Quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Moita (Anadia) inaugura Lar de Idosos de “cinco estrelas”

Antigas instalações corriam o risco de fechar por falta de condições

O Centro Social e Paroquial da Moita, localizado na freguesia da Moita, concelho de Anadia inaugurou no domingo, dia 3 de Maio, o novo Lar de Idosos, que tem capacidade para 40 utentes. O custo da obra é de cerca de um milhão de euros, vindo encerrar um “capítulo preocupante”, como assim referiu Celestino de Almeida, director do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro.

De acordo com o dirigente, presente na inauguração da obra, quando tomou posse do cargo, no ano de 2005, “a minha preocupação foi ver onde havia os maiores problemas no distrito. Esta casa era um deles, visto que não oferecia condições para funcionar”.

Celestino de Almeida disse ter encontrado ainda, na mesma altura, uma obra em PIDDAC, para o novo lar, agora inaugurado, “que só se tinha realizado em 10% do seu investimento”. Nesta altura confessa que levanta a hipótese de encerrar as instalações do Centro Social e Paroquial da Moita “por falta de condições. Era uma responsabilidade acrescida para mim, que sou da freguesia de Aguada de Cima, no vizinho concelho de Águeda”.

Face a um cenário destes, Celestino de Almeida estabelece a construção do lar como uma prioridade, sendo também a Direcção “apertada”, visto que o Lar de Idosos teria de estar concluído até 31 de Dezembro de 2008. “Quem ocupa cargos como eu tem competências delegadas e compromissos que têm de ser cumpridos. E estou feliz por as minhas competências se terem aqui exercido, tendo a obra sido concluída num tempo recorde de três anos”.

A inauguração do lar contou ainda com a presença do Bispo de Aveiro, D. António Francisco dos Santos, sendo marcada pela ausência do secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques, como anunciado.

 

Um sonho realizado

Ilda Flores, directora técnica da instituição, disse que “o sonho realizou-se”. Evocando o Padre Reis e um grupo de pessoas da freguesia agradeceu o trabalho de todos.

Além dos 40 utentes em lar, faltando ocupar apenas 10 vagas, a instituição vai ter a funcionar no mesmo edifício a valência de Centro de Dia, com capacidade para 20 utentes (existem 10 vagas) e Apoio Domiciliário, para 12 utentes. A obra foi comparticipada ao abrigo do PIDDAC, em cerca de 90% do seu valor, que corresponde a um milhão de euros.

A Câmara de Anadia fez os arranjos exteriores e o acompanhamento técnico, disse o presidente Litério Marques.

 

Creche é o próximo passo

Ilda Flores adiantou que já está a trabalhar, com o Padre Vítor Espadilha, presidente da Direcção da instituição, no “nosso novo projecto: a creche, que será um Palácio de Fadas”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:27

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds