Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Cerimónia Capitular da Associação Cultural Confraria dos Ovos Moles de Aveiro

Missão passa por promover, divulgar e defender o doce conventual

Vai realizar-se amanhã, dia 12, pelas 13 horas, no Salão Nobre do Hotel Imperial, a Cerimónia Capitular da Associação Cultural Confraria dos Ovos Moles de Aveiro.

Integrado no programa das Comemorações Aveiro 250 Anos, decorrerá o primeiro Capítulo da Associação Cultural Confraria dos Ovos Moles de Aveiro, numa sessão que contará com as presenças de diversas Confrarias Gastronómicas e Báquicas Nacionais, assim como com a presidência da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas.

No decorrer da cerimónia serão entronizados os 24 Confrades Fundadores, assim como os demais Efectivos e de Honra, quer individuais quer institucionais.

A Confraria dos Ovos Moles de Aveiro tem por missão a promoção, divulgação e defesa cultural e gastronómica do doce conventual “Ovos Moles de Aveiro”, enquanto produto tradicional, de origem e proveniência certificadas. A Confraria, alicerçada na tradição, procura contribuir para que a doce história dos Ovos Moles se perpetue, no futuro, em Aveiro, em Portugal e além fronteiras.

Idealizada numa conversa entre amigos em Dezembro de 2008, a Confraria dos Ovos Moles de Aveiro rapidamente ganhou importantes adeptos, ideias e força, culminando num ano intenso e de múltiplos desafios com vista à promoção dos deliciosos doces conventuais com desenhos marítimos, ex-líbris inesquecível da cidade.

Tais doces, requintado artesanato representativo de Aveiro, viriam a ver o reconhecimento europeu em Abril último, com a Comissão Europeia a incluí-los na lista de produtos alimentares com a denominação de “Indicação Geográfica Protegida”, primeiro doce português a receber tal atribuição.

Receita original concebida inicialmente pelas carmelitas da cidade no século XIX, confeccionados somente com gema de ovo, açúcar e água, o seu segredo tem sido mantido ao longo de várias gerações.

A Confraria dos Ovos Moles de Aveiro assume assim uma missão de grande responsabilidade na promoção deste famoso doce tradicional, aquém e além fronteiras, o que se traduzirá inevitavelmente pela promoção da região de Aveiro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:47

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds