratégia do espaço que dirige, de não se confinar ao carácter regional.

 

Alexandre Baptista ganha o primeiro prémio

Durante a inauguração da colectiva de pintura, escultura e fotografia foram anunciadas as cinco menções honrosas e os premiados, escolhidos pelo júri de premiação da primeira edição do prémio “Sua Majestade - O Rei”. A concurso estiveram 35 artistas. De referir que os três prémios são prémios/aquisição, passando os três trabalhos vencedores a constituir património da instituição promotora, a CGLB.

Alexandre Baptista foi o primeiro classificado, com um trabalho de técnica mista sobre madeira intitulado “I’ll eat you”, que lhe valeu um prémio no valor de 5 mil euros. Licenciado em Artes Plásticas, Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Alexandre Baptista disse aos jornalistas que “este prémio significa o reconhecimento do meu trabalho. Agradeço a oportunidade que me foi dada e o convite que me foi feito para participar”.

O segundo prémio foi para João Noutel, no valor de 3 mil euros. Trata-se de um desenho em suporte fotográfico intitulado “HRH, The King”. O terceiro prémio, de 2 mil euros, foi para Augusto Canedo, com um óleo sobre tela denominado “Réco-réco”.

 

Cinco menções honrosas

O júri de premiação decidiu atribuir ainda cinco menções honrosas aos artistas Abílio Febra, Carla Faro Barros, Gustavo Fernandes, Isabel Padrão e Pedro Tavares.

António Duque, presidente da Direcção da CGLB, referiu na inauguração que “no âmbito cultural, esta é a primeira iniciativa que a Confraria leva por diante. Estamos certos que esta exposição, só por si, vai marcar a vida, ainda curta, deste Museu”.

De terça a sexta-feira, das 10 às 13 horas e das 14 às 18 horas e aos fins-de-semana e feriados, das 11 às 19 horas a mostra pode ser visitada, até 21 de Setembro.

publicado por quiosquedasletras às 09:25

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

I Exposição Colectiva de Arte Contemporânea da Bairrada

“Sua Majestade – O Rei” no Museu do Vinho Bairrada

No próximo dia 5 de Abril, sábado, pelas 16.30 horas vai ser inaugurada, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, a exposição “Sua Majestade – O Rei”, a I Exposição Colectiva de Arte Contemporânea da Bairrada, patente até dia 21 de Setembro de 2008.

Trata-se de uma exposição colectiva/concurso de pintura, escultura e fotografia contemporânea, organizada e promovida por três entidades distintas que se reuniram para levar a efeito este projecto de elevado destaque para toda a região Centro: Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada, Nuno Sacramento – Galeria de Arte Contemporânea e Câmara Municipal de Anadia/Museu do Vinho Bairrada.

“Sua Majestade – O Rei” pretende divulgar toda esta vasta região, com especial relevo para o Leitão da Bairrada (temática do concurso), com a participação dos artistas plásticos contemporâneos convidados para o evento nas áreas de pintura, escultura e fotografia. Simultaneamente foram convidados artistas consagrados de elevado prestígio internacional, que vão estar em exposição em sala distinta, mas sem concorrer ao prémio, contribuindo para o engrandecimento e maximização desta grande mostra de artes plásticas.

A exposição/concurso, além de toda a parte artística e cultural, tem também por objectivo atribuir três prémios/aquisição e menções honrosas. O primeiro prémio terá o valor de 5 mil euros, o segundo será de 3 mil euros e o terceiro é no valor de 2 mil euros.

 

São 60 artistas em exposição em torno do Leitão da Bairrada

A mostra reúne grandes mestres das artes plásticas como Júlio Pomar, Cruzeiro Seixas, José Rodrigues, Onik Sahakian, Mário Silva entre muitos outros, num total de 60 artistas em que o mote principal é o Leitão da Bairrada. 

Durante a inauguração vão haver Leitões vivos em pleno Museu do Vinho Bairrada e artes cénicas com obras de arte únicas, alusivas ao ex-líbris da região.

Será uma oportunidade rara para ver a obra de inúmeros artistas plásticos portugueses e internacionais de alto prestígio, em exposição no Museu do Vinho Bairrada, até ao dia 21 de Setembro de 2008.  (Foto: Pedro Tavares)

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

Confraria dos Enófilos da Bairrada entroniza mais 22

XXIX Grande Capítulo investiu ministro Vieira da Silva

A Confraria dos Enófilos da Bairrada (CEB) realizou, no passado dia 24 de Novembro, o XXIX Grande Capítulo Anual, no Palace Hotel do Bussaco, na Serra do Buçaco/Luso, Mealhada. Esta edição, que teve menos pessoas do que é habitual, contou com o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, José Vieira da Silva, como convidado de honra, sendo entronizado como Confrade Honorário durante este capítulo. Foram também investidos nove Confrades de Mérito e 12 Confrades Efectivos, num total de 22 novos elementos.

“A realização de mais um Grande Capítulo Anual constitui uma oportunidade para balanço, reflexão, renovação e convívio”, referiu Fernando Castro, presidente da CEB. “Os vinhos que apreciámos são qualificados e representam três sectores da região: cooperativas, produtores individuais e empresas, com vinhos da nova geração e tradicionais”.

Fernando Castro lembrou assim que a Região da Bairrada tem uma “panóplia de vinhos muito alargada” e informou que em concurso recente, mundial, o único vinho português premiado foi um “espumante Bairrada, da Adega Cooperativa de Cantanhede”.

Fernando Castro apelou para a Bairrada continuar a investir nos espumantes, enfrentando as cavas e os champanhes, produtos estrangeiros. O presidente da CEB acusou ainda o mercado pela forma como “penaliza a região”, referindo também que este foi um ano difícil, “com uma produção 20% abaixo da anterior, mas, apesar de tudo, com qualidade”.

“Sobre a evolução da região, o sector continua à deriva. Não sabemos o que vai sair da revisão da PAC. O assunto é discutido há meses, passa de presidência em presidência e o sector continua sem saber por que linhas se orientar”, acusou Fernando Castro, dizendo que muitos produtores adiam projectos. “É significativo o grau de abandono de algumas vinhas, a região tem tendência a decrescer. Não sabemos o que vai acontecer. Mas a Bairrada sofre com tudo isto”.

Fernando Castro prometeu que não vai deixar apagar a Região da Bairrada: “Vamos sobreviver. O nome Bairrada e a região vão continuar de pé, faz parte da nossa história”, disse, relativamente à revisão do enquadramento das regiões.

Os estatutos da CEB vão ser reformulados brevemente, para permitir concretizar a criação de núcleos da confraria no estrangeiro: “Já há condições para o fazermos, podendo este objectivo ser alcançado no próximo ano”, garantiu Fernando Castro. A primeira delegação poderá ser no Brasil.

Vieira da Silva assegurou publicamente, após fazer o juramento, o compromisso de “unir esforços para defender esta verdadeira riqueza do nosso país que é o vinho da Bairrada”.

 

Nove Confrades de Mérito:

António Capão (Palhaça, Oliveira do Bairro); Alexandre Bronzatto (Brasil); Arthur Azevedo (Brasil); Carlos Ferreira (Canadá); Francisco Urban (Brasil); István Wessel (Brasil); Jorge Cury (Brasil); Luiz Junior (Brasil) e Miguel Riella (Brasil).

 

Novos 12 Confrades Efectivos:

António Neves da Silva (Aveiro); António Nogueira de Lemos (Lisboa); António Moreira da Silva (Aveiro); Daniel Teixeira (Lisboa); João Figueira (Coimbra); Fernando Feijó (Águeda); João Freire (Coimbra); José Cruz (Sangalhos, Anadia); José Ferreira (Mira); Manuel Seabra (Samel, Anadia); Maria Abrantes (Sangalhos, Anadia) e Paulo Lopes da Graça (Pombal). (Foto: Ana J. Ribeiro)

publicado por quiosquedasletras às 11:08

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Cerimónia Capitular da As...

Confraria dos Enófilos da...

XXXI Grande Capítulo dos ...

Vinhas da Bairrada voltam...

Museu Marítimo de Ílhavo ...

Festa do Peixe regressa à...

“Salão dos Artistas” – Ar...

Organização da Confraria ...

“Salão dos Artistas” – Ar...

Confraria Gastronómica do...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds