Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Dia 1 de Outubro é Dia Mundial da Música

Aveiro celebra data com concerto na Praça Melo Freitas

A Câmara Municipal de Aveiro vai comemorar o Dia Mundial da Música, amanhã, dia 1 de Outubro, através da realização do concerto “Dia Mundial da Música”, na Praça Melo Freitas, pelas 18 horas.

Organizado pela Câmara Municipal de Aveiro em conjunto com a Música.com – Escola de Música, o concerto de música visa assinalar o Dia Mundial da Música e irá contar com várias performances musicais de alunos da Escola de Música.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:15

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Câmara Municipal de Águeda promove “Geocaching”

“Caça ao Tesouro” via Satélite para fomentar o turismo no concelho

A Câmara Municipal de Águeda apresentou no dia 25 de Setembro, no Parque da Alta Vila, o projecto “Geocaching em Águeda”. Estiveram presentes o presidente da autarquia aguedense, Gil Nadais, e a vereadora do Turismo, Elsa Corga.

Gil Nadais felicitou a iniciativa, por ser “uma novidade para a região”, salientando ser “um jogo que está implementado em todo o mundo”. O “Geocaching” é uma actividade praticada, maioritariamente, por amantes da natureza e segundo o autarca, o concelho de Águeda é privilegiado a esse nível e pode cativar muitos “geocachers”.

O local para a apresentação não foi escolhido ao acaso, pois no Parque da Alta Vila vai ser criado o “Campo de Iniciação ao Geocaching”. O intuito deste campo é dar a conhecer e apresentar ao maior número de pessoas a actividade, para lhes incutir o desejo de posteriormente participarem de forma voluntária. Numa primeira fase, o público-alvo serão grupos de crianças das escolas do concelho; numa segunda fase, destina-se a qualquer pessoa que deseje participar.

De salientar que na Alta Vila encontra-se uma Multi-cache (ir de coordenada em coordenada até à localização final) não oficial. A Multi-cache ali colocada conta com a colaboração da “AparqA!”, que permite aos seus participantes jogar “Geocaching.

 

Objectivo é fomentar o turismo em Águeda

O “Geocaching” tem como principal finalidade fomentar o turismo em Águeda, através da divulgação do património histórico, cultural e natural do concelho, da dinamização dos percursos e roteiros turísticos, e da organização de acções de limpeza ambiental em locais específicos.

Com esta actividade pretende-se colocar todas as freguesias do concelho de Águeda no mapa do “Geocaching”. Actualmente, já existem “caches” oficiais colocadas pela autarquia nos seguintes locais: Lourizela e Carvalhal, na freguesia do Préstimo, e Talhada, na freguesia de Castanheira do Vouga.

Uma das grandes inovações, no âmbito do “Geocaching”, implementadas pela Câmara de Águeda é o incentivo à utilização das novas tecnologias. Para tal, a Câmara Municipal disponibiliza aparelhos GPS e a informação sobre o software “Geocaching” para telemóveis.

 

O que é “Geocaching”?

“Geocaching” é um jogo mundial com origem nos EUA, praticado por entusiastas da aventura, equipados com aparelhos de GPS (Global Positioning System – Sistema de Posicionamento Global) que seguem os pares de coordenadas geográficas indicativas da localização final do “tesouro”.

Cada participante (“geocacher) procura os tesouros escondidos (“geocache” ou “cache”) espalhados pelo concelho de Águeda, através de pares de coordenadas geográficas disponibilizadas na Internet. As coordenadas podem ser vistas no sítio internacional do “Geocaching” - www.geocahing.com - ou no sítio do município de Águeda - www.cm-agueda.pt/geocaching (a disponibilizar brevemente).

 

O “Tesouro”

O “tesouro” (“cache”) consiste normalmente num recipiente, podendo este ter vários tamanhos, e que é colocado discretamente no terreno.

A “cache” inclui um livro de registo, podendo também conter algumas lembranças que o visitante poderá levar consigo. O livro de registo deverá ser preenchido com a data e a hora da visita.

 

“Geocaching” e o Ambiente

Uma das características que diferencia o “Geocaching” de outras actividades é o esforço feito no sentido de preservar a natureza e criar uma consciência ambientalista.

Os participantes do jogo normalmente praticam CITO (“Cash In, Trash Out”), ou seja, trazem consigo o lixo que encontram nas áreas percorridas, deixando a área o mais limpa possível.

 

“Geocaching” em seis simples passos:

1. Ir a www.geocaching.com e fazer o registo gratuito;

2. Clicar em “Hide & Seek a Cache” (“Esconder e Procurar uma Cache”);

3. Introduzir o código postal e clicar em “Search” (“Pesquisar”);

4. Escolher qualquer “cache” da lista, clicar no seu nome;

5. Introduzir as coordenadas da “cache” no aparelho GPS;

6. Seguir a direcção da seta do GPS até descobrir a “cache” escondida.

Para obter mais informações sobre esta actividade ou para inscrições pode contactar: Adriana Mesquita 234 610 070 (ext. 220) ou Miguel Tavares 234 610 070 (ext. 427).

Boas “cachadas”!!!

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:05

link do post | comentar | favorito

Promoção da Bairrada

“Bairrada Tour” recebe lisboetas

Com o objectivo de promover a gastronomia e vinhos Bairrada, realizou-se no dia 20 a primeira iniciativa denominada “Bairrada Tour”, que recebeu lisboetas.

Com um programa turístico elaborado pela Rota da Bairrada, os visitantes tiveram oportunidade de visitar da parte da manhã o Complexo Desportivo de Anadia e o Museu do Vinho Bairrada, tendo neste último espaço a oportunidade de ver as várias exposições patentes, bem como o magnífico espólio e salas temáticas.

O almoço tipicamente bairradino - com a cabidela e o leitão assado no espeto, como pratos fortes da ementa -, realizou-se nas Caves Solar de São Domingos, o qual foi antecedido da respectiva visita guiada.

Após o “repasto”, o grupo seguiu para os vinhedos de Paredes do Bairro e São Lourenço, para terminar na Quinta do Encontro, também com uma visita guiada. Neste caso os visitantes puderam ver o trabalho na adega, após a vindima.

A visita terminou com o tradicional “flute” de espumante, servido na varanda da nova adega, última oportunidade para contemplar a paisagem vinícola, que ficou na “retina” de todos.

O balanço desta primeira iniciativa foi positivo, com um dia dedicado à promoção da Bairrada. “Vamos voltar de novo, quer em grupo, quer individualmente com as nossas famílias”, disseram os lisboetas.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:40

link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Setembro de 2008

Data é comemorada hoje na Mealhada

Dia Mundial do Coração com actividades desportivas

A Câmara Municipal da Mealhada vai comemorar hoje, dia 28 de Setembro, o Dia do Coração, com várias iniciativas a realizar em todo o concelho. Hidroginástica, pólo aquático, natação, caminhadas, passeios de bicicleta, dança e futsal são algumas das propostas previstas para este dia, que vai ser ainda assinalado com a abertura ao público, gratuitamente, das 9 às 13 horas, de todas as instalações desportivas municipais.

O Dia Mundial do Coração, que se comemora a 28 de Setembro, vai ser assinalado, no concelho da Mealhada, com várias actividades desportivas e com a abertura ao público, gratuitamente, das 9 às 13 horas, de todas as instalações desportivas municipais. Uma forma da autarquia comemorar esta importante data, promovendo a prática desportiva junto da população do concelho.

 

O programa previsto para o Dia do Coração é o seguinte:

9 às 11 horas Hidroginástica (Piscinas Municipais de Mealhada);

9 às 13 horas Natação pura, pólo aquático e jogos aquáticos (Piscinas Municipais de Mealhada);

9.30 horas Caminhada pela Saúde (concentração junto à Câmara Municipal de Mealhada);

10.30 horas “Dance Fusion”, com a Professora Janine Oliveira (junto à Câmara Municipal de Mealhada);

10.30 horas Passeio de Bicicleta (concentração junto às Piscinas Municipais de Mealhada);

11 às 13 horas Natação para Bebés (Piscinas Municipais de Mealhada);

11 horas Jogo Futsal - Pais vs Filhos (Pavilhões Municipais de Casal Comba, Luso, Mealhada e Pampilhosa).

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:10

link do post | comentar | favorito
Sábado, 27 de Setembro de 2008

“Melhor Sobremesa com Uva”

Doce Oiã e Centro Cultural de Sá vencem concurso

A Padaria e Pastelaria Doce Oiã e o Centro Cultural de Sá foram os vencedores da II edição do Concurso “Melhor Sobremesa com Uva”, na categoria de Restaurantes e Pastelarias e na categoria de Particulares, Caves, Produtores/Engarrafadores e Associações, respectivamente, que se realizou no passado dia 19, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, e transmitido em directo no programa Praça da Alegria, na RTP1.

O concurso, que foi organizado pela Associação Comercial e Industrial da Bairrada (ACIB), com o apoio da Câmara Municipal de Anadia e com o patrocínio da Porcel, contou com a participação de 21 sobremesas, divididas pelas duas categorias, e com a presença de várias pessoas, que se deslocaram ao Museu do Vinho.

Na categoria Restaurantes/Pastelarias os vencedores foram: 1º Classificado - Padaria e Pastelaria Doce Oiã, com a sobremesa Vinho dos Deuses; 2º Classificado - Hotel Paraíso, de Oliveira do Bairro, com a sobremesa Festival de Uva e 3º Classificado - Chocolate Chocolate, da Praia da Barra, com a sobremesa Equilíbrio.

Na categoria Particulares/Caves/ Produtores/Engarrafadores/Associações, os três primeiros lugares foram: 1º Classificado - Centro Cultural de Sá, com a sobremesa BaiBaga; 2º Classificado - Maria da Luz Carvalho, com a sobremesa Pudim de Uva e 3º Classificado - Centro Social e Cultural Nossa Senhora do Ó de Aguim, com a sobremesa Vintage de Baco.

O júri, constituído por Luís Lavrador - Chefe de Cozinha da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, Gustavo Maya - Chefe de Restaurante e Bar da Escola de Hotelaria e Turismo de Mirandela e Jorge Fernandes - Chefe de Cozinha e Pastelaria da Escola de Hotelaria e Turismo de Mirandela, avaliou as sobremesas tendo em conta a apresentação, o paladar, a originalidade, o nome atribuído ao doce e a utilização de castas da Região Demarcada da Bairrada.

Os vencedores foram anunciados em directo, no programa Praça da Alegria, da RTP1, pelo Chefe Luís Lavrador e por Sónia Araújo, que entregou os prémios, patrocinados pela Porcel, aos três primeiros classificados de cada categoria.

Depois do anúncio dos vencedores e da entrega dos prémios, seguiu-se a prova das sobremesas pelas pessoas que acompanharam o concurso.

No final, a satisfação era geral, visto que tanto os concorrentes, como o júri, assim como os muitos curiosos que se deslocaram ao Museu do Vinho, elogiaram a iniciativa pela originalidade e qualidade das sobremesas apresentadas.

 

Lista de participantes

Na categoria de Restaurantes/Pastelarias participaram: Pastelaria Diva, Águeda; Chocolate Chocolate, Praia da Barra; Aqua Doce, Aguada de Cima; Pastelaria Doce Oiã, Oiã; Residencial Estância, Oiã e o Hotel Paraíso, Oliveira do Bairro.

Na categoria de Particulares/Caves/Produtores/Engarrafadores/Associações participaram: Centro Social e Cultural Nossa Senhora do Ó de Aguim, Aguim; Ana Tereza Mamede, Anadia; Rute Helena Santos Tavares, Moita; Maria da Luz Carvalho, Famalicão; Maria de Fátima Ferreira, Sá; Maria Clementina Silva, Sangalhos; Maria Glória Silva, Pereiro; Centro Cultural de Sá, Sá e a Junta de Freguesia de Sangalhos, Sangalhos.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:40

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

Rota da Bairrada

“Momentos Bairrada” encantam em Lisboa

A Rota da Bairrada iniciou os “Momentos Bairrada” no passado dia 18, no Hotel Jerónimos 8, em Lisboa. Pretendeu-se, com a iniciativa, dar a conhecer a nova imagem Bairrada e o que de melhor tem para oferecer em termos turísticos e de forma integrada (produtores, hotéis, municípios e instituições), ao público de Lisboa, num espaço acolhedor e com forte presença em Lisboa - o Hotel Jerónimos 8.

Para receber os convidados presentes, os associados do sector vitivinícola deram a provar os singulares vinhos e espumantes Bairrada (Aliança - Vinhos de Portugal, Manuel dos Santos Campolargo, Luís Pato, Caves Primavera, Casa do Canto, Caves Solar de São Domingos, Quinta do Ortigão e Quinta do Encontro). Os associados da hotelaria mostraram aos convidados o alojamento e actividades da região (Hotéis Alexandre de Almeida, Hotel Cabecinho, Hotel Moliceiro e Hotel Paraíso) e os municípios associados acolheram e promoveram o seu território.

Foi neste ambiente descontraído e de conversa agradável que a Bairrada deu a conhecer a Lisboa o que de melhor tem para oferecer.

A iniciativa começou às 17 horas para jornalistas, sendo que a partir das 18 horas o público de Lisboa, instituições diversas e agentes económicos convidados aceitaram o convite e compareceram em número significativo, congratulando a iniciativa, que decorreu com grande êxito.

Estes “Momentos Bairrada” vão percorrer algumas cidades do país, estando já agendado para Outubro o segundo, no Casino da Figueira da Foz.

Como reflexo da actividade desta nova Bairrada, estão já agendadas duas iniciativas para o mês de Outubro: O “Bairrada Gourmet”, no dia 3 de Outubro, no Hotel Marialva, em Cantanhede e a “Gala do Espumante Bairrada”, no dia 11 de Outubro, no Palace Hotel da Curia.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:05

link do post | comentar | favorito

Sete pintores dão vida à maior tela sobre o vinho em Anadia

Artistas plásticos pintam 7,20 metros de comprimento e dois de altura

A maior tela criada até hoje em Portugal, com a temática do vinho, mede 7,20 metros de comprimento e dois de altura. Foi pintada ao ar livre, junto às vinhas contíguas ao Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, onde vai ficar exposta. Os autores são sete artistas plásticos, oriundos de Lisboa, Porto e da Região Centro do país.

A pintura, colectiva, foi feita em simultâneo durante as seis horas de emissão em directo do programa “Festa das Vindimas”, da RTP1, transmitido no dia 19, do Museu do Vinho Bairrada.

A iniciativa tratou-se de uma parceria desenvolvida entre a galeria aveirense Nuno Sacramento e o museu. Foi o galerista Nuno Sacramento que convidou os sete artistas, todos com trabalho desenvolvido a nível nacional e internacional: Alexandre Baptista, Carla Faro Barros, Rita Melo, Júlio Pires, Elizabeth Leite, Gustavo Fernandes e Duma.

Relativamente a esta última (Duma), a sua próxima exposição individual será na Galeria Nuno Sacramento, inaugurada dia 4 de Outubro.

 

Pintar durante seis horas

A pintura teve início pelas 10 horas e terminou às 18 horas, quando acabou o programa da RTP1. Cada um dos sete artistas plásticos ocupou o seu espaço, com pouco mais de um metro.

“Alguns interligaram os estilos, fazendo o cruzamento das diversas linguagens”, explicou Nuno Sacramento. O galerista lembrou que os sete participaram na exposição/concurso “Sua Majestade - O Rei”, que esteve patente no Museu do Vinho Bairrada até ao último domingo, dia 21. “Seleccionei-os porque acredito neles. São todos jovens, mas com um currículo muito sólido, todos representados internacionalmente em feiras como a Art Madrid ou a Arte Lisboa”, garantiu, referindo tratarem-se de valores emergentes da arte contemporânea nacional.

Pedro Dias, director do Museu do Vinho Bairrada, lembrou que a maior tela criada em Portugal com o mesmo tema está também ali, naquele espaço museológico. Foi pintada pelas mãos do mestre Mário Silva, intitula-se “O Espírito do Vinho” e mede sete metros. A intenção da iniciativa do dia 19 foi superá-la (a nova tela colectiva mede mais 20 centímetros), e simultaneamente dignificar “o vinho enquanto produto ao qual a região está estreitamente ligada”, explicou Pedro Dias.

 

Pintar em directo e em público

Para os sete artistas, à iniciativa esteve inerente um desafio. Aliás, vários: o de pintar em directo para a televisão, com muita gente a assistir, que não despregou os olhos dos sete; um tempo limite de execução; sol; calor e a presença de outros pintores.

Alexandre Baptista, vencedor do concurso/mostra “Sua Majestade - O Rei”, disse, depois de concluir o seu trabalho, que esta foi a primeira experiência do género. Admite ter sido “um teste”, porque não gosta de “pintar em público, nem com barulho”. Prefere um ambiente fechado, com silêncio. Mas foi “um desafio, que me levou a aceitar este convite colocado pelo Nuno Sacramento”.

Visivelmente satisfeito, diz ter sido “um dia de trabalho diferente”, servindo também para “reencontrar outras pessoas”.

Alexandre Baptista apresentou um trabalho onde uma vez mais a ironia é a sua grande força: “Ironicamente abordo o consumo desmedido de álcool por nós, portugueses, que não percebemos o prejuízo que muitas vezes nos pode causar”.

É uma pintura/objecto, com a apropriação de um cálice de vidro. O título - “Take your glass of wine. Drink and your might get fucked.” -, é em inglês, uma característica de Alexandre Baptista, “que permite uma dualidade de leitura, tornando a obra mais universal”, explicou o autor.

Carla Faro Barros adorou a experiência, queixando-se apenas do calor. “Foi um retrocesso aos tempos da escola, onde havia um intercâmbio de ideias e partilha de opiniões entre todos”, refere. “Mais uma pinga e há um bêbado à espera que caia uma gota de vinho do céu” é o título do seu trabalho, uma cara bem vermelhusca, a três dimensões. (Foto: Davide Silva)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 07:27

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

Bronca da semana

Demolição da Cerâmica viola PDM de Anadia

A Fábrica de Cerâmica de Anadia está a ser demolida “aos poucos, para que as pessoas se habituem à ideia”. Quem o diz é Nuno Rosmaninho, professor da cadeira de Cultura e Património na Universidade de Aveiro, que chamou a “atenção para o edifício há mais de um ano, quando começou a ser destruído”. A demolição, levada a cabo pela autarquia anadiense, viola, assim, o Plano Director Municipal (PDM) de Anadia em vigor, que categoriza o espaço de “interesse arqueológico industrial”.

Recuando até ao mês de Fevereiro do ano passado, Nuno Rosmaninho recorda que já nessa altura estava em curso a extracção do madeiramento da Fábrica de Cerâmica de Anadia.

No entanto, já em 2006 era conhecida a instalação de um supermercado da rede Intermarché, nos terrenos onde agora definham restos da velha cerâmica. De acordo com Litério Marques, presidente da Câmara de Anadia, o Intermarché vai avançar. Na altura que apresentou aos jornalistas algumas obras que integram um projecto de requalificação da cidade de Anadia, há duas semanas, voltou a referir que a instalação do supermercado, naquele local, estaria “para breve”.

“Procurei chamar a atenção para a demolição da cerâmica há um ano, durante as Jornadas Europeias do Património, numa palestra proferida no Museu do Vinho Bairrada. E não me senti só, uma vez que recebi ecos favoráveis de muitas pessoas”, garantiu Nuno Rosmaninho.

O munícipe de Anadia e professor da Universidade de Aveiro frisa que, actualmente, é muito comum a adaptação de antigas instalações fabris a apartamentos. Trata-se de um desafio, encarado por arquitectos e promotores imobiliários, que tem produzido excelentes resultados.

 

Preservar a volumetria

Nuno Rosmaninho lembra que o imóvel consta do Diário da República de 9 de Agosto de 1994, como património de “interesse arqueológico industrial”. Nessa medida, a sua destruição parece constituir, como é natural, uma violação do PDM, facto que reclama competentes explicações por parte da edilidade. Não se trata de preservar apenas os fornos e a chaminé, mas também a presença urbana do edifício.

O professor universitário exemplifica com a Fábrica Campos, em Aveiro, transformada em Centro Cultural e de Congressos. E lembra: “O progresso, tão falado pelos nossos autarcas, nunca se pode fazer contra o património, porque nesse caso não é progresso, mas retrocesso. Há irresponsabilidade dos poderes municipais, que não impõem as normas do PDM; incompetência dos promotores imobiliários, que não sabem valorizar economicamente o património; e uma dormência doentia da opinião pública, que parece rendida à ditadura em democracia”. 

O docente acredita que no futuro o património será cada vez mais um bem precioso, até porque “muitas destruições são inúteis e resultam da mera ignorância”, atira, falando de seguida da Quinta dos Cabrais, que considera “uma perda irremediável, porque ninguém pode entender Tamengos sem ela. Há um descuido muito grande no concelho de Anadia pelo património”.

 

Um “processo costumeiro”

Domingos Graciosa, administrador da Casa da Graciosa, Sociedade Imobiliária, diz ter assistido a alguns dos camiões da Câmara a carregar escombros da cerâmica, que foram descarregados no aterro da zona do Alto das Domingas, em Anadia.

“Parece a repetição de um processo costumeiro, que se iniciou com a demolição da Quinta dos Cabrais. A alteração do Plano de Pormenor da Curia é outro exemplo”, afirma Domingos Graciosa. E acrescenta: “Em Anadia acontece o que se lê numa placa de uma Prefeitura do Estado do Ceará, Piaui, que diz que ‘Se és amigo, entra amigo. Se não és, cumpra-se a lei’. Também em Anadia a lei é só para quem não é amigo do presidente da Câmara”.

O empresário admite nada ter contra a instalação do Intermarché em Anadia. “Não tem é de ser sobre um monumento protegido pelo PDM. Podia ter-se mantido a fachada e fazer o supermercado no interior. É surrealista”, defende.

 

Violação do PDM de Anadia

A demolição da Fábrica de Cerâmica de Anadia está a violar o PDM de Anadia em vigor, por tratar-se de um “espaço cultural”, de “interesse arqueológico industrial”, conforme o Anexo n.º 2 do documento. No Artigo 33.º, Capítulo VIII, pode ler-se no “Estatuto de uso e ocupação de solo” que “nestes espaços deve ser privilegiada a protecção, conservação e a recuperação dos valores culturais, arqueológicos, arquitectónicos e urbanísticos”.

Também o Artigo 30.º do mesmo capítulo do PDM de Anadia em vigor diz que “o património cultural construído e arqueológico é constituído pelos monumentos, conjuntos ou sítios e objectos que, pelas suas características, se assumem como valores com reconhecido interesse histórico, arqueológico, artístico, científico ou social”.

O Quiosque das Letras tentou ouvir Litério Marques, mas o autarca não quis falar. (Foto: Davide Silva)

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:19

link do post | comentar | favorito

Autarquia de Oliveira do Bairro homenageia idosos

Mais de 65… em Festa!

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro vai homenagear os idosos do concelho no dia 7 de Outubro. Nesta festa de comemoração do Dia Internacional do Idoso, a autarquia preparou um dia de confraternização e de muita alegria, para a geração mais de 65 anos.

À semelhança dos dois últimos anos, a data vai ser assinalada na Quinta da Malafaia (Viana do Castelo), com muita animação, ao jeito minhoto, para presentear todos aqueles que se quiserem juntar a esta festa.

Este ano, os mais de 65 poderão usufruir de uma visita à Penha, em Guimarães, passando pelo Castelo e Paço dos Duques. Será sem dúvida um dia memorável para todos aqueles que fazem parte de uma geração que com o seu trabalho e dedicação em muito contribuiu para construir este concelho.

As inscrições para os “65 em Festa” já abriram. Inscreva-se na sua Junta de Freguesia, através do preenchimento de uma ficha e da entrega da fotocópia do bilhete de identidade. (Inscrições sujeitas a número limite).

 

publicado por quiosquedasletras às 08:01

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

No Centro Cultural Prof. Élio Martins, em Oiã

Espectáculo “Dia do Pai” a 5 de Outubro

O Centro Cultural Prof. Élio Martins, espaço cultural no Silveiro, freguesia de Oiã, Oliveira do Bairro, apresenta no dia 5 de Outubro, pelas 16 horas, a comédia “Dia do Pai”, com encenação de Almeno Gonçalves.

A comédia interpretada por Almeno Gonçalves, André Nunes, Fernando Ferrão e Pedro Teixeira conta a história de três homens distintos uns dos outros que são intimados a aparecer numa clínica de reprodução assistida, desconhecendo por completo o motivo desta intimação.

As diferentes personalidades, profissões e valores (amor, dinheiro e saúde) dos três homens originam uma hilariante discussão sobre a paternidade, “uma verdadeira e caricata luta de espermatozóides”, que não vai poder perder.

Os bilhetes já se encontram à venda no Centro Cultural Prof. Élio Martins. Para reservas ou mais informações: 234 724 990.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:12

link do post | comentar | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds