Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Paulo Campos vem a Anadia homologar contrato da obra

Ponte de Canha concluída em Setembro de 2009

Foi assinado no dia 28 o contrato da obra de construção da Ponte de Canha, em Anadia. A nova infra-estrutura deve estar concluída em Setembro de 2009 e vai descongestionar o trânsito entre a EN235 e a EN1, na zona da Malaposta, concelho de Anadia.

“As promessas são para cumprir. Em 2005 prometemos dar continuidade à obra e agora cá estamos”. Foi assim que Paulo Campos, secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, se dirigiu ao presidente da Câmara Municipal de Anadia, Litério Marques, que aquando da requalificação da EN235 lamentou a obra ter ficado incompleta, por não contemplar o alargamento da Ponte de Canha.

“Vai hoje (dia 28) finalmente ter lugar a entrega a um empreiteiro de uma obra que há muito ansiava, e que contempla uma rotunda que vem assim substituir um ponto negro do concelho”, disse Litério Marques. E continuou: “A actual Ponte de Canha está a engarrafar e a criar problemas em termos de tráfego. Esta é uma obra necessária em Anadia”.

 

Pedido do nó de acesso à A1

O edil anadiense aproveitou a presença de Paulo Campos para reafirmar a importância que um nó em Anadia, de acesso à Auto-Estrada do Norte (A1), representa para o concelho. “Reitero o meu pedido hoje e dou sugestões, através de um dossiê, que poderá funcionar como forma indicativa, para o Governo rectificar este erro e avançar com o nó, indispensável ao desenvolvimento de Anadia e do próprio Velódromo de Sangalhos, já em construção”, disse.

 

Nó de Anadia na A32

O governante falou da nova Auto-Estrada do Centro (A32), que vai ligar Coimbra a Oliveira de Azeméis, onde vai existir o nó de Anadia: “É uma certeza e um investimento”, garantiu.

O actual cruzamento com semáforos, que vai agora ser substituído por uma rotunda, vai dar também acesso à nova A32, actual IC2. No entanto, Litério Marques não se mostrou satisfeito com a notícia, continuando a reivindicar um nó de ligação da A1 ao concelho, entre Aveiro Sul e Mealhada. Paulo Campos prometeu analisar o dossiê.

 

Alguns números

O empreendimento, com 0,7 quilómetros de extensão - a que corresponde um investimento de 2,350 milhões de euros -, tem como objectivo substituir a Ponte de Canha e melhorar as condições de circulação e segurança da população do concelho de Anadia, nomeadamente através da introdução de uma rotunda na articulação da EN235 com a EN1.

A obra tem a conclusão prevista para o 3º trimestre de 2009. De acordo com Pedro Carvalho, da Estradas de Portugal (EP), que fez a apresentação da obra, actualmente verifica-se o estrangulamento viário, por a plataforma ter apenas seis metros de largura. Estudos revelam que a ponte é atravessada por nove mil veículos diários.

Com um prazo de execução de 400 dias, a obra implica a demolição da actual ponte e a construção de duas obras de arte gémeas, paralelas, com uma via de quatro metros de largura em cada sentido.

Já o cruzamento de ligação ao IC2, com semáforos, será substituído por uma rotunda - com passeios e barreiras acústicas -, com 30 metros de raio.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 10:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Museu da Cidade de Aveiro

Inauguração de duas exposições e da loja “Aveiro City Point”

Foram inauguradas as exposições “Aveiro: 15X15 A Essência Colorida do Azulejo” e “Aveiro: uma estranha forma de expor” e a loja “Aveiro City Point”, no Museu da Cidade. As mostras podem ser visitadas até dia 31 de Dezembro, de terça-feira a domingo, das 10 às 12.30 horas e das 14 às 19.30 horas.

Inauguradas dia 28 de Julho, com a presença do vereador responsável pelo pelouro dos Assuntos Culturais, Miguel Capão Filipe, as exposições e a nova loja do Museu da Cidade - “Aveiro City Point” -, “constituem mais um patamar na consolidação da estratégia de afirmação do Museu da Cidade polinucleado, que congrega os vários núcleos museológicos do município, nomeadamente, a sede Museu da Cidade, o Ecomuseu Marinha da Troncalhada, a Casa Major Pessoa - futuro Museu Arte Nova - e o Museu Etnográfico de Requeixo”.

Durante a inauguração foram apresentados os “Processos actuais do fabrico do Azulejo”, por Paula Seabra, do Departamento de Cerâmica e do Vidro da Universidade de Aveiro, com a explicação da evolução do fabrico e da utilização do azulejo até à actualidade. Fernando José Morgado, do CEARTE, apresentou, em formato de workshop, a feitura do azulejo tradicional.

 

“Aveiro: 15x15 A Essência Colorida do Azulejo”

A exposição “Aveiro: 15x15 A Essência Colorida do Azulejo” revela o azulejo que, em Aveiro, diferencia o património edificado, sugerindo ao visitante um olhar mais atento sobre este tipo de revestimento e evidenciando a decomposição do processo de fabrico até ao produto final. Os azulejos, na sua maioria anónimos, são provenientes do acervo da autarquia, que foi sendo enriquecido ao longo dos anos com a recolha de peças sempre que a sua remoção se tornou irreversível.

 

“Aveiro: uma estranha forma de expor”  

“Aveiro: uma estranha forma de expor” representa uma introdução ao futuro sector permanente do Museu da Cidade, previsto para Maio de 2009, no âmbito das Comemorações dos 250 anos da Cidade de Aveiro. A exposição é constituída por diversos quadros e objectos museológicos pertencentes ao acervo municipal.

 

“Aveiro City Point”

Por fim, de salientar a loja “Aveiro City Point”, instalada no rés-do-chão do Museu da Cidade, que reúne a Livraria Municipal, a Imagoteca Municipal (antes instaladas na Casa Municipal da Cultura - edifício Fernando Távora), e objectos de “merchandising”. A loja constitui, assim, um espaço para consulta de documentos históricos referentes a Aveiro, bem como a aquisição de diversas publicações municipais e de objectos representativos da região, como por exemplo, o artesanato.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 11:22

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Julho de 2008

Feira Social de Anadia 2008

Segunda edição da iniciativa realiza-se em Outubro

É já nos próximos dias 16, 17 e 18 de Outubro que se vai realizar a segunda edição da Feira Social de Anadia 2008, no Pavilhão dos Desportos de Anadia, com o tema “Anadia, o social no seu dia-a-dia!”.

Com a organização da Câmara Municipal de Anadia, a Feira Social de Anadia 2008 vai ser a segunda mostra global do trabalho social desenvolvido e implementado no concelho. A iniciativa pretende, assim, ser um espaço de exposição, celebração e partilha da área social, aberto a todos e para todos.

De acordo com a organização, pretende-se, à semelhança da primeira iniciativa, que ocorreu em Outubro de 2006, conjugar e articular a área social com alguns aspectos culturais. Ou seja, ao mesmo tempo que as instituições expõem, apresentam e divulgam os trabalhos desenvolvidos, haverá animação sócio-cultural, com actividades que introduzam a questão social, sensibilizando a comunidade para esta temática.

Vai haver a participação de instituições que, nas suas respostas sociais, desenvolvam com os utentes uma vertente mais artística e cultural se assim o desejarem.

 

Núcleo dinamizador

Do núcleo dinamizador fazem parte a Câmara Municipal de Anadia - através da Rede Social de Anadia; o Centro Social Nossa Senhora do Ó de Aguim; o Centro Social, Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima; o Centro de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros e o Centro Social, Cultural e Recreativo de Paredes do Bairro.

Podem participar na Feira Social de Anadia todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Santas Casas da Misericórdia do concelho de Anadia.

Cada dia da iniciativa vai ter um tema específico. Dia 16 de Outubro (quinta-feira), será o Dia da Criança/Deficiência. O dia 17 de Outubro (sexta-feira) é o Dia do Idoso e o dia 18 (sábado) vai ser o Dia da Comunidade.

Dar a conhecer o trabalho social (instituições e projectos/actividades) desenvolvido no concelho, contribuir para a credibilização da acção social e cultivar o espírito de equipa e trabalho em rede que se pretende contínuo são alguns dos objectivos da segunda Feira Social de Anadia 2008.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:01

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Biblioteca Municipal da Mealhada

Livro científico “O Javali” apresentado

O livro científico “O Javali”, da autoria de Carlos Fonseca e Fernando Correia, edição João Azevedo Editor, foi apresentado dia 23, na Biblioteca Municipal da Mealhada, por Jorge Cancela, da Direcção-Geral dos Recursos Florestais. A apresentação contou também com o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral, o presidente da Câmara Municipal de Penacova, Maurício Marques, entre outros autarcas e vários amigos e familiares dos autores.

“Este livro retrata o javali em Portugal e no mundo. É uma obra marcante na divulgação do conhecimento da espécie. É uma obra com linguagem acessível, rica em termos de conteúdo, sendo de salientar o trabalho de campo do Prof. Carlos Fonseca, devidamente ilustrado pelo Dr. Fernando Correia”, afirmou Jorge Cancela, no seu discurso de apresentação da obra. “Há mais de 10 anos que pouco ou nada se tem produzido deste género. Não há uma linha editorial que apoie este tipo de projectos, são sempre actos isolados”, sublinhou ainda Jorge Cancela, enaltecendo o trabalho do editor e elogiando o apoio dado pela Câmara Municipal da Mealhada a esta obra de cariz científico.

“Há uma série de más ideias sobre este animal, o javali. Dizem que é um animal perigoso, mas muitas destas ideias são infundadas. Espero que com este livro estas ideias sejam clarificadas”, disse, por sua vez, o autor Carlos Fonseca, professor na Universidade de Aveiro. “É curioso saber porque é que o animal tem esta fisiologia, porque é que ele se comporta de determinada maneira”, acrescentou o autor e ilustrador científico Fernando Correia, garantindo: “Tivemos uma preocupação muito grande em dotar este livro de uma linguagem rigorosa, mas acessível a todos, e de uma ilustração igualmente de rigor”.

Os autores elogiaram o editor João Azevedo, que assiduamente vai editando livros de carácter científico, e também a Câmara Municipal da Mealhada pelo seu apoio a obras deste cariz. “Quero agradecer ao Sr. presidente da Câmara, pela coragem de apoiar estas obras de carácter científico. É outra perspectiva de cultura e a Câmara Municipal da Mealhada tem mostrado ter outros horizontes neste sentido”, salientou Fernando Correia.

“Temos orgulho de apoiar mais esta publicação”, referiu, por sua vez, Carlos Cabral, acrescentando: “Continuem com este excelente trabalho e já sabem que contam com a autarquia para vos apoiar neste tipo de projectos de carácter científico”. Projectos que, para os dois autores, vão, com certeza, continuar “num futuro muito próximo, para outros desafios, para outras espécies”, garantiram.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:14

link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Julho de 2008

População de Anadia volta à rua

“Unidos pela Saúde” juntam mais de 200 manifestantes em vigília

Foi a vigésima sexta acção de protesto da população de Anadia, após sete meses de negociações entre a Ministra da Saúde, Ana Jorge e o presidente da Câmara, Litério Marques, que desta vez não participou. O movimento cívico “Unidos pela Saúde” desconfia do protocolo que está a ser trabalhado entre o autarca e o Governo e exige a reabertura do Serviço de Urgências do Hospital José Luciano de Castro à noite.

Ao que tudo indica, o protocolo prevê apenas a substituição da ambulância de suporte básico (SUB) por outra de Suporte Avançado de Vida (SIV), mas os moradores do concelho de Anadia querem a presença de um médico e de um enfermeiro durante o período da meia-noite às 8 horas.

A vigília da noite da passada quarta-feira, dia 23, dividiu visivelmente os autarcas de Anadia. Entre as mais de duas centenas de manifestantes que desfilaram pelas ruas da cidade esteve o presidente da Assembleia Municipal de Anadia, José Manuel Ribeiro, mas não o presidente da autarquia.

Assumindo “algumas reservas em relação ao que se vai sabendo”, José Manuel Ribeiro afirma estar à espera que Litério Marques, também do PSD, lhe envie o que é proposto pelo Ministério da Saúde.

Por seu turno, Litério Marques considera que é prematuro qualquer manifestação, dado que decorrem ainda as negociações com a ministra: “A boa-fé imperou, mas a verdade é que em termos da parte descritiva do protocolo, nem de perto nem de longe a ministra assegura o que nós temos vindo a conversar. Não garante a tal funcionalidade do Hospital de Anadia”, alegou à Rádio Renascença.

Já José Paixão, do movimento “Unidos pela Saúde”, classificou o documento como o “protocolo da traição”, lembrando que “Anadia continua à espera de uma solução de atendimento 24 horas por dia”. “Só pedimos um médico e um enfermeiro que trabalhem durante a noite, o que sai mais barato do que os carros de serviço dos administradores de algumas empresas públicas que dão prejuízo”, atirou.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 11:44

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Curia Tecnoparque

Espaço Internet comemora um ano de funcionamento

O Espaço Internet do Curia Tecnoparque, situado em Tamengos, Anadia, comemora este mês o seu primeiro ano de funcionamento. Com cerca de 3000 utilizadores inscritos, o Espaço Internet tem sido um elemento facilitador e potenciador da utilização das novas tecnologias na região da Bairrada.

Criado no âmbito do Programa Operacional Sociedade do Conhecimento - POS_Conhecimento, o Espaço Internet é um local de acesso público gratuito. Os utilizadores contam com 13 postos de acesso à Internet e com o apoio de um monitor especializado que proporciona também esclarecimentos aos utilizadores, de forma a facilitar o uso destas tecnologias por pessoas de todas as idades.

O Espaço Internet tem sido também um local de aprendizagem e sensibilização na área das Tecnologias de Informação e Comunicação, numa lógica transgeracional. Sessões de demonstração do uso da Internet, utilização de motores de pesquisa, construção de blogues, criação e uso de correio electrónico foram algumas das actividades promovidas no Espaço Internet para um público “dos 8 aos 80”.

Sob o lema “Espaço Internet e Internet no espaço”, o Curia Tecnoparque disponibiliza sala com acesso Internet de segunda a sexta-feira, entre as 9 e as 20 horas. Quem possuir computador portátil equipado com componente wireless poderá aceder à Internet em qualquer horário e em qualquer ponto do Curia Tecnoparque.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:41

link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Julho de 2008

Na classe de “Middle Size League”

Universidade de Aveiro campeã do mundo de futebol robótico

A equipa de futebol robótico da Universidade de Aveiro, Cooperative Autonomous Mobile roBots with Advanced Distributed Architecture (CAMBADA) sagrou-se, pela primeira vez, campeã do mundo na classe “Middle Size League” (MSL) do Robocup 2008, uma das mais importantes e prestigiadas competições de robótica móvel a nível mundial. O concurso, que decorreu de 14 a 20 de Julho, em Suzhou, China, contou com a presença, na liga MSL, de 13 equipas provenientes dos cinco continentes.

A liga MSL põe em confronto equipas formadas por seis robots, completamente autónomos, que jogam entre si num campo de futebol de 18x12 metros. Estes robots, que medem até 80 centímetros de altura e pesam até 40 quilogramas, encontram-se na linha da frente da investigação de ponta, em áreas tão díspares como a visão artificial, fusão sensorial, controlo dinâmico, cooperação robótica ou inteligência artificial, entre outras.

A equipa CAMBADA venceu 11 dos 13 jogos realizados, tendo perdido apenas dois pela diferença mínima, com um total de 73 golos marcados e apenas 11 sofridos (melhor “goal average” da competição).

No jogo da final, frente à equipa holandesa dos Tech United - actuais campeões da Europa -, a equipa CAMBADA venceu de forma peremptória por uns expressivos 7-1.

Recorde-se que a CAMBADA surgiu em 2003, por iniciativa de um grupo de docentes e investigadores do Instituto de Engenharia Electrónica e Telemática de Aveiro (IEETA). Este ano, a equipa campeã do mundo alcançou também o segundo título de campeã nacional, no Festival Nacional de Robótica, realizado em Aveiro, em Abril.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:35

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

“Rondo” no Teatro Aveirense

Espectáculo de Dança Japonesa hoje

O espectáculo de Dança Japonesa “Rondo”, pelo grupo “Goto Tomoe Modern Art Dance Studio”, vai realizar-se hoje, sexta-feira, pelas 21.30 horas, no Teatro Aveirense. A entrada é gratuita, sendo obrigatório o levantamento dos ingressos na bilheteira do Teatro Aveirense.

Integrado no Programa das Comemorações do 30º Aniversário de Geminação entre Aveiro e Oita, Japão, que estão a decorrer desde ontem, dia 24, até dia 27, o espectáculo de Dança Japonesa com apresentação do grupo “Goto Tomoe Modern Art Dance Studio” tem já um vasto curriculum do qual se destaca a participação no Festival Internacional de Música para a Juventude na Alemanha, em 1997, e o Primeiro Prémio no “Whole Japan Dance Contest”, bem como várias apresentações pela Europa, Estados Unidos da América e Ásia.

A “Goto Tomoe Modern Art Dance Studio” pertence à Associação Japonesa de Dança Contemporânea. Faz parte também da Federação do Estilo Ocidental de Dança, em Oita e é um membro reconhecido do Clube de Rotários Internacional do Japão, em que a capital é Oita. Director - Yoshihiro Nagata; Maestro - Yasushi Goto; Música - Saira Kaminaga; Tradução - Kaoruko Sato; Dançarinos - Voji Hanawa, Kazunori Higashinaka, Tomoe Goto e Toka Nishimura.  

Recorde-se ainda que o município de Aveiro reúne com a cidade de Oita para, expressa e formalmente, continuar a promover a cooperação que tem marcado esta relação de amizade. O Acordo de Geminação foi assinado em 10 de Outubro de 1978, adicionando uma nova página na relação histórica entre Portugal e Japão. Durante 30 anos, as duas cidades promoveram o intercâmbio cultural, artístico, médico e social, aproximando e aprofundando os laços de amizade que as unem.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:29

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Mega-aula de ginástica, hoje, no Largo 1º de Maio

AgitÁgueda 2008 acolhe encerramento do Projecto 60+

O Espaço AgitÁgueda 2008 vai acolher hoje, dia 24, a aula final de ginástica sénior que marca o encerramento da edição 2008 do Projecto 60+.

A edição 2008 do Projecto 60+ chega ao fim de mais um ano bem sucedido e, para celebrar este momento, a autarquia aguedense, através do pelouro do Desporto, irá organizar uma mega-aula de ginástica conjunta no Largo 1º de Maio, a partir das 17 horas.

Os 178 idosos provenientes das Juntas de Freguesia de Recardães, Fermentelos, Aguada de Baixo, Valongo do Vouga, Aguada de Cima, Barrô, Óis da Ribeira, Trofa, Macinhata do Vouga, Borralha, Préstimo e Águeda terão ainda direito a medalhas e certificados de participação, que serão entregues após a aula de ginástica.

Recorde-se que o Projecto 60+ está inserido no plano de actividades para a área do Desporto, pretendendo-se promover junto da população sénior um estilo de vida saudável através da prática de actividade física, ao mesmo tempo que se procura estimular o convívio social entre os participantes, aumentar a auto-estima dos mesmos e, consequentemente, melhorar a sua qualidade de vida.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 08:44

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Festas em Honra de Nossa Senhora do Ó, freguesia de Aguim

A maior romaria do concelho de Anadia: duas procissões e seis noitadas

A freguesia de Aguim, uma das 15 do concelho de Anadia, ainda está em festa. No dia 18 começaram as Festividades em Honra de Nossa Senhora do Ó, a padroeira da aldeia. Hoje, dia 23, seis dias depois de comemoração, tanto religiosa como profana - através dos tradicionais bailaricos -, a festa termina, deixando um sentimento de saudade e o peso da responsabilidade entregue à mordomia que se encarregará de organizar a próxima.

Apesar da festa ter iniciado a 18, com os gaiteiros “Seca Pipas” a percorrer as ruas da aldeia logo pela amanhã, foi no domingo, dia 20, que as festividades atingiram o seu auge, com as cerimónias religiosas.

Logo após terminar a missa, celebrada na Igreja de Aguim, enfeitada a rigor, 13 andores, cheios de flores de vários tipos, foram sendo cuidadosamente retirados do interior do templo, como acontece todos os anos, para organizar a procissão.

No chão das ruas estavam ervas verdes, alecrim e pétalas de flores, ainda frescas, que aguardavam a passagem da procissão e de Nossa Senhora do Ó. As varandas das casas mais antigas, na viela do centro da aldeia, junto à igreja, estavam enfeitadas com colchas de seda, de diversas cores e feitios, como que para saudar a santinha que estava para chegar.   

Na frente seguiam dois cavalos, imponentes, da GNR de Anadia. E logo depois as bandeiras, que antecediam cada um dos bonitos andores, banhados pelo sol que teimava manter-se quente e radiante. Nossa Senhora do Ó, no seu andor majestoso, com cerca de 200 quilogramas, lá ocupava o último lugar da marcha, o lugar mais importante e esperado. Depois vinha o padre António Torrão, pároco da freguesia, e a Banda Filarmónica dos Covões, do concelho vizinho de Cantanhede. Um mar de gente, ao compasso da música, calcorreava as ruas, fazendo crescer a procissão. Viam-se algumas mulheres caminhar descalças, ao que tudo indica cumprindo promessas feitas à padroeira da terra.

 

“D’Tacon” animaram noite de domingo

À noite foi vez das espanholas “D’Tacon” animarem a noite, com sonoridades latinas, que se prolongaram até às duas da manhã. No recinto do bailarico, montado próximo da Junta de Freguesia e da Extensão de Saúde de Aguim, não faltavam as farturas, as pipocas e o algodão doce. Também havia quem vendesse balões para os mais novos.

A segunda-feira, dia 21, não deixou de ser um dia especial, porque Nossa Senhora do Ó voltou a sair à rua, novamente em procissão. Desta vez a única diferença foi no trajecto, maior que o de domingo. E junto do andor da padroeira, lá seguiam algumas mulheres a cumprir as suas promessas.

 

Padroeira de Aguim e das grávidas

A Nossa Senhora do Ó, padroeira de Aguim e também de outras freguesias do concelho (como é o caso do lugar de Vale de Avim, na Moita), é conhecida como a santa das grávidas, porque ela própria está grávida, o que a leva a ser também conhecida como “Nossa Senhora da Expectação”, por estar na expectativa, na esperança, do filho que há-de vir. Os mais antigos escreviam Nossa Senhora do Oh, porque o “oh!” significava exclamação. A própria imagem, de grandes dimensões, tem inscritas estas letras no ventre.

 

Programa da festa para hoje

É pelas 21 horas que começa o baile que vai encerrar mais um ano de Festas em Honra de Nossa Senhora do Ó de Aguim. A esta hora tem início a Noite Dançante, com música dos anos de 1960, 1970 e 1980. Cerca das 24 horas o palco fica entregue nas mãos do DJ Filipe Sanchez, residente na “Via Latina” e “Sport’s Bar” de Coimbra. Para a actuação ser perfeita, vai haver também acompanhamento multimédia, numa noite que promete ser longa.

 

 

publicado por quiosquedasletras às 16:51

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Pesquisar

 

Receba o Quiosque

Insira o seu endereço de e-mail:

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Letras

Aeróbica reuniu cerca de ...

Câmara Municipal de Aveir...

Seminário Internacional “...

Luís Fernandes, da d’Orfe...

Voluntários ajudam a limp...

Recortes de jornais desde...

Rota da Lampreia e da Vit...

Câmara Municipal de Anadi...

Candidaturas ao Fundo Soc...

Reunião aberta para a ini...

Letras na gaveta

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Letras

todas as tags

Rostos SAPO Local

Banca de Notícias

Contacto

quiosquedasletras@sapo.pt
blogs SAPO

subscrever feeds