Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Comércio da Mealhada aberto até às 22 horas na época natalícia

Serviços camarários fechados amanhã à tarde

O comércio do concelho da Mealhada vai poder estar aberto, diariamente, até às 22 horas, nesta quadra natalícia.

De acordo com o despacho assinado pelo presidente da Câmara Municipal, Carlos Cabral, os estabelecimentos comerciais vão poder estar de portas abertas, durante todo o mês de Dezembro, até às 22 horas, incluindo sábados e domingos, e à hora de almoço.

Este alargamento não abrange, no entanto, os estabelecimentos de restauração e bebidas, cujos horários se mantêm conforme o que está regulamentado.

Os serviços da Câmara Municipal da Mealhada vão estar encerrados ao público amanhã, dia 18, da parte da tarde (a partir das 13.30 horas), por causa da Festa de Natal dos funcionários da autarquia.

O atendimento ao público, neste dia, ocorrerá apenas da parte da manhã.

 

publicado por quiosquedasletras às 09:29

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

“4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” presentes na Feira de Gastronomia de Santarém

Certame decorre até 8 de Novembro

O projecto “Água, Pão, Vinho e Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” está presente na Feira de Gastronomia de Santarém, que decorre naquela cidade, na Casa do Campino, até ao próximo dia 8 de Novembro.

A água, o pão, o vinho e o leitão, produtos de excelência do concelho da Mealhada, estão presentes no certame a dois níveis: na loja de vendas da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e através do restaurante “O Típico”.

Também nas provas, os vinhos da Mealhada têm estado em lugar de destaque: No passado dia 26, Dia do Espumante; hoje, 29 de Outubro, Dia da Região de Turismo Centro Portugal; e, no próximo dia 2 de Novembro, dedicado à Bairrada.

A Feira de Gastronomia de Santarém é um dos certames mais mediáticos a nível nacional, onde estão, por via da regra, presentes todas as regiões do país, cada uma com o melhor da sua gastronomia tradicional.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:45

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

Visitantes da “IX Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro” já ultrapassam número da anterior edição

Mostra termina dia 15 de Novembro

Desde a sua abertura, 3 de Outubro, o número de visitantes à exposição da nova edição “Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro”, até à data de segunda-feira, 19 de Outubro, foi de 1285. Este é um número que já ultrapassa a quantidade de visitantes da edição anterior, revelando que “a aposta em colocar a exposição no núcleo urbano da cidade foi certeira. Esperamos que, até 15 de Novembro, a mostra receba muitos mais visitantes, assim como as restantes, patentes na Galeria da Capitania, Galeria dos Paços do Concelho e Museu da Cidade de Aveiro e montras do comércio aveirense”, destacou o vereador do pelouro dos Assuntos Culturais, Miguel Capão Filipe.

Recorde-se que a exposição da “IX Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro” tem patente 101 obras, de 89 artistas nacionais e internacionais e que se encontra patente no Museu de Aveiro, de terça-feira a domingo, das 10 às 17 horas, com entrada livre, até dia 15 de Novembro.

 

Informações complementares

Os vencedores são os seguintes: primeiro prémio - “Teaset #1”, de Karen Gunderman, dos Estados Unidos da América; segundo prémio - “Corpos Marcados” e “Fragmentos”, de Sílvia Tagusagawa, do Brasil; terceiro prémio - “Medusa”, de Ana Cruz, de Portugal. As menções honrosas foram atribuídas a “Objeckt, aufplatzend” e “2-shãriges Objekt mit Innenkugel”, de Tonkunst, da Alemanha; “Whisper”, de Momchil Mirchev, da Bulgária; “Hemisfério Norte e Hemisfério Sul”, de Alberto Miranda, de Portugal; “Quarts”, de C. Vives, de Espanha; Cela de los recuerdos”, de Maria Oriza, de Espanha e “O que nos perpassa nos constitui”, de Betânia Silveira, do Brasil.

O júri - constituído por Pedro Matos Fortuna, Francisco Laranjo e João Labrincha -, das 260 obras de 160 diferentes artistas, enviadas a concurso, apurou nas triagens efectuadas durante as duas reuniões 101 obras de 89 artistas, algumas delas oriundas de 16 países estrangeiros, nomeadamente Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Brasil, Bulgária, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, França, Israel, Itália, Japão, Polónia, Roménia e Ucrânia.

Além da exposição nuclear do evento, decorrem três mostras: a exposição “Sabores da terra/Sabores de la tierra” 15º Certamen San Agustín de Cerâmica, na Galeria da Capitania, que reúne 96 pratos em cerâmica de 24 ceramistas portugueses e 24 espanhóis. Cada um dos artistas apresenta duas obras. São 48 visões, distintas, como não poderia ser de outra forma, do que se pode fazer - ou tentar fazer-se - para cozinhar tão “saborosamente” com pratos atractivos. Pode ser visitada até 15 de Novembro, de terça-feira a domingo, das 14 às 18 horas.

 

“Bienal de Cerâmica - 20 anos - retrospectiva”

O Museu da Cidade recebe a “Bienal de Cerâmica - 20 anos - retrospectiva”, que integra obras que concorreram em edições anteriores da Bienal, trabalhos estes pertencentes ao espólio municipal. Aberta também até 15 de Novembro, recebe visitantes de terça-feira a domingo, das 10 às 12 horas e das 14.30 às 18 horas.

Por último, a Galeria dos Paços do Concelho tem patente a mostra “Figuras Tradicionais da Região de Aveiro” - Cerâmica de Alberta. Esta é uma exposição individual de cerâmica sobre figuras características da região, nomeadamente, as profissões relativas à ria (como o marnoto, a salineira, o apanhador de moliço, o pescador, a peixeira, entre outras). De forma metódica e criativa, estas figuras representam as profissões mais significativas no que diz respeito ao desenvolvimento da região. As figuras são peças únicas, em cerâmica vidrada com dimensões variáveis (dos 20 aos 50 cm). Aberta de terça a domingo, das 14 às 18 horas.

Ainda no âmbito da “Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro”, a Câmara Municipal de Aveiro e a Associação Comercial de Aveiro convidaram os comerciantes a associarem-se à realização deste evento. Com a iniciativa, os lojistas participam, de forma activa, na exposição da Bienal, através da colocação de uma peça de edições anteriores e de uma bandeira identificativa cedidas pelo município de Aveiro. Comerciantes aderentes: Mercantil Aveirense, Ergovisão, Galerias do Vestuário, Sapataria Azuleto, Sapataria Antoine, Ourivesaria Matias, Oxigénio, Riaburger, Isabel Castro Cabeleireiros, Versátil, O Farrapo e António’s.

Recorde-se que a “Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro” é um dos mais importantes concursos dedicados à cerâmica artística que se realiza em Portugal, sendo reconhecido internacionalmente como uma relevante mostra de novas técnicas e linguagens utilizadas na criação de cerâmica artística.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:22

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

ACIM promove I Desfile de Moda na Mealhada

Evento realiza-se dia 24 de Outubro nos Três Pinheiros

A Associação Comercial e Industrial do Concelho da Mealhada (ACIM) vai promover, no âmbito do MODCOM, no próximo dia 24 de Outubro, pelas 22.30 horas, no Complexo Turístico Quinta dos Três Pinheiros, na Mealhada, o I Desfile de Moda, do concelho da Mealhada.

Dar visibilidade, estimular e contribuir para a valorização do comércio tradicional de proximidade são as razões que levaram a ACIM a promover o evento.

O desfile, que contará com a participação de 14 estabelecimentos comerciais, proporcionará uma mostra de vestuário que vai desde o casual até à cerimónia, passando pela lingerie, roupa para criança e de trabalho.

Os estabelecimentos participantes são: “Modas Tentação”, “Santos & Luxo, Lda.” e “Brothers” com vestuário formal e informal; “R&L” com roupa casual e de cerimónia, bem como calçado e bijutaria; “Ruben Sport” com vestuário de desporto; “Loja Infanta” com trajes para criança; “Intimus Lingerie” com lingerie e roupa íntima e, também, “Carlos Lopes & Ca, Lda.”, “Francisco dos Santos Marques”, “Catarina Pires, Lda.” e “Vítor Manuel Ferreira de Bastos, Unipessoal, Lda.” com fardamentos e uniformes de trabalho.

Os óculos de sol e graduados ficarão por conta da Óptica “Univisão, Optielemento, Unipessoal, Lda.” e os penteados e maquilhagem a cargo de Marisa Ferreira da “Isa Fashion Hair”.

O espectáculo conta ainda com a cobertura fotográfica da Foto Nogueira, de Manuel Alves Nogueira.

Nesta noite de sábado, onde a animação e divulgação do comércio local estarão em destaque, a entrada vai ser livre para todos.

 

publicado por quiosquedasletras às 08:40

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

ACOAG completou 19 anos

Apelo à união dos comerciantes em dia de aniversário

A palavra união foi das mais ouvidas durante o jantar do 19º aniversário da ACOAG - Associação Comercial de Águeda, que teve lugar na freguesia de Travassô, Águeda. A Festa do Leitão à Bairrada também não foi esquecida nos discursos, constituindo, para José Pires, presidente da Direcção da ACOAG, “um marco”. Foram ainda atribuídos, antes de apagar as velas, os prémios Comerciante do Ano (Luís Sá Pereira), Inovação (Luís José Serra) e Personalidade do Ano (Elser Oliveira).

“Nem sempre somos observados da melhor forma. Mas somos uma associação que defende interesses e temos feito o que podemos”, disse José Pires, acrescentando que com a Festa do Leitão, numa parceria com a Câmara Municipal, tem sido levado o “nome de Águeda além fronteiras”.

Luís Sá Pereira, distinguido com o título de Comerciante do Ano, admitiu ter sido apanhado de surpresa, “apesar do troféu ter sido feito na loja”. E fez o primeiro apelo da noite: “Precisamos nos unir, para com muito esforço levar este desafio para a frente”. O professor disse que os comerciantes têm de ter “muita força”, para se juntarem todos e “fazerem vingar o comércio tradicional”.

Luís Serra, prémio Inovação, estava emocionado e simultaneamente surpreso. Foi o comendador Augusto Gonçalves quem recebeu o prémio Personalidade do Ano, na vez de Elser Oliveira, que estava em Lisboa a assistir ao casamento de um familiar próximo.

“É com satisfação que recebo este galardão, em nome do meu familiar e grande amigo”, referiu o comendador. Como defensor acérrimo do associativismo, Augusto Gonçalves pediu para ninguém desistir, porque no “associativismo pode estar a solução de muitos problemas”.

 

Outros premiados

Além dos três prémios já mencionados, foram distribuídos outros três. O prémio “Tio Patinhas” foi para Paulo Tavares, que lembrou que “às vezes os caminhos não são fáceis de encontrar” e que a ACOAG tem feito um “trabalho meritório”.

O prémio “Pedalada” foi para Natalino Pedro, que de acordo com José Pires foi o “homem da bicicleta na Festa do Leitão”. Sorridente com a “brincadeira”, Natalino Pedro pediu para os comerciantes se manterem unidos e trabalhem dessa forma.

Carlos Leite recebeu um troféu pelo empenho e dedicação nos 19 anos da ACOAG.

Edson Santos, chefe de gabinete da presidência, frisou que a parceria da Câmara de Águeda com a ACOAG “não passa apenas pela Festa do Leitão. Temos o protocolo com o FINICIA, a 1ª Feira de Stocks, a cedência de instalações. Tem sido uma parceria que cria uma dinâmica para melhorar o comércio em Águeda”.

Já Paulo Matos, presidente da Assembleia Municipal de Águeda, lamentou a presença de apenas “80 dos mais de mil associados”. Sobre a Festa do Leitão, defendeu que a mesma deve ir “além do leitão, devendo ser uma montra da vida empresarial de Águeda, cabendo à autarquia incentivar para isso”.

O presidente da Assembleia-Geral da ACOAG, Gil Abrantes, deixou também o apelo para “darmos as mãos”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:35

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Mercado Municipal de Anadia inaugurado

Feirantes descontentes reivindicam mais espaço

Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, inaugurou no último sábado, dia 6, o novo Mercado Municipal de Anadia, debaixo do descontentamento de alguns feirantes, nomeadamente os ambulantes, que depararam com o seu espaço de venda diminuído. Tal situação levou-os a acarretar com prejuízos, visto que pelo menos seis nem chegaram sequer a retirar das carrinhas a mercadoria para venda. Por seu turno, durante o discurso de inauguração, o edil anadiense prometeu resolver o problema ainda esta semana.

A obra custou cerca de 575 mil euros, tendo sido comparticipada em 50% pelos fundos comunitários.

Não foram apenas os ambulantes que se queixaram, mas também os vendedores das bancas, sendo exemplo Alexandre Rocha, que vende fruta e acusa a autarquia de não ter feito o que prometeu: “Pedimos inclinação nas bancas e tomadas para podermos ligar as balanças. Também pedimos o dobro do espaço, mas nada”, atirou. Também Antero Catão se queixa da falta de espaço, o que o levou a deixar fruta e hortícolas na carrinha. “É a minha mulher e filha que quando há lugar na banca vão buscar mais mercadoria à carrinha. Isto não se admite”, resmungou.

Maria Adelaide e Armando Oliveira são feirantes. Residentes na freguesia de Aguim, Anadia, vendem peças de vestuário e algum artesanato (cestos em palha). À semelhança de outros, queixam-se de não terem sido ouvidos pela autarquia anadiense relativamente ao espaço que necessitavam para vender os seus artigos.

 

Instalações modernas

Situado nas proximidades do Centro de Saúde de Anadia, o novo Mercado Municipal (que demorou três anos a construir) disponibiliza modernas e funcionais instalações em dois edifícios distintos, dispondo ainda de um terrado em recinto aberto. A área total de construção é de 2800 metros quadrados (m2), existindo também uma ampla zona de estacionamento.

No edifício principal, o mercado ocupa todo o rés-do-chão, numa área de cerca de mil m2, dispondo de lojas e de bancas específicas para a venda de carnes frescas e derivados, flores, charcutaria e queijos, pescado fresco e bacalhau, pão, pastelaria e produtos afins, hortícolas, frutas, plantas e sementes.

Num outro edifício, de menores dimensões e térreo, encontram-se as instalações sanitárias e sete lojas, dotadas de arrumos e com áreas que variam entre os 30 e os 35 m2.

Os 48 lugares do terrado destinam-se aos comerciantes de têxteis, calçado, quinquilharia, artesanato e outros.

O novo equipamento municipal vai acolher o mercado semanal de Anadia, que decorre ao sábado, das 7 às 14 horas, “mas agora num espaço agradável e moderno, com boas condições de segurança e higiene”, rematou Litério Marques.

A curto prazo vai ser também inaugurado o primeiro piso, correspondente ao “Ninho das Associações”, que vai assim alojar várias instituições do concelho que ainda não têm a sua sede própria.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:16

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Museu da Cidade de Aveiro

Inauguração de duas exposições e da loja “Aveiro City Point”

Foram inauguradas as exposições “Aveiro: 15X15 A Essência Colorida do Azulejo” e “Aveiro: uma estranha forma de expor” e a loja “Aveiro City Point”, no Museu da Cidade. As mostras podem ser visitadas até dia 31 de Dezembro, de terça-feira a domingo, das 10 às 12.30 horas e das 14 às 19.30 horas.

Inauguradas dia 28 de Julho, com a presença do vereador responsável pelo pelouro dos Assuntos Culturais, Miguel Capão Filipe, as exposições e a nova loja do Museu da Cidade - “Aveiro City Point” -, “constituem mais um patamar na consolidação da estratégia de afirmação do Museu da Cidade polinucleado, que congrega os vários núcleos museológicos do município, nomeadamente, a sede Museu da Cidade, o Ecomuseu Marinha da Troncalhada, a Casa Major Pessoa - futuro Museu Arte Nova - e o Museu Etnográfico de Requeixo”.

Durante a inauguração foram apresentados os “Processos actuais do fabrico do Azulejo”, por Paula Seabra, do Departamento de Cerâmica e do Vidro da Universidade de Aveiro, com a explicação da evolução do fabrico e da utilização do azulejo até à actualidade. Fernando José Morgado, do CEARTE, apresentou, em formato de workshop, a feitura do azulejo tradicional.

 

“Aveiro: 15x15 A Essência Colorida do Azulejo”

A exposição “Aveiro: 15x15 A Essência Colorida do Azulejo” revela o azulejo que, em Aveiro, diferencia o património edificado, sugerindo ao visitante um olhar mais atento sobre este tipo de revestimento e evidenciando a decomposição do processo de fabrico até ao produto final. Os azulejos, na sua maioria anónimos, são provenientes do acervo da autarquia, que foi sendo enriquecido ao longo dos anos com a recolha de peças sempre que a sua remoção se tornou irreversível.

 

“Aveiro: uma estranha forma de expor”  

“Aveiro: uma estranha forma de expor” representa uma introdução ao futuro sector permanente do Museu da Cidade, previsto para Maio de 2009, no âmbito das Comemorações dos 250 anos da Cidade de Aveiro. A exposição é constituída por diversos quadros e objectos museológicos pertencentes ao acervo municipal.

 

“Aveiro City Point”

Por fim, de salientar a loja “Aveiro City Point”, instalada no rés-do-chão do Museu da Cidade, que reúne a Livraria Municipal, a Imagoteca Municipal (antes instaladas na Casa Municipal da Cultura - edifício Fernando Távora), e objectos de “merchandising”. A loja constitui, assim, um espaço para consulta de documentos históricos referentes a Aveiro, bem como a aquisição de diversas publicações municipais e de objectos representativos da região, como por exemplo, o artesanato.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 11:22

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Comércio da Mealhada aber...

“4 Maravilhas da Mesa da ...

Visitantes da “IX Bienal ...

ACIM promove I Desfile de...

ACOAG completou 19 anos

Mercado Municipal de Anad...

Museu da Cidade de Aveiro

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds