Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

Semana Europeia da Mobilidade

Demonstração de meios da GNR deliciou os mais novos na Mealhada

A demonstração de meios da GNR, que decorreu junto ao edifício da Câmara Municipal da Mealhada, no âmbito da programação da Semana Europeia da Mobilidade 2008, teve um enorme êxito junto das crianças que visitaram o espaço.

Os mais novos deliciaram-se com as motos e os jipes da GNR, com os cavalos, e ouviram com muita atenção tudo o que estes profissionais tinham para lhes ensinar.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:42

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Geminação entre Águeda e Rio Grande (Brasil)

Delegação Riograndina visita concelho de Águeda

O presidente da Câmara de Águeda, Gil Nadais, recebeu, no passado dia 15 de Setembro, no Salão Nobre do Município, uma delegação da cidade de Rio Grande, do Estado de Rio Grande do Sul, Brasil.

Gil Nadais deu as boas-vindas ao grupo, não tendo hesitado ao afirmar que “em Águeda vão sentir-se em casa e vão ser muito bem recebidos”. Na ausência do Prefeito de Rio Grande, Janir Branco, foi lida uma mensagem deste autarca onde afirmava o “desejo de estreitar, cada vez mais, os laços de amizade que unem os portugueses e brasileiros, nos campos culturais, artísticos e económicos”, tendo em seguida sido entregue uma lembrança que regista a passagem da comitiva em Águeda.

A acompanhar a delegação riograndina nas visitas, que também se estenderam fora do concelho, estiveram Fernando Saraiva e António Silva. Horácio Marçal e Joaquim da Silva Pinto também conviveram com a delegação em diversos momentos da sua passagem por Águeda, nomeadamente na recepção no Salão Nobre da autarquia e no almoço desse mesmo dia.

Águeda aproveitou a oportunidade para mostrar aos “irmãos” brasileiros as suas paisagens naturais e o que de melhor tem a nível cultural, para além de outros atractivos de um concelho que agrada quem o visita.

Todos os motivos e argumentos para esta geminação mostram tratar-se de um projecto de alto alcance para o progresso das duas cidades. A busca do fortalecimento dos laços de amizade entre os dois municípios, a troca de informações e a difusão em ambas as comunidades das obras culturais, turísticas, sociais e económicas são algumas das vantagens desta geminação.

A delegação visitou o concelho durante dois dias, tendo um programa recheado de visitas a alguns locais “obrigatórios”: a Estação Arqueológica do Cabeço do Vouga; o Núcleo Museológico da CP em Macinhata do Vouga; o Museu Etnográfico da Região do Vouga; o Museu da Fundação Dionísio Pinheiro, bem como uma paragem na Pateira de Fermentelos para admirar aquela paisagem ímpar.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:22

link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Setembro de 2008

Campanha do Lions Clube de Mealhada

Projecto educativo apoia 22 crianças do concelho

São 22 crianças do concelho da Mealhada que vão ser apoiadas, nas suas despesas de Educação, no âmbito do projecto educativo do Lions Clube de Mealhada (LCM) “Apadrinhe uma criança”.  

Encontrar pessoas disponíveis para apoiar as despesas de Educação de crianças do concelho foi ao que se propôs o LCM com o lançamento da campanha “Apadrinhe uma criança”, um projecto que conseguiu reunir vontades e a generosidade de 22 pessoas, chamadas “padrinhos”, que permitem que cerca de uma dezena de famílias do concelho sejam apoiadas no esforço que fazem para ter os filhos na escola.

Constituída uma comissão de trabalho, responsável por pôr a campanha em marcha, foi elaborado um regulamento e feito o levantamento das crianças a apoiar, junto dos agrupamentos de escolas e outros organismos, visto que os padrinhos foram surgindo espontaneamente.

Neste momento são 22 as crianças que vão ser apoiadas, mas o clube desenvolve esforços no sentido de arranjar mais padrinhos para responder a situações prementes com que entretanto se confrontou.

No ano de lançamento do projecto, o clube optou por seleccionar apenas crianças do primeiro ciclo, o que permitirá concretizar o desejo de muitos dos padrinhos que aderiram ao projecto, que passa por apoiar a criança ao longo de todo o seu percurso de vida escolar.

Entre muitos outros requisitos, o clube definiu no seu regulamento que, para terem este apoio, as crianças têm de ter aproveitamento escolar. O regulamento prevê ainda que, além de custear as despesas de Educação, os padrinhos possam estabelecer laços e fazer o acompanhamento das crianças na escola.

“Nem todos os padrinhos terão condições para fazer esse acompanhamento, até porque alguns residem fora do concelho ou as suas vidas profissionais não o permitem. Mas foram muitos os que manifestaram essa vontade de conhecer e desenvolver uma relação com as crianças e suas famílias, por isso acabámos por deixar em aberto essa possibilidade no regulamento”, explicou Isabel Moreira, presidente do LCM, salientando o facto de duas empresas do concelho terem aceite o desafio do clube: a Breda Marques e a Caixa de Crédito Agrícola da Mealhada.

“Gostaríamos de ter mais empresas no projecto, sobretudo numa altura em se fala tanto da sua responsabilidade social e do papel que podem ter na promoção do bem comum. Mas com certeza que para o ano teremos muitas mais a participar”, referiu a presidente do Lions.

 

Quanto custa apoiar uma criança?

Apadrinhar uma criança custa apenas 150 euros/ano. O LCM após contactar várias papelarias/livrarias do concelho optou por abrir “conta” em três, as que ofereceram melhores condições. Os encarregados de educação poderão optar pela Papelaria Jardim, Papelaria Chafariz ou Maribel, e utilizar o “plafond” em material escolar, livros ou outros artigos que se provem necessários para a Educação dos filhos.

“Se não gastarem a verba toda em livros, material escolar ou mochilas, ou porque já têm ou porque têm outros apoios para esses fins, podem usá-la noutras coisas, mas sempre relacionadas com a Educação dos filhos”, explicou Isabel Moreira. 

“A instrução e a escolaridade são factores dinamizadores de mudança que podem contribuir para tornar efectiva a redução das desigualdades sociais”, sublinhou ainda a presidente do LCM, lembrando que “este é um projecto que visa contribuir para o êxito escolar daqueles a quem sobra a ambição, mas faltam incentivos e meios económicos”.

“Impõe-se uma palavra de agradecimento especial aos padrinhos, porque sem eles não seria possível apoiar todas estas crianças”, referiu Isabel Moreira, fazendo questão de salientar ainda o trabalho dos elementos que fizeram parte da comissão de trabalho, constituída pela presidente do clube, por Isabel Cruz, Leonor Lopes, Gonçalo Breda Marques, Isabel Vieira e Isabel Melo, que deram um grande contributo a este projecto pela sua ligação ao ensino, e Rosário Mendes, a quem coube a difícil tarefa de elaborar o regulamento.

No passado dia 13, indo ao encontro da vontade manifestada por muitos pais e padrinhos, o clube promoveu um encontro de confraternização, onde foram esclarecidas dúvidas e estabelecidos os primeiros laços.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:28

link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Setembro de 2008

Crianças e idosos beneficiados

Autarquia aguedense entrega viatura à Junta de Freguesia do Préstimo

Com a chegada de mais um novo ano lectivo, as crianças da freguesia do Préstimo, Águeda, vão ter mais motivos para sorrir. O presidente da Câmara de Águeda, Gil Nadais, entregou no dia 13 de Setembro a chave de uma viatura ligeira de transporte de passageiros, de nove lugares, ao presidente da Junta de Freguesia, Dárcio Tavares.

Esta viatura destina-se sobretudo aos alunos da freguesia, mas vai estar ao serviço da população. Este meio de transporte vai melhorar a situação das crianças do Préstimo, permitindo que tenham uma melhor qualidade de vida e mais condições para evoluir. De realçar que a freguesia tem uma dispersão geográfica assinalável, com idosos e crianças a necessitarem de um acompanhamento diferenciado. A viatura tem como grande objectivo reduzir as distâncias, pois são os mais dependentes que necessitam de amparo e é para eles este apoio.

“Os meninos vão chegar mais cedo à escola, não vão precisar de estar tanto tempo à espera do transporte público”, afirmou Gil Nadais. A Câmara Municipal teve conhecimento de crianças que chegavam à escola e que tinham de esperar 55 minutos para que as portas abrissem, uma situação que sensibilizou a autarquia. Para o presidente aguedense é inadmissível uma situação destas: “Estas crianças ficavam cansadas muito antes das aulas começarem. Pior: ficavam fartas da escola. Com esta carrinha esperamos que este problema seja resolvido”.

A viatura é cedida ao abrigo de um protocolo entre a autarquia de Águeda e a Junta de Freguesia do Préstimo, de forma a melhorar a qualidade de vida dos habitantes da freguesia e a atenuar as condições de isolamento daquela povoação.

A viatura destina-se, principalmente, às crianças, mas também aos idosos e aos mais desfavorecidos. A Junta de Freguesia fica com a responsabilidade da sua manutenção, das revisões periódicas, do combustível e motorista.

A cerimónia de entrega da viatura contou com a presença de habitantes da freguesia do Préstimo, do vice-presidente da Câmara, Jorge Almeida, do vereador João Clemente e do Pároco José Carlos, que celebrou a bênção da viatura.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:25

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Bairrada aposta em novas plantações de kiwi

Kiwicoop realiza acções de divulgação hoje e amanhã

A kiwicultura na Bairrada é, hoje, pode dizer-se, uma actividade de êxito que veio moralizar o sector agrícola desta região tão desmoralizado e descrente. É nesse sentido que a Kiwicoop vai realizar, durante o mês de Setembro, duas acções de divulgação. Uma será hoje, dia 19, pelas 19 horas, na sede da Kiwicoop, em Malhapão, Oliveira do Bairro. A outra vai decorrer amanhã, dia 20, às 21 horas, no Salão da Filarmónica Pampilhosense, na Pampilhosa, Mealhada.

Quando já ninguém acredita que a agricultura ainda é uma actividade com interesse, eis que, a AGENDA 21 (parceria entre a Universidade de Aveiro e a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, que visa identificar os sectores de actividade com interesse no desenvolvimento estratégico do concelho) identificou a kiwicultura como um dos sub-sectores com interesse estratégico no desenvolvimento do concelho de Oliveira do Bairro.

De facto, a kiwicultura tem sido importante na valorização do espaço rural, contribuiu para aumentar o rendimento das famílias, como actividade rentável que é, foi uma boa alternativa a outras culturas e fez acreditar muita gente que ainda vale a pena trabalhar a terra, deu confiança e deu segurança.

 

Novas plantações

Segundo os dados estatísticos mais recentes, o consumo mundial de kiwi tem vindo a aumentar substancialmente, prevendo-se que até ao ano de 2013 o consumo cresça cerca de 50%.

Este crescimento deve-se, sobretudo, às novas tendências na alimentação, em que se aconselha o consumo diário de três a cinco porções de fruta.

O kiwi, considerado um dos dez melhores alimentos do mundo, pela sua riqueza nutricional e benefícios para a saúde, começa a ganhar novos apreciadores. Daí pensar-se que o mercado está longe de ficar saturado, havendo condições para se apostar em novas plantações.

Aproveitar as excelentes condições naturais que Portugal e, em especial, a região da Bairrada têm para a produção do kiwi e beneficiar das ajudas disponibilizadas nesta fileira para a plantação de novos pomares, levou a Kiwicoop a promover um projecto de fileira que deverá ficar concluído antes do final do ano.

Recorde-se que no ano de 2001 a Kiwicoop levou a cabo um projecto que previa a plantação de 100 hectares de novos pomares de kiwi, objectivo que foi ultrapassado com a plantação de 130 hectares pertencentes a mais de 100 novos produtores.

Assim, convidam-se todos os interessados a participar nestas acções de divulgação, para melhor poderem decidir sobre uma eventual candidatura à plantação de novos pomares.

 

Dados de uma plantação (1 hectare)

- Custos de instalação: entre 15 e 25 mil euros;

- Produção em ano cruzeiro: entre 15 e 30 toneladas;

- Custos anuais de manutenção: entre 2.500 e 4.000 euros;

- Principais actividades no pomar: poda de Inverno, poda verde, rega, fertilização, controlo de infestantes e colheita;

- Tratamentos fitossanitários: não necessita de qualquer aplicação.

 

Novas plantações

- Área mínima para novos produtores: 1 hectare (para novos produtores);

- Área mínima para kiwicultores já instalados: sem limite de área;

- Apoios ao investimento: entre 30% e 50% dos investimentos efectuados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:02

link do post | comentar | favorito

Semana Europeia da Mobilidade

Dia Europeu Sem Carros em Oliveira do Bairro

Pelo terceiro ano consecutivo, a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro participa na Semana Europeia da Mobilidade com o tema: “Ar puro para todos”. O Dia Europeu Sem Carros é assinalado no concelho de Oliveira do Bairro amanhã, dia 20 de Setembro, na Avenida Dr. Abílio Pereira Pinto, entre as 10 e as 17 horas.

As crianças, adolescentes e os adultos poderão circular livremente a pé pela zona interdita, podendo usufruir de várias actividades e diversões preparadas para comemorar este dia, a saber: exibições de filmes, insufláveis, carrinhos foto voltaicos, carros a pedais, pinta faces, palhaços, exposições de veículos alternativos, aulas de spin bike e aero jump, desporto de rua, trotinetes, bicicletas, entre outras.

O município convida todos a vir participar nas actividades e diversões preparadas para viver de uma forma mais “verde” e “limpa” o Dia Europeu sem Carros.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:03

link do post | comentar | favorito

Festival “O Gesto Orelhudo” – 3 a 10 de Outubro

Música com Humor regressa a Águeda

Avizinha-se o dia de estreia do Festival “O Gesto Orelhudo” 2008, um evento único à escala nacional e que coloca Águeda na mira do clã cultural. Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu e da Câmara Municipal de Águeda, que se realiza entre 3 e 10 de Outubro, com um cartaz de se “tirar o chapéu”.

O presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, e a vereadora da Cultura, Elsa Corga, participaram na apresentação do programa para este ano. Para o autarca aguedense, a iniciativa faz já parte do calendário cultural da cidade e do concelho, pois “já nos habitou à qualidade”, salientou, afirmando ser importante “dar asas à d’Orfeu, porque quando a d’Orfeu voa o nome de Águeda vai atrás”.

“O Gesto Orelhudo” é um festival que marca as suas escolhas pelo mais insólito e invulgar humor músico-teatral.

Gil Nadais terminou com um pedido: “Queremos o êxito de sempre. E se possível um pouco mais”.

 

Cartaz com estreias e novos serviços

O cartaz da edição deste ano conta com uma multiplicidade cultural a que já habituou: alemães, espanhóis, italianos, cubanos, equatorianos, argentinos, franceses, australianos e, claro está, portugueses.

A grande novidade é o cantor-actor de tango argentino, Daniel Melingo, e o comediante australiano Joel Salom, com o espectáculo “Gadgets”, que fazem a sua estreia em Portugal, sendo que Águeda será o palco de estreia na Europa para Salom, o comediante que combina malabarismo, acrobacia e humor.

A abertura do festival, a 3 de Outubro, fica a cargo do espectáculo alemão “Pás par Tout”, um trio que faz da rua o seu palco. O riso é o propósito das suas animações músico-teatrais cheias de momentos burlescos. Esta noite será também presenteada com o espectáculo “Dúmbala Canalla”, grupo de Barcelona. Este concerto é uma espécie de banda nómada, que vai resultar num grande fim de noite na tenda.

 

Dia 4 com mais dois espectáculos

Para sábado, dia 4, estão também programados dois espectáculos. O primeiro a entrar em cena é da italiana “Microband”. Como o nome indica, é a orquestra sinfónica mais pequena do mundo. Não se esgota a originalidade e criatividade dos “Microband”, uma referência mundial da música cómica. O espectáculo “O menino é lindo” é uma pequena fanfarra de Lisboa, inspirada na tradição dos grupos de sopros que acompanham as marchas populares.

“Lost Locos” é o espectáculo agendado para segunda-feira, dia 6 de Outubro. Quem se lembra de Paul Morocco & Olé!, lembra-se seguramente de um dos mais extravagantes espectáculos de sempre no Festival “O Gesto Orelhudo”. O cómico guitarrista inglês, no registo que o deixou célebre, concebeu este novo espectáculo “Lost Locos”, dando azo à sua saudável loucura, ao juntar três guitarristas escolhidos a dedo na Alemanha: o argentino Juan Portela, o equatoriano Ruben Alvear e o cubano Carlos Chavez. Só pela amostra, é o mais internacional dos espectáculos desta edição de “O Gesto Orelhudo”.

É indescritível o que acontece às guitarras flamengas dos três “machos” latinos apaixonados por si próprios, que competem entre si, julgando-se verdadeiros ídolos. As armas são as suas guitarras, altamente artilhadas. Um espectáculo louco de sedução, comédia e música a um ritmo alucinante.

 

Dia 7 espectáculo “Melingo”

Para terça-feira, dia 7, aguarda-se um dos momentos altos do programa, com o espectáculo “Melingo”. Daniel Melingo é magnífico. Cantor-actor de tango, “tout court”. Melingo estropia as entranhas à canção urbana de Buenos Aires e entrega-a amanhada ao público, numa obsessão musical pelas raízes mais mundanas do tango. Impertinente, o nosso homem é requinte. Goelas de boémia de um velho canalha do tango cantado e vivido, a sedutora malícia do tango na voz grave e quente de um artista de corpo inteiro.

Daniel Melingo desmonta os códigos do tango, perverte-o, subverte-o, canta-o como ninguém. As canções na voz de Melingo são, todas elas, peças raras. Última coisa: é absolutamente necessário vê-lo em palco, no seu acto soberbo de cantar com todos os sentidos. Um equilíbrio assaz precário sem ordem no jogo cénico, uma mímica simbiótica que arranca risos mas que, às páginas tantas, incomoda. Uma postura trágico-cómica a cantar cada história. Melingo vai para onde o tango o leva.

Dia 8 de Outubro traz-nos “Vaguement la Jungle”, quatro músicos extraordinários que se conheceram a tocar nas ruas. Desde esse improvável encontro, este grupo de quarentões vem obtendo, na cena internacional, uma crescente notoriedade. Destilam uma música generosa com um espírito cáustico e libertário. Esta trupe de músicos aventureiros chega aos palcos e faz-se rapidamente adoptar pelo público, instalando a festa e a saudável loucura. O universo musical do grupo é uma deliciosa mistura sem fronteiras, um caldeirão borbulhante de estilos musicais, em que nenhuma influência dos quatro músicos é desperdiçada. A fusão é incontornável, pois não sabem fazer música de outra maneira. O resultado é um banho de energia em cada concerto, um verdadeiro remédio contra o tédio. Música altamente positiva para uma das grandes noites de “O Gesto Orelhudo”.

 

“Gadgets”, pelo australiano Joel Salom

No dia 9, o espectáculo “Gadgets”, com o comediante australiano Joel Salom, combina malabarismo, acrobacia e humor, num dos mais fascinantes espectáculos desta edição. É um artista excepcional, um prodígio de técnica e um refinado humorista. Joel recorre ainda à tecnologia para fazer do espectáculo uma experiência única que inclui raios laser, percussão electrónica com bolas num interface digital e mais uns quantos truques e engenhocas. A acompanhá-lo, dois fantásticos multi-instrumentistas, Jim Dunlop e Marko Simec, os musicómicos de serviço, numa partitura original que divaga pela pop, clássica, metal e jazz.

O membro mais acutilante do grupo é o pequeno e satírico Erik, o cão-robot, um ‘terrier’ de lata controlado à distância que é o alter-ego inconveniente de Joel Salom. “Gadgets” é um êxito retumbante por toda a Austrália e Nova Zelândia e chega agora a Portugal através do Festival “O Gesto Orelhudo”.

 

Toques do Caramulo & Galandum Galundaina

A noite de encerramento do Festival, a 10 de Outubro, também merece uma atenção especial ou não fosse a noite “100% made in Portugal”. Para esta noite está reservado um espectáculo único, no Cine-Teatro São Pedro, com os Toques do Caramulo & Galandum Galundaina.

O espectáculo contará com as participações especiais dos Pauliteiros de Miranda, Caretos de Podence, Orfeão de Águeda, Os Serranos, Coro Jovem da ARCEL e Coro Infantil EMtrad’.

A fechar o festival entra em palco a Tuna Rastafari, trazendo consigo uma descarga de energia dançante para a abertura do Outonalidades, programa de eventos musicais que estreia este ano a edição simultânea em Portugal e Galiza.

 

Serviços gratuitos de “Babysitting” e “Bluetooth”

Este ano a d’Orfeu vai disponibilizar novos serviços a quem se vem deslumbrar com os magníficos espectáculos. Assim, para os espectáculos para maiores de seis anos (assinalados maiores de seis anos) haverá um serviço gratuito de “Babysitting”, a funcionar na d’Orfeu. Contudo terá de ser feita a prévia inscrição para o endereço electrónico dorfeu@dorfeu.com ou pelo telefone 234 603 164.

A outra grande novidade é o serviço de “Bluetooth”, uma parceria com a empresa B.Link de Aveiro, onde se vai poder ter acesso, no telemóvel, a toda a informação do festival de uma forma prática e cómoda.

 

Bilhetes à venda no local dos espectáculos e locais habituais

Os bilhetes estarão à venda no local dos espectáculos, 45 minutos antes do seu início. Estes podem, também, ser encontrados nos locais já habituais em Águeda, Aveiro, Coimbra, Viseu, Porto e outras localidades da região. As noites para o fim-de-semana custam quatro euros cada e os bilhetes para cada noite da semana custam três euros. À semelhança dos anos anteriores, a organização vai disponibilizar um “passe orelhudo”, válido para todos os espectáculos do festival, no valor de 12 euros.

Tem a certeza que vai ficar em casa?!!!

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:27

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

Até 5 de Outubro no Teatro Aveirense

Exposição de fotografias de Nuno Moreira

Até dia 5 de Outubro, no Teatro Aveirense, está patente a Exposição de Fotografias “Light Against Time”, de Nuno Moreira. Tem entrada livre.

A exposição itinerante do fotógrafo Nuno Moreira é constituída por um conjunto de 30 fotografias de figuras emblemáticas nacionais e internacionais, tais como Bernardo Sassetti, Moonspell, Goldfrapp, Antony and The Jhonsons, Mão Morta, Maria Rita, Alice Cooper, Dead Combo, Marilyn Manson e Jacinta. Pode ser apreciada de terça-feira a sábado, das 13 às 20 horas, com entrada pela bilheteira do Teatro Aveirense.

As fotografias de espectáculos da autoria de Nuno Moreira têm feito uma digressão por todo o país, com passagem por Setúbal, Portalegre, Castelo Branco, Santarém, Porto e Lisboa. O projecto vai continuar a percorrer os restantes distritos, terminando com um evento.

Segundo o autor, “este tipo de fotografia é a expressão viva de um acaso que combate o controlo técnico desmedido. A luz é precisamente o corte incisivo no tempo e na sombra. É o que marca o ritmo e o acidente fotográfico. O resultado é uma surpresa, pois o alvo não é fixo nem as acções calculáveis. A reverberação em formato imagem é assim dinâmica, distorcida e imprevisível”.

A mostra tem como objectivo prestar homenagem a momentos únicos e inesquecíveis. Lugares comuns que subitamente se transformam em ambientes renovados com a junção de pessoas de interesses semelhantes. Os momentos captados mostram uma procura por experiências singulares, fruto de um desmarcar energético de quem assiste aos espectáculos em justaposição com quem resolver colocar a máscara de artista, de performer, entertainer ou simplesmente músico. As fotografias patentes neste trabalho pretendem fugir a um determinismo técnico que, por vezes, anula o factor surpresa e espontaneidade.

 

Nuno Moreira

Nasce em Lisboa, no ano de 1982. Desde cedo desenvolve um interesse obsessivo pela Arte e Cultura. Começa por coleccionar CD’s e livros, frequenta o curso Tecnológico de Comunicação onde assume as funções de jornalista e locutor da rádio escolar. Estuda Audiovisuais e Multimédia. Realiza videoclips e curtas-metragens. No ano de 2003 é finalista do concurso de fotografia da Revista Cais, com o tema “Sensualidade e Erotismo”. O trabalho “Spiral of Sensuality” marca o primeiro trabalho conceptual a ser exposto ao público, na Praça do Museu do Centro Cultural de Belém.

No início de 2006 começa o projecto itinerante de fotografias de espectáculos “Light Against Time”, que tem vindo a instalar-se em museus e galerias um pouco por todo o país. A escrita mantém-se activa através de participações livres e ousadas, assim como o gosto pela imagem que continua a ser explorado através de diferentes suportes que pretendem invadir espaços e modificar padrões no inconsciente colectivo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:20

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Setembro de 2008

1º Aniversário

O Quiosque das Letras está hoje de parabéns!

O Quiosque das Letras (QL), blog da rede Sapo Local, representante do distrito de Aveiro, completa hoje um ano de existência.

Ao longo deste primeiro ano de vida, o QL foi dando notícias de cinco concelhos – Águeda, Anadia, Aveiro, Mealhada e Oliveira do Bairro – que fazem parte deste distrito, de forma assídua, sempre que possível diária.

Para a etapa que começa agora estão reservadas algumas surpresas para os amantes do “blogging” e para os fiéis visitantes deste espaço.

O QL vai passar a apresentar a rubrica “Inquéritos Quiosque”, que se traduz através de alguns inquéritos/sondagens que vão permitir uma maior interacção dos visitantes, assim como outras rubricas, uma delas vocacionada para os vinhos da Região Demarcada da Bairrada.

Resta agora desejar muitas felicidades ao QL! Divulguem, visitem e deixem os vossos comentários, que são sempre bem-vindos!

 

 

publicado por quiosquedasletras às 15:31

link do post | comentar | favorito

“Melhor Sobremesa com Uva”

ACIB organiza II Edição do Concurso

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) vai promover a II Edição do Concurso “Melhor Sobremesa com Uva”, no próximo dia 19 de Setembro, sexta-feira, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, pelas 10 horas, com o apoio da Câmara Municipal de Anadia.

A ACIB pretende, com esta iniciativa, promover e divulgar a utilização da uva, valorizando as castas da Região da Bairrada na confecção de sobremesas.

O concurso está dividido em duas categorias. Particulares, Caves, Produtores/ Engarrafadores e Associações é a primeira delas. A segunda corresponde aos estabelecimentos de Restauração/Pastelarias.

Os doces vão ser apreciados e avaliados por um júri, composto por um chefe de pastelaria, um chefe de cozinha e um chefe de mesa.

 

Avaliação

A avaliação terá em conta os seguintes critérios:

- Apresentação;

- Paladar;

- Originalidade;

- Nome atribuído ao doce;

- Utilização de castas da Região Demarcada da Bairrada.

Serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados de cada categoria e certificados de participação a todos os participantes.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:03

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds