Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Universidade Sénior da Curia já está a funcionar

Inscrições continuam abertas sendo sempre possíveis desde que haja vaga nas disciplinas pretendidas

A Universidade Sénior da Curia (USC) já entrou em funcionamento. E hoje, dia 12, começam as aulas. No total são 25 os inscritos, todos com mais de 50 anos, que para já vão frequentar as 11 disciplinas que esta nova resposta social, situada no Curia Tecnoparque, na freguesia de Tamengos, Anadia, vai proporcionar ao concelho e à região.

“O Curia Tecnoparque nasce de uma vontade de querermos participar na Sociedade da Informação e do Conhecimento. Não casar as tecnologias com a resposta social não fazia sentido”, referiu João Vasco Ribeiro, à data ainda presidente da WRC - Web para a Região Centro, durante a abertura solene da USC, que aconteceu no dia 31 de Outubro.

Para João Vasco Ribeiro, a USC tem um duplo objectivo: “Ser uma nova resposta social e desassossegar os menos jovens para que continuem activos e envolvidos, quer como alunos, quer como professores”. João Vasco Ribeiro lembrou que o Curia Tecnoparque promove o empreendedorismo e que poderá gerar “empresas constituídas por seniores, apesar do Regulamento da Incubadora ainda nada prever para os mais velhos”.

 

Funcionamento da USC

A USC pretende proporcionar e dinamizar regularmente actividades sociais, culturais, educacionais e de convívio, preferencialmente para quem tem mais de 50 anos. Vai funcionar em horário laboral, de segunda a sexta-feira, sendo que cada disciplina não ocupa mais do que uma hora semanal.

As actividades educativas decorrem em regime não formal, sem fins de certificação - não há exames -, nem controlo de faltas, tendo como única finalidade a formação ao longo da vida. A mensalidade da USC é de 15 euros. 

 

Disponíveis 11 disciplinas

Para o ano lectivo de 2007/2008 estão disponíveis as seguintes disciplinas: Pintura (Artes); Hidroginástica (Desporto); História e Geopolítica, História Local e Culturas, Religiões e Civilizações em tempo de globalização (Humanísticas); Literatura Portuguesa e Inglês (Línguas); Saúde e bem-estar; A Pólis e o Desenvolvimento das Cidades (Economia e Sociedade); Optimismo e Felicidade (Psicologia) e A Internet (Tecnologias).

Desde que existam vagas, os alunos podem mudar de disciplinas e de actividades durante o ano lectivo. Os inscritos não precisam ter qualquer escolaridade mínima. Precisam apenas de ter vontade de aprender e de querer conviver com outras pessoas. O corpo docente constitui uma lista vasta. Todos vão exercer em regime de voluntariado.  

 

Sustentabilidade assegurada

A Câmara de Anadia é uma das entidades parceiras, na cedência de transportes e infra-estruturas, bem como o Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), a Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC), o Rotary Club Curia-Bairrada e o Lions Club da Bairrada.

“Lutei tanto por uma Universidade na Curia! E não vou desistir. Esta já está ganha, vou agora continuar a lutar pela outra”, garantiu Litério Marques, presidente da autarquia. O edil frisou que “a WRC não vai ter problemas de sustentabilidade. Nem da USC, nem de outra acção ou projecto desenvolvido”. Refira-se que a USC integra a Rede das Universidades da Terceira Idade (RUTIS), que são mais de 85, neste momento. (Foto: Ana J. Ribeiro)

publicado por quiosquedasletras às 10:27

link do post | comentar | favorito

ACIB organiza sessão de esclarecimento sobre o FINICIA

Iniciativa também dá a conhecer valências da associação 

A Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB) vai organizar, no próximo dia 15 de Novembro, uma sessão de esclarecimento sobre o FINICIA e sobre os serviços da associação, na Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro, pelas 21 horas.

Esta sessão tem como objectivo apresentar aos empresários o FINICIA: um instrumento financeiro inovador, que consiste num fundo de apoio disponibilizado a empresários e empreendedores, com o objectivo de promover o investimento produtivo nas micro e pequenas empresas.

A ACIB estabeleceu um protocolo com o IAPMEI, a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Oliveira do Bairro e a Norgarante, no âmbito deste Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no concelho de Oliveira do Bairro.

De seguida, será feita uma apresentação da associação, seguindo-se um espaço para os empresários apresentarem os seus problemas, proporem iniciativas, apresentarem sugestões e esclarecerem dúvidas.

Esta sessão de esclarecimento é uma oportunidade para os empresários ficarem informados sobre as valências disponibilizadas pela associação e quais as vantagens e mais valias de se tornarem associados da ACIB.

Para mais informações e inscrições, contacte a ACIB através do seguinte número de telefone: 234 730 320.

publicado por quiosquedasletras às 09:51

link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Novembro de 2007

Workshop de Danças Latinas e Africanas

Lucros revertem a favor da “Campanha de Natal 2007 – Alimento para a Alma!”

No próximo dia 17, sábado, vai realizar-se um workshop de Danças Latinas e Africanas no antigo Pavilhão Desportivo de Anadia. A iniciativa vai acontecer entre as 15 e as 18 horas, sendo que das 15 às 16 horas tem lugar a sessão infantil e das 16 às 18 horas a sessão é dedicada aos adultos. Todos os lucros obtidos através dos bilhetes vendidos para participar neste workshop de danças vão reverter a favor da “Campanha de Natal 2007 - Alimento para a Alma!”, que pretende melhorar a qualidade de vida das famílias mais carenciadas do concelho de Anadia. A organização está a cargo de três instituições concelhias: Centro Social, Recreativo e Cultural de Pedralva, Centro de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros e Casa do Povo de Amoreira da Gândara. A apoiar o workshop está a Câmara Municipal de Anadia, a Academia de Dança Pasión (professor Vasco Giraldo), a Escola de Expressões de Anadia (professor Bruno Amaral) e o Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores.

 

Bilhetes custam dois euros

Os bilhetes custam dois euros por pessoa, correspondendo a uma pulseira que se coloca no dia, e estão à venda nos 23 parceiros da Campanha de Natal 2007. Além da autarquia e das três instituições organizadoras, podem ser comprados bilhetes nos seguintes locais: Centro Cultural e Recreativo de Poutena; Centro Social, Cultural e Recreativo de Paredes do Bairro; Santa Casa da Misericórdia de Sangalhos; Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores e Colégio Salesiano de Mogofores; Centro Social e Cultural Nossa Senhora do Ó de Aguim; Hospital José Luciano de Castro; Centro de Saúde de Anadia; Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Anadia; APPACDM de Anadia; Associação Social de Avelãs de Caminho; Centro Social de Anadia; Centro Social e Paroquial da Moita; Centro Social, Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima.

publicado por quiosquedasletras às 09:50

link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Novembro de 2007

Casa Cultural inaugura para servir avelanenses

Edifício está agora ao inteiro dispor da freguesia e da juventude

A Casa Cultural de Avelãs de Caminho, Anadia, inaugurou. No total, a Junta de Freguesia de Avelãs de Caminho gastou 12.500 euros, valor que inclui as obras de remodelação, o mobiliário, todo o equipamento informático e livros, não tendo a Câmara Municipal de Anadia comparticipado com qualquer tipo de verba.

“A casa que para gerações de avelanenses foi sinónimo de segurança vai, a partir de hoje (passado dia 27 de Outubro), continuar a ser sinónimo de segurança. Mas agora não a segurança física, mas sim a que os cidadãos mais cultos experimentam quando olham o futuro à sua frente e se sentem preparados para vencer novos desafios”, disse César Andrade, presidente da Junta de Freguesia de Avelãs de Caminho, durante a cerimónia.

Para o autarca, “o espaço era necessário e vem colmatar com uma lacuna na freguesia, porque até à data não havia nenhum local para proporcionar o convívio entre todos”.

 

Edifício foi Posto da GNR local

Recorde-se que o edifício, com mais de 50 anos, é propriedade da Junta de Freguesia de Avelãs de Caminho, mas esteve muito tempo ocupado com o Posto da GNR, que ali esteve instalado desde 1948 até 1998, data em que encerrou para abrir na freguesia vizinha, em Sangalhos, Anadia.

“O espaço estava devoluto há cerca de oito anos. Mas apenas em Março do ano passado foi desanexado da GNR”, explicou César Andrade, acrescentando que as obras decorreram durante este ano.

O vereador Jorge São José, em representação do presidente da Câmara de Anadia, Litério Marques, referiu que “a Junta de Freguesia de Avelãs de Caminho dá o bom exemplo em como podem ser aproveitados espaços devolutos, dando algo mais à comunidade. Esta obra é um brilhante exemplo disso”. Também para o vereador, o novo espaço acaba com a lacuna da falta de locais próprios para convívio, frisando que “o povo de Avelãs de Caminho é pioneiro nesta missão para toda a sociedade”.

      

Um espaço para os avelanenses

Localizada à beira da Estrada Nacional Número Um, a Casa Cultural, pintada de amarelo torrado, uma das cores da freguesia, não passa despercebida.

Logo na entrada, no rés-do-chão, está a recepção, com uma pessoa que vai prestar apoio a todos os frequentadores. Aqui estão as fichas de leitura, que vão permitir requisitar livros. Uma outra sala está a cargo da Associação Cultural Avelense - “1514”, sendo a sua sede. Cabe à colectividade dinamizar o espaço, organizando eventos e dando-lhe vida. A terceira sala foi destinada ao Grupo de Cantares “Sons de Avelãs”, com fundação em Outubro de 2006, que também encontrou na Casa Cultural a sua sede. De acordo com César Andrade, o grupo, com 13 elementos, “já utilizava o espaço para ensaiar há quase um ano”.

O primeiro andar contempla um salão amplo, onde funciona a Biblioteca, actualmente com 310 livros, uma Sala de Leitura e um Espaço Internet, com três computadores. Patente está já, durante um mês, uma exposição colectiva com 21 trabalhos de 15 artistas da Associação dos Artistas Plásticos da Bairrada. As exposições serão constantes no espaço.

O horário de funcionamento da Casa Cultural é o seguinte: de segunda a sexta-feira, das 10 às 12 horas e das 15 às 18 horas. Ao sábado abre das 15 às 17 horas. (Foto: Ana J. Ribeiro) 

publicado por quiosquedasletras às 16:49

link do post | comentar | favorito

Miss Bairrada Moviflor 2007

Stephanie Ribeiro foi a eleita pelo júri

Stephanie Ribeiro, com 19 anos, natural da freguesia da Moita, concelho de Anadia, é a nova Miss Bairrada Moviflor 2007. Curiosamente, a jovem eleita é emigrante no Luxemburgo, mas comprometeu-se a deslocar à Bairrada sempre que o título que arrecadou assim o exija. O concurso teve lugar no passado sábado, dia 3, no Pavilhão Municipal de Oliveira do Bairro.

Stephanie Ribeiro tinha sido a vencedora da eliminatória realizada em Anadia, sendo desta forma apurada para a grande final do passado dia 3, que veio a vencer.

O título de 1ª Dama de Honor foi atribuído a Lia Silva, com 19 anos, natural da freguesia de Oiã, concelho de Oliveira do Bairro. Foi Inês Silva, natural de Cantanhede, que com apenas 16 anos conquistou a categoria de 2ª Dama de Honor.

A faixa de Miss Fotogenia foi entregue a Milene Silva, 17 anos, natural de Giesta, Oliveira do Bairro, sendo a nova Miss Simpatia a jovem de 16 anos Estrela Santos, também de Oliveira do Bairro.

Digna de destaque foi a eleição da Miss Popular, uma avaliação feita através da quantidade de aplausos conseguidos pela candidata, Ana Lília Areias, com 20 anos, natural de Oliveira do Bairro. Refira-se que este título constituiu uma novidade na eleição deste ano.

No total, foram três dezenas de candidatas que desfilaram para uma plateia com mais de mil pessoas a assistir ao evento, que contou com a apresentação dos rostos da SIC Nuno Graciano, Vanessa Oliveira e Carolina Patrocínio, que contagiaram o público com a sua simpatia e bom humor.

A noite contou ainda com as participações especiais de Nuno Eiró, Bárbara Elias e da estilista Elsa Barreto, que integraram o júri ao lado do vereador da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, António Mota.

Soledade Marques, do Estúdio Marques - responsável pela organização da Miss Bairrada Moviflor 2007, não escondeu a satisfação pelo êxito que se revelou esta edição do concurso. A organizadora aproveitou a oportunidade para anunciar que a grande final de 2008, ao contrário do que é habitual, não se vai realizar em Oliveira do Bairro mas sim em Anadia, concelho de onde é natural a vencedora deste ano, Stephanie Ribeiro.

publicado por quiosquedasletras às 16:25

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007

Rota da Bairrada tem uma imagem renovada

Grupo Marques Associados é a empresa responsável pela nova imagem

O Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, foi o local escolhido para proceder à apresentação da nova imagem da Rota da Bairrada aos órgãos de comunicação social. João Casaleiro, presidente da Associação Rota da Bairrada, foi quem deu início ao evento, que se realizou na última sexta-feira, dia 6.

“A apresentação da nova imagem constituía o primeiro ponto do nosso plano de actividades, sendo por isso o primeiro passo a ser dado”, explicou Casaleiro. E continuou: “Foram contactadas diversas empresas, sendo escolhido o Grupo Marques Associados”.

Responsável pela criação da nova imagem da Rota da Bairrada, o Grupo Marques Associados prosseguiu à apresentação propriamente dita do projecto desenvolvido pela empresa. “Procurámos manter a essência da identidade conceptual anterior da marca, não só por questões de coerência, mas por concordarmos que é uma das leituras que melhor identifica e caracteriza a região”.

Toda a construção da marca foi baseada na simbologia da forma e da cor. “Visualmente estimula formas que nos são familiares, que rapidamente remetemos na memória”, referiu a empresa.

 

Curvas e contracurvas

A Marques Associados explicou aos presentes que as curvas e contracurvas da marca procuram induzir a forma de um cacho de uvas, mas também caminhos figurados, assim como a ondulação que se refere à água, quer seja termal (termas) ou marítima, remetendo para toda a zona costeira da região. “Os círculos coloridos referem-se às uvas que complementam o cacho, mas a sua composição cromática foca o sol (amarelo), a montanha (verde) e o vinho (bordeaux)”.

 

Primeira iniciativa da Rota

No próximo dia 27, pelas 14.30 horas, no auditório da Universidade de Aveiro (UA), vai ter lugar o “Encontro com os Empresários do Sector de Restauração e Bebidas do Distrito de Aveiro”, a primeira iniciativa, conjunta, da Rota da Bairrada, visto estar também envolvida a Associação da Hotelaria Regional do Distrito de Aveiro (AHRDA), a Associação da Restauração e Similares de Portugal (ARESP), a Rota da Luz, a Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB), a UA e a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), estando confirmada a presença de António Nunes, presidente.

Jorge Sampaio, vice-presidente da Associação Rota da Bairrada, falou da “Grande Gala do Espumante Bairrada”, que terá lugar dia 16 de Fevereiro de 2008. “Um evento marcante, organizado pela Rota, a acontecer anualmente”, revelou.

publicado por quiosquedasletras às 09:11

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Assembleia Geral da WRC elege corpos sociais

Litério Marques fica no lugar de João Vasco Ribeiro

Decorreu no passado dia 5, segunda-feira, no Auditório do Curia Tecnoparque, em Tamengos, Anadia, a Assembleia Geral ordinária da WRC - Agência de Desenvolvimento Regional, com fins electivos. A única lista apresentada à Mesa da Assembleia foi aprovada por maioria, com um voto branco.

Encabeçados pelo presidente da Câmara de Anadia, Litério Marques, eleito presidente do Conselho de Administração da WRC, os novos corpos sociais para o triénio de 2008/2010 integram, entre outros, o Director-Geral da Associação de Informática da Região Centro (AIRC), José Marques, o presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, João Agostinho, o vereador da Câmara de Anadia, Jorge São José, a vice-presidente da Câmara de Cantanhede, Maria Helena de Oliveira e a vice-presidente da Câmara da Mealhada, Filomena Pinheiro.

Litério Marques, novo presidente da WRC, referiu que a sua administração vai continuar o trabalho desenvolvido no mandato do seu antecessor, João Vasco Ribeiro, sublinhando que não desviará “um milímetro do projecto inicial traçado para a WRC”.

Foi ainda aprovado, por unanimidade dos presentes, o Plano de Actividades e o Orçamento da WRC para 2008. Segundo o novo  Conselho de Administração, este Plano de Actividades “transmite a continuidade e a consolidação das actividades” que a WRC tem vindo a desenvolver desde 2007, das quais fazem parte o Centro de Investigação e Desenvolvimento de Software Autárquico (CIDESA), o Centro de Resposta Municipal, a Facturação Electrónica, a realização de Seminários, o Espaço Internet, a Incubadora de Empresas, a Universidade Sénior, o centroHabitat e o Centro Florestal.

 

João Vasco Ribeiro sai

No final da sessão, o presidente da Mesa, Jorge São José, apresentou um voto de agradecimento e louvor a João Vasco Ribeiro, presidente cessante, pela sua visão estratégica e pelos serviços prestados à WRC, na sua criação e no decurso do seu mandato.

João Vasco Ribeiro vai para a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro (CCDRC) ocupar o cargo de Director Executivo do Conselho Directivo encarregue da gestão do Plano Operacional Regional do Centro, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), nomeado pelo Governo.

publicado por quiosquedasletras às 09:48

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Autarquia da Mealhada apresenta “Bibliomealhada”

Projecto pioneiro e inovador transforma autocarro em biblioteca

Decorreu no passado dia 5, segunda-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a apresentação pública do projecto “Bibliomealhada”. Uma cerimónia presidida pela secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, que teve como objectivo dar a conhecer aos presentes o novo espaço de cultura itinerante criado pela Câmara Municipal da Mealhada: um autocarro transformado em biblioteca que vai levar livros, cd’s, dvd’s e Internet gratuita a todas a povoações do concelho.

O projecto apresentado pela Câmara da Mealhada é pioneiro e inovador. Trata-se de um autocarro de 50 lugares, que foi transformado pelos funcionários da autarquia num espaço de cultura itinerante e que começou a percorrer todas as freguesias do concelho desde terça-feira, dia 6, com o intuito de fazer chegar a todos os cidadãos do município alguns serviços da Biblioteca Municipal da Mealhada. O “Bibliomealhada” conta com uma zona para ler e ouvir música, um pequeno anfiteatro para se assistir a um filme ou documentário e uma área equipada com computadores, com acesso gratuito à Internet.

“É um projecto inovador nos tempos de hoje, mas não é inovador na ideia. Nós pretendemos, sim, seguir um exemplo antigo que nos marcou profundamente, que foi o da biblioteca itinerante da Fundação Calouste Gulbenkian, que nos deixou este vício adorável da leitura”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral, no seu discurso de abertura da cerimónia de apresentação do projecto “Bibliomealhada”.

Mas o projecto “Bibliomealhada” é mais do que uma biblioteca itinerante. Este espaço móvel, além de promover a leitura, possibilita ainda a aprendizagem das novas tecnologias da informação, disponibilizando computadores com acesso gratuito à Internet. “Aproveitámos uma ideia antiga, modernizámo-la e actualizámo-la, enriquecendo-a, por exemplo, com a oferta de computadores e acesso gratuito à Internet”, prosseguiu Carlos Cabral, deixando uma palavra de agradecimento aos funcionários da autarquia que idealizaram e concretizaram a iniciativa, transformando um simples autocarro num espaço inovador de promoção da cultura e do conhecimento.

 

Bibliomealhada “é excelente exemplo de uma boa administração pública”

“Esta inauguração é algo que nos comove a todos, pela história que está por detrás do projecto. Também me lembro da biblioteca itinerante da Fundação Calouste Gulbenkian e é formidável, passados tantos anos, a ideia manter-se actual e modernizada”, frisou, por sua vez, a secretária de Estado da Modernização Administrativa, lembrando a importância que o projecto vai ter para a promoção da igualdade de oportunidades no acesso à cultura.

“Esta biblioteca itinerante leva conhecimento a todo o concelho, mas leva muito mais do que a da Gulbenkian levou. Leva também as novas tecnologias da informação. Por isso, a ‘Bibliomealhada’ não é apenas uma biblioteca móvel, é muito mais do que isso”, sublinhou Maria Manuel Marques, salientando: “É um excelente exemplo de uma boa administração pública”.

A governante fez questão de elogiar a autarquia e seus funcionários, por terem colocado de pé um projecto desta importância, realçando que se “o bibliomóvel poder levar mais um jovem, mais uma pessoa de idade, a usar a Internet, só por isso já valeu a pena”. Maria Manuel Marques terminou o seu discurso com um repto aos cidadãos de todo o concelho da Mealhada: “Não percam a oportunidade. Aproveitem esta belíssima iniciativa da Câmara da Mealhada e façam dela um instrumento para a vossa inclusão na sociedade da informação”.

 

“Bibliomealhada” já percorre freguesias do concelho

Requisitar livros, cd’s ou dvd’s, ler um livro, um jornal ou uma revista, ouvir música ou ver um filme, aceder a um computador ou navegar gratuitamente na Internet são serviços da Biblioteca Municipal da Mealhada que já estão mais perto de todos os munícipes do concelho. A “Bibliomealhada” está já a percorrer as oito freguesias do município, procurando fazer chegar os livros, a música, o cinema, a Internet à porta de casa de qualquer munícipe, a todas as localidades do concelho. Nesta primeira fase experimental, que durará até ao final do ano, a “Bibliomealhada” vai percorrer, durante cada semana, as sedes das oito freguesias, iniciando o percurso hoje, quarta-feira, na sede da freguesia de Antes. A partir do início do próximo ano, todas as localidades do concelho serão visitadas regularmente pela “Bibliomealhada”.

publicado por quiosquedasletras às 15:43

link do post | comentar | favorito

Cine-Teatro Messias recebe hoje “Às escuras, o Amor”

Espectáculo promovido pela Associação Artística ANDANTE

Vai subir ao palco do Cine-Teatro Messias, hoje, dia 7 de Novembro, pelas 14.30 horas, o espectáculo “Às escuras, o Amor”, promovido pela Associação Artística ANDANTE. Um espectáculo de teatro e promoção da leitura, dirigido aos alunos do Ensino Secundário e ao público em geral, que chega à Mealhada através do Programa de Itinerâncias de Promoção da Leitura, celebrado entre a Câmara Municipal de Mealhada/Biblioteca Municipal e o Ministério da Cultura/Direcção Geral do Livro e das Bibliotecas.

“Às escuras, o Amor” é um espectáculo encenado por Rui Paulo, interpretado por Cristina Paiva, com uma selecção de textos que conta com excertos de obras dos maiores autores de Língua Portuguesa. “O que é o Amor? Porque é que se sofre quando se ama? Porque é que gosto de me apaixonar? Será que ‘o outro’ me quer? Porque é que quando me apaixono perco a fome? Como é que eu lhe digo que me apaixonei? Se me apaixonar vai ser para sempre? Só me posso apaixonar por uma pessoa de cada vez? Gosto tanto daquele meu amigo. E isto, é amor? Tantas perguntas. E as respostas? Todas dirão o mesmo: é um salto no abismo, uma passagem para o desconhecido”.

Esta é, assim, a apresentação feita pela Associação Artística ANDANTE de “Às escuras, o Amor”, um espectáculo “para quem não tem medo do escuro”, que pode ser visto hoje, no Cine-Teatro Messias, na Mealhada.

publicado por quiosquedasletras às 10:32

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Lions Clube da Mealhada promove palestra sobre “Violência Doméstica”

Joana Marques Vidal, presidente da APAV, é a oradora convidada

Maria Joana Raposo Marques Vidal, Procuradora Geral Adjunta e presidente da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), vem à Mealhada, a convite do Lions Clube da Mealhada, para proferir uma palestra sobre “Violência Doméstica”, no próximo dia 10 de Novembro, sábado, no Complexo Turístico Três Pinheiros, com início às 19.30 horas.

A palestra terá lugar durante um jantar, aberto a todas as pessoas que nele queiram participar, bastando para isso que os interessados façam a sua inscrição junto de qualquer membro do Lions, ou através de um dos seguintes contactos: 91 487 41 97 (Isabel Moreira) ou 96 637 70 74 (Jorge Pires), ou ainda através do endereço electrónico lionsclubemealhada@gmail.com.

“As pessoas que são vítimas de crime muitas vezes não sabem ou têm dúvidas sobre o que fazer. A violência doméstica, em particular, é um problema universal que não conhece fronteiras geográficas ou estratos sociais, que atinge milhares de pessoas, que a maioria das vezes sofre em silêncio. Todos podemos dar o nosso contributo para acabar com este sofrimento silencioso, nomeadamente através de um melhor esclarecimento da opinião pública. É isso que o Lions pretende com esta iniciativa”, refere Isabel Moreira, presidente do Lions Clube da Mealhada.

“Termos cá a presidente da APAV, a quem agradecemos muito ter aceite o nosso convite, é motivo de grande satisfação para nós”, acrescentou a presidente do Lions, convidando todas as pessoas a assistir à palestra.

Refira-se que de um total de 15.758 crimes registados pela APAV o ano passado, cerca de 86% foram crimes de violência doméstica. De entre estes 13.603 crimes, destacaram-se os crimes de maus tratos psíquicos (32,2%) e os crimes de maus tratos físicos.

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), pessoa colectiva de utilidade pública, que tem como objectivo estatutário promover e contribuir para a informação, protecção e apoio aos cidadãos vítimas de infracções penais.
Fundada em 25 de Junho de 1990, é uma instituição de âmbito nacional, localizando-se a sua sede em Lisboa.

A APAV é hoje, reconhecidamente, uma IPSS de âmbito nacional, cuja missão de protecção e apoio às vítimas de crime é indispensável na sociedade portuguesa. Provam-no o número crescente de processos de apoio a cidadãos na actual rede de Gabinetes de Apoio à Vítima, com 15 Gabinetes de Apoio à Vítima em 15 cidades de norte a sul do país (Albufeira, Braga, Cascais, Coimbra, Faro, Lisboa, Loulé, Odivelas, Ponta Delgada, Porto, Portimão, Santarém, Setúbal, Tavira e Vila Real), além dos vários projectos em curso.

A APAV apoia e encaminha para os apoios sociais existentes. Presta apoio emocional, jurídico, psicológico e social a quem é vítima de crime e a seus familiares, desenvolvendo um processo de apoio qualificado. Os serviços de apoio prestados a cada vítima são gratuitos e confidenciais.

publicado por quiosquedasletras às 14:28

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds