Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

No Pólo de Leitura da Alta Vila, em Águeda

Jovem escritor aguedense lança obra de ficção

A Biblioteca Municipal de Águeda promove, no próximo dia 24 de Outubro, sexta-feira, no Pólo de Leitura da Alta Vila, às 19 horas, o lançamento do livro “Para além da Carne”, da autoria do aguedense Bruno Oliveira.

Um romance que retrata um amor proibido, uma história ligada a amores e traições no seio de uma família, ao assassínio da mais bela mulher da cidade e a angústia de um homem que perde tudo por amor.

Desde as abandonadas casas senhoriais de Águeda, ao Rio e ao Cais das Laranjeiras, às vinhas da Bairrada, túneis e catacumbas que serpenteiam pelo vale, esse anti-herói vai descobrir que o amor é intemporal e existe mesmo depois da morte.

Bruno Oliveira é um jovem autor, natural de Águeda, onde nasceu em 1977. É trabalhador-estudante e exerce a sua actividade profissional na área da cerâmica. Presentemente estuda Gestão na Escola Superior de Tecnologias e Gestão de Águeda. Músico em part-time, integra a Fanfarra Kaustika e os NAU. A sessão de lançamento deste livro terá, a finalizar, um momento musical com o grupo Fanfarra Kaustika.

Fica o convite da Câmara Municipal de Águeda para passar, em véspera de fim-de-semana, um óptimo fim de tarde.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:08

link do post | comentar | favorito

Obra da Associação Cultural de Chipar de Cima

Terrenos pantanosos são transformados em Lago

O lugar de Chipar de Cima, freguesia de Vilarinho do Bairro, Anadia, tem já concluído o Lago de Santa Marinha, padroeira da terra, faltando agora terminar os arranjos em redor. O mérito vai para a Associação Cultural de Chipar de Cima, que colocou mãos à obra para transformar terrenos pantanosos, que estavam cobertos de silvas, num lago bonito e cuidado.

Armando Ferreira, no lugar do presidente da Direcção da associação - visto este ter-se demitido -, recorda que de há anos para cá os terrenos onde está hoje o lago se foram transformando num silvado, sendo que nos últimos anos tornaram-se num aterro de lixo.

Imigrante nos Estados Unidos da América, há 12 anos começou a organizar festas para angariar fundos e a Associação Cultural de Chipar de Cima começar a comprar os terrenos.

“Há quatro anos comprámos mais terrenos e começámos a trabalhar. Fui ter com a Câmara Municipal de Anadia, que também deu apoio”. Mário Heleno, presidente da Junta de Vilarinho do Bairro, também colaborou e vai continuar: “É nosso objectivo continuar a criar zonas de convívio e lazer. Além da Lagoa de Torres, temos agora este bonito lago na freguesia”.

“Em Março começou-se a abrir o lago, com máquinas pagas pela Câmara. A mão-de-obra foi dada pela população”, disse Armando Ferreira.

Agora está previsto relvar o espaço circundante, plantar árvores e colocar candeeiros, transformando a rua numa avenida, visto que também a estrada vai alargar 1,5 metros. “Ainda pretendemos colocar churrasqueiras e fazer um percurso, com areia amarela e uma largura de três metros, que percorra todo o lago. Uma espécie de um percurso pedonal. Além disso pretendemos colocar mesas, para fazer um parque de merendas e baloiços”, rematou Armando Ferreira.

Até à data, o investimento feito no lago já ultrapassa os 25 mil euros. A associação pretende continuar a comprar terrenos, para o espaço ficar mais limpo à volta do lago. (Foto: Davide Silva)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:29

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Outubro de 2008

Vilarinho do Bairro, Anadia

Junta de Freguesia vai ter um edifício novo concluído em 2009

A sede da Junta de Freguesia de Vilarinho do Bairro vai ser ampliada. A primeira fase da obra, que vai durar quatro meses e terá um custo de 32 mil euros, já foi colocada a concurso, tendo ganho a empresa “Socértima” e estando já assinado o contrato final. O custo total das obras vai rondar os 160 mil euros, sendo intenção de Mário Heleno, presidente da Junta de Freguesia de Vilarinho do Bairro, ter o novo edifício pronto a funcionar até ao final do seu mandato.

“Há cerca de dois, três anos que andamos a pensar fazer uma nova sede. Estamos a ser constantemente solicitados para novos serviços, mas como não temos capacidade de resposta sem novas instalações, decidimos avançar”, explicou o autarca.

Os Correios, que além de funcionarem na actual sede funcionam também no lugar da Poutena, em edifício próprio, são apenas um exemplo, porque outras empresas “têm proposto trabalhos que podemos prestar à comunidade. Não o fazemos por não ter espaços”, frisou.

Este foi o motivo que levou o Executivo liderado por Mário Heleno a optar por um edifício novo, que fará a ligação interior ao actual, já com mais de 50 anos. Sem fundos comunitários, o dinheiro vai chegar do orçamento da Junta e do da Câmara Municipal de Anadia.

 

Novo edifício é moderno e arrojado     

De acordo com Mário Heleno, o novo edifício não é grande e está bem dividido. Vai situar-se nos terrenos que ficam nas traseiras do actual edifício. O projecto é da autoria do arquitecto da Câmara Rui Rosmaninho.

“No velho edifício vai ficar o arquivo e o salão nobre vai ser utilizado para dar formações, assim como o salão do piso inferior. Estas formações serão ao nível da informática, cursos de bordados ou de cozinha”, disse Mário Heleno.

Neste momento está a ser realizada a drenagem da parte inferior do edifício velho, que sempre teve humidade. “Queremos resolver tudo agora para de futuro acabarem os problemas”, explicou o autarca.

O edifício novo, cujas obras estão prestes a arrancar, vai ter ligação interior ao velho. Vai contemplar também dois pisos. “Ainda não sabemos se os Correios da Poutena vão fechar, porque ainda há um protocolo com os CTT a decorrer. Se não for renovado, os serviços serão aqui concentrados.

 

Auditório para 50 pessoas

No rés-do-chão vai ficar um auditório, com capacidade para 50 lugares sentados. “Costumam vir aqui à Junta procurar espaços, mas tenho sempre de mandar as pessoas para a Casa do Povo. Assim passaremos a ter instalações para ceder. Será uma mais-valia”, explicou Mário Heleno, que também aguarda que a Zona Industrial avance, para o auditório poder ser usado por empresários, para reuniões.

Neste piso vai também ficar a entrada, com um átrio, a secretaria, com sala de atendimento, sanitários, sala de reuniões, arquivo e uma praceta exterior.

Já o primeiro piso será dedicado aos serviços, que vão funcionar em três gabinetes. Para Mário Heleno, o edifício “não vai ser grande mas vai chegar para o que pretendemos”. E mesmo que os Correios da Poutena fechem, “o espaço de que vamos passar a dispor vai seguramente chegar”, concluiu Mário Heleno.

Os arranjos exteriores não vão ser esquecidos, estando previstos jardins. (Foto: Davide Silva)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008

PSD de Anadia vai a eleições

José Manuel Ribeiro e Litério Marques a ferro e fogo

A pedido de José Manuel Ribeiro, presidente da Mesa da Assembleia de Secção de Anadia do PSD, a Comissão Política de Secção (CPS) de Anadia do PSD reuniu, na última segunda-feira, dia 13, onde, entre outros assuntos de interesse partidário, levou à discussão a data das próximas eleições para os órgãos concelhios do PSD Anadia. Em virtude de compromissos partidários previamente assumidos e do período natalício, o dia 1 de Dezembro foi - como pode ler-se na informação à Imprensa enviada por José Manuel Ribeiro - a data proposta por um vice-presidente da CPS de Anadia do PSD, tendo sido “amplamente acolhida” pelos restantes membros da CPS de Anadia.

Litério Marques, presidente da CPS de Anadia do PSD, diz que apesar de ter manifestado desacordo durante a referida reunião, “o presidente da Mesa afirmou que o dia 1 de Dezembro era a única data possível”. Para Litério Marques, a data apontada é “uma antecipação às eleições, o que a acontecer deixa sem hipótese de votar os célebres 182 militantes”, disse, acrescentando: “Quanto a mim, trata-se de uma manobra muito ‘soft’, mas que para bom entendedor é dar continuidade a um PSD Anadia bem blindado, onde quer queiramos, quer não, só entra para militante quem for do agrado ou pelo menos quem venha a desequilibrar as forças em presença”.

 

Militantes foram recusados

Contudo, José Manuel Ribeiro recordou que o processo da alegada inscrição irregular de 182 militantes, que se encontrava nos órgãos jurisdicionais do PSD, chegou ao fim. Luís Marques Guedes, secretário-geral do PSD, “em 6 de Outubro último proferiu um despacho onde entende ‘recusar a admissão dos 182 militantes, por se entender não estar cumprido o requisito da sua aprovação’ pela Comissão Política de Secção”.

Litério Marques, questionado pelo Quiosque das Letras sobre esta matéria, apenas referiu que a questão dos militantes “não é um assunto encerrado” e que falará sobre o mesmo na próxima semana, admitindo que por estar ainda em funções fica preocupado com “este tipo de procedimento”. O ainda presidente da CPS de Anadia do PSD não pode ser candidato por imposição estatutária, uma vez que esta limita o exercício de presidente da Comissão Política em três mandatos.

Ainda sobre a proposta do dia 1 de Dezembro para as eleições, Litério Marques reforçou ser estranho que o presidente da Mesa da Assembleia de Secção de Anadia do PSD tenha apenas disponível um dia, num mês com 31 dias. E sublinhou: “Mas a mim não me afecta nada. Não sou candidato”.

Cumprindo a legalidade decretada pelo secretário-geral do PSD, José Manuel Ribeiro sublinha que “com este despacho, fica claro que os 182 militantes foram recusados na CPS de Anadia do PSD, pelo que não poderão votar em nenhuma circunstância ou data”.

Consequentemente, as eleições vão realizar-se a 1 de Dezembro, entre as 16 e as 23 horas, na sede concelhia do partido, na Alameda dos Bombeiros Voluntários, em Anadia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:09

link do post | comentar | favorito

“Bairrada Golf Cup” – Curia 2008

Curia recebeu 54 golfistas na primeira jornada de promoção da Rota da Bairrada

Realizou-se no passado dia 11 de Outubro, o primeiro “Bairrada Golf Cup”, no campo de golfe da Curia, com a vitória na classificação geral (Gross) a sorrir a Mariana Alves Martins, do Estela Golf Clube

Pedro Alegre, da Direcção da Rota da Bairrada e Teixeira Pires, do Curia Golf Clube, fizeram as honras da casa, distribuindo, após o almoço, servido no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, os bonitos prémios Porcel, aos restantes vencedores das várias categorias.

 

Classificações

Classificação geral (Net) – Joel Nunes, do Clube de Golf de Tavira;

Nearest pin – Rafael Timóteo, do Curia Golf Clube;

Longest drive Senhoras – Elizabete Pinto;

Longest drive Homens – Fernando Martins.

A segunda prova do “Bairrada Golf Cup” vai decorrer no próximo dia 29 de Novembro, também no campo de golfe da Curia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:44

link do post | comentar | favorito
Domingo, 19 de Outubro de 2008

Pavilhão Municipal do Luso

Primeira Convenção de Fitness superou todas as expectativas

A 1ª Convenção de Fitness “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, que decorreu dia 11 de Outubro, no Pavilhão Municipal do Luso, revelou-se um êxito. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal da Mealhada, superou todas as expectativas, conseguindo juntar perto de 150 inscritos. Um dia inteiro dedicado a diversas actividades de Fitness, que teve o seu ponto alto pelas 15 horas, com a sessão de Tribal Dance, orientada pela professora Madalena Aparício, considerada a melhor na modalidade a nível nacional.

O tema do dia foi o Fitness, as aulas foram para todos os gostos. Balance, Jazz Dance, Ritmos Latinos e Africanos, GAP, Hip-Hop, Aero Dance, Dance Fusion e Tribal Dance foram algumas das sessões propostas na 1ª Convenção de Fitness “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

Um dia inteiro dedicado ao Fitness, para todos os que se preocupam com a boa forma ou que, simplesmente, pretendem aliviar o stress.

As actividades começaram logo pelas 10 horas, com o Balance de Sandra Sousa, mas o ponto alto do dia aconteceu às 15 horas, com a sessão de Tribal Dance, da professora Madalena Aparício. A aula, que juntou o maior número de alunos, foi exigente, mas compensadora.

Madalena Aparício não parou um segundo e exigiu o mesmo ritmo das dezenas de alunos que se encontravam no recinto. A segunda melhor aula aconteceu já ao final do dia, com o Dance Fusion de Rogério Franco.

A 1ª Convenção de Fitness “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” cumpriu, da melhor forma, os seus objectivos: além de ter conseguido uma simpática adesão, o evento teve nota positiva na promoção do papel do Fitness no quotidiano de todos os que se preocupam com a boa forma, a saúde, a beleza e o bem-estar.

A Câmara Municipal da Mealhada conseguiu, assim, alcançar o pretendido com a organização do evento: incentivar o incremento da prática desportiva no dia-a-dia dos cidadãos, em prol de uma vida mais saudável.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:46

link do post | comentar | favorito
Sábado, 18 de Outubro de 2008

Primeira reunião de Câmara descentralizada da autarquia

Executivo de Oliveira do Bairro reúne no Troviscal

A reunião de Câmara de Oliveira do Bairro do passado dia 9 de Outubro foi a primeira descentralizada do edifício da Câmara Municipal, e teve lugar na Junta de Freguesia do Troviscal.

Apesar de esta ser a primeira reunião de Câmara do mês, o público presente poderia intervir no final, e foi o que aconteceu.

No ponto da ordem de trabalhos que dizia respeito ao “Período de antes da Ordem do Dia - Assuntos de interesse concelhio”, os temas com mais ênfase abordados pelo presidente da Câmara foram as obras de melhoramento feitas no Troviscal em vários edifícios - como o Museu de Etnomúsica da Bairrada, que sofreu várias intervenções (somam um total de 93.698€), a Escola de Artes da Bairrada (100.033€) e a remodelação da Escola Primária do Troviscal (76.143€) -, além da pavimentação da Estrada Municipal 596 entre a Póvoa do Forno e a Feiteira, numa extensão de 1400 metros (96.617€), a pavimentação da Rua da Cabeçuda e Travessa do Cruzeiro (41.000€), requalificação da Vala Fureira do Troviscal (24.250€), execução dos arranjos exteriores, infra-estruturas eléctricas e ITED da urbanização Dr. Carlos Pereira (108.247€), fornecimento e montagem de posto de transformação na zona envolvente ao Centro Cultural (23.874€), beneficiação da Rua Simões Luzio (14.628€), execução do muro de vedação em Cabeço do Pedro (4.900€), execução de muro junto à Vala Fureira (696€).

 

Pólo escolar do Troviscal

Mário João Oliveira falou dos pólos escolares previstos no concelho e consequentemente do futuro pólo escolar do Troviscal, que vai avançar, custando aproximadamente 2,5 milhões de euros. Neste tema da Educação foi focada a realidade, no que diz respeito aos transportes e às refeições, que são co-subsidiadas pela Câmara Municipal.

No ano lectivo de 2004/2005 (início do mandato), das 45 crianças a frequentar a Escola do 1º CEB do Troviscal, duas estavam abrangidas pelo serviço de refeição. Neste ano lectivo de 2008/2009, das 55 crianças que frequentam a mesma escola, 15 têm direito ao serviço de refeição. Já na Escola do 1º CEB do Passadouro, também na freguesia do Troviscal, das 25 crianças que no ano lectivo de 2004/2005 frequentavam o estabelecimento, nenhuma delas estava abrangida pelo serviço de refeição. Neste ano lectivo de 2008/2009, das 37 crianças a frequentar a escola, 14 estão a beneficiar do serviço de refeição. De notar que as crianças da Escola do 1º CEB do Passadouro são transportadas pela autarquia.

A restante ordem de trabalhos não ofereceu grande discussão, tendo todos os pontos sido aprovados por unanimidade.

 

Assaltos recentes ao posto médico

Na sessão pública, quando foi dada a palavra aos munícipes presentes, os assuntos mais abordados foram os dois assaltos recentes ao posto médico, o que tem gerado insegurança nos médicos. Além disso, foi focado que era preciso fazer obras de melhoramento à parte da frente da Casa do Povo, como uma forma de contribuir para a segurança dos utentes da mesma. Perante esta situação, Mário João Oliveira respondeu que solicitaria uma reunião com a Direcção Regional de Saúde, com as instituições e os órgãos competentes (nomeadamente o presidente da Junta, o presidente da Casa do Povo, entre outros) de interesse para a resolução do problema.

Foi sugerido também a necessidade de uma passadeira elevada, à semelhança do que foi feito em frente à clínica Dr. Peixinho, em Oiã. Relativamente a esta sugestão, o presidente indicou que estava prevista a construção de 20 passadeiras elevadas em todo o concelho e, consequentemente, iriam ser construídas passadeiras desse género no Troviscal.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:33

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

Laurentino Dias vem a Anadia

Velódromo de Sangalhos já tem apoio do QREN

Laurentino Dias, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, presidiu em Anadia, no domingo, dia 12, à assinatura do contrato de financiamento do Centro de Alto Rendimento (CAR) de Sangalhos - Velódromo Nacional, uma obra orçada em mais de 10 milhões de euros (incluindo IVA), financiada a 70% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e que deve estar concluída até final do mês de Julho de 2009.

De acordo com o governante, trata-se da primeira obra desportiva apoiada por fundos do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN): “É a primeira obra de desporto apoiada pelo QREN. A rede de Centros de Alto Rendimento (CAR) começa a montar-se em termos reais. Não podia ser mais cedo porque só agora começamos a ter disponíveis fundos comunitários e sem eles não há rede de CAR”, explicou.

O contrato de financiamento foi assinado pela presidente da Comissão Directiva do Programa Operacional Temático de Valorização do Território (POVT), Helena Pinheiro de Azevedo, pelo presidente do Instituto do Desporto de Portugal (IDP), Luís Bettencourt Sardinha, e pelo presidente da Câmara Municipal de Anadia, Litério Marques.

 

Os valores 

O custo total da obra tem o valor de 10.153.201,28 euros, incluindo IVA. O montante máximo de comparticipação financeira a conceder pelo FEDER é de 6.653.554,85 euros, correspondente a 70% da despesa total elegível, que é de 9.505.078,36 euros. Também o IDP vai atribuir uma comparticipação financeira máxima de 5% do montante elegível.

A restante despesa necessária será assegurada por fontes de financiamento nacionais, a cargo da Câmara Municipal de Anadia.

Visivelmente satisfeito e aliviado, Litério Marques disse que falar hoje do Velódromo Nacional “já é fácil. Foi difícil é até aqui! Lançar a obra a concurso e em tempo recorde foi complicado”, referiu, acrescentando que a autarquia anadiense, “além de assumir a responsabilidade da obra, também quis ter a capacidade de ser ela própria a executar o projecto”.

 

O “lema das contas”

Litério Marques frisou que a Câmara Municipal de Anadia tem um lema: “O lema das contas. Tivemos a capacidade de neste momento ter tudo saldado com o empreiteiro, no tocante aos autos de medição. E podíamos continuar, mas o dinheiro da autarquia também não é elástico. Já começávamos a sofrer de ansiedade”, confessou.

O autarca destacou que Anadia merece a obra “pela sua história”, tal como Sangalhos. E Laurentino Dias partilhou da mesma opinião, referindo que “a decisão de fazer este CAR em Sangalhos é também da história de lá”, apontando o exemplo de Alves Barbosa. “Esta é a única infra-estrutura desta natureza a construir em Portugal”, garantiu o governante.

Após a cerimónia na Câmara Municipal de Anadia, o secretário de Estado visitou a obra de construção do Velódromo, acompanhado por autarcas, técnicos camarários e dirigentes desportivos, considerando a infra-estrutura “um equipamento de alto nível, para servir em primeiro lugar o ciclismo e mais uma ou duas modalidades desportivas”. No entanto, declarou ainda não estar decidido qual das modalidades acompanhará o ciclismo, aquando da entrada em funcionamento do CAR.

Rui Rosmaninho, arquitecto responsável pelo projecto e pela obra, disse que não havia em Portugal nenhum equipamento com estas características. “Fomos à Suíça ver como é um velódromo em termos funcionais”.

O Velódromo Nacional vai ter capacidade para cerca de 1200 espectadores de ciclismo, acrescendo outros mil, no piso inferior, reservado às restantes modalidades. O edifício tem cerca de 30 metros de altura, 118 de comprimento e 82 de largura. Utiliza a madeira como material primordial, não só na concepção da pista de ciclismo como também na cobertura.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:03

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

“Gala do Espumante Bairrada”

Espumante Bairrada foi o anfitrião em noite de charme

O renovado mas sempre elegante Palace Hotel da Curia recebeu, na noite do passado sábado, dia 11, a primeira “Gala do Espumante Bairrada”, uma noite projectada para ser de charme e glamour, onde os anfitriões foram os 18 espumantes seleccionados pelos associados da Rota da Bairrada, promotora do evento. As “estrelas da gala” foram provadas ao longo da noite, que se prolongou até de madrugada, terminando com chave de ouro, com o fado de José Perdigão.

Após um Cocktail de boas-vindas, ao som de Jazz ao vivo, onde começaram a ser degustados alguns dos 18 espumantes, os convidados e participantes da primeira “Gala do Espumante Bairrada” dirigiram-se para o salão de festas do Palace, onde teve lugar o jantar. Todos foram brindados com a entrada das “estrelas da noite”, que foram apresentadas, desde o nome às castas que as compunham, até serem colocadas sobre um painel e dali não arredarem pé até ao final do evento, ficando expostas, para que todos as pudessem contemplar.

Os 18 espumantes - rosés, brancos e tintos - eram provenientes dos nove associados: Caves Aliança, Campolargo, Casa do Canto, Caves do Solar de São Domingos, Caves Primavera, Luís Pato, Quinta da Grimpa, Quinta do Encontro e Quinta do Ortigão.

Já depois de ter iniciado o jantar, assinado pelo Chefe Carlos Pimentel e pelo mestre João Fonseca, foi a vez de Dias Cardoso contar um pouco da história de vida do ex-líbris da Bairrada, o espumante.

“Em 1890 começou-se a produzir espumante na Bairrada e Douro. Só anos mais tarde começa a desenvolver-se na região Távora-Varosa”, explicou Dias Cardoso, sublinhando que a produção a nível nacional, de espumante Bairrada, é de quase 50%, continuando a ser “de longe a maior região produtora de espumante em Portugal”, garantiu, advertindo: “Mas não nos podemos acomodar a esta supremacia”.

Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, lembrou o dia 25 de Novembro de 2006, quando se realizou a cerimónia de outorga da escritura pública da Rota da Bairrada, com a presença de Jaime Silva, Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas. “Eis a nova Rota da Bairrada. Unir para ser mais forte. Foi na adesão das autarquias que este movimento tem uma nova vitória, porque seis dos oito municípios da Bairrada já aderiram, estando os outros dois em fase de adesão” (Águeda e Vagos), disse o autarca, muito satisfeito.

Contudo, na entrega das placas aos associados (da autoria do ceramista Paulo Júlio), dos seis municípios - Anadia, Mealhada, Oliveira do Bairro, Cantanhede, Coimbra e Vagos - os três últimos não estiveram presentes. Foram também entregues as placas aos hotéis, caves e produtores.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

Rede de Bibliotecas Escolares

Teresa Calçada visitou concelho da Mealhada

A coordenadora nacional da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e comissária adjunta do Plano Nacional de Leitura visitou o concelho da Mealhada. Teresa Calçada conheceu algumas escolas que estão integradas na RBE e testemunhou a assinatura do Regulamento do Grupo de Trabalho Concelhio, que oficializa a cooperação entre as bibliotecas escolares e a Biblioteca Municipal da Mealhada. “Chegar a um sítio onde o programa da RBE funciona bem só merece o meu reconhecimento”, afirmou Teresa Calçada.

A coordenadora nacional da RBE, Teresa Calçada, e a coordenadora inter-concelhia da RBE, Helena Duque, estiveram no concelho da Mealhada e visitaram algumas das escolas que já estão integradas na RBE, como a EB1 de Barcouço, a EB 2/3 da Pampilhosa, a EB 2/3 da Mealhada e a Escola Secundária da Mealhada. A visita estendeu-se ainda a algumas bibliotecas escolares, à biblioteca municipal e ao Bibliomealhada, que recebeu os maiores elogios de Teresa Calçada. “Este projecto é maravilhoso, ainda para mais quando foi concebido por funcionários da autarquia”, salientou.

Teresa Calçada ficou muito satisfeita com o que viu: elogiou as escolas, as bibliotecas escolares, a biblioteca municipal e, sobretudo, o trabalho de cooperação que está a ser desenvolvido no âmbito da RBE. “É com muita satisfação que verifico que se trabalha com um catálogo colectivo, que uma escola tem também uma mala com livros da biblioteca pública, deste projecto caseiro do bibliomóvel, que se trabalha bem em rede”, sublinhou a coordenadora nacional, acrescentando: “É um gosto para mim vir a um concelho destes, onde está a ser tão bem executada uma estratégia desenvolvida por nós”.

“Os vossos sucessos são os nossos sucessos”, acrescentou ainda a responsável, já no final da visita, antes de testemunhar a assinatura do Regulamento do Grupo de Trabalho Concelhio da Rede de Bibliotecas da Mealhada (RBM). “Obrigada às escolas, obrigada à autarquia por este investimento na leitura, na Cultura, na Educação”, afirmou Teresa Calçada, concluindo: “Chegar a um sítio onde o programa RBE funciona bem só merece o meu reconhecimento”.

“Há uma grande preocupação da autarquia com estas questões, com a escola, com a Educação”, afirmou, por sua vez, o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, lembrando, contudo, que “o maior investimento que o município da Mealhada faz é considerado despesa corrente”. “O investimento na Educação, na Cultura, na leitura é despesa corrente”, frisou o autarca, defendendo que deveria haver uma despesa classificada para este investimento, que é prioridade da autarquia. “Fomos os primeiros a negociar a transferência de competências para as autarquias na área da Educação, fomos dos primeiros 90 a assinar os acordos com o Governo e, neste projecto da RBE, temos dado sempre o nosso apoio e vamos dar sempre o nosso apoio”, concluiu Carlos Cabral, reiterando que Educação é uma das prioridades deste Executivo Municipal.

 

Assinatura de Regulamento

A sessão terminou com a assinatura do Regulamento do Grupo de Trabalho Concelhio da RBM. Um grupo de trabalho composto por representantes dos dois agrupamentos de escolas do concelho, pelo director pedagógico da Escola Profissional, pelos coordenadores das bibliotecas escolares dos agrupamentos, pelo representante da Câmara Municipal da Mealhada na área da Educação, pela responsável da Biblioteca Municipal da Mealhada e pelo coordenador do Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE), que visa assegurar a continuidade e bom funcionamento do projecto RBM, regulando as parcerias previstas para a consolidação das dinâmicas de trabalho colaborativo ao nível da organização, gestão e disponibilização de recursos documentais, bem como da promoção de dinâmicas na área das literacias.

O Grupo de Trabalho Concelhio da RBM tem como principais objectivos, segundo o Regulamento, criar e dar continuidade à organização e gestão de projectos de intervenção e cooperação na área das bibliotecas; desenvolver actividades de formação, animação, dinamização e promoção das literacias nas escolas, em colaboração com a Biblioteca Municipal da Mealhada; sensibilizar as diferentes estruturas de articulação curricular para a importância das bibliotecas no processo de educação e formação para a cidadania; promover e estreitar a ligação entre os responsáveis da comunidade educativa local, a Biblioteca Municipal e Câmara Municipal da Mealhada; fomentar a ligação inter-escolas através da partilha e cooperação efectivas; fomentar o desenvolvimento de uma política coordenada de aquisições, a troca de informação bibliográfica e a dinamização do empréstimo interbibliotecas; desenvolver um catálogo colectivo on-line das bibliotecas escolares e Biblioteca Municipal da Mealhada; promover a troca de experiências entre as bibliotecas da rede concelhia; difundir as experiências realizadas e divulgar as actividades do grupo de trabalho.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:15

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds