Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

Dia 8 de Novembro, na Mealhada

“Chama-me Fado” sobe ao palco do Cine-Teatro Messias

O espectáculo “Chama-me Fado”, da Companhia de Dança Contemporânea de Sintra, vai subir ao palco do Cine-Teatro Municipal Messias no próximo dia 8 de Novembro, pelas 21.30 horas. Quatro bailarinas e cinco músicos vão interpretar o Fado, com tudo o que ele traz de alma lusa, de sentimento, de sensibilidade. “Chama-me Fado” é, assim, uma interpretação da forma de amar e sofrer do povo português, do modo de vida que lhe é tão característico e que, muitas vezes, só ele entende.

Um projecto de música e dança, protagonizado pela Companhia de Dança Contemporânea de Sintra ao som dos Maria Lua, que tem como tema central o afamado Fado português. “Chama-me Fado” é um espectáculo que procura “falar de Fado através da dança”, um desafio que “nasce de uma vontade de homenagear a forma tão singular e profunda de ser português”, como se pode ler nos textos da produtora do espectáculo, “Ai! A Dança Atelier”.

Um espectáculo que combina a música – tocada ao vivo pelo acordeão, contrabaixo, percussão, guitarra e voz dos Maria Lua – com a dança coreográfica de quatro bailarinas da Companhia de Dança Contemporânea de Sintra, numa interpretação única do Fado e de toda a carga conotativa que transporta.

A alegria, o amor, a tristeza, o choro, a saudade típica do povo português, tão presente nesse género musical que é o Fado, é agora interpretada não só enquanto música, mas sim enquanto sentimento, enquanto forma de estar na vida.

A produtora deixa mesmo antever, na sinopse do espectáculo, um pouco da magia que o público vai sentir: “Vamos falar do Fado Corrido, aquele que vai atrás de quem dança e de quem canta, falamos do Fado Menor quando a guitarra, o acordeão e o contrabaixo choram baixinho; vamos falar da nossa saudade, da alma de quem tem tanto para dar. O Fado à Desgarrada, tão típico de quem dialoga e discute acesa e vibrantemente o ciúme. Vamos falar daquilo que nos faz gente. E se fechar os olhos por segundos, vai encontrar-se a si viajando connosco (…). Temos a certeza que no final também se vai chamar Fado”.

As reservas para o espectáculo “Chama-me Fado” podem ser efectuadas através do telefone 231 209 870. Os ingressos podem ainda ser adquiridos, e levantados, na bilheteira do próprio Cine-Teatro Municipal Messias, das 20 às 22 horas de quinta a segunda-feira, ou das 15 às 18 horas de domingo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:03

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds