Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Regulamento Municipal do “Cartão +65” sem consenso

Reunião de Câmara de Oliveira do Bairro aprova documento por maioria com dois votos contra do CDS

Naquela que foi a primeira sessão pública do Executivo de Oliveira do Bairro em reunião de Câmara, dia 26, foi aprovado por maioria o Regulamento Municipal do “Cartão +65”, com cinco votos a favor - quatro do PSD e um de Henrique Tomás, vereador do PS - e dois votos contra, de Jorge Mendonça e Lília Ana Águas, eleitos pela lista do CDS, sendo que o primeiro solicitou a consignação na acta do seu voto de vencido.

Foi Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, que começou por dizer que este era mais um dos objectivos do actual Executivo confirmado pelo eleitorado e cumprido, sendo que “a todo o tempo estamos em condições de associar a este cartão outros benefícios”.

E Laura Pires, vereadora responsável pela iniciativa, explicou que neste caso concreto, do “Cartão +65”, pretende-se “promover um envelhecimento activo e estilos de vida mais sudáveis. Este cartão não é para carenciados, porque nesses casos temos outras medidas”.

A vereadora lembrou que daquilo que o Executivo tem promovido para a popualção mais velha, exemplificando com o TOB ou o festejo do Dia do Idoso, “temos tido boa adesão. As pessoas estão cada vez mais informadas, mas com incentivo, têm mais dinamismo”.

O “Cartão +65” promove descontos - para quem tem mais de 65 anos - na actividade desportiva desenvolvida nos edifícios municipais, em eventos promovidos pela Câmara Municipal, livrarias, sendo também dirigido a entidades particulares que queiram aderir e associar-se.

Contudo, Jorge Mendonça, mesmo concordando com o cartão, no que diz respeito ao regulamento, entende que “podia ir-se mais além e contemplar outras medidas”. O vereador eleito pela lista do CDS explicou que iria votar contra, principalmente por considerar que o regulamento “devia ser aprovado pela Assembleia Municipal”.

Mário João Oliveira foi peremptório ao referir que o documento seria votado “tal e qual está” e frisou que este cartão é “um prémio dado às pessoas, porque já deram algo ao longo da sua vida”.

Já Henrique Tomás felicitou a ideia, dizendo mesmo que como já pode ter acesso ao cartão, o vai requisitar: “A saúde sai aqui beneficiada, sendo esta iniciativa de louvar”.

Jorge Mendonça acabaria por solicitar um voto de vencido, onde declarou que pela análise objectiva do projecto de regulamento, “percebe-se que o respectivo teor poderia, e deveria, ir mais longe quanto a objectivos e benefícios; desde logo, não deveria adoptar-se o critério puro e simples da idade superior a 65 anos, mas combinar-se o critério da idade com o da debilidade económica, contribuindo-se para a melhoria e dignificação das condições de vida dos mais desfavorecidos”.

Durante o período de antes da Ordem do Dia, Henrique Tomás questionou o presidente da Câmara sobre a situação das rotundas previstas junto à Zona Industrial (ZI) de Vila Verde e para quando estariam calculadas as obras de saneamento para a Rua da Silveira.

Mário João lembrou que no início do anterior mandato foram colocados semáforos junto à ZI. “Mas no Silveiro e Perrães estão a ser tomadas diligências nesse sentido”, de construir rotundas. Sobre o saneamento, o autarca disse que os projectos serão efectuados pela nova entidade, a ADRA, e sem qualquer custo para o município de Oliveira do Bairro.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:18

link do post | comentar | favorito
Domingo, 29 de Novembro de 2009

Biblioteca Municipal de Águeda com Exposição Científica

Mostra é dedicada ao Dia Mundial da Ciência

A Biblioteca Municipal Manuel Alegre, em Águeda, tem patente ao público, desde 24 de Novembro e até 12 de Dezembro, uma Exposição Científica dedicada ao Dia Mundial da Ciência.

Microscópios, fósseis, corpo humano em tamanho real para desmontar e ver onde fica cada órgão, corações de plástico para perceber como funcionam, tubos de ensaio, e, claro, livros de ciência. São estes materiais e muitos mais que podem ser encontrados na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.

O espólio científico presente na exposição foi cedido pelas escolas Secundária Marques de Castilho e Secundária Adolfo Portela, no âmbito da Rede de Bibliotecas Escolares.

A Câmara Municipal de Águeda agradece às duas escolas, pelo empréstimo desta enriquecedora colecção e pela partilha com todos os munícipes.

A exposição pode ser visitada até 12 de Dezembro, de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas (sem interrupção de almoço) e aos sábados, das 10 às 12.30 horas, na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:09

link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Novembro de 2009

Oficinas de Educação Ambiental arrancam hoje

Iniciativa é da Câmara Municipal da Mealhada

A Câmara Municipal da Mealhada volta a organizar, este ano lectivo (2009-2010), as Oficinas de Educação Ambiental, pelo quarto ano consecutivo.

Trata-se de um programa de educação/formação/sensibilização para as questões ambientais dirigido a crianças, a partir dos seis anos, jovens e adultos.

As actividades que têm lugar, como vem sendo habitual, ao sábado, uma vez por mês e cada mês numa freguesia diferente, arrancam já hoje, dia 28 de Novembro.

A primeira oficina deste ano, designada “Rolhas e Tampinhas em Movimento”, terá lugar hoje, no Jardim Público de Vacariça ou na Casa do Povo local (dependendo do estado do tempo), das 14.30 às 17 horas.

A actividade proposta aos interessados - que poderão inscrever-se no Sector Ambiente (ambiente@cm-mealhada.pt/231 200 980 extensão 311) ou na Biblioteca Municipal de Mealhada -, consta da construção de bonecos articulados e porta-chaves, a partir da reutilização de tampas de  plástico e de rolhas de cortiça.

Os monitores responsáveis por esta oficina, todos voluntários, são: Sandra Aleixo, Maria Alice Lopes e Susana Lopes.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:33

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Câmara de Aveiro classifica quatro edifícios como Imóveis de Interesse Municipal

Secundária José Estêvão e Mário Sacramento, Governo Civil de Aveiro e edifício dos CTT

Foi aprovada, em reunião de Câmara do Executivo de Aveiro, a classificcação de quatro edifícios públicos como Imóveis de Interesse Municipal.

O município de Aveiro procedeu à classificação de quatro edifícios públicos como Imóveis de Interesse Municipal, como sejam, o antigo Liceu Nacional de Aveiro - Escola Secundária José Estêvão, a antiga Escola Comercial e Industrial de Aveiro - Escola Secundária Mário Sacramento, o antigo edifício de Obras Públicas - Governo Civil de Aveiro e o edifício dos CTT, situado na Praça Marquês de Pombal.

Estes quatro edifícios constituem um marco da história contemporânea de Aveiro, reflectindo tanto as políticas urbanísticas do século XX (no caso dos estabelecimentos de ensino), quanto à relevância das instituições públicas na orgânica e vivência da cidade, para além de constituírem, à excepção do edifício do Governo Civil, exemplares da arquitectura modernista/Estado Novo.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:06

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

Águeda rendeu-se ao espectáculo “Solo Brasil”

Grupo brasileiro deu concerto no Cine-Teatro São Pedro

O grupo brasileiro “Solo Brasil” brilhou, no dia 21, no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, com um espectáculo apoiado pela Câmara Municipal, em parceria com a Missão do Brasil junta à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O espectáculo “Uma viagem através da música do Brasil”, criado e dirigido por Lauro Moreira, actual Embaixador do Brasil junto à CPLP, interpretado pelo Grupo “Solo Brasil”, levou cerca de duas centenas de aguedenses a viajarem pela história da música brasileira.

 

Depois do êxito em 16 países, agora em Portugal... e em Águeda

Durante praticamente duas horas, “Uma viagem através da música do Brasil” apresentou a Águeda, em mais de 50 canções, distribuídas em blocos cronológicos, contextualizados por breves comentários do narrador, Lauro Moreira, o panorama histórico da música popular brasileira.

Desde os primórdios até aos dias de hoje, do chorinho ao samba, da valsa à bossa nova, do frevo ao baião, além da música típica das regiões geográficas do país, todos os estilos desfilaram no Cine-Teatro São Pedro.

O espectáculo terminou de forma apoteótica, com a artista no meio do público e este já todo de pé a dançar ao ritmo de músicas bem conhecidas do público português, mas a diversão foi uma constante ao longo de todo o concerto.

Para comemorar os dez anos, o Grupo “Solo Brasil” está em digressão por dez cidades portuguesas, do Alentejo ao Minho, do Atlântico à Serra da Estrela, desde 15 de Novembro até 6 de Dezembro. Dia 21 de Novembro deu-se a passagem do grupo por Águeda. Este espectáculo está a cargo de um grupo de artistas altamente qualificados, tendo à frente a voz e a interpretação de Maria Eugênia.

Depois do sucesso obtido nos diferentes continentes, com o apoio da autarquia, Águeda recebeu este espectáculo de êxito internacional, que proporcionou um serão ao som da riquíssima música popular brasileira.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:41

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Sexagenária esfaqueada até à morte em noite de assaltos

Aldeia da Madureira, em Amoreira da Gândara, Anadia, chocada com homicídio de Maria Alice Jesus

Maria Alice Jesus, com 63 anos e viúva há dois, foi brutalmente assassinada na madrugada do passado sábado (de 20 para 21 de Novembro), com várias facadas na cara e no pescoço e uma pancada na cabeça, no interior do seu mini-mercado, situado no lugar de Madureira, freguesia de Amoreira da Gândara, concelho de Anadia.

O clima que se vive na aldeia, desde sábado de manhã, é de medo e consternação. Foram os próprios vizinhos que descobriram o cadáver, cerca das 7 horas da manhã.

“Estranhámos a Maria Alice não ter aberto as portas da mercearia e os sacos do pão ainda estarem pendurados cá fora. Foi quando três vizinhos se juntaram para entrar dentro de casa, com a a juda de um escadote, pela varanda que dava para o quarto dela”, conta Lucília Ferreira Moreira, vizinha, que veio à porta da Tasquinha do Gala à procura da data e hora do funeral, ontem, dia 24.

Contudo, nas portas e vidros daquela que era a única mercearia e café da Madureira, e dos quais Maria Alice era proprietária, ainda não estava nenhuma informação relativa ao funeral.

Lucília Moreira continuava incrédula. Diz que ninguém se apercebeu de nada na noite do crime. “Nem os vizinho da frente”. Só quando entraram na casa da vítima e depois de a percorrer, foram encontrar a sexagenária numa arrecadação junto à mercearia, tombada e de bruços, já sem vida, conforme explicou a vizinha.

 

“Uma boa mulher”

Lucília Moreira contou ao Quiosque das Letras que na noite do crime, cerca das 20.30 horas, esteve com a proprietária da Tasquinha do Gala na mercearia, “porque recebi uma carta em casa para uma pessoa que eu desconhecia e fui ter com ela para ver se sabia de quem se tratava. Disse-me que tinha muito que fazer e que ali ficaria pelo serão, porque estava com a máquina de etiquetar a colocar preços nos produtos”.

A vizinhança admite que os autores do homicídio devem ter surpreendido Maria Alice na merceria, tendo trancado a porta quando saíram e lamenta a perda de “uma boa mulher”, admitindo que “vai fazer falta na aldeia a Ti Maria Alice”.

 

Dez facadas

As perícias realizadas ao cadáver revelam ter sido esfaqueada por dez vezes, sendo que a mulher foi ainda agredida na cabeça, ao que parece com uma pedra. O cenário onde foi encontrada, com as paredes ensanguentadas, deu a entender às autoridades que a idosa ofereceu resistência e lutou, com todas as forças, contra quem a matou.

O cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Aveiro, onde a causa da morte terá sido apurada na autópsia.

Os assaltantes roubaram dinheiro e tabaco. Suspeita-se que os mesmos indivíduos sejam os responsáveis pelo assalto à Igreja Matriz de Amoreira da Gândara - de onde foram furtadas três cruzes em prata, avaliadas em cerca de 40 mil euros, usadas nas procissões da aldeia - e um talho, de onde levaram dinheiro e chouriças, na mesma madrugada. 

 

Assaltantes a monte

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro, a quem está entregue o caso, continua a investigar vestígios dos autores do crime, que continuam a monte. De acordo com fonte policial, esta investigação “é prioritária”.

A presença de elementos da PJ na aldeia da Madureira tem mantido a população mais tranquila. Mas o ambiente não deixa de ser de tensão e medo. Lucília Moreira revelou que as filhas e genros “têm ficado a dormir cá em casa. Nós não queremos deixar a nossa casa, para ir viver com eles. Mas temos algum receio”.

O funeral de Maria Alice Jesus Gala deve acontecer hoje, dia 25.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:01

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

Surto de gastroenterite afecta centenas em Anadia

Origem do problema pode estar na água da rede pública

Mais de uma centena de crianças de vários estabelecimentos de ensino do concelho de Anadia, assim como adultos, foram atingidos, entre quinta e sexta-feira, por um surto de gastroenterite, que levou a uma afluência fora do normal da Consulta Aberta (CA) do Centro de Saúde de Anadia. Os sintomas de vómitos e diarreias foram comuns, chegando a desconfiar-se que a água da rede pública poderia estar na origem deste problema.

E a dúvida ainda não está dissipada, pelo menos até chegarem os resultados conclusivos das análises à água que foram pedidos ao Instituto Ricardo Jorge (IRJ), pela Câmara Municipal, devendo chegar entre hoje, quarta-feira ou amanhã. Para já, a CA retomou a normalidade.

 

Colégio de Mogofores dá alarme

O alarme foi dado pelo Colégio Salesiano de São João Bosco, em Mogofores, na manhã de quinta-feira, dia 19, quando os docentes chegaram e se aperceberam da ausência de um número significativo de alunos.

Dário Tavares, director do Colégio de Mogofores, diz ter ficado a saber, por via da delegada de saúde, que o problema podia estar relacionado com a água da rede pública. “Também constatámos que não era um problema exclusivo da nossa escola, mas sim de muitas outras”, adiantou o responsável.

O sucedido motivou a Câmara Municipal de Anadia, em parceria com a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), através do Centro de Saúde de Anadia, a emitir um comunicado ainda na quinta-feira, dia considerado mais crítico em termos de ocorrências registadas na CA. Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, lembrou que ambas as entidades estariam a “envidar todos os esforços no sentido de controlar o surto e identificar a sua causa”. No comunicado podia ler-se que o surto, pelas características, era “típico de uma gastroenterite aguda de origem viral característica deste período do ano”.

Litério Marques recusou desde o início qualquer ligação entre a água da rede pública e o surto, alegando que as últimas análises, que tinham sido realizadas no dia 17, atestavam a “boa qualidade da água”.

No entanto, a autarquia decidiu reforçar as medidas de desinfecção da água e solicitou ao IRJ a realização de novas análises para avaliar a qualidade da água para consumo público.

 

Retomada a normalidade

Dário Tavares, contactado ontem, dia 23, pelo Quiosque das Letras, diz que no Colégio de Mogofores “continuamos sem dar água às crianças”, apesar de agora ter “tudo voltado à normalidade. Mas continuamos com dúvidas sobre a água e se podemos bebê-la ou não”.

Litério Marques também fala em “normalização da situação”, dizendo estar convencido de que está tudo bem com a água e aguardando os resultados do IRJ. Também a ARSC afirmou que a CA retomou a sua normalidade nos últimos dias.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:52

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

Fernando Neves expõe fotografias na Biblioteca Municipal de Anadia

“Multiplicidades” inaugura no sábado

O fotógrafo freelancer Fernando Neves vai expor pela primeira vez na cidade de Anadia, numa mostra que vai inaugurar sábado, dia 28, na sala polivalente da Biblioteca Municipal, pelas 15 horas.

Natural de Anadia mas a residir na Costa Nova, concelho de Ílhavo, Fernando Neves, 50 anos, engenheiro civil de formação, assume ter gostado desde sempre de fotografia. Mas foi há cinco anos que, através de um fotógrafo profissional que lhe foi apresentado, começou a investir em formação. “Paralelamente à profissão, sempre procurei no desporto ou em algo ligado à arte um complemento à minha formação primária”, diz.

“Descobri que gostava mesmo de fotografia e decidi iniciar workshops na área e também em arte gráfica, mas colocando sempre a fotografia em primeiro plano”, explicou.

Há três anos recebeu o primeiro convite para fazer um evento, altura em que se inscreve na Associação de Fotógrafos Profissionais, começando a trabalhar como fotógrafo freelancer, sendo a engenharia civil a sua principal ocupação, em Anadia.

Fernando Neves também tem ligações ao desporto, acabando por transpô-las para a fotografia que faz. É federado em hipismo - tendo uma escola de equitação a funcionar em Anadia - e pratica várias modalidades.

 

“Multiplicidades”

Em Anadia vai dar a conhecer na terra que o viu nascer o trabalho dos últimos três anos. “Multiplicidades” vai apresentar fotos que passam pelo desporto, retratos, paisagens, fotos de estúdio, de dança. A exposição estará patente até meados de Janeiro.

“As minhas fotos profissionais apontam duas características: a tendência pelo preto, porque têm sempre uma carga e a tentativa de criar dinâmica e vida em cada uma delas”, frisa o engenheiro fotógrafo.

Diz que não se sente um fotógrafo comercial, porque mesmo para fazer eventos, tem que “de alguma forma se enquadrar neles”. Mesmo para fotografar desporto, “temos de ter a noção de como ele é praticado”.

 

Criação de núcleo de fotografia

Fernando Neves propôs a criação de um núcleo/secção de fotografia, em Anadia - e já aprovado -, que teria o seu início através de um workshop que vai começar em Janeiro, ainda com “Multiplicidades” patente.

“Serei um simples colaborador. O núcleo será aberto para pessoas do município. Com o workshop pretendo reunir com os interessados uma vez por mês”, afirmou o fotógrafo.

As ideias já são muitas. Desde fotografar durante manhãs de domingo no Luso ou convidar fotógrafos de renome para vir a Anadia. As inscrições para o workshop vão estar abertas dia 28, durante a inauguração de “Multiplicidades” e depois.

Introdução à fotografia digital e noções sobre o equipamento e sobre fotografia serão temas a abordar no workshop, gratuito. “Cerca de 25% é técnica, o resto é sensibilidade”, finalizou.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:40

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 22 de Novembro de 2009

“O Peso das Razões” no Teatro Aveirense

Espectáculo realiza-se no dia 27 pelas 21.30 horas

Sexta-feira, dia 27 de Novembro, pelas 21.30 horas, vai ter lugar o espectáculo “O Peso das Razões”, de Nuno Júdice, que se vai realizar no Teatro Aveirense, em Aveiro.

Integrado nas “Comemorações do Bicentenário do Nascimento de José Estêvão”, que estão a ser promovidas pelo município de Aveiro e pela Assembleia da República, os Artistas Unidos apresentam no Teatro Aveirense o espectáculo “O Peso das Razões”, de Nuno Júdice, esta sexta-feira. A entrada é livre, contudo está sujeita à limitação da sala principal.

“O Peso das Razões” conhecerá a sua estreia na quarta-feira, dia 25, na Biblioteca da Assembleia da República, em Lisboa.

O espectáculo tem um elenco constituído por Alexandra Viveiros, Diogo Correia, Elmano Sancho, Elsa Galvão, John Romão, Joaquim Pedro, João Delgado, João Meireles, João Miguel Rodrigues, Miguel Telmo, Miguel Aguiar, Nuno Leão, Pedro Luzindro, Pedro Carmo, Pedro Lamas, Pedro Cardoso, Pedro Mendes, Sílvia Filipe, Tiago Mateus, Tiago Matias, Vânia Rodrigues e com os músicos Miguel Tapadas, Rini Luyks e Rui Rebelo.

A cenografia e os figurinos são de Rita Lopes Alves e o desenho de luz de Pedro Domingos. A direcção musical está a cargo de Rui Rebelo e a encenação é de Jorge Silva Melo. A assistência de encenação e produção é de João Meireles.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 09:07

link do post | comentar | favorito
Sábado, 21 de Novembro de 2009

Magusto marcou “Tardes Seniores” de Novembro em Águeda

Iniciativa promove convívio entre os idosos

O Mercado Municipal recebeu, no passado dia 18 de Novembro, o Magusto Sénior, inserido nas “Tardes Seniores 2009”, uma actividade da Câmara Municipal de Águeda.

O cheirinho a castanhas assadas sentia-se no ar, o sol estava brilhante, típico de um verão de São Martinho. No assador “saltavam” as castanhas. Tudo ingredientes que assinalavam o Magusto Sénior. O objectivo era promover o convívio entre todos os idosos, mas como manda a tradição popular não faltou a merenda de castanhas acompanhadas por jeropiga e por um “pezinho de dança”.

A vereadora da Cultura, Elsa Corga, marcou presença nesta animada e bela festa. A vereadora aproveitou o momento para conviver e conversar com alguns dos presentes.

À semelhança das “Tardes Seniores” anteriores, participaram no Magusto Sénior as IPSS do concelho aderentes ao projecto.

As “Tardes Seniores” têm sido um evento de êxito no município, reunindo sempre centenas de idosos e promovendo tardes diferentes e interessantes para esta população, dando-lhes a oportunidade de conviver e de se divertirem.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:23

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds