Sábado, 19 de Setembro de 2009

Inauguração do Velódromo Nacional de Sangalhos cumpre sonhos antigos do Desporto

Investimento ultrapassa os 12 milhões de euros

O Centro de Alto Rendimento (CAR) de Anadia - Velódromo Nacional de Sangalhos foi inaugurado no dia 11, pelo ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira. O primeiro-ministro José Sócrates acabou por não estar presente na cerimónia. Mas Alves Barbosa, Carlos Lopes e Rosa Mota, velhas glórias do Desporto nacional, fizeram questão de presenciar a inauguração, que também contou com centenas de sangalhenses.

As primeiras pedaladas oficiais na pista coberta para ciclismo, com 250 metros, do Velódromo Nacional tiveram como protagonista o emblemático Alves Barbosa - vencedor da Volta a Portugal por três vezes -, que aos 77 anos de idade deu mostras de ter ainda muita energia para “dar e vender”.

Pedro Silva Pereira, que se fez acompanhar do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias, disse que com esta “nova casa do Desporto cumprem-se de uma só vez vários sonhos antigos do Desporto português”, sendo o primeiro deles “o sonho do ciclismo, que há muito ambicionava ter uma infra-estrutura desta natureza”. O governante lembrou que o ciclismo é uma modalidade com muitas tradições em Portugal e recordou Alves Barbosa mas também o falecido Joaquim Agostinho.

“O ciclismo há alguns anos parece não ter sido correspondido pelas políticas públicas. Mas este investimento vem mudar essa posição e simultaneamente dar à modalidade uma grande oportunidade de futuro, um virar de página”, o que para Pedro Silva vai levar ao aproveitamento da infra-estrutura para se lançar “noutra direcção. Porque de certeza que a Federação Portuguesa de Ciclismo saberá estar à altura deste enorme desafio, para também aqui realizar grandes eventos internacionais”.

 

Outras modalidades

O Velódromo Nacional de Sangalhos, única pista coberta de ciclismo no país, vai acolher outras modalidades: esgrima, ginástica, judo, trampolins e desportos acrobáticos.

“Trata-se de um CAR polivalente, ao serviço de cinco modalidades desportivas distintas, todas elas com tradições em Portugal”, defendeu Pedro Silva Pereira, realçando a importância deste “investimento de grande dimensão, ao serviço do desenvolvimento da economia”, por a sua construção ter dado “emprego e oportunidade de sobrevivência para muitas empresas” que participaram nas obras.

O CAR de Anadia constitui também, para o ministro da Presidência, “uma mais-valia ao serviço do desenvolvimento regional e da ligação estratégica entre Desporto e Turismo”. E por Sangalhos ser “uma terra de grandes tradições no ciclismo, fez todo o sentido ficar aqui”.

Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, estava emocionado e falou da “realização de um sonho”. Contudo, não deixou de recordar algumas das dificuldades sentidas durante todo o processo de construção, que durou cerca de dois anos.

O autarca aproveitou também a ocasião para solicitar a construção e o acesso directo à A32, “que possibilitará aliviar o trânsito caótico na EN1/IC2” e ainda o nó de ligação de Anadia à Auto-estrada do Norte (A1), situações “que continuam por solucionar e que afectam todo o progresso da nossa terra”.

 

Investimento superior a 12 milhões de euros

O Velódromo Nacional de Sangalhos trata-se de um investimento que chega aos 12,2 milhões de euros, financiado pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) em 70%, tendo tido o apoio do Instituto do Desporto de Portugal. A Câmara de Anadia investiu 2,8 milhões de euros.

O equipamento agora inaugurado tem uma pista coberta para ciclismo com 250 metros - onde foram usados meio milhão de pregos - e uma área polivalente de 1100 metros quadrados. O centro de estágio dispõe de 16 quartos duplos para 32 atletas, treinadores, técnicos desportivos e dirigentes e equipamento de preparação e recuperação de atletas (ginásio, balneários, oficina, salas de aula, convívio e de reunião). (Galeria de fotos: Leiam a Imagem)

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds