Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Concerto no Largo 1º de Maio

Avô Cantigas encerra AgitÁgueda

O Avô Cantigas vai estar em Águeda, no próximo sábado, dia 27, para uma sessão de autógrafos, à qual se vai seguir um concerto, a partir das 18 horas. A actuação de Carlos Vidal vai assim encerrar o Agitágueda 2008, que teve início a 5 de Julho, num espaço instalado no Largo 1º de Maio, prolongando-se até dia 27.

Foi no saudoso programa televisivo da RTP “O Passeio dos Alegres”, apresentado e concebido por Júlio Isidro, que o cantor e músico Carlos Vidal fez, em 1982, a sua aparição perante o grande público no papel do Avô Cantigas, uma figura simultaneamente doce e truculenta, que, desde então, passou a fazer parte do imaginário de milhares de crianças deste país, muitas delas já pais de tantas outras crianças.

E foi essa onda de êxito, transmitida de pais para filhos, que permitiu que 23 anos depois o Avô Cantigas se mantenha vivo e actuante.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:02

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Exposição fotográfica

Rio Povo na Galeria Municipal

A Câmara Municipal de Águeda apresenta “Rio Povo: Águas Passadas Movem Moinhos”, uma exposição fotográfica sobre a produção inter-associativa Rio Povo.

Com Rio Povo, Águeda redescobriu-se como um povo entre o imaginário e o real, cujo rio é um filho da Serra e do Mar. Este povo é símbolo de todos os povos que têm um rio como fonte e suporte de vida. E como este espectáculo arrebatador dificilmente se apagará da memória daqueles que o viram, a Câmara Municipal de Águeda decidiu promover o reavivar das lembranças dessa noite através de uma exposição fotográfica.

A mostra insere-se no Ciclo de Exposições para 2008 e engloba os momentos fotográficos mais marcantes de Rio Povo 2007 e 2008, captados pelas objectivas de André Brandão, Luís Oliveira Santos, Mário Abreu, Abel Fontemanha, Marilyn Marques, Adriana Mesquita, Bitocas, Bibiana Reis e Léa López.

A exposição estará patente ao público na Galeria Municipal até dia 29 de Agosto, todos os dias úteis, das 9 às 18 horas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:36

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

“Festa da Ria 2008”

Grande Regata de Moliceiros e Raid Catamarãs “Ria de Aveiro”

A Ria de Aveiro esteve em grande no fim-de-semana, porque a “Festa da Ria” contemplou no seu programa várias actividades que se realizaram nos canais da Ria. Nos dias 19 (sábado) e 20 de Julho (domingo, ontem) ocorreu pela segunda vez o “Triatlo de Aveiro” nos canais e ruas de Aveiro. As partidas e chegadas fizeram-se junto ao Cais da Fonte Nova.

A Grande Regata de Moliceiros contou com a participação de 25 embarcações tradicionais, que saíram da Torreira na tarde de sábado. A meta ficou instalada na zona da antiga lota, na Rua do Sal (Ecomuseu Marinha da Troncalhada). O Raid Catamarãs “Ria de Aveiro” – Etapa Circuito Nacional, saiu da Torreira com chegada igualmente na Rua do Sal, onde participaram 16 barcos de todo o país.

Durante a chegada das duas competições houve animação de rua.

Também ontem teve início o Concurso de Painéis dos Barcos Moliceiros, que estiveram atracados no Canal Central. Os canais urbanos da Ria de Aveiro receberam a tradicional corrida de bateiras.

A entrega dos prémios da Regata dos Moliceiros e do Concurso de Painéis dos Barcos Moliceiros decorreu durante a tarde.

Houve animação de rua pelo grupo “FarraBanda” durante o resto do dia e um espectáculo pelo Grupo Etnográfico e Cénico das Barrocas Cidade de Aveiro e “Les Gastadours” de Lamballe, França, no Rossio.

 

Vencedores regata:

- 1.º Prémio (150 euros) – “Doroteia Verónica”;

- 2.º Prémio (100 euros) – “Inobador”;

- 3.º Prémio (80 euros) – “Ricardo Sérgio”.

 

Vencedores Concurso Painéis dos Barcos Moliceiros:

- 1.º Prémio (200 euros) – “O Pequenito”;

- 2.º Prémio (180 euros) – “José Miguel”;

- 3.º Prémio (170 euros) – “Rendeiro”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:15

link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Julho de 2008

Ciclismo: “Volta a Portugal do Futuro”

A 16ª edição termina dia 27 de Julho em Oliveira do Bairro

O concelho de Oliveira do Bairro acolhe no dia 27 de Julho, nos Paços do Concelho, a chegada da última etapa da “16ª Volta a Portugal do Futuro”, a segunda maior prova de ciclismo nacional.

Esta última etapa é composta por dois momentos: o primeiro é a passagem dos ciclistas pela meta, às 13.30 horas, para a última volta e o segundo é a derradeira chegada à meta, prevista para as 14 horas.

Trata-se de uma prova que desperta cada vez mais a curiosidade e o interesse do público, acabando por ser um bom meio de divulgação dos concelhos por onde passa, neste caso particular, o de Oliveira do Bairro.

Dada a importância deste evento desportivo, é com enorme prazer que a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro convida a população a vir aplaudir estes jovens atletas, que merecem todo o apoio e admiração.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:02

link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Julho de 2008

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

Carimbo comemorativo das 4 Maravilhas vai ser apresentado hoje

A sessão de apresentação do carimbo dos CTT comemorativo das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” vai decorrer hoje, pelas 14 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Mealhada.

Depois do novo carimbo ser apresentado, todos os interessados poderão adquirir um envelope igualmente dedicado à temática e carimbá-lo, até às 18 horas, com o carimbo comemorativo das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

Durante todo o dia irá ainda estar patente, no átrio da Câmara Municipal da Mealhada, uma pequena mostra de selos dedicados à temática da água, do pão, do vinho e do leitão, organizada pelo Núcleo Filatélico e Numismático do Concelho da Mealhada.

 

publicado por quiosquedasletras às 08:16

link do post | comentar | favorito

Arruamentos da povoação de Pisão

Empreitada inicia ciclo de recuperação de arruamentos na freguesia de Barcouço

O contrato da empreitada para reabilitação de pavimentos nos arruamentos de Pisão foi assinado na sede da Junta de Freguesia de Barcouço, Mealhada. A obra foi adjudicada à empresa Prioridade – Construção de Vias de Comunicação, SA por cerca de 60 mil euros e com um prazo de execução de 45 dias. “Estamos agora a iniciar um ciclo relativamente às infra-estruturas viárias das pequenas povoações da freguesia”, afirmou o presidente da Junta, Delfim Martins, congratulando-se por mais esta empreitada.

O contrato da empreitada para a reabilitação de pavimentos nos arruamentos da povoação de Pisão foi assinado dia 16 de Julho, na sede da Junta de Freguesia de Barcouço, pelo presidente da Câmara, Carlos Cabral, e a presidente do Conselho de Administração da empresa Prioridade, da Mealhada, Maria da Conceição Machado, na presença do presidente da Junta de Freguesia de Barcouço.

“Esta parece ser uma obra pequena, mas é muito importante para a povoação de Pisão. Não são só os grandes centros que têm direito a obras. As aldeias também precisam delas e é nosso dever fazer obras em todo o concelho, nos 112 Km2 da área total do nosso concelho ”, afirmou Carlos Cabral.

“A parte das infra-estruturas viárias principais está feita”, afirmou, por sua vez, Delfim Martins, salientando que esta empreitada representa “o início de um ciclo de reabilitação de arruamentos nas pequenas povoações” da sua freguesia. “A seguir há outras (empreitadas) a fazer”, salientou o presidente da Junta de Freguesia de Barcouço, congratulando-se por mais esta obra e agradecendo a presença do presidente e vereadores socialistas da Câmara Municipal da Mealhada.

“Muito obrigado por mais esta obra”, concluiu Delfim Martins que, em menos de um mês, viu três empreitadas de beneficiação da sua freguesia serem assinadas na sede da Junta que preside.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:10

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

“Água | Pão | Vinho | Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

Sónia Araújo apresenta a Gala das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”

A Gala das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, que vai decorrer hoje, pelas 21 horas, no Cine-Teatro Municipal Messias, vai ser conduzida pela apresentadora de televisão Sónia Araújo. A apresentadora vai dar a conhecer a todos os presentes quais os agentes económicos do concelho que, durante dois anos, vão poder utilizar a marca registada “Água | Pão | Vinho | Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

Sónia Araújo, logo após a sessão de degustação dos quatro produtos gastronómicos de referência do concelho, às 18.30 horas, vai assim conduzir a Gala das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” e divulgar ao público presente quais são os candidatos que reuniram os requisitos impostos pelo júri do concurso para a utilização da marca registada “Água | Pão | Vinho | Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”.

A Câmara Municipal da Mealhada criou uma marca registada para os quatro produtos que constituem o património gastronómico do concelho, que são a água, o pão, o vinho e o leitão. Com o lançamento da marca “Água | Pão | Vinho | Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, a autarquia pretende, assim, criar uma identidade forte e coesa para esse património, garantindo a tradição, a autenticidade e a qualidade desses produtos.

A marca “Água | Pão | Vinho | Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” vai distinguir os agentes económicos que garantidamente oferecem produtos de qualidade no concelho. Para isso, foi lançado um concurso para a utilização desta marca de prestígio, regido por um júri idóneo e independente – composto por entidades ligadas ao sector e presidido pela Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra –, que elaborou o regulamento do concurso e avaliou os 27 agentes económicos que se candidataram durante o mês de Abril.

Os candidatos que cumprirem os requisitos necessários para a utilização desta identidade vão passar a usar a bandeira e o selo de distinção da marca “Água | Pão | Vinho | Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”. Uma forma do consumidor poder identificar facilmente onde é que pode encontrar a qualidade e autenticidade que procura: basta visualizar a bandeira ou o selo e sabe que ali a sua satisfação será garantida.

 

Bilhetes gratuitos

Os bilhetes para a Gala das “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” são gratuitos e podem ser levantados no próprio dia da gala, a partir das 20 horas, nas bilheteiras do Cine-Teatro Municipal Messias.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:06

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

José Manuel Ribeiro entrega novo requerimento ao Governo

Deputado quer saber se BVA vão ter novo quartel

José Manuel Ribeiro, deputado do PSD à Assembleia da República (AR), eleito pelo Círculo de Aveiro e vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD, quer saber, através de um requerimento entregue na mesa, dirigido ao Governo, nomeadamente ao Ministro da Administração Interna, Rui Pereira, se é sua intenção proceder à construção de um novo quartel para os Bombeiros Voluntários de Anadia (BVA).

O parlamentar começou por referir no documento as comemorações do Dia do Bombeiro do Distrito de Aveiro, este ano festejado em Anadia, no quartel dos BVA, cuja associação vai celebrar as bodas de diamante em Dezembro.

José Manuel Ribeiro destaca o facto de durante a referida sessão ter sido unânime a opinião de que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia (AHBVA) necessitava de um novo quartel, “uma necessidade que foi acolhida pela autarquia anadiense, que tem prestado colaboração através do seu quadro técnico para o desenvolvimento de projectos, bem como pela disponibilização de terrenos para a construção de tal equipamento”, referiu.

 

Problema das acessibilidades

O actual quartel está implantado numa zona urbana e residencial, praticamente no centro da cidade de Anadia, “ladeado por vias rodoviárias com grande intensidade de tráfego, nomeadamente a via de acesso Norte à cidade. Esta localização provoca graves constrangimentos à saída e entrada das viaturas e, também, à própria circulação automóvel, podendo provocar graves acidentes. Existe, como se pode constatar, um sério problema de acessibilidades”, explicou José Manuel Ribeiro no documento entregue na mesa da AR.

Por outro lado, o parlamentar lembra que a ampliação do actual quartel, com vista a dar resposta ao normal e constante crescimento da AHBVA, “é de todo inviável, dada a total inexistência de espaço”.

No que diz respeito à estrutura do actual edifício do quartel, o deputado explica que os espaços não estão dimensionados em função da operacionalidade, “embora já se tenham realizado obras de remodelação e procedido a ajustamentos nos sectores operacionais”.

José Manuel Ribeiro faz uma explanação pormenorizada de todos os espaços do actual quartel, para referir que “existem obstáculos estruturais intransponíveis, que não permitem melhorar e ampliar as actuais instalações, pelo que se pode concluir que há muito se atingiu a exploração máxima da capacidade do actual edifício. Um novo quartel para a AHBVA mais do que necessidade é uma exigência!”.

O parlamentar além de querer saber se os BVA vão ter um novo quartel, pergunta também ao Governo se tem conhecimento desta situação e se face ao exposto não considera a construção urgente.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:40

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Águas do Mondego

Mealhada reforça abastecimento de água a todo o concelho

O presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral, e o presidente do Conselho de Administração da Águas do Mondego, SA, Sérgio Hora Lopes, apresentaram dia 11 de Julho, no Jardim Municipal da Pampilhosa, o Sistema Adutor da Boavista – Sector Norte, uma obra que já está em concurso e que vai optimizar o abastecimento de água a todo o concelho, até ao final de 2009.

Uma empreitada que vai servir mais de 17 mil consumidores do município da Mealhada.

O Sistema Adutor da Boavista – Sector Norte é uma obra que vai permitir servir, até final de 2009, cerca de 31 mil habitantes dos municípios da Mealhada e de Coimbra. Uma empreitada que foi entregue ao consórcio JOCA/JOAP, SA e que representa um investimento global de 6,57 milhões de euros, co-financiado em 53% pelo Fundo de Coesão da União Europeia. Estima-se que a obra, que já está em curso, passe a servir, em 2039, cerca de 46 mil habitantes destes dois municípios.

A obra, na sua globalidade, consiste na construção de dois Reservatórios de Água, duas Estações Elevatórias, três pontos de entrega e 33 quilómetros de condutas adutoras e respectivo equipamento, desde a Casa do Sal, em Coimbra, até ao município da Mealhada. Uma empreitada que vai, precisamente, abastecer o concelho da Mealhada através de três pontos de entrega: o Reservatório a construir em Fiéis de Deus/Lograssol (“em alta”), o Reservatório da Silvã (“em baixa”) e o ponto de entrega de Corgo, optimizando assim o abastecimento de mais de 17 mil habitantes do concelho.

“Esta é uma necessidade premente do concelho da Mealhada, que está em constante crescimento populacional. Com esta obra, dentro de pouco mais de um ano, vamos todos ter água de boa qualidade e vamos ter também quantidade suficiente”, afirmou Carlos Cabral, lembrando uma situação, que decorreu num Verão próximo, em que a água faltou na vila do Luso.

Sérgio Hora Lopes referiu, por sua vez, a importância desta empreitada na melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população que será abrangida.

A água que a partir do final de 2009 vai chegar a casa dos mais de 17 mil consumidores do município da Mealhada será tratada na Estação de Tratamento de Água da Boavista e será, depois, encaminhada, através das condutas adutoras, para os três pontos de entrega do concelho. Uma água “de qualidade”, como referiu o presidente da Câmara, congratulando-se por esta “importante obra” não estar só a ser “apresentada, já estar a ser executada”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:05

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Julho de 2008

I Encontro Nacional de Incubadoras de Empresas

Secretário de Estado apoia a criação de uma Associação Nacional de Incubadoras

Reuniram-se pela primeira vez, no último fim-de-semana, no Curia Tecnoparque, em Tamengos, Anadia, incubadoras de todo o país, tendo em vista a partilha de experiências e melhores práticas, bem como a discussão de interesses comuns a estas infra-estruturas. A necessidade de criar uma Associação Nacional de Incubadoras, defendida por Castro Guerra, secretário de Estado da Indústria e Inovação, foi uma das conclusões a retirar deste encontro.

Mais de seis dezenas de promotores, gestores, técnicos de incubadoras, universidades e outras entidades, de norte a sul do país, estiveram presentes no Curia Tecnoparque nos dias 11 e 12 de Julho, para participar no I ENI – Encontro Nacional de Incubadoras de Empresas, organizado pela WRC - Agência de Desenvolvimento Regional.

No seu discurso de abertura, Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, saudou a iniciativa do encontro assinalando a “imperiosa necessidade de aumentar a troca de conhecimentos e experiências entre todos”, bem como a urgência de “desenvolver práticas de articulação que conduzam à sustentabilidade estratégica das nossas incubadoras”.

A necessidade de desenvolver uma “cultura de empreendedorismo” nas crianças e nos jovens foi também um dos pontos defendidos por responsáveis de universidades e de incubadoras presentes. Acções de sensibilização efectivas são necessárias para alterar as mentalidades das gerações futuras de empreendededores.

“Se a taxa de insucesso das ‘start-up’, mesmo em países como os EUA e a Inglaterra, ronda os 70%, então há que apostar na criação de muitas novas empresas, pois quantas mais houver mais hipóteses há de um grande número sobreviver no mercado” defendeu a este respeito Mário Raposo, vice-reitor da Universidade da Beira Interior.

“Criação de parcerias” e a “importância de trabalhar em rede” foram sem dúvida as expressões mais ouvidas nos dois dias de trabalhos. Neste capítulo a criação da INCUBE - Associação das Incubadoras de Empresas de Portugal, que permitirá dar corpo a uma rede nacional de incubadoras, foi uma das conclusões centrais do encontro.

Castro Guerra afirmou a este respeito que “o país como um todo deve trabalhar em rede”, acrescentando que “uma associação nacional de incubadoras de empresas pode ser um veículo importante para ajudar a qualificar as incubadoras e ajudar a trabalhar em rede”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:56

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds