Quinta-feira, 9 de Abril de 2009

Prestação de Contas 2008

Taxas de execução são as mais elevadas dos últimos anos na Mealhada

Os documentos de Prestação de Contas do ano 2008 apresentam as mais elevadas taxas de execução, quer ao nível das receitas, quer ao nível das despesas dos últimos anos. A execução orçamental do ano 2008 foi de 91,35% ao nível das receitas e de 93,71% ao nível das despesas. “Estas taxas de execução que conseguimos alcançar são elevadíssimas e para além disso voltámos a transitar de ano sem qualquer dívida a fornecedores e empreiteiros”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral.

Nada melhor do que os números para provar o rigor do orçamento apresentado e aprovado e a capacidade da sua execução com o total de receitas efectivamente arrecadado. Os documentos de Prestação de Contas do ano 2008 revelam as taxas de execução orçamental mais altas dos últimos anos: 91,35% ao nível das receitas, sendo que 99,45% diz respeito às receitas correntes e 60,55% às receitas de capital, e 93,71% ao nível das despesas, correspondendo 92,10% às despesas correntes e 94,96% às despesas de capital. “São taxas elevadíssimas, que dificilmente são ultrapassáveis por qualquer outro concelho do país”, referiu Carlos Cabral.

Com os documentos de Prestação de Contas do ano 2008 conclui-se, assim, que foram cumpridas todas as propostas constantes no Orçamento e Opções do Plano para 2008 e alicerçadas as estratégias de desenvolvimento do concelho no contexto regional e nacional. “Os números são importantes, e aqui mostram o nosso elevado grau de execução orçamental. Mas mais importantes são as acções e os resultados”, argumentou o presidente da Câmara, alegando que “o que foi apresentado para 2008 foi realizado”.

As elevadas taxas de execução obtidas, quer a nível das receitas, mas sobretudo a nível das despesas, “mostram, uma vez mais, o rigor e a fiabilidade com que foram elaborados os documentos previsionais”, refere o autarca. “Importa ainda enfatizar o desempenho alcançado ao nível das despesas de capital, que registaram um grau de execução de 94,96%, não deixando dúvidas quanto à efectiva capacidade de realização da autarquia e ao empenho na concretização de obras de investimento durante a gerência em análise”, acrescentou Carlos Cabral.

O presidente da Câmara Municipal da Mealhada salientou, ainda, que a autarquia apostou em todas as áreas de intervenção, reforçando a qualidade das respostas a toda a população. Da economia à educação, passando pela cultura, desporto, acção social e turismo, tudo foi tido em conta numa dinâmica de preparação do concelho para um novo nível de desafios e oportunidades, garantiu ainda Carlos Cabral, reforçando que este Executivo Municipal dotou o concelho de capacidade e as pessoas de competências necessárias para uma resposta eficaz, eficiente e efectiva aos novos desafios do futuro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:13

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds