Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Assembleia Municipal de Anadia extraordinária

Autarcas abandonam Salão Nobre por não poderem votar

Foram eleitos, na última Assembleia Municipal de Anadia extraordinária, que teve lugar no dia 31 de Outubro, os cinco membros que vão integrar a Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) - Baixo Vouga. Os 15 presidentes das Juntas de Freguesia do concelho abandonaram o Salão Nobre no momento da votação, em sinal de protesto, por a lei dizer que a eleição “faz-se pelos membros da Assembleia Municipal, eleitos directamente”, o que impediu os 15 autarcas de votarem.

“Os presidentes de Junta, de acordo com a lei, são gente de segunda... Só as pessoas é que podem votar. Sinto-me envergonhado por ser excluído de uma votação. Nunca mais vou ocupar o cargo de presidente de Junta de Freguesia. Tenho um resto de dignidade”, dizia, no átrio do edifício da Câmara de Anadia, Armando Pereira, presidente da Junta de Freguesia de Avelãs de Cima.

Também Henrique Lameirinhas, presidente da Junta de Óis do Bairro, afirmava que serem convocados para uma Assembleia Municipal, na qual não podem votar, é um “ultraje! Só temos direito à cadeira. Podiam ter convocado apenas quem ia votar. Viemos cá para nada”.

Deram entrada duas listas e feitas as contas, votaram 21 pessoas. A lista A, do grupo municipal do PSD, era composta por Carlos Gonçalves; José Veloso; António Rosmaninho; Anabela Santos e Lígia Seabra. Já a lista B, do grupo municipal do PS, era constituída por José Carlos Coelho; Acácio Maçãs; Álvaro Pereira; Áurea Mendes e Manuel Cardoso Leal.

A lista A obteve 13 votos e a B sete. Houve 1 voto branco. Este resultado correspondeu a três mandatos pelo PSD e dois pelo PS.

 

Os cinco membros eleitos

Os cinco membros da Assembleia Municipal de Anadia eleitos para integrar a Assembleia Intermunicipal da CIRA foram: Carlos Gonçalves (PSD); José Carlos Coelho (PS); José Veloso (PSD); António Rosmaninho (PSD) e Acácio Maçãs (PS).

No período de intervenção do público, Maria do Céu Castelo Branco colocou algumas questões a Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, que não respondeu, dizendo apenas que o público deve estar representado nas sessões pelos deputados.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:06

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


Pesquisar

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds