Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

Água da rede pública de Anadia própria para consumo humano

Análises atestam “boa qualidade da água”, diz Litério Marques

A água da rede pública de abastecimento de água de Anadia encontra-se própria para consumo humano. A informação pode ler-se no comunicado à Imprensa enviado pela Câmara Municipal de Anadia, em conjunto com a Delegação de Saúde de Anadia, na última quinta-feira, dia 3 de Dezembro. Desta forma ficam dissipadas todas as dúvidas sobre a causa/origem do surto de gastroenterite que recentemente afectou a população do concelho.

O comunicado explica que na sequência do surto virusal ocorrido em meados do mês de Novembro e que originou um primeiro comunicado à população, emitido no dia 19 desse mês, a Câmara Municipal e a Delegação de Saúde de Anadia decidiram reforçar as análises que são efectuadas à rede pública de abastecimento de água.

 

Primeiros resultados da água já cumpriam valores

“Das análises extras que foram realizadas pelo laboratório acreditado e que efectua as análises com a periodicidade recomendada e os parâmetros que a Lei determina, concluiu-se que todos os resultados cumprem os valores paramétricos segundo o DL 306/2007”, conforme se lê no comunicado com data de 3 de Dezembro.

Posto isto, outras colheitas foram também realizadas e analisadas pelo Instituto Nacional de Sáude Dr. Ricardo Jorge, através do Departamento de Saúde Ambiental, e os relatórios de ensaio enviados de análise química e micro bacteriológica à água de consumo humano “apresentam resultados que cumprem igualmente os valores paramétricos do DL 306/2007”, lê-se no mesmo comunicado.

Recorde-se que mais de uma centena de crianças de vários estabelecimentos de ensino do concelho de Anadia, assim como adultos, foram atingidos, entre os dias 19 e 20 de Novembro, por um surto de gastroenterite, que levou a uma afluência fora do normal da Consulta Aberta do Centro de Saúde de Anadia. Os sintomas de vómitos e diarreias foram comuns, chegando a desconfiar-se que a água da rede pública poderia estar na origem deste problema.

No entanto, todas as dúvidas ficam agora desfeitas. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, recusou desde o início qualquer ligação entre a água da rede pública e o surto, alegando já que as últimas análises realizadas a 17 de Novembro atestavam a “boa qualidade da água”.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:26

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds