Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Reunião aberta para a iniciativa Limpar Portugal (Grupo de Águeda)

Dia 4 de Março no Salão Nobre da Câmara Municipal

Realiza-se no próximo dia 4 de Março, quinta-feira, às 18 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Águeda, uma reunião aberta a toda a população, tendo por tema a iniciativa Limpar Portugal.

A reunião tem por objectivo estruturar a acção que se desenvolverá localmente: Limpar o concelho de Águeda e estimular à participação de tod@s no projecto. É desta forma que a autarquia lança o convite à participação de todos nesta reunião de preparação da iniciativa.

O projecto Limpar Portugal é um movimento cívico que tem como principal objectivo, no dia 20 de Março de 2010, remover todo o lixo depositado indevidamente nos nossos espaços verdes. Numa iniciativa apoiada pela autarquia de Águeda, pretende-se, através da participação cívica, promover a comunicação e a reflexão sobre a problemática dos resíduos, do desperdício, do ciclo dos materiais e do crescimento sustentável.

A iniciativa, realizada na Estónia em 3 de Maio de 2008, reuniu 50 mil voluntários e recolheu 10 mil toneladas de lixo em cinco horas.

 

Grupo de Águeda já conta com vários adeptos

A menos de um mês do “Dia L – Dia do Limpar Portugal”, o grupo de Águeda (AGD) tem vindo a reunir mais adeptos esperando a organização que, “muitos mais venham a voluntariar-se nas diferentes freguesias”. Esta é uma prova também à nossa vontade de mudar e melhorar o mundo que nos rodeia. Espera-se assim, uma colaboração activa de cidadãos a título individual, movimentos e grupos de cidadãos, escuteiros, empresas, instituições, escolas, bombeiros, Juntas de Freguesia, Cruz Vermelha, associações desportivas, IPSS, entre tantas outras que poderão colaborar para que a iniciativa seja um êxito no Município de Águeda.

A participação dos voluntários no dia 20 de Março passa por colaborar na limpeza dos espaços identificados para o efeito, mas também na identificação dos locais a limpar, na organização do grupo na sua freguesia, na divulgação do projecto, na consultadoria técnica, na cedência de meios de transporte para resíduos (“pick-up”, tractor, atrelados, outros), material vário como sacos, luvas, águas, entre outros.

Toda a participação terá que ser voluntária ou com a cedência de bens e/ou serviços, não se aceitando contrapartidas monetárias.

Quem estiver interessado em participar no Projecto Limpar Portugal, basta registar-se no grupo de Águeda – AGD – em http://limparportugal.ning.com/ ou contactar a Câmara Municipal de Águeda: presencialmente, nos serviços camarários, ou por e-mail ou telefone, deixando o nome, morada, contacto telefónico e e-mail (se tiver).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:37

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

“Recortes de História” inaugura no sábado

João Venâncio Marques doa espólio com milhares de notícias recortadas à Misericórdia de Anadia

No próximo sábado, dia 20 de Fevereiro, vai inaugurar, numa das salas do Museu José Luciano de Castro - Palacete Seabra de Castro, em Anadia, pelas 15 horas, a exposição “Recortes de História”, da autoria de João Venâncio Marques.

O autor, natural da cidade de Anadia, com 77 anos de idade vai expor no referido espaço museológico, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Anadia (SCMA), a sua colecção particular com alguns dos mais significativos “Recortes de História”, retirados de jornais, que colecciona.

Possuidor de um arquivo de documentos jornalísticos, que foi reunindo ao longo dos anos e que reflectem a história e memória colectiva, no fundo o passado de Anadia e de pessoas do concelho, João Venâncio Marques vem agora dar a conhecer à população essas “relíquias” que tanto estima.

“Trata-se de um espólio de alta importância, dedicado a um espaço, que marca uma actividade cultural, a riqueza de um património, que dá a conhecer uma grande parte da minha vida”, explicou o autor.

E foi com apenas 11 anos que João Venâncio Marques iniciou esta actividade de coleccionador de recortes de jornais, sem “destino definido, mas já com a veia de ‘esfrangalhar’ jornais”, admite. E estes recortes dizem todos respeito a “tudo aquilo que fosse alusivo a Anadia e à Bairrada e suas gentes, não colocando de parte outras notícias que achasse de interesse”.

É no seio destes princípios que instituições como a SCMA, a Banda de Música, Bombeiros Voluntários de Anadia, Anadia Futebol Clube, APPACDM entre outras, mas também individualidades como Fausto Sampaio, Rodrigues Lapa, Manuel Alves, o ex-treinador do Benfica Toni, o “Fernandito” (Fernando Pina) do Anadia ou José Iglésias ganham personalidade nos recortes, indo ao encontro dos objectivos do autor.

Um trabalho considerado “digno e enriquecedor”, apreciado e valorizado por muitos alunos, “alguns deles em carteira universitária, mas também por historiadores, sendo alguns de renome e que consideram este um serviço extraordinário e de grande utilidade”, afiançou João Venâncio Marques.

Há mais de 65 anos que o autor desenvolve esta actividade, “permanentemente e de forma inesgotável”, sobre um tema “que não tem fim”. A entrega do espólio, devidamente legalizado, à SCMA é fruto de um anseio pela abertura e colaboração “nunca negada pela instituição”, que se alia à Biblioteca José Luciano de Castro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:44

link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Janeiro de 2010

Oficinas de Educação Ambiental na Mealhada

Ateliê ensina a reciclar vidro velho

A próxima Oficina de Educação Ambiental vai ensinar os participantes a reutilizar o vidro usado. Chama-se “Vidro Velho Vira Lindo!” e vai decorrer no próximo sábado, dia 30 de Janeiro, das 14.30 às 17 horas, na freguesia da Pampilhosa. Um ateliê que já se encontra lotado, estando por isso encerradas as inscrições.

A ideia é transformar pratos, frascos e garrafas de vidro velho em novas peças de arte recorrendo à decoração. A actividade, orientada por Leonor Matos, está marcada para as 14.30 horas do próximo sábado no Largo do Garoto ou, no caso das condições atmosféricas não serem as melhores, no antigo Jardim-de-Infância da Pampilhosa, junto aos Bombeiros.

Esta é a terceira actividade do programa Oficinas de Educação Ambiental 2009/2010. Uma aposta da Câmara Municipal da Mealhada, que vai já na sua quarta edição e que tem como objectivo sensibilizar a população, sejam crianças, jovens ou adultos, para as questões ambientais. As oficinas decorrem mensalmente, a um sábado, em cada uma das oito sedes de freguesia do concelho.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:46

link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Dezembro de 2009

AHBVA comemora 76 anos com dificuldades materiais

Necessidade de um quartel novo continua a ser a preocupação número um da associação

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia (AHBVA) festejou o 76º aniversário no último domingo, dia 20. A sessão solene ficou marcada pelas condecorações e promoções a alguns dos bombeiros, assim como pela lembrança às entidades presentes das dificuldades de natureza material que esta corporação de bombeiros vem atravessando.

A AHBVA entendeu atribuir o Crachá de Ouro às irmãs Maria do Carmo e Margarida, da Congregação de São Vicente de Paulo. Como a irmã Maria do Carmo, por impedimento profissional inadiável, não esteve presente, a Direcção da associação entendeu que João Dias Coimbra, comandante do Quadro de Honra dos Bombeiros Voluntários de Anadia (BVA), será o fiel depositário da medalha para entrega posterior.

Carlos Alegre, presidente da Assembleia Geral da AHBVA, abriu a cerimónia dirigindo-se aos bombeiros, “que com a sua abnegação e o seu voluntarismo deixam tudo em nome desta nobre missão e lema que os move: Vida Por Vida”.

Coube ao comandante dos BVA dar seguimento à sessão solene, sublinhando que “face às alterações legislativas somos conscientes de mais e maiores responsabilidades e não menos conhecedores de que cada vez mais as dificuldades são e serão maiores”. Contudo, Eduardo Matos está certo que essas alterações não constituem obstáculo, tendo em conta que “os BVA foram sujeitos à solução do problema e a não fazer parte dele, actuando sempre com grande competência e profissionalismo”.

 

Aumento de serviço dos BVA

O comandante falou do aumento significativo de serviço, destacando a maior incidência na área da saúde: “Uma vez que o Ministério da Saúde determinou o encerramento do Serviço de Urgência do Hospital José Luciano de Castro em Janeiro de 2008, obriga-nos a que para qualquer pedido de socorro, o mesmo seja encaminhado para os Hospitais da Universidade de Coimbra, Hospital Infante D. Pedro, em Aveiro e Hospital Conde de Sucena, em Águeda”. Estas deslocações, para o comandante dos BVA, dão origem a que os recursos quer humanos quer materiais estejam cativos e indisponíveis muito mais tempo, diminuindo a operacionalidade do corpo activo “momentaneamente, o que nos preocupa”.

Também Mário Teixeira, presidente da Direcção da AHBVA, fez referência a tempos difíceis e às contrariedades, sendo contudo a vontade do corpo dos BVA “incalculável”.

 

Dificuldades materiais

O dirigente falou das dificuldades de natureza material, desde as instalações desajustadas, às viaturas que necessitam de substituição pelo muito uso e idade, aos equipamentos de protecção individual, fardamentos e outros que faltam. Mas lembrou que os subsídios concedidos pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), Câmara Municipal de Anadia e outras entidades têm solucionado algumas dessas dificuldades.

Durante a cerimónia, Mário Teixeira deu a conhecer a oferta da Comissão de Festas da Moita, de uma verba no valor de 2.651,36 euros, destinada à aquisição de equipamentos. O presidente da Direcção deixou ainda o apelo aos associados que não contribuíram, por ainda não terem sido procurados, para ajudarem com a liquidação das quotas, “cujos valores nos estão a fazer muita falta”.

 

Protocolo para uma EIP

Mário Teixeira aproveitou a ocasião para dar a conhecer o protocolo assinado entre a ANPC, a Câmara Municipal e a AHBVA - por três anos -, que a partir de Janeiro de 2010 vai contar com uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP), constituída por cinco elementos dos BVA, em alerta oito horas por dia, de segunda a sexta-feira, destinada a socorrer as populações em situações de catástrofe ou outras.

Teresa Belém, vice-presidente da Câmara de Anadia, em representação do presidente Litério Marques, disse que em 2010 a EIP contará com 50% de comparticipação da autarquia (30 mil euros), ficando a outra metade a cargo da ANPC. A autarca manifestou ainda a vontade da Câmara em vir a dar apoio na construção do novo quartel, através do QREN.

A sessão solene do 76º aniversário da AHBVA contou com promoções a bombeiros de terceira e de segunda. Foram também entregues medalhas por assiduidade grau cobre (pelos serviços prestados por cinco anos), grau prata (serviços prestados por 10 anos) e grau ouro (pelos 25 anos de serviço prestado).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:41

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

Casa da Cultura de Oliveira do Bairro causa mossa durante reunião do Executivo

Leontina Novo defende que equipamento não deveria ser instalado no velho quartel dos Bombeiros Voluntários

A futura Casa da Cultura de Oliveira do Bairro fez alguma mossa durante a reunião do Executivo camarário de ontem, dia 24 de Setembro. Leontina Novo, vereadora da Oposição (CDS-PP), absteve-se na votação do projecto de arquitectura daquele equipamento, por não concordar com a sua localização.

A Casa da Cultura vai nascer da requalificação do velho quartel dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, no centro da cidade. O vereador Joaquim Santos lembrou da aprovação do anteprojecto, em 31 de Julho de 2008, explicando que agora seria vez de aprovar o projecto de arquitectura.

Já Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal, sublinhou ser grande objectivo do Executivo dotar a cidade com uma infra-estrutura que permita ter “um salão, um anfiteatro, um auditório polivalente, com cerca de 500 lugares, que possa responder com qualidade ao mais variado tipo de espectáculos, sejam teatro, concertos ou outros”. O autarca lembrou que também o “velho quartel será assim requalificado”.

O presidente da Câmara fez saber que o projecto “está desde a primeira hora” incluído num pacote do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), sendo que a contratualização tem o valor de 2 milhões e 200 mil euros.

Joaquim Santos explicou que o que seria submetido ao QREN era o projecto de arquitectura. Para tal foi necessário “afinar o número de lugares e valências agregadas”.

 

Casa da Cultura vai ter 480 lugares

O número definitivo de lugares da nova Casa da Cultura de Oliveira do Bairro é de 480, estando a infra-estrutura destinada para valências como teatro, dança, cinema, conferências. “Entre o anteprojecto e este fizeram-se as afinações necessárias. Vamos aprovar o projecto de forma definitiva, para o levar à candidatura do QREN e avançar para os projectos de especialidade”, referiu Joaquim Santos.

Leontina Novo disse que, não sendo contra ter uma Casa da Cultura no concelho, não concordava com a sua localização. “Entendo que seria uma oportunidade para recuperar a antiga Cerâmica Rocha. Com 2 milhões e 200 mil euros do QREN, a recuperação da cerâmica podia ser enquadrada no projecto. É uma oportunidade que se perdeu para requalificar aquele património”, frisou a vereadora.

“Podíamos ter conjugado os dois esforços, recuperando a antiga cerâmica e instalando lá a Casa da Cultura”, rematou Leontina Novo. O projecto de arquitectura foi aprovado por maioria, com a abstenção da vereadora popular.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:57

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Com ÁguedaMar a Praia da Barra volta a ficar mais perto

Câmara Municipal de Águeda promove transportes para as praias

A primeira viagem até à praia com o ÁguedaMar 2009, uma iniciativa da Câmara Municipal de Águeda, está cada vez mais próxima: começa já no dia 6 de Agosto, quinta-feira, e durará todo o mês de Agosto.

O transporte para a Praia da Barra será feito todas as quintas e sextas-feiras de Agosto. A hora de saída de Águeda será às 9 horas, junto do quartel dos Bombeiros Voluntários, rumando em seguida às diferentes freguesias onde haja pessoas inscritas.

A pedido de muitos veraneantes, num inquérito realizado pela autarquia na edição de 2008, este ano a hora da partida da praia foi alargada para as 17.30 horas. Com esta medida, a Câmara proporciona mais “tempo ao sol” aos aguedenses e satisfaz o principal pedido dos banhistas que usufruem desta iniciativa.

Os munícipes interessados deverão fazer a inscrição na sua Junta de Freguesia até à terça-feira de cada semana, o custo é de 2 euros por dia (ida e volta), sendo que no acto de inscrição será entregue uma senha que validará o acesso ao autocarro (é obrigatório apresentar a senha para entrar no autocarro).

A cada Junta de Freguesia cabe a responsabilidade de enviar a listagem com o número de inscritos, até às 18 horas da terça-feira de cada semana para adriana.mesquita@cm-agueda.pt (preferencialmente) ou ainda para o fax 234 610 078.

Com ÁguedaMar todos os aguedenses interessados voltam a usufruir de um dia na praia de uma forma fácil e cómoda, sendo que para muitos esta é a única “boleia” para irem até à praia.

O êxito das edições anteriores do ÁguedaMar – recorde-se que em Agosto de 2008 a Câmara Municipal levou à praia mais de 1800 pessoas! – incentivou a autarquia aguedense a repetir a iniciativa, pelo que quem quiser desfrutar de um dia na praia, poderá fazê-lo através do transporte para a Praia da Barra disponibilizado pela Câmara Municipal de Águeda.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:20

link do post | comentar | favorito
Sábado, 18 de Julho de 2009

ÁguedaMar regressa para levar ainda mais pessoas à praia

Iniciativa da Câmara Municipal de Águeda começa dia 6 de Agosto

À semelhança do que tem sido feito desde 2007, ÁguedaMar 2009 é uma iniciativa da Câmara Municipal de Águeda que terá início no dia 6 de Agosto, quinta-feira, e que durará todo o mês.

O sucesso das edições anteriores do ÁguedaMar – recorde-se que em Agosto de 2008 a Câmara Municipal levou à praia mais de 1800 pessoas – incentivou a autarquia aguedense a repetir a iniciativa, pelo que quem quiser desfrutar de um dia na praia, poderá fazê-lo através do transporte para a Praia da Barra, disponibilizado pela Câmara Municipal de Águeda.

O transporte para a Praia da Barra será feito todas as quintas e sextas-feiras de Agosto. A hora de saída de Águeda será às 9 horas, junto ao quartel dos Bombeiros Voluntários, rumando em seguida às diferentes freguesias onde haja pessoas inscritas. A chegada está prevista para cerca das 17.30 horas.

 

Inscrições nas Juntas de Freguesia

Os munícipes interessados deverão fazer a inscrição na sua Junta de Freguesia, até à terça-feira de cada semana, sendo em seguida comunicadas à Câmara Municipal para que os autocarros possam recolher as pessoas inscritas nos locais habituais, nomeadamente Juntas de Freguesia.

O custo é de 2 euros por dia (ida e volta), sendo que no acto de inscrição será entregue uma senha que validará o acesso ao autocarro (é obrigatório apresentar a senha para entrar no autocarro).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:09

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Julho de 2009

III Cruzeiro Internacional Arcachon - Galiza - Aveiro

Largada da regata acontece hoje em Arcachon

Vai realizar-se o III Cruzeiro Internacional Arcachon - Galiza - Aveiro, com partida da regata hoje, dia 3, de Arcachon e o regresso a Aveiro dia 12 de Julho.

Em parceria com a AVELA e a Região de Turismo do Centro, a Câmara Municipal de Aveiro organiza o III Cruzeiro Internacional Arcachon - Galiza - Aveiro, de 3 a 12 de Julho. O vereador do pelouro do Desporto, Gonçalo Caetano Alves, vai representar o município de Aveiro no momento da largada da regata, em Arcachon, que acontecerá hoje, pelas 15 horas. Ontem (dia 2), os elementos da comitiva do município de Aveiro foram recebidos a convite do presidente da Câmara Municipal de Arcachon, Yves Foulon, nos Paços do Concelho da edilidade francesa.

O ano em curso reveste-se de grande simbolismo para a amizade que une os municípios de Aveiro e Arcachon (França), uma vez que se comemora o 20º aniversário da assinatura do Protocolo de Geminação que subscreveram em 1989.

No âmbito dos objectivos comuns de conhecimento e cooperação mútuos de intercâmbio social e cultural e de estreitamento de laços entre comunidades, muitos foram os contactos e iniciativas desenvolvidas ao longo destas duas décadas de geminação, não só entre os respectivos municípios, a nível institucional, mas pelas diversas entidades que integram a comunidade.

Assim, destacam-se os intercâmbios promovidos com as Corporações de Bombeiros Aveirenses, o Rotary Club de Aveiro, o Lions Santa Joana e a AVELA, cujas actividades são reveladoras do espírito de interculturalidade e abertura presentes na sociedade aveirense.

Confirmando que a união das cidades de Aveiro e de Arcachon não se esgotou nas primeiras relações estabelecidas, mas perpetuou-se ao longo dos anos, Aveiro acolhe orgulhosamente o III Cruzeiro Internacional Arcachon - Galiza - Aveiro, que se inicia em Arcachon, hoje, e chega a Aveiro a 12 de Julho.

 

Realização de cruzeiro é marco histórico

A realização deste cruzeiro é um marco histórico na aproximação destas cidades, com características comuns e interesses partilhados, que além de recordar e homenagear a história da união de duas comunidades distantes, reforça os laços de amizade existentes, criando novos projectos de interacção.

A segunda etapa da regata tem uma paragem técnica em Baiona, Galiza e a terceira etapa e chegada a Aveiro está prevista para o dia 11 de Julho, sábado, a partir da madrugada. No entanto, durante todo o dia é possível assistir à chegada dos veleiros e visitá-los.

Os veleiros e a recepção aos velejadores vão decorrer em frente às instalações da AVELA, próximo da marinha da Troncalhada. Vai haver muita animação, barraquinhas e esplanadas. Haverá também a oportunidade para conhecer os veleiros participantes da regata por dentro. No dia 12 de Julho, as entidades oficiais e velejadores vão ser recebidos oficialmente no Welcome Center de Aveiro. A entrega de prémios está prevista para as 15 horas, no grande auditório do CCCA.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:07

link do post | comentar | favorito
Sábado, 25 de Abril de 2009

Comemorações do 35º aniversário do 25 de Abril, a Revolução dos Cravos

Programa recheado em Anadia

O 35º aniversário do 25 de Abril tem no concelho de Anadia um vasto programa de comemorações.

Assim sendo, a manhã de hoje, dia 25, vai começar na Praça do Município, com a recepção às entidades e convidados pelas 10 horas, bem como os cumprimentos à Guarda de Honra, pelas 10.30 horas.

Pelas 10.35 horas vai acontecer o Hastear das Bandeiras e execução do Hino Nacional, seguindo-se uma solta de pombos. Momentos depois, pelas 10.45 horas, actua a Banda de Música de Anadia.

De acordo com o programa estabelecido, vai haver a declamação de poemas alusivos à temática, nomeadamente “Ar livre”, de Miguel Torga e “As portas que Abril abriu”, de Ary dos Santos.

Os declamadores são alunos do Colégio Nossa Senhora da Assunção, de Famalicão e são eles: Carlos Miguel Santos, do 9º ano e Gonçalo Maia, do 5º ano. Para terminar o momento com “chave de ouro”, Albano Jorge, do grupo ADABEM e “O Baluarte”, vai declamar um poema de Sophia de Mello Breyner.

Vão haver, ainda, dois momentos coreográficos, realizados também por alunas do Colégio de Famalicão: Ana Sofia Semedo, Daniela Dinis, Inês Barreto, Francisca Salgado, Ana Carolina Costa, Sara, Maria Francisca Monteiro, Marta Campos e Cláudia Maia.

Após estes momentos culturais terá lugar o desfile apeado e motorizado do Corpo de Bombeiros, Guarda Nacional Republicana e bandeiras/estandartes das Juntas de Freguesia do concelho.

 

Assembleia Municipal em Anadia

Já no interior do edifício dos Paços do Município, no Salão Nobre, vai ter lugar, cerca das 11.20 horas, a sessão extraordinária solene e comemorativa do 35º aniversário da Revolução de Abril da Assembleia Municipal de Anadia.

Recorde-se que na Escola Básica 2/3 de Anadia está a decorrer uma exposição sobre “O 25 de Abril, o passado, o durante e o futuro”, com trabalhos efectuados pelos alunos sob a orientação dos docentes.

Também na Escola Secundária de Anadia (ESA) decorre uma exposição sobre a temática 25 de Abril.

De salientar ainda a intervenção de docentes da ESA, devidamente organizados, no espectáculo “Tributo a Zeca Afonso”, a ter lugar no Cine-Teatro de Anadia, pelas 21.30 horas de hoje, por associações culturais do concelho de Anadia (ver post do dia 20 de Abril).

 

Comemorações em Oliveira do Bairro

A Câmara Municipal e a Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro também assinalam os 35 anos do 25 de Abril, numa sessão solene comemorativa, a realizar hoje, com início pelas 10 horas.

Com muito orgulho pela democracia que vivemos, é com grande alegria que o município de Oliveira do Bairro se associa às comemorações levadas a cabo por todo o país. Reconhecendo o valor e a importância desta data, a autarquia não quer deixar passar em branco este 25 de Abril, marcando-o com o lançamento do livro “Arlindo Vicente e a Oposição”, da autoria de Miguel Dias Santos e inaugurando uma exposição dedicada a Arlindo Vicente, residente no Troviscal.

Arlindo Vicente, ligado à política e às artes, foi uma voz activa aquando do 25 de Abril, lutando pelos direitos que hoje qualquer cidadão usufrui, mas que na altura eram limitados.

Estes dois eventos serão acrescidos à sessão solene da Assembleia Municipal Comemorativa do 25 de Abril, pela pertinência da obra a ser lançada e da exposição a ser inaugurada.

O programa de hoje será o seguinte: pelas 10 horas, participação da Banda Filarmónica do Troviscal. Às 10.15 horas, Hastear das Bandeiras. Cerca das 10.30 horas, cerimónia junto do Monumento aos Combatentes do Ultramar a cargo da Liga dos Combatentes – Núcleo de Oliveira do Bairro. E às 10.45 horas, sessão solene da Assembleia Municipal, no Salão Nobre da Câmara Municipal. Pelas 11.45 horas terá lugar o lançamento do livro “Arlindo Vicente e a Oposição”, da autoria de Miguel Dias Santos e às 12.30 horas, abertura de exposição dedicada a Arlindo Vicente.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:01

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

Simulacro de incêndio testa plano de evacuação de escola

EB1 de Paredes do Bairro com incêndio extinto em nove minutos

A EB1 de Paredes do Bairro, concelho de Anadia, foi o estabelecimento de ensino escolhido pela Câmara Municipal para a realização de um simulacro de incêndio, que se realizou ao início da tarde do dia 17, última sexta-feira.

O exercício a ser testado foi o de incêndio, sendo realizado na sala de aula do 1º piso do edifício mais recente desta escola (cerca de 45 anos), edifício com três salas de aula. Na EB1 de Paredes do Bairro, que faz parte do Agrupamento de Escolas de Vilarinho do Bairro, existe um outro edifício, plano centenário, com apenas uma sala de aula, onde concluído o simulacro decorreu o briefing final.

A iniciativa teve como objectivo avaliar os Planos de Prevenção e Emergência dos estabelecimentos de ensino do 1.º Ciclo e Jardins-de-Infância do concelho. A organização esteve a cargo da Câmara Municipal de Anadia, em colaboração com os Bombeiros Voluntários de Anadia (BVA), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Junta de Freguesia de Paredes do Bairro.

De acordo com Eduardo Simões, vice-presidente do Conselho Executivo do Agrupamento de Escolas de Vilarinho do Bairro, todos os jardins-de-infância e EB1 do concelho de Anadia têm plano de evacuação, com o patrocínio da autarquia, sendo “cada plano ajustado à especificidade do edifício”.

 

Exercício com balanço positivo

Judite do Céu, coordenadora da EB1 de Paredes do Bairro, fez um balanço positivo do simulacro, “óptimo para as crianças, visto ter sido uma boa oportunidade de colocar em prática os conceitos que damos na teoria. Não tenho falhas a apontar”.

Este foi o primeiro simulacro nesta escola, que conta com 53 alunos e três professores.

Também Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, frisou que mesmo sendo uma “acção de faz de conta, é necessário colocá-la em prática, para sabermos que estamos preparados para o pior”.

Carlos Pinheiro, comandante operacional da acção, referiu que tudo correu dentro da normalidade, “estando o pessoal preparado”. Mas apontou uma falha: “Ficou determinado que as vítimas saíam pela porta de trás do edifício, onde estavam as ambulâncias, mas saíram pela frente”. Contudo, a parte da segurança “correspondeu ao pretendido”.

Do incêndio resultaram duas vítimas - um aluno e uma professora, que afirmou ter tido “um socorrismo óptimo” - às quais foi prestado socorro. No local estiveram 14 elementos (sete da GNR) e cinco viaturas dos BVA: duas ambulâncias (ABSC); uma VUCI; uma VETA e uma UVCOT.

O alerta foi dado às 14 horas, tendo os BVA chegado ao local às 14.09 horas e terminado o exercício pelas 14.18 horas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:54

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Reunião aberta para a ini...

“Recortes de História” in...

Oficinas de Educação Ambi...

AHBVA comemora 76 anos co...

Casa da Cultura de Olivei...

Com ÁguedaMar a Praia da ...

ÁguedaMar regressa para l...

III Cruzeiro Internaciona...

Comemorações do 35º anive...

Simulacro de incêndio tes...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds