Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

“Socialite” festeja 46º aniversário em Sangalhos

José Castelo Branco comemora anos na Bairrada

O “socialite” José Castelo Branco escolheu a Bairrada para festejar o seu 46º aniversário. E foi na Estalagem de Sangalhos que teve lugar o almoço comemorativo, no dia 8.

“Estive em Anadia no passado dia 22 de Novembro, para integrar o júri da ‘Miss Bairrada Oriflame 2008’, e já conhecia a Soledade, organizadora, que me convidou para vir cá festejar o aniversário”, explicou aos jornalistas durante o almoço, admitindo ter ficado fascinado com a forma carinhosa como foi recebido.

Tratou-se de um convite que classificou como “fascinante”, que o trouxe de novo à Bairrada, uma “terra fantástica”, onde reina o “leitão maravilhoso e a cabidela, que provei hoje (dia 8) pela primeira vez”.

José Castelo Branco não esquece também o “bom vinho e espumante da Bairrada, assim como o calor humano com que fui aqui acolhido. Quando fazemos anos sentimo-nos sempre mais fragilizados. E assim sendo, não podia declinar o convite que me foi feito”.

 

Livro concluído em Fevereiro

José Castelo Branco disse que o seu livro de memórias vai estar terminado já no próximo mês de Fevereiro: “Com 46 anos de vida posso dar-me ao luxo de ter um livro de memórias”. Para já, o irreverente Castelo Branco vai vendendo o seu CD de estreia, que também não faltou em Sangalhos, havendo mesmo uma sessão de autógrafos para os fãs.

O “socialite” afirmou aos jornalistas que chegou a Sangalhos na noite de domingo, dia 7, sendo sua intenção sair da festa de aniversário rumo a Fátima, para assistir à missa das 18 horas, na Basílica, porque aquele é um dos locais onde vai “buscar energia”.

Uma coisa é certa: Castelo Branco parece ter-se apaixonado pela Bairrada, porque garantiu voltar, por também gostar de estar com pessoas que “falam a mesma linguagem que eu. Ora estou na corte, ora estou no mercado. Não podemos estar no meio, mas sim nos extremos”, afiançou.

Muitos e grandes espectáculos são uma das promessas de José Castelo Branco para o ano de 2009.

Questionado sobre a “prenda especial” que gostaria de receber neste aniversário, o mistério pairou no ar: “Gostava que os portugueses soubessem a verdade e que não julgassem sem saber, porque a verdade vem sempre ao de cima”. O “conde” acrescentou: “Eu sou a minha verdade. Apesar de todos os ataques que me fazem, é seguir em frente”.

O filho Guilherme e a mulher Betty Grafstein também não faltaram, numa tarde que teve muita animação. Castelo Branco terminava o dia a jantar com a mãe, de 90 anos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:30

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds