Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

“Escolíadas 2010” – 21ª Edição

Evento vai sair da Mealhada pela primeira vez

As “Escolíadas 2010” estão próximas do arranque, que acontece no dia 16 de Abril, no concelho de Ílhavo. São 21 as escolas que aceitaram participar nesta edição que será um novo desafio para todos os envolvidos. A 21ª edição das “Escolíadas” vai decorrer em vários espaços, havendo a partir deste ano sempre um ou dois pólos.

Cada pólo terá sessões e finais, seguindo-se uma finalíssima e a rematar a “Gala de Entrega de Prémios das Escolíadas”, que todos os anos serve para reapresentar os melhores momentos das sessões e promover um convívio entre todos.

 

Primeira sessão no dia 16 de Abril em Ílhavo

Dia 16 de Abril será a primeira sessão das “Escolíadas”, e é logo nesse dia que algo de inédito vai acontecer: o evento não terá início na Mealhada, mas sim no Centro Cultural de Ílhavo, que receberá o Pólo 1 das “Escolíadas”. Ali vão apresentar a sua arte nove escolas dos concelhos de Aveiro, Ílhavo e Vagos. A final deste pólo será na mesma sala, no dia 30 de Abril.

Em 7 de Maio arranca o segundo pólo das “Escolíadas 2010”, que receberá 12 escolas de oito concelhos. O local para este pólo ainda está por definir, mas deverá ser em Coimbra ou na Mealhada.

Por definir está também o espaço que receberá a finalíssima das “Escolíadas 2010”, que vai receber as duas melhores escolas de cada pólo. A “Gala de Entrega de Prémios das Escolíadas 2010” será, à semelhança do que aconteceu na edição anterior, no “Centro Cultural de Ílhavo”.

 

Mais de dois mil alunos e professores envolvidos 

No total serão mais de dois mil alunos e professores envolvidos nas provas do evento, que já tem a confirmação do apoio da Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), do Instituto Português da Juventude (IPJ), das Câmaras Municipais de Ílhavo e de Coimbra. Serão 11 noites repletas de Arte e Juventude, numa edição marcada pela descentralização das “Escolíadas”.

 

Calendário “Escolíadas 2010”

 

PÓLO 1 (Centro Cultural de Ílhavo)

1ª Sessão – Sexta-feira, dia 16 de Abril

- Escola Secundária Homem Cristo – Aveiro

- Escola Secundária José Estêvão – Aveiro

- Escola Secundária Dr. Mário Sacramento – Aveiro

 

2ª Sessão – Sábado, dia 17 de Abril

- Escola Secundária Dr. Jaime Magalhães Lima – Esgueira

- Escola Secundária Dr. João Carlos Celestino Gomes – Ílhavo

- Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos

 

3ª Sessão – Sexta-feira, dia 23 de Abril

- Escola Profissional de Aveiro – Aveiro

- Escola Secundária com 3º ciclo da Gafanha da Nazaré

- Escola Secundária de Vagos

 

Final – Sexta-feira, dia 30 de Abril

 

2º PÓLO – Coimbra ou Mealhada (ainda por definir)

1ª Sessão – Sexta-feira, dia 7 de Maio

- Escola Secundária de Montemor-o-Velho

- Escola Secundária Drª. Maria Cândida de Mira

- Escola Secundária de Carregal do Sal

 

2ª Sessão – Sábado, dia 8 de Maio

- Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais – Mortágua

- Colégio de Albergaria-a-Velha

 

3ª Sessão – Sexta-feira, dia 14 de Maio

- ADA – Associação Diogo Azambuja – Montemor-o-Velho

- Escola Secundária Dom Dinis – Coimbra

- Escola Secundária de Albergaria-a-Velha

 

4ª Sessão – Sábado, dia 15 de Maio

- Escola Secundária de Mealhada

- Escola Secundária de Oliveira do Bairro

- Escola Secundária Avelar Brotero – Coimbra

 

Final – Sexta-feira, dia 21 de Maio

 

Finalíssima – Sexta-feira, dia 28 de Maio

 

“Gala de Entrega de Prémios das Escolíadas” – Sexta-feira, dia 4 de Junho, no Centro Cultural de Ílhavo, em Ílhavo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

ACIB e Rota da Bairrada apresentam suplemento Turismo na Bairrada

Processo de certificação do leitão é para avançar

A ACIB - Associação Comercial e Industrial da Bairrada e a Associação Rota da Bairrada apresentaram, no dia 28 de Janeiro, no Espaço Inovação, na Zona Industrial de Vila Verde, em Oliveira do Bairro, a quarta edição do suplemento Turismo na Bairrada, publicação que este ano foi editada pelas duas entidades.

Na apresentação da publicação estiveram presentes a presidente da ACIB, Emília Abrantes, e o vice-presidente da Rota da Bairrada, Jorge Sampaio, que exortaram a importância deste suplemento, e desta parceria, na divulgação turística da região.

A Bairrada é uma região de turismo por excelência, com uma invulgar beleza paisagística, grande riqueza ambiental e capacidade de bem receber os turistas, oferecendo-lhes um vasto leque de opções no que toca a várias áreas, com especial destaque para a enologia, gastronomia, cultura, lazer e saúde.

 

ACIB publica suplemento desde o ano de 2007

A ACIB, consciente desta realidade, publica, desde 2007, o suplemento de Turismo na Bairrada da revista Dinâmica Magazine.

Para a edição deste ano, a associação lançou o desafio à Rota da Bairrada no sentido de colaborar na organização e edição do suplemento, que tem como objectivo ser um meio de divulgação e promoção turística da região bairradina.

Tal como nas edições anteriores, também este ano o suplemento esteve presente na BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, através da Rota da Bairrada, sendo depois distribuído com a revista Dinâmica Magazine, no primeiro trimestre de 2010, com o objectivo de transmitir ao público em geral informação pertinente sobre as mais diversas áreas do “Nosso Turismo”, assim como promover e divulgar as instituições e entidades deste sector existentes na Bairrada.

 

Certificação do leitão

A finalizar a apresentação, foi a vez da Rota da Bairrada lançar um desafio à ACIB: colaborar e apoiar no processo de certificação do leitão, desafio esse que foi prontamente aceite pela presidente, Emília Abrantes.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:16

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

II Feira de Automobilia da Bairrada

Espaço Inovação, em Oliveira do Bairro, recebe certame

Vai realizar-se nos dias 6 e 7 de Fevereiro, no Espaço Inovação, no lugar de Vila Verde, Oliveira do Bairro, a II Feira de Automobilia e Motomobilia da Bairrada. O evento consiste na exposição e venda de veículos clássicos e antigos e peças para os mesmos.

Depois do enorme sucesso da I Feira vai agora realizar-se, durante dois dias, a segunda edição.

É de salientar a presença de alguns coleccionadores particulares da região, nomeadamente Fernado Luzio, bem como a participação de alguns clubes de automóvel.

 

publicado por quiosquedasletras às 10:29

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

Museu de Etnomúsica da Bairrada quer cativar outros públicos

Espaço museológico apresenta nova vertente com o serviço educativo e a newsletter mensal

O projecto educativo do Museu de Etnomúsica da Bairrada, no Troviscal (Oliveira do Bairro), oferece, a partir de 2010, um serviço de visitas guiadas ao espaço que podem ser complementadas com um menu de cinco ateliês lúdicos.

Através da colaboração com toda a comunidade escolar e sociedade civil - instituições, associações, grupos culturais -, o serviço educativo do museu pretende difundir a cultura bairradina entre os mais novos, despertando o gosto pela música tradicional e etnografia regional, com o auxílio de estratégias pedagógicas assentes em diversas expressões artísticas.

Os cinco ateliês disponíveis, nesta fase de arranque do serviço educativo, dirigem-se a crianças dos seis aos 12 anos, funcionam de terça a sexta-feira, de forma gratuita e por marcação.

Cada ateliê tem a duração de 60 minutos e as actividades oferecidas vão do peddy-paper, que parte à descoberta do espólio do museu, até ao contacto com instrumentos que integram a cultura musical bairradina.

Além das actividades dirigidas ao público escolar, o Museu de Etnomúsica da Bairrada oferece, de terça a domingo, visitas guiadas para o público em geral.

 

Ateliês disponíveis

“Tudo se Transforma” é um ateliê de criação e construção de instrumentos musicais com material reciclável (garrafas de plástico, caricas, latas e outros). Pretende-se incentivar a criatividade e simultaneamente sensibilizar os participantes para a necessidade da reutilização de materiais.

“Artista por um dia” é um ateliê de Karaoke onde se pretende que as crianças descubram a música através da interpretação de canções conhecidas. Todas as músicas serão gravadas e entregues aos participantes simulando, assim, a gravação de um disco.

“O meu Instrumento preferido” é um ateliê de pintura em tela de alguns dos instrumentos musicais presentes no museu. Através das artes plásticas o objectivo é familiarizar as crianças e jovens com alguns dos instrumentos mais importantes da música tradicional da Bairrada.

“Os segredos do Museu” é um peddy-paper que desafia os jovens a partirem num jogo de aventura à descoberta da história e do espólio presente no Museu de Etnomúsica da Bairrada.

“Brincar com a Música” é o quinto e último ateliê disponível. Trata-se de um conjunto de jogos infantis - desenhos para colorir, labirintos, palavras cruzadas ou sopas de letras -, que permitem aos participantes ir descobrindo informação relacionada com o Museu e com a região da Bairrada.

A partir deste mês, o museu passa a ter uma newsletter mensal. A primeira foi já distribuída e a partir de agora, notícias, serviços e agenda do museu passam a chegar em formato de revista electrónica à conta de email de todos os interessados. Com esta abordagem electrónica “a autarquia pretende cativar novas faixas etárias, reforçar a presença do museu fora do concelho e promover o serviço educativo junto de públicos diversificados”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:18

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

António Mota ganha Concelhia do PSD em Oliveira do Bairro

Com mais de 100 votos de diferença ex-vereador derrota Márcio Oliveira

António Mota, ex-vereador das Obras na Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, é o novo presidente da Comissão Política de Secção (CPS) de Oliveira do Bairro do PSD, derrotando, com uma diferença superior a 100 votos, Márcio Oliveira, actual presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro.

As eleições, que decorreram na noite do dia 8 de Janeiro, contaram com uma forte afluência às urnas, visto que dos 376 militantes inscritos, 329 deles votaram.

O novo presidente da Concelhia do PSD de Oliveira do Bairro vem assim suceder a Laura Pires, actualmente vereadora da Cultura na autarquia, que presidiu a CPS de Oliveira do Bairro do PSD nos últimos quatro anos, dois mandatos.

 

Uma “grande vitória do PSD”

Para António Mota, esta “foi mais uma das grandes vitórias do PSD em Oliveira do Bairro. Já nos habituámos a elas e esta é mais uma”. Ao referir-se à votação, o ex-autarca diz que os “miltantes corresponderam ao apelo para votarem”, visto ter sido uma “votação maciça, com um resultado que não oferece dúvidas, com um diferencial de 100 votos”, tanto para a CPS como para a Mesa do Plenário.

Mota foi peremptório: “Não restam dúvidas a ninguém de que os militantes têm a certeza daquilo que querem”.

De qualquer forma, ao Quiosque das Letras o novo líder da Concelhia oliveirense admitiu que a vitória era “esperada”, até porque “se os militantes queriam uma linha e essa linha foi alterada, quando a sua vontade não é cumprida eles são os primeiros a dar resposta na próxima oportunidade que lhes seja proporcionada”.

Numa sondagem encomendada pela autarquia, no anterior Executivo, Mota foi o vereador que alcançou maior notoriedade.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:49

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

Concerto Municipal de Ano Novo no Troviscal

Câmara de Oliveira do Bairro promove primeira edição no sábado

O Salão da Assembleia Republicana do Troviscal recebe, no próximo sábado, dia 9, pelas 21 horas, a primeira edição do Concerto Municipal de Ano Novo, promovido pela autarquia de Oliveira do Bairro.

O concerto conta com a participação das duas bandas do concelho, a Banda Filarmónica da Mamarrosa, dirigida por Fernando Ribeiro Lopes e a União Filarmónica do Troviscal, com direcção artística de André Granjo.

Cada uma das bandas vai interpretar cinco peças, encerrando o concerto de Ano Novo com a interpretação conjunta de uma das peças mais conceituadas do compositor austro-alemão J. Strauss, “Radetzky-March”.

A entrada para o concerto é livre e o convite da Câmara Municipal dirige-se a toda a população.

Apreciando ou sendo entusiasta do trabalho das bandas filarmónicas, quem estiver interessado pode assistir a este concerto de Ano Novo.

O programa contempla um repertório diversificado, onde constam compositores cuja obra é perpetuada, ano após ano, em concertos de Ano Novo um pouco por todo o mundo, em grandes salas de espectáculo.

 

publicado por quiosquedasletras às 09:22

link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Janeiro de 2010

Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro viabiliza Orçamento de 37 milhões de euros

Maioria social-democrata vota favoravelmente os documentos para 2010

A sessão ordinária da Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro - que se realizou em duas reuniões, nos dias 30 e 31 de Dezembro -, aprovou por maioria o Orçamento e as Opções do Plano do Município para o ano 2010. Foram 18 os votos a favor, houve oito abstenção das bancadas do CDS-PP e do PS e nenhum voto contra.

Esta foi a primeira sessão depois das autárquicas e a última de 2009, ficando marcada por cerca de oito horas de discussão e pelas mais de 70 intervenções dos deputados.

O ponto do Orçamento e das Opções do Plano - que passou para a segunda reunião, dado o avançar da hora na noite de 30 de Dezembro - foi o mais polémico e prolongado, mesmo depois da indicação do líder de bancada da Oposição CDS-PP, André Chambel, ter referido que os populares não iriam “inviabilizar o documento”.

Ainda antes, Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, lembrou que aquele era o documento “mais importante para quem gere os destinos do concelho”, por serem “as grandes balizas sobre as quais pretendemos prosseguir uma actividade. Cumpre-nos, enquanto Executivo, levar por diante tais iniciativas”.

O autarca sublinhou que este Orçamento é “abrangente, ambicioso e inovador”, sendo ainda o “maior de sempre”, por ultrapassar os 37 milhões de euros (37,230.608 euros).

Mário João Oliveira evidenciou que o valor estimado da receita corrente “ultrapassa largamente o da despesa corrente. É esse o caminho que vamos prosseguir”.

O autarca fez referência ao acréscimo de despesa corrente em mais de 800 mil euros devido à delegação de competências na área da Educação. Este acréscimo também se verifica pela adesão do Município à Águas da Região de Aveiro - ADRA, ficando assim os documentos condicionados por estes dois exemplos.

A aposta na Cultura, a requalificação urbana do concelho, o apoio às associações e aplicação de verbas em eventos são outras áreas contempladas no documento aprovado.

Nuno Barata, líder de bancada do PSD, falou da aposta continuada “na Educação e na formação, com uma evidente evolução na diversificação dos investimentos: quer em equipamentos (novos ou requalificados), quer em recursos humanos (docentes e discentes), quer em projectos vários de dinamização e desenvolvimento educativo”.

Contudo, Armando Humberto Pinto, líder de bancada do PS, disse que a análise do documento é um “exercício inútil, pois a diferença entre aquilo que é proposto e aquilo que é razoável esperar-se que seja executado é de tal ordem, que não é possível fazer qualquer análise séria tendo apenas por base este documento”, acrescentando que um ano depois, daquilo que é proposto agora será “executado metade, e estou a ser optimista”.

O líder socialista frisou: “Acho uma falsidade e irrazoável que tendo-se executado 16 milhões de euros anteriormente agora se apresente um orçamento de 37 milhões”.

Para o PS, os projectos prioritários são a conclusão dos oito pólos escolares; da Alameda; da Junta de Freguesia de Oiã e respectivo auditório e biblioteca e a Casa da Cultura. Mas “todos eles, com excepção porventura da Alameda, irão ter elevadas despesas de operação e manutenção”, apelando ao Executivo para a “razoabilidade”, afim de evitar custos elevados para todos.

Já Óscar Ribeiro, do CDS-PP, disse que o Orçamento está “empolado”, realçando, contudo, que algumas obras tinham origem no seu partido. “É um orçamento mais realista que no ano passado, permite contratos programa e segue as práticas do CDS que na altura foram tão criticadas”.

Também da bancada do CDS, Vítor Pinto disse que eram vários os projectos que o documento contempla, mas que “não vão passar do papel”, atirando que a “obsessão deste Executivo pela famigerada Alameda faz com que esqueça o que é verdadeiramente importante”.

Por tratar-se do primeiro Orçamento do novo mandato, André Chambel referiu que o CDS não o inviabilizaria, mas lembrou projectos - como o reforço de ecopontos ou o aproveitamento do Museu de Etnomúsica da Bairrada - que mesmo ali apresentados “nada indicam”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:01

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Conservatório Artes e Comunicação Filarmónica União Oliveira do Bairro inaugurado

Equipamento abre as portas 12 anos depois das obras terem começado

Mário João Oliveira, presidente da Câmara de Oliveira do Bairro e o Comendador Almeida Roque inauguraram, dia 27 de Novembro, o Conservatório Artes e Comunicação Filarmónica União Oliveira do Bairro (FUOB). Uma obra que contempla a sede social e a Escola de Música, que teve o seu início no ano de 1997 e fica agora concluída, representando um custo total no valor de 850 mil euros.

Após a visita às modernas instalações, foi a vez da sessão solene, com os discursos. Miguel Ramiro, presidente da Direcção da FUOB, disse que a inauguração simboliza o início de mais um ciclo. E não se esqueceu de agradecer a Joaquim Santos, que disponibilizou um espaço à FUOB entre 2000 e 2009, sem pagar renda: “Ceder 300 metros quadrados de espaço gratuitamente é obra! E com solicitações para aluguer”, frisou o dirigente, que ofereceu uma lembrança ao também vereador.

A FUOB, instituição que remonta ao ano de 1867, foi reconhecida como Instituição de Utilidade Pública Administrativa em Janeiro de 1980.

Miguel Ramiro, que assumiu os destinos da FUOB em 1992, deparou-se com uma “situação muito difícil”. Nesse ano inscreve-se no Registo Nacional de Associações Juvenis (RNAJ) e na Federação das Associações Juvenis do Distrito de Aveiro (FAJDA). E em 1994 na Federação Nacional de Associações Juvenis (FNAJ).

“Havia a necessidade de arranjar outro espaço que pudesse oferecer melhores condições. Com esse espírito expus as minhas ideias ao arquitecto Walter Rossa para a criação de um equipamento que servisse a instituição e oferecesse à população do concelho e região condições lúdicas e de lazer, até então inexistentes na zona centro do país”, explicou Ramiro.

A obra avançou em 1997. E após vários contratempos, os números são os seguintes, em termos de apoios: PIDDAC - 339.258,00 euros; Instituto Português da Juventude (IPJ) - 102.500,00 euros; Câmara Municipal de Oliveira do Bairro - 151.347,00 euros e Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro - 25 mil euros, o que perfaz o total de 618.105,00 euros.

Miguel Ramiro lembra que o custo total da obra é de 850 mil euros, tendo a FUOB pago 150 mil de IVA. “Foi um percurso com grandes dificuldades mas acima de tudo reconheço que este equipamento é mais que uma simples sede de uma instituição”.

Miguel Nascimento, director regional do Centro do IPJ, lembrou que o IPJ esteve sempre “ao lado da vossa instituição e do vosso esforço, desta grande sede. É um edifício extraordinário, que pode encher-se de vida”.

Já Almeida Roque disse sentir-se um devedor e que o credor era Miguel Ramiro: “Dei um subsídio muito pequeno. Até me sinto envergonhado perante uma obra destas”, finalizando que está disponível para continuar a apoiar. Mário João Oliveira enalteceu a “persistência e dedicação ao longo de quase 18 anos, culminando com este momento” e mostrou disponibilidade da parte da autarquia para continuar a ajudar a FUOB.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:48

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Regulamento Municipal do “Cartão +65” sem consenso

Reunião de Câmara de Oliveira do Bairro aprova documento por maioria com dois votos contra do CDS

Naquela que foi a primeira sessão pública do Executivo de Oliveira do Bairro em reunião de Câmara, dia 26, foi aprovado por maioria o Regulamento Municipal do “Cartão +65”, com cinco votos a favor - quatro do PSD e um de Henrique Tomás, vereador do PS - e dois votos contra, de Jorge Mendonça e Lília Ana Águas, eleitos pela lista do CDS, sendo que o primeiro solicitou a consignação na acta do seu voto de vencido.

Foi Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, que começou por dizer que este era mais um dos objectivos do actual Executivo confirmado pelo eleitorado e cumprido, sendo que “a todo o tempo estamos em condições de associar a este cartão outros benefícios”.

E Laura Pires, vereadora responsável pela iniciativa, explicou que neste caso concreto, do “Cartão +65”, pretende-se “promover um envelhecimento activo e estilos de vida mais sudáveis. Este cartão não é para carenciados, porque nesses casos temos outras medidas”.

A vereadora lembrou que daquilo que o Executivo tem promovido para a popualção mais velha, exemplificando com o TOB ou o festejo do Dia do Idoso, “temos tido boa adesão. As pessoas estão cada vez mais informadas, mas com incentivo, têm mais dinamismo”.

O “Cartão +65” promove descontos - para quem tem mais de 65 anos - na actividade desportiva desenvolvida nos edifícios municipais, em eventos promovidos pela Câmara Municipal, livrarias, sendo também dirigido a entidades particulares que queiram aderir e associar-se.

Contudo, Jorge Mendonça, mesmo concordando com o cartão, no que diz respeito ao regulamento, entende que “podia ir-se mais além e contemplar outras medidas”. O vereador eleito pela lista do CDS explicou que iria votar contra, principalmente por considerar que o regulamento “devia ser aprovado pela Assembleia Municipal”.

Mário João Oliveira foi peremptório ao referir que o documento seria votado “tal e qual está” e frisou que este cartão é “um prémio dado às pessoas, porque já deram algo ao longo da sua vida”.

Já Henrique Tomás felicitou a ideia, dizendo mesmo que como já pode ter acesso ao cartão, o vai requisitar: “A saúde sai aqui beneficiada, sendo esta iniciativa de louvar”.

Jorge Mendonça acabaria por solicitar um voto de vencido, onde declarou que pela análise objectiva do projecto de regulamento, “percebe-se que o respectivo teor poderia, e deveria, ir mais longe quanto a objectivos e benefícios; desde logo, não deveria adoptar-se o critério puro e simples da idade superior a 65 anos, mas combinar-se o critério da idade com o da debilidade económica, contribuindo-se para a melhoria e dignificação das condições de vida dos mais desfavorecidos”.

Durante o período de antes da Ordem do Dia, Henrique Tomás questionou o presidente da Câmara sobre a situação das rotundas previstas junto à Zona Industrial (ZI) de Vila Verde e para quando estariam calculadas as obras de saneamento para a Rua da Silveira.

Mário João lembrou que no início do anterior mandato foram colocados semáforos junto à ZI. “Mas no Silveiro e Perrães estão a ser tomadas diligências nesse sentido”, de construir rotundas. Sobre o saneamento, o autarca disse que os projectos serão efectuados pela nova entidade, a ADRA, e sem qualquer custo para o município de Oliveira do Bairro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:18

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

“Caminho do Infinito” inaugura na Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairro

Exposição vai estar patente até dia 4 de Novembro

“Caminho do Infinito”, de Assunção Carreto, é a nova exposição de pintura patente até dia 4 de Novembro na Sala de Exposições da Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairro.

Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal, inaugurou a mostra no dia 17. O artista, natural do concelho do Sabugal, mas a residir em Mafra, frisou que a Câmara de Oliveira do Bairro “dá bastante apoio ao nível da arte e da cultura”, porque esta é já a terceira vez que abre as portas ao pintor.

De três mostras no município, esta é a primeira individual de Assunção Carreto, sendo as outras duas colectivas. O artista apresentou 21 telas. Em algumas delas usa a pintura projectada, uma técnica sua, porque diz não conhecer mais ninguém a usá-la.

“Nesta técnica uso inox e óleo ou acrílico. Como estive desde sempre ligado ao design de metalomecânica, foi aqui que vim buscar a inspiração. Algumas peças têm retoques com lixas, outras não”, explicou.

Por seu turno, Mário João Oliveira referiu que “enquanto Câmara Municipal vamos receber exposições de pessoas que queiram estar connosco. O municípo agradece o facto de terem essa vontade”.

E Assunção Carreto voltou a repetir: “É muito raro um autarca deslocar-se ao local da exposição e falar com o artista. Encontramos em Oliveira do Bairro uma qualidade extrema, que temos transmitido aos nossos colegas”. Posto isto, o pintor felicitou a autarquia por dar esta possibilidade aos artistas e enalteceu a presença da pessoa do presidente da Câmara, o que “não acontece em outros locais”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:32

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

“Escolíadas 2010” – 21ª E...

ACIB e Rota da Bairrada a...

II Feira de Automobilia d...

Museu de Etnomúsica da Ba...

António Mota ganha Concel...

Concerto Municipal de Ano...

Assembleia Municipal de O...

Conservatório Artes e Com...

Regulamento Municipal do ...

“Caminho do Infinito” ina...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds