Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

“A Última Famel” estreia em Lisboa

Depois da apresentação no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, segue-se o Cinema São Jorge

Depois de uma concorrida premiére no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, a 6 de Setembro de 2009, é chegada a apresentação à Imprensa nacional do filme “A Última Famel”, o que vai ter lugar no próximo dia 25 de Fevereiro, às 20.30 horas, no Cinema São Jorge, em Lisboa.

O filme “A Última Famel”, realizado por Jorge Monte Real e com o aguedense Pedro Anjo como protagonista (também acumulou responsabilidades na produção), vai ser apresentado no Cinema São Jorge, em Lisboa, esta quinta-feira.

Filmado no concelho de Águeda durante o Verão de 2009, o filme foi exibido pela primeira vez no Cine-Teatro São Pedro em Setembro de 2009, tendo essa apresentação contado com a presença de caras conhecidas e muitas figuras públicas do mundo social português, entre eles o actor Zé Carlos Pereira, Jorge Monte Real (realizador, produtor e actor no filme), Fátima Preto, Patrícia Brito e Cunha, Patrícia Claro, Guilherme Guerra, Lana, Sara Aleixo, Dani, Pedro Pimentel, Ricardo Filipe Mendes, Raquel Loureiro, Pedro Anjo, Bernardo Macambira, Ana Costa Alves, entre outros, que protagonizaram o filme “A Última Famel”.

O filme teve como cenário diferentes freguesias e pontos de atracção do concelho de Águeda, pelo que para além de recuperar para o grande ecrã uma relíquia da indústria aguedense - a quase esquecida Famel -, o próprio filme torna-se um excelente cartão de visita para o concelho. Além da cidade de Águeda e do lugar de Bolfiar, também foram feitas filmagens no Préstimo (junto ao rio Alfusqueiro e em Á-dos-Ferreiros), em Recardães, Castanheira do Vouga e Óis da Ribeira.

A Câmara Municipal de Águeda apoiou a realização do filme “A Última Famel”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:43

link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Fevereiro de 2010

Júlio Pereira sobe ao palco das “Sextas Culturais Águeda 2010”

Dia 12 de Fevereiro no Cine-Teatro São Pedro

Depois do êxito do primeiro concerto, as “Sextas Culturais 2010” - uma iniciativa inserida na programação cultural da Câmara Municipal de Águeda - prosseguem com Júlio Pereira, que pela primeira vez se desloca até Águeda. O segundo concerto das “Sextas Culturais 2010”, com Júlio Pereira, será já a 12 de Fevereiro, pelas 21.30 horas, no Cine-Teatro São Pedro.

Com mais de 30 anos de carreira, a visita de Júlio Pereira ao palco de Águeda tem motivado um crescendo de expectativa em torno deste espectáculo. Com o instrumento que o acompanha desde infância, o bandolim, e acompanhado pelos músicos Sofia Vitória e Miguel Veras, Júlio Pereira irá certamente propiciar um concerto autêntico e vivo.

Este vai ser outro espectáculo a não perder. Os bilhetes para os concertos das “Sextas Culturais Águeda 2010” podem ser comprados em diversos postos de venda em Águeda e Aveiro. Os bilhetes para o concerto de Júlio Pereira têm o custo de 10 euros no dia do concerto (no local do espectáculo), mas podem ser adquiridos por 5 euros se pré-comprados até à véspera.

A programação para 2010 é uma aposta na consolidação do evento, com base na fidelidade de público das “Sextas Culturais”, construída ao longo das anteriores edições. Apresentando uma programação não necessariamente óbvia, mais voltada para o crescimento cultural do público que para o crescimento do público cultural - esse já diz presente -, investe-se numa enorme oportunidade de evolução dos hábitos culturais da cidade, com um decisivo passo em frente na qualificação do consumo cultural de Águeda e da sua própria afirmação cultural no seio da região.

 

Bilhetes e preços

- 10 euros (no próprio dia/apenas na bilheteira do Cine-Teatro São Pedro)

- 5 euros (pré-venda)

 

Pontos de venda:

Águeda – Galeria Municipal, Fórum da Juventude, Biblioteca Municipal, Piscinas Municipais, Espaço d’Orfeu, Posto de Turismo, Cine-Teatro São Pedro;

Aveiro – Oficina de Música de Aveiro, Loja de Música Wah Wah no Mercado Negro, Loja de Discos Disco Preto no Centro Comercial Oita.

 

http://www.juliopereira.pt/

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:39

link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Janeiro de 2010

Orquestra de Jazz de Matosinhos abre as “Sextas Culturais Águeda 2010”

Dia 15 de Janeiro, às 21.30 horas, no Cine-Teatro São Pedro

Águeda repete o chamamento ao público cultural da região, com mais uma edição das “Sextas Culturais”. Depois do êxito e salas cheias nos últimos dois anos, a edição de 2010 vai abrir em grande estilo com a Orquestra de Jazz de Matosinhos, a 15 de Janeiro, pelas 21.30 horas, no Cine-Teatro São Pedro.

A big band portuguesa, uma das mais prestigiadas a nível mundial, apresenta um programa especial em Águeda, na abertura das “Sextas Culturais Águeda 2010”.

O jazz também se dança? Aquele que vai abrir as “Sextas Culturais”, sim. A Orquestra de Jazz de Matosinhos mostra, neste concerto, além de um inigualável poderio sonoro, uma notável capacidade de mergulhar na história do jazz e de fazer o público reviver ambientes inesquecíveis, percorrendo o legado musical de Duke Ellington, Count Basie, Glen Miller e Benny Goodman e revivendo muitas décadas depois, os anos pioneiros do swing. No Cine-Teatro São Pedro como no Carneggie Hall, em Nova Iorque.

 

Programa para a edição de 2010

Em 2010, o desfile das “Sextas Culturais” prosseguirá com Júlio Pereira (12 de Fevereiro), Bernardo Sassetti Trio (12 de Março), Aduf (9 de Abril), Carminho (14 de Maio) e Rare Folk (11 de Junho).

Já estão à venda os bilhetes para qualquer uma das datas, em diversos pontos de venda em Águeda e Aveiro, com o custo de 10 euros no dia do respectivo espectáculo (ou 5 euros se comprados antecipadamente).

Depois de nomes como Camané, Gaiteiros de Lisboa, Trilok Gurtu (em 2008), Sérgio Godinho, Rodrigo Leão ou Luar na Lubre (em 2009), Águeda é uma cidade que já não se espanta com um fluxo constante de público cultural.

As “Sextas Culturais”, iniciativa estratégica da Câmara Municipal de Águeda e programação da d’Orfeu Associação Cultural, pretendem estimular a consistência da oferta cultural da cidade e voltam a afirmar Águeda como um destino cultural de toda a região.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:28

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Grupo Sete Lágrimas traz brilho ao Concerto de Natal da Câmara Municipal de Águeda

Sábado, no Cine-Teatro São Pedro, às 21.30 horas

Este ano, o Concerto de Natal da Câmara Municipal de Águeda será abrilhantado pelo grupo Sete Lágrimas, considerado um dos mais importantes grupos de música renascentista, barroca e contemporânea em Portugal. A actuação vai ter lugar no próximo dia 19 de Dezembro, sábado, no Cine-Teatro São Pedro, pelas 21.30 horas.

O grupo Sete Lágrimas, dirigido pelos tenores Filipe Faria e Sérgio Peixoto, é um misto de músicos especializados em música antiga (renascentista e barroca) e contemporânea que explora em cada programa a ténue fronteira entre a música erudita e as tradições seculares. A obra Diaspora.pt, nome do terceiro CD do grupo, será a base deste Concerto de Natal, que propõe uma riquíssima viagem no tempo e no espaço. Assim, este concerto promete levar o espectador a “viajar” desde o Brasil a Macau, da Índia a África, da Europa a Timor, cruzando diferentes épocas, instrumentos, linguagens e estilos musicais que demonstram a universalidade cultural que deu origem ao trabalho Diaspora.pt.

As críticas a este grupo não podiam ser mais favoráveis, sendo que na Imprensa nacional são descritos como um grupo português que “toma como ponto de partida o riquíssimo repertório ibérico da música antiga, predominantemente português, e parte para uma ilustração musical de Diáspora portuguesa à imagem do que têm feito outros ensembles estrangeiros de renome”. Para outros críticos, este “cruzamento de culturas e práticas musicais e o cuidado do projecto Sete Lágrimas, dos tenores Filipe Faria e Sérgio Peixoto, podem fazer deste disco um dos melhores exemplos da world music”.

Depois do sucesso já alcançado pelo grupo, o concelho de Águeda, através da organização da autarquia, vai receber este espectáculo visto pela crítica como de grande qualidade.

 

Bilhetes à venda

O bilhete tem o custo de 2,50 euros e pode ser adquirido nos seguintes locais: Gabinete de Apoio ao Munícipe (GAM); Piscinas Municipais; Posto de Turismo de Águeda; Fórum Municipal da Juventude; Biblioteca Municipal Manuel Alegre e Cine-Teatro São Pedro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:36

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

Águeda rendeu-se ao espectáculo “Solo Brasil”

Grupo brasileiro deu concerto no Cine-Teatro São Pedro

O grupo brasileiro “Solo Brasil” brilhou, no dia 21, no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, com um espectáculo apoiado pela Câmara Municipal, em parceria com a Missão do Brasil junta à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O espectáculo “Uma viagem através da música do Brasil”, criado e dirigido por Lauro Moreira, actual Embaixador do Brasil junto à CPLP, interpretado pelo Grupo “Solo Brasil”, levou cerca de duas centenas de aguedenses a viajarem pela história da música brasileira.

 

Depois do êxito em 16 países, agora em Portugal... e em Águeda

Durante praticamente duas horas, “Uma viagem através da música do Brasil” apresentou a Águeda, em mais de 50 canções, distribuídas em blocos cronológicos, contextualizados por breves comentários do narrador, Lauro Moreira, o panorama histórico da música popular brasileira.

Desde os primórdios até aos dias de hoje, do chorinho ao samba, da valsa à bossa nova, do frevo ao baião, além da música típica das regiões geográficas do país, todos os estilos desfilaram no Cine-Teatro São Pedro.

O espectáculo terminou de forma apoteótica, com a artista no meio do público e este já todo de pé a dançar ao ritmo de músicas bem conhecidas do público português, mas a diversão foi uma constante ao longo de todo o concerto.

Para comemorar os dez anos, o Grupo “Solo Brasil” está em digressão por dez cidades portuguesas, do Alentejo ao Minho, do Atlântico à Serra da Estrela, desde 15 de Novembro até 6 de Dezembro. Dia 21 de Novembro deu-se a passagem do grupo por Águeda. Este espectáculo está a cargo de um grupo de artistas altamente qualificados, tendo à frente a voz e a interpretação de Maria Eugênia.

Depois do sucesso obtido nos diferentes continentes, com o apoio da autarquia, Águeda recebeu este espectáculo de êxito internacional, que proporcionou um serão ao som da riquíssima música popular brasileira.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:41

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Autarquia deu as boas-vindas aos professores do concelho de Águeda

Cerimónia assinala regresso às aulas

A Câmara Municipal de Águeda promoveu, no dia 7 de Setembro, no Cine-Teatro São Pedro, a cerimónia de recepção aos educadores e aos professores do 1º, 2º e 3º ciclo que vão leccionar no concelho neste ano lectivo.

Organizada pela autarquia, a cerimónia teve como objectivo assinalar simbolicamente o regresso às aulas. As boas-vindas foram dadas a cerca de 250 docentes, estando presente o presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, a vereadora da Educação, Elsa Corga, e os representantes dos quatro Agrupamentos de Escolas do concelho de Águeda.

Elsa Corga começou por dar as boas-vindas “aos professores que estão a leccionar no concelho pela primeira vez”, dizendo aos restantes que “é com todo o gosto que vos recebemos por mais um ano”. Para a vereadora, “a Câmara Municipal tem-se pautado pela colaboração com os agrupamentos de escolas”, acrescentado que “é o que queremos continuar a fazer”.

Por sua vez, o presidente da Câmara referiu que “a educação é uma das grandes apostas deste Executivo”. Na sua intervenção encorajou os docentes dizendo que “ser professor é acreditar num futuro melhor e ser, ao mesmo tempo, irreverente”, pedindo ainda para estes fazerem “os alunos felizes. Mas sejam exigentes com eles, porque no futuro vão lembrar-se de vocês”. Para finalizar, o autarca referiu que “podemos todos fazer mais e melhor para ajudar os nossos jovens”.

A opinião dos representantes dos Agrupamentos de Escolas de Águeda foi unânime ao referirem que a autarquia tem desempenhado um bom trabalho e que em conjunto têm desenvolvido óptimas parcerias.

A cerimónia de recepção serviu também para anunciar as actividades que vão ser realizadas durante o ano lectivo de 2009/2010, como as Jornadas Europeias do Património, a Astronomia nas Escolas, o Desfile de Carnaval, a Semana do Teatro, Águeda - Cidade da Segurança, entre muitas outras, planeadas para este novo ano lectivo.

 

“AparqA!” apresenta actividades aos professores

Na ocasião, foi feita uma pequena apresentação do projecto “AparqA!, Centro Criativo da Alta Vila”, assim como das actividades propostas para o Outono e o Inverno.

O “AparqA!” é um dos projectos da Câmara Municipal de Águeda para a dinamização do Parque Municipal da Alta Vila. Depois de dois anos lectivos com mais de 10 mil participações, o “AparqA!” tem revolucionado o modo de se ver e de entendermos a recreação do tempo, como um meio de valorização pessoal e social de cada um, de aprendermos as coisas de modo diferente, como num jogo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Excelência e Inovação no centro das II Jornadas de Modernização Administrativa

Hoje e amanhã em Águeda

A Câmara Municipal de Águeda vai realizar, hoje e amanhã, as II Jornadas de Modernização Administrativa, este ano com a temática Excelência e Inovação.

Após o êxito alcançado na edição de 2008, com mais de 400 participantes, a autarquia volta a apostar na iniciativa, que surge como uma oportunidade para a Câmara Municipal de Águeda e outras entidades darem a conhecer aos participantes e, em particular, à Administração Pública presente, os novos procedimentos que têm vindo a desenvolver e a implementar, inovando, facilitando e modernizando a sua acção junto de todos os cidadãos.

Estes dois dias permitirão também a troca de experiências entre os presentes e certamente ajudarão a traçar novos rumos para a melhoria das respostas aos utentes dos serviços públicos.

 

Segunda edição das Jornadas apresenta novidades

O presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais, em conferência de Imprensa apresentou as novidades destas segundas Jornadas. Este ano as Jornadas destinam-se também ao público em geral e vão contar com participações internacionais. Serão ainda sorteados um PDA e uma placa de acesso à Internet. A organização decidiu alargar mais a tipologia da formação dada com as Jornadas a não “mostrar apenas o que se faz em Águeda, mas também em outras autarquias nacionais”, referiu o edil aguedense.

A explicação detalhada da iniciativa ficou a cargo de Pedro Alves, técnico da autarquia e um dos organizadores da iniciativa, que focou o facto “de as Jornadas, este ano, estarem abertas ao público em geral” referindo ser “importante que os aguedenses, e não só, vejam o nosso trabalho e o que fazemos”. À semelhança do ano anterior, “vamos contar com o testemunho experiente de quem trabalha no município”, mas “vamos também trazer até cá alguns gurus nacionais e internacionais, nomeadamente no painel dedicado ao Opensource”, explicou.

 

Detalhes das Jornadas

O arranque das Jornadas, hoje, vai contar com a participação da secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques. Já a sessão de encerramento, amanhã, terá a participação do Ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, presenças que constituem indicadores do interesse e projecção que estas Jornadas voltam a merecer, nomeadamente junto da Administração Central.

As Jornadas de Modernização Administrativa funcionarão em três espaços. No que se refere às sessões teóricas, estas decorrerão no Cine-Teatro São Pedro, onde serão apresentados os principais temas das Jornadas.

Hoje serão abordados: Os novos desafios da transparência: contratação pública electrónica e da contabilidade analítica; Ambientes Opensource; Inovar no comunicar: uma exigência mais do que um desafio. Amanhã, dia 8 de Julho, vão ser reflectidos os seguintes temas: Desmaterialização: Tendências de evolução; Soluções informáticas integradas; Inovar e modernizar: mais que um desafio um caminho a percorrer.

Para Gil Nadais, o objectivo das II Jornadas “é ultrapassar o número de participantes do ano passado, caso contrário manter a mesma fasquia, tanto no número de participantes, como no sucesso alcançado”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:23

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

“Sextas Culturais Águeda 2009”

Galegos Luar na Lubre remam da Corunha para Águeda no dia 8 de Maio

O Cine-Teatro São Pedro prepara-se para receber, no dia 8 de Maio, às 22 horas, a voz portuguesa de Sara Vidal, no grupo galego Luar na Lubre, naquele que será o penúltimo espectáculo das “Sextas Culturais Águeda 2009”.

Da cidade portuária da Corunha para o mundo: música celta galega!

A voz do grupo é da cantora portuguesa Sara Vidal, cujas ligações familiares a Águeda darão especial emoção ao concerto dos Luar na Lubre nas “Sextas Culturais”.

Luar na Lubre é um dos mais importantes grupos folk galegos, com uma carreira internacional recheada de êxitos, discos e reconhecimentos. O grupo difunde por todo o planeta a música da nossa irmã Galiza, estreitando laços culturais entre países e culturas, numa relação também muito especial com a música e os músicos portugueses.

A formação do grupo remonta a 1986. Desde a sua estreia o grupo habitou-se aos prémios e às críticas positivas. Luar na Lubre já conta com alguns discos de ouro, que correspondem também a um sucesso comercial assinalável.

Este é mais um espectáculo a não perder. Os bilhetes para os concertos das “Sextas Culturais 2009” podem ser comprados em diversos postos de venda em Águeda, Aveiro e Porto. Os bilhetes para o concerto de Luar na Lubre têm o custo de 8 euros no dia do concerto, mas podem ser adquiridos por 4 euros se pré-comprados até à véspera.

Depois do êxito da edição de 2008, as “Sextas Culturais Águeda 2009” confirmam a aposta da Câmara Municipal de Águeda na promoção de espectáculos que afirmem o concelho como destino cultural de qualidade.

 

Bilhetes e preços

- 8 euros (no próprio dia/apenas na bilheteira do Cine-Teatro São Pedro)

- 4 euros (pré-venda)

 

Pontos de venda:

Águeda - Galeria Municipal, Fórum da Juventude, Biblioteca Municipal, Piscinas Municipais, Posto de Turismo, Espaço d’Orfeu, Cine-Teatro São Pedro;

Aveiro - Oficina de Música de Aveiro, Loja de Música Wah Wah no Mercado Negro, Loja de Discos Disco Preto no Centro Comercial Oita;

Porto - Contagiarte.

 

http://www.luarnalubre.com

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:36

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

“Sextas Culturais Águeda 2009”

TGB trazem jazz e improvisação ao Cine-Teatro São Pedro esta sexta-feira

As “Sextas Culturais Águeda 2009”, iniciativa da Câmara Municipal de Águeda, continuam em força trazendo a Águeda o concerto de um dos mais singulares, imprevisíveis e fascinantes grupos do jazz nacional: os TGB.

O concerto de 10 de Abril, sexta-feira, deste invulgar trio constituído por Sérgio Carolino (tuba), Mário Delgado (guitarra) e Alexandre Frazão (bateria) integra-se nas “Sextas Culturais Águeda 2009” e terá lugar às 21.45 horas, no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda.

O nome TGB representa as iniciais de tuba, guitarra e bateria, os instrumentos que constituem este trio, formação pouco usual em termos instrumentais, quer pelo tipo de combinação, quer pelo lugar móvel que estes ocupam na pirâmide tímbrica. Tamanha audácia num projecto musical só poderia contar com a excelência de grandes músicos: Sérgio Carolino, além das colaborações com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, é actualmente tuba principal na Orquestra Nacional do Porto; Mário Delgado é um guitarrista de reconhecidos méritos, quer seja no trio de Carlos Barreto ou nas incontáveis colaborações que já teve com meio mundo musical português; por fim, Alexandre Frazão é um dos bateristas centrais da música nacional, com um rol de participações em todas as áreas, do jazz (Bernardo Sassetti) à música tradicional (Júlio Pereira), ou da pop (Rui Veloso).

O som TGB move-se num terreno próximo de formações clássicas inusitadas da história do Jazz e da música improvisada. O repertório viaja pelos próprios projectos paralelos dos três músicos, bem como por diversos outros compositores pragmáticos, cujo relevo melódico/rítmico é tão abrangente que permite as mais audaciosas inversões instrumentais, viajando do rock ao pop. Na verdade, mais do que um grupo jazz, os TGB assumem-se como um trio de improvisadores sujeitos a variadíssimas influências.

Os bilhetes do concerto dos TGB, bem como dos demais concertos das “Sextas Culturais Águeda 2009”, podem ser comprados em diversos postos de venda em Águeda, Aveiro e Porto. Os bilhetes para o concerto dos TGB têm o custo de 10 euros no dia do concerto, mas podem ser adquiridos por 5 euros se pré-comprados até à véspera.

As “Sextas Culturais”, iniciativa da Câmara Municipal de Águeda e programação da d’Orfeu Associação Cultural, continuam a marcar o calendário cultural da região, desta vez com o som inconfundível dos TGB.

 

Masterclasse destinada a músicos

A passagem dos TGB por Águeda fica ainda marcada por uma Masterclasse destinada a músicos, orientada pelos três gurus (Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão) na véspera do concerto, dia 9 de Abril, quinta-feira, entre as 17 e as 21 horas. As inscrições são limitadas (para mais informações contactar dorfeu@dorfeu.com ou 234 603 164). A presença dos TGB, não só em palco mas também no contacto formativo, será uma oportunidade única para os músicos da região.

Na noite de 10 de Abril, palco à sinergia sublime de uma tuba veloz, uma guitarra viajante e uma bateria experiente. Quem já os conhece, já sabe: cada concerto dos TGB é único e irrepetível.

 

Bilhetes e preços

- 10 euros (no próprio dia/apenas na bilheteira do Cine-Teatro São Pedro)

- 5 euros (pré-venda)

 

Pontos de venda:

Águeda - Galeria Municipal, Fórum da Juventude, Biblioteca Municipal, Piscinas Municipais, Espaço d’Orfeu, Posto de Turismo, Cine-Teatro São Pedro;

Aveiro - Oficina de Música de Aveiro, Loja de Música Wah Wah no Mercado Negro, Loja de Discos Disco Preto no Centro Comercial Oita;

Porto - Contagiarte.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:09

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Lançamento de livro em Águeda

“A Rambóia: 140 anos de História” documenta percurso da Banda Marcial de Fermentelos

No próximo dia 20 de Março, sexta-feira, pelas 18 horas, o Salão Nobre da Câmara Municipal de Águeda vai voltar a ser o palco de mais um laçamento com história. A Banda Marcial de Fermentelos, a mais antiga associação do concelho de Águeda, prepara-se para a apresentação pública do livro “A Rambóia: 140 anos de História”.

Há muito tempo que havia o desejo de colocar em livro a história duma associação que representa um marco cultural da freguesia de Fermentelos e consequentemente do concelho de Águeda. A Banda Marcial teve como grande empreendedor o saudoso Adolfo Roque, presidente da Assembleia-geral da instituição, que moveu as vontades para levar a iniciativa a bom porto.

A obra que agora será lançada contou com a colaboração de Adaíl Pires da Rosa, na busca de informações, na recolha e organização de documentos, coadjuvando a autoria do jornalista e escritor Alfredo Barbosa. Desta forma, este livro é claro e rigoroso, atributos que o colocarão certamente na posição de um dos mais importantes documentos da história da cultura local e regional.

Numa apresentação que prima por ser sucinta, mas precisa, apelativa e humana, desfilam os músicos e maestros, as direcções e os simpatizantes, os momentos de altos e baixos, marcos possíveis de serem apurados e documentados ao longo de quase século e meio, desde a longínqua fundação da Banda Marcial em 1868.

Num grafismo elegante, esta edição de luxo vai conter também as imagens da banda ao longo dos tempos. Na simplicidade ou complexidade das vidas e dos sentimentos, que por esta associação passaram, na obra vão ser apresentados os testemunhos de várias personalidades que acompanharam, geriram, tocaram ou regeram a banda.

O lançamento do livro está prestes a tornar-se uma realidade, e com ele vem o agradecimento a todos quantos criaram, mantiveram e mantêm em actividade a instituição. Representa, de igual modo, um esforço financeiro, um árduo trabalho para todos quantos se empenharam na tarefa de o trazer à luz, desde a Direcção da banda, à Câmara Municipal de Águeda, mas também dos inúmeros simpatizantes individuais ou empresas amigas que se prestaram ao apoio e se solidarizaram com a iniciativa, sem os quais a sua realização seria certamente impossível.

 

Inauguração de exposição com espólio da colectividade

No dia de apresentação da obra “A Rambóia: 140 anos de História” vai ser simultaneamente inaugurada uma exposição com o vasto espólio da colectividade, que vai ter lugar na Galeria Municipal, onde vai permanecer até dia 31 de Março. Estes dois eventos contam ainda com a presença da Aliança Vinhos de Portugal, que dará o seu contributo para o brinde aos 140 anos da associação.

No dia seguinte, sábado (21), haverá um concerto pela Banda Marcial de Fermentelos, seguido de nova apresentação da obra, na sede da instituição, pelas 21 horas.

 

Historial da Banda Marcial Fermentelos

A Banda Marcial de Fermentelos, Banda Velha ou Rambóia, foi fundada em 1868, mantendo actividade ininterrupta até à actualidade. Com sede na freguesia de Fermentelos, concelho de Águeda, faz em média três dezenas de actuações por ano, divididas entre festas populares de cariz religioso e concertos temáticos em recinto fechado.

O seu repertório espelha a extrema versatilidade do agrupamento e assenta em marchas de desfile, marchas de concerto, transcrições de repertório sinfónico dos séculos XIX e XX, obras solísticas, música popular ou ligeira, música tradicional, bandas sonoras de filmes e música contemporânea. Actualmente segue uma estratégia de valorização de repertório de autores portugueses, muitas vezes composto ou adaptado propositadamente para esta banda.

Efectuou digressões a Espanha e França onde recolheu as melhores impressões do público. Participou no I Concurso Ateneu Artístico Vilafranquense (2006), onde, entre 36 bandas participantes - portuguesas, espanholas e italianas -, arrecadou o 3º lugar, justificando a opinião generalizada entre o público de ser uma das melhores bandas no panorama nacional.

Foi seleccionada para participar no Ciclo de Concertos I, II e III nas mais prestigiadas salas e auditórios da zona centro, intitulado “Bandas em Concertos”, organizado pela Delegação Regional de Cultura do Centro, com concertos na Casa da Cultura de Santa Comba Dão, Cine-Teatro São Pedro, CAE – Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz e Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, bem como foi a primeira banda filarmónica civil a actuar na Casa da Música do Porto, integrada nos concertos “Ao meio dia”.

Para isto contribui o interesse e a qualidade das camadas jovens que compõem a banda, que partindo da sua escola de música procuraram outra formação em Conservatórios, Escolas Profissionais e Universidades nacionais e estrangeiras, tendo daí surgido dezenas de músicos profissionais, que hoje servem escolas de música por todo o país como docentes; Orquestras Sinfónicas, Bandas Militares, sendo rara a que não incorpora elementos desta banda; e toda uma vasta gama de agrupamentos musicais de elevado nível com os quais colaboram.

Do historial da Banda Marcial de Fermentelos constam já quatro registos discográficos, intitulados “Banda Velha”, “Rambóia”, “Marcial de Fermentelos” e “The Music Of Luís Cardoso”, datados de 1999, 2000, 2005 e 2007, respectivamente, sendo o último editado pela prestigiada editora holandesa Molenaar Edition BV.

Possui ainda uma Orquestra Ligeira, a OLBAMA, com formação de Big Band, que executa repertório de carácter ligeiro e jazz.

Actualmente, a Banda Marcial de Fermentelos é composta por cerca de 70 elementos, sendo seu director artístico o maestro Carlos Marques.

A autarquia alia-se a mais um momento de interesse cultural, pelo que convida todos os aguedenses e simpatizantes da Banda Marcial de Fermentelos a comparecerem e a conhecerem um pouco mais da sua história.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:31

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

“A Última Famel” estreia ...

Júlio Pereira sobe ao pal...

Orquestra de Jazz de Mato...

Grupo Sete Lágrimas traz ...

Águeda rendeu-se ao espec...

Autarquia deu as boas-vin...

Excelência e Inovação no ...

“Sextas Culturais Águeda ...

“Sextas Culturais Águeda ...

Lançamento de livro em Ág...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds